19/2/2011

PROF. WALDERIQUE OLIVEIRA

podendo ser: a) temporários: quando a investidora tem a intenção de revenda. ou seja.O que é investimento societário? CONCEITO São aplicações de recursos (investimentos) efetuados por uma entidade (investidora) na aquisição de ações ou quotas do capital de outra entidade (investida). o investimento representa uma extenção da atividade econômica da investidora. São classificados no Circulante ou no Não-circulante => RLP – Investimentos Temporários. São classificados no Não-circulante => Investimentos Permanentes. . e b) permanentes: quando a investidora tem a intenção de continuidade.

deduzido de provisão para perdas prováveis na realização do seu valor. e que não será modificado em razão do recebimento. pelo custo de aquisição. de ações ou quotas bonificadas.os investimentos em participação no capital social de outras sociedades.FORMAS DE AVALIAÇÃO Investimentos Temporários: Custo de Aquisição Investimentos Permanentes: Custo de Aquisição ou MEP Previsão Legal: art. quando essa perda estiver comprovada como permanente. os elementos do ativo serão avaliados segundo os seguintes critérios: … III . sem custo para a companhia. . No balanço. III da Lei 6. 183. 183.404/76 Art. ressalvado o disposto nos artigos 248 a 250.

quando não aplicável o MEP. todos os investimentos em outras sociedades deverão ser avaliados pelo Método do Custo. . subsidiariamente. O MEP só poderá ser utilizado nas hipóteses previstas na lei societária e. A utilização de uma ou outra forma de avaliação não se constitui liberalidade da sociedade. 248 da lei societária. Desta forma. conforme slide anterior. no art. Este artigo trata da avaliação dos ivestimentos pelo Método da Equivalência Patrimonial. pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM.FORMAS DE AVALIAÇÃO – Continuação A outra forma de avaliação de investimentos societários é a prevista.

MÉTODO DO CUSTO O Método do Custo é utilizado para a avaliação de participações societárias na forma de ações ou cotas em sociedades que não sejam coligadas ou controladas.1. coligadas e equiparadas serão melhor discutidos no estudo do MEP. .: Os conceitos de controladas. Assim. desde que não sejam consideradas influentes. VELTER & MISSAGIA (2009) Obs. bem como em sociedades equiparadas a coligadas. o Método do Custo deverá ser aplicado sempre que não seja possível a utilização do Método da Equivalência Patrimonial.

dos dois o menor. PRUDÊNCIA e REGISTRO PELO VALOR ORIGINAL! . lembrando que o critério é o custo de aquisição ou valor de mercado. a investidora registra e avalia os investimentos pelo custo de aquisição. Então???? Que princípios fundamentais estamos observando quando constituímos esta provisão para perdas? OPORTUNIDADE. quando necessário. Esta provisão é necessária para se obter o valor de mercado.MÉTODO DO CUSTO .1 . deduzidos de provisão para perdas. neste método. COMPETÊNCIA.Continuação Conforme visto anteriormente.

à vista. cujo capital social é de R$ 20. isto é..00.00 . da Cia Tambaqui se limitou a 1. com ágio de R$ 0.1 . A aquisição.MÉTODO DO CUSTO – Exemplo 1 A Companhia Tambaqui resolveu aplicar parcela de seus recursos.000 quotas. na empresa Tucunaré Ltda. representado por 20. de forma permanente.10 por quota e mais uma taxa de corretagem de R$ 50. a Caixa/Bancos R$ 1.700.10.00.000. Como devemos contabilizar este fato na Companhia Tambaqui? Investimento na empresa Tucunaré Ltda.500 quotas ao custo unitário de R$ 1.

Como faremos este lançamento na Cia Pica Pau? Investimentos na Cia Colibri a Caixa/Bancos R$ 8.00.00. com valor individual de R$ 10. O capital da Cia Colibri é de R$ 100.00.000. o montante de R$ 5.MÉTODO DO CUSTO – Exemplo 2 A Cia Sucesso adquiriu da Cia Trutas 500 ações. Desta forma. na Cia Sucesso.000. à vista.000 ações pelo preço de R$ 8.000 ações. será: Investimento na Cia Trutas a Caixa/Bancos R$ 5.00.000 ações. representado por 100.1 .A Cia Pica Pau adquiriu da Cia Colibri 9. o lançamento contábil da operação.000. pagando.00 .000. O capital da Cia Trutas é composto por 6.00 Exemplo 3 .000.

Atenção: pela legislação do Imposto de renda esta provisão é “indedutível”.1 – Provisão para perdas Conforme visto anteriormente. devendo ser adicionada ao resultado líquido no LALUR Esta somente deverá ser constituída sob duas hipóteses: a) Concordata ou Falência. deduzidos de provisão para perdas. e b) Redução no PL da investida decorrente de prejuízos acumulados por diversos exercícios. os investimentos avaliados pelo Método do Custo devem ser registrados pelo valor de aquisição.1. .

000. como devemos efetuar este lançamento? Perdas na participação societária a Provisão para Perdas em Participação Societária R$ 800.000. a provisão é “retificadora” do investimento. adquiridas e registradas em seu patrimônio pelo custo de R$ 10.1. Ativo Não-Circulante Investimentos Ações na Cia Falidos (-) Provisão para perdas 10.00 Atenção: a perda na participação societária é “despesa não operacional” e.00.1 – Provisão para perdas – Exemplo Supondo que a Cia Investemal seja detentora de ações da Cia Falidos.00 (800.00) .00 e que as ações da Cia Falidos estão desvalorizadas em função de sucessivos resultados negativos e que isto traga um reflexo para a investidora no valor de R$ 800.

VICECONTTI. Rio de Janeiro: Elsevier. Francisco. 3 ed.NEVES. CONTABILIDADE AVANÇADA E ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. ed. Paulo Eduardo V. CONTABILIDADE AVANÇADA. 2003 VELTER. São Paulo: Frase. MISSAGIA. 2010 . Silvério das. Luiz Roberto. 12.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful