Você está na página 1de 48

Poluição Atmosférica

Definição

 Alterações da atmosfera susceptíveis de


causar impacto a nível ambiental ou de
saúde humana, através da
contaminação por gases, partículas
sólidas, liquidas em suspensão, material
biológico ou energia.
Emissões Atmosféricas
Perfil da atmosfera
O que são emissões atmosféricas
 Gases de Efeito Estufa
 Principais
• Dióxido de Carbono (CO2)
• Metano (CH4)
• Óxido Nitroso (N2O)
 Peso menor:
• hidrofluorcabono (HFC)
• perfluorcarbono (PFC)
• hexafluoreto de enxofre (SF6)
O que são emissões atmosféricas
 Emissões de poluentes regulados
 Compostos de Enxofre (SOx, H2S)
 Compostos de Nitrogênio (NOx, NH3)
 Material Particulado (MP)
 Monóxido de Carbono (CO)
 Hidrocarbonetos não metano (HCNM)
FONTES DE POLUIÇÃO
ATMOSFÉRICA
Fontes Naturais
• Erupção vulcânica
• Evaporação natural
• Tempestade de areia
• Decomposição vegetal
• Decomposição animal
• Incêndios florestais
Fontes Naturais
Dificilmente serão “tratadas”

• Danos à saúde das populações


• Não permitem controle
Fontes Antropogênicas
• Fontes fixas
• Queima de combustíveis
• Emissão por processos e operações
industriais
• Fontes móveis
• Veículos a gasolina, álcool, diesel etc
• Agropecuária
Outras Fontes
• Queima de lixo ao ar livre
• Incineração de lixo
• Emissões fugitivas em geral
• Comercialização e armazenamento de
produtos voláteis
Fontes Específicas
Fixas
• Ocupam área relativamente limitada
• Quase todas de natureza industrial
• Permitem avaliação “fonte por fonte”
• Permitem avaliação do conjunto das fontes
Fontes Múltiplas
• Fixas ou móveis

-Geralmente se dispersam pela comunidade


-Não podem ser avaliadas “fonte por fonte”
Classificação Física dos
Poluentes
Sólidas
- Poeiras - pequenas partículas, com diâmetro de
0,1 m mais de 100 m
• Exemplos: Partículas de rochas, de metais, de
cimento, etc. Pode também ser definido como
um aerossol de partículas sólidas
- Fumos - partículas com diâmetro inferiores a
um m
• Exemplo: Fumos de óxidos de chumbo, de
zinco, etc.
Líquidas
 Spray - São também partículas de
dimensões muito pequenas, em
suspensão no ar, resultante da
condensação de vapores

 Neblina- constituída de partículas de


dimensões muito pequenas, em
suspensão no ar
Gases e Vapores
 Fumaça - São partículas em suspensão
no ar, geralmente sólidas e oriundas da
combustão incompleta de materiais
orgânicos. As fumaças industriais de
importância são formadas por partículas
com diâmetros inferiores a 0,5 m

 “Fublina”
ou “Smog”- mistura de neblina
com fumaça.
Gases e Vapores
• Bruma seca ou névoa seca - suspensão
de partículas submicrômicas no ar,
provocando perda de visibilidade.

• Aerossol - substâncias sólidas ou liquidas


de tamanho microscópico, em suspensão
no meio gasoso, sob forma particulada.
CLASSIFICAÇÃO
SEGUNDO A
ORIGEM
• Poluentes primários
São emitidos diretamente por fontes
identificáveis e permanecem na atmosfera
na forma em que foram emitidos pelo
menos por um determinado período.

• Poluentes secundários
São formados na atmosfera como resultado
de reação entre dois ou mais poluentes ou
outros compostos.
CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO A
TOXICIDADE E
FREQUÊNCIA DE
OCORRÊNCIA
Poluentes Regulados
 São poluentes danosos a saúde que
ocorrem com grande freqüência. São
controlados através de padrões de
qualidade do ar.

 Exemplos: CO, CO2 , MP, NOx, SOx


RESOLUÇÃO CONAMA no 8,
31.08. 1993

 Regulamenta as emissões de monóxido


de carbono, hidrocarbonetos, óxidos de
nitrogênio, fumaça e material particulado,
por veículos.
GEE
 Gases de efeito estufa: São poluentes que
mais contribuem para o aumento do efeito
estufa (GHG ou CO2-eq)

 Exemplos: CO2, CH4 , N2O


Poluentes Perigosos (tóxicos)
 São poluentes que podem causar ou
contribuir para o aumento da mortalidade
ou da ocorrência de doenças.

 Usualmente causam somente problemas


localizados.

 Amianto, Benzeno, Mercúrio, etc.


Poluentes Incômodos

 São os odores em geral, como o gás


Sulfídrico, odorizadores de gás natural
etc.
Chuva Ácida
 Provocada por CO2, SOx, NOx

 SO2 + H2O = H2 SO3 ácido sulfuroso


 H2 SO3 + O = H2SO4 ácido sulfúrico
 NO2 + HO2 = ácido nitroso
 HNO2 + O = HNO3 ácido nítrico
EPISÓDIOS DE
POLUIÇÃO
Vale do Meuse (Bélgica) - 1930
Gotículas de ácido sulfúrico na atmosfera
• Duração - 5 dias
• 63 óbitos
• vários doentes (dores no peito , deficiência
respiratória)
• morte do gado
Londres (Inglaterra) - 1952
Poeira em suspensão e dióxido de enxofre
• Duração cinco dias
• Vários doentes
• 3.500 a 4.000 óbitos a mais que o
esperado para o período
Bauru (S. Paulo - BRASIL) 1952
Pó de mamona - indústria de extração de
óleos vegetais
• 150 doentes (bronquites e manifestações
alérgicas)
• Nove óbitos
Nova Iorque (EUA) - 1953
• Dióxido de enxofre
• Duração de cinco dias
• Excesso de óbitos, acima do normal
Poza Rica (México) - 1955
• Gás Sulfídrico - indústria de recuperação
de enxofre de gás natural
• Duração 25 minutos
• 320 pessoas hospitalizadas
• 22 óbitos
Chernobyl (Ucrânia) - 1986
Explosão de reator durante testes
• 30 pessoas morreram imediatamente
• Nuvem de poeira com altos níveis de
radiação com 60 Km de diâmetro
• 135.000 pessoas evacuadas
WTC (Nova Iorque) – 2001
5.000 toneladas de asbesto (amianto) nos
40 andares inferiores da torre Norte
• Construtores utilizaram asbesto como
prevenção contra incêndios maiores e
como suporte à sustentação do edifício
Efeitos
• Efeitos sobre a visibilidade
• Efeitos sobre as condições da radiação
urbana
• Efeitos sobre a vegetação
• Efeitos sobre a saúde
• Efeitos sobre o clima
Efeitos
• Elevação do nível dos mares
• Alterações nos ecossistemas
• Aumento do número de doenças
infecciosas
• Aumento da incidência de câncer de pelo
• Crise de alimentação
• Alterações no clima
EFEITO ESTUFA
GEE
 Gases de efeito estufa: São poluentes que
mais contribuem para o aumento do efeito
estufa (GHG ou CO2eq)
 CO2, CH4 , N2O
 1 GEE = 1 CO2+ 21*CH4 + 310*N2O