Você está na página 1de 155

Licitações

Professor Luis Octavio Alves de Azevedo


Segundo Wellington Barros, “Licitação vem do latim
licitationem, dos verbos liceri ou licitari (lançar em leilão, dar
preço, oferecer lanço) e possui em sentido literal, a significação
do ato de licitar ou fazer preço sobre a coisa posta em leilão ou
a venda em almoeda.”
Professor Luis Octavio
Legislação Pertinente
 Lei nº 8.666/1993 – Licitação e Contratos;
 Lei nº 10.520/2002 – Pregão Presencial
 Decreto nº 5.450/2005 – Pregão Eletrônico
 Lei nº 12.462/2011 - Regime Diferenciado de Contratações
Públicas - RDC
 Decreto nº 7.892/2013 – Sistema de Registro de Preços – SRP
 Lei nº 13.303/2016 – Licitação e Contratos para Empresas
Públicas e Sociedades de Economia Mista
Professor Luis Octavio

Garantir a Todos tenham o direito de


isonomia participarem do processo seletivo
em condições iguais.
Seleção da Garantir que o Estado tenha
proposta mais oportunidade de escolher a
Objetivos
vantajosa proposta que mais benefícios trará
para o cidadão.
Promoção do Garantir que o processo licitatório
desenvolvimento sempre possa dar a oportunidade
nacional sustentável do desenvolvimento econômico do
país, inclusive incentivando as
empresas brasileiras.
Professor Luis Octavio

Lei Nacional
Aplicável à União, Estados, Municípios e DF

Órgãos da Administração Autarquias, Fundações Entidades Paraestatais, não


Direta. Incluindo-se nessa Públicas, incluindo-se as existindo obrigatoriedade
situação os Poderes Agências Reguladoras e se o recurso utilizado não
Legislativo e Judiciário. Executivas. for público.
Obrigatoriedade da Licitação
A Constituição Federal de 1988 tornou obrigatória a licitação para toda a
Administração Pública, salvo os casos especificados na legislação pertinente.
 CF/1988 Art. 37 XXI - ressalvados os casos especificados na legislação, as
obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante
processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a
todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de
pagamento, mantidas as condições efetivas da proposta, nos termos da
lei, o qual somente permitirá as exigências de qualificação técnica e
econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações.
 CF/1988 Art. 175. Incumbe ao Poder Público, na forma da lei,
diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, sempre através
de licitação, a prestação de serviços públicos.
Contratos Convênios

Terceiros

As obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações,


concessões, permissões e locações da Administração Pública

Obrigatoriedade de Licitação
Contrato ou convênio sem licitação
Professor
Existe Luis Octavio
Licitação que não gera contrato ou convênio
Professor Luis Octavio
Professor Luis Octavio
Professor Luis Octavio

OS PRINCÍPIOS ENUNCIADOS SÃO DE OBSERVÂNCIA OBRIGATÓRIA NO


PROCEDIMENTO LICITATÓRIO. SE UM DOS PRINCÍPIOS FOR AFRONTADO, O
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO SERÁ NULO.
• As preferências devem privilegiar o tratamento diferenciado e favorecido às
microempresas e empresas de pequeno porte na forma da lei.
• Nas contratações destinadas à implantação, manutenção e ao
aperfeiçoamento dos sistemas de tecnologia de informação e comunicação,
considerados estratégicos em ato do Poder Executivo federal, a licitação
poderá ser restrita a bens e serviços com tecnologia desenvolvida no País
• Os editais de licitação para a contratação de bens, serviços e obras poderão,
mediante prévia justificativa da autoridade competente, exigir que o
contratado promova, em favor de órgão ou entidade integrante da
administração pública ou daqueles por ela indicados a partir de processo
isonômico, medidas de compensação comercial, industrial, tecnológica ou
acesso a condições vantajosas de financiamento, cumulativamente ou não, na
forma estabelecida pelo Poder Executivo federal Professor Luis Octavio
• Margem de preferência normal: diferencial de preços entre os produtos
manufaturados nacionais e serviços nacionais e os produtos manufaturados
estrangeiros e serviços estrangeiros, que permite assegurar preferência à
contratação de produtos manufaturados nacionais e serviços nacionais;
• Margem de preferência adicional: margem de preferência cumulativa com a
margem de preferência normal, de produtos manufaturados nacionais e serviços
nacionais, resultantes de desenvolvimento e inovação tecnológica realizados no
País, e produtos manufaturados estrangeiros e serviços estrangeiros, que permite
assegurar preferência à contratação de produtos manufaturados nacionais e
serviços nacionais.
• Objetivo: estimular a produção e a competitividade da empresa nacional,
mediante a utilização do poder de compra do governo federal, agregando ao
perfil da demanda do setor público diretriz para a promoção do desenvolvimento
econômico sustentável. Professor Luis Octavio
• Produtos manufaturados e para serviços nacionais que atendam a normas
técnicas brasileiras.
• Bens e serviços produzidos ou prestados por empresas que comprovem
cumprimento de reserva de cargos prevista em lei para pessoa com deficiência ou
para reabilitado da Previdência Social e que atendam às regras de acessibilidade
previstas na legislação
• Para os produtos manufaturados e serviços nacionais resultantes de
desenvolvimento e inovação tecnológica realizados no País, poderá ser
estabelecido margem de preferência adicional
• A margem de preferência poderá ser estendida aos bens e serviços originários
dos Estados Partes do Mercosul.
Obs: As margens de preferência por produto, serviço, grupo de produtos ou grupo de
serviços serão definidas pelo Poder Executivo Federal, não podendo a soma delas
ultrapassar o montante de 25% sobre o preço dos produtos manufaturados e
serviços estrangeiros.
Direta Feita pelos órgãos e entidades da Administração, pelos próprios meios
Indireta Feita por terceiros Professor Luis Octavio

Empreitada por quando se contrata a execução da obra ou do serviço por preço


preço global certo e total
Empreitada por quando se contrata a execução da obra ou do serviço por preço
preço unitário certo de unidades determinadas
quando se ajusta mão-de-obra para pequenos trabalhos por
Tarefa
preço certo, com ou sem fornecimento de materiais
quando se contrata um empreendimento em sua integralidade,
Empreitada compreendendo todas as etapas das obras, serviços e instalações
integral necessárias, sob inteira responsabilidade da contratada até a sua
entrega ao contratante em condições de entrada em operação
 Conjunto de elementos necessários e suficientes, com nível de
precisão adequado, para caracterizar a obra ou serviço, ou complexo
de obras ou serviços objeto da licitação, elaborado com base nas
indicações dos estudos técnicos preliminares, que assegurem a
viabilidade técnica e o adequado tratamento do impacto ambiental
do empreendimento, e que possibilite a avaliação do custo da obra e
a definição dos métodos e do prazo de execução.
Professor Luis Octavio
 desenvolvimento da solução escolhida de forma a fornecer visão
global da obra e identificar todos os seus elementos constitutivos
com clareza;
 soluções técnicas globais e localizadas, suficientemente
detalhadas, de forma a minimizar a necessidade de reformulação
ou de variantes durante as fases de elaboração do projeto
executivo e de realização das obras e montagem;
 informações que possibilitem o estudo e a dedução de métodos
construtivos, instalações provisórias e condições organizacionais
para a obra, sem frustrar o caráter competitivo para a sua
execução;
Professor Luis Octavio
 identificação dos tipos de serviços a executar e de materiais e
equipamentos a incorporar à obra, bem como suas especificações
que assegurem os melhores resultados para o empreendimento
(sem frustrar a competividade);
 subsídios para montagem do plano de licitação e gestão da obra,
compreendendo a sua programação, a estratégia de suprimentos,
as normas de fiscalização e outros dados necessários em cada
caso;
 orçamento detalhado do custo global da obra, fundamentado em
quantitativos de serviços e fornecimentos propriamente
avaliados.
Professor Luis Octavio
 Conjunto dos elementos necessários e suficientes à execução
completa da obra, de acordo com as normas pertinentes da
Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Professor Luis Octavio


 Projeto Estrutural – relativo à locação e carga nos pilares da
fundação; características dos materiais empregados; plantas de
formas de todo o projeto estrutural, etc.
 O orçamento detalhado da infraestrutura a ser proposta também.
 Tratamento técnico do projeto básico, com as especificações
detalhadas de materiais e insumos;
 Projeto Geotécnico – correspondente às plantas de localização
das obras de terra, drenagem superficial e profunda, arrimos e
fundações e injeções; cortes e seções do terreno; detalhes de
projeto das diversas obras de terra; esquemas de orientação da
execução do projeto . Professor Luis Octavio
I - segurança;
II - funcionalidade e adequação ao interesse público;
III - economia na execução, conservação e operação;
IV - possibilidade de emprego de mão-de-obra, materiais, tecnologia
e matérias-primas existentes no local para execução, conservação e
operação;
V - facilidade na execução, conservação e operação, sem prejuízo da
durabilidade da obra ou do serviço;
VI - adoção das normas técnicas, de saúde e de segurança do
trabalho adequadas;
VII - impacto ambiental. Professor Luis Octavio
Professor Luis Octavio

I - Obra - toda construção, reforma, fabricação, recuperação ou


ampliação, realizada por execução direta ou indireta;
II - Serviço - toda atividade destinada a obter determinada utilidade de
interesse para a Administração, tais como: demolição, conserto,
instalação, montagem, operação, conservação, reparação, adaptação,
manutenção, transporte, locação de bens, publicidade, seguro ou
trabalhos técnico-profissionais;
III - Compra - toda aquisição remunerada de bens para fornecimento de
uma só vez ou parceladamente;
IV - Alienação - toda transferência de domínio de bens a terceiros;
VI - Seguro-Garantia - o seguro que garante o fiel cumprimento das
obrigações assumidas por empresas em licitações e contratos;
Requisitos para Licitação
 Existência de projeto básico;
 Existência de orçamento detalhado;
Obras  Existência de Recursos Orçamentários;
 Previsão no Plano Plurianual.
Requisitos
para
 Caracterização do objeto (não pode
Licitação
haver a indicação da marca);
Compras  Existência de recursos orçamentários;
 Condições de armazenamento
compatíveis com a aquisição;
Professor Luis Octavio
Professor Luis Octavio
É vedado incluir no objeto da licitação a obtenção de recursos financeiros
para sua execução, qualquer que seja a sua origem, exceto nos casos de
empreendimentos executados e explorados sob o regime de concessão, nos
termos da legislação específica.
É vedada, ainda, a inclusão, no objeto da licitação, de fornecimento de
materiais e serviços sem previsão de quantidades ou cujos quantitativos não
correspondam às previsões reais do projeto básico ou executivo.
É vedada a realização de licitação cujo objeto inclua bens e serviços sem
similaridade ou de marcas, características e especificações exclusivas, salvo
nos casos em que for tecnicamente justificável, ou ainda quando o
fornecimento de tais materiais e serviços for feito sob o regime de
administração contratada, previsto e discriminado no ato convocatório.
 Pessoa que se habilitou e participa do procedimento licitatório,
atendendo ao ato da convocação.

Professor Luis Octavio


Professor Luis Octavio
 São os critérios de julgamento

Menor preço
Tipos de Licitação Melhor técnica
Técnica e preço
Maior lance ou oferta

Professor Luis Octavio


Menor Preço
Tipo de licitação cujo critério de seleção da proposta mais vantajosa
para a Administração tem por base o menor preço.
 E utilizado geralmente para compra de bens, execução de obras ou
prestação de serviços.
Aplica-se o tipo menor preço na aquisição de bens e serviços de
informática quando realizada na modalidade convite.
 Será a licitação do tipo menor preço quando o critério de seleção da
proposta mais vantajosa para a Administração determinar que será
vencedor do certame o licitante que apresentar proposta de acordo
com as especificações do ato convocatório e ofertar o menor preço.
Menor Preço
 Nesse tipo de licitação a classificação , entre os licitantes considerados
qualificados, dar-se-á pela ordem crescente dos preços propostos.
Prevalece, no caso de empate, exclusivamente o sorteio, realizado em ato
publico.
 Menor preço não é justificativa para compra de produtos de baixa
qualidade. Deve a Administração, em busca do melhor preço, verificar se
as propostas estão de acordo com as especificações do ato convocatório,
amostras ou protótipos exigidos.
 Melhor preço não é tipo de licitação. É terminologia normalmente
utilizada para definir o tipo menor preço conjugado com os fatores
qualidade, durabilidade, funcionalidade, desempenho, dentre outros.
Melhor Técnica
Tipo de licitação cujo critério de seleção da proposta mais vantajosa para a
Administração tem por base fatores de ordem técnica.
 Esse tipo de licitação será utilizado exclusivamente para serviços de
natureza predominantemente intelectual, em especial na elaboração de
estudos técnicos preliminares, projetos básicos e executivos, cálculos,
fiscalização, supervisão e gerenciamento, e de engenharia consultiva em
geral.
 Nesse tipo de licitação, a proposta mais vantajosa para a Administração e
escolhida apos negociação das condições ofertadas com a proponente
melhor classificada.
 Negociação de preços tem por base os preços unitários ofertados na
proposta, devidamente detalhados em orçamentos e planilhas, e por
referência o limite representado pela proposta de menor preço entre os
licitantes que obtiveram valoração mínima.
Técnica e Preço
Tipo de licitação cujo critério de seleção da proposta mais vantajosa para a
Administração tem por base a maior media ponderada, considerando-se as
notas obtidas nas propostas de preço e técnica.
 Esse tipo de licitação e obrigatório na contratação de bens e serviços de
informática, nas modalidades concorrência e tomada de preços. Deve a
Administração observar ainda o art. 3o da Lei no 8.248/1991,
regulamentado pelo Decreto no 1.070, de 2 de marco de 1994.
 Para contratação de bens e serviços de informática e automação na
modalidade convite, a utilização do tipo de licitação “técnica e preço” não é
obrigatória.
 Poderá a Administração excluir do julgamento técnico, com a devida
justificativa, ate dois dos seguintes fatores: prazo de entrega, suporte de
serviços, qualidade, padronização, compatibilidade e desempenho.
Técnica e Preço
 Serão classificadas e avaliadas as propostas técnicas de acordo com
critérios objetivos preestabelecidos no instrumento convocatório,
mediante ponderação da nota e peso atribuídos a cada um dos fatores
estabelecidos.
 Em licitação para compra de produtos de informática, cujo objeto seja de
natureza divisível, o calculo dos Índices de Preço e Técnico e da Avaliação
Final será efetuado item por item.
 O tipo “técnica e preço” poderá ser utilizado também, a exemplo do tipo
“melhor técnica”, para contratação de serviços de natureza
predominantemente intelectual. Especialmente na elaboração de estudos
técnicos preliminares, projetos básicos e executivos, cálculos, fiscalização,
supervisão e gerenciamento, e de engenharia consultiva em geral, em
consonância com o disposto no artigo 46 da Lei no 8.666/1993.
Técnica e Preço
 Valores numéricos relativos à pontuação e/ou notas técnicas serão
calculados com duas casas decimais, desprezada a fração remanescente.
 Classificação final dos licitantes dar-se-á de acordo com a média
ponderada das valorações dos fatores técnicos e do preço, em
conformidade com os pesos preestabelecidos no instrumento
convocatório.
 Tipo técnica e preço será utilizado obrigatoriamente em licitações nas
modalidades tomada de preços e concorrência para contratação de bens e
serviços de informática.
 Não é obrigatória a utilização do tipo de licitação “técnica e preço” na
modalidade convite.
Critérios de Desempate
 produzidos no País;
 produzidos ou prestados por empresas brasileiras.
 produzidos ou prestados por empresas que invistam em pesquisa e no
desenvolvimento de tecnologia no País.
 produzidos ou prestados por empresas que comprovem cumprimento de
reserva de cargos prevista em lei para pessoa com deficiência ou para
reabilitado da Previdência Social e que atendam às regras de acessibilidade
previstas na legislação

obs: Caso persista o empate a classificação se fará, obrigatoriamente, por sorteio,


em ato público, para o qual todos os licitantes serão convocados, vedado qualquer
outro processo.
Professor Luis Octavio
Dispensa de Licitação Inexigibilidade
Existe a possibilidade de
NÃO existe possibilidade de
competição, mas a
competição, não tem como
Administração Pública tem o
executar a Licitação. É o caso dos
poder discricionário para realizar
artistas, compra de material de
ou não a licitação (LICITAÇÃO
um único fornecedor ou mesmo
DISPENSÁVEL) ou está proibida
material exclusivo.
pela lei de realizar a licitação
Não há possibilidade de listar
(LICITAÇÃO DISPENSADA).
na lei todos os artistas, produtos
Essa situação estão
exclusivos e produtos de um único
discriminadas na lei, sendo assim
fornecedor, sendo assim os Casos
só acontecem nos casos
são meramente exemplificativos.
especificados – casos taxativos
Licitação Dispensável
A lei permite que a
Administração Pública
realize ou não a licitação

Licitação Dispensada
 Dispensa de Existe possibilidade A lei impede que a
Licitação de competição. Administração Pública
realize a licitação
2 - Função do Valor – Incisos I e II 1 – Política Econômica – Inciso VI
2 - Guerra e Perturbação da Ordem, Calamidade Pública – Incisos III e IV
1 – Licitação Deserta - Inciso V 1 – Licitação Fracassada – Inciso VII
5 - Entre Entes Públicos – Incisos VIII, XVI (diário oficial), XXIII (E.P e S.E.M/SUBSIDIÁRIAS),
XXVI (Consórcios Públicos e Convênios), XXXIV (Insumos de Saúde de Fundação)
1 - Organizações Sociais – XXIV
5 - Forças Armadas e Segurança Nacional – Incisos IX, XVIII (abastecimento de navios), XIX
(material de uso), XXVIII (produzidos no País, alta complexidade e defesa nacional), XXIX
(contingentes militares no exterior),
1 - Compra e Locação de Imóvel para finalidade da Administração Pública – Inciso X
1 - Remanescente de Obra, Serviço ou Fornecimento – Inciso XI
3 - Pesquisa, ensino ou Desenvolvimento e Preso – Incisos XIII, XXI, XXXV (Presídios)
1 - Aquisição de Bens ou Serviços Acordo Internacional – Inciso XIV
1 - Aquisição ou Restauração de obras de arte e objetos históricos – Inciso XV
1 - Aquisição de peças originais para manutenção durante a garantia – Inciso XVII
4 - Área Social – Incisos XX (deficiência física), XXVII (Lixo), XXX (Reforma Agrária,
Agricultura familiar), XXXIII (cisternas e acesso à água)
1 - Energia Elétrica e Gás Natural – Inciso XXII 1 - Gêneros Perecíveis – Inciso XII
3 - Transferência de Tecnologia, ICT – Incisos XXV, XXXI, XXXII (tecnologia para o SUS)
I - para obras e serviços de engenharia de valor até 10% da modalidade convite, desde
que não se refiram a parcelas de uma mesma obra ou serviço ou ainda para obras e
serviços da mesma natureza e no mesmo local que possam ser realizadas conjunta e
concomitantemente (20% para consórcios públicos, sociedade de economia mista,
empresa pública e por autarquia ou fundação qualificadas, na forma da lei, como
Agências Executivas);
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 8/2018 - UASG 390076
Nº Processo: 50015000210201844 . Objeto: Contratação de empresa especializada para
serviço de manutenção e restauração do pleno funcionamento do aqueduto da eclusa
Jupiá no Rio Paraná. Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso I da
Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Durante procedimento de eclusagem, constatou-
se problema na etapa de abertura dos aquedutos para enchimento da câmara. declaração
de Dispensa em 16/08/2018. MARCO ANTONIO BLOTTA. Coordenador de
Engenharia/ahrana. Ratificação em 16/08/2018. ANTONIO BADIH CHEHIN. Coordenador
Geral/ahrana. Valor Global: R$ 25.733,23. CNPJ CONTRATADA : 24.650.529/0001-19 RIO
PARANA ECLUSAS S.A..
II - para outros serviços e compras de valor até 10% da modalidade convite e para
alienações, nos casos previstos nesta Lei, desde que não se refiram a parcelas de um
mesmo serviço, compra ou alienação de maior vulto que possa ser realizada de uma
só vez (20% para consórcios públicos, sociedade de economia mista, empresa pública
e por autarquia ou fundação qualificadas, na forma da lei, como Agências
Executivas);
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 6/2018 - UASG 193108
Nº Processo: 02010001307201871 . Objeto: Contratação de serviços de manutenção
de recintos de animais do CETAS/GO, conforme Processo 02010.001307/2018-71 Total
de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso II da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: Art. 24º, Inciso II da Lei nº 8.666 de 21/06/1993. declaração
de Dispensa em 16/08/2018. CASSIO TAVARES DE SOUZA. Chefe da Diafi/go.
Ratificação em 20/08/2018. RENATO DE PAIVA E WANDERLEY. Superintendente. Valor
Global: R$ 5.580,00. CNPJ CONTRATADA : 28.566.858/0001-37 THELMA RODRIGUES DA
MATA 54876095191
III - nos casos de guerra ou grave perturbação da ordem;

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 17/2018 - UASG 154045


Nº Processo: 23108223134201751 . Objeto: Compartilhamento da Torre
de Rádio e TV senado. Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento
Legal: Art. 24º, Inciso III da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa:
Conforme artigo citado acima. Declaração de Dispensa em 17/07/2018.
ANA FLAVIA SILVA CONCEICAO. Gerente de Contratos e Convênios.
Ratificação em 17/07/2018. MYRIAN THEREZA DE MOURA SERRA.
Reitora. Valor Global: R$ 297.753,24. CNPJ CONTRATADA :
04.845.150/0001-57 FUNDACAODE APOIO E DESENVOLVIMENTO DA
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO.
IV - nos casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada urgência
de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança
de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares, e
somente para os bens necessários ao atendimento da situação emergencial ou
calamitosa e para as parcelas de obras e serviços que possam ser concluídas no prazo
máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos, contados da ocorrência da emergência
ou calamidade, vedada a prorrogação dos respectivos contratos;

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 444/2018 - UASG 250005


Nº Processo: 25000094154201812 . Objeto: Aquisição de 4ser de EYLIA 40MG/ML Total de
Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso IV da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: Trata-se de Ação Judicial declaração de Dispensa em
16/08/2018. THIAGO FERNANDES DA COSTA. Coordenador-geral de Licitações e Contratos
de Insumos Estratégicos para Saúde. Ratificação em 17/08/2018. TIAGO PONTES QUEIROZ.
Diretor do Departamento de Logística em Saúde. Valor Global: R$ 11.966,92. CNPJ
CONTRATADA : 18.459.628/0001-15 BAYER S.A..
V - quando não acudirem interessados à licitação anterior e esta, justificadamente,
não puder ser repetida sem prejuízo para a Administração, sendo mantidas as
mesmas condições;

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 5/2018 - UASG 130025


Nº Processo: 21036003674201785 . Objeto: Serviço de telefonia fixa comutada local
(fixo-fixo-fixo-móvel) Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º,
Inciso V da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Manter em funcionamento as
linhas telefônicas da SFA-PE objetivo evitar a descontinuidade dos serviços de
comunicação. Declaração de Dispensa em 22/05/2018. GERALDO FERRAZ. Chefe do
Dad-sfa-pe - Substituto. Ratificação em 22/05/2018. CARLOS ANTONIO RIBEIRO
RAMALHO JUNIOR. Ordenador de Despesas da Sfa-pe. Valor Global: R$ 14.723,88.
CNPJ CONTRATADA : 33.000.118/0001-79 TELEMAR NORTE LESTE S/A. - EM
RECUPERACAO JUDICIAL.
VI - quando a União tiver que intervir no domínio econômico para regular preços ou
normalizar o abastecimento;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 2/2018 - UASG 158351
Nº Processo: 23230000098201824 . Objeto: Contratação Emergencial de pessoa
jurídica especializada na prestação dos serviços de Vigilância Armada, com
fornecimento de mão de obra, materiais e equipamentos necessários à boa execução
dos trabalhos, em regime de empreitada de menor preço global para atender as
necessidades do IFRR Campus Novo Paraíso. Total de Itens Licitados: 00002.
Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso VI da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa:
Justifica-se pela necessidade de se oferecer um serviço célere e confiável no que diz
respeito à segurança patrimonial. Declaração de Dispensa em 06/07/2018. NATA
RIBEIRO GUIMARAES. Diretor de Administração. Ratificação em 06/07/2018. ELIEZER
NUNES SILVA. Diretor Geral. Valor Global: R$ 82.951,16. CNPJ CONTRATADA :
25.278.459/0005-06 SEGURPROVIGILANCIA PATRIMONIAL S.A.. Professor Luis Octavio
VII - quando as propostas apresentadas consignarem preços manifestamente superiores aos
praticados no mercado nacional, ou forem incompatíveis com os fixados pelos órgãos oficiais
competentes, casos em que, observado o parágrafo único do art. 48 desta Lei e, persistindo a
situação, será admitida a adjudicação direta dos bens ou serviços, por valor não superior ao
constante do registro de preços, ou dos serviços;

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 6/2018 - UASG 343003


Nº Processo: 01494000326201822 . Objeto: Contratação de serviços de apoio administrativo e de
atividades auxiliares, de natureza acessória, instrumental e complementar para atender as
necessidades temporárias do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN/MA,
sendo um posto de Assistente Administrativo I - Nível Superior e um posto de Assistente
Administrativo Nível II - nível médio, nas condições e características constantes no termo de
referência. Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso VII da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: Devido ao insucesso do pregão eletrônico n. 07/2018 e também ao fato
de se tratar de contrato temporário por curto prazo. declaração de Dispensa em 20/08/2018.
FERNANDO CESAR BELICHE ALVES. Coordenador Administrativo Substituto Iphan/ma. Ratificação
em 20/08/2018. MAURICIO ABREU ITAPARY. Superintendente Iphan/ma. Valor Global: R$ 75.456,40.
CNPJ CONTRATADA : 09.453.646/0001-07 MARANATASERVICOS EIRELI.
VIII - para a aquisição, por pessoa jurídica de direito público interno, de bens
produzidos ou serviços prestados por órgão ou entidade que integre a
Administração Pública e que tenha sido criado para esse fim específico em data
anterior à vigência desta Lei, desde que o preço contratado seja compatível com o
praticado no mercado;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO
Dispensa nº 012/FMS/2018. Objeto: Prestação de serviços médicos especializados e
exames complementares não prestados Rede Municipal de Saúde para atendimento
a população local - exercício 2018. Contratado: Consórcio Intermunicipal de Saúde -
AMESC. Contratante: Fundo Municipal de Saúde. Valor Global: R$ 380.000,00
(trezentos e oitenta mil reais). Fundamento Legal: Inciso VIII do artigo 24 da Lei nº
8.666/93. Reconhecimento: 20/08/2018, Diogo Copetti Silveira - Gestor do Fundo.
Ratificação: 20/08/2018, por Arlindo Rocha - Prefeito.
IX - quando houver possibilidade de comprometimento da segurança nacional, nos
casos estabelecidos em decreto do Presidente da República, ouvido o Conselho de
Defesa Nacional;

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 39/2018 - UASG 110120


Nº Processo: 91.002026/2017-77 . Objeto: Dispensa de licitação de acordo com o
inciso IX do art. 24 da Lei 8.666/93 (Segurança Nacional). Total de Itens Licitados:
00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso IX da Lei nº 8.666 de 21/06/1993..
Justificativa: Art. 24º, Inciso IX da Lei nº 8.666 de 21/06/1993. Declaração de
Dispensa em 26/06/2018. ANTONIO AUGUSTO MUNIZ DE CARVALHO. Secretário de
Planejamento e Gestão. Ratificação em 26/06/2018. JANER TESCH HOSKEN
ALVARENGA. Diretor-geral. Valor Global: R$ 66.870,20. CNPJ CONTRATADA :
13.570.799/0001-01 BROADMEDIA FOTO E VIDEO LTDA.
X - para a compra ou locação de imóvel destinado ao atendimento das
finalidades precípuas da administração, cujas necessidades de instalação e
localização condicionem a sua escolha, desde que o preço seja compatível
com o valor de mercado, segundo avaliação prévia;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 49/2018 - UASG 380941
Nº Processo: 47774000078201874 . Objeto: Locação de imóvel para funcionamento da AR de
Itaúna situada na rua Zezé de Lima, 770-centro Itaúna/MG Total de Itens Licitados: 00001.
Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso X da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Atende ao
art. 24º, Inciso X da Lei 8.666/93 imóvel é o único que atende a necessidade da administração.
Declaração de Dispensa em 19/06/2018. MONICA SOARES LAGE COSTA. Ordenadora de
Despesa. Ratificação em 19/06/2018. JOAO CARLOS GONTIJO DE AMORIM. Superintendente
Regional do Trabalho. Valor Global: R$ 108.000,00. CNPJ CONTRATADA : 10.221.160/0001-14 J.G
PENIDO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA
Professor Luis Octavio

XI - na contratação de remanescente de obra, serviço ou fornecimento, em conseqüência de


rescisão contratual, desde que atendida a ordem de classificação da licitação anterior e aceitas
as mesmas condições oferecidas pelo licitante vencedor, inclusive quanto ao preço,
devidamente corrigido;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO
PE 133475. Objeto: Prestação de serviços de manutenção preditiva, preventiva, corretiva e
operação de equipamentos e componentes dos sistemas elétrico, de geração emergencial de
energia, de telefonia, de rede de dados, hidráulico, hidrossanitário e pluvial, proteção e combate
a incêndio, acionamento dos portões, som ambiente, som do auditório, videoconferência e
obras civis, incluindo o fornecimento de materiais e peças de reposição, e de serviços de
assessoramento para elaboração de projetos de engenharia e arquitetura para atendimento ao
Banco Central do Brasil, no Recife (PE). Contratada: ENGEAR - ENGENHARIA DE AQUECIMENTO E
REFRIGERAÇÃO LTDA. CNPJ: 00.976.914/0001-92. Base Legal: art. 24, inciso XI, da Lei
8.666/1993. Justificativa: Contratação de remanescente. Valor: R$555.119,25. Ratificação:
Daniel Cardim Heller, Chefe do Departamento de Material e Patrimônio. Data: 16.8.2018.
XII - nas compras de hortifrutigranjeiros, pão e outros gêneros perecíveis, no
tempo necessário para a realização dos processos licitatórios
correspondentes, realizadas diretamente com base no preço do dia;

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 19/2018 - UASG 120006


Nº Processo: 2713/18 . Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para a Seção
de Subsistência. Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º,
Inciso XII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Nova licitação está em
andamento e empresa homologada no PE 442017 foi declarada inidônea.
Declaração de Dispensa em 15/05/2018. MARIANA CARVALHO DE BRITO.
Chefe Ssub. Ratificação em 15/05/2018. ALEX ORCAY REIS. Ordenador de
Despesas. Valor Global: R$ 37.520,00. CNPJ CONTRATADA : 18.768.894/0001-
20 COMERCIAL MINAS BRASILIA EIRELI.
XIII - na contratação de instituição brasileira incumbida regimental ou
estatutariamente da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento
institucional, ou de instituição dedicada à recuperação social do preso, desde
que a contratada detenha inquestionável reputação ético-profissional e não
tenha fins lucrativos;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 206/2018 - UASG 153052
Nº Processo: 23070012961201876 . Objeto: Contrato UFG/FUNAPE. Total de Itens Licitados:
00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa:
Contratação de instituição brasileira incumbida de pesquisa, ensino e outros. declaração de
Dispensa em 20/08/2018. FABRICIO RODRIGUES DE CARVALHO. Assistente em Administração.
Ratificação em 20/08/2018. ROBSON MAIA GERALDINE. Pró Reitor em Adm. e Finanças. Valor
Global: R$ 200.000,00. CNPJ CONTRATADA : 00.799.205/0001-89 FUNDACAODE APOIO A
PESQUISA.
XIV - para a aquisição de bens ou serviços nos termos de acordo
internacional específico aprovado pelo Congresso Nacional, quando as
condições ofertadas forem manifestamente vantajosas para o Poder Público;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 1/2018 - UASG 240011
Nº Processo: 09011000005201815 . Objeto: Serviços funerários e de traslado de corpo, em
razão do falecimento de estudante-bolsista do Programa de Estudantes Convênio de Pós-
Graduação (PEC-PG). Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XIV da
Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Cumprimento dos objetivos do Memorando de
Entendimento e do Acordo de Cooperação Cultural, entre Brasil e Moçambique Declaração de
Dispensa em 20/03/2018. GUSTAVO BAPTISTA BARBOSA. Chefe da Divisão de Temas
Educacionais. Ratificação em 20/03/2018. PAULA ALVES DE SOUZA. Chefe do Departamento
Cultural. Valor Global: R$ 21.400,00. CNPJ CONTRATADA : 28.966.663/0001-84 SILVA & SANTOS
FUNERARIAS LTDA.
XV - para a aquisição ou restauração de obras de arte e objetos históricos, de
autenticidade certificada, desde que compatíveis ou inerentes às finalidades
do órgão ou entidade.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 40/2018 - UASG 344002
Processo: 1175/2017-19 . Objeto: Aquisição de obra de videoarte, com o video "FAZ QUE VAI"
dos artistas Bárbara Wagner e Benjamin de Burca para o acervo da Fundação Joaquim Nabuco.
Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XV da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: Justificamos a presente compra sem licitação por se achar
caracterizada a inviabilidade de competição. Declaração de Dispensa em 17/04/2018. JOSE
ASTROGILDO DOS SANTOS. Diretor de Memória, Educação,cultura e Arte. Ratificação em
17/04/2018. IVETE JUREMA ESTEVES LACERDA. Presidente da Fundação Joaquim Nabuco em
Exercício. Valor Global: R$ 15.000,00. CPF CONTRATADA : 033.977.444-40 BARBARA WAGNER.
XVI - para a impressão dos diários oficiais, de formulários padronizados de uso da
administração, e de edições técnicas oficiais, bem como para prestação de serviços
de informática a pessoa jurídica de direito público interno, por órgãos ou entidades
que integrem a Administração Pública, criados para esse fim específico;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 3/2018 - UASG 250006
Nº Processo: 25000065952/18-85 . Objeto: Trata-se de aquisição de aquisição de 38 (trinta e
oito) Certificados Digitais, e-CNPJ A1, que serão adquiridos junto ao Serviço de Processamento
de Dados - SERPRO, UG 806030 Gestão 17205 e Código de Recolhimento 90001-0, via GRU no
valor de $ 8.550,00 (Oito mil e quinhentos e cinquenta reais) para uso no Ministério da Saúde.
Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XVI da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: Art. 23, inciso II, CC o inciso VI, do Art. 13, da Lei n. 8.666/93.2500
declaração de Dispensa em 16/08/2018. DELCIENE APARECIDA OLIVEIRA PEREIRA.
Coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas. Ratificação em 16/08/2018. PABLO MARCOS
GOMES LEITE. Coordenador Geral de Gestão de Pessoas. Valor Global: R$ 8.550,00. CNPJ
CONTRATADA : 33.683.111/0002-80 SERVICO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS
Professor Luis Octavio

XVII - para a aquisição de componentes ou peças de origem nacional ou estrangeira,


necessários à manutenção de equipamentos durante o período de garantia técnica,
junto ao fornecedor original desses equipamentos, quando tal condição de
exclusividade for indispensável para a vigência da garantia;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 24/2018 - UASG 160171
Nº Processo: 64046005587201837 . Objeto: Aquisição de peças e serviços para veículos
caminhões marca volvo. Total de Itens Licitados: 00006. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XVII
da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Por atender o previsto no Art. 24º, Inciso XVII da
Lei nº 8.666 de 21/06/1993. Declaração de Dispensa em 18/07/2018. MARCELLO VENICIUS
MOTA LINHARES. Ordenador de Despesas. Ratificação em 19/07/2018. MARCUS VINICIUS
FONTOURA DE MELO. Comandante do 2º Gpt. Valor Global: R$ 38.894,22. CNPJ CONTRATADA :
08.618.336/0004-77 AUTO SUECO CENTRO-OESTE - CONCESSIONARIA DE VEICULOS LTDA.
XVIII - nas compras ou contratações de serviços para o abastecimento de navios, embarcações, unidades
aéreas ou tropas e seus meios de deslocamento quando em estada eventual de curta duração em portos,
aeroportos ou localidades diferentes de suas sedes, por motivo de movimentação operacional ou de
adestramento, quando a exiguidade dos prazos legais puder comprometer a normalidade e os propósitos
das operações e desde que seu valor não exceda ao limite de R$ 80.000,00
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 20/2018 - UASG 153289
Nº Processo: 23072029951201850 . Objeto: Contratação da Fundep para dar apoio ao Projeto de Pesquisa
"Estruturação do laboratório para desenvolvimento da vacina antidrogas - Pesquisa Brasileira para o
desenvolvimento de um novo medicamento para o tratamento da dependência de cocaína/crack". Total de
Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XVIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993, combinado
com Art. 1º da Lei nº 8.958/1994.. Justificativa: Art. 24º, Inciso XVIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993,
combinado com Art. 1º da Lei nº 8.958/1994. Declaração de Dispensa em 12/07/2018. CLEVERSON DE
OLIVEIRA PENA. Gerente de Convênios. Ratificação em 12/07/2018. HUMBERTO JOSE ALVES. Diretor. Valor
Global: R$ 300.000,00. CNPJ CONTRATADA : 18.720.938/0001-41 FUNDACAODE DESENVOLVIMENTO DA
PESQUISA.
XIX - para as compras de material de uso pelas Forças Armadas, com exceção
de materiais de uso pessoal e administrativo, quando houver necessidade de
manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios
navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por
decreto;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 10700/2017 UASG 364102
Nº Processo: 01300010700201747. Objeto: Rastreador solar Total de Itens Licitados: 00001.
Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XIX da Lei nº 8.666 de 21/06/1993. Justificativa: Auxilio CNPq
459149/2014-8 - Estabelecimento de um novo espaço de pesquisa solar Declaração de Dispensa
em 12/12/2017. ANA THEREZA CARNEIRO DE SANT ANNA. Coordenadora Substituta de
Administração e Finanças. Ratificação em 12/12/2017. CLAUDIO DA SILVA LIMA. Diretor
Substituto de Gestão e Tecnologia da Informação. Valor Global: R$ 83.774,22. CNPJ
CONTRATADA: Estrangeiro KIPP & ZONEN SINCE.
XX - na contratação de associação de portadores de deficiência física, sem
fins lucrativos e de comprovada idoneidade, por órgãos ou entidades da
Admininistração Pública, para a prestação de serviços ou fornecimento de
mão-de-obra, desde que o preço contratado seja compatível com o
praticado no mercado.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO
No processo nº: 2017.00.000007087-2. Objeto: Prestação de serviços de higienização, reparos e
conservação de livros, mapas eleitorais e documentos que compõem o acervo do TSE.
Contratada: APAE Associação de Pais e Amigos dos Exepcionais do DF. Fundamento Legal: Artigo
24, inciso XX, da Lei nº 8666/93. Valor: R$ 174.013,68 (cento e setenta e quatro mil, treze reais
e sessenta e oito centavos). Reconhecimento de Dispensa: em 29/06/2018, por Anderson Vidal
Corrêa, Secretário de Administração. Ratificação: em 29/6/2018, por Rodrigo Curado Fleury,
Diretor-Geral.
XXI - para a aquisição ou contratação de produto para pesquisa e
desenvolvimento, limitada, no caso de obras e serviços de engenharia, a 20%
(vinte por cento) do valor de R$ 1.500.000,00 (3.300.000 NOVO VALOR);
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 49/2018 - UASG 153029
Nº Processo: 23064020553201877 . Objeto: Aquiisção de materiais para serem utilizados para
desenvolvimento de pesquisa e aulas do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de
Alimentos - PPGTA/PROAP. Total de Itens Licitados: 00018. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso
XXI da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: É dispensável para a aquisição ou contratação
de produto para pesquisa científica e desenvolvimento, inciso XXI. declaração de Dispensa em
08/08/2018. EZEQUIEL DE LIMA. Diretor de Planejamento e Administração. Ratificação em
08/08/2018. FLAVIO FEIX PAULI. Diretor Geral. Valor Global: R$ 5.186,90. CNPJ CONTRATADA :
10.729.492/0001-04 QUIMICENTER PRODUTOS PARA LABORATORIOS LTDA. Valor: R$ 2.904,50.
CNPJ CONTRATADA : 68.337.658/0001-27 SIGMA-ALDRICH BRASIL LTDA. Valor: R$ 2.282,40
XXII - na contratação de fornecimento ou suprimento de energia elétrica e
gás natural com concessionário, permissionário ou autorizado, segundo as
normas da legislação específica;

Nº Processo: 50600067243201289 . Objeto: Utilização da rede elétrica de


propriedade da contratada. Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º,
Inciso XXII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Art. 24º, Inciso XXII da Lei nº
8.666 de 21/06/1993. Declaração de Dispensa em 28/05/2018. MAURO DE MOURA
MAGALHAES. Diretor de Administração e Finanças/dnit. Ratificação em 29/05/2018.
HALPHER LUIGGI MONICO ROSA. Diretor Geral Interino/dnit. Valor Global: R$
1.488.757,91. CNPJ CONTRATADA : 07.522.669/0001-92 CEB DISTRIBUICAO S.A..

Professor Luis Octavio


XXIII - na contratação realizada por empresa pública ou sociedade de
economia mista com suas subsidiárias e controladas, para a aquisição ou
alienação de bens, prestação ou obtenção de serviços, desde que o preço
contratado seja compatível com o praticado no mercado;
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 87/2018 UASG 153015
Processo: 23062003739/18-81 . Objeto: Pagamento serviço de coleta de
resíduos sólidos - SLU Campus I. Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal:
Art. 24º, Inciso XXIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: Dispensa de licitação
em conformidade com o Art. 24º, Inciso XXIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993. Declaração
de Dispensa em 28/02/2018. FLAVIO ANTONIO DOS SANTOS. Diretor Geral.
Ratificação em 18/04/2018. GRAY FARIAS MOITA. Diretor de Planejamento e Gestão.
Valor Global: R$ 13.008,48. CNPJ CONTRATADA : 16.673.998/0001-25
SUPERINTENDENCIA DE LIMPEZA URBANA Professor Luis Octavio
XXIV - para a celebração de contratos de prestação de serviços com as
organizações sociais, qualificadas no âmbito das respectivas esferas de
governo, para atividades contempladas no contrato de gestão.

EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 49/2018 - UASG 153984


Nº Processo: 23069.6472/2018-1 . Objeto: Apoio Operacional ao Projeto Rede Urbana
de Hortas e Jardins Produtivos do Grande Rio Total de Itens Licitados: 00001.
Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXIV da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa:
Realizado Chamamento publico 01/2018, de acordo com a Lei 13.019/2014 declaração
de Dispensa em 17/08/2018. JOSE RODRIGUES DE FARIAS FILHO. Pro-reitor.
Ratificação em 17/08/2018. SIDNEY LUIZ DE MATOS MELLO. Reitor. Valor Global: R$
2.959.455,60. CNPJ CONTRATADA : 02.539.959/0001-25 ESPACO CIDADANIA E
OPORTUNIDADES SOCIAIS

Professor Luis Octavio


XXV - na contratação realizada por Instituição Científica e Tecnológica - ICT
ou por agência de fomento para a transferência de tecnologia e para o
licenciamento de direito de uso ou de exploração de criação protegida.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 11/2018 - UASG 120195
Processo: 67443000956201819 . Objeto: Aquisição de repelentes para insetos.
Total de Itens Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXV da Lei nº 8.666
de 21/06/1993.. Justificativa: Empresa desenvolvedora do produto. Declaração de
Dispensa em 01/08/2018. JOAO VICENTE DE OLIVEIRA. Ordenador de Despesas do
Lacfa. Ratificação em 01/08/2018. JOSE LUIZ RIBEIRO MIGUEL. Diretor de Saúde da
Aeronáutica. Valor Global: R$ 200.000,00. CNPJ CONTRATADA : 44.734.671/0001-51
CRISTALIA PRODUTOS QUIMICOS FARMACEUTICOS LTDA. Professor Luis Octavio
XXVI – na celebração de contrato de programa com ente da Federação ou
com entidade de sua administração indireta, para a prestação de serviços
públicos de forma associada nos termos do autorizado em contrato de
consórcio público ou em convênio de cooperação.
EXTRATO CONTRATO ADMINISTRATIVO CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 058/2018
. PARTES: Município de Mesquita e o CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE
DA BAIXADA FLUMINENSE - CISBAF. OBJETO: contratualização, através de
credenciamento público de empresas privadas, para prestação de serviços públicos de
forma suplementar e complementar, na área da Saúde Pública, conforme os princípios,
diretrizes e normas que regulam o Sistema Único de Saúde- SUS, além de garantir a
implantação e a prestação dos serviços médicos de interesse comum do ente consorciado,
por meio de DISENSA DE LICITAÇÃO. VALOR MENSAL ESTIMADO: ATÉ R$ 50.000,00
(cinquenta mil reais). DATA DE ASSINATURA: 05/07/2018. FUNDAMENTO LEGAL: Art. 24,
inciso XXVI, da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações. DOTAÇÃO
ORÇAMENTÁRIA: Empenho 479/2018. PROCESSO ADMINISTRATIVO: 03/4203/18
XXVII - na contratação da coleta, processamento e comercialização de resíduos sólidos
urbanos recicláveis ou reutilizáveis, em áreas com sistema de coleta seletiva de lixo,
efetuados por associações ou cooperativas formadas exclusivamente por pessoas
físicas de baixa renda reconhecidas pelo poder público como catadores de materiais
recicláveis, com o uso de equipamentos compatíveis com as normas técnicas,
ambientais e de saúde pública.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 28/2018 UASG 154043
Processo: 23117015085201856 . Objeto: SERVIÇO: COLETA, TRANSPORTE, TRIAGEM RESÍDUOS
SÓLIDOs. Total de Itens Licitados: 00003. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXVII da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: A justificativa encontra-se no documento Termo de Referência DIRSU 0497716 do
processo SEI de nº 23117.015085/2018-56. Declaração de Dispensa em 06/07/2018. LUIZ ROBERTO SOUZA
VIEIRA. Diretor de Compras e Licitações. Ratificação em 06/07/2018. DARIZON ALVES DE ANDRADE. Pró Reitor
de Planejamento e Adm. Valor Global: R$ 125.092,80. CNPJ CONTRATADA : 06.051.218/0001-51 COOPERATIVA
DOS RECICLADORES DE UBERLANDIA - CO.R.U. Valor: R$ 41.697,60. CNPJ CONTRATADA :
13.751.203/0001-61 ASSOCIACAO DE CATADORES E RECICLADORES DE UBERLANDIA. Valor: R$ 41.697,60.
CNPJ CONTRATADA : 15.350.557/0001-20 ASSOTAIAMAN - ASSOCIACAO DOS CATADORES DE MATERIAIS
RECICLAVEIS DO BAIRRO TAIAMA. Valor: R$ 41.697,60
Professor Luis Octavio
XXVIII – para o fornecimento de bens e serviços, produzidos ou prestados no
País, que envolvam, cumulativamente, alta complexidade tecnológica e
defesa nacional, mediante parecer de comissão especialmente designada
pela autoridade máxima do órgão
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 146/2017 - UASG 160291
Nº Processo: 64219013526201733. Objeto: Contratação de serviço de
engenharia para o Módulo de Segurança do RDS de Defesa. Total de Itens Licitados:
00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXVIII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993..
Justificativa: Por envolver alta complexidade tecnológica e defesa nacional. Declaração
de Dispensa em 06/06/2018. JORGE DA SILVA FILHO. Ordenador de Despesas.
Ratificação em 06/06/2018. ROBSON SANTANA DE CARVALHO. Chefe do Ctex. Valor
Global: R$ 1.693.000,00. CNPJ CONTRATADA : 05.761.098/0001-13 KRYPTUS
SEGURANCA DA INFORMACAO S.A.. Professor Luis Octavio
XXIX – na aquisição de bens e contratação de serviços para atender aos contingentes
militares das Forças Singulares brasileiras empregadas em operações de paz no
exterior, necessariamente justificadas quanto ao preço e à escolha do fornecedor ou
executante e ratificadas pelo Comandante da Força.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 40/2015 - UASG 160402
Nº Processo: 64035.005916/2015 . Objeto: Atender necessidade de qualificação do
BRABAT 23, referente ao Estágio de Operador de Grupo Gerador I e II. Total de Itens
Licitados: 00001. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXIX da Lei nº 8.666 de
21/06/1993.. Justificativa: Especificidades dos serviços,urgência da
contratação,empresa é fabricante do equipamento usado no Haiti. Declaração de
Dispensa em 24/08/2015. MAURI MARCELO FELIX FREITAS. Ordenador de Despesa..
Ratificação em 26/08/2015. FERNANDO VASCONCELLOS PEREIRA. Cmt 3ª Rm.
Valor Global: R$ 8.240,00. CNPJ CONTRATADA : 05.198.319/0001-97 SDMO
ENERGIA INDUSTRIA E COMERCIO DE MAQUINAS LTDA Professor Luis Octavio
XXX - na contratação de instituição ou organização, pública ou privada, com ou
sem fins lucrativos, para a prestação de serviços de assistência técnica e extensão
rural no âmbito do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na
Agricultura Familiar e na Reforma Agrária, instituído por lei federal.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 5/2018 - UASG 160349
Nº Processo: 05/2018. Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios(legumes,
verduras, pescados, poupas de fruta, frios e etc) Total de Itens Licitados: 00011.
Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXX da Lei nº 8.666 de 21/06/1993. Justificativa: De
acordo com a Chamada Pública 01/2017 do Comando da 17ª Brigada Infantaria de
Selva. Declaração de Dispensa em 04/06/2018. VICTOR HUGO DE ARAUJO SANTOS
COSTA. Od. Ratificação em 04/06/2018. JOSE EDUARDO LEAL DE OLIVEIRA. Cmt da
17 Bda Inf Sl. Valor Global: R$ 17.258,77. CNPJ CONTRATADA: 22.574.563/0001-26
COOPERATIVA DE PRODUTORES DE POLPAS DO ESTADO DE RONDONIA.
XXXI - nas contratações visando ao cumprimento:
• A União, os Estados, o Distrito Federal, os Municípios e as respectivas
agências de fomento poderão estimular e apoiar a constituição de
alianças estratégicas e o desenvolvimento de projetos de cooperação
envolvendo empresas nacionais, ICT e organizações de direito privado
sem fins lucrativos voltadas para atividades de pesquisa e
desenvolvimento, que objetivem a geração de produtos e processos
inovadores
• As ICT poderão, mediante remuneração e por prazo determinado, nos
termos de contrato ou convênio: II - permitir a utilização de seus
laboratórios, equipamentos, instrumentos, materiais e demais instalações
existentes em suas próprias dependências por empresas nacionais e
organizações de direito privado sem fins lucrativos voltadas para
atividades de pesquisa, desde que tal permissão não interfiradiretamente
na sua atividade-fim, nem com ela conflite Professor Luis Octavio
XXXI - nas contratações visando ao cumprimento:
• Ficam a União e suas entidades autorizadas a participar minoritariamente do capital de
empresa privada de propósito específico que vise ao desenvolvimento de projetos
científicos ou tecnológicos para obtenção de produto ou processo inovadores) e 20º (Os
órgãos e entidades da administração pública, em matéria de interesse público, poderão
contratar empresa, consórcio de empresas e entidades nacionais de direito privado sem
fins lucrativos voltadas para atividades de pesquisa, de reconhecida capacitação
tecnológica no setor, visando à realização de atividades de pesquisa e desenvolvimento,
que envolvam risco tecnológico, para solução de problema técnico específico ou obtenção
de produto ou processo inovador) da Lei no 10.973, de 2 de dezembro de 2004, observados
os princípios gerais de contratação dela constantes
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO
Objeto: Projeto de P&D. "Modelagem de Sistemas Eólicos".
1. Nome da Contratada: Empresa Brasileira de Engenharia e Fundações Ltda -
EMBRE. Objeto: Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento intitulado "Modelagem de Sistemas
Eólicos". 3. Valor do Contrato: R$ 2.243.925,24 4. Vigência: 8 meses 5. Dispositivo Legal:
Dispensa de Licitação, com fulcro no artigo 24, inciso XXXI, da Lei nº 8.666/93, c/c artigo 20
da Lei nº 10.973/2004, conforme Relatório da DL GPD.N 00002.2018.
Professor Luis Octavio
XXXII - na contratação em que houver transferência de tecnologia de
produtos estratégicos para o Sistema Único de Saúde - SUS, no âmbito da Lei
no 8.080, de 19 de setembro de 1990, conforme elencados em ato da direção
nacional do SUS, inclusive por ocasião da aquisição destes produtos durante
as etapas de absorção tecnológica
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 110/2018 - UASG 254445
Nº Processo: 25386100345201843 . Objeto: Aquisição de tampão de eluição FO
TR DPP HIV e tampão eluição SSP TR DPP HIV. Total de Itens Licitados: 00002.
Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXXII da Lei nº 8.666 de 21/06/1993.. Justificativa: O
material é o único que atende às necessidades da Unidade. Declaração de Dispensa
em 22/05/2018. CARLA FRANCA WOLANSKI DE ALMEIDA. Assessora da Vice-
diretoria de Produção. Ratificação em 22/05/2018. ROSANE CUBER GUIMARAES.
Vice-diretora de Qualidade. Valor Global: R$ 1.594.208,58. CNPJ CONTRATADA :
Estrangeiro CHEMBIO DIAGNOSTIC SYSTEMS, INC. Professor Luis Octavio
XXXIII - na contratação de entidades privadas sem fins lucrativos, para a
implementação de cisternas ou outras tecnologias sociais de acesso à água para
consumo humano e produção de alimentos, para beneficiar as famílias rurais de
baixa renda atingidas pela seca ou falta regular de água.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO
DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 001/2018-COR/SAPE - Processo referente:
10.748/18-2. Conforme disposto na Lei 8.666/93, art. 24, inc. XXXIII, e suas
alterações advindas pela Lei 12.873/2012 que institui o Programa Nacional de Apoio à
Captação de Água de Chuva e outras Tecnologias Sociais de Acesso à Água -
Programa Cisternas e Decreto 8.038/2013 que regulamenta o referido Programa, fica
DISPENSADA A LICITAÇÃO cujo objeto é a Implementação de Tecnologia de Acesso
à Água nº 5- Barragens Subterrâneas, através da contratação de Entidades Privadas
Sem Fins Lucrativos. Natal/RN, 24 de julho de 2018. Guilherme Moraes Saldanha -
Secretário de Agricultura, da Pecuária e da Pesca. Professor Luis Octavio
XXXIV - para a aquisição por pessoa jurídica de direito público interno de insumos estratégicos
para a saúde produzidos ou distribuídos por fundação que, regimental ou estatutariamente,
tenha por finalidade apoiar órgão da administração pública direta, sua autarquia ou fundação
em projetos de ensino, pesquisa, extensão, desenvolvimento institucional, científico e
tecnológico e estímulo à inovação, inclusive na gestão administrativa e financeira necessária à
execução desses projetos, ou em parcerias que envolvam transferência de tecnologia de
produtos estratégicos para o Sistema Único de Saúde – SUS, nos termos do inciso XXXII deste
artigo, e que tenha sido criada para esse fim específico em data anterior à vigência desta Lei,
desde que o preço contratado seja compatível com o praticado no mercado.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 98/2017 UASG 158122
Nº Processo: 23208001180201772. Objeto: Pagamento da contratação de prestação de serviços
e aquisição de equipamentos para a implantação e execução do projeto Obeservatório Mundo do
Trabalho que oferecerá assessoria, apoio, suporte, orientações e supervisão técnica conforme Termo de
Execução descentralizada 5589 de 2017 da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do
Ministério da Educação, cujo processo é baseado na Resolução 008 de 06/04/2016 do CONSUP - IFMG
Total de Itens Licitados: 00003. Fundamento Legal: Art. 24º, Inciso XXXIV da Lei nº 8.666de 21/06/1993..
Justificativa: Fundação conveniada conforme portaria conjunta 99 da Setec/Mec de 27/12/2016.
Declaração de Dispensa em 06/12/2017. PHILIPE FIORAVANTE DA SILVA. Presidente da Cpl.
Ratificação em 07/12/2017. KLEBER GONCALVES GLORIA. Reitor. Valor Global: R$ 192.900,00. CNPJ
CONTRATADA: 20.320.503/0001-51 FUNDACAOARTHUR BERNARDES. Professor Luis Octavio
CONSTRUÇÃO, A AMPLIAÇÃO, AREFORMA E O APRIMORAMENTO DE
ESTABELECIMENTOS PENAIS
XXXV - para a construção, a ampliação, a reforma e o aprimoramento
de estabelecimentos penais, desde que configurada situação de grave
e iminente risco à segurança pública.
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº DO DOCUMENTO 009 / 2018
PROCESSO Nº 1066483 / 2018 OBJETO: Construção de uma Penitenciária de
Segurança Máxima , localizada no município de Aquiraz. JUSTIFICATIVA: Adoção de
medidas que viabilizem o controle, a ordem, a segurança e a disciplina dos estabelecimentos
carcerários, visando contribuir para a segurança pública. VALOR GLOBAL : R$
27.901.578,74 (vinte e sete milhões, novecentos e um mil, quinhentos e setenta e oito reais
e setenta e quatro centavos) DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA:
18200004.04.122.004.32493.15.449051.69201.1. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL :
Art. 24, XXXV, da Lei nº. 8.666/93. CONTRATADA : CG CONSTRUÇÕES LTDA , CNPJ Nº.
41.333.691/0001-22. DISPENSA : SANDRO CAMILO CARVALHO, SECRETÁRIO ADJUNTO
DA JUSTIÇA E CIDADANIA. RATIFICAÇÃO : MARIA DO PERPÉTUO SOCORRO FRANÇA
PINTO, SECRETÁRIA DA JUSTIÇA E CIDADANIA.
Professor Luis Octavio

QUANDO IMÓVEIS => dependerá de autorização legislativa para órgãos da


Administração direta e entidades autárquicas e fundacionais, e, para todos,
inclusive as entidades paraestatais, dependerá de avaliação prévia e de
licitação na modalidade de concorrência.
a) dação em pagamento;
b) doação, permitida exclusivamente para outro órgão ou entidade da
administração pública, de qualquer esfera de governo;
c) permuta, por outro imóvel que atenda aos requisitos constantes do inciso
X do art. 24 desta Lei (para a compra ou locação de imóvel destinado ao
atendimento das finalidades precípuas da administração, cujas necessidades
de instalação e localização condicionem a sua escolha, desde que o preço
seja compatível com o valor de mercado, segundo avaliação prévia);
d) investidura (é a incorporação de uma área pública, isoladamente
inconstruível, ao terreno particular confinante que ficou afastado do novo
alinhamento em razão de alteração do traçado urbano. (...) É direito do
proprietário confinante adquirir por investidura a área pública remanescente
e inconstruível segundo a legislação do bairro, visto que só ele pode
incorpora-lo ao seu lote e utilizá-la com o todo a que ficou integrada”);
e) venda a outro órgão ou entidade da administração pública, de qualquer
esfera de governo;
f) alienação gratuita ou onerosa, aforamento, concessão de direito real de
uso, locação ou permissão de uso de bens imóveis residenciais construídos,
destinados ou efetivamente utilizados no âmbito de programas habitacionais
ou de regularização fundiária de interesse social desenvolvidos por órgãos ou
entidades da administração pública;
g) procedimentos de legitimação de posse de que trata o art. 29 da Lei no
6.383, de 7 de dezembro de 1976 (O ocupante de terras públicas, que as
tenha tornado produtivas com o seu trabalho e o de sua família, fará jus à
legitimação da posse de área contínua até 100 hectares, desde que preencha
os seguintes requisitos: não seja proprietário de imóvel rural ou comprove a
morada permanente e cultura efetiva, pelo prazo mínimo de 1 ano),
mediante iniciativa e deliberação dos órgãos da Administração Pública em
cuja competência legal inclua-se tal atribuição;
h) alienação gratuita ou onerosa, aforamento, concessão de direito real de
uso, locação ou permissão de uso de bens imóveis de uso comercial de
âmbito local com área de até 250 m² (duzentos e cinqüenta metros
quadrados) e inseridos no âmbito de programas de regularização fundiária
de interesse social desenvolvidos por órgãos ou entidades da administração
pública; Professor Luis Octavio
i) alienação e concessão de direito real de uso, gratuita ou onerosa, de terras
públicas rurais da União na Amazônia Legal onde incidam ocupações até o
limite de 15 (quinze) módulos fiscais ou 1.500ha (mil e quinhentos hectares),
para fins de regularização fundiária, atendidos os requisitos legais;
obs: A Administração também poderá conceder título de propriedade ou de
direito real de uso de imóveis, dispensada licitação, quando o uso destinar-
se: I - a outro órgão ou entidade da Administração Pública, qualquer que
seja a localização do imóvel; II - a pessoa natural que, nos termos da lei,
regulamento ou ato normativo do órgão competente, haja implementado os
requisitos mínimos de cultura, ocupação mansa e pacífica e exploração direta
sobre área rural situada na Amazônia Legal, superior a 1 (um) módulo fiscal e
limitada a 15 (quinze) módulos fiscais, desde que não exceda 1.500ha (mil e
quinhentos hectares).
Professor Luis Octavio
QUANDO MÓVEIS: não necessita de autorização do legislativo, mas dependerá
de avaliação prévia e de licitação, dispensada esta nos seguintes casos:
a) doação, permitida exclusivamente para fins e uso de interesse social, após
avaliação de sua oportunidade e conveniência sócio-econômica, relativamente à
escolha de outra forma de alienação;
b) permuta, permitida exclusivamente entre órgãos ou entidades da
Administração Pública;
c) venda de ações, que poderão ser negociadas em bolsa, observada a legislação
específica;
d) venda de títulos, na forma da legislação pertinente;
e) venda de bens produzidos ou comercializados por órgãos ou entidades da
Administração Pública, em virtude de suas finalidades;
f) venda de materiais e equipamentos para outros órgãos ou entidades da
Administração Pública, sem utilização previsível por quem deles dispõe.
 para aquisição de materiais, equipamentos, ou gêneros que só possam ser
fornecidos por produtor, empresa ou representante comercial exclusivo,
vedada a preferência de marca, devendo a comprovação de exclusividade
ser feita através de atestado fornecido pelo órgão de registro do comércio
do local em que se realizaria a licitação ou a obra ou o serviço, pelo
Sindicato, Federação ou Confederação Patronal, ou, ainda, pelas entidades
equivalentes;
 para a contratação de serviços técnicos enumerados no art. 13 desta Lei, de
natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização,
vedada a inexigibilidade para serviços de publicidade e divulgação;
 para contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou
através de empresário exclusivo, desde que consagrado pela crítica
especializada ou pela opinião pública.
É a modalidade de licitação entre quaisquer interessados que, na
fase inicial de habilitação preliminar (à capacidade jurídica do
interessado, a qualificação técnica para executar o objeto
pretendido, e a regularidade fiscal e trabalhista), comprovem
possuir os requisitos mínimos de qualificação exigidos no edital
para execução de seu objeto.

Professor Luis Octavio


I – Forma de Chamamento (forma como a Administração dá conhecimento à
sociedade de que pretende adquirir um produto ou contratar um serviço).
É feito através de aviso resumido do edital de licitação. O aviso deverá ser
publicado, pelo menos uma vez:
 no Diário Oficial da União, quando se tratar de órgãos da Administração
Pública Federal e ainda quando se tratar de obras financiadas com recursos
federais ou forem garantidas por instituições federais;
 no Diário Oficial do Estado ou do Distrito Federal quando se tratar de órgãos
da Administração Pública Estadual ou Municipal ou do Distrito Federal,
respectivamente;
 em jornal de grande circulação no Estado e também, se houver, em jornal
de circulação no Município ou região onde será realizada a licitação.
I – Forma de Chamamento (forma como a Administração dá conhecimento à
sociedade de que pretende adquirir um produto ou contratar um serviço).
No caso de obras que, ainda que executadas por estados, Distrito Federal ou
municípios, se forem custeadas com recursos federais, mesmo que parcial-
mente, ou forem garantidas por instituições federais, deverão ter os avisos
publicados no Diário Oficial da União.
A administração pode também fazer uso de recursos da tecnologia da
informação para divulgação de suas licitações, mas isso não retira a
obrigatoriedade da publicidade a ser feita nos órgãos oficiais.
II – Obrigatoriedade de Concorrência
 Para obras e serviços de engenharia acima de R$ 3.300.000,00;
 Para compras e serviços acima de R$ 1.430.000,00.
 Qualquer que seja o valor do seu objeto, na compra ou alienação de bens
imóveis, nas concessões de direito real de uso e nas licitações
internacionais
 Consórcios públicos: o dobro dos valores quando formado por até 3 (três)
entes da Federação, e o triplo, quando formado por maior número.
II – Obrigatoriedade de Concorrência

EXCEÇÕES
 Na alienação de bens imóveis, quando a aquisição desses bens tenha sido
derivada de procedimentos judiciais ou de dação em pagamento, poderão
ser alienados também mediante leilão;
 Nas licitações internacionais, se o órgão promotor da licitação dispuser de
cadastro de fornecedores e o valor estiver dentro do limite, pode-se usar a
Tomada de Preços;
 Nas licitações internacionais, pode-se usar a modalidade Convite, quando
não houver fornecedor do bem ou serviço no País, sempre respeitando os
valores de contratação limites de cada modalidade
III - Prazo
O prazo para os interessados apresentarem propostas ou para a
realização do evento:

Concorrência Prazo para apresentação de proposta


Melhor técnica
Técnica e Preço
45 dias
Obras de engenharia -
empreitada integral
Compras e outros serviços 30 dias

Professor Luis Octavio


É a modalidade de licitação entre interessados qualificados
devidamente cadastrados ou que atenderem a todas condições
exigidas para o cadastramento até o 3º dia anterior à data do
recebimento das propostas.

Professor Luis Octavio


É a modalidade de licitação entre interessados qualificados
devidamente cadastrados ou que atenderem a todas condições
exigidas para o cadastramento até o 3º dia anterior à data do
recebimento das propostas.

Professor Luis Octavio


I – Forma de Chamamento
As mesmas regras da Concorrência.
II – Obrigatoriedade de Tomada de Preços
 Para obras e serviços de engenharia acima de R$ 330.000,00 até R$
3.300.000,00;
 Para compras e serviços acima de R$ 176.000,00 até R$ 1.430.000,00.

Pode-se adotar Tomada de Preços nas Licitações internacionais, se a


Administração possuir cadastro internacional.
Consórcios públicos: dobro dos valores quando formado por até 3
entes da Federação, e o triplo, quando formado por maior número
III - Prazo

Tomada de Preços Prazo mínimo para


apresentação de proposta
Melhor técnica
30 dias
Técnica e Preço
Menor preço 15 dias
É a modalidade de licitação entre interessados do ramo
pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não, escolhidos e
convidados em número mínimo de três pela unidade
administrativa, a qual afixará, em local apropriado, cópia do
instrumento convocatório e o estenderá aos demais cadastrados
na correspondente especialidade que manifestarem seu interesse
com antecedência de até 24 horas da apresentação das propostas
I – Particularidades
 É um procedimento simples.
 Tem menor prazo de duração cinco dias úteis para os convidados
apresentarem suas propostas, a partir do recebimento do instrumento
convocatório. (art. 21, § 2º, inciso IV, da Lei 8.666/1993).
 É utilizado tanto para obras e serviços de engenharia, como para compras
e outros serviços de menor valor. (art. 23 da Lei 8.666/1993)
 A doutrina e o uso consagraram a carta convite como instrumento
convocatório nessa modalidade.
II - Forma de Chamamento
A Administração escolhe e convida, no mínimo, três interessados do ramo
pertinente ao objeto que se pretende licitar.

A regra das licitações é a necessidade de publicação do chamamento na


imprensa oficial. Na modalidade convite ocorre a exceção, pois a
publicidade obrigatória se dá por meio da afixação de cópia do
instrumento convocatório em local acessível ao público.
Súmula TCU 248
Não se obtendo o número legal mínimo de três propostas aptas à
seleção, na licitação sob a modalidade Convite, impõe-se a repetição do
ato, com a convocação de outros possíveis interessados
III – Alcance
A modalidade Convite é endereçada à praça comercial onde a
Administração Pública atua, sem prejuízo da participação de outros
interessados de qualquer parte do país.
A afixação do instrumento convocatório no mural do órgão possibilita um
conhecimento público que, embora limitado, se torna abrangente por meio
da sua veiculação em jornais especializados, ou mesmo pela divulgação
através da Internet.
IV – Obrigatoriedade de Convite
 Para obras e serviços de engenharia – até R$ 330.000,00.
 Para compras e serviços – até R$ 176.000,00.

V - Prazo
A partir da data do recebimento da Carta-convite, o interessado tem 5
dias úteis para apresentar a sua proposta, em conformidade com as
exigências estabelecida
É a modalidade de licitação entre quaisquer interessados para
escolha de trabalho técnico, científico ou artístico, mediante a
instituição de prêmios ou remuneração aos vencedores.
I – Serviços técnicos profissionais especializados preferencialmente
contratados por Concurso:
 estudos técnicos, planejamentos e projetos básicos ou executivos;
 pareceres, perícias e avaliações em geral;
 assessorias ou consultorias técnicas e auditorias financeiras ou
tributárias;
 fiscalização, supervisão ou gerenciamento de obras ou serviços;
 patrocínio ou defesa de causas judiciais ou administrativas;
 treinamento e aperfeiçoamento de pessoal;
 restauração de obras de arte e bens de valor histórico.
II – Particularidades
 No concurso, o interessado deverá apresentar (como regra) o trabalho
artístico ou técnico já pronto e acabado. Não há seleção entre “propostas
para futura execução”. Os interessados apresentam o resultado de seu
esforço e o submetem à análise da Administração. Por isso, não cabe ao
vencedor desenvolver, após o julgamento, alguma atividade de execução.
Logo, o prazo entre a divulgação o concurso e a apresentação dos
trabalhos deve ser compatível com o exaurimento de atividade técnica ou
artística.
 Deve ser divulgado por meio de Edital.
II – Particularidades
 Deve ser precedido de regulamento próprio no qual devem ser
especificados: qualificação dos participantes; diretrizes e a forma de
apresentação do trabalho; condições de realização do Concurso; e os
prêmios a serem concedidos.
 O julgamento realizado no Concurso será feito por comissão especial
integrada por pessoas de reputação ilibada e reconhecido conhecimento
da matéria em exame, servidores públicos ou não.
 A Administração só poderá contratar, pagar, premiar ou receber projeto
ou serviço técnico especializado desde que o autor ceda os direitos
patrimoniais a ele relativos e a Administração possa utilizá-lo de acordo
com o previsto no regulamento de concurso ou no ajuste para sua
elaboração.
É a modalidade de licitação, entre quaisquer interessados, para a
venda a quem oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da
avaliação

I – Casos:
 Bens móveis inservíveis para a Administração
 Produtos legalmente apreendidos ou penhorados
 Bens imóveis, cuja aquisição haja derivado de procedimentos judiciais
ou de dação em pagamento
II – Características:
 Permite a participação de qualquer interessado;
 Não há exigência de habilitação.

V - Prazo
Prazo de 15 dias corridos até o recebimento das propostas ou da
realização do evento
É a modalidade de licitação para aquisição de bens e serviços comuns
em que a disputa pelo fornecimento é feita em sessão pública, por
meio de propostas e lances, para classificação e habilitação do
licitante com a proposta de menor preço.

Professor Luis Octavio


II – Bens e Serviços comuns (Bens de prateleira)
Consideram-se bens e serviços comuns aqueles cujos padrões de
desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos no edital, por
meio de especificações praticadas no mercado. Encontrados facilmente.
a) Bens Comuns
1. Bens de Consumo: Água mineral; Combustível e lubrificante; Gás; Gênero
alimentício; Material de expediente; Material hospitalar, médico e de
laboratório; Medicamentos, drogas e insumos farmacêuticos; Material de
limpeza e conservação; Oxigênio; e Uniforme
2. Bens Permanentes: Mobiliário; Equipamentos em geral, exceto bens de
informática; Utensílios de uso geral, exceto bens de informática; Veículos
automotivos em geral; e Microcomputador de mesa ou portátil
("notebook"), monitor de vídeo e impressora
b) Serviços Comuns
1. Serviços de Apoio Administrativo
2. Serviços de Apoio à Atividade de Informática: Digitação e Manutenção
3. Serviços de Assinaturas: Jornal; Periódico; Revista; Televisão via satélite;
Televisão a cabo
4. Serviços de Assistência: Hospitalar; Médica; Odontológica
5. Serviços de Atividades Auxiliares: Ascensorista; Auxiliar de escritório;
Copeiro; Garçom; Jardineiro; Mensageiro; Motorista; Secretária; Telefonista
6. Serviços de Confecção de Uniformes
7. Serviços de Copeiragem
8. Serviços de Eventos
9. Serviços de Filmagem
10. Serviços de Fotografia
b) Serviços Comuns
11. Serviços de Gás Natural
12. Serviços de Gás Liqüefeito de Petróleo
13. Serviços Gráficos
14. Serviços de Hotelaria
15. Serviços de Jardinagem
16. Serviços de Lavanderia
17. Serviços de Limpeza e Conservação
18. Serviços de Locação de Bens Móveis
19. Serviços de Manutenção de Bens Imóveis
20. Serviços de Manutenção de Bens Móveis
21. Serviços de Remoção de Bens Móveis
22. Serviços de Microfilmagem
23. Serviços de Reprografia
24. Serviços de Seguro Saúde Professor Luis Octavio
b) Serviços Comuns
25. Serviços de Degravação
26. Serviços de Tradução
27. Serviços de Telecomunicações de Dados
28. Serviços de Telecomunicações de Imagem
29. Serviços de Telecomunicações de Voz
30. Serviços de Telefonia Fixa
31. Serviços de Telefonia Móvel
32. Serviços de Transporte
33. Serviços de Vale Refeição
34. Serviços de Vigilância e Segurança Ostensiva
35. Serviços de Fornecimento de Energia Elétrica
36. Serviços de Apoio Marítimo
37. Serviço de Aperfeiçoamento, Capacitação e Treinamento
Professor Luis Octavio
II – Particularidades
 A grande inovação do pregão se dá pela inversão da fase para abertura e
análise dos documentos de habilitação e propostas de preços e, ainda, a
introdução da fase de lances. Dessa forma, apenas a documentação do
participante que tenha apresentado a melhor proposta é analisada.
 Além disso, a definição da proposta mais vantajosa para a Administração é
feita através de proposta de preço escrita e, após, disputa através de lances
verbais.
 Diversamente das outras modalidades, o pregão pode ser aplicado a
qualquer valor estimado de contratação, de forma que constitui alternativa
a todas as modalidades. Outra peculiaridade é que o pregão admite como
critério de julgamento da proposta somente o menor preço.
II – Particularidades
 As regras com relação à especificação do objeto, de forma clara, precisa e
suficiente, são válidas para o Pregão, sendo vedada a inclusão de marcas ou
especificações direcionadas que limitem ou frustrem o caráter competitivo
da licitação.
 A etapa de lances abriu a possibilidade de o licitante ofertar um valor para
a sua proposta e, a depender da circunstância da disputa, diminuir esse
valor visando a sagrar-se vencedor e vir a ser contratado. Com isso,
ganham os licitantes, que podem disputar o contrato em um processo
concorrencial aberto, como também ganha a Administração, com a
redução do valor das propostas e, como consequência, com a contratação
de objetos a valores menores.
III - Formas de realização
O Pregão possui duas formas de realização: a eletrônica e a presencial. Por
força do art. 4º do Decreto 5.450/2005, a Administração Pública Federal
deverá utilizar, preferencialmente, a forma eletrônica, salvo nos casos de
comprovada inviabilidade, a ser justificado pela autoridade competente.
IV - Objetivo do Pregão
O processo licitatório pela modalidade Pregão deverá ter o objetivo único
de selecionar a proposta mais vantajosa para o ato ou contrato de interesse
da Administração.
Vale lembrar que proposta mais vantajosa é aquela selecionada que atenda a
100% do disposto no edital do certame (prazo de entrega, condições de
fornecimento e habilitação, especificações, forma, entre outros) e
conjuntamente ofereça o melhor preço, isto é, o preço mais barato.
V - Pregoeiro e Equipe de Apoio
a) Pregoeiro
Requisitos
 Servidor civil ou militar da Administração promotora da licitação, ou de
órgão ou entidade integrante do SISG.
 Deve reunir qualificação profissional e perfil adequado, aferidos pela
autoridade competente.
 Ele pode ficar à frente desse trabalho pelo período de um ano,
admitindo-se reconduções, ou para licitação específica.
 Coordenar o processo licitatório;
 Receber, examinar e decidir as impugnações e consultas ao edital, apoiado pelo
setor responsável pela sua elaboração;
 Conduzir a sessão pública na internet;
 Verificar a conformidade da proposta com os requisitos estabelecidos no
instrumento convocatório;
 Dirigir a etapa de lances;
 Verificar e julgar as condições de habilitação;
 Receber, examinar e decidir os recursos, encaminhando à autoridade competente
quando mantiver sua decisão; Indicar o vencedor do certame;
 Adjudicar o objeto do Pregão, quando não houver recurso;
 Conduzir os trabalhos da equipe de apoio;
 Encaminhar o processo devidamente instruído à autoridade superior e propor a
homologação.
Equipe de Apoio - Requisitos
 Deve ser composta por servidores da Administração promotora da licitação,
ou de órgão ou entidade integrante do SISG.
 Essa equipe deve ser integrada, em sua maioria, por servidores ocupantes
de cargo efetivo ou emprego da Administração Pública, pertencentes,
preferencialmente, ao quadro permanente da Administração promotora da
licitação.
 Ressalve -se que, no âmbito do Ministério da Defesa, as funções de
pregoeiro e de membro da equipe de apoio poderão ser desempenhadas
por militares.
Atribuições
Auxiliar o pregoeiro nas atividades e condução da licitação, sem que lhe
caiba poder de decisão, e, por conseguinte, não lhe cabe responsabilização.
Fase Interna (Inicial ou Preparatória)
Nesse momento, verificam-se procedimentos prévios a contratação:
identificação de necessidade do objeto, elaboração do projeto básico (ou
termo de referência), estimativa da contratação, estabelecimento de
todas as condições do ato convocatório
Corresponde aos atos que permitem que a Administração corrija falhas
porventura verificadas no procedimento, sem precisar anular atos
praticados. Exemplo: inobservância de dispositivos legais,
estabelecimento de condições restritivas, ausência de informações
necessárias, ou desconhecimento de condições usuais do mercado.
Fase Interna (Inicial ou Preparatória)
Procedimentos:
 Solicitação expressa • do setor requisitante interessado, com indicação de
sua necessidade;
 Aprovação da autoridade competente para início do processo licitatório,
devidamente motivada e analisada sob a ótica da oportunidade,
conveniência e relevância para o interesse público;
 Autuação do processo correspondente, que deverá ser protocolizado e
numerado;
 Elaboração da especificação do objeto, de forma precisa, clara e sucinta,
com base em projeto básico ou em termo de referência apresentado;
 Elaboração de projeto básico, prévio e obrigatório nas licitações para
contratação de obras e serviços, em caso de concorrência, tomada de
preços e convite;
Fase Interna (Inicial ou Preparatória)
Procedimentos:
 Elaboração de termo de referência, prévio e obrigatório nas licitações para
contratação de bens e serviços comuns, em caso de pregão;
 Estimativa do valor da contratação, por comprovada pesquisa de mercado,
em pelo menos três fornecedores do ramo correspondente ao objeto da
licitação;
 Indicação dos recursos orçamentários para fazer face a despesa;
 Verificação da adequação orçamentaria e financeira, em conformidade
com a Lei de Responsabilidade Fiscal, quando for o caso;
 Elaboração de projeto executivo, que pode ser concomitante com a
realização da obra ou serviço;
 Definição da modalidade e do tipo de licitação a serem adotados. Serão
juntados ao processo licitatório
Fase Interna (Inicial ou Preparatória)
Procedimentos:
 Edital ou convite e respectivos anexos, quando for o caso;
 Comprovante de publicações do edital resumido ou da entrega do convite;
 Ato de designação da comissão de licitação, do pregoeiro e equipe de
apoio ou do responsável pelo convite;
 Original das propostas e dos documentos que as instruírem;
 Atas, relatórios e deliberações da comissão julgadora;
 Pareceres técnicos ou jurídicos emitidos sobre a licitação, dispensa ou
inexigibilidade;
 Atos de adjudicação do objeto da licitação e da homologação;
 Recursos eventualmente apresentados pelos licitantes e respectivas
manifestações e decisões;
Fase Interna (Inicial ou Preparatória)
Procedimentos:
 Despacho de anulação ou de revogação da licitação, quando for o caso,
fundamentado circunstanciadamente;
 Termo de contrato ou instrumento equivalente, conforme o caso;
 Outros comprovantes de publicações;
 Demais documentos relativos a licitação.
Fase Interna (Inicial ou Preparatória)
Audiência Pública
• E instrumento utilizado pela Administração para possibilitar a participação
da sociedade com o oferecimento de sugestões e críticas a licitação a ser
realizada. Sempre que o valor estimado para uma licitação ou para um
conjunto de licitações simultâneas ou sucessivas for superior a 100 (cem)
vezes o limite previsto no art. 23, inciso I, alínea c, da Lei no 8.666/1993, ou
seja, R$ 330.000.000,00, o procedimento licitatório será precedido
obrigatoriamente de audiência publica.
• Audiência publica, concedida pela autoridade responsável pela licitação,
deve ser divulgada com antecedência mínima de dez dias uteis, como
condição necessária para realização do processo licitatório.
• A Publicação do edital não pode acontecer em prazo inferior a quinze dias
uteis após a realização da audiência.
Fase Externa (Executória)

Inicia-se com a publicação do edital ou com a entrega do convite e


termina com a contratação do fornecimento do bem, da execução
da obra ou da prestação do serviço.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
I - Procedimentos:
• Publicação do resumo do ato convocatório;
• Fase impugnatória, com republicação do edital e reabertura do prazo,
quando for o caso;
• Recebimento dos envelopes com a documentação e as propostas;
• Abertura dos envelopes com a documentação;
• Verificação da habilitação ou inabilitação dos licitantes;
• Fase recursal, com efeito suspensivo até a decisão do recurso, se houver;
• Abertura dos envelopes com as propostas;
• Julgamento das propostas;
• Declaração do licitante vencedor;
• Fase recursal, com efeito suspensivo até a decisão do recurso, se houver;
• Homologação / aprovação dos atos praticados no procedimento;
• Adjudicação do objeto a licitante vencedor.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
1. Publicação Resumida do Ato Convocatório
• Com a publicação de aviso na imprensa oficial e em jornal diário de
grande circulação dá-se a convocação de interessados para participar
de licitações promovidas pelo Poder Público. Deve o aviso conter
informações fundamentais acerca do certame. Exemplo: data, horário,
objeto, especificação, quantidade, local onde poderá ser lido o ato
convocatório.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
Publicação de aviso de licitação deve ser feita, no mínimo, por uma vez.
É necessário que o aviso contenha pelo menos os itens cujas quantidades
sejam significativas.
Órgãos e entidades integrantes do Sistema de Serviços Gerais (SISG) do
Governo Federal, independentemente do valor estimado da contratação,
devem divulgar e disponibilizar a integra do edital no COMPRASNET
Qualquer modificação promovida no edital deve ser divulgada de igual
forma à adotada quando da publicação do texto original. Nesse caso, deve
ser reaberto pela Administração o prazo inicial estabelecido, exceto
quando comprovadamente a alteração não influenciar a elaboração das
propostas e a preparação dos documentos de habilitação.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
Edital
É o instrumento pelo qual a Administração leva ao conhecimento do público
a abertura da concorrência, tomada de preços, concurso ou leilão,
divulgando as regras a serem aplicadas em determinado procedimento de
licitação;
 É a lei interna da Licitação.
 Não é utilizado na modalidade convite
 o que se publica não é o edital e seus anexos, mas tão somente o seu
resumo, chamado de aviso.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
Qualquer cidadão é parte legítima para impugnar edital de licitação por
irregularidade na aplicação desta lei, devendo protocolar o pedido até 5
(cinco) dias úteis antes da data fixada para a abertura dos envelopes de
habilitação, devendo a Administração julgar e responder à impugnação
em até 3 (três) dias úteis.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
Participação da Licitação
Para participar de licitação publica, o licitante deve comprovar que o ramo
de atividade em que atua e compatível com o objeto da licitação e que
possui os requisitos mínimos de habilitação.
Podem participar de certames licitatórios residentes ou sediados em
qualquer lugar do País, seja qual for a modalidade realizada.
Não podem participar de procedimentos licitatórios aqueles que estejam:
 suspensos para licitar ou contratar com o órgão ou entidade da
Administração que aplicou a penalidade;
 declarados inidôneos para licitar ou contratar com a Administração
Publica, enquanto perdurarem os motivos da punição.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
2. Recebimento dos Envelopes
Após publicação do aviso do edital ou entrega do convite, o licitante deve
apresentar aos responsáveis pela licitação até o dia, horário e local
fixados, a documentação de habilitação, proposta técnica e/ou de preço,
em envelopes separados, fechados e rubricados no fecho.
Devem os envelopes estar identificados nas partes externas e frontais com
dados da empresa, do órgão/entidade licitadora, da licitação, da
documentação e das propostas, em caracteres destacados.
Em licitações do tipo menor preço, são dois envelopes:
Nº 1 – Documentação;
Nº 2 – Proposta de Preço.
2. Recebimento dos Envelopes
Em licitações na modalidade pregão, na forma presencial, também são dois
envelopes, mas invertida a ordem:
Nº 1 – Proposta de Preço;
Nº 2 – Documentação.
Na hipótese de pregão presencial, o licitante que quiser participar da fase de
lances, além de entregar os envelopes com os documentos exigidos e as
propostas escritas, deve credenciar representante legal com poderes para
oferecer novos preços. Caso não tenha interesse em participar da fase de
lances, o proponente pode remeter os envelopes ao órgão ou entidade que
promove a licitação pela melhor forma que encontrar, inclusive pelo correio.
Em licitações do tipo melhor técnica ou técnica e preço, são três envelopes:
Nº 1 – Documentação;
Nº 2 – Proposta Técnica;
Nº 3 – Proposta de Preço.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
3. Habilitação
É a fase em que a Administração verifica a aptidão do candidato para futura
contratação (inexistente nas modalidades convite, leilão e concurso)
Nesta fase são eliminados os proponentes que não atenderem aos termos e
condições do edital.
Os habilitados são confirmados e os demais são alijados.
Contra o ato de habilitação cabe recurso hierárquico (paralisa o processo);
É iniciada a aptidão, onde são examinados os documentos;
O licitante inabilitado não poderá participar dos atos subsequentes;
Ultrapassada a fase de habilitação dos concorrentes e abertas as propostas,
não cabe desclassificá-los por motivo relacionado com a habilitação, salvo
em razão de fatos supervenientes ou só conhecidos após o julgamento;
Após a fase de habilitação, não cabe desistência de proposta, salvo motivo
justo decorrente de fato superveniente e aceito pela Comissão.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
3. Habilitação
Deve o gestor abster-se de fazer exigências desnecessárias, irrelevantes e
que não estejam relacionadas diretamente com a execução do objeto.
Cumprimento de exigências de habilitação deve ser comprovado na data
prevista para recebimento da proposta, por meio dos documentos contidos
no envelope Documentação”.
Para habilitação em licitações publicas será exigida dos licitantes
exclusivamente a documentação relativa:
• Habilitação jurídica;
• Regularidade fiscal;
• Qualificação técnica;
• Qualificação econômico-financeira;
• cumprimento do disposto no inciso XXX III do art. 7o da Constituição
Federal.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
4. Julgamento
É o ato que acontece em local e dia designados, onde são abertos os
envelopes dos proponentes habilitados, ou seja, o envelope com as
propostas. No julgamento das propostas, a comissão levará em consideração
os critérios objetivos definidos no edital ou convite, os quais não devem
contrariar as normas e princípios estabelecidos pela lei.
Desclassificação de Propostas: as que não atendam às exigências do ato
convocatório da licitação e as com valor global superior ao limite
estabelecido ou com preços manifestamente inexequíveis.
Licitação Fracassada  TODOS os licitantes inabilitados ou TODAS as
propostas desclassificadas.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
4. Julgamento
Não se admitirá proposta que apresente preços global ou unitários
simbólicos, irrisórios ou de valor zero, incompatíveis com os preços dos
insumos e salários de mercado, acrescidos dos respectivos encargos, ainda
que o ato convocatório da licitação não tenha estabelecido limites mínimos.
Abertura dos envelopes que contém os documentos de habilitação e as
propostas será realizada sempre em sessão publica da qual se lavrara ata
circunstanciada, assinada pelos responsáveis pela licitação e pelos
representantes legais dos licitantes presentes ao evento.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
4. Julgamento
Durante reunião de abertura dos envelopes, quaisquer intervenções dos
representantes legais dos licitantes a respeito dos procedimentos adotados
pelos responsáveis pela licitação devem ser registradas na ata respectiva.
Responsáveis pela licitação e representantes legais dos licitantes presentes
ao evento, além de assinarem as atas respectivas, deverão rubricar todos os
documentos e as propostas.
Nas atas relativas a licitações devem constar os nomes dos licitantes e dos
representantes legais, a análise dos documentos de habilitação e das
propostas, os preços escritos, sem prejuízo de outros fatos porventura
ocorridos que mereçam registro.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
4. Julgamento
Em caso de pregão, devem constar da ata também os lances apresentados e
eventual manifestação de licitante sobre a intenção de interpor recurso.
Após iniciada a abertura dos envelopes, não são permitidas quaisquer
correções de falhas existentes na documentação ou na proposta que possam
influir no resultado final da licitação.
Não cabe desclassificação de licitantes por motivo relacionado com fase
licitatória já concluída avaliação das propostas ou da documentação, salvo
em razão de fatos supervenientes ou só conhecidos após o julgamento.
Fase Externa (Inicial ou Preparatória)
5. Homologação
É o ato de controle da autoridade competente sobre o processo de licitação,
ou seja, eqüivale à aprovação do procedimento.

6. Adjudicação
É o ato onde a Administração confere ao licitante a qualidade de vencedor
do certame e o de preferência para celebração do futuro contrato.
Efeitos:
• Direito de contratar;
• Impedimento do licitante em contratar com terceiros;
• Liberação dos demais proponentes;
• Direito dos demais proponentes à retirada dos documentos apresentados;
• Vinculação do adjudicatário aos encargos, termos e condições fixados no
edital.
Contratos

Professor Luis Octavio Alves de Azevedo


Todo e qualquer ajuste celebrado entre órgãos ou entidades da Administração
Publica e particulares, por meio do qual se estabelece acordo de vontades,
para formação de vinculo e estipulação de obrigações reciprocas.
Convenção estabelecida entre duas ou mais pessoas para constituir, regular ou
extinguir, entre elas, uma relação jurídica patrimonial, tendo sempre a
participação do Poder Público, visando à persecução de um interesse coletivo,
sendo regido pelo direito público. É o ajuste que a Administração Pública firma
com o particular ou outro ente público, para a consecução de interesse
coletivo.
Regulam-se os contratos pelas respectivas clausulas, pelas normas da Lei de
Licitações e pelos preceitos de direito publico. Na falta desses dispositivos,
regem-se pelos princípios da teoria geral dos contratos e pelas disposições de
direito privado.
a) Consensual: consubstanciado em acordo de vontades.
b) Formal: não basta o consenso das partes, é necessária a obediência a certos
requisitos, como os estabelecidos nos arts. 60 a 62 da Lei 8.666/93.
c) Oneroso: remunerado na forma convencionada.
d) Cumulativo: compensações recíprocas e equivalentes para as partes.
e) Sinalagmático: reciprocidade de obrigações.
f) De adesão: as cláusulas são impostas unilateralmente.
g) Personalíssimo: exige confiança recíproca entre as partes. É intuitu
personae, porque o contrato representa a melhor proposta entre as
apresentadas.
h) Exige licitação prévia, salvo nas hipóteses excepcionais previstas em lei.
Cláusulas Exorbitantes
É a série de prerrogativas que possibilitam que a Administração
Pública garanta a Supremacia do Interesse do Público

• Exigência de Garantia Após ter vencido a Licitação, é feita uma


exigência ao contratado, a qual pode ser: Caução em dinheiro,
Títulos da Dívida Pública, Fiança Bancária, etc. Esta garantia será
devolvida após a execução do contrato. Caso o contratado tenha
dado causa a rescisão contratual, a Administração poderá reter a
garantia a título de ressarcimento.
Cláusulas Exorbitantes

 Alteração ou Rescisão Unilateral A Administração Pública tem o


dever de zelar pela eficiência dos serviços públicos e, muitas vezes,
celebrado um contrato de acordo com determinados padrões,
posteriormente, observa-se que estes não mais servem ao interesse
público, quer no plano dos próprios interesses, quer no plano das
técnicas empregadas. Essa ALTERAÇÃO não pode sofrer resistência do
particular contratado, desde que o Poder Público observe uma
cláusula correlata, qual seja, o EQUILÍBRIO ECONÔMICO e financeiro
do contrato.
Alterações de Contratos
I - não cumprimento de cláusulas contratuais, especificações, projetos
ou prazos;
II - a lentidão do seu cumprimento, o atraso injustificado no início da
obra, serviço ou fornecimento ou a paralisação da obra, do serviço ou
do fornecimento, sem justa causa e prévia comunicação à
Administração;
III - a decretação de falência ou a instauração de insolvência civil; a
dissolução da sociedade ou o falecimento do contratado, ou ainda, a
alteração social ou a modificação da finalidade ou da estrutura da
empresa que prejudique a execução do contrato;
IV - razões de interesse público;
V - a ocorrência de caso fortuito ou de força maior;
Particularidades de Contratos
 Fiscalização: Os contratos administrativos prevêem a possibilidade
de controle e fiscalização a ser exercido pela própria Administração.
Deve a Administração fiscalizar, acompanhar a execução do contrato,
admitindo-se, inclusive, uma intervenção do Poder Público no
contrato, assumindo a execução do contrato para eliminar falhas,
preservando o interesse público.

 Retomada do Objeto: O princípio da continuidade do serviço


público AUTORIZA a retomada do objeto de um contrato, sempre que
a paralisação ou a ineficiente execução possam ocasionar prejuízo ao
interesse público.
Particularidades de Contratos
 Aplicação de Penalidades: Pode o Poder Público IMPOR
PENALIDADES em decorrência da fiscalização e controle (aplicação de
multas e, em casos extremos, a proibição de contratar com a
Administração Pública). Resulta do princípio da “auto-executoriedade”
e do poder de polícia da Administração Pública.
Particularidades de Contratos
 Equilíbrio Financeiro: Nos contratos administrativos, os direitos dos
contratados estão basicamente voltados para as chamadas cláusulas
econômicas.
O contratado tem o direito à manutenção ao longo da execução do
contrato, da mesma proporcionalidade entre encargos e vantagens
estabelecidas no momento em que o contrato foi celebrado.
Por isso, se a Administração alterar cláusulas do serviço, IMPONDO MAIS
GASTOS ou ÔNUS AO CONTRATADO, DEVERÁ, de modo correlato,
proporcionar modificação na remuneração a que o contratado faz jus,
sob pena do contratado reclamar judicialmente PLEITEANDO O
EQUILÍBRIO ECONÔMICO FINANCEIRO, que é a manutenção da
comutatividade na execução do contrato (equivalência entre as
prestações – comutativo).
 Exceção do Contrato não Cumprido: É a impossibilidade do Particular
invocar a Exceção do Contrato não cumprido. Nos contratos de direito
privado, de natureza bilateral, ou seja, naqueles em que existem obrigações
recíprocas, é admissível a exceção do contrato não cumprido – a parte pode
dizer que somente cumprirá a obrigação se a outra parte cumprir a sua.
 Nos contratos administrativos, afirma-se que o princípio da continuidade
dos serviços públicos impossibilita ao particular argüir a exceção do contrato
não cumprido. Se a Administração descumpriu uma cláusula contratual, o
particular não deve paralisar a execução do contrato, mas postular perante o
Poder Judiciário as reparações cabíveis ou a rescisão contratual.
 A inoponibilidade da exceção do contrato não cumprido só prevaleceria
para os contratos de serviços públicos. Nos demais, seria impossível a
inoponibilidade da exceção do contrato não cumprido. Hoje, a Lei 8.666/93 –
Contratos e Licitações – prevê a paralisação da execução do contrato não
pago por período acima de 90 dias.
Interpretação dos Contratos
 As normas que regem os contratos administrativos são as de Direito
Público, suplementadas pelos princípios da teoria geral dos contratos
e do Direito Privado.
 Nos contratos administrativos celebrados em prol da coletividade
não se pode interpretar suas cláusulas contra essa mesma
coletividade.
 Existem princípios que não podem ser desconsiderados pelos
intérpretes, tais como a “vinculação da administração ao interesse
público”, “presunção de legitimidade das cláusulas contratuais”.
 Qualquer cláusula que contrarie o interesse público ou renuncie
direitos da Administração, deve ser interpretada como não escrita,
salvo se autorizada por lei.
Formalização do Contrato Administrativo

Os contratos Administrativos regem-se pelas suas cláusulas e pelos


preceitos de Direito Público, aplicando-lhes supletivamente os
princípios da Teoria Geral do Contratos e o Direito Privado.

Os contratos administrativos têm que ser precedidos por Licitação,


salvo nos casos de INEXEGIBILIDADE e DISPENSA.
Formalização do Contrato Administrativo
Instrumento Contratual: lavram-se nas próprias repartições
interessadas
exige-se Escritura Pública quando tenham por objeto direito real
sobre imóveis
o contrato verbal constitui exceção, pois os negócios administrativos
dependem de comprovação documental e registro nos órgãos de
controle interno.
A ausência de contrato escrito e requisitos essenciais e outros
defeitos de forma podem viciar as manifestações de vontade das
partes e com isto acarretar a ANULAÇÃO do contrato.
Formalização do Contrato Administrativo

Conteúdo: é a vontade das partes expressa no momento de sua


formalização
surge então a necessidade de cláusulas necessárias, que fixem com
fidelidade o objeto do ajuste e definam os direitos e obrigações,
encargos e responsabilidades.
Não se admite, em seu conteúdo, cláusulas que concedam maiores
vantagens ao contratado, e que sejam prejudiciais à Administração
Pública.
Integram o Contrato: o Edital, o projeto, o memorial, cálculos,
planilhas, etc.
Execução do Contrato
É o cumprimento de suas cláusulas firmadas no momento de sua
celebração; é cumpri-lo no seu objeto, nos seus prazos e nas suas
condições.

Execução Pessoal
 todo contrato é firmado “intuitu personae”, ou seja, só poderá
executá-lo aquele que foi o ganhador da licitação;
 nem sempre é personalíssimo, podendo exigir a participação de
diferentes técnicos e especialistas, sob sua inteira responsabilidade;
Execução do Contrato
Encargos da Execução
 o contratado é responsável pelos encargos trabalhistas,
previdenciários, fiscal e comerciais decorrentes da Execução do
contrato;
 a inadimplência do contratado, com referência a esses encargos,
não transfere a responsabilidade à Administração e nem onera o
objeto do contrato;
 outros encargos poderão ser atribuídos ao contratado, mas deverão
constar do Edital de Licitação;
Execução do Contrato
Acompanhamento da Execução do Contrato
É direito da Administração e compreende a Fiscalização, orientação,
interdição, intervenção e aplicação de penalidades contratuais.

Etapa Final da Execução do Contrato


Consiste na entrega e recebimento do objeto do contrato. Pode ser
provisório ou definitivo
Inexecução do Contrato
É o descumprimento de suas cláusulas, no todo em parte. Pode ocorrer por
ação ou omissão, culposa ou sem culpa de qualquer das partes.

Teoria da Imprevisão: Pressupõe situações imprevisíveis que afetam


substancialmente as obrigações contratuais, tornando excessivamente
oneroso o cumprimento do contrato
 É a aplicação da antiga cláusula “rebus sic stantibus”.
 Os contratos são obrigatórios (“pacta sunt servanda”). No entanto, nos
contratos de prestações sucessivas está implícita a cláusula “rebus sic
stantibus” (a convenção não permanece em vigor se houver mudança da
situação existente no momento da celebração).
 A aplicação da TEORIA DA IMPREVISÃO permite o restabelecimento do
equilíbrio econômico-financeiro do contrato administrativo.
Inexecução do Contrato
Fato do Príncipe: É a medida de ordem geral, praticada pela própria
Administração Pública, não relacionada diretamente com o contrato,
MAS QUE NELE REPERCUTE, provocando desequilíbrio econômico-
financeiro em detrimento do contratado. Ex.: Medida Governamental
que dificulte a importação de matéria-prima necessária à execução do
contrato.
Fato da Administração: É toda ação ou omissão do Poder Público que ,
incidindo direta e especificamente sobre o contrato, retarda ou impede
a sua execução. É falta contratual cometida pela Administração
Caso Fortuito: É o evento da natureza, inevitável e imprevisível, que
impossibilita o cumprimento do contrato. Ex.: inundação
Inexecução do Contrato

Força Maior: É o acontecimento humano, imprevisível e inevitável, que


impossibilita a execução do contrato. Ex.: greve

Consequências da Inexecução
propicia sua rescisão;
acarreta para o inadimplente, consequência de Ordem Civil e
Administrativa;
acarreta a suspensão provisória e a declaração de inidoneidade para
contratar com a Administração.
Revisão do Contrato Administrativo
Pode ocorrer por interesse da própria Administração ou pela
superveniência de fatos novos que tornem inexequível o ajuste inicial.
Rescisão do Contrato Administrativo
É o término do contrato durante a execução por inadimplência de uma
das partes, pela superveniência de eventos que impeçam ou tornem
inconvenientes o prosseguimento do ajuste.
Pleno Direito: Não depende de manifestação das partes, pois decorre de
um fato extintivo já previsto, que leva à rescisão do contrato de pleno
direito. Ex.: a falência.
Revisão do Contrato Administrativo
 Judicial: É determinada pelo Poder Judiciário, sendo facultativa para a
Administração - esta, se quiser, pode pleitear judicialmente a rescisão. O
contratado somente poderá pleitear a rescisão, JUDICIALMENTE.
 Administrativa
Por motivo de interesse público: a Administração, zelando pelo
interesse público, considera inconveniente a sua manutenção. Nesse
caso o particular fará jus a indenização.
Por falta do contratado: nesse caso, não está a Administração
obrigada a entrar na justiça e, então por seus próprios meios, declara a
rescisão, observando o DEVIDO PROCESSO LEGAL, ou seja, que se
assegure o direito de defesa ao contratado.