Prof.

Alencah

Alimentos ricos em energia.
Cereais (arroz, aveia, trigo)  Raízes e tubérculos (cenoura, beterraba)  Leguminosas (feijão, ervilha, soja)  Frutas (banana, manga, maçã)  Mel  Açúcar comum, retirado da cana.

A energia que o ser vivo utiliza em suas atividades provém da oxidação de alimentos, através da respiração celular. Os carboidratos são oxidados mais facilmente e também são os que liberam mais energia. Também formam a membrana celular e são encontrados nos ácidos nucléicos.

Quantidade de calor necessária para aumentar em 1° C a temperatura de 1g de água. A energia dos alimentos é media em kcal.

1kcal = 1000 calorias. (1km = 1000m)

Uma maçã, por exemplo, possui 70kcal. Necessidade diária do ser-humano adulto normal:
Mulheres: 1800 a 2200kcal  Homens: 2400 a 2600kcal

Carbono, Hidrogênio e Oxigênio numa razão de 1 : 2 : 1, o que dá uma formula geral de:

(CH2O)n

Podem ser classificados em:
Monossacarídios: glicose, ribose, frutose e galactose.  Dissacarídios: Maltose, sacarose, lactose  Polissacarídios: Amido (amilo), glicogênio e celulose

Classificadas em:
Trioses (3 átomos de C)  Tetroses (4 átomos de C)  Pentoses (5 átomos de C)  Hexoses (6 átomos de C)

A glicose é uma hexose.
É o glicídio mais usado pelos seres vivos como fonte de energia.  É fabricada pelos vegetais através da fotossíntese.  É armazenada na forma de polissacarídeos.

São moléculas formadas pela união de dois monossacarídeos.

Um polímero formado pela união de vários monômeros. Celulose possui 10 mil moléculas de glicose. São insolúveis em água.

Amido (amilo)

Glicogênio

Mais usado pelas plantas como reserva energética.  É a principal fonte de energia da nossa alimentação.  Sua digestão é feita pela enzima amilase, resultando em muitas moléculas de maltose, depois quebradas em glicose. Reserva energética dos animais.  Encontrado em músculos e fígado. Glicídio mais abundante da natureza, forma a estrutura dos vegetais.  Só é digerida pela enzima celulase, produzida por bactérias e protozoários.

Celulose

Importante reserva energética.

1g de lipídio libera 9kcal contra 4kcal por 1g de carboidrato.

Podem ser armazenados de forma mais concentrada que os carboidratos. O excesso do consumo de carboidratos e a ingestão de gordura aumentam as quantidades corpóreas de lipídios. Quantidades:
Carboidratos: 0,5kg que podem ser usadas em único dia  Lipídios: 16kg, que podem ser usadas em vários dias.

São armazenados nas células de gordura, os adipócitos, que possuem distribuições características em homens e mulheres. Atua como isolante térmico. Atuam na formação da membrana plasmática Atuam como isolante elétrico do impulso nervoso. Formam hormônios e vitaminas São apolares.

Glicerídios
       

Cerídios

Encontrados em maior quantidade nos alimentos. Os lipídios ricos em ácidos graxos insaturados são líquidos – óleos Os ricos em ácidos graxos saturados são sólidos Os lipídios saturados são mais danosos ao coração. Formam as ceras Formam as membranas plasmáticas Não são ésteres de ácidos graxos, mas apresentam cadeias associadas a lipídios Exs: hormônios sexuais, colesterol, vitamina D.

Fosfolipídios Esteróides

Dietas ricas em colesterol, gorduras, triglicerídios e ácidos graxos. Acarreta à formação de um trombo nas artérias do corpo. Isso leva ao sangue :
Fazer uma pressão maior nas paredes das artérias, levando à Hipertensão.  Não passar mais por aquele vaso, causando um Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) ou um Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Infarto Agudo

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful