P. 1
Manual de Orientacao Nutricional Enteral Em Domicilio

Manual de Orientacao Nutricional Enteral Em Domicilio

|Views: 218|Likes:
Publicado porThiago Limaverde
Manual de Orientação Nutricional Enteral em Domicílio.
Manual de Orientação Nutricional Enteral em Domicílio.

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Thiago Limaverde on Jul 22, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/14/2014

pdf

text

original

NUTRIÇÃO ENTERAL DOMICILIAR

MANUAL DO USUÁRIO Como preparar e administrar a dieta por sonda

Este manual pertence a:
Nome: ......................................... Recebeu orientação sobre os cuidados com a nutrição enteral, Data: ......................................... Nutricionista ............. Serviço/Hospital: …........................................ AVALIAÇÃO E PRESCRIÇÃO DA  DIETA

Dieta prescrita:
Volume a ser administrado:...............ml........vezes ao dia de dieta enteral Hidratação:............ml de água...............vezes ao dia. Lavagem da sonda: 40ml após término de cada dieta.

DATA HORÁ Vol.Dieta Volume RIOS Administrada adm.de em 24h outros liquidos

Num. Consist. > Temp. Vômitos Evacuações Das Do corpo ?????? em 24h fezes últimas 24h

ACOMPANHAMENTO NUTRICIONAL DOMICILIAR EM TNE Nome: Data: CB(d)cm CB(e)cm Avaliação Antropométrica Pant(d)cm Pant(e)cm Altura do Joelho Avaliação Física ( ) Calcâneo ( ) MMII Trato Gastrointestinal (TGI) Evacuações Distensão Abdominal Monitorização Clínica Hidratação Secreção Tosse Sono Terapias Associadas Fisioterapia Medicamentos Data Nasc: UPP Edema Resíduo gástrico Vômitos Refluxo Temperatura Glicemias Pressão Arterial Diurese ( ) Sacral ( ) MMSS ( ) Outros ( )Anasarca Fono Frequência Terapia Ocupacional Hemoglobina Hematócrito Leucocitos Plaquetas Glicose Exames Laboratoriais Data Uréia TGP Creatinina Albumina Sódio Potássio Potassio Magnésio TGO PCR Diagnóstico Nutricional e Conduta Dietoterápica .

Pois. Os produtos de Nutricão Enteral da Nutrimed. teve um grande avanço em relação às técnicas de Administração. que nos últimos tempos a Terapia Nutricional enteral.Requisito fundamental para assegurar uma resposta eficiente à terapia nutricional enteral. é com a nutricão Enteral que o organismo receberá os nutrientes necessários durante os processos de reabilitacão e recuperacão. opção que é compartilhada por diferentes profissionais de saúde. tanto você como sua família tiveram oportunidades de observar como se administra e quais são os cuidados necessários com a nutrição enteral. a certeza de ser um suporte efetivo e seguro. durante a estadia no hospital. Você está recebendo um kit de nutrição enteral feito com o mais alto padrão de qualidade e tecnologia. produtos indutrializados e servicos prestados. OBJETIVO: Ajudar você e sua Família a compreender o que é nutrição enteral. Porém. A Nutrimed e a Nutrishop dispõem de uma equipe multiprofissional empenhada em oferecer soluções em nutrição nos diversos quadros clínicos. como se administra. sempre podem surgir dúvidas e com o intuito de ajuda-los a esclarecê-las elaboramos esse manual de apoio domiciliar . A Equipe Nutrishop sente-se orgulhosa pela sua escolha. são elaborados com matéria-prima de excelente qualidade.INTRODUÇÃO PARABÉNS! A Equipe Nutrishop está muito feliz por sua alta. Dessa forma garantindo aos pacientes que fazem uso da nutricão enteral domiciliar. É válido destacar. os cuidados necessários e como proceder mediante algumas situações especiais.Certamente. proporcionando assim ao paciente o reestabelecimento e manutenção de um estado nutricional adequado e saudável.

Podendo ser feita através de uma sonda posicionada ou implantada no estômago. 2 VIAS DE ADMINISTRAÇÃO .no duodeno ou no jejuno.1 NUTRIÇÃO ENTERAL A ENTENDENDO A Nutrição Enteral se faz necessário quando a alimentação pela boca é insuficiente ou impossível de ser realizada normalmente como de costume. seguro e eficaz.Os alimentos estão na forma líquida ou em pó e contém o mesmo valor nutricional que uma alimentação normal e equilibrada. ou em um dos segmentos do intestino. É uma alternativa para a ingestão de alimentos. que ajudará a manter um estado nutricional adeguado com uma melhor qualidade de vida. É um método simples.

isso de acordo com a tolerância digestiva do paciente e dos meios que se encontram disponíveis em domicílio. Procedimentos: 1)Aspirar a dieta com a seringa 2)Conectar a seringa na sonda 3)Lentamente. Consiste em administrar cerca de 250 mL de dieta enteral de 5 a 8 vezes ao dia.3TIPOS ADMINISTRAÇÃO   DE  A Dieta Enteral pode ser administrada de forma intermitente ou contínua. 1-ADMINISTRAÇÃO INTERMITENTE A Forma intermitente é mais parecida com a alimentação habitual. O volume de cada etapa deverá ser proposto pelo Nutricionista ou Médico em função do volume total no dia e da tolerância digestiva do paciente. a)BOLUS Administração da dieta enteral com o auxílio de uma seringa de 50 mL Método que dever ser utilizado com muito rigor para evitar transtornos digestivos devido a uma administração rápida demais. Não ultrapassar 20 mL por minuto. E pode ser realizada de duas maneira em Bolus e Gravitacional. empurrar o êmbolo da seringa. . para que aos poucos a dieta seja infundida.

aspirar 20 mL de água filtrada ou mineral com a seringa e injetar na sonda para lavá-la. fechar em seguida a pinça 4)Conectar o extremo do equipo na sonda e regular a velocidade de administração com o equipo. em função da necessidade do paciente. 2-ADMINISTRAÇÃO CONTÍNUA Consiste numa administração por gotejamento contínuo com bomba de infusão. eliminando o ar do equipo. 2)Conectar o equipo ao frasco plástico descartável ou diretamente no frasco da dieta (se for o sistema fechado) 3)Suspender o frasco pelo menos 60 cm acima da cabeça do paciente 3)Abrir a pinça para permitir que o líquido escorra até o outro extremo do equipo. eliminando o ar do equipo. injetar 40 mL de água com a seringa na sonda para lavá-la. b) GRAVITACIONAL Administra-se a dieta em frasco por gotejamento. d)Abrir a pinça para permite que o líquido escorra até o outro extremo do equipo. Permite uma utilização mais lenta que o método bolus e muitas vezes é melhor tolerada pelo paciente. Procedimentos: a)Verificar se a pinça do equipo da bomba esta fechada.Atenção:Após a administração de cada etapa da dieta enteral. b)Concertar o equipo da bomba ao frasco plástico descartável ou diretamente no frasco da dieta ( se for o sistema fechado) c) Suspender o fraco pelo menos 60 cm a cima da cabeça do paciente. 5) 6)Após a administração de cada etapa da dieta enteral. A dieta pode ser administrada em períodos de 24 h. . suspenso em suporte. fechar em seguida a pinça. Procedimentos: 1)Verificar se a pinçado equipo está fechada.

graduado. Esperadrapo hipoalergênico – para fixação da sonda. 4 EQUIPAMENTOS. com capacidade para 300 ou 500 ml.com uma seringa na sonda para lavá-la. Água filtrada e / ou fervida . Frasco plástico – Recipiente de plástico.Tubo de PVC que permite o transporte da dieta enteral do frasco ã sonda do paciente. Seringa de 20ml – usada para higienização da sonda. MATERIAIS E UTENSÍLIOS NECESSÁRIOS Sonda – Tubo fino e flexível de material tipo poliuretano ou silicone (sonda gátrica ou entérica) ou mais calibroso (sonda de gastrostomia ou jejunostomia). para acondicionar ou ser colocada a Dieta enteral(dietas de sistema aberto).usar em temperatura ambiente. injetar 40 mL de água filtrada ou mineral . Obs. f)Conectar o extremo do equipo na sonda e regular a velocidade de administração com o equipo. Equipo . .:Após a administração de cada etapa da dieta enteral.e) Colocar o equipo na bomba de infusão e seguir as instruções referentes à bomba de infusão.

Contaminação na dieta enteral pode ser proveniente dos equipamentos . detergente neutro e álcool a 70%.: Todos os utensilios devem ser exclusivos para uso da dieta enteral. papel toalha. hipoclorito de sódio . − peneira para ser acoplada ao funil Álcool a 70%. conservar e  Administrar a Dieta: É muito importante que alguns cuidados com o higiene sejam tomados para que a sua dieta não se contamine e possa ocasionar algum tipo de problema. − Copo de Liquidificador ( dieta em pó.) obs. esponja. do armazenamento inadequado da dieta enteral e das condições higiênicas dos manipuladores. tesoura e máscara. 1)Utensílios e produtos Necessários: − Recipiente para armazenar os frascos higienizados. − detergente neutro.5 Cuidados ao  Preparar . − Verificar a validade e integridade da embalagem do produto. borrifador para colocar o álcool. escova para lavar o interior dos frascos. − Jarra plástica de 2 litros. − funil para colocar a dieta nos frascos. . 2)Pré-Preparo da Dieta − Limpar a área em que irá trabalhar com água. utensílios e superfície higienizadas inadequadamente . higienizar a embalagem com álcool a 70%.

. durante 24h após o horário de preparo. − Liquidificar as quantidades dos produtos indicados pelo nutricionista. filtrada ou fervida.− A água utilizada deve ser mineral. verificar se o filtro está em condições de uso. com água e detergente neutro. − Os frascos devem ser armazenados dentro da geladeira a uma temperatura de 2 a 8ºC. e esperar baixar a espuma. cerca de 5 minutos. − Lavar bem as mãos até a altura dos cotovelos . nunca retirar ou desprezar. com auxílio de um funil e uma peneira. − Transferir para uma jarra graduada ou dividir diretamente nos frascos conforme o volume prescrito. Obs.:evitar armazenar os mesmos na porta da geladeira.

posteriormente colocar em solução de hipoclorito e deixar agir por 30 min. deixar secar com protençã0 contra insetos e guardar em recipiente fechado.:Reutilizar o frasco com o prazo máximo de até cinco dias.Desinfecção dos Utensílios e Higienização de Frascos(enterofix) e Equipos(intrafix): Utensílios: − Após o uso os utensílios deverão ser lavados com água e detergente neutro e. e guardar em recipiente fechado. em seguida mergulhados em solução de hipoclorito de sódio por 30 min. . Frascos: Limpar o(s) frasco(s) lavando com detergente líquido neutro. deixar escorrer e secar. encaixe o equipo e deixe a solução correr por uns minutinhos e logo depois desprezar na pia. Atenção. − Pegar um frasco limpo. − Fazer o mesmo processo com água morna e guardar em recipiente fechado apropriado. colocar 200ml da solução de hipoclorito de sódio. Passar água tratada de preferência filtrada. Preparo da solução de hipoclorito: 1 colher de sopa de hipoclorito de sódio para um litro de água limpa. − Passar água morna e/ou filtrada.

 caso não seja utilizada. − A   alimentação   não   deve   ser   administrada   gelada.Após   pronta   e  armazenada   em   geladeira   pode   ser   usada   em   até   24h.Depois   deste  período. 6 PREPARAÇÃO DO PACIENTE .4)Administração da Dieta − Retirar a dieta   da geladeira aproximadamente 60 minutos(1h) antes  do   horário   da   Administração.   para   atingir   a   temperatura   ambiente. deve ser desprezada. nem mesmo em BANHO­MARIA.  NÃO AQUECER nunca.

Após a administração da dieta ou de medicamentos lavar a sonda com a infusão rápida de 40ml de água mineral . .Coloque o paciente na posição correta. IMPORTANTE: a)Se o paciente estiver acamado: 1)Eleve a cabeceira da cama de 30 a 45 graus.Conecte o equipo no frasco e na sonda. após a infusão da dieta. Atenção!!! NÃO ESQUEÇA DE FECHAR A SONDA 7 • • Alguns Rosto: cuidados com a higiene pessoal do paciente é importante manter o rosto do paciente limpo para que a oleosidade da pele não descole a fita que prende a sonda na posição coreta. gaze e algodão Narinas: as narinas também devem ser limpas com frequência com auxílio de um cotonete. . água. Abra a pinça do equipo e vá controlando o gotejamento conforme recomendado. se a administração for intermitente ou por bolus(com seringa) b)Se o paciente não estiver acamado: 1)Mantenha-o sentado durante toda administração. ou filtrada e /ou fervida fria.. Esta higiene deve ser feita com sabão. durante a administração da dieta 2)Mantenha o paciente nesta posição 30 minutos.sentado ou com a cabeceira elevada. .

Se necessário . alguns tipos de medicamentos e má condição de preparo da dieta e conservação da mesma. As causas podem ser causadas por rápido gotejamento da dieta. 1)CONSTIPAÇÃO:  (  paciente com  evacuações   ausentes   durante  3  ou mais dias) 2)Obstrução ou entupimento da  SONDA: . PROCURE ACOMPANHAMENTO PROFISSIONAL. 8 DÚVIDAS FREQUENTES Principais dúvidas coletadas pelos profissionais de saúde 1)DIARRÉIAS:(Quando ocorrer mais de 3 evacuações líquidas em 24h) Os episódios de diarréia são caracterizados pela ocorrência de três ou mais evacuações líquidas por dia. Atenção:CASO A DIARRÉIA PERMANEÇA SEM MELHORAS. NO DIA SEGUINTE. embebida em solução antiséptica.• Boca: os dentes e a língua devem ser escovados 3 vezes ao dia . pode-se utilizar uma espátula envolvida com gaze ou algodão na ponta. dieta muito fria.

20mL de água c/ gas. o gotejamento rápido da dieta e a administração de grande volume da dieta no mesmo horário. 4) TEMPO   MAXIMO   DE   USO   PARA   FRASCOS   . comunique o seu médico ou enfermeira(o). 3)Náuseas e Vômitos As causas podem ser: a posição incorreta do paciente na cama ou da sonda.O entupimento da sonda pode ter como possíveis causas.   EQUIPO   E  SERINGAS a)FRASCOS: 5 dias b)EQUIPO: 1 dia(24h) c)SERINGAS: 2 dias (48h) . Proceda da seguinte maneira: 1)Introduza ÁGUA c/ Gás com ajuda de uma seringa . 2)Se a sonda continuar entupida. a lavagem inadequada e medicamentos aderidos à sonda.

prefira os medicamentos na forma líquida. Além de poder causar entupimento da sonda e desconforto digestivo no paciente. • A recomendação é administrar 1 hora antes ou 2 horas depois da dieta enteral em uso.9 Medicamentos. de forma lenta. • Caso o medicamento se apresente na forma sólida(comprimidos/drágeas) deverá ser triturado até ficar pó e deve er reconstituído em água. poderá causar algumas alterações nas características e na estabilidade da dieta . • A medicação. • Lavar a sonda com água antes e após a administração dos medicamentos para evitar o entupimento ou obstrução da mesma. observe alguns cuidados: • A administração deverá ser sempre feita por bolus com seringa. como administrar pela sonda: Os medicamentos triturados ou na forma líquida através da sonda . deve ser admnistrada ou injetada na sonda . Atenção: .Em seguida deve aspirar com uma seringa o conteúdo e injetar na sonda. assim como nas propriedades químicas dos medicamentos. Para evitar problemas . em conjunto com a dieta enteral.

5)Ocorra arroxeamento ou ferimento na região onde a sonda está instalada. vômitos. ou junto com a dieta.Nutricionista   ou  Enfermeiro  QUANDO: 1)As náuseas.΅CONSULTE SEMPRE O SEU MÉDICO”Tem alguns medicamentos que não devem ser administrados ou injetados pela sonda. 3)Ocorra deslocameno ou saída da sonda de alimentação. 4)Haja inchaço excessivo da face ou das pernas. Alguns Produtos da Nutrição Enteral . 7)Haja suspeita de aspiração da dieta. 6)Ocorra prisão de ventre por mais de 3 dias. 2)O paciente tenha febre acima de 38ºC. Fale sempre com seu médico 10 PROCURE   AJUDA   do   seu   Médico. diarréia e dor abdominal não cessarem em 24 horas.

isenta de sacarose. glúten .E. selênio. Nutri Enteral Soya Fiber Líquida (1000ml) Dieta Padrão com soja nutricionalamente completa . que combate a desidratação.zinco. caseinato de sodio e cálcio e soja . . vit. isenta de sacarose. isenta de sacarose.inulina. glúten .C. Nutri Enteral liquido(1000ml) Dieta Padrão nutricionalamente completa com exclusiva combinação de proteina do soro do leite. lactose e frutose-100% maltodextrina. para nutrição enteral e oral. lactose e frutose-100% maltodextrina.hemicelulose e lignina) Nutri Enteral Soya pó(800g) Dieta Padrão nutricionalamente completa com exclusiva combinação de proteina da soja e caseinato de calcio. glúten .A. Nutri Enteral Soya Líquida(1000ml) Dieta Padrão nutricionalamente completa com exclusiva combinação de proteina da soja e do soro do leite. lactose e frutose-100% maltodextrina.Fórmula hiperprotéica suplementada com arginina. isenta de sacarose.Mix com 5 fibras(FOS.Nutri Hydrate (sachê pó) Repositor eletrolítico que contém L-Glutamina.Com Sucralose Nutri Repair (200ml) Alimento para situações metabólicas especiais. glúten .celulose. e vit. lactose e frutose-100% maltodextrina.vit.

LACTOSE E GLÚTEN. contendo edulcorante sucralose. “ TODOS OS PRODUTOS E DIETAS DA NUTRIMED NÃO TEM NA SUA COMPOSIÇÃO SACAROSE. Pode ser administrado com segurança em pacientes diabéticos e hiperglicêmicos. Este Manual foi elaborado por: KÁTIA MELO ARAÚJO – NUTRICIONISTA /CRN6 COLABRADORES Nutricionistas: KARLA PINHEIRO/CRN6 LIA AMARAL/CRN6 REBECA SAMPAIO/CRN6 FERNANDO ÁTILA/CRN6 RAIMUNDO OSMAR/CRN6 Estagiários de Nutrição: BRUNO AMARAL E LETÍCIA MELO . glúten e lactose.Isento de sacarose .” .

0603 Entrega a domicílio sinônimo de Nutrição & Saúde .Rua Carlos Vasconcelos. 1921 .com.Fortaleza -Ce www.br 85 3224.nutrishop.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->