Você está na página 1de 5

m  

|  

-  
 

m 
  

- m
m 





  


 


Ñ


 !"#$

- GERAÇÃO DE EMPREGOS (OBRAS


PÚBLICAS)
- INCENTIVO À PRODUÇÀO E AO
CONSUMO
- WELFARE STATE: ´ESTADO DE
 

 BEM ESTAR SOCIALµ
 


 
©  
ü Neoliberalismo é uma doutrina econômica que defende
a liberdade de mercado e uma menor participação do
governo na economia. Ele afirma que a intervenção estatal
deve ocorrer apenas em setores absolutamente essenciais, e
que mesmo assim deve ser minimizada.
ü Defende um sistema de governo em que o indivíduo
tenha mais importância do que o Estado, ou seja, quanto
menor for a participação do governo na economia, maior
será a possibilidade de uma sociedade se desenvolver e
progredir economicamente.

ü Valoriza a competição e a liberdade econômica e propõe


que o mercado seja o mais amplo possível. Para os
neoliberais, as pessoas, e não o Estado, devem tomar suas
próprias decisões: por exemplo, quanto gastar e quanto
poupar para a velhice e quanto gastar em saúde e educação
para os filhos.

ü Defende a competição econômica entre países, onde


todos eles teriam idêntica liberdade de comércio. Em outras
palavras, o neoliberalismo prega a queda de barreiras de
comércio e a eliminação ou redução drástica de impostos
alfandegários, para que seja promovida uma eficiência
econômica global.
ü No Brasil, o governo de Fernando Henrique Cardoso (de
1994 a 2002) foi acusado por alguns de seus opositores de
ser neoliberal. Esta afirmação não é totalmente correta, pois
o governo de FHC, apesar de ter implementado uma política
de privatizações, tomou medidas intervencionistas na
economia, instituiu programas de redistribuição de renda e
aumentou a carga tributária do país. As medidas
desenvolvimentistas do governo de FHC, além de decretos
como a quebra de patentes dos laboratórios farmacêuticos e
a criação do "remédio genérico" - campanha liderada pelo
ex-Ministro da Saúde, José Serra - refutam a afirmação de
que o governo de Fernando Henrique Cardoso baseou-se
num modelo econômico neoliberal.
ü Já se passaram décadas desde o início da
implementação de medidas econômicas neoliberais. Estas
continuam a ser aplicadas, em maior ou menor grau, por um
grande número de países. As teorias econômicas neoliberais
têm ajudado a promover economias mais livres e a combater
a inflação e a estagnação econômica. Ao mesmo tempo,
países subdesenvolvidos que adotaram o neoliberalismo se
encontram, frequentemente, no meio de crises internacionais
financeiras.

ü O neoliberalismo tem como objetivo promover o


crescimento econômico e o desenvolvimento dos países.
Porém, nas últimas décadas, o neoliberalismo foi incapaz de
reduzir a pobreza e as desigualdades sociais, principalmente
em países em desenvolvimento.