Você está na página 1de 7

RACIOCÍNIO LÓGICO E QUANTITATIVO CONTEÚDO NEGAR QUATIFICADORES =

PROGRAMÁTICO: NEGAR A PROPOSIÇÃO = Ɐ x ϵ A, x > 3


Troque Universal para Existencial = Ǝ x ϵ A, x
Estrutura lógica.
> 3 FALSO
Lógica de Argumentação. PARA TODOS Ɐ troca por EXISTE Ǝ e nega o
Equivalência e Implicação. sinal x > 3 p/ x ≤ 3
Argumentos Dedutivos. EXISTE Ǝ troca por PARA TODOS Ɐ
Princípios de contagem e probabilidade. NEGAR = Ǝ x ϵ A, x = 2 = Ɐ x ϵ A, x ≠ 2
Operações com conjuntos. PROP = EXISTEM animais QUE SÃO
Raciocínio lógico envolvendo problemas mamíferos.
aritméticos, geométricos e matriciais. Negar = TODOS os animais NÃO SÃO mamíferos
Pag.01 Rac. Lóg
PROPOSIÇÕES CATEGÓRICAS=
PROPOSIÇÃO: declaração/ frase com sentido de
VERDADEIRO ou FALSO. PROPOSIÇÕES: é SILOGISMO:
uma sentença VERDADEIRA ou FALSA; - Todas as mulheres são bonitas;
Princípios da não contradição: não pode ser - Todas princesas são mulheres;
VERDADEIRA E FALSA; = princesas são bonitas
Principio do 3º. Excluído: ou é verdadeiro ou falso, TODAS.... ou NENHUMA (TDS Ñ) =
não há 3º. UNIVERSAL
É proposição: O Brasil é país da América do Sul; ALGUM/EXISTEM (é ou não é) =
2 + 2 = 7; O carro é azul(é proposição); PARTICULAR

Não é proposição: O carro azul(NÃO É Afirmativa universal todo/


PREPOSIÇÃO PQ Ñ VERBO), exclamação, qualquer q seja
interrogação, ordem, incógnitas: Boa sorte! Que Negativa universal nenhum
horas são? Seja um bom trab. Afirmativa particular algum/existe
SENTENÇA ABERTA: Ele é um bom professor / Negativa particular algum não/
x + y =7 / x2 = 9 não existe
Não é proposição pq ñ pode ser classificada em V
ou F Todo(afir) contrárias Nenhum (neg) (as
duas podem ser F ao msm
QUANTIFICADORES = 1-UNIVERSAL - Ɐ = tempo, mas ñ serem V ao msm
para todo, qualquer que seja, para cada; tempo)
Sentença aberta x > 3, no conjunto A {1, 2, 3, 4, 5}, Todo é(afir+univ) contraditória(p negar)
agora crio a proposição Algum ñ é(neg+partic)
PROPOSIÇÃO = Ɐ x ϵ A, x > 3 FALSO Nenhum é (neg+univ) contraditória
Conjunto B {2, 0, -1} y2 < 5 Algum é (afir+partic)
PROPOSIÇÃO = Ɐ y ϵ B, y2 < 5 Algum é (afir+part) sub-contrárias Algum ñ é
VERDADEIRO (neg+part) (as duas
podem ser V ao msm tempo, mas ñ serem
2 – EXISTENCIAL – Ǝ = Existe, existe um, existe F ao msm tempo)
pelo menos um, existe algum, existe no mínimo do univ afir para o part afir podemos
um. se confirmar uma NEG ou uma AFIRM
Sentença aberta x > 2, no conjunto A {1, 2, 3, 4, 5}, UNIVERSAL pode-se sub-entender as
agora crio a proposição PARTICULARES.
PROPOSIÇÃO = Ǝ x ϵ A, x > 2
VERDADEIRO SILOGISMO :
Conjunto B {2, 0, -1} y2 > 5  Todo A é B = Todo A não é não B
PROPOSIÇÃO = Ǝ y ϵ B, y2 > 5 FALSO  Algum A é B = Algum A não é não B
PARADOXO: Essa frase é falsa. Podemos garantir que uma implicação terá
CONJUNÇÃO: resultado VERDADEIRO somente se ela for
A E B = A^B; A MAS B = A^B; TANTO, A uma TAUTOLOGIA.
COMO B= B^A; A, APESAR DE B = A^B r -> (r v s) = VERDADEIRO

Pag. 02 Rac. Lóg Pág. 03 Rac. Lóg.

DISJUNÇÃO INCLUSIVA:
A OU B = A v B, A OU B, OU AMBOS = A v B

CONDICIONAL OU IMPLICAÇÃO:
Se A ENTÃO B = A → B; A SUFICIENTE B = A
→ B;
A SOMENTE SE B= A → B; B
NECESSÁRIO A = B → A
ARGUMENTOS VÁLIDOS Quando A, B A implica B Todo A,B A
conseqüentemente B
A→B
Recíproca = B→A
Inversa = ~ A → ~B
Contra-Positiva = ~B → ~A é equivalente a A
→ B e equivale a
~A v B
Se estudo então passo é equilavente a se não
passei então não estudei e equivale a não estudo
ou passo
ARGUMENTO INVÁLIDO
Negar Condicional P ʌ ~Q

BICONDICIONAL (SÃO IGUAIS, SE


NESSE TIPO DE QUESTAO EU ESTOU EQUIVALEM):
USANDO METODO DA TENTATIVA QUE A. SE E SOMENTE SE B = A ↔ B
ESTÁ DANDO CERTO QUASE EM TODAS A NECESSÁRIO E SUFICIENTE B
QUESTOES DESSE TIPO DA FGV {V--V ,F--V, B SUFICIENTE E NECESSÁRIO A
F---F} ======>TENTATIVAS OBS A EQUIVALE A B
SABEMOS A TENTATIVA V-->V NA A ↔ B Equivale a (A → B) ʌ (B → A)
SENTENÇA ABAIXO VAI GERAR UM VALOR
FALSO POR ISSO JA ELIMINAMOS ESSA DISJUNÇÃO EXCLUSIVA:
POSSIBILIDADE A OU EXCLUSIVAMENTE B = A v B,
F / F F/V ?/ OU A OU B, MAS NÃO AMBOS = A v B
F V/F ?/V V/V Ou 1 ou Outro, não ambos
III- W.F----->M~T= V II R.~V------>M.T= V
III- R.V-------->W~F= V NEGAÇÃO: ~P ¬ P
ASSIM TEMOS TEMOS A CERTEZA Q PROPOSIÇÕES: Josias estatístico; Flávio
WALDO NAO É FLAMENGUISTA advogado:
LEGENDA NEGAR:P v Q: Josias estatístico OU Flávio adv;
W.F=WALDO FLAMENGUISTA ~P ^ ~Q : Jos Ñ estatístico E, MAS, Ñ Flá adv;
R.V=RENATO VASCAINO NEGAR:P ^ Q: Jos estatístico E, MAS Fláv adv;
M.T=MARCOS TRICOLOR ~P v ~Q : Jos Ñ estatístico OU, Ñ Flá adv;
NEGAR: P → Q: SE Jos esta ENTÃO Fláv adv;
TAUTOLOGIAS= P ^ ~Q: Josias estatístico E, MAS, Flávio Ñ adv;
~
~( v ) = <-> ~ (<->) = v
NÃO NUNCA NEM. JAMAIS NADA SAPATOS
SEQUER IMPEDIR OBSTRUIR DEIXAR
brinquedos
NÃO VOU FAZER NADA = VOU FAZER ALGO Pessoas
VOU FAZER NADA
ARGUMENTOS HIPOTÉTICOS
EQUIVALE NEGAR É VÁLIDO QND TDAS AS CONCLUSÕES
P^Q ~(P^Q)= ~Pv~Q FOREM VERDADEIRAS ONDE AS
PvQ ~(PvQ)= ~P^~Q PREMISSAS FOREM VERDADEIRAS;
P→Q ~PvQ ou Qv~P ~(~PvQ)=P^~Q INVÁLIDO QND A CONCLUSÃO FOR FALSA
P↔Q ~(PVQ) PVQ E SUAS PREMISSAS FOREM
PVQ ~(P↔Q) P↔Q VERDADEIRAS

TABELA VERDADE IMPONHA Q AS PREMISSAS SEJAM


A B ~B A v B A^B A→B A↔ B A v B VERDADEIRAS
V V F V V V V F
V F V V F F F V QUESTÕES
F V F V F V F V Os habitantes da aldeia menor sempre dizem a
F F V F F V V F verdade, e os da aldeia maior sempre mentem. Sabe,
tambem, que Milango e Nabungo significam “sim”
TABELA VERDADE DE 3 PROPOSIÇÕES e “nao”, mas não sabe qual “sim” e “nao”. Um dia,
23= 8 8/2 = 4 4/2=2 2/2=1 Socrates encontra um casal acompanhado de um
A B C jovem. Dirigindo-se a ele, e apontando para o casal,
V V V Socrates pergunta: – Meu bom jovem, e a aldeia
V V F desse homem maior do que a dessa mulher? –
V F V Milango – responde o jovem. – E a tua aldeia e
V F F maior do que a desse homem? –Milango
F V V – E, dize-me ainda, es tu da aldeia maior? –
F V F Nabungo
F F V SABENDO QUE SE PERGUNTAR VC ESTÁ
F F F MENTINDO SEMPRE RESPONDERÁ, TANTO
SE MENTIROSO QNT VERDADEIRO, NÃO.
Pag. 04 Rac. Lóg PERGUNTA-SE PARA O MENTIRO VC ESTÁ
EQUIVALENCIAS BÁSICAS MENTINDO, ASSIM SABE QUE Nabungo É
A ↔ B = (A → B) ^ (B → A) NÃO. E ASSIM CONCLUI QUE AS 2
PRIMEIRAS TEM ERROS E CHEGA-SE A
ARGUMENTO RESPOSTA
Quando afirmamos que para todo “a” existe um
único “b”, queremos dizer: pode haver “b” sem Em questões de VERDADE E MENTIRA:
“a”. * QND PERGUNTA VC ESTÁ MENTINDO?
É válido ou não A RESPOSTA SERÁ SEMPRE NÃO. TANTO
Todos os Brasileiros são otimistas; Anselmo é SE ESTIVER MENTINDO QNT SE ESTIVER
brasileiro; Logo, Anselmo é otimista. VÁLIDO FALANDO A VERDADE
Todos os Brasileiros são otimistas; Anselmo é
otimista; Logo, Anselmo é brasileiro. 1 Em uma olha morava um aborigene que mentia
INVÁLIDO, ILEGÍTIMO OU INCORRETO as tercas, quartas e quintas-feiras, e falava a verdade
EX: Todos os brinquedos são sapato; nos outros dias da semana. Um dia o piloto
Existem pessoas que são brinquedos; encontrou o aborigene, que lhe disse: “Ontem foi
Portanto existe pessoas que são sapatos um dos meus dias de mentir”. A partir da deducao
VÁLIDO. correta da informacao do aborigene, que dias da
semana poderiam ser? Terça ou sexta
o resultado do jogo foram, respectivamente: a)
2 Um dos amigos dizia que dificilmente seria “Foi empate”/ O XFC venceu; b) “Nao foi
enganado, pois era muito esperto. O outro resolveu, empate”/ empate; c) “Nos perdemos”/ O XFC
entao, testar a esperteza do “modesto” e fez a ele as perdeu; d) “Nao foi empate”/ O XFC perdeu; e)
seguintes afirmacoes: “Foi empate”/ empate;
1) Vou lhe dizer cinco verdades. m Foi empate M M A Z M M
2) A frase anterior e mentira. v Não foi empate A Z
3) A frase anterior e mentira. m M M A Z
4) A frase anterior e mentira. v Nós perdemos Z A Z A Z A
5) A frase anterior e mentira. m
E no final perguntou: quantas verdades eu disse? 7 um entrevistado faz a seguinte afirmacao:“Toda
Duas pessoa gorda nao tem boa memoria”. Ao que o
entrevistador contrapos: “Eu tenho boa memoria.
Três ladrões: A, B, C. Logo, nao sou gordo”. Supondo que a afirmacao do
Sabe-se que: 1 – C nunca trabalha sem A como entrevistado seja verdadeira, a conclusão do
cumplice; 2- B não dirige; entrevistador e: a) falsa, pois o correto seria afirmar
A é culpado ou inocente deste roubo? que, se ele nao fosse gordo, então teria uma boa
C não rouba sem A; e B não dirige, então ou A memoria. b) falsa, pois o correto seria afirmar que,
dirigiu, sendo assim culpado. Ou, C se ele nao tem uma boa memoria, entao ele tanto
poderia ser gordo como nao. c) falsa, pois o
Pag. 05 Rac. Lóg correto seria afirmar que ele e gordo e, portanto,
dirigiu o que leva a A estar no carro tbm. não tem boa memoria. d) verdadeira, pois todo
CULPADO gordo tem boa memoria.
E) VERDADEIRA, POIS, CASO CONTRARIO, A
Os prêmios são: um anel de brilhantes, uma barra AFIRMACAO DO ENTREVISTADO SERIA
de ouro e uma tiara de esmeraldas. FALSA.
Baú 1 - Pista número 1: “O anel de brilhantes está Supondo que G signifique “pessoa gorda” e M
no baú 3”. signifique “pessoa ter boa memoria”, em simbolos e
Baú 2 - Pista número 2: “A barra de ouro está no possivel organizar as informacoes da seguinte
baú de número 1. maneira: Entrevistado: G → ~M. Entrevistador:
Baú 3 - Pista número 3: “O anel de brilhantes está M → ~G.
aqui”. As proposicoes sao EQUIVALENTES, pois a
A afirmação escrita na pista associada ao baú que proposicao do entrevistador e a PROPOSICAO
guarda o anel de brilhantes tanto pode ser CONTRAPOSITIVA. Logo, a conclusao do
verdadeira quanto falsa; a informação contida na entrevistador e verdadeira, pois, caso contrario, a
pista relativa ao baú que contém a barra de ouro é afirmacao do entrevistado seria falsa.
falsa e que a informação contida na pista relativa ao
baú que contém a tiara de esmeraldas é verdadeira. (Funrio) O baterista, o guitarrista e o vocalista de
a) anel de brilhantes, barra de ouro e tiara de uma banda musical sao engenheiros civil, eletronico
esmeraldas. e mecanico, e são Antonio, Joao e Pedro. Antonio
e engenheiro civil e nao toca instrumentos musicais,
3. (ESAF) Sabe-se que, na equipe do X Futebol o engenheiro eletronico é o guitarrista da banda e
Clube (XFC), ha um atacante que sempre mente, que Joao nao e baterista.
um zagueiro que sempre fala a verdade e um meio-
campista que as vezes fala a verdade e as vezes Antonio João Pedro
mente. Na saida do estadio, dirigindo-se a um
torcedor que nao sabia do resultado do jogo que Eng Civ Eletro Meca
terminara, um deles declarou “Foi empate”; o
segundo disse “Nao foi empate” e o terceiro falou Guita Baté Vocal
“Nos perdemos”. O torcedor reconheceu somente o
meio-campista, mas pode deduzir o resultado do I. Joao e engenheiro eletronico e guitarrista da
jogo com certeza. A declaracao do meio-campista e banda. II. Pedro e baterista da banda. III.
Antonio e vocalista da banda. IV. Pedro e 12. (Cesgranrio) Analise as afirmativas abaixo.
engenheiro eletronico. b) As proposicoes I, II e I. A parte sempre cabe no todo. II. O inimigo do
III sao verdadeiras. meu inimigo e meu amigo.
III. Um professor de matematica afirma que todos
(ESAF) Fernanda pergunta as suas amigas, que os professores de matematica sao mentirosos.
estão assistindo a partida, qual o resultado ate o Do ponto de vista da logica, e(sao) sempre
momento. verdadeira(s) somente a(s) afirmativa(s):
Amanda: “Neste set, o escore esta 13 a 12”. I. “Se todo A e B, entao algum A e B.”
Berenice: “O escore nao esta 13 a 12, e a Ulbra ja P T
ganhou o primeiro set”.
Camila: “Este set esta 13 a 12, a favor da Ulbra”. II. Falsa = O inimigo do meu inimigo pode ser ou
Denise: “O escore nao esta 13 a 12, a Ulbra esta nao meu amigo, ou seja, inimigas duas a duas.
perdendo este set, e quem vai sacar e a equipe IA IB IC
visitante”.
Eunice: “Quem vai sacar e a equipe visitante, e a III. Falsa = A sentenca “um professor de
Ulbra esta ganhando este set”. matematica afirma que todos os professores de
Conhecendo suas amigas, Fernanda sabe que duas matematica sao mentirosos” e um paradoxo. É
delas estao mentindo. Conclui, entao, corretamente, impossível ser VERDADE pois é uma afirmação
que: feita por um MENTIROSO.
b) o escore esta 13 a 12, e a Ulbra esta vencendo
este set, e quem vai sacar e a equipe visitante. 13. (Cesgranrio) Considere a proposicao composta
“A prova estava dificil e
Pag. 06 Rac. Lóg menos do que 20% dos candidatos foram
(Cesgranrio) Quatro casais divertem-se em uma aprovados no concurso”. Sua
casa noturna. Sao eles: Isabel, Joana, Maria, Ana, negacao e: a prova NAO estava dificil ou pelo
Henrique, Pedro, Luis e Rogerio. Em determinado menos 20% dos candidatos foram aprovados no
momento, esta ocorrendo o seguinte: concurso”ou “menos do que 20% dos candidatos
A Jo foram reprovados no concurso”
Isa Ma
n an
bel ria
a a 14. (Cesgranrio) Considere verdadeira a seguinte
H proposicao:
en X X C X “Se x = 3, entao x e primo”{P -> Q}. Pode-se
ri concluir que: c) se x nao e primo, entao x ≠ 3 {~Q -
P > ~P ou ~P v Q}. OU x ≠ 3 ou x é primo,
ed C X X X
ro 18. (ESAF) Pedro encontra-se a frente de tres
L caixas, numeradas de 1 a 3. Cada uma contem
ui X C X X somente um objeto: um livro; uma caneta; um
s diamante. Em cada
R uma das caixas existe uma inscricao, a saber:
o X X X C Caixa 1: “O livro esta na caixa 3”. Caixa 2: “A
ge caneta esta na caixa 1”.
A esposa de Henrique nao danca com o seu marido, Caixa 3: “O livro esta aqui.”
mas com o marido de Isabel; A caixa que contem o livro pode ser verdadeira ou
Ana e Rogerio conversam sentados a beira do bar; falsa. A inscricao da caixa que contem a caneta e
Pedro toca piano acompanhando Maria que canta falsa, e que a inscricao da caixa que contem o
sentada ao seu lado; diamante e verdadeira.
Maria nao e a esposa de Pedro. DIAMANTE = V; CANETA= F ;
HENRIQUE – JOANA/ ISABEL - LUIZ/ LIVRO= V/ F
MARIA - ROGERIO/ ANA - PEDRO
II. Luis e o marido de Isabel. . O livro na 3 Caneta 1 O livro
aqui
1ª. Onde está o diamante seria V, oq ~D V
contradiz “o livro aki}}diamante
2ª. Oq faria vdd livro na 3 Considere a proposição composta R= p -> q onde p
Diamante{seria V cant 1} e q são as seguintes proposições:
Ond tem can tem q ser F P = " Adriano é fotógrafo"
3ª. Diamante caneta Q = "André é policial ou Luiz é professor"
livro Ora sabe-se que a proposição R é falsa logo
c) o diamante, a caneta, o livro. ~ [P -> (a v b)]
P ^ ~(a v b)
21. (ESAF) Se Elaine nao ensaia, Elisa nao estuda. P^~a^~b
~P -> ~Q
Elaine não ensaiar é suficiente para Elisa não Dizer que "Se Flávio é Auditor Fiscal, então ele
estudar. E. Elisa não estudar é necessário para passou no concurso" é logicamente equivalente a
Elaine não ensaiar dizer:
Q->P P => Q ~P v Q ~Q => ~P
Elisa estudar é suficiente para Elaine ensaiar. E.
Elaine ensaiar é necessário para Elisa estudar. Dada a proposição: " todo administrador é feliz" e
considerando como uma proposição verdadeira é
Pag. 07 Rac. Lóg correto inferir que:
23. (CESPE/UnB) – Um lider criminoso foi morto Se administrador então feliz
por um de seus quatro Se não feliz então não administrador
asseclas: A, B, C e D. Durante o interrogatorio, Não administrador ou feliz
A = C matou o líder; v com A kkk
B = D matou o lider. m Jogo futebol ou jogo baralho. Canto ou não jogo
C = D e A nao matou. m futebol. Não jogo baralho ou durmo. hora não
D = C nao matou o lider. m durmo assim
Sabendo que tres dos comparsas mentiram em suas FvB C v ~F ~B v D ~D
declaracoes, enquanto um deles V F V F V F V
falou a verdade, julgue os itens seguintes. Jogo futebol e canto
1. ( C ) A declaracao de C nao pode ser verdadeira.
2. ( E ) D matou o lider. “Sou esperta e não me caso”
“Se estou solteira, então não me caso.”
Quem não pergunta fica com dúvidas. ~P => Q E ^ ~C V^V
S => ~C FouV => V
Nenhum adolescente pergunta. ~P
Ñ esperta e casa
Logo, todo adolescente fica com dúvidas Q
Se Amanda fala Francês, então Rodrigo fala
Se Rebeca pulou, então ela é corajosa. Com base
Alemão.
nessa informação, pode-se concluir que
Se Leonardo fala Espanhol, então Maria fala
Se Rebeca não é corajosa, então ela não pulou.
Português.
Seja p "ela é alta" e seja q "ela é charmosa" Amanda fala Francês ou Leonardo fala Espanhol
se escrevermos a proposição "não é verdade que A => R L =>M A v L, logo
ela é baixa ou não é charmosa" na forma simbólica necessariamente
usando p e q ~(~PV ~Q) = P ^ Q V, V, F=>
V, F, V=> somente não poderá ser F e F, assim
Antônio é honesto ou Bernardo é honesto. Se então
Bernardo é honesto, então Carlos é desonesto. R v M V,V,F v V,F,V]
Carlos é honesto se e somente se Diogo é
desonesto. Diogo é desonesto Pag. 08 Rac. Lóg
AvB VvF Em um clube com 440 associados ocorre uma
B => ~C F=>F eleição para presidente, em que os dois primeiros
C  ~D VV colocados, entre 6 candidatos, passam para um
segundo turno. Se, no primeiro turno, todos os 440
associados votam, cada um, em apenas um dos
candidatos, então o número mínimo de votos que
assegura a um determinado candidato a sua
participação no segundo turno é b) 147
147 147 146 . 147 é o valor que dá a
ctza q outros 2 candidatos não ultrapassaram seu
valor. Até um pode, mas mesmo assim o 2º. Lugar
fica garantido para ele
VERDADES E MENTIRAS (DE
VERDADEIROS E MENTIROSOS)
1 – Vc é mentiroso?
Se for um mentiroso dirá NÃO.
Se for um verdadeiro dirá NÃO, ENTÃO salmão =
não
1.800 – 100 – 120 – 100 – 80 – 300 – 700 – 200 =
200