Você está na página 1de 15

CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 01 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

1ª QUESTÃO (12 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.
E TRANSCREVENDO-A PARA A TABELA DE RESPOSTAS.
SÓ SERÃO CONSIDERADAS AS OPÇÕES ASSINALADAS NA TABELA DE RESPOSTAS AO FINAL
DO ITEM 12

TEXTO I

Leia o trecho da reportagem a seguir, publicada pela Folha On line em 01 /11 /2011, e responda ao
item 01.

“Milhões de crianças e mulheres em idade fértil sofrem de desnutrição na Coreia do Norte, e estão sob
o maior risco de morte ou doenças, disse o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) nesta
terça-feira.
A agência pediu aos doadores que ajudem a evitar uma "crise de nutrição" na Coreia do Norte, devido
à escassez de financiamento. O Unicef recebeu apenas US$ 4,6 milhões de um total de US$ 20,4
milhões necessários para seus programas de emergência no país este ano.
[…]
Uma em cada cinco crianças norte-coreanas com menos de cinco anos já sofre de desnutrição
moderada, que pode causar nanismo e também dificultar o seu desenvolvimento cognitivo, disse
Tidey à Reuters, citando uma pesquisa de dezembro de 2010.”

(Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1000038-crise-alimentar-poe-milhoes-em-risco-na-coreia-do-norte.shtml)


Acesso em: 06Jun.2016.
01. Relacionando a situação da Coreia do Norte, um dos remanescentes socialistas vinculados à proposta
marxista, podemos concluir que o/a

( A ) situação dos coreanos é uma exceção nos modelos socialistas implantados. Os remanescentes
Vietnã e Cuba conseguem assegurar uma sociedade igualitária e justa.

( B ) modelo socialista adotado pelos russos, em 1917, e, mais tarde implantado em outros países,
garantiu a criação de um estado igualitário.

( C ) socialismo real distanciou-se do ideal marxista, sendo incapaz de eliminar a


exploração e de garantir qualidade de vida para todos.

( D ) socialismo russo, diferentemente do coreano, foi fiel aos ideais de Karl Marx, garantindo
democracia política e qualidade de vida aos seus cidadãos
( E ) Coreia se igualou ao modelo chinês e com isso conseguiu manter em ordem o Estado
Democrático de Direito.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 02 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

Analise a imagem a seguir e responda ao item 02


TEXTO II

TRADUÇÃO:

“Evitem os médicos e os advogados judeus!”

Cartaz antissemita nas ruas de uma cidade alemã na década de 1930.

(História Ilustrada do Nazismo- O poder e as consequências. Volume 2. 1 ed. brasileira.


Larousse, 2009. p.108.)

02. O cartaz acima, no contexto social da Alemanha, durante a II Guerra Mundial, identifica o/a

( A ) consolidação da democracia, através da subida dos nazistas ao poder; revelou-se nas


campanhas pela união e tolerância entre diferentes grupos sociais
( B ) preconceito contra os judeus na Alemanha intensificou-se com o programa nazista,
que classificava esses povos como principais inimigos do povo alemão.
( C ) campanha de classificação dos judeus como indesejáveis foi um acontecimento próprio do
racismo na sociedade alemã, sendo condenada pelos nazistas.
( D ) perseguição aos judeus na Alemanha e o racismo foram pouco relevantes neste período, visto
que a principal causa do conflito era o interesse econômico
( E ) Conferência de Potsdam acabou definitivamente com o preconceito na Alemanha.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 03 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

Leia o trecho do poema Carta a Stalingrado, de Drummond e responda ao item 03.

TEXTO III

Depois de Madri e de Londres, ainda há grandes cidades!


O mundo não acabou, pois que entre as ruínas
outros homens surgem, a face negra de pó e de pólvora,
e o hálito selvagem da liberdade
dilata os seus peitos, Stalingrado,
seus peitos que estalam e caem,
enquanto outros, vingadores, se elevam.

A poesia fugiu dos livros, agora está nos jornais.


Os telegramas de Moscou repetem Homero.
Mas Homero é velho. Os telegramas cantam um mundo novo
que nós, na escuridão, ignorávamos.
Fomos encontrá-lo em ti, cidade destruída,
na paz de tuas ruas mortas mas não conformadas,
no teu arquejo de vida mais forte que o estouro das bombas,
na tua fria vontade de resistir. […]

(Disponível em: <http://www.lainsignia.org/2005/mayo/cul_021.htm>. Acesso em: 06 jun 2016).

03. O fato histórico evocado pelo autor do texto III é um dos mais significativos da II Guerra Mundial
porque

( A ) a Batalha de Stalingrado marca o início do conflito mundial, quando o Exército Alemão não
havia sofrido perdas

( B ) Após a Batalha de Stalingrado, as tropas alemães conquistaram definitivamente toda a URSS.

( C ) As forças da Alemanha, após essa batalha, ganharam novo fôlego e conseguiram um domínio
quase total sobre o Oriente.

( D ) O número de mortes, na Batalha de Stalingrado, foi baixo em relação a outros confrontos do


conflito devido às armas e técnicas modernas utilizadas.

( E ) A Batalha de Stalingrado representou uma virada, em função das grandes perdas


sofridas pelos alemães e do início da ofensiva soviética.

Leia o fragmento do texto e analise a imagem a seguir, para responder ao item 04.

TEXTO IV:

Berlim, a capital da tirania do Reich, ajoelha-se diante do Exército Vermelho em nove dias.
Impotente, a Alemanha rende suas forças em toda a Europa e encerra a era nazista. Principais chefes
alemães estão mortos ou encarcerados.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 04 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

IMAGEM 1

Império conquistado: soldados soviéticos erguem bandeira vermelha no topo do Reichstag


(Disponível em: <http://veja.abril.com.br/especiais_online/segunda_guerra/edicao009/capa.shtml>. Acesso em:
06 jun 2016.

04. Sobre o desfecho da II Guerra Mundial, pode-se afirmar que

( A ) jjaponeses mantiveram a Guerra no Pacífico até a explosão de duas bombas


atatômicas no seu território.
(B) a Alemanha, após a rendição, recebeu apoio das potências aliadas para manter a integridade
territorial.
(C) a rendição alemã marcou o final do conflito, levando à assinatura do Tratado de Versalhes.
(D) a contribuição soviética para a derrota do Eixo eliminou as rivalidades ideológicas com os
EUA.
(E) japoneses, após a explosão das duas bombas, aliaram-se à China para fazer frente aos EUA
durante a Guerra Fria.

Analise a imagem e leia o texto a seguir, para responder ao item 05.

IMAGEM 2

Disponível em: <http://www.historywiz.com/antisemitic.htm>. Acesso em: 02 jun. 2015.

TEXTO V
Devemos enxergar no bolchevismo russo a tentativa do judaísmo, no século vinte, de apoderar-se do
domínio do mundo [...]. A sua inspiração tem raízes na sua maneira de ser. [...] O judeu não
renuncia espontaneamente a sua aspiração de uma ditadura mundial. [...] Ou ele será repelido por

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 05 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

forças exteriores para outro caminho ou o seu desejo de domínio universal só desaparecerá com a
extinção da raça.
HITLER, Adolf. Minha luta. São Paulo: Moraes, 1983. p. 411.

A imagem 2 e o texto V retratam a aversão nazista contra os judeus (semitas), que foram vítimas de
violentas campanhas de extermínio promovidas pelo regime nazista.

05. Um ponto em comum, entre os documentos anteriores, revela que Hitler

(A) responsabilizava Stalin pela decadência econômica alemã e pela sua derrota na Primeira
Guerra, por isso ele intensificou a política de antissemitismo.
(B) não existia para Hitler o mito de superioridade da “raça” ariana, existia sim, grupos pre-
tensamente inferiores que ameaçariam a missão histórica de superioridade do povo
germânico.
(C) priorizava a perseguição aos comunistas, pois ele temia que o avanço da esquerda se
desdobrasse em uma revolução anarquista vitoriosa na Alemanha.
(D) enxergava, de forma equivocada, uma relação entre o judaísmo e o comunismo
soviético. Para ele, havia uma associação entre o revolucionário comunista e o
judeu.
(E) retratava os bolcheviques como monstros e seres repugnantes, facilitando, assim, o ódio
contra eles, os grandes inimigos (imaginários) da pretensa “raça” ariana..

Leia o fragmento de reportagem da série especial da revista Veja sobre a Conferência de Yalta, em
1945 e responda ao item 06.

TEXTO VI

Os três gigantes da Crimeia: Churchill, FDR e Stalin –


discutiram o pós-guerra

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 06 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

06. A conferência de Yalta, realizada antes da rendição da Alemanha, reuniu o primeiro ministro inglês,
Winston Churchill; o presidente dos EUA, Franklin Roosevelt; e o líder soviético, Josef Stalin.
A avaliação de que o grande vitorioso desse encontro foi o líder soviético se deve aos seguintes
acordos deliberados nessa conferência:

I. Ampliação das fronteiras soviéticas devido à recuperação de territórios perdidos na Primeira


Guerra.

II. Definição do destino do Leste Europeu, o qual se transformou em uma barreira de proteção para
a URSS.

III. Estabelecimento do controle soviético sobre a Alemanha unificada, o que frustrou as pretensões
políticas dos EUA sobre o território alemão.

IV. Retirada das tropas estadunidenses de Berlim e a sua reconstrução sob a proteção das forças
militares da URSS.

Os acordos relacionados efetivamente à Conferência de Yalta estão contidos somente em:

( A ) I e II.

( B ) I e IV.

( C ) II e III.

( D ) III e IV.

( E ) I e III.

Leia o texto abaixo para responda o item 07

TEXTO VII

Um objeto pesado, de forma irregular e denominado satélite deu partida a uma guerra que
impulsionou o desenvolvimento da ciência e da tecnologia: a guerra da disputa pelo espaço.
O termo satélite vem do latim satélites ou satellitis, que significa “corpo que gravita”. Daí a
necessidade de diferenciação inicial entre satélites naturais (corpos celestes) e artificiais, que são os
engenhos construídos pelo homem. Hoje em dia, ao contrário do que ocorria no inicio da historia dos
satélites artificiais, o termo satélite vem sendo usado praticamente como um sinônimo para “satélite
artificial”.
Atualmente estão em órbita, para além dos satélites do Sistema de Posicionamento Global –
que é o sistema de localização por satélites, popularmente conhecido como GPS –, satélites de
comunicações, científicos, militares e uma grande quantidade de lixo espacial. Ou seja, não se deve
referir a satélites apenas como um meio de transporte de dados ou de mapear ou espionar o sistema
terrestre. O planeta ficou pequeno para o Homem! Depois da conquista da Terra, chegou a vez do
espaço (...).
(MIRANDA, Giovani V. O espaço dos satélites. Revista Toque da Ciência, 06 jun. 2010. Disponível
em:http://www2.faac.unesp.br/pesquisa/lecotec/projetos/revista/index.php/memoria/23-o- espaco-dos-satelites. Acesso em:
08 jun. 2016. )

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 07 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

07. O texto permite inferir que a tecnológica produzida para atender às demandas da Guerra Fria:

( A ) levou ao uso indiscriminado de armas nucleares nos conflitos regionais.

( B ) estimulou inovações na área de produção de bens de consumo.

( C ) prejudicou o desenvolvimento das indústrias, gerando desemprego em massa.

( D ) promoveu a militarização da sociedade, acirrando conflitos entre civis.

( E ) promoveu a corrida espacial em todo o mundo.

Leia o trecho do discurso do Primeiro-Ministro indiano Nehru; na Conferência de Bandung, realizado


em 1955, na Indonésia e responda ao item 08.

TEXTO VIII
Não concordamos com os ensinamentos comunistas, não concordamos com os ensinamentos
anticomunistas, [...] Eu nunca contestei o direito do meu país de defender a si próprio; ele o tem.
Nós defenderemos nós mesmos com não importa quais armas e força tivermos, e se não tivermos,
nos defenderemos sem armas. […] nenhum país pode conquistar a Índia. [...] Eu conheço meu
povo. Mas sei também que se nós confiarmos em outros, independentemente do que as grandes
potências podem ser, se buscarmos seu apoio, então nós estaremos realmente frágeis [....]

(NERHU. Conferência de Bandung . 1955. Disponível em:< http://www.labpac.faed.udesc.br/oficina_Bandung.pdf>. Acesso


em: 09 jun. 2016.)

08. Em um contexto de mundo bipolar, o discurso de Nehru revela o posicionamento político dos
representantes dos povos asiáticos e africanos, reunidos na Conferência de Bandung. Esse
posicionamento diz respeito à

( A ) manutenção do desejo de independência apenas para países da Ásia.

( B ) manutenção da ligação com as antigas metrópoles europeias.

( C ) intenção de alinhamento político-ideológico ao Bloco Capitalista.

( D ) luta contra a dominação das elites locais sobre a população.

( E ) defesa da autodeterminação dos povos e ao repúdio ao imperialismo.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 08 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

Analise a imagem da capa da revista careta e responda o item 09


IMAGEM 3

(Acervo da Biblioteca Nacional. Disponível em:< http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_periodicos/careta/careta_anos.htm>.


Acesso em: 02 jun. 2016)

09. O período entre 1945-1964 foi um tempo de disputas e enfrentamentos, em várias esferas da vida
pública, entre grupos políticos com propostas e ideologias divergentes. Assim, alguns historiadores
atribuem um sentido democrático ao período.

A capa da Revista Careta ilustra a experiência democrática vivida no Brasil, devido ao/à

( A ) instabilidade política.
( B ) organização popular.
( C ) pluripartidarismo.
( D ) movimento sindical.
( E ) insegurança social.

Leia os documentos a seguir e responda ao item 10.

TEXTO IX

Nós, os proprietários de terras, reunidos em Assembleia, na Associação Rural de


Marília, comparecemos com este manifesto perante nossos compatriotas [...] para alertá-los
contra a [...] manobra que os inimigos da democracia e da liberdade estão arquitetando
contra a nação.
Aproveitando-se da necessidade de resolver a situação de desamparo e abandono em que se
encontra a grande maioria dos trabalhadores rurais, procuram forçar o Congresso Nacional a
aprovar uma reforma agrária injusta, inconstitucional e anticristã. [...]

(Grito de Alerta. Associação Rural de Marilia, SP, 02 abr. 1963. In: CARONE, E. A quarta república. (1945-1964).
São Paulo: Difel, 1980, p. 321.)

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 09 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

TEXTO X

O povo quer que se amplie a democracia, que se ponha fim aos privilégios de uma
minoria: que a prosperidade da terra seja acessível a todos; que a todos seja facilitado
participar da vida política do país.
Trabalhadores, acabei de assinar o decreto da Supra (Superintendência de Reforma
Agrária). [...] Ainda não é aquela reforma agrária pela qual lutamos. [...] Mas é o primeiro
passo: uma porta que se abre à solução definitiva do problema agrário brasileiro.

(Discurso de João Goulart, comício da Central do Brasil, RJ, 13 mar. 1964. In: CARONE, E. A quarta república.
1945-1964. São Paulo: Difel, 1980, p. 234.)

10. Os autores dos documentos atribuem diferentes significados à democracia. Para o primeiro, a
democracia relaciona-se à defesa da propriedade; para o segundo, à distribuição da propriedade. Esse
antagonismo foi responsável por um acontecimento político no Brasil, na década de 1960.
A alternativa que revela os grupos aos quais pertenciam os autores dos documentos e o
acontecimento político ocorrido no país, respectivamente, é

( A ) Entreguistas e reformistas; a execução das principais reformas de base.

( B ) Republicanos e Parlamentaristas; a adoção do sistema parlamentarista no país.

( C ) Liberais e conservadores tentando um golpe para a tomada do poder.


( D ) Pragmáticos e Comunistas; a implantação da reforma agrária no Brasil.

( E ) Liberais e nacionalistas; a assunção do poder pelas Forças Armadas, evitando um


golpe à democracia brasileira.

Observe a charge a seguir responda ao item 11.

IMAGEM 4

Disponível em: < http://prosaepolitica.com.br/wp-content/uploads/2012/03/charge-papa-cuba.jpg>. Acesso em: 02 jun 2016

A visita do papa Bento XVI pela ilha caribenha de Cuba, 14 anos depois que João Paulo 2º esteve
naquele pequeno país, se deu em meio a um momento de reformas e abertura econômica no país
comunista.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 10 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

11. De acordo com o texto e a charge, a incoerência da imagem está presente no/na

(A) fisionomia de cansado do líder Fidel Castro, com 86 anos de idade.


(B) propaganda da Coca-Cola ao fundo e ao lado de uma imagem de Che Guevara.
(C) aceno feito pelo papa para a população católica da ilha.
(D) fato de Raúl Castro ser o presidente do país e o motorista do papa.
(E) fato de o carro ser velho, comprovando o atraso econômico e social da ilha.

Leia o texto abaixo e responda ao item 12.


TEXTO XI

“O período que se estende entre o final da II Guerra Mundial e os nossos dias presenciou um
dos fenômenos político-sociais mais importantes da História Contemporânea: a liquidação dos
impérios coloniais inglês, francês, holandês, belga e português, constituídos ao longo do séc. XIX.
Emergiram, assim, após uma fase mais ou menos prolongada de dominação europeia, os novos
países da Ásia e da África, que passaram a integrar a comunidade internacional das nações
independentes.”
(LINHARES, M. YEDDA – A luta contra a metrópole. São Paulo: Brasiliense, 1996. p. 7.)

12. O texto acima faz referência ao/à

( A ) Conferência da Bandung.

( B ) Final da II Guerra Mundial.

( C ) Decadência das nações européias.

( D ) Processo de descolonização da África e da Ásia.

( E ) Surgimento de novas nações na África.

- TABELA DE RESPOSTAS –
SÓ SERÃO CONSIDERADAS AS OPÇÕES ASSINALADAS NESTA TABELA
ITENS
OPÇÕES
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
X X
A
X X X
B
X X
C
X X
D
X X X
E

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 11 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

2ª QUESTÃO (06 escores)

CORRESPONDÊNCIA

EXISTEM A SEGUIR VÁRIOS CONCEITOS EM COLUNAS. COLOQUE NOS PARÊNTESES DA


COLUNA DA DIREITA O NÚMERO QUE JULGAR CORRESPONDER AO CONCEITO DA COLUNA DA
ESQUERDA. CASO NÃO HAJA CORRESPONDÊNCIA, DÊ UM TRAÇO. LEVE EM CONTA QUE PODERÁ
HAVER REPETIÇÃO DE NÚMEROS.

13. Após 1945, o Brasil viveu um período de intensa mobilização de grupos políticos em torno de
diferentes tendências que propunham fórmulas para o crescimento brasileiro.Relacione as tendências
políticas, indicadas na primeira coluna, com as suas respectivas fórmulas para o crescimento
econômico, contempladas na segunda coluna.

TENDÊNCIAS POLÍTICAS FÓRMULA PARA O CRESCIMENTO ECONÔMICO

1. Liberalismo. ( 1 ) Defende a livre entrada do capital estrangeiro na


economia nacional.

2. Nacional-desenvolvimentismo. ( 3 ) Defende o total controle estatal sobre a economia


brasileira.

3. Nacionalismo Radical. ( 3 ) É contrário à colaboração econômica brasileira a


países capitalistas.

( 2 ) É favorável à entrada do capital estrangeiro no país,


mas sob controle estatal.

( 2 ) Preconiza a intervenção estatal nos setores


estratégicos da economia.

(-) Prevê abertura total do mercado brasileiro e o


desrespeito às ações propostas pela Organização
Mundial do Comércio.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 12 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

3ª QUESTÃO (05 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “V” NO RETÂNGULO À ESQUERDA, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO


VERDADEIRO.COLOQUE UM “F”, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

14. A América Latina, durante a segunda metade do século XX, viveu um período marcado por graves
instabilidades políticas e econômicas. A formação da Organização dos Estados Americanos, longe de
propiciar a união dos países de cultura latina, na verdade representou um mais nítido domínio dos
Estados Unidos sobre os demais países do continente. Sobre a economia e a política da América
Latina, durante aquele período, julgue as assertativas abaixo:

V F Em pelo menos três países, Brasil, Argentina e México, havia uma base industrial
significativa. Com o tempo passariam a ser qualificados como Novos Países
Industrializados, cuja sigla em inglês, NYCs, indicava especificamente, países do
chamado Terceiro Mundo, totalmente independentes na base econômica.

V F No Chile, persistia a característica mais comum à América Latina: o país era exportador
de produtos primários e importador de manufaturados. No entanto, o fato de seu
principal produto de exportação ser mineral (o cobre) fazia com que houvesse uma base
operária muito importante no país. Por aí cresceram os partidos de esquerda.

V F A classe operária centro-americana era a mais ativa do continente. Foi por esse motivo
que a Revolução Cubana logrou êxito em 1959. Foi também naquela ilha que teve início a
primeira e, até agora única, experiência socialista na América. Foi uma revolução
operária, tal como ocorrera no início do século XX, na Rússia.

V F Um lugar comum na política da região foi a constância da tomada do poder pelos


militares. Quase todos os países da América do Sul viveram tal experiência. As forças
armadas, altamente influenciadas pelo governo norte-americano, representavam o último
recurso das elites locais para a manutenção de seus poderes e privilégios.

V F Era de tal maneira consistente o domínio político e ideológico dos Estados Unidos na
região que em nenhum país a esquerda chegou a representar uma real opção de poder.
Quando muito havia um setor da burguesia que se destacava por posturas nacionalistas.
Foi o caso de Velasco Alvarado no Peru, durante os anos 60.

4ª QUESTÃO (19 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

15. Leia o texto a seguir e responda aos subitens a), b) e c):

TEXTO XII
“A eclosão da guerra entre os blocos era improvável, mas a paz era impossível, sintetizava o
cientista político francês Raymond Aron. A paz era impossível porque não havia maneira de conciliar
os interesses em disputas. Um sistema só poderia sobreviver à custa da destruição total do outro. E a
guerra era improvável porque os dois blocos tinham acumulado tamanho poder de destruição que, se
acontecesse um conflito generalizado, seria, com certeza, o último. [...] Nem paz nem guerra, e sim
um equilíbrio de forças entre os blocos, baseado no poder de mútua destruição. Desaparecia a política
como interlocução. [...] É precisamente isso que aconteceu: a arma da lógica foi substituída pela
lógica das armas. [...]”
ARBEX JUNIOR, José : O Estado terrorista. São Paulo: Moderna, 2005, p. 10. Fragmento.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 13 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

a) Identifique o contexto histórico mencionado no texto. (01 escore)

O texto faz referência à Guerra Fria√______________________________________ __

b) Identifique os blocos aos quais o texto se refere e os seus respectivos líderes. (02 escores)

O texto menciona o Bloco Socialista, liderado pela URSS, √ e o Bloco Capitalista,


liderado pelos EUA.√______________ ________ ___________________

c) Interprete a frase a seguir: (04 escores)

“Nem paz nem guerra, e sim um equilíbrio de forças entre os blocos, baseado no poder de mútua
destruição .”

Os interesses inconciliáveis entre os blocos, ancorados em modelos diferentes, o


capitalismo e o socialismo, provocaram disputas, em diferentes frentes, √ pela hegemonia
mundial, dentre elas a disputa bélica. √ A URSS e os EUA deram início à intensa produção
de armas, sobretudo nucleares como forma de atemorizar um ao outro. √Mas o poder de
destruição era tamanho que desencorajava o ataque inimigo. Essa situação costuma ser
definida como “equilíbrio do terror”. √______________________________________ ___

16. Observe a figura e o depoimento abaixo e responda os subitens a), b) e c)

(Condecoração de Che Guevara pelo presidente Jânio Quadros. Brasília, 19 de agosto de 1961.
Disponível em:<http://www.fgv.br>. Acesso em: 02 jun. 2016.)

Depoimento do prefeito de Brasília, Paulo de Tarso, sobre um acontecimento político em 1961.

TEXTO XIII
A condecoração foi [...] um ato artificial porque não era uma adesão política de Jânio Quadros
ao Guevara. O governo todo, aliás, ficou horrorizado com ela. Ninguém queria dar o almoço
protocolar, nem os ministros, nem o próprio Palácio do Planalto. [...] A cerimônia de condecoração,
imagina, ocorreu às 6 horas da manhã. Depois, o Guevara foi deixado às moscas. Após o almoço, eu
sobrevoei Brasília, de helicóptero, com ele. [...] Quando nós aterrissamos, de volta, no aeroporto, não
havia nos esperando um único ministro de Estado, uma única figura oficial, sequer havia um único
soldado.
Depoimento de Paulo de Tarso, prefeito de Brasilia em 1961, In: SANTOS, P. T. 1964 e outros anos. São Paulo: Cortez, 1984. p. 34-35.
Fragmento
Entre os anos de 1946 e 1964, a política externa brasileira passou por diferentes configurações,
sobretudo nas relações com as superpotências em tempos de Guerra Fria.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 14 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

a) Descreva a política externa adotada por Jânio Quadros. (02 escore)

Jânio Quadros adotou uma Política Externa Independente (PEI), que declarava a
intenção de não alinhamento do Brasil diretamente com nenhum país ou tendência no
Contexto da Guerra Fria. √Além disso, essa política previa a aproximação com o Bloco
Socialista. √__________________________________________________________ __

b) Relacione essa política externa com a condecoração de Che Guevara pelo governo brasileiro.
(01 escore)
A condecoração de Che Guevara, um representante do governo socialista de Cuba, faz
parte da proposta de aproximação com os países do Bloco Socialista. √______________

c) Na opinião do prefeito, a condecoração de Che Guevara desagradou inúmeras autoridades no país.


Apresente argumentos para justificar esse desagrado. (02 escores)

A PEI dividiu o cenário político nacional. Para muitas autoridades e políticos brasileiros, a
aproximação com o Bloco Socialista era inadmissível, √ além dos limites aceitos no
contexto de um mundo bipolar, sobretudo devido à influência dos EUA no Brasil. √___ __

17. Leia o trecho a seguir e responda aos subitens a) e b)

TEXTO XIV

Mammy, hoje é dia das mães e eu desejo-lhe milhões de felicidades e tudo mais que a senhora
sabe. [...] resolvi lhe oferecer um presente bem bacaninha e fui ver nas vitrines e li as revistas.
Pensei em dar à Sra o radiofono Hi-fi de som estereofônico e caixa acústica de dois alto-falantes [...]
[...] estive quase te escolhendo o grill atemático de seis velocidades. [...] Fiquei na dúvida e
depois tem o refrigerador de dezessete pés cúbicos integralmente ulitizáveis [...] esse eu vi que não
cabe lá em casa.
Virei-me para a máquina de lavar roupa sistema de tambor rotativo, mas a Sra. Podia ficar
ofendida de eu querer acabar com a sua roupa lavada no tanque. [...] Quase entrei na loja para
comprar o aparelho de ar-condicionado de 3 capacidades [...]
[...] tinha um liquidificador de três velocidades, sempre quis que a Sra. não tomasse trabalho de
espremer laranja, a máquina de tricô faz quinhentos pontos, a Sra. sozinha faz muito mais. Um
secador de cabelo para Mammy! Gritei. [...] Acabei achando tudo meio chato, tanta coisa para uma
garotinha só comprar e uma pessoa só usar, mesmo sendo a Mãe [...]. E depois, Mammy, eu não
tenho nem vinte cruzeiros, eu pensava que na véspera deste dia a gente recebesse não sei como uma
carteira cheia de notas [...], não recebi nada e te ofereço este beijo bem beijado e carinhoso da tua
filhinha, Isabel.
(ANDRADE, Carlos Drummond de. Cadeira de balanço. Rio de Janeiro: José Olympio. 1966, p. 143-145. Fragmento.)

O texto literário enfatiza detalhes sobre a realidade social e econômica brasileira durante o governo
JK.

a)Descreva a política econômica adotada durante o governo JK, conhecida como desenvolvimentismo.
(03 escores)
Para desenvolver a industrialização brasileira, JK estimula a entrada do capital
estrangeiro no Brasil, √ sobretudo as indústrias de bens de consumo duráveis. √ O
Brasil, durante o governo de JK, passou por um rápido processo de industrialização e
modernização, expresso no lema “50 anos em 5”. √_____________________ __

b) Apresente argumentos do texto que exemplificam a política econômica desenvolvida no governo


JK. (01 escore)

A garotinha Isabel, ao percorrer as vitrines de lojas, encontra uma variedade de bens de


consumo duráveis, em especial, eletrodomésticos, tais como refrigerador, secador de cabelo,
liquidificador, rádio, máquina de lavar,entre outros. √_______________________________

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE2/2016 – HISTÓRIA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 15 Visto:

GABARITO Assinado por:


Prof. Americo

18. Analise a charge produzida por Szego Gizi, em 1960, e responda aos subitens a), b) e c).

(GIZI, Szego. Limpeza intensa outono (Descolonização). Coleção particular. The Bridgeman Art Librar, 1960.)
Disponível em: http://www.bridgemanart.com/asset/157421/Gizi-Szego-20th-century>. Acesso em: 18 jun. 2016.

a) Descreva a cena representada na charge de Szego Gizi. (01 escore)

A cena apresenta um africano varrendo para fora de seu continente europeus


colonialistas. √__________________________________________________________

b) Levando-se em conta o ano de produção da charge, a qual processo histórico ela se refere?
(01 escore)

Às lutas dos africanos contra a dominação europeia, nomeadas pela historiografia de


processo de descolonização da África. √_______________________________________

c) Relacione esse processo histórico à Guerra Fria. (01 escore)

O processo de emancipação africana ocorreu em meio às disputas das superpotências.√_

FIM DA PROVA

SSAA / STE / CMCG 2016