Você está na página 1de 8

TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

ESCOLA: _____________________________________________ DATA: ____/ ____/ 20____

NOME: _________________________________________________ Nº ____ TURMA: _____

Grupo I – Compreensão do Oral

Vais visionar uma notícia sobre uma iniciativa a propósito do Dia Mundial da Poesia.
De seguida, responde aos itens que se seguem.

Aceda aqui ao link:


http://sicnoticias.sapo.pt/cultura/2017-03-21-Padaria-assinala-Dia-Mundial-da-Poesia-com-poemas-
impressos-em-sacos-de-pao

1. Para cada item (1.1. a 1.4.), seleciona a opção que completa a frase, de acordo com o
sentido do texto.

1.1. A iniciativa divulgada nesta notícia é


(A) a venda de pão ao som da declamação de poemas.
(B) a venda de pão em sacos de papel com poemas impressos.
(C) a venda de poemas e a oferta de um pão.

1.2. Os poemas selecionados são, principalmente,

(A) de autores clássicos.


(B) de Padre António Vieira e Camões.
(C) de Florbela Espanca e Cecília Meireles.

1.3. Durante a notícia percebe-se que alguns clientes desta padaria,

(A) repararam que estão a ser servidos poemas juntamente com o café.
(B) sabem que se está a comemorar o dia da Poesia.
(C) não se aperceberam da iniciativa feita.

1.4. Este dia da poesia, neste local, termina

(A) com a declamação de poemas feita por uma atriz.


(B) com a venda de livros de poesia.
(C) com a declamação de poemas pelos clientes.

©Edições ASA | 2018 Página 1


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

Grupo II – Leitura
Lê o texto.

DIA MUNDIAL DA POESIA


21 de março 2018

Sonhos
Agarre-se aos sonhos
Pois se eles morrerem
A vida será como um pássaro de asas quebradas
5 Incapaz de voar.
Agarre-se aos sonhos
Pois se os sonhos partirem
A vida será como um campo estéril
Sob a neve gelada.
10 Langston Hughes

Langston Hughes colocou a sua arte ao serviço da luta contra as discriminações de que
a comunidade afro-americana era vítima. A sua poesia é assim inseparável do seu
compromisso com os direitos cívicos e permanece uma fonte de inspiração para todos os
defensores das liberdades fundamentais no mundo inteiro.
15 A poesia é também essa arte única que nos torna sensíveis à extraordinária diversidade
humana, diversidade das línguas e das culturas. É um local de encontro entre o indivíduo e o
mundo. É uma iniciação à diferença, ao diálogo, à paz. É um testemunho da universalidade
da condição humana, para lá dos ilimitados meios que servem para a descrever.
Todos os anos, desde 1999, a UNESCO celebra, a 21 de março, o Dia Mundial da Poesia.
20 É uma oportunidade para celebrar a riqueza do património cultural e linguístico mundial. É
também uma ocasião para chamar a atenção para formas poéticas tradicionais em perigo de
extinção, como acontece com as numerosas línguas raras e minoritárias. Para manter vivas
estas tradições, a UNESCO inscreveu um grande número de formas poéticas na Lista
Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade.
25 A poesia não se limita ao aspeto artístico, é também uma ferramenta de educação
formal e informal. Neste sentido, as artes e práticas culturais constituem um verdadeiro
apoio para a aprendizagem ao longo da vida. Assim, a UNESCO encoraja e apoia a educação
artística uma vez que reforça o desenvolvimento intelectual, emocional e psicológico,
formando gerações mais realizadas e capazes de reinventar o mundo.
30 Este dia é ainda uma ocasião para homenagear todos os atores que dão vida a esta arte
maior: os poetas claro, mas também os tradutores, os editores, os organizadores de
encontros e de festivais de poesia. A UNESCO encoraja os seus Estados Membros a
apoiarem todas as pessoas que se esforçam diariamente para que a poesia continue a
enriquecer as nossas vidas.

©Edições ASA | 2018 Página 2


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

35 Por último, dado que a poesia é um ato de criação e de partilha, a UNESCO convida
todas as pessoas, neste dia mundial, a criar, inventar, partilhar, abrir-se a outras línguas e
maneiras de exprimir o mundo, a desfrutar de tudo o que é singular na nossa diversidade.
Porque cultivar a arte e cultivar o espírito é também cultivar a paz.

Audrey Azoulay, diretora geral da UNESCO. Mensagem por ocasião do Dia Mundial da Poesia.
Disponível em http://www.cvunesco.org/index.php/noticias/268-dia-mundial-da-poesia
[texto com supressões].

1. Langston Hughes serviu-se da sua poesia para

(A) falar sobre o poder das palavras.


(B) lutar contra a discriminação racial nos EUA.
(C) lutar contra a discriminação racial no mundo.
(D) denunciar a injustiça social no mundo.

2. De acordo com Audrey Azoulay, a poesia

(A) serve para unir o homem ao mundo, alertando para a diversidade que nele existe.
(B) tem uma função apenas estética, de embelezamento do mundo.
(C) promove as diferenças humanas, linguísticas e culturais.
(D) é algo fácil de descrever.

3. Com a comemoração do Dia Mundial da Poesia, a UNESCO pretende, entre outros aspetos

(A) dar a conhecer a Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da


Humanidade.
(B) homenagear todos os que contribuem para esta arte: poetas, editores, entre outros.
(C) mostrar que a poesia tem só um aspeto artístico.
(D) dar a todos a oportunidade de conhecer a poesia de Langston Hughes.

4. A frase “Porque cultivar a arte e cultivar o espírito é também cultivar a paz.” (linha 38)
significa que

(A) as manifestações artísticas comemoram-se no dia 21 de março.


(B) as manifestações artísticas servem para nos dar paz de espírito.
(C) as manifestações artísticas só podem ser feitas através da poesia.
(D) as manifestações artísticas abrem a nossa mente e promovem a harmonia entre
todos.

©Edições ASA | 2018 Página 3


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

Grupo III – Educação Literária

Lê o texto e as notas.

Aquela triste e leda1 madrugada,


cheia toda de mágoa e de piedade,
enquanto houver no mundo saudade,
quero que seja sempre celebrada.

5 Ela só, quando amena e marchetada2


saía, dando ao mundo claridade,
viu apartar-se d’ũa outra vontade3,
que nunca poderá ver-se apartada.

Ela só viu as lágrimas em fio,


10 que d’ uns e d’ outros olhos derivadas,
s’ acrescentaram em grande e largo rio.

Ela ouviu as palavras magoadas


que puderam tornar o fogo frio,
e dar descanso às almas condenadas.

Luís de Camões, Rimas, Coimbra, Almedina, 1994, p. 157.

Notas:
1 alegre.; 2 que representa várias cores.; 3 viu a separação dos dois apaixonados.

1. Explica o valor da antítese presente no primeiro verso, ao serviço da caracterização da


Natureza.

2. Atenta na primeira quadra e explica o desejo do sujeito poético.

3. Com base na segunda quadra e nos dois tercetos, caracteriza o estado de espírito do sujeito
poético e da sua amada.

4. A Natureza, nos poemas, pode ter a função de confidente ou de testemunha.

4.1. Explicita a função da Natureza neste poema? Comprova com exemplos textuais.

©Edições ASA | 2018 Página 4


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

Grupo IV – Gramática

1. Associa a palavra sublinhada nas frases da coluna A à classe e à subclasse que lhe
correspondem na coluna B.

Coluna A Coluna B
a) Aquela triste madrugada surgiu. (1) Pronome demonstrativo
b) Certos poetas escrevem sobre a saudade. (2) Pronome indefinido
c) O poeta que escreveu o poema é Luís de (3) Pronome relativo
Camões. (4) Determinante demonstrativo
d) Ninguém compreende o poeta. (5) Determinante indefinido
e) A natureza tem duas características. (6) Quantificador numeral

2. Completa cada uma das frases seguintes com as formas adequadas dos verbos
apresentados entre parênteses, flexionando os verbos nos tempos indicados.

a) Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo

A dor do poeta não _________ (influenciar) a Natureza.

b) Pretérito perfeito do indicativo

A Natureza ____________ (presenciar) a separação dos dois apaixonados.

3. Para responderes a cada item (3.1. e 3.2.), seleciona a opção que completa cada
afirmação:
3.1. Identifica a única opção onde não está presente uma oração subordinada adjetiva
relativa.

(A) A Natureza que presencia esta separação surge cheia de cor.


(B) O sujeito poético quer que a madrugada seja recordada.
(C) A tristeza, que é um dos tópicos deste soneto, surge noutras composições de
Camões.
(D) A antítese que inicia o soneto serve para caracterizar a natureza.

3.2. Identifica a frase cujo constituinte sublinhado desempenha a função de


complemento indireto

(A) O sujeito poético conta-nos as suas angústias.


(B) A natureza ouviu as palavras magoadas.
(C) O poeta recorre a vários recursos expressivos.
(D) A natureza viu a separação dos dois apaixonados

4. Reescreve a frase seguinte na passiva.


Camões utilizou vários recursos expressivos nos seus poemas.

©Edições ASA | 2018 Página 5


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

Grupo V – Escrita

Escreve um texto biográfico, com um mínimo de 150 e um máximo de 200 palavras, onde
apresentes Luís de Camões, autor do poema “Aquela triste e leda madrugada”. Para isso,
consulta as notas que se segues.

Notas: Luís de Camões:

 Nascimento: 1524 (+/-), em Coimbra ou em Lisboa.


 Filiação: Simão Vaz de Camões e Ana de Sá e Macedo.
 Ingressou no Exército da Coroa de Portugal.
 1547: embarcou como soldado para a África.
 1552: frequenta serões da nobreza e noitadas populares, em Lisboa.
 1553: partiu para a Índia, participou em várias expedições militares; escreveu Os Lusíadas.
 1570: regressou a Lisboa.
 1572: publicou Os Lusíadas com a ajuda do rei D. Sebastião.
 Autor de poemas: sonetos e redondilhas.
 Temas dos seus poemas: amor, saudade, desconserto do mundo.
 Morte: 10 de junho de 1580, em Lisboa, em absoluta pobreza.

Cotações

Item
Grupo
Cotação (em pontos)
1. 2. 3. 4.
I
3 3 3 3 12
II 1. 2. 3. 4.
3 3 3 3 12
III 1. 2. 3. 4.1.
7 6 6 7 26
IV 1. 2. 3.1. 3.2. 4.
5 4 3 3 5 20
V
Item único
30
Total 100

©Edições ASA | 2018 Página 6


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

PROPOSTA DE CORREÇÃO/COTAÇÃO

Grupo I

Pontuação
1.1. (B) 3
1.2. (A) 3
1.3. (C) 3
1.4 (A) 3
Total parcial 12 pontos

Grupo II

Pontuação
1.1. (B) 3
1.2. (A) 3
1.3. (B) 3
1.4 (D) 3
Total parcial 12 pontos

Grupo IV

1. (a) – (4); (b) – (5); (c) – (3); (d) – (2); (e) – (6) 5
2.1. a) tinha influenciado
4
b) presenciou
3.1. (B) 3
3.2 (A) 3
4. Vários recursos expressivos foram utilizados por Camões nos seus poemas. 5

Total parcial 20 pontos

©Edições ASA | 2018 Página 7


TESTE DE AVALIAÇÃO MAIO – 8º ANO

Grupo V

Relativamente aos tópicos apresentados, o aluno deverá ter em atenção os seguintes aspetos:
 Instrução quanto ao género biografia:
– contém informações relativas a datas, lugares, factos e dados relevantes do biografado;
– é escrito na terceira pessoa;
– segue a ordem cronológica dos factos: data de nascimento e assim sucessivamente.
 Respeito integral pelo tema proposto:
– apresentação sucessiva de acontecimentos coerentes;
– texto bem estruturado, que evidencia uma correta marcação de parágrafos e um claro domínio dos
mecanismos de coesão.
 Pontuação correta.
 Estruturas sintáticas diversificadas e complexas.
 Vocabulário diversificado e adequado ao tema tratado.

Total parcial 30 pontos

TOTAL 100 pontos

©Edições ASA | 2018 Página 8