Você está na página 1de 2

CASOS PARA ELABORAÇÃO DA PETIÇÃO INICIAL

CONFORME SORTEIO REALIZADO EM SALA DE AULA:

CASO 01: Mônica Bernadete Souza e Silva e Alfredo José Silva foram casados por
8 anos, período no qual nasceram os dois filhos do casal. Ana de 2 anos e Juca de 5
anos. Durante o casamento o casal adquiriu uma casa no valor de R$ 150.000,00,
dois carros (um Celta no valor de R$ 20.000,00 e um Gol no valor de R$ 24.000,00),
um terreno no valor de R$40.000,00, 35% do capital social da empresa Doces Moles
no valor de R$ 18.000,00 e um saldo na poupança no valor de R$59.000,00. O casal
estará separado de fato há 1 ano e 2 meses, Mônica quer o divórcio, porém Alfredo
não aceita as condições impostas por Mônica. Mônica quer ficar com a casa, o carro
Celta e o saldo da poupança, alegando que esse saldo será usado para pagamento
das despesas com as crianças. Mônica é fisioterapeuta e tem uma renda mensal de
R$ 4.500,00; Alfredo é funcionário público estadual e recebe R$ 8.200,00 por mês.
As despesas mensais das duas crianças é no total de R$ 3.000,00. Mônica quer
30% da renda de Alfredo a título de pensão alimentícia. Mônica quer retirar o
sobrenome de casada. Elabore a petição inicial que atenda às necessidades de
Mônica.

CASO 02: Juanice Maria Matos e Beto Trindade viveram juntos uma união amorosa
que durou 6 anos e meio. Desse relacionamento nasceu Marquinhos, atualmente
com 4 anos. Durante o relacionamento o casal apenas adquiriu um carro (Corsa no
valor de R$ 30.000,00), pois o casal residiu na casa de propriedade da mãe de
Juanice enquanto durou o relacionamento afetivo. O relacionamento acabou porque
Juanice alegava que Beto era violento e por isso Juanice foi tentar uma vida melhor
na Espanha, tendo deixado Marquinhos com sua mãe há quase dois anos. Beto
quer a regularização dessa situação. Beto quer ficar com o carro para ele, pois alega
que Juanice abandonou o lar; Beto concorda que Marquinhos fique com sua avó
Clotilde, porém quer ver regulamentado seu direito de visitas; Beto também quer
pagar a pensão para Marquinhos no valor de R$ 500,00, pois Beto é mecânico e
ganha R$ 2.000,00 por mês; Beto também quer que o Juiz determine que Juanice
pague pensão para Marquinhos no valor de R$ 500,00, porém não sabe o que
Juanice faz na Espanha (qual o seu trabalho). Elabore a petição inicial que atenda
às necessidade de Beto.

CASO 03: Maria Adelaide Couves, brasileira, solteira, manicure, manteve um


relacionamento afetivo com Joaquim das Alfaces, brasileiro, empresário, divorciado,
durante 1 ano e 5 meses, porém cada qual mantinha sua vida particular individual,
com casas e finanças separadas. O casal não tinha planos de casar e para os
amigos se apresentavam apenas como amigos, pois Maria Adelaide queria um
tempo para decidir sua vida afetiva. Entretanto, Maria Adelaide engravidou de
Joaquim e ao contar para o mesmo sua gravidez este desapareceu. Após o
nascimento de Joaquim Júnior, o pai Joaquim foi pressionado por Maria Adelaide
para que o mesmo efetuasse o reconhecimento do menor, o que de fato ocorreu
quando a criança tinha 03 meses. Joaquim passou a ajudar Maria Adelaide de forma
espontânea com R$ 700,00 (setecentos reais) por mês para as despesas do menor,
o que perdurou até o menor completar 1 ano, após esse período Joaquim parou de
ajudar Maria Adelaide alegando não ser o pai de Júnior. Júnior tem agora 2 anos e 4
meses e sua mãe Maria Adelaide quer cobrar os meses que Joaquim não pagou a
pensão, bem como quer que seja “fixado pelo Juiz” o valor que Joaquim deverá
pagar a Junior a título de pensão. Maria Adelaide ganha como manicure o valor de
R$ 1.500,00 ao mês. Joaquim tem uma renda média no valor de R$ 8.000,00 ao
mês como empresário e os gastos com Júnior perfazem o total de R$ 1.000,00 ao
mês. Elabore a petição inicial que atenda aos interesses de Maria Adelaide.

CASO 04: Vaninha Coelho e Matt Durão se casaram em 25/05/2011 em uma


cerimônia linda e romântica, com vários parentes e amigos depois de um breve
namoro e noivado de apenas 6 meses. Ocorre que Vaninha começou a desconfiar
que seu marido possuía alguns problemas com a justiça quando em 24/12/2011 seu
marido foi procurado em sua residência por oficiais de justiça. Questionado sobre a
presença dos oficiais de justiça, Matt alegou que era engano, mas providenciou
rapidamente a mudança do casal para uma cidade menor, fazendo Vaninha perder
seu emprego de 8 anos como assistente em uma empresa de consultoria. Após
alguns meses, já em 05/03/2012, novamente oficiais de justiça procuraram Matt na
nova residência do casal. Curiosa e preocupada Vaninha começou uma investigação
e descobriu que seu marido havia falsificado seus documentos, pois respondia por
dois processos criminais por homicídio e formação de quadrilha e já havia sido
condenado em mais três processos, uma condenação por latrocínio, outra por
sequestro e outra por tráfico de drogas, sendo que seu nome verdadeiro era
Francisfilho Renascido Oriundo Roça. Vaninha ficou transtornada, pois se sentiu
enganada, traída e humilhada e se mudou para a casa de sua mãe. Vaninha quer
ver seu casamento desfeito, pois foi brutalmente enganada por Matt, com a
condenação do mesmo em danos morais, bem como quer ficar com a casa que foi
adquirida em conjunto pelo casal e pensão alimentícia para ela, pois ela perdeu o
emprego para acompanhar o marido. Vaninha também quer voltar a usar apenas o
sobrenome de casada. O casal não tem filhos. Elabore a petição inicial que atenda
aos anseios de Vaninha.

CASO 05: José Anaconda, brasileiro, casado, mecânico, manteve com sua
secretária Antonieta Cruzes, brasileira, solteira, um relacionamento extraconjugal
que durou dois meses, porém José ficou arrependido e rapidamente deu um fim no
relacionamento. Ocorre que após alguns meses, Antonieta informou a José que
estava grávida e que o período da concepção coincidia com o período no qual
estiveram juntos. José inicialmente não aceitou alegando que não era o pai da
criança, porém, quando a criança nasceu ficou completamente apaixonado e
registrou a criança, após várias investidas de Antonieta nesse sentido, alegando que
ele era o pai, assim a criança passou a se chamar Ana Anaconda Cruzes. Antonieta
começou uma verdadeira cruzada para negociar uma pensão com José Anaconda,
mas o mesmo começou a negar a paternidade, alegando, inclusive que somente
registrou a criança porque Antonieta fez pressão psicológica. Uma das outras
alegações é de que a criança não tem seus traços, mas sim do João Pezão que
também trabalha na oficina de José. Dessa forma, José procurou você para resolver
essa pendência. Elabore a petição inicial que atenda aos interesses de José
Anaconda.