Você está na página 1de 2

14/02/2013

Quem é o homem?
“mas que coisa é o homem,
Que há sob o nome: Como se faz o homem?
Uma geografia? Apenas deitar,

A multideterminãção do Um ser metafísico?


uma fábula sem signo que a
Copular, à espera
De que do abdômen
Brote a flor de outro homem?
homem
desmonte?
Como pode o homem Como se fazer
Sentir-se a si mesmo, A si mesmo, antes
Quando o mundo some? De fazer o homem?
Como vai o homem Fabricar o pai
Professora Ms. Cláudia Cibele Bitdinger Junto de outro homem, E o pai e outro pai
Sem perder o nome? E um pai mais remoto
Cobalchini E não perde o nome Que o primeiro homem?
E o sal que ele come (...)
Nada lhe acrescenta
Nem lhe subtrai Carlos Drummond de Andrade
Da doação do pai?

A multideterminação do humano • Desenvolvimento ontogenético:


Práticas sociais, hábitos, comportamentos,
• Desenvolvimento filogenético: tecnologia. Evolução social: mudanças.

Evolução das espécies, capacidade de adaptação e Enfim,


modificação neurofisiológica.

O que a natureza nos provém basta para sermos


humanos e vivermos em sociedade? O homem é um ser sócio-histórico.
O homem aprende a ser homem.
O que nos distingue de outros animais?

A única aptidão inata no homem é a


• Não somente reproduzimos instrumentos
aptidão para a formação de outras e hábitos cristalizados, nós os criamos. Em
aptidões cada um deles está o resultado da ação
• Além de herança biológica, somo produto humana historicamente elaborada.
de herança cultural. • Para tanto, necessitamos da transmissão
• Fazemo-nos homens pela apropriação de social desses saberes. Não recriamos a
objetos (natureza), desenvolvimento de partir do nada, mas da apropriação da
instrumentos (tecnologia)...
cultura de determinado grupo social.
• Portanto, somos produtores do mundo da
ciência, da arte, dos conceitos e das • Por isso sermos considerados seres
idéias. históricos e sociais.

1
14/02/2013

O que caracteriza o humano? O homem cria e utiliza a linguagem

• Somos os únicos seres que criam signos. • Evolução neurofisiológica: postura, dedo
Estes possibilitados pelo trabalho e uso de opositor, linguagem, diferenciação
instrumentos. cerebral, convívio em grupo.
• “o mais inábil trabalhador humano difere
do mais ‘habilidoso’ animal, pois, antes de O homem compreende o mundo ao seu
iniciar seu trabalho, já o planejou em sua redor: é pelo instrumento de trabalho que
cabeça” se cria a consciência e as condições para o
• Ex. experimento macaco bombeiro surgimento da linguagem.

As propriedades que nos tornam


• O que nos separa dos outros animais é a
consciência: a condição de compreensão particulares, que nos transportam
do mundo que nos cerca e de nós da condição animal à humana:
mesmos. • Suporte biológico específico;
• O trabalho e os instrumentos;
A consciência é a reflexão do mundo • A linguagem;
objetivo na forma de construção subjetiva. • As relações sociais;
• E uma subjetividade, caracterizada pela
consciência e identidade, pelos
O homem lê o seu redor através de vários sentimentos e emoções.
saberes, inclusive das emoções e os
Portanto, somos seres multideterminados!
sentimentos e do inconsciente.