Você está na página 1de 5

IMPOSTO SOBRE A TRIBUTAÇÃO DO PATRIMÓNIO

I.P.U. - Imposto Predial Urbano;


Imposto de Sisa - Imposto S/ a Transmissão Onorosa: Ex.
imóveis/terrenos;
Imposto Sobre Sucessões/Doações: Transmissão gratuita dos
imóveis, terrenos e outros bens. Ex. (Dinheiro, Jóias, etc.)

INTRODUÇÃO

I.P.U - É um Imposto que data de 1970, através do Diploma


Legislativo n.º 4044. No âmbito da Reforma Tributária em Angola,
surge a Lei de alteração ao Código de Imposto Predial Urbano,
através da Lei (n.º 18/11 de 21 de Abril).

Imposto Predial Urbano (IPU) – É um imposto periódico e tem duas


vertentes:

1ª.) - Renda (o arrendatário/obrigado a fazer a retenção na fonte da


importância correspondente ao imposto pago no momento da renda
e entregar ao Estado até ao dia 30 do mês seguinte ao da retenção na
fonte).

- Património (não arrendado - Paga a 1.ª Prestação em Janeiro


ou (pode pagar na totalidade), a 2.ª Prestação paga em Julho).

Para os proprietários e beneficiários dos imóveis, é obrigatório que


se faça o pagamento da 1.ª prestação em Janeiro, a fim de evitar o
pagamento de multas e juros.

Elaborado P/JA/15.06.2017
2.ª.) Novas Taxas de IPU

- Renda (25% sobre 60% (efectivamente a taxa ou 15% sobre a


totalidade da renda).

- Património (0.5% sobre a matéria colectável, proveniente do valor


patrimonial).

I.P.U – Imposto pago pelos proprietários e (beneficiários) dos


imóveis. Este imposto destina-se a taxar os imóveis urbanos que
pode ser: uma casa, ou terreno que se destinam a habitação ou
outros fins.

Aspectos em consideração: A localização, o estado do imóvel, a


conservação, e o acesso a serviços básicos (água, luz, saneamento
básico).

PRÉDIOS URBANOS.: São todos os imóveis ou fracção, com carácter


de permanência – seis meses ou mais. Ex. casas, apartamentos,
moradias, lojas, escritórios, com objectivo de servir de moradia com
fins habitacionais ou outros fins.

PRÉDIOS RUSTICOS.: São terrenos que têm fins para agricultura,


silvicultura e pecuária. (Sobre estes não incide o IPU).

A casa com escritura, deve pagar o Imposto Predial Urbano.

(Escritura pública- é o ato jurídico que estabelece um contrato, é


lavrado em cartório de imóveis, a fim de transmitir a propriedade
desse bem).

PAGAMENTO DESTE IMPOSTO

Pode ser feito em (2) duas prestações:

1-ª Prestação - Janeiro

2.ª Prestação - Julho.

Elaborado P/JA/15.06.2017
INQUILINOS (Substitutos Tributários) COM CONTABILIDADE
ORGANIZADA.

Procedem a retenção na fonte da importância, correspondente ao


imposto pago no momento da renda e entrega ao Estado até ao dia
30 do mês seguinte ao da retenção na fonte).

O Estado estabeleceu um limite “taxa zero”, para os imóveis, cujo


valor de avaliação patrimonial, seja inferior a cinco (5) milhões de
Kuanzas, mas devem estar inscritos na matriz predial.

COMO É QUE É CALCULADO O VALOR DO IPU?

Existe um modelo especifico (formula específica), para determinar o


valor da propriedade.
1.º Avaliação do prédio urbano – achamos o valor patrimonial –
matéria colectável – taxa do I.P.U. á pagar – valor fiscal do imóvel =
(localização, * idade do imóvel *, m2 cobertos * serviços * valor
médio da terra por Província).

COMO CALCULAR O I.P.U.

FORMULA

(V.A) - Valor da Avaliação

(VC) - Valor da Compra

FAZ-SE A COMPARAÇÃO DESSES (2) VALORES O MAIS ALTO = VALOR


PATRIMONIAL

Ex.: D.E (Dedução do Excesso)= 5000.0000

VC = 7.000.000

MAT. COLECT. = 2000.000

Taxa (0,5%)
Elaborado P/JA/15.06.2017
I.P.U = 7000.000 – 5000.000 = 2000.000
2000.000 * (0,5%) =
Imposto á pagar.

O Estado

+perdoou a divida fiscal, em 2012, desde 2013, deve-se fazer o


pagamento do I.P.U.

O Estado estabeleceu taxa zero, para os imóveis, cujo valor de


avaliação seja inferior a cinco (5) milhões de Kuanzas, mas devem
estar inscritos na matriz predial.

VALOR PATRIMONIAL.: É o valor real ou valor base do imóvel que é


determinado no código do IPU, esta registado na matriz predial,
junto com a sua caracterização e localização.

MATRIZ PREDIAL.: É o bilhete de identidade das casas, terrenos,


registo efectuado pelos serviços de finanças, área do mesmo, valor
patrimonial, identidade dos proprietários.

ISENÇÕES

Estão isentos do pagamento do I.P.U. os seguintes organismos:

- O Estado;
- Autarquias Locais;
- Institutos Públicos;
- Entidades Consulares (reciprocidade);
- Entidades Religiosas (apenas local do culto);
- Sede dos Partidos Políticos;
- Sindicatos;
- Institutos de Providência Social;
- Tributação Especial do organismo de investimento colectivo (OIC’S)
no âmbito da CMC (Comissão de Mercado de Capitais).

Elaborado P/JA/15.06.2017
MODO DE ACTUAÇÃO DA CAMPANHA

Preenchimento da Modelo 5.

a) Quem souber o valor que paga o I.P.U. anualmente (Prédios já


Inscritos).

- Pagamento de pronto ou pagar a 1.ª prestação.

b) Inscrição dos prédios omissos na matriz,

Encaminhar para as RF’s ou Imprensa Nacional para adquirir e


preencher a fim de saber o seu valor patrimonial (Imposto).

Luanda/2017

Elaborado P/JA/15.06.2017