Você está na página 1de 1

Siga-nos: " # $

 FAÇA UMA NOVA PESQUISA

Vara da infância e juventude pode


julgar estupro de vulnerável se
previsto na lei estadual
Direito Processual Penal % Competência % Outros temas
sobre competência

Origem: STJ

Copiar Comentários

Copiar Ementa OLcial

Fazer Anotações

& Adicionar aos favoritos

Encontrou algum erro no conteúdo? Clique aqui para reportar o


erro.

Ementa OLcial
HABEAS CORPUS. ESTUPRO DE VULNERÁVEL.
COMPETÊNCIA. JUIZADO DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE
VERSUS VARA CRIMINAL. ARTIGO 148 DO ECA.
AMPLIAÇÃO POR LEI ESTADUAL. POSSIBILIDADE.
MANIFESTO CONSTRANGIMENTO ILEGAL NÃO
EVIDENCIADO.
1. Consoante o disposto no artigo 145 do Estatuto da
Criança e do Adolescente, os estados e o Distrito Federal
podem criar varas especializadas e exclusivas da infância
e da juventude.
2. A Lei n. 12.913/2008, do Estado do Rio Grande do Sul,
conferiu poderes ao Conselho da Magistratura,
excepcionalmente, de atribuir aos Juizados da Infância e
da Juventude, entre outras competências, a de processar
e julgar crimes de natureza sexuais em que ggurem como
vítimas crianças ou adolescentes, ressalvada a
competência do Juizado Especial Criminal, nos limites da
atribuição que a Constituição Federal confere aos
Tribunais (art. 96, I, "a").
3. Embora haja precedentes deste Superior Tribunal em
sentido contrário, em homenagem ao princípio da
segurança jurídica, e ressalvando meu posicionamento, é
de seguir-se o entendimento assentado nas duas Turmas
do Supremo Tribunal Federal, no sentido de ser possível
atribuir à Justiça da Infância e Juventude, entre outras
competências, a de processar e julgar crimes de natureza
sexuais praticados contra crianças e adolescentes.
4. Ordem não conhecida.
(HC 238.110/RS, Rel. Ministro ROGERIO SCHIETTI CRUZ,
SEXTA TURMA, julgado em 26/08/2014, DJe 19/11/2014)

Assine o plano Premium para ter acesso


aos comentários de todos os julgados.

Assinar o Plano PREMIUM

Encontrou algum erro no conteúdo? Clique aqui para reportar o


erro.

Como citar este texto

CAVALCANTE, Márcio André Lopes. Vara da infância


e juventude pode julgar estupro de vulnerável se
previsto na lei estadual. Buscador Dizer o Direito,
Manaus. Disponível em:
<https://www.buscadordizerodireito.com.br/jurisprud
encia/detalhes/a29d1598024f9e87beab4b98411d48
ce>. Acesso em: 05/11/2019

Categorias
DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ELEITORAL

DIREITO CIVIL

DIREITO DO CONSUMIDOR

DIREITO NOTARIAL E REGISTRAL

DIREITO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

DIREITO EMPRESARIAL

DIREITO AMBIENTAL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PENAL

DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL MILITAR

DIREITO TRIBUTÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO INTERNACIONAL

DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO


TRABALHO

SÚMULAS DO STF E STJ POR ASSUNTO

Já são milhares de usuários,


mas queremos você conosco.
O Buscador Dizer o Direito é uma ferramenta inovadora de
pesquisa de jurisprudência do STF e STJ que saem nos
informativos e são comentados pelo Dizer o Direito.

Comece já !

Blog Dizer o Direito


ConLra as últimas postagens no nosso blog.

Lei 13.894/2019: altera a Lei Maria da Penha


e o CPC para tratar, dentre outros assuntos,
sobre divórcio relacionado com violência
doméstica

Olá, amigos do Dizer o Direito,Nunca vi uma lei ser tão


alterada quanto à Lei nº 11.340/2006. Foi publicada
nesta semana passada mais uma mudança. Trata-se da
Lei nº 13.894/2019. Vamos...

Leia mais >

Não é cabível ação rescisória contra decisão


do Presidente do Tribunal proferida em
suspensão de liminar

Suspensão de liminarO pedido de suspensão é - um


instrumento processual (incidente processual)- por meio
do qual as pessoas jurídicas de direito público ou o
Ministério Público- requerem ao...

Leia mais >

INFORMATIVO Comentado 653 STJ

Olá amigos do Dizer o Direito,Já está disponível o


INFORMATIVO Comentado 653 STJ.Con!ra abaixo o
índice. Bons estudos.ÍNDICE DO INFORMATIVO 653 DO
STJDIREITO ELEITORALPARTIDOS POLÍTICOSO...

Leia mais >

Salve o Buscador Dizer o


Direito no seu celular ou
tablet.
No iPhone ou iPad:
1 - Abra nosso site no Safari
2 - Pressione o botão de Compartilhar
3 - Marque a opção 'Tela de Início'
4 - Degna um Nome e clique em Adicionar

No Android:
1 - Abra nosso site no Chrome
2 - Pressione o botão de Opções
3 - Escolha a alternativa Mais
4 - Pressione a opção 'Adic. Atalho à tela inicial'

2019 © Buscador Dizer o Direito

Sobre Planos F.A.Q. Blog Contato Termos do contrato