Você está na página 1de 9

TOMADA DE FORÇA

SEÇÃO 03
TOMADA DE FORÇA
Nesta seção, apenas daremos enfoque aos movimentos de saída

PESO: A caixa de transmissão do


motor pesa aproximadamente
246 kg

DISCO FLEXIVEL
Desmontagem

Para CR9060, 9080:


1. Desapertar os oito parafusos sem porca com arruelas
de apoio, (1).

Montagem
Para CR9060, 9080:
1. Aplicar Loctite 242 nos oito parafusos.
2. Apertar os parafusos com 97 Nm.

Importante: Ao remover a caixa de transmissão do motor, e ao desconectar o sensor de


rotação, verifique a quantidade de arruelas de limitadoras de profundidade de contato do
sensor, as mesmas deverão ser usadas quando da montagem.

CT – Curitiba Página 1
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03
DESMONTAGEM DA CAIXA DE TRANSMISSÃO

1. Apoiar a caixa de transmissão com a base de


fixação ao motor para baixo.
2. Desapertar o parafuso (2).
3. Use um extrator de três pernas para sacar a
polia.
Remova a chaveta do eixo

NOTA: É possível que haja alguma resistência e


se for necessário, esquente a 60 graus o corpo
da polia que apóia sobre o eixo.

4. Remover a segunda polia desapertando o


parafuso (2).
5. Use um extrator de três pernas para sacar a
polia.

Remova a chaveta do eixo.

6. Montar parafusos de extração (1) e aperte-os


até que a tampa (2) seja solta do seu encaixe..

NOTA: O retentor (3) provavelmente será


danificado ao deslizar sobre o eixo, portanto este
componente deverá ser considerado na
reposição .

NOTA: Cuidado ao remover o eixo da descarga e o principal, são componentes pesados.

7. Levante o eixo principal e remova-o da caixa

8. Faça o mesmo com o eixo da embreagem da


descarga.

CT – Curitiba Página 2
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03

9. Remover a placa de acoplamento (1) da caixa


de transmissão.

10. Remover a engrenagem

11. Vire a caixa de transmissão com o lado de


acoplamento ao motor para cima e remova os
parafusos (1).

O retentor poderá ser danificado ao remover a


tampa.

12. Remova o conjunto (1)

13. Voltar com a caixa para a posição anterior,


lado do motor para baixo.

CT – Curitiba Página 3
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03

14. Remova a chaveta, (1), do eixo da trilha.

15. Remova o retentor (2) com uma chave de


fendas.

16. Usando uma talhadeira preparada, destrave a


porca do eixo principal da trilha.
NOTA: Em alguns casos é necessário romper a
porca para removê-la.

17. Retire o Bujão, (1), para ter acesso aos


parafusos de fixação da engrenagem.
18. Fixe o eixo para evitar que se mova quando
desapertar os parafusos.
19. Desaperte os parafusos, (2), que fixam a
engrenagem (4) ao eixo, (3).
20. Levantar a engrenagem de acionamento, 4,
do eixo da trilha e remova-o.

NOTA: Não esqueça que ao montar os rolamentos eles foram sujeitos a uma ação térmica o
que significa que para remove-los do eixo necessitam ser golpeados.

21. Verificar antes da montagem se


todas as superfícies (1) estão com
a vedação perfeita,
22. Verificar se todas as
engrenagens (2) estão em bom
estado.
23. Verificar as vedações dos
canais de Pressão e Lubrificação

NOTA: Para a montagem fazer o


procedimento inverso, levando-
se em conta: Torques, folgas
limites axiais nos eixos, pré-
cargas dinâmicas, etc.

NOTA: Detalhes sobre reparos, consultar o Manual de Serviços

CT – Curitiba Página 4
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03
DESMONTAGEM DA EMBREAGEM PRINCIPAL

1. Remover os anéis de segmento (1), do eixo,


principal.

NOTA: Abrir os anéis com cuidado para que não


se quebrem

2. Com uma talhadeira adequada, destravar a


porca, (1) e desapertá-la

3. Utilizando um extrator,,remova o rolamento


cônico (1) pelo lado da bomba do conjunto da
embreagem principal.

NOTA: Todos os rolamentos e suas capas.


Devem ser marcados em suas posições
originais no caso de não serem substituídos.

4. Usando um extrator de três pernas, remova a


engrenagem elo lado da bomba.

5. Remover o rolamento.

CT – Curitiba Página 5
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03

6.Remova dois parafusos e posicione um


extrator de dois parafuso (1), a 180.

ATENÇÃO: Os restantes parafusos devem


permanecer em seu lugar até que o eixo seja
removido.O conjunto está montado sobre pressão
de molas.

7. Apertar as varetas rosqueados M8, (1), (203 a


254 mm de comprimento) .

8. Desmontar do conjunto o rolamento (1) e o


espaçador, (2).

9. Apóie o conjunto de discos em uma mesa com


segurança.

10. Desapertar os parafusos, (2), que se utilizam


como parafusos de alivio das molas.

11. Remover os outros parafusos de cabeça


embutida (1).

12. Afrouxar os dois parafusos de alivio das


molas por igual. As molas diminuirão a tensão
gradativamente até ficarem solta.

13. Remover o embolo, (1), dos discos da


embreagem, (2).

14. Remover os discos do corpo interno da


embreagem, (3).

CT – Curitiba Página 6
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03

15. Separar com cuidado o embolo, (1), do


cilindro, (2).

16. Remover as vedações, (3), do embolo.

17. Remover o conjunto das molas, (1), do corpo


interno da embreagem, 2.

18. Remover o prato de apoio, (1), do corpo


interno da embreagem.

MONTAGEM:

Seguir o procedimento inverso da desmontagem, levando em conta sempre; a montagem


correta de todas as vedações usando ferramentas adequadas, torques solicitados, posições
dos componentes pré-estabelecidos e lubrificação.

Para a montagem dos rolamentos usar uma prensa com os respectivos apoios.

Usar Loctite242 em todos os parafusos (seguir recomendações do Manual de Serviços)

NOTA: Detalhes sobre reparos, consultar o Manual de Serviços

CT – Curitiba Página 7
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03
DESMONTAGEM DA EMBREAGEM DA DESCARGA

1.Remover os anéis de segmento (1), do eixo,


Da descarga.

NOTA: Abrir os anéis com cuidado para que não


se quebrem

2. Com uma talhadeira adequada, destravar a


porca, (1) e desapertá-la

IMPORTANTE: Não forçar o rolamento pelos


roletes. Este rolamento deve-se desmontar
depois.

3. Colocar numa prensa o conjunto como mostra


a figura e remover o eixo.

NOTA: Se forem usar os mesmos rolamentos, as


posições originais devem ser preservados,
marque-as.

NOTA: A partir deste estágio na desmontagem, siga os mesmos procedimentos usados na


Embreagem Principal

NOTA: Detalhes sobre reparos, consultar o Manual de Serviços

CT – Curitiba Página 8
TOMADA DE FORÇA
SEÇÃO 03
Anotações
____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

CT – Curitiba Página 9