Você está na página 1de 42

1

Disponibilização e Revisão: Mimi

2
Quando Syri Moro é chamada dos Jardins da Virtude, ela sabe
exatamente o que isso significa. O companheiro dela, Rayden Oshier,
finalmente está pronto para levá-la como sua noiva. Mas quando ela é
trazida para sua grande nave espacial, ela se surpreende ao descobrir
que nada é a maneira que imaginava.
Rayden está desaparecido há vários anos, foi para explorar um novo
planeta. E seu pai, Governante dos Elementas, foi encontrado
envenenado em sua suíte.
Se Syri não puder encontrar Rayden a tempo, seu primo sanguinário
assumirá o comando do Elementas e a reivindicará como sua
companheira. Algo que ela não pode permitir, porque significaria a
extinção de toda uma espécie inteligente. Então, como último recurso, ela
recebeu a tarefa de encontrar Rayden.
Syri não conhece as poderosas forças que trabalham contra ela, ou o
perigo que a assombra a cada passo. Tudo o que ela quer é encontrar
Rayden e salvar seu povo. Mas quando ela finalmente o vê novamente,
enquanto é consumida pela necessidade incontrolável alimentada por seu
frenesi de acasalamento, ela estará muito distraída para ver a verdade até
que seja tarde demais?
Eles podem combater suas necessidades e triunfar contra o mal para se
salvar e as pessoas da Terra? Ou o frenesi de acasalamento os
superará?

3
Mimi

Eu amo essa autora. Mais uma historia envolvente e um bom

começo da serie e como sempre ela nos deixa querendo mais.

4
As duas, jovens de cabelos escuros olharam para Syri Moro, os seus frescos rostos

jovens uma mistura de nervosismo e excitação. Lembro-me de meu primeiro dia no Jardim

da Virtude. Tudo parecia tão mágico, mas era difícil deixar para trás tudo o que eu já tinha

conhecido.

“Por favor, sentem-se na grama.” Syri gesticulou para o banco perto do riacho

murmurante. “E vamos discutir a regra mais importante de sua nova vida como mulheres

maduras.”

As duas garotas se sentaram, arrumando suas novas correspondentes batas brancas

em torno de suas roupas. Sem roupas de baixo, outra adaptação à vida nos jardins. Syri

sorriu, lembrando o tempo que tinha tomado para não se sentir nua no vestido estranho. Mas

logo elas vão aprender, sem homens ao redor, não há nenhuma razão para tal timidez.

Sentando-se na frente delas, ela correu o dedo pelas águas frias, sorrindo aos

pequenos peixes no rio que fluía e mordiscavam as pontas dos dedos. Muito gentilmente, ela

deixou seus poderes fluírem. Um pequeno pedaço de gelo flutuou ao topo do rio, em

seguida, foi rapidamente varrido. “Cada Sulahas tem um papel na sua educação aqui. A

minha será a de discutir a pílula azul com vocês. A pílula que vão tomar cada dia até que seu

tempo aqui termine.“

“O que isso faz?” Asa, com cabelo castanho-claro cortado perto de seu queixo,

perguntou.

Syri inclinou a cabeça. "Esta é uma boa pergunta. A pílula azul nos impede de entrar

no nosso Biryut. Nosso frenesi de acasalamento.”

As meninas trocaram um olhar de pânico.

“Então, sem ela nós vamos entrar no nosso Biryut?” Asa voltou grandes olhos

castanhos de volta para ela.

Syri assentiu. “Está certo. E vocês sabem por que isso pode ser uma coisa ruim?”

5
Meeko espiou Syri a partir de uma cortina de cabelo castanho escuro. “Porque então

devemos ter um companheiro. Imediatamente."

É sempre bom quando as meninas tem alguma coisa sobre a nossa biologia antes que venham.

"Sim. A razão do Jardim da Virtude e outros lugares projetados só para as mulheres

serem criados é manter as fêmeas seguras. Com os homens nos ultrapassando quatro-para-

um, que somos tratadas como algo precioso, devemos ser. Seria muito perigoso para permitir

que mulheres entre a população masculina depois de ter atingido a maturidade. Em vez

disso, continuamos aqui enquanto nossos pais negociam maridos adequados para nós. E

quando chegamos a idade, e nossos maridos estão prontos para levar-nos como suas esposas,

deixamos o Jardim da Virtude. Só então é que vamos parar de tomar nossas pílulas azuis. Só

então é que vamos entrar no nosso frenesi de acasalamento.” As meninas coraram e

desviaram o olhar. “Nessa época, somos colocadas com os nossos companheiros, é uma parte

natural da nossa existência e nada para se envergonhar.”

“E então nós estaremos ligadas a eles para a vida?” Perguntou Asa, a incerteza em seu

tom.

"Está certo."

Ela mordeu o lábio inferior. “Mas e se nosso companheiro escolhido for errado para

nós.”

“Uma pergunta inteligente.” Syri a elogiou, sorrindo. “Somos combinadas com muito

cuidado. Eles levam em conta nossa genética, linhas de família, personalidade, e quão

poderosas nós somos. Então, nossos pais se reúnem para garantir que combinando nossas

linhagens vai trazer felicidade a todos os envolvidos.”

Palavras suaves de Meeko a pegaram de surpresa. “Foi assim que você foi escolhida

como companheira do Filho?”

Um riso explodiu dos lábios de Asa. “Rayden é o macho mais bonito em qualquer

nave, e ele será Khar um dia! Eu desejo que fosse tão bem correspondida.”

Só a menção de seu noivo enviou sentimentos incertos mexendo dentro dela. Sim, ele é

bonito, inteligente, poderoso, e o futuro líder do nosso povo. Mas, ao que parece, ele não é

tão bom para ser meu companheiro como eu sou para ser dele.

6
Ela trouxe seus pensamentos de volta para suas jovens, tentando reunir uma resposta

que não revelasse suas emoções complicadas. “Você não pode ser tão má como você pensa.

Apenas as melhores fêmeas são enviadas para o Jardim da Virtude, o que significa que o seu

macho é o seu igual. E quanto a mim, Rayden e eu estamos tão perto de uma combinação

perfeita quanto podemos ser. Minha família se sentou no CONSELHO Khar por mais tempo

do que qualquer outra família, e nosso sangue é tão puro como da realeza. Tão poderoso

como somos, nossos filhos serão mais assim.”

E, no entanto, ao contrário da maioria dos casais, é mais do que isso para nós. Ele era meu

melhor amigo quando éramos crianças. Todos nós sabíamos que éramos destinados a mais do que ser

um jogo respeitável, que foram destinados para o amor.

Então, onde ele está? Uma voz a incomodava na parte de trás de seus pensamentos.

Talvez você só imaginasse seu amor.

“Mas até que sejamos chamados pelos nossos companheiros, devemos tomar a pílula

azul?” Perguntou Meeko, trazendo-a de volta para o momento.

“É isso mesmo.” Syri enfiou a mão no bolso de seu vestido, em seguida, estendeu a

mão, a palma para cima. Três comprimidos azuis deitaram para as meninas para ver.

“Vamos todas toma-las juntas esta primeira vez. Em seguida, elas serão entregues a vocês

todas as manhãs. É muito importante que vocês nunca pulem uma pílula. Talvez sejamos

capazes de manter o seu frenesi de acasalamento na baía, mas há sempre uma chance de que

ele vai começar...E então você vão deixar o Jardim da Virtude cedo, tendo um marido antes

de seu tempo ideal.”

As meninas chegaram para suas pílulas ao mesmo tempo.

Syri sorriu e trouxe sua própria à boca.

“Syri, não!” Gritou a mãe, correndo através do laranja impressionante da árvore azul

macia com velocidade notável para uma mulher de sua idade.

Ela congelou. “O que é, Mãe?”

A mulher mais velha, com os cabelos grisalhos caindo ao redor dela, inclinou-se e

fechou a mão em torno de Syri. “Nenhum comprimido hoje.”

7
Syri olhou em confusão. O anel azul escuro em torno dos olhos da velha senhora era

quase preto. "Mãe…"

Seus lábios finos torcidos em um sorriso, trazendo uma beleza de tirar o fôlego para as

rugas se reuniram nos cantos de sua boca. “Nenhum comprimido hoje, criança. Hoje, você

deixa o jardim da Virtude.“

Syri congelou.

Não pode ser. Não pode finalmente ser o meu tempo.

Eu assisti menina após menina, mais jovem do que eu deixar, me perguntando por que Rayden

não tinha me chamado. Eu finalmente pensei que ele poderia nunca chamar. Esperança borbulhou

dentro de seu peito. Rayden tinha sido um homem jovem quando foi embora, mas, mesmo

assim, ele era feroz, e inteiramente dedicado ao seu povo. Como eu.

Nós vamos governar nosso povo juntos em harmonia. O Khar e Khara que eles precisam por

tanto tempo.

Sorrindo, ela ficou leve como o ar. Ele não me quer.

Ela tocou a mão ao peito. “Você tem certeza, mãe?”

A mulher mais velha estendeu a mão e segurou o queixo de Syri em suas mãos macias.

“Sem dúvida. Vamos, então, vamos prepará-la para encontrar o seu novo companheiro e

introduzir nosso povo para a fêmea que um dia será sua Khara.“

Sua cabeça girava. Hoje, ela não só veria Rayden após sete longos anos, ela também se

tornaria sua companheira. O que eu quero, tudo que eu sempre quis, é Rayden. Seus

músculos do estômago apertaram. O calor de seu olhar. A dureza de seus músculos. A

suavidade de seus lábios.

E eu não tomei a pílula.

Hoje à noite, nós vamos acasalar.

Era quase demais para acreditar.

Acho que alguns sonhos se tornam realidade.

8
As palmas das mãos de Tayker estavam suadas enquanto acariciava o punho de sua

adaga escondida. Por favor, não me faça matá-lo, ele implorou silenciosamente. Ele tinha

matado antes, quando necessário, mas ele preferiu não fazê-lo... E não em seu apartamento

onde seus tapetes caros e um-de-um-tipo seriam arruinados do derramamento de sangue.

Mas Kaemon não poderia dar-lhe uma escolha.

O homem mais jovem ritmava, os olhos faiscando de raiva. “Como você pôde lhes

enviar para Syri?”

Idiota arrogante. Como ele pode pensar que ele pode ser Khar do seu povo quando ele não pode

mesmo controlar seu temperamento? E, no entanto, ajudando Kaemon a roubar o trono seria

melhor para o Elementas. E para você.

Tayker tomou uma profundo respiração, tentando parecer calmo e sábio quando ele

limpou as mãos em suas longas vestes vermelhas. “Não foi minha escolha.”

“Mas você poderia ter parado!” Kaemon encarou, desafiando seu assessor para

desafiá-lo.

"Possivelmente-"

“Você est{ me enganando, velho?” Kaemon caminhou para ele, não mais um homem

tolo, mas um agressivo. Ele pesava muito menos do que Tayker, e ainda todo o seu corpo era

como uma arma bem trabalhada, não muito magra, mas enfraquecida ao ponto que cada

movimento seu enviava músculos retesando.

Medo cravou no peito de Tayker quando ele deslizou sua mão atrás para a lâmina

escondida. “Não, eu não estou enganando você. Como pode até mesmo perguntar-me isso

quando te ajudei a matar meu próprio irmão? Eu simplesmente percebi que poderíamos usar

isso para nossa vantagem.“

Apenas o pensamento de entregar Kaemon a pequena garrafa preta de veneno Puffery

ainda trouxe bile subindo na parte traseira de sua garganta. Mas era necessário, meu irmão

teria parado em nada para salvar seu filho e descobrir a verdade sobre o pequeno planeta.

9
Nós estaríamos presos no espaço para sempre.

Kaemon estava logo acima dele. “E como pode a bela futura companheira do meu

rival fazer algo, além de lembrar as pessoas que sua Khar está faltando?”

Mesmo que o coração de Tayker corresse, ele grudou um sorriso confiante no rosto.

“Porque quando minha sobrinha vier, estará no auge de seu frenesi de acasalamento, um

homem terá que reivindicá-la. Você pode reclamá-la. Então vai ter a filha do homem mais se

opõe a colocá-lo no trono como sua companheira. Ele terá que desistir de seu objetivo de

encontrar Rayden, e o trono vai finalmente ser seu!”

Sim, colocando Kaemon no trono significava trair toda a família de Tayker, mas não

poderia ser ajudado. Se seu irmão conseguisse o que queria, a frota Elementas nunca iria

invadir um planeta com vida inteligente. Mas o pequeno planeta azul era muito perfeito para

uma casa nova, e planeta também raro, para dar para o bem de alguma forma de vida mais

baixa.

O homem mais jovem coçou o queixo suave, sua expressão pensativa. “Você

realmente acha que eu posso fazer Syri minha?”

Ele a está imaginando. Mesmo quando menina, sua beleza era de tirar o fôlego. Sua ganância e

desejo vai envia-la de todo o pensamento racional.

“Sim.” Tayker disse, inclinando-se para tr{s. “Deixe-a vir, e antes de chegar ao planeta

azul, ela ser{ sua.”

“Mas se ela ainda tiver as crenças de seu pai, ela vai querer que ignoremos o planeta

azul e continuemos esta viagem terrível para o próximo planeta habitável. O que poderia

levar décadas. E é exatamente o que estamos lutando contra.“

Tayker riu. “Uma vez que você a tiver em sua cama, duvida de sua capacidade de

domar seus modos selvagens?”

O jovem ficou de pé reto. “Ela vai ficar de joelhos, implorando por meu pau antes de

sua Biryut terminar. Vou destruir sua lealdade para Rayden e seu pai. E antes que o mês

termine, vamos limpar o planeta azul de suas espécies dominantes e tomá-lo como nosso

próprio planeta natal.“

10
Tayker virou para esconder sua expressão cética. Eu certamente espero que ele seja tão

bom na cama como pensa, porque se Syri for a jovem rebelde que me lembro, ela não vai

fazer isso fácil para ele.

11
Syri estava deitada nua nas águas com aroma de flores para a piscina de purificação,

preparando para encontrar seu futuro companheiro. Este quarto, ao contrário do resto da

nave, era um contraste de tecnologia e natureza.

Nos jardins, houve um holograma do céu real previsto acima delas. Havia árvores, e

natureza de cada espécie. Era fácil esquecer que estavam em uma nave, em vez de volta em

casa. Mas aqui ...O quarto tinha paredes de metal revestidas com painéis, a grama crescia

descontroladamente, e uma piscina que parecia ser uma fonte de água quente com pedras

lisas na parte inferior.

Vou ter que me acostumar com tecnologia novamente quando estiver de volta na Esperança, a

nave-mãe. Quando for a companheira de Rayden.

Em apenas poucas horas, ela chegaria a bordo da nave mãe. Lá, Rayden teria

preparado a sua cerimônia de união de acordo com seus desejos, e sagacidade e em horas, ela

estaria em sua cama.

Ela fechou os olhos quando uma imagem dele veio à sua mente. A última imagem que

ela tinha sido enviada foi mais de dois anos, mas ela esperava que ele não tivesse mudado

muito. Os anéis vermelhos em torno de seus olhos eram uma mistura de vermelho escuro

para vermelho pálido que falou de sua linhagem pura. Escuro, o cabelo espetado, uma

varredura de uma barba, e uma mandíbula perfeitamente quadrada feito de uma combinação

de tirar o fôlego. E seu corpo grande e musculoso ...Algo quente correu através dela.

Ofegante, ela endireitou-se, com o coração acelerado. O que era esse sentimento? Seu

corpo parecia estranhamente quente, arrepios irromperam em sua carne, quando ela sentiu o

formigamento na feminilidade.

Respiração rápida, ela se forçou a colocar de volta. De alguma forma, ela sabia que isso

estava conectado a seu frenesi de acasalamento, por não tomar a pílula azul. Pela primeira

vez em mais do que ela podia se lembrar, seus pensamentos não estavam calmos. Ela não

12
estava simplesmente focada no presente, mas os últimos e futuros possíveis vieram

rodopiando em sua mente com uma presença que foi quase esmagadora.

O que é isso? O frenesi de acasalamento deve impactar seu companheiro ...Mas

ninguém mencionou como ele pode afeta-la. De repente, ela achou estranho que em todo o

seu tempo no Jardim ela não tinha pensado em perguntar.

Sentindo-se tão quente que era quase sufocante, ela jogou uma perna para fora da

piscina. Para sua surpresa, sua carne não era mais um azul suave. Isso realmente assumiu

uma ligeira tonalidade vermelha?

O pensamento a aterrorizava. Os machos eram fogo. As fêmeas eram gelo. Juntos, eles

eram perfeitamente completos. Mas o que significa se ela corresse tão quente como seu

macho?

A Mãe entrou nas câmaras. “Está limpa?”

Syri puxou ligeiramente a perna colorida de volta para a piscina, sentindo

autoconsciente, pela primeira vez em mais anos do que ela podia contar. "Eu tenho."

“Então, saia, minha filha.”

Cruzando os braços sobre o peito, ela balançou a cabeça lentamente. “Mãe, há algo

errado.”

A velha andou suavemente pela grama e deu um passo para a mesa feita a partir de

uma árvore caída em massa. No espelho, Syri podia vê-la desdobrando um pacote de couro,

mas ela não conseguia ver o que ela desembrulhou.

“O que poderia estar errado em um dia tão alegre?” Ela pegou um manto macio,

branco e estendeu-o.

Embaraço de Syri dobrou. “Minha pele... Ela parece estar mudando de cor.”

A velha riu gentilmente. “Esse é um dos efeitos do seu frenesi de acasalamento ... De

não tomar o comprimido azul. É perfeitamente natural.”

Ela sentiu um pouco melhor quando lentamente subiu para fora da piscina. “Por que é

que eu não sabia o que esperar disso?”

“Porque,” ela disse, drapejando o manto grande sobre os ombros. “Nós explicamos

somente o que é absolutamente necess{rio para as nossas meninas.”

13
“H{ mais?” Syri se virou para ela, suas emoções incertas florescendo em um sentido

incomum de irritação.

A Mãe levantou uma sobrancelha. “Eu acho que seria óbvio...”

Syri franziu a testa. “Não é.”

Ela torceu os l{bios finos. “Quando foi a última vez que sentiu o tipo de frustração que

você sente agora?”

Ela abriu a boca, depois a fechou. “Não desde que eu cheguei aqui ...Meus deuses, a

pílula faz mais do que adiar o nosso frenesi de acasalamento não é?”

A velha não parecia nem um pouco culpada. “Ela mantém todas vocês calmas e fáceis

de gerenciar.”

Ela está brincando? Então nós somos como gado! Syri jogou o cobertor no chão. "Isso é

horrível. Não deveríamos mesmo ter uma palavra a dizer sobre sermos drogadas?”

“Oh, criança,” ela disse, voltando-se para a mesa, “você pode imaginar tentando

manter uma fêmea tão rebelde aqui todos esses anos? As drogas são necessárias. Elas manter

todas as fêmeas pacientes até que seja a sua hora de sair.“

Não deve ser permitido. “Quando for Khara, vou mudar isso.” Syri cerrou os punhos,

fazendo a promessa à mãe, tanto quanto para si mesma.

“Se chegarmos a nossa nova casa em breve, você pode não precisar.”

Suas palavras foram fala mansa, mas Syri encontrou a raiva crescendo. “H{ outras

opções do que o planeta azul.”

“Claro.” Ela sussurrou suavemente. “Agora, o tempo cabe-lhe para o seu

companheiro.”

Syri mal teve tempo para pensar quando a mãe estava pressionando o dispositivo

mecânico para seu estômago plano. Instantaneamente, a engenhoca de metal arrastou para

baixo sua barriga e deslizou para a entrada de sua feminilidade, tocando através da abertura.

“Deuses!” Ela suspirou, alcançando e tentando arrancá-lo dela, mas ela sentiu que se

aninhava mais profundo em retaliação. Ela puxou, mas o dispositivo não se moveu. Em vez

disso, ela sentiu algo entrar em seu núcleo, a dor pungente, em seguida, alongando.

14
Ela gritou, cruzando as pernas, as mãos cobrindo o monte de sua feminilidade. "Faça

parar!"

“Firme agora!” Disse a mãe, drapeando o manto sobre os ombros. “Tudo isso faz parte

da tradição.”

Syri tentou fechar as pernas, mas a ligeira penetração esfregou mais duro. “O que é

isso?”

“É para prepar{-la para tomar o seu companheiro. Nossos machos são grandes demais

para entrar em suas fêmeas sem preparação ... Então o Xoater irá prepará-la.“

“Consiga-o fora.” Syri ordenou, apertando os dentes.

“Se eu fizesse isso, seu companheiro seria demais para você.” A mãe tentou acariciar

seu rosto, mas Syri se afastou. “Ele também tem outro benefício. Você ter{ proteção contra

qualquer outro homem, além do seu escolhido de leva-la quando você entrar na nave-mãe.

Mesmo assim, é perigoso ter uma mulher em seu frenesi de acasalamento a bordo de uma

nave com os machos não acasalados. Isto irá impedi-los de ...Perder o controle com você.”

O estômago de Syri capotou. A velha foi realmente sugerindo o que ela pensava?

“Não se preocupe,” a velha tranquilizou. “Você ser{ levada a bordo cercada por

guardas, terá sua cerimônia, e então será confinada ao seu quarto durante várias semanas.

Ou mais ...Dependendo de quanto tempo leva para completar sua ligação.“

Semanas? Suas bochechas inflamaram. Eu achei que meu macho precisaria de mim por

algumas noites para saciar seus fogos. Eu nunca imaginei que poderia levar semanas.

Uma jovem mulher entrou na sala, um pano vermelho-fogo caído sobre o braço dela.

“Mãe”, ela estendeu-o, a cabeça baixa. Em seguida, ela inclinou para Syri. “Minha Khara,

tenho a honra de trazer o seu vestido cerimonial.”

Syri sorriu para a jovem. “Eu não sou sua Khara ainda.”

A mãe levou o vestido dela, e a mulher curvou-se novamente e saiu.

“Essa é a cor que vai se adequar ao seu cabelo escuro e olhos também.” Ela segurou-o,

e Syri colocou os braços nas mangas. A Mãe envolveu ao redor para frente, cruzou-o e

amarrou-o por tr{s da mulher mais jovem em sua cintura. “Olha.” Ela sussurrou, virando-a

para o espelho.

15
Apenas um ligeiro deslocamento do tecido de seda contra os seios nus de Syri fez seus

mamilos endurecerem em dois picos visíveis. Ela olhou em choque com o vestido, achando

que ele era mais como uma segunda pele que roupa real. Ele drapeava para baixo entre seus

seios para revelar um grande V, e a fenda em ambas as pernas subia até a cintura. Ela temia

que, se tomasse uma muito grande um parada sua feminilidade seria visível para todos

verem. Sim, era verdade que ela tinha usado nada além de seu vestido branco, sem roupas de

baixo por anos, mas isso era diferente. Sexual. E vou estar na frente de outros machos. Do

meu companheiro. "Isso é demais."

Em pé atr{s dela, ela podia ver a mãe balançando a cabeça no espelho. “Hoje todos os

homens vão invejar o seu companheiro, e seu companheiro não será capaz de se controlar. É

a maneira de nosso povo;“

Ela pensou no momento em que iria ver Rayden pela primeira vez. Será que ele vai

ainda parecer a maneira que eu imagino?

Ao longo dos anos, ela recebeu apenas uma foto dele, contrabandeada a bordo. Mas

foi o suficiente. Escondida sob o colchão, ela tinha tomado-a noite após noite. Ela lembrou-

lhe que ele não era mais o menino que tinha sido melhor amiga, mas tinha crescido em um

homem.

Um homem ridiculamente bonito para isso.

Fechando os olhos, ela imaginou as curvas suaves de sua boca enquanto ele sorria na

foto. Um flash de calor crepitava através de seu corpo como um raio. Fechando as pernas, o

calor desenrolou em seu sangue. O homem era perfeição. Os músculos fortes duros, olhos

que escureceram com a necessidade. Ele não seria gentil com ela, ele ia levá-la com força. A

maneira como você quer ser levada.

O Xoater entre as pernas de repente mudou, e ela sentiu outro pequeno objeto saindo

dela para violar sua entrada. Como dois dedos dentro de seu núcleo. A sensação era

desconfortável. Mas ...Também a deixou querendo mais. Ela permitiu que seus músculos

relaxassem lentamente.

Durante a hora seguinte, a mãe escovou seu longo cabelo até que brilhou, em seguida,

colocou-o sobre os ombros. Em seguida, a mulher acrescentou maquiagem para o rosto, um

16
brilho suave de ouro através de suas pálpebras e batom vermelho nos lábios. Pronta, ela deu

um passo atr{s. “Acabei, e a nave est{ esperando.”

Assim que Syri estava prestes a levantar, o Xoater deslizou outro objeto invasivo em

seu corpo. Ela gritou, agarrando a alça da cadeira quando ondas caíram sobre ela.

"O que está acontecendo comigo?"

A mãe sorriu. “Seu frenesi de acasalamento est{ se aproximando. Logo, o seu corpo

vai precisar de sua virilidade dentro de você, mais do que precisa respirar. O desejo por ele

será tão grande, então consumira tudo, isso vai ser doloroso. Mas não tenha medo, quanto

mais perto você chegar dele, mais o Xoater irá prepará-la para a sua entrada. E quando

estiver pronta, ele vai cair de você, abrindo espaço para ele.“

Talvez eu possa aceitar que essa coisa terrível tem um propósito ...Mas sobre todo o resto...?

“Por que minha pele mudou de cor? Por que meu corpo dói assim?” Ela se mexeu

desconfortavelmente, sentindo violada e envergonhada.

“Porque o fogo dentro de você est{ queimando mais quente e mais quente para

coincidir com o dele, para que possa ligar, sem dor, e ter o frenesi de acasalamento como

duas chamas dançando.”

Syri sacudiu a cabeça. “Mas somos gelo e eles são fogo. Ele deve me queimar! Não eu

queimá-lo!”

“Oh, criança.” Escovou seu cabelo para tr{s de seu rosto. “Frenesi de acasalamento de

uma fêmea é a única vez que ela queima tão ferozmente como seu companheiro. E confie em

mim, você quer queima-lo, também. Não tenha medo. Não h{ prazer melhor do que este.”

Syri fechou os olhos quando sentiu seus músculos internos apertando ao redor do

Xoater. A última coisa que ela queria era perder o controle. Para ver finalmente Rayden e

precisar dele dentro dela com tanta força que ela não podia pensar. Nunca em sua vida tinha

considerado que ela poderia se sentir assim.

Espero que esteja pronto para mim quando eu chegar.

E que ele me queira também.

17
Rayden terminou de limpar o copo e colocou-o sobre a superfície manchada da

bancada. Seus movimentos eram praticados e ele fez o papel também. Mas eu ainda não

encaixo completamente aqui.

Música tocava de uma velha jukebox no canto da sala grande, um estilo específico que

os seres humanos chamavam de country. Após dois anos trabalhando como barman do velho

Rusty, Rayden tinha ouvido todas as músicas da maldita engenhoca pelo menos cinquenta

vezes. Alguns dias ele realmente queria melodias simples, mas outros dias, como hoje, cada

nota parecia arrancar a sua cabeça latejante.

Ele escondeu sua irritação, sua máscara firmemente no lugar. Ele mergulhou em sua

vida como um ser humano da mesma maneira que mergulhou no papel de ser o próximo na

linha para Khar de seu povo. Ele falou, comeu, bebeu, e pensou do jeito que ele precisava

para se tornar o que era necessário. Mas tornar-se um ser humano era um inferno de muito

mais divertido do que ter o peso de todo um povo sobre os meus ombros.

“Outra rodada de tiros!” Uma fêmea estudante universitário bêbada gritou, seguida

por uma rodada de risos de suas companheiras, e um silencioso “Sr. Bartender sexy.“

Claro. É pra isso que eu estou aqui.

Cada uma das meninas estava fumando. A maldita fumaça sempre fez doer as

têmporas. Humanos. Por que uma espécie faz algo tão tóxico para si? Eu nunca permitiria isso

para o meu povo.

Agarrando garrafas sem pensar, ele derramou mais quatro tiros de uma bebida

conhecida como gota de limão, e caminhou para a outra extremidade do bar. As meninas

assistiram cada movimento com uma fome que ele tinha crescido para reconhecer.

Ele colocou os copos de tiro para baixo na frente delas. “Isso será mais vinte.”

A menina na frente dele, uma loira alta com uma camisa tão baixa que um mamilo foi

atualmente saindo, sorriu quando deslizou-lhe uma de cinquenta. "Fique com o troco."

18
Ele levantou uma sobrancelha e acenou em agradecimento, mas não disse nada

quando tirou sua bancada bem-vestida.

Mas quando ele se virou para ir, sua voz o deteve. “Seu nome é Rayden, certo?”

Olhando para ela, ele sabia exatamente onde a conversa estava indo, mas tinha que

andar os passos da dança de qualquer maneira. "Sim, senhora."

Ela sorriu, inclinando-se mais longe. “Você sabe no campus que eles chamam-lhe de

Bartender Sexy?”

“Eu sei.” Disse ele, mudando o peso, esperando pacientemente.

Velho Rusty estava nos arredores da cidade, a faculdade cercada por montanhas

cobertas de árvores. As pessoas em sua área eram agradáveis, principalmente mais velhos, e

tratavam uns aos outros como família. Um curto cinco minutos de carro através da cidade,

no entanto, trouxe para a aglomeração de lojas, restaurantes e outros negócios que rodeavam

a universidade. Este bar nunca realmente atraiu jovens universitários, de acordo com Rusty...

Isso foi até Rayden vir a trabalhar para ele.

“Você é um pouco estranho.” Rusty havia dito aqueles dois longos anos atr{s. “Mas acho

que você vai trazer as meninas como um bife atraindo um leão da maldita montanha.”

E ele estava certo.

Então, agora, embora Rayden fosse um fodido alienígena em casa, ele encontrou um

emprego no pequeno planeta azul. Um que lhe pagava o suficiente para ter um lugar

próprio, comida para comer, e um caminhão velho que o tinha do ponto A ao ponto B. Foi

melhor do que ele poderia esperar quando sua nave havia sido sabotada. Mas eu ainda

preciso voltar. Antes que seja tarde.

“Cabelo escuro sexy, olhos escuros sensuais ...Cada menina no campus provavelmente

faria qualquer coisa por você.”

Obrigou-se a concentrar a sua atenção sobre ela. Ela era provavelmente o que um ser

humano chamaria de bonito, sua vitalidade juvenil e corpo curvilíneo um farol para qualquer

homem. Exceto eu.

Mesmo que ele nunca saísse deste planeta, nenhuma destas jovens era para ele. A

simples verdade era, elas não eram ela. Syri. Sua companheira.

19
A menina da faculdade era muito bonita, mas seu sorriso era genuíno e depois de toda

a sua experiência, ele sabia que era apenas conversa de bebidas. Decepcionaria-a fácil.

“Você quer ir para um passeio ou algo assim?” A loira disse.

Uma de suas amigas levantou um copo, e de repente todas estavam distraídas quando

bateram os seus tiros. A loira acariciou sua mão. “Que tal um passeio?”

Ele queria apenas dizer-lhe que não, mas isso não era para o que foi pago. Lembre-se,

é um ato. Desempenhe o papel. Em vez disso, ele se inclinou e arrastou um dedo por sua

mandíbula. “Desculpe, bonita, mas eu tenho que trabalhar até tarde.”

“Eu posso esperar.” Ela disse, sua rápida, atada com álcool respiração ofegante contra

o rosto.

“Talvez outra noite.” Ele lhe deu um sorriso que parecia derretê-la para a direita em

sua cadeira, em seguida, virou-se para se concentrar em limpar. Ele estava quase na hora de

fechar, depois de tudo.

“Bom trabalho.” Rusty disse, inclinando-se para trás em sua cadeira favorita na outra

extremidade do bar. “Eles irão voltar para a sua chance de ter um passeio com você.”

“Cale a boca, idiota.” Ele disse ao seu amigo, cobrindo fora do outro homem.

A linguagem humana tem seus momentos.

Rayden foi uma das poucas pessoas que sabiam que este Rusty era na verdade o

terceiro “Rusty” para o próprio bar. Ele tinha cabelo grisalho de meia-idade durante anos

humanos, com uma ligeira barriga e demais para sua idade. Barba cinza cresceu

descontroladamente em seu rosto, e sua camiseta branca estava manchada. Provavelmente a

partir de suas asas de frango no almoço.

Mas Rusty era o que eles chamavam ...Boa pessoa. Rayden costumava dizer: “uma boa

pessoa” em vez, mas isso foi apenas o tipo de conversa formal, o chefe levantou uma

sobrancelha. Mas isso realmente não importa como Rayden o chamou, Rusty era leal,

honesto e trabalhador. Rayden estava contente de chamá-lo de amigo.

Um par de regulares surgiu a partir de sua mesa, e ele derramou-os mais uma rodada

de cervejas antes de dar última chamada. Apenas um tempo depois, ele mostrou as luzes e

desligou quando os bêbados terminaram e lentamente fizeram seu caminho até a porta. Ele

20
pegou as chaves de seus frequentadores e os deixou para a curta distância até suas casas. Em

seguida, ele apontou o táxi que ele já tinha chamado para as meninas da faculdade. Quando

ele finalmente trancou a porta, olhou para a maçaneta por um momento, sentindo por um

momento estranhamente cansado.

“Quer falar sobre isso?” Perguntou Rusty, batendo-lhe no ombro.

Rayden quase balançou a cabeça, mas em vez orientou para o bar e sentou-se ao lado

de seu amigo mais próximo, tendo o resto de sua cerveja. Rusty era o único que sabia o seu

segredo, um fato que ele tinha ido de ser aterrorizado a ponto de ser grato. "Na verdade não."

“Sim, certo.” Rusty teve a coragem de rir.

Os seres humanos riam muito. Essa foi uma coisa que Rayden amava sobre eles. Até

mesmo coisas simples poderiam trazer o agradável som borbulhante de seus lábios. Minhas

próprias pessoas mostram suas emoções ...Mas não tão livremente.

“Sentindo falta de casa?” Seu amigo disse, soando um pouco mais sério.

Rayden bebeu a cerveja, estremecendo com a nitidez para isso. "Não exatamente."

“Bem, vamos l{, meu velho, com isso.” Ele latiu, atingindo em torno do bar para

servir-se outra cerveja. “Você não pode apenas sentar-se aí com esse olhar azedo em seu

rosto.”

“Eu não tenho um olhar azedo no meu rosto!”, Disse Rayden, olhando.

“Por favor, seu maldito idiota. Essa loira estava implorando para fodê-la a noite toda,

e você não poderia mesmo se preocupar tempo suficiente para perceber.” Era a sua vez de

brilhar. “Se ela tivesse se atirado em mim, eu teria tomado os mamilos pequenos doces e...”

“Tudo bem, tudo bem!” Rayden sorriu e olhou para o fluido âmbar em sua caneca.

“Tudo parecia tão claro quando saí ...Mas o mais perto que isso chegue, mais preocupado eu

fico.”

Era verdade. Quando ele deixou o seu povo, dois anos antes, ele havia planejado usar

sua nave novo, uma-de-um-tipo para visitar a Terra, provar que os seres humanos valiam a

pena salvar, e cabecear para casa. Mas quando sua nave havia caído, tudo mudou.

No entanto, tudo vai mudar de novo quando eles chegarem aqui...Em que, duas semanas?

21
Rusty inclinou a cabeça. “Você se preocupa que não vai encontr{-los antes de todos

nós soprando para o reino?”

Sim.

“Não.” Ele mentiu, tomando fôlego profundo, então preparou uma meia-verdade.

“Alguém sabotou minha nave. Alguém próximo a mim. Apenas um punhado de pessoas

sabiam sobre isso e minha missão. Você pensaria que até agora eu descobriria quem era, mas

eu não tenho.”

“Bem.” Rusty disse, tomando um gole de sua cerveja. “Você vai pegar o filho maldito

de uma cadela, uma vez que chegar aqui, eu tenho certeza. O bastardo vai mostrar-se

eventualmente.”

“Ele vai.” Disse Rayden, uma fúria fria vindo sobre ele. “Mas não é apenas o traidor.

Preocupa-me que, sem mim lá para influenciar o meu pai e o conselho esses anos, eles não

vão me dar o suficiente de uma chance para argumentar em favor de salvar a humanidade.”

Rusty olhou para ele, levantando uma sobrancelha indom{vel. “Você é um burro

teimoso. Não tenho dúvidas de que você não vai deixá-los nos matar.”

Ele assentiu. E depois há o meu outro medo.

“Você est{ pensando nela de novo?” A voz de Rusty tinha uma nota de satisfação.

"Não!"

Mas ele estava. Syri assombrava seus pensamentos mais e mais recentemente. Quando

ela tinha deixado para o Jardim da Virtude, que tinham acabado de chegar à adolescência. Se

não tivessem se beijado aquele dia, talvez ela pudesse ter permanecido ao meu lado mais

tempo. No entanto, ele nunca poderia levar-se a lamentar seu momento roubado juntos.

Receber fotos dela não foi permitido, por isso a sua imagem dela ainda deve ser a de

uma jovem mulher. Mas por alguma razão, ele podia imaginá-la como uma mulher adulta...

Seu cérebro parecia congelar a apenas o pensamento dela.

Ela era tão linda. Resistente. Cabeça dura. Inteligente.

As mulheres de seu planeta, muitas vezes escolheram para ser vistas, mas não

ouvidas. Mas não sua Syri, sua voz carregava um poder entre o conselho até mesmo quando

jovem. Muitas pessoas disseram que era porque seu pai era o maior conselheiro do Khar,

22
ainda Rayden não concordou. Syri lutou pelo humanos da Terra tão alto quanto o próprio

Rayden.

Mas o que tinha acontecido desde que ele se foi? Se eles tinham certeza de que ele

estava morto, eles podem ter dado Syri a outro homem. Apenas o pensamento trouxe fúria

correndo em suas veias. Cerrando os punhos, ele quis a raiva dentro. Rusty poderia ter aceito

que seu amigo estranho era um alienígena, mas ele odiava quando seus fogos queimavam.

“Ela deve ter sido algo especial para você assim que acabou.”

Ele quase negou. "Sim. Ela era."

“Ela vai estar esperando por você. Eu quero dizer, olhe pra você. Eu nunca tinha

nadado na lagoa homem, mas todos fazem uma dupla tomada quando você anda.” Rusty

sacudiu a cabeça desgrenhada, bebendo o resto de sua cerveja.

“Então, você tem uma coisa para mim, então?” Disse Rayden, sorrindo.

“Cale sua maldita boca. Maldita boca alienígena, usando seus poderes estranhos para

fazer um homem reto como uma régua fazer uma dupla tomada.” Ele bateu sua bebida para

baixo com um pouco de força demais.

Rayden engoliu sua resposta habitual: não é assim que meus poderes funcionam.

“Bem, é melhor eu sair. Eu tenho trabalho a fazer.“

Rusty levantou de seu assento, caminhando até a porta. “Sua nave está mais perto de

funcionar?”

"Está perto."

Mas não perto o suficiente. Porque tanto quanto ele tentou tranquilizar o amigo que o

Elementas não apenas matariam todos os seres inteligentes quando chegassem, a verdade era

que ele não tinha certeza. Ele precisava voltar para a nave-mãe antes de chegarem a Terra.

Ou todos podem estar perdidos.

23
O ônibus gemeu e parou quando conectou com a nave-mãe. A qualquer momento, as

portas se abrirão. E minha vida vai mudar para sempre.

Syri tentou, sem sucesso, puxar o vestido vermelho mais perto em torno de suas

longas pernas. Seu coração batia. As palmas das mãos suavam. O sangue dela estava

queimando em suas veias. Ela ia finalmente ver Rayden depois de todos estes longos anos.

Como se o Xoater soubesse que ela estava pensando nele de novo, outro objeto de

sondagem entrou em seu núcleo. Ela gritou e agarrou a borda de seu assento, com falta de ar.

Sua vagina doía. Sua necessidade enviou seus músculos internos apertando em torno do

objeto estranho dentro dela. Como quatro grandes dedos.

“Deuses!” Ela passou a mão lentamente pelo seu peito. Seus mamilos endureceram

ainda mais dolorosamente, e ela mordeu o lábio. Eu quase quero tocar a mim mesma, para

acalmar o fogo queimando dentro de mim.

Mas Rayden vai estar lá para aliviar a dor em breve.

As portas para o pequeno transporte abriram. Ela se levantou, tentando não apertar as

coxas quando os músculos saltaram involuntariamente. Apenas fora da nave, seu pai e seu

tio esperavam.

Ela empurrou de lado suas necessidades, enquanto as lágrimas picavam nos cantos de

seus olhos. "Pai!"

Mesmo que seu pai ainda não tivesse chegado duzentos anos, ele parecia mais velho

do que ela se lembrava. Seu cabelo escuro tinha estrias inesperadas de cinza, e os anéis

vermelhos ao redor dos olhos pareciam estranhamente mais maçantes. No entanto, foi como

um sonho vê-lo novamente depois de tantos anos.

Em um instante, ela se lançou em seus braços.

Ele ficou tenso por um momento antes de envolver seus braços magros ao redor dela.

“Syri. Minha filha. A sua presença ilumina todos os quartos.”

Ela afastou-se dele e sorriu. "O dia finalmente chegou."

24
Os cantos de sua boca puxaram para baixo, e ele desviou o olhar. “Tem sido muito

tempo.”

"O que? Nenhum abraço para o seu tio?” Uma voz alegre perguntou ao seu lado.

Virando-se para seu tio, ela sorriu e abraçou-o suavemente. Ele devolveu o abraço com

um feroz um dos seus próprios, apertando-a contra si até que ela mal podia respirar.

“Tayker...” Disse o pai dela, uma nota de advertência em sua voz.

Seu tio instantaneamente a soltou e deu um passo atrás, um grande sorriso pintado no

rosto que não alcançou seus olhos. “Desculpa. Estou animado por ver minha sobrinha,

crescida em uma mulher tão bonita.”

“Falando disse-” Seu pai olhou para o outro homem, então seu olhar cintilou de volta

para Syri. “O anúncio de sua chegada tem sido feito. Todos os machos não acasalados estão

restritos a seus aposentos até chegamos a nossos apartamentos.”

Apenas o pensamento de todos os homens a bordo a fez sentir como se um inseto

garrasse dentro de seu estômago. “E o que de Rayden? Por que ele não est{ aqui para me

cumprimentar?”

Seu pai e seu tio trocaram um olhar que ela não conseguia ler.

“Filha, vamos discutir essas coisas em privado.”

Mais garras parecem zerar em suas entranhas. Alguma coisa sobre isso parece errado.

O que eles não estão me dizendo?

Seis guardas reuniram em torno deles quando seu pai e seu tio ladearam seus lados.

De alguma forma, sua presença só aumentou seu nervosismo. Quanto perigo que eu poderia

realmente enfrentar apenas para estar no meu frenesi de acasalamento? Ou há algo a mais?

Passaram nave após nave da estação de ancoragem antes de finalmente chegar a porta

para a parte principal da nave-mãe. As portas se abriram quando eles se aproximaram, e seu

pai fez o seu caminho através das grandes corredores brancas, imaculadas. Uma mulher

sorriu quando ela se aproximou e jogou flores azuis brilhantes para ela. Syri sorriu e inclinou

cabeça em reconhecimento. Mais mulheres alinharam-se pelos corredores, jogando flores

para ela enquanto ela se aproximava. E cada mulher que ela passou a seguiu pelo corredor

até vinte ou mais mulheres arrastaram-se quando eles viraram uma esquina.

25
Um homem saiu de um quarto em sua esquerda. Ele virou olhos surpreendidos em

seu caminho, e então seu olhar caiu sobre ela. O vermelho em volta dos olhos mudou,

tornou-se mais negro do que vermelho. De repente, ele mergulhou para ela. Os guardas o

bloquearam, batendo-o de volta para a parede, mas ainda assim ele agarrou e lutou para

chegar a ela, um longo de todo estranho ruído animalesco emanava de sua garganta.

“Vamos.” Seu pai pediu, envolvendo um braço em volta dos ombros e puxando-a

mais rápido.

Ela olhou para o macho ainda lutando enquanto continuavam no corredor. É isso que

o meu frenesi de acasalamento faz com os homens? Ela estremeceu. Rayden vai controlar-se

melhor do que o macho? Algo despertou para a vida dentro dela. Ela tinha começado a

imaginar compartilhar sua cama no ônibus até a nave-mãe. Para olhar para frente. Agora, ela

se perguntou se sua noite juntos seria mais dor do que prazer.

Outra porta se abriu à sua direita, e os guardas mudaram-se para bloquear o macho

que saiu.

“Kaemon, de volta a sua suíte!” Seu pai ordenou.

O homem ficou reto. “Não se preocupe, Yurki, eu só queria ver sua filha bonita.”

Seu pai mudou-se parcialmente na frente dela. “Você é um homem não acasalado!

Você pode vê-la quando seu frenesi de acasalamento terminar!”

Kaemon. Seu olhar bloqueou com odo homem que estava sendo bloqueado por seu pai

e guardas. Um homem que lembro-me como um menino, embora ele mudou pouco. Ele era

baixo, para um macho. Na verdade, eles eram quase da mesma altura. Mas seu cabelo preto

perfeitamente preparado foi denominado de tal forma que pontos longos de cabelo preso no

topo de sua cabeça, enquanto outros picos tinham sido suavizados para baixo sobre a testa,

quase inteiramente cobrindo um olho. Era original e interessante, embora fosse de um

homem tentando parecer mais alto. Seu rosto era simétrico. Quase agradável. Mas as linhas

nítidas de suas maçãs do rosto, e seu corpo tenso, deram-lhe a sensação de um homem que

era sério e controlado, quase a uma falha.

“Syri.” Ele cumprimentou, seus narinas dilataram quando os anéis vermelhos ao redor

dos olhos escureceram. “É bom ver você.” Seu olhar varreu sobre seu corpo, demorando em

26
seus seios, em seguida, arrastando para baixo e parando para olhar diretamente na junção de

suas coxas. “Você é uma mulher agora.” Sua voz estava rouca de necessidade.

"Vá. De volta. para. Seu. Quarto.” Seu pai ordenou, seu tom perigosamente baixo.

"Não precisa se preocupar. Eu vou.” Ele se virou para sair, e seu pequeno grupo

começou a andar novamente.

Em seguida, de repente, houve um flash de movimento e um corpo esmagou o dela.

Ela teve apenas um instante para reconhecer Kaemon antes que ele estava forçando-se entre

suas coxas, uma mão afastando o tecido de seu vestido para espremer um de seus seios.

Ela gritou em choque quando seus nervos vibraram através de seu corpo. Sua mente

lhe disse que era errado. Sentia-se irritada e violada, mas o calor cresceu entre suas coxas e

seus mamilos gritaram para ser acariciados mais duro.

E, em seguida, ele foi arrancado dela.

Os guardas o golpearam contra a parede enquanto ele lutou ferozmente contra eles.

Em um ponto, quando ela bateu a partir do solo, ajustando seu vestido, ele quase parecia se

libertar. Mas, por fim, um dos guardas forçou um braço contra sua garganta.

Ele parou de lutar, seu olhar queimando o dela. “Vou ter você. Eu prometo. Vou

provar o seu doce- “

“Basta!” Seu pai gritou, sua pele vermelha crescendo mais escura com raiva. “Você

nunca vai tocar minha filha novamente. Ela é de Rayden.”

“Rayden est{ morto.” Ele cuspiu. “Seu pai est{ morto. Logo eu serei o governante do

Elementas, e sua filha vai ser a minha Khara.”

Rayden está...

“Pai?” Ela sussurrou, virando-se para ele com o coração na garganta.

Ele sustentou seu olhar. “Temos muito a discutir.”

27
O pai de Syri tinha deixado seu tio em sua suíte e entrou em um pequeno quarto em

um fim estranhamente quieto da nave, deixando os guardas na porta. Ela o seguiu, andando

sobre pernas que se sentiam estranhamente separadas de seu corpo. Rayden está morto?

Como? Por quê? E por que estou aqui?

O quarto era pequeno e vazio, com uma porta do metal estranha e nada mais.

“Pai?” Ela expressou a palavra em voz baixa, mas queria gritar em angústia. Estou

aqui, no meu frenesi de acasalamento, e Rayden não está. Deuses, não deixe ser verdade. Ele

não pode estar morto.

“Quieta agora.” Disse ele, gentilmente. “Tenho muito a explicar a você, e não temos

muito tempo.”

Ela assentiu com a cabeça, segurando o tecido da saia.

“Rayden foi para o pequeno planeta azul em uma nave chamada Starspeeder. Foi o

primeiro de seu tipo, um grande minério de negócio quatro vezes mais rápido que as nossas

próprias naves. Mas não temos notícias dele desde que ele deixou.”

“E quando foi isso?” Ela perguntou, incapaz de manter a questão para si mesma.

Ele respirou fundo, as rugas ao redor da boca de repente olhar mais profundo. "Dois

anos atrás."

Seu coração parou. “Dois ... Anos?” L{grimas riscaram os cantos dos olhos. “Então,

você realmente acha que ele est{ morto?”

“Talvez não.” O pai respondeu lentamente. “Eu sei o suficiente para saber que ele teve

uma aterrissagem forçada, mas que sua nave estava intacta quando caiu. Perdemos

comunicação e sua localização exata, mas ele deve ter sobrevivido ao pouso.”

O menor alívio brilhou através dela, mas foi dominado pelo choque e medo. "Ele

bateu? Como?"

“Eu tenho algumas teorias. Uma delas é que sua nave foi sabotada.”

28
Ele foi para a parede oposta ao lado da porta e uma grande parte da parede brilhou e

se transformou em uma tela. Seus dedos ágeis voaram quando ele digitou código após

código. Por fim, ele puxou uma imagem de algo que fez seu sangue correr frio.

"O que é isso?"

Parecia uma criatura de metal gigante. Ele tinha oito pernas, uma longa cauda com

uma ponta afiada, e um corpo coberto no que parecia ser milhares de pontas de metal.

“Estamos chamando-o de Spyre. Encontramos um correndo sobre na câmara de seu

companheiro. Depois de alguma pesquisa, chegamos à conclusão que é feito para suportar

uma viagem do lado de fora de uma nave...”

“Então você acha que deveria esta anexada a sua nave?”

“Precisamente.” Disse ele, olhando para ela com aprovação. “E nós suspeitamos que

havia mais do que apenas essa, uma vez que para um curto período de tempo que parecia

estar tentando se comunicar com alguma parte da sua nave.”

Ela sentiu uma pequena medida de alívio. “Então, quando chegarmos ao planeta azul,

podemos simplesmente nos conectar para encontrá-lo e resgatá-lo?”

Ele suspirou, cruzando os braços na frente de suas vestes vermelhas. "Se fosse assim

tão simples. Não, nós acreditamos que se esperarmos até chegarmos perto o suficiente do

planeta para nos comunicar, quem atacou a nave vai ter certeza de que nós nunca

alcancemos. Além do mais, as pessoas estão sem Khar.“

“Então você está certo de que o ai de Rayden está morto? Mas ele era tão jovem.”

“Estamos certos ...Ele foi envenenado em seus aposentos h{ apenas dois dias.”

“Envenenado?” Syri engasgou. Ela mal podia acreditar.

Quanto tempo se passou desde que um dos seu povo cometeu tal ato? Sim, com o

quão quente seus homens correram para lá, por vezes, eram mortes acidentais no calor de

uma luta, mas assassinato cuidadosamente planejado? Sua empatia natural, geralmente os

impedia de tais atos.

“Sim, por isso, se não pudermos encontrar Rayden a tempo que esse verme Kaemon se

tornará o novo Khar do Elementas. E sua primeira ordem será dispensar a bomba para

acabar com as espécies inteligentes no mundo azul.”

29
Ela respirou fundo. “Então o que devemos fazer?”

A mudança para a porta, mil luzes multicoloridas atropelaram seu corpo antes que

isso se abriu. Dentro havia o que parecia ser uma pequena câmara. Ela avançou para frente.

Não, não uma pequena câmara, no interior um pequeno vaso estranho.

“Nós finalmente concluímos uma segunda nave Starspeeder.”

Esperança floresceu dentro de seu coração. “Então, podemos corrigir isso. Podemos

salvar Rayden e esse mundo desavisado.”

Ele balançou sua cabeça. “Não, filha do meu coração, você pode.”

“Eu?” Ela olhou para ele, com medo que sua mente tinha começado a escorregar. “Isso

é uma missão muito importante. Você deve enviar- “

“Não.” Ele tomou seus braços, olhando em seus olhos. “Só pode ser você. Primeiro,

porque fomos traídos pela última vez, você é a única em quem confio.“

“E em segundo lugar?” Perguntou ela, com o coração acelerado.

“Eu acredito que você pode ser a único capaz de trazê-lo de volta.” Ela abriu a boca,

mas ele continuou antes que ela pudesse falar. “Meu medo, que eu expressei a ninguém

mais, é que ele não vai querer voltar.”

“Mas por quê?” Ela perguntou, incapaz de esconder seu choque.

“Porque ele tinha se cansado deste lugar. De seu povo que ele estava lutando. Depois

que sua mãe e irmão mais novo morreram no processo de parto há quatro anos, ele não era o

mesmo homem. E seu pai, em vez de mostrar-lhe a bondade, mostrou-lhe apenas crueldade

constante e decepção. No dia que Rayden deixou foi a primeira vez que eu o vi sorrir em

mais do que me lembro.”

“Mas, pai, o que o faz pensar que posso convencê-lo a voltar comigo?”

Um ligeiro sorriso curvou seus l{bios. “Primeiro, você poderia convencer ninguém de

nada. Em segundo lugar, ele ocupa um lugar especial em seu coração para você. E,

finalmente, porque você está no seu frenesi de acasalamento. Ele não será capaz de resistir a

você. E uma vez que ele se amarre a você, terá que ir aonde você vai.”

Ela balançou a cabeça, formando seu argumento.

30
“Eu sei que você só acabou de chegar e isso é um monte de informações. Mas você

deve confiar em mim. Tenho pensado muito sobre este assunto, e esta é a nossa melhor

chance.” Ele fechou os olhos e começou a falar do jeito dos mais velhos. “Ouça minhas

advertências. Você não pode permitir-se ser consumida por seu Biryut por muito tempo. O

que eu te peço será difícil, mas você não pode esquecer a sua missão. Você deve ser muito

rápida, e muito cuidadosa. Se não encontrar o seu companheiro a tempo, vai permitir que

qualquer pessoa resfrie os incêndios que queimam dentro de você. Mesmo, as formas de vida

mais baixas do planeta azul.”

“Eu estou pedindo para você assumir um risco terrível, mas não iria se houvesse

alguma outra maneira. Mas, minha filha, ouça-me agora. Se você não encontrá-lo dentro das

próximas vinte e quatro horas, deve estar acoplada de qualquer maneira. Se não, o fogo

dentro de você pode crescer a um inferno terrível. Algumas mulheres queimam tão

brilhantemente que nunca podem queimar de novo ...O que significa que você nunca será

capaz de tomar um companheiro. Enquanto são poucas ...Bem, elas não o fazem em tudo.”

Ela engoliu em seco. Isso não pode estar realmente acontecendo. Meu pai não pode

estar me mandando para um planeta estranho enquanto no meu frenesi de acasalamento,

esperando que eu encontre Rayden a tempo para me curar e amarrar-lhe para lhe trazer de

volta para governar nosso povo.

Ele tocou a testa dela. "Tempo é essencial. Eu não recebi a aprovação do Conselho para

lhe enviar. Em breve eles vão descobrir o que eu planejo, e vão me parar, o que significa que

tudo estar{ perdido.”

Cerrando os punhos juntos, ela se afastou dele. "Estou com medo. Mas confio em você.

Vou fazer o que você pedir.”

Virando-se, porque tinha medo que se não agisse imediatamente ela não seria capaz,

ela entrou na pequena nave. A área era de do tamanho de uma pequena sala, com os painéis

revestindo as paredes e uma pequena cama contra a parede oposta. Ela ultrapassou tudo,

sentando-se em um dos dois assentos da frente, olhando para o lado da nave mãe.

“Adeus, minha filha.” Sua voz tinha orgulho tingido com tristeza. “Meu coração voa

com você.”

31
Ela forçou um sorriso em troca. "E o meu."

As próximas horas foram um borrão quando o espaço voou a uma velocidade incrível,

seu destino conhecido. Ela tentou dormir, mas sua imaginação não permitiria também. Que

tipo de criaturas viviam em tal planeta? Imagens de gigantes chifres, homens escalados, e

homens-animais peludos voaram em sua mente. Ela colocou os braços em torno de si mesma

quando seus dentes batiam. Mesmo que meu pai me avisou, eu não acho que poderia ter

outro companheiro. Eu só espero viver o suficiente para encontrar Rayden.

Quando o computador começou o barulho, ela acordou com um começo, era como se

não tivesse dormido quando ela finalmente adormeceu. Seus olhos se arregalaram quando a

tela mostrou o planeta maciço, um turbilhão de branco, verde e azul. É lindo.

A nave inclinou enquanto descia na atmosfera brilhante. “Alvo adquirido.” Disse a

voz masculina profunda do computador. “Ajustando ponto de desembarque.”

Eles voaram apenas dentro da atmosfera, girando em torno do planeta tão rápido que

seu intestino agitou. Com cada minuto, voaram baixo, às vezes passando grandes cidades

que lembravam tanto de sua terra natal que ela olhou em choque. Estas criaturas são ainda as

mais baixas formas de vida?

Sua velocidade finalmente desacelerou quando estavam apenas acima de um mar de

copas das árvores e lagos. Floresta. Mesmo enquanto lutava com náuseas, ela glorificava a

paisagem exuberante. Este mundo faria um novo lar glorioso.

Por fim, a nave deslizou entre as copas das árvores, o desembarque com apenas um

leve gemido. Em seguida, cresceu estranhamente silencioso. Desafivelando-se do assento,

levantou-se e olhou pela tela. As árvores eram verdes, de modo diferente dos azuis laranja e

fresco inflamados do seu planeta natal. Ela não viu a nave de Rayden, no entanto. Na

verdade, tudo parecia calmo. Tão quieto.

Ela se dirigiu para a porta, mas se deteve quando o computador falou. “Membro Yurki

do Conselho preparou um arquivo com informações sobre o planeta atual, juntamente com

os dados que coletei quando passamos. Ele exorta que você o veja antes de sair da nave.“

“Obrigada, computador.” Ela olhou para a janela. “Além disso, como exatamente eu

devo encontrar Rayden?”

32
“Agora que já pousou, eu tenho sido capaz de identificar com precisão a sua

localização exata. Esta que ele está localizado em um local humano conhecido como Rusty.“

Ela se levantou, seus músculos tensos com a ansiedade. Espero que ele não mudou

muito nos dois últimos anos, ou eu posso ter problemas para encontrá-lo quando eu chegar

lá.

Empurrando o pensamento assustador para fora de sua mente, ela decidiu se

concentrar em sua primeira tarefa, revisão de dados. Diversão. Suspirando, ela foi sentar-se

na cama onde podia ver a tela, mas congelou quando ela viu em suas saias vermelhas longas.

Eu não posso exatamente usar este no planeta, posso?

“Computador, eu gostaria de trocar de roupa.”

Um painel se abriu atr{s dela. “Roupa Segundo os costumes locais foram definidas

para você.”

Virando-se, olhou em choque. O que nas três luas?

Dois equipamentos ...Se alguém pudesse chamá-los assim, tinham sido colocados para

fora. Seu olhar varreu a um à direita. O top consistia de minúsculas cordas e dois triângulos.

Sem dúvida, pelo menos esconde meus mamilos. Embora, o material pareceu fino na melhor

das hipóteses. Abaixo dele, um pequeno triângulo estava empatado em cada lado. São estas a

sua forma de calças?

A ideia fez sentir-se mais do que um pouco desanimada. E eu pensei que e sentia nua

no Jardim da Virtude.

Olhando para a roupa do lado esquerdo, ela sentiu um pouco mais à vontade. A parte

superior era preta e baixo-corte, mas, pelo menos, não era uma sucata de material. Abaixo era

uma saia tão curta que ela temia que sua feminilidade fosse vista. Mas se eu devo escolher

um, não pego o de cordas e triângulos.

Ela se acomodou para assistir, seu olhar correndo para o equipamento. Calor agrupou

entre as coxas em apenas o pensamento de Rayden vendo-a nele. O que ele diria? Mas o mais

importante, o que ele faria?

33
Fechando os olhos, ela o imaginou. Um arrepio percorreu sua espinha quando ela

deslizou a mão de entre os seios para sua barriga mais abaixo. Em breve. Logo esse fogo será

finalmente será extinto.

34
Outra noite no Rusty foi quase terminada. Rayden secou a última caneca, em seguida,

colocou-a sobre o balcão atrás dele. Algumas moradores atiravam a parte de trás ...Um jogo

curioso que ele finalmente tinha conseguido uma controlar depois do incômoda constante de

Rusty. A música tocava no fundo, o cantor masculino discutindo dois homens conversando,

homem-a-homem sobre o tratamento adequado de uma fêmea. Era uma música que ele

gostava.

Outros habitantes locais deixaram, Rusty sentou no balcão reclamando com três

homens de idade, Jimmy, Ben e Frank. Pessoas que nunca tinham parecido mais felizes

enquanto reclamando sobre os bons velhos tempos.

Foi uma noite agradável. Ele não iria ter muito na forma de gorjetas, mas era calmo.

E ele não poderia relaxar. Algo estava no ar hoje à noite. Algo que o incomodava.

Voltando-se, olhou para seu reflexo, ligeiramente distorcido no espelho atrás das

fileiras de garrafas de licor. Porque sua pele desenvolveu uma tonalidade vermelha? Ele

puxou a barra preta passando por cima de uma de suas orelhas. Ela foi feita para controlar

sua pele e cor dos olhos. Para manter sua carne pálida como os seres humanos, e seus olhos

escuros em vez de vermelho. Foi mau funcionamento?

Não seria ótimo?

Mas não foi apenas a sua pele que parecia sentir-se quente. Todo o seu corpo estava

quente. Uma tensão inexplicável tinha os músculos em seus ombros em nós.

“Menino bonito?” Rusty chamou, chamando sua atenção. “As meninas da faculdade

parecem ter ficado em casa esta noite. Por que você não tira o lixo, traz outro barril, em

seguida, dirige-se para a noite?”

Inesperadamente, Rayden sentiu uma onda de alívio. "Coisa certa."

Você está soando mais como um ser humano a cada dia que passa. Por alguma razão, o

pensamento lhe agradava. É porque você está impressionado com eles. Você admira tantas

coisas sobre eles.

35
Quando ele saiu para a noite, uma lua cheia lançou o estacionamento em um brilho

suave. Era uma noite estranhamente quieta, quase uma da manhã, mas ainda não. As poucas

lojas e restaurantes na sua rua há muito haviam sido fechados para o dia. Mesmo os bosques

ao redor deles pareciam calmos, como se até mesmo as criaturas da floresta tinham decididos

descansar.

Ele puxou o saco de lixo em torno, onde o caminhão foi cuidadosamente colocado no

beco entre os dois edifícios. Caminhando para o canto mais distante, ele jogou o saco na

lixeira, então dirigiu para dentro. Na sala de armazenamento, ele recebeu um barril e levou-o

facilmente para frente, embora fez questão de parecer sobrecarregado quando ele entrou na

vista de Rusty e os clientes. Afinal, os seres humanos são muito mais fracos do que nós.

Ele empurrou o barril sob o balcão e se levantou, tirando a poeira de suas mãos.

O que é essa presença?

De alguma forma, ele sabia que a mulher estava lá antes de seu olhar deslizar para ela.

Não era bem um perfume, mas mais um sentimento. Ela permaneceu na entrada do bar. O

cabelo em profunda cascata pelos ombros, emoldurando um rosto que era incrivelmente

bonito. Maçãs do rosto salientes, olhos castanhos e lábios cheios e macios.

Quem é ela? Por que ela parece tão familiar?

Seu olhar viajou para baixo, e seu pênis endureceu. A camisa preta que ela usava era

criminalmente transparente. Seus seios, pequenos, mas perfeitos, tensos contra o material de

seda. Seus mamilos rosa, visivelmente duros. Seu sangue correu quando ele tomou em sua

saia. Foi muito curta. Deuses, isso é tão curta que tem nada para ficar atrás dela e deslizar em

suas profundezas úmidas.

Eu nunca fui atraído por um ser humano antes. O que tem sobre ela?

Ele fez um som na parte traseira de sua garganta. E percebeu, pela primeira vez, que o

bar estava sem jeito silencioso. Todos os homens da sala olharam para a pequena mulher na

porta. Para a mulher que foi mal vestindo roupas em tudo.

Raiva bateu através de seu corpo. Como eles ousam olhar para ela!

Atacando para ela, ele observou quando seus grandes olhos seguiram sua abordagem

tanto com fome e medo.

36
“Você est{ aqui para mim?” Ele rosnou, cerrando os punhos para evitar toc{-la.

Eu pensei que eu era amava muito Syri para sequer olhar para um ser humano. Mas este...Ela

está alimentando algo dentro de mim que os outros nunca puderam.

Ela puxou o brinco de prata que apertou a maior parte do lado da sua orelha,

enquanto mordiscava o lábio inferior e o movimento fez o seu pau saltar em suas calças.

“Sim. Como você sabia?"

“L{ fora.” Ordenou entre dentes.

Leve-a agora! Seu corpo ordenou, com foco em sua bunda quando ela caminhou diante

dele. Bata em sua pequena boceta apertada até que ela implore por misericórdia!

A necessidade era tão grande que ele estendeu a mão, colocando uma mão em suas

costas e exortando-a para seu caminhão no beco. Seus sentidos estavam tão em sintonia com

ela que ele podia ouvir seu coração quando ele acelerou. Eles mal chegaram às sombras do

beco antes de chegar debaixo da saia e alisar uma mão na parte de trás da sua coxa para o

pegar a bunda firme.

Ela gritou, parando e espalhando seus joelhos ligeiramente, com as pernas tremendo.

Seus gestos submissos foram deixando-o louco. Deus! Ela sente isso também! Toda a

lógica falhou a ele. Consiga-se dentro dela. Dê tanto de você quanto precisa.

Incitando-lhe a frente mais uma vez, ele não parou até chegar ao caminhão. Uma vez

lá, ele não abriu a porta, mas girou para encará-la. Ele olhou para frente, colocando uma

perna entre as dela, para que ela estivesse montando sua coxa. "Você me quer?"

Ela tremia, em seguida, assentiu com a cabeça lentamente.

Ele se inclinou e tomou sua boca com a dele. Seu beijo foi feroz, quente, mas o dela era

mais tímido, hesitante. Ele suavizou, percebendo que sua necessidade pode ser tão grande,

mas sua experiência não.

Inocente. O alerta soou em sua cabeça, impedindo-o de levá-la ali mesmo. Em vez

disso, ele a beijou novamente e deslizou para baixo sua camisa decotada para libertar seus

seios, pegando cada monte belo e brincando com os mamilos doces com os polegares.

Ela engasgou novamente. "Por favor."

37
Por um instante ele podia ver nada, além de sua boca. Ele usou a perna para espalhar

suas coxas mais distantes, em seguida, mudou-se entre elas, pressionando os lábios contra os

dela mais uma vez. Desta vez, ela respondeu o beijo com um fogo inesperado seu próprio, e

o inferno que se espalhou entre eles fez a terra tremer. Na verdade, o chão debaixo deles

parecia tremer. O seu fogo próprio aumentou quando ele esmagou seus lábios, saboreando

sua boca. Sua língua varreu dentro, explorando-a enquanto ela aterrava sua feminilidade

contra sua ereção dura. Ele se abaixou e pegou uma de suas pernas, levando-a em torno de

sua cintura. Ela choramingou no beijo.

Ele jurou, então se inclinou e tomou um de seus mamilos em sua boca quente.

Ela resistiu. “Deuses, eu não aguento mais!”

Ele sentiu algo bater no chão a seus pés. Ele ignorou, sua bota esmagando-o quando

ele passou a tomar o outro mamilo, sugando-o mais profundo em sua boca.

Ela arqueou as costas e se moveu mais contra ele ainda. “Finalmente se foi. Estou tão

vazia. Por favor, por favor."

Desacelere! A parte racional de sua mente implorou. Ele se afastou dela, olhando para

ela com olhos que adoravam seu rosto e corpo.

Com sua última tendo força de vontade, ele substituiu a perna no chão, abrindo-a

mais. Ele pegou sua mão e levou-a em torno da volta de seu caminhão para a porta do lado

do passageiro. Não foi um passo em seu caminhão e ele a ajudou, mas seu pé escorregou e

ela caiu de cara no assento da frente.

Ele estendeu a mão para ajudá-la, mas viu-se olhando diretamente para sua boceta

inchada. O fogo correu através de seu sangue. Estendendo a mão, ele acariciou-a

suavemente.

Ela gritou, suas mãos segurando o assento.

Tão molhada. Tão pronta.

Ele precisava mais dela.

Arrastando-a de volta em direção a ele para que sua bunda estivesse no ar, ele agarrou

suas coxas exteriores, separando os lábios com os polegares e inclinando-se para pressionar a

boca contra seu núcleo quente.

38
Ela gritou, um som de puro prazer enquanto passava a língua sobre o botão do prazer

várias vezes. Ele deslizou sua língua profundamente dentro dela, tirando sua umidade, seus

lamentos estimulando-o. Ela balançava contra sua boca quando ele apertou os lábios mais

profundos, provando sua doçura, cobrindo a boca com seus sucos.

“Deus! Oh Deus, isso é tão bom.” Seu tom era de descrença, e a fome tão profunda que

combinava com a sua própria.

Ele chupou seu clitóris em sua boca enquanto ela contraia contra ele. “Eu não posso

esperar mais um segundo.”

Recuando, ele aumentou, descompactando o seu zíper e, finalmente, permitindo

liberdade a seu pau endurecido. “Eu nunca quis uma mulher assim.”

Ele agarrou seus quadris.

“E eu imaginei isso por tanto tempo.” Ela sussurrou de volta.

Ele congelou. Não é um virgem. Mas sua louca honra fez-lhe perguntar: “Você j{ fez

isso antes, certo?”

“Isso importa?” Ela arqueou contra ele, esfregando-se nele, fazendo sua sangue correr

ao sul.

Ele xingou, tentando acalmar a maré de seu desejo. Eu não posso foder uma virgem na

porta do meu caminhão. O pensamento refrigerou a tempestade dele, ele admitiu para si

mesmo, nenhuma mulher deve ser tratada assim.

Enchendo seu pênis de volta em suas calças, ele estendeu a mão e ajudou a se levantar.

Ela se virou para ele, o desespero em seus olhos. “Por favor, não pare. Eu preciso de

você."

Ele ficou surpreso com a ternura que suas palavras produziram nele. Pegando seu

rosto, ele a puxou contra ele. “Nós não terminamos ainda, amor. Mas temos de encontrar

uma cama. Você merece mais do que isso.”

Ele a ajudou em seu caminhão, em seguida, deu a volta para o lado do motorista. Ele

ligou o motor e acendeu as luzes, ligando o cinto de segurança. Ele se virou para ela e

percebeu que ela não tinha ligado o dela, então ele inclinou-se e agarrou-o, puxando-o

através de seu corpo. Em seguida, ele passou na engrenagem.

39
Ela ficou em silêncio por alguns minutos, em seguida, ela perguntou, “O seu lugar é

perto?” Sua voz estava hesitante.

“Sim.” Mas não tão perto como eu gostaria.

Ele mal desacelerou ao deixar e alcançou o longo caminho através dos bosques. Sua

necessidade mal tinha diminuído, e a maneira como as pernas não se mantinham fixas no

banco estava deixando-a selvagem. Ele queria colocar as mãos sobre elas, mas sabia que se a

tocasse, eles não iriam fazer isso em casa.

De repente, ela estendeu a mão, e sua mão acariciou sua ereção através de seu jeans.

Ele contraiu seus músculos fora do assento e quase saiu da estrada. “Cuidado!” Ele

olhou para baixo para vê-la olhando para a virilha de suas calças, o desejo quente em seu

olhar.

“Eu não vi antes.” Ela esfregou sobre seu comprimento de novo.

Ele engasgou. “Esta não é a melhor ideia...”

Ela o ignorou e abriu o zíper de seu jeans, puxando seu pênis de sua boxer. Seu olhar

entre ela e a estrada, com o coração acelerado. Um segundo depois, ela lambeu a cabeça lisa.

O volante empurrou. “Merda!"

“Você gosta disso?” Ela perguntou quando deslizou a cabeça desesperada de seu

pênis na caverna quente, molhada de sua boca.

Ele resistiu e gritou, lutando em seu assento, o prazer demais para suportar. Como

diabos vamos fazer isso em casa?

40
“Isso é um desastre!” Kaemon gritou, quebrando o copo contra a parede.

Tayker olhou. Lá vai um pedaço do meu melhor cristal.

“Pode parecer dessa maneira, mas novamente, eu tenho guardado o dia.”

O jovem virou-se para ele. “É melhor ter, meu velho, porque eu estive pensando sobre

essa boceta doce de Syri durante todo o dia, e agora está me dizendo que o velho mandou-a

para o planeta azul! E se Rayden estiver deslizando nela agora? E se ela o trouxer de volta.

Eu posso ser nomeado Khar? Será que as pessoas ainda me aceitariam sem ela ao meu lado?”

Tayker bebeu seu próprio Warlic temperado. “Eu fui capaz de plantar um espião em

sua nave antes dela sair.”

“E por que devo me preocupar com isso?” Disse ele, sua voz perigosamente baixa.

“Porque muito em breve não só o espião que plantei irá atrás de Rayden, mas vai

ativar todos os que plantamos antes, transmitindo-lhes a minha nova instrução.”

Kaemon congelou. “Então, logo ele vai estar morto?”

Tayker sorriu, feliz por ele foi finalmente pegar. “Precisamente.”

Silêncio esticou entre eles.

Mas, finalmente, Kaemon falou: “E Syri será minha companheira?”

O homem mais velho deu de ombros. “Syri precisar{ retornar, a ser acoplada

imediatamente ... E adivinha quem vai estar aqui esperando por ela?”

Kaemon se jogou em uma cadeira, um sorriso lento surgindo em seus l{bios. “As

coisas vão cair perfeitamente no lugar. Antes de chegar ao novo planeta, serei Khar. Syri será

minha companheira, e Rayden estará morto.”

Servindo-lhe um novo copo, Tayker entregou-o ao homem que logo governaria seu

povo. “E nós iremos embora desta nave horrorosa, finalmente livres no nosso novo planeta

natal.”

Os dois homens brindaram em um brinde, satisfeitos que todas as suas peças do

quebra-cabeça foram se encaixando.

41
42