Você está na página 1de 1

3. Há e a 2.

Não me resta outra opção senão mudar


a) Há – É forma do verbo haver, presente do de emprego.
indicativo, terceira pessoa do singular. Ve- Função morfológica do “senão”: preposi-
ja a conjugação. ção.
INDICATIVO SUBJUNTIVO 3. Nenhuma outra pessoa senão você
pode salvar-me.
Eu hei Que eu haja
Função morfológica do “senão”: preposi-
Tu hás Que tu hajas
ção.
Ele há Que ele haja
Nós havemos Que nós hajamos Quando equivale a “do contrário”, “caso
Vós haveis Que vós hajais contrário”, “de outro modo”, “aliás” (tem
Eles hão Que eles hajam valor de conjunção).
1. Estude, senão você não passa no vesti-
01. (FGV) Assinale a alternativa em que se b) Há – É forma usada para indicar tempo pas- bular.
tenha usado corretamente o porquê. sado (= faz). Função morfológica do “senão”: conjun-
a) Os perigos porque passamos fizeram-nos 1. Ela esteve aqui há duas semanas. [= ção.
amadurecer. faz duas semanas] 2. Trabalhe mais, senão você não compra
b) Porque todos vão ficar calados você 2. Tudo isso aconteceu há mais de dez um carro novo.
também vai ficar? anos. [= faz mais de dez anos] Função morfológica do “senão”: conjun-
c) Não havia um por quê para a ausência da 3. Estivemos aqui há oito anos. [= faz oito ção.
equipe. anos]
Quando equivale a “mas”, “mas sim”,
4. Venho querendo falar com você há
d) Sem saber porque, todos ficaram atônitos. “mas também” (tem valor de conjunção).
dias. [= faz dias]
e) Eles não se manifestaram, porquê? 1. Depois de aparecer na televisão, ficou
c) Há – É forma usada como sinônimo de famoso não apenas em sua terra, senão
02. (FGV) Assinale a alternativa em que a
existe ou existem: em todo o Brasil.
grafia das palavras está correta. Função morfológica do “senão”: conjun-
1. Há pessoas com quem simpatizamos
a) Beneficiente, asterístico, Ciclano, sombran- ção.
imediatamente. [há = existem]
celha, excessão. 2. Há muitos casos de corrupção neste 2. Não fez isso para prejudicá-lo, senão
b) Estorno, beneficente, pretensão, Sicrano, governo. [há = existem] para alertá-lo do perigo.
assessor. 3. Não há sinais de chuva no céu. [há = Função morfológica do “senão”: conjun-
c) Auto-falante, eletrecista, asterístico, existem] ção.
exceção, losângulo. 4. Nada há aqui nada que desabone a 3. Cuidar da educação dos filhos não
d) Estorno, previlégio, prazeiroso, sua conduta. [há = existe] compete a mim, senão a ti, que é mãe.
sombrancelha, pretenção. 5. Não há mal que sempre dure. [há = Função morfológica do “senão”: conjun-
e) Estorno, privilégio, beneficiente, acessor, existe] ção.
celebral. Quando equivale a “desculpa”, “defeito”,
d) A – O monossílabo “a” tem várias classes
“erro” (tem valor de substantivo).
03. (FGV) Assinale a alternativa em que as gramaticais. Confira:
1. Ela tem o grave senão de ser invejosa.
formas mal ou mau estão utilizadas de A = preposição – Não tem função sintáti- Função morfológica do “senão”: subs-
acordo com a norma culta. ca.
tantivo.
1. Só agora, depois dos vinte, ele come-
a) Mau-agradecidas, as juízas se postaram 2. Queria apenas um senão para romper
çou a trabalhar.
diante do procurador, a exigir o noivado.
2. Aqui estão os papéis a que fiz referên-
recompensas. Função morfológica do “senão”: subs-
cia.
b) Seu mal humor ultrapassava os limites do tantivo.
3. Nas férias, gostava de andar a cavalo.
suportável. b) Se não – Escreve-se “se” e depois “não”
4. Não vendemos cimento a prazo.
c) Mal chegou a dizer isso, e tomou um nos seguintes casos:
A = artigo definido – Tem sempre a fun-
sopapo que o lançou longe. Quando o “se” é conjunção adverbial con-
ção sintática de adjunto adnominal.
d) As respostas estavam mau dispostas dicional (inicia oração subordinada adver-
1. A vida tem-me ensinado mais que a bial condicional).
sobre a mesa, de forma que ninguém
escola. 1. Se não chover, iremos até a cachoeira.
sabia a seqüência correta.
2. A questão é intrincada, mas há uma Função morfológica do “se”: conjunção
e) Então, mau ajeitada, desceu triste para o
solução à vista.3. Não a vi chegar, adverbial condicional.
salão, sem perceber que alguém a
mas sei que ela está aqui. Função morfológica do “não”: advérbio
observava.
A = pronome demonstrativo – Equivale de negação.
a “aquela”. A função sintática fica depen- 2. Ela irá à Justiça do Trabalho se não se
dente da estrutura da frase. fizer um acordo antes.
Arapuca Função morfológica do “se”: conjunção
1. Não me refiro a você, mas à que estava
04 Assinale a alternativa em que haja pa- ao seu lado. (a = àquela) adverbial condicional.
lavra grafada erradamente. 2. De todas vocês, a que chegou por Função morfológica do “não”: advérbio
a) ouro e oiro último não poderá fazer prova. (a = de negação.
b) loura e loira àquela) Quando o “se” é conjunção subordinativa
c) taverna e taberna 3. Tudo isso se aplica, entre nós, à que integrante (inicia oração subordinada
d) neblina e nebrina vem tentando infringir as leis internas. substantiva objetiva direta).
e) cinqüenta e cincoenta (a = àquela) 1. Verifique se não há falhas no texto.
Função morfológica do “se”: conjunção
4. Senão e se não subordinativa integrante.
05 Assinale a alternativa em que haja pa-
a) Senão – Escreve-se “senão” nos seguin- Função morfológica do “não”: advérbio
lavra grafada erradamente.
tes casos: de negação.
a) neblina e nebrina
Quando equivale a “exceto”, “salvo”, “a 2. Queremos saber se não há outra solu-
b) floco e froco ção para a crise.
não ser” (tem valor de preposição).
c) joalheria e joalharia 1. Ela não quer outra vida senão desfilar Função morfológica do “se”: conjunção
d) catorze e quatorze pelos bailes da cidade. subordinativa integrante.
e) empecilho e impecilho Função morfológica do “senão”: prepo- Função morfológica do “não”: advérbio
sição. de negação.