Você está na página 1de 4

CIÊNCIA POLÍTICA

ROTEIRO 04

CONTEÚDO: PENSAMENTO POLÍTICO (IDADE MÉDIA)

► IDADE MÉDIA:

- Corresponde ao período compreendido entre o fim do


Império Romano do Ocidente, em 476 d.C. e o fim do Império
Romano do Oriente, em 1453.

- Idade Média costuma ser dividida em duas grandes etapas:

a) Alta Idade Média (século V a século X): caracterizada


pela desagregação da sociedade antiga e pela formação do
sistema feudal.

b) Baixa Idade Média (século XI a século XV): caracterizada


pela dissolução do sistema feudal e pela crise que marcou a
transição para o capitalismo.

» Bárbaros, Francos e Carlos Magno:

- Dos povos bárbaros formados a partir da destruição do


Império Romano do Ocidente, somente os francos não tiveram
vida curta. O reino dos francos conseguiu se estruturar e
fixar raízes, expandindo seu domínio sobre territórios que
na atualidade correspondem à França, Alemanha, Bélgica,
Itália e mais oito países europeus.

- Franco significa forte, ousado, corajoso.

- É importante ressaltar que o maior soberano dos francos


foi Carlos Magno, coroado pelo papa Leão III com o título
de Imperador, vislumbrando reavivar a autoridade do antigo
Império Romano, na verdade, idealizando um Império
universal.

- A Igreja Católica aliou-se a Carlos Magno visando a


proteção de um grande soberano, bem como a expansão do
cristianismo.

- Carlos Magno foi coroado Imperador com a finalidade de


conquistar a mesma autoridade do Império Romano do
Ocidente. Foi coroado legítimo sucessor dos grandes
imperadores romanos.

1
» Viking: aquele que se aventura no mar.
Origem: Dinamarca, Suécia, Noruega etc.).

- Importante: As invasões vikings contribuíram para a


formação do sistema feudal, pois geraram insegurança,
dificultaram o comércio e favoreceram a ruralização da
economia.

- A insegurança e a intranqüilidade levaram os cristãos


europeus a construir vilas fortificadas e castelos,
demonstrando a falta de poder dos reis, ou seja, sua
incompetência para organizar a defesa da sociedade. Fator
que decorreu na formação das sociedades feudais.

» Feudalismo:

- Características feudais:

a) O declínio das atividades comerciais e artesanais


urbanas.
b) A hierarquização social através dos estamentos
(posição social): nobreza, clero e servos.
c) A descentralização do poder político em torno dos
senhores feudais.
d) A importância do trabalho dos servos, cujos ombros
suportavam quase todos os serviços responsáveis pela
subsistência material da sociedade.

● Os reis continuaram existindo, mas sem poderes plenos e


efetivos. Verificou-se a divisão do poder político entre os
grandes proprietários de terras.

● Os senhores feudais reuniam funções administrativas,


judiciárias e militares, governavam seus feudos de maneira
autônoma, mandando e desmandando em suas regiões.

● A função militar tinha como finalidade conter as


rebeliões dos servos e promover a defesa do feudo.

» Igreja Medieval:

- Durante a Idade Média a Igreja Católica conquistou


grandes poderes.

- Conquistou os povos bárbaros para a doutrina cristã,


ampliando sua influência do pobre trabalhador ao nobre
privilegiado.

2
- Tornou-se grande proprietária de terras, a maior “senhora
feudal” da Europa.

- Seja por razões religiosas, econômicas ou políticas, as


pessoas passaram a temer e a adorar a Igreja.

- Em decorrência da desorganização administrativa,


econômica e social produzidas pelas invasões dos bárbaros e
à queda do Império Romano, somente a Igreja Católica, com
sede em Roma, conseguiu manter-se como instituição.

- A estrutura religiosa da Igreja foi consolidada,


difundindo o cristianismo entre os povos bárbaros.

- Em virtude de sua crescente influência religiosa, a


Igreja passou a exercer importante papel em diversos
setores da vida na Idade Média, foi um instrumento de
unificação, diante da fragmentação política da sociedade
feudal.

● Além da autoridade religiosa, o papa (considerado


sucessor do apóstolo Pedro), contava com o poder adquirido
através da riqueza acumulada ao longo do tempo com as
grandes doações de terras pelos fiéis em troca da possível
recompensa do céu.

» Tribunais da Inquisição:

- Visando combater as “heresias”, o papa Gregório IX criou,


em 1231, os tribunais da Inquisição, cuja missão era
descobrir e julgar os hereges (aqueles que não seguiam a
religião católica).

- As penas aplicadas iam desde a confiscação de bens até a


morte em fogueiras.

- Os hereges eram submetidos a chicotadas, queimaduras em


brasas etc, até confessarem a ausência de devoção aos
ensinamentos da Igreja.

- A ação dos Tribunais da Inquisição estendeu-se por vários


reinos cristãos: Itália, Franca, Alemanha, Portugal,
Espanha etc.

● A Inquisição desempenhou um papel político e social,


contendo os movimentos contrários às classes dominantes e,
deste modo, ultrapassando sua finalidade declarada de
promover o mero combate às heresias.

3
● Interesses da Inquisição:
a) Motivos religiosos.
b) Afirmar o poder político da Igreja.

» Decadência do Sistema Feudal:

- A relação entre os senhores feudais e os servos tornou-


se, aos poucos, uma espécie de arrendamento, materializado
por contrato, com obrigações previamente estabelecidas,
pagas em dinheiro.

- Houve crescimento demográfico (aumento da população), em


razão da ausência de invasões externas.

- O comércio e o artesanato renasceram, surgindo rotas


mercantis.

● O desenvolvimento do comércio e do artesanato reativou a


vida urbana, assinalando o surgimento de cidades e de uma
nova classe social, a burguesia, constituída por pessoas
não ligadas aos laços feudais.

● Ganhando poderes econômicos, a burguesia foi alcançando


direitos políticos e sociais. Aos poucos a burguesia e os
camponeses foram manifestando sua revolta contra a
exploração feudal e a incapacidade dos reis na garantia da
ordem e na proteção da população.

- Houve grave crise interna dentre da Igreja Católica, com


a sua divisão entre dois papas (um sediado em Roma e outro
sediado na França), no período de 1378 a 1417. Apenas em
1418 a Igreja recuperou sua unidade elegendo um novo papa
(Martim V), cuja sede foi restabelecida em Roma.