Você está na página 1de 17

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE

Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes


Diretoria de Ensino
Departamento de Educação Básica
Divisão de Ensino Fundamental Anos Finais
Escola...

Proposta de Plano de Curso Orientador das Aprendizagens para


o Ano Letivo de 2022

LÍNGUA ESPANHOLA
8º Ano do Ensino Fundamental Anos Finais
CARGA HORÁRIA BIMESTRAL: CARGA HORÁRIA ANUAL: 40h/aulas
10h/aulas
ESCLARECIMENTOS IMPORTANTES PARA APLICABILIDADE DO PLANO DE CURSO ORIENTADOR DAS APRENDIZAGENS
Professor,
O ano letivo de 2022 inicia em um contexto desafiador. Pesquisas indicam que o ensino remoto, adotado emergencialmente, durante a pandemia da
Covid-19, apesar de todos os esforços, agravou as defasagens e dificuldades de aprendizagens que já existiam antes. Agora, após dois anos, com o retorno do
ensino totalmente presencial, mais do que nunca, é necessário reordenar e impulsionar as aprendizagens dos estudantes. Por esse motivo, o foco do ano letivo
que se inicia deve estar na recomposição das aprendizagens, ou seja, no desenvolvimento das habilidades essenciais que foram prejudicadas, mas que são
fundamentais para a continuidade da trajetória pedagógica do estudante.
O Currículo de Referência Único do Estado do Acre orienta as aprendizagens que são direitos de cada aluno, e que devem ser trabalhadas no âmbito
escolar. No entanto, é evidente, nesse contexto, a necessidade de se fazer escolhas e priorizar competências e habilidades previstas no currículo que são
essenciais para reconstruir e, ao mesmo tempo alavancar essas aprendizagens.
Nesse sentido, a Secretaria de Estado de Educação, oferece o Plano de curso orientador das aprendizagens essenciais. Esse plano é apenas um norteador
geral do trabalho pedagógico do docente, portanto, um documento flexível que contém competências e habilidades, previstas no currículo, importantes para o
aprendizado dos alunos. Sendo assim, é necessário que, no planejamento escolar, o professor analise, avalie e selecione o que deve ser priorizado na sala de
aula.
É de suma importância ressaltar que a seleção das competências e habilidades priorizadas não pode ser de maneira aleatória, mas sim, tendo em vista
um diagnóstico que evidencie o que o estudante não aprendeu nos anos anteriores, o que ele precisa aprender atualmente e que serão conhecimentos bases
para seu bom desempenho no ano seguinte.
Caminhos que o professor pode trilhar para a seleção do que é prioritário:
1. Ter conhecimento das aprendizagens previstas para os anos anteriores e para o ano atual . - É essencial que se faça o seguinte questionamento: os
alunos deste ano desenvolveram plenamente as competências previstas para os anos anteriores? Sabendo que a resposta pode ser negativa, é possível priorizar
habilidades que, de alguma maneira, possam também contemplar algumas dessas aprendizagens prejudicadas, (seja através de retomada de alguma habilidade,
seja a partir de propostas de atividade que incentivem os conhecimentos prévios). Os estudantes devem ter as habilidades estruturantes bem sedimentadas,
portanto, o professor precisa planejar meios e estratégias que garantam o aprimoramento das suas habilidades de leitura, produção, compreensão textual,
raciocínio, dentre outras essenciais para o progresso cognitivo e socioemocional.
Veja, logo abaixo, quais são as competências previstas para os anos anteriores e para o ano atual.
A expectativa, de acordo com o Currículo de Referência Único do Acre, é de que os alunos sejam capazes de:
6º ano
 Comunicar-se Compreender que o mundo é multilíngue e multicultural;
 Interagir em situações de comunicação (compreensão e produção oral);
 Compreender, de modo geral, os diferentes gêneros textuais (verbais, não-verbais e multimodais), conhecendo elementos de organização textual e
entendendo a leitura como um processo não-linear;
 Expressar-se na Língua Espanhola por meio da escrita, em formatos diversos, com a mediação do professor.
7º ano
 Compreender o fenômeno linguístico da variação na própria língua materna e o fato de que a língua espanhola não existe só na variação padrão;
 Interagir em situações de comunicação (compreensão e produção oral);
 Compreender, de forma geral, os diferentes gêneros textuais escritos, em mídias impressas e digitais, conhecendo elementos de organização textual e
entendendo a leitura como um processo não-linear;
 Expressar-se na língua espanhola por meio da escrita, em formatos diversos, com a mediação do professor.
8º ano
 Conhecer diferentes patrimônios culturais difundidos na língua espanhola;
 Interagir em situações de comunicação (compreensão e produção oral);
 Compreender, de forma geral, os diferentes gêneros textuais escritos, em mídias impressas e digitais, (re)conhecendo elementos de organização textual e
entendendo a leitura como um processo não-linear;
 Expressar-se na língua espanhola por meio da escrita, em formatos diversos e presentes em diferentes ambientes de circulação, explorando o uso de
repertório linguístico.
2. Analisar informações que sinalizem as dificuldades de aprendizagem dos alunos. - Uma escuta realizada com os professores apontou, de maneira geral,
quais são as maiores dificuldades de aprendizagem dos alunos. Essas informações podem ser um ponto a ser considerado para priorizar habilidades precisam
ser desenvolvidas com mais urgência. Veja o gráfico com o percentual da escuta.
Dificuldades de aprendizagem dos alunos, de acordo com a escuta realizada com os professores
ESPANHOL - Dificuldades de aprendizagem - 8º ano
45% Na escuta, os professores citaram
40% habilidades que os seus alunos
35% 40%
30% tiveram maior dificuldade de
25%
20% aprendizagem. Nesse plano de curso,
15% 20% 20% 20%
algumas dessas habilidades estão
10%
5% acompanhadas de orientações
0%
Oralidade Leitura Escrita Conhecimentos Dim.
0%Int. pedagógicas que podem contribuir
Ling
para melhor desenvolvê-las nos
ESPANHOL - Dificuldades de aprendizagem - 8º ano estudantes.

3. Considerar as avaliações diagnósticas como fatores para tomadas de decisões. - Os prejuízos no progresso cognitivo e socioemocional dos estudantes
não podem ser ignorados no retorno presencial. As tomadas de decisões do que é prioritário, como também todas as outras estratégias planejadas para o
trabalho pedagógico devem considerar a realidade diagnosticada tanto nas avaliações diagnósticas iniciais “de entrada”, quanto no contínuo trabalho ao longo
dos bimestres. E devem visar não apenas a recuperação dessas aprendizagens, mas uma recomposição delas. Pois, segundo o dicionário, “recuperar” significa
tornar a ter a posse, reaver. Nesse contexto, apenas isso não se aplica totalmente, tendo em vista que, nesses dois anos, os alunos pouco tiveram “posse” de
conhecimentos e não há muito o que reaver. Já “recompor” significa reconstituir, reorganizar, restaurar. Então, que a partir de 2022 as escolas consigam
reconstituir as aprendizagens dos seus alunos.
1º BIMESTRE

CONTEÚDOS
(O que é preciso ensinar explicitamente ou criar condições para que os PROPOSTAS DE
OBJETIVOS/CAPACIDADES alunos aprendam e desenvolvam as capacidades que são objetivos) ATIVIDADES (Situações de FORMAS DE AVALIAÇÃO
(Competências amplas do componente) Objetos de ensino e aprendizagem para (Situações mais adequadas para avaliar)
Habilidades trabalhar com os conteúdos)
Conhecimento
• Conhecer diferentes  Construção de repertório cultural  Conhecer e valorizar a cultura  Elaboração de projetos  Observação e registro do alcance dos
patrimônios culturais por meio do contato com dos países falantes da Língua interdisciplinares que objetivos previamente estabelecidos
difundidos na Língua manifestações artístico-culturais Espanhola, construindo contemplem manifestações no projeto interdisciplinar.
Espanhola. vinculadas à LE (artes plásticas e repertório cultural, com artísticas e culturais, arte,  Monitoramento da participação dos
visuais, literatura, música, destaque para os países música, dança e literatura, alunos em todas as etapas do
cinema, dança, festividades, entre fronteiriços. envolvendo as disciplinas de trabalho.
outros), valorizando a diversidade Arte, Português, História e  Registro coletivo da etapa final do
entre culturas, sem a Educação Física. projeto.
supervalorização de uma cultura  Associações às tradições
em detrimento de outra(s). indígenas, usando como
exemplos a música, a arte, a
culinária.

• Interagir em situações de  Utilização de recursos e  Eventos futuros: planos,  Utilização de formas verbais do Pelo professor:
comunicação (compreensão e repertórios linguísticos para previsões, possibilidade e futuro para descrever planos e  Monitoramento dos processos
produção oral). informar sobre eventos futuros: probabilidades sobre a vida expectativas e fazer previsões, interacionais e colaborativos nas
planos, previsões, possibilidades pessoal e profissional. fazendo uso do repertório situações de aprendizagem.
e probabilidades sobre a vida lexical construído.
pessoal.  Situações em que os alunos  Observação e registro da produção
(Para o desenvolvimento dessa podem entrevistar os colegas ou oral individual dos alunos para
habilidade, pode haver a outras pessoas, pessoalmente ou possíveis intervenções.
necessidade de retomar o estudo por meio virtual, e descobrir  Proposição de atividades avaliativas
sobre repertório lexical em seus planos futuros. individuais para checar a assimilação
questão). dos conteúdos sistematizados (tempo
verbal e vocabulário), análise dos
 Construção do sentido global de  Organização de textos orais  Reprodução de áudios e/ou resultados e planejamento de futuras
textos orais, multimodais, de de cunho vídeos de falantes de espanhol intervenções.
cunho informativo/jornalístico, informativo/jornalístico. de textos orais informativos e
relacionando suas partes, o jornalísticos, visando o
assunto principal e informações desenvolvimento dos
relevantes. letramentos dos alunos.

 Descrição de planos, expectativas  Fazer previsões utilizando  Utilização de formas verbais do


e previsões utilizando verbos no verbos no futuro e no futuro para descrever planos e
tempo presente e no futuro. presente. expectativas e fazer previsões,
fazendo uso do repertório
lexical construído.

 Compreender, de forma geral, os  Apreciação de textos narrativos  Textos artístico/literário.  Propostas que potencializem o Pelo professor:
diferentes gêneros textuais em LE (contos, poemas, interesse dos alunos pela leitura  Observação e registro dos
escritos, em mídias impressas e romances, entre outros, em versão de textos narrativos em LE procedimentos compartilhados pelos
digitais, (re) conhecendo original ou simplificada) como (contos, romances, entre alunos em relação às estratégias de
forma de valorizar o patrimônio outros), com a finalidade de leitura e comparação dos diversos
elementos de organização textual
cultural do povo que o produziu. conhecer e respeitar a registros.
e entendendo a leitura como um diversidade de culturas.
 (Sugere-se que, para o  Realização de novas atividades de
processo não - linear. desenvolvimento dessa leitura que possibilitem a observação
habilidade, as atividades do uso de estratégias pelos alunos –
priorizem tanto a análise do autonomamente e com ajuda
texto em espanhol quanto a  Monitoramento permanente dos
realização das tarefas de avanços alcançados pelos alunos e do
leitura utilizando a língua estabelecimento de parcerias
estrangeira). produtivas entre eles.
 Observação e registro do processo
colaborativo dos alunos durante as
atividades em grupos.
 Proposição de critérios para a análise
do uso da língua na produção de
textos escritos (glossário/ lista) para
que os alunos possam revisá-los.
Pelo grupo:
 Revisão dos textos (glossário/lista) e
identificação dos erros mais
frequentemente cometidos pelo
grupo, tendo sempre como orientação
os critérios estabelecidos para a
produção dos textos.

 Expressar-se na Língua  Uso da LE por meio da produção  Produção de textos escritos,  Produção de textos escritos, em Pelo professor:
Espanhola por meio da escrita, de textos autênticos, criativos e com mediação do professor; meio impresso ou digital, sobre  Proposição de critérios para a análise
em formatos diversos e presentes autônomos, tais como:  Temas de interesse comum. previsões do tempo e projetos do uso da língua na produção de
em diferentes ambientes de - Produção de textos escritos em futuros (comentários em fóruns, textos escritos (comentários em
formatos de gêneros mais relatos pessoais, mensagens fóruns, relatos pessoais, mensagens
circulação, explorando o uso de
informais, com o uso de instantâneas, tuítes, instantâneas, tuitar, reportagens,
repertório linguístico. estratégias de escrita reportagens, histórias de ficção, histórias de ficção, blogues, entre
(planejamento, produção de blogues, entre outros). outros) para que os alunos possam
rascunho, revisão e edição final) e  Trabalho em grupo: divisão da revisá-los.
temáticas que abordem projetos turma em grupos (um para cada  Provas escritas a fim de verificar o
futuros (pessoais, da família, da dia do qual se conhece a uso adequado da língua em situações
comunidade em que vivem, ou do previsão ou para a cidade semelhantes às situações propostas
planeta). escolhida): pesquisa na internet em aula.
sobre previsão do tempo para a  Seleção de algumas das atividades
semana, na cidade, nas cidades propostas ao longo do período para a
vizinhas e em várias cidades do verificação do desempenho dos
mundo; elaboração de cartazes alunos para que o professor possa
que informem e ilustrem a fazer ajustes no processo de ensino e
previsão encontrada; exposição para que os alunos possam tomar
dos cartazes na sala de aula ou consciência de sua aprendizagem.
nos corredores/murais da Pelo grupo:
escola.  Revisão dos textos e identificação
 Produção escrita de textos sobre dos erros mais frequentemente
projetos futuros, (da família, da cometidos pelo grupo, tendo como
comunidade, do planeta) – orientação os critérios estabelecidos
próximas ou distantes, (para para a produção dos textos.
que os alunos utilizem o tempo
de futuro com o presente
contínuo).

RECURSOS: (Correspondem aos materiais diversos na aula)


Livros, cópias, revistas, data show, notebook, cartazes, pincel, quadro, dicionário, internet, aparelho de som, televisão, vídeos, músicas, etc.

Observação:
- Lembrando que as observações descritas em algumas habilidades do plano são de caráter sugestivo e que, de maneira alguma, engessa a autonomia do professor. O objetivo é trazer seu olhar
para algumas possibilidades;
- Para um melhor desenvolvimento, recomenda-se realizar um estudo do bimestre e buscar habilidades que sejam possíveis de trabalhar simultaneamente para melhor otimização do tempo,
inserida dentro de um contexto (utilizando de textos que tratem situações reais do dia a dia e, que, o aluno tenha a oportunidade diária/semanal de aplicá-la no seu convívio social).

2º BIMESTRE

CONTEÚDOS
(O que é preciso ensinar explicitamente ou criar condições para que os PROPOSTAS DE
OBJETIVOS/CAPACIDADES alunos aprendam e desenvolvam as capacidades que são objetivos) ATIVIDADES (Situações de FORMAS DE AVALIAÇÃO
(Competências amplas do componente) Objetos de ensino e aprendizagem para (Situações mais adequadas para avaliar)
Habilidades trabalhar com os conteúdos)
Conhecimento
 Conhecer diferentes patrimônios  Investigação da forma que  Impacto de aspectos culturais  Reprodução de vídeos (filmes  Observação e registro do alcance dos
culturais difundidos na Língua expressões, gestos e diferentes na comunicação. ou fragmentos de um filme) que objetivos previamente estabelecidos
Espanhola. comportamentos estão retratem diferentes culturas no projeto interdisciplinar.
relacionados com aspectos indígenas (seus costumes, seus  Monitoramento da participação dos
culturais da sociedade e podem vocabulários, suas condições de alunos em todas as etapas do
ter diferentes significados em vida, sua história) para posterior trabalho.
diferentes culturas. reflexão em sala de aula.  Registro coletivo da etapa final do
Escuta de canções de diversos projeto.
ritmos e diferentes países
falantes de LE.

 Interagir em situações de  Produção de enunciados orais, no  Uso do verbo no presente e no  Utilização de imagens de Pelo professor:
comunicação (compreensão e presente ou no passado, passado na produção de pessoas, lugares e  Monitoramento dos processos
produção oral). construindo orações dependentes enunciados orais; coisas/objetos/animais, de interacionais e colaborativos nas
que adicionam mais informações  Pronomes relativos; fragmentos de informações ou situações de aprendizagem.
ou mais detalhes a alguém ou  Cláusula relativa. frases para que os alunos  Observação e registro da produção
algo mencionado na oração produzam enunciados orais oral individual dos alunos para
anterior. sobre elas (eles), adicionando possíveis intervenções.
outras informações ou detalhes  Proposição de atividades avaliativas
sobre quem ou o que se está individuais para checar a assimilação
falando, no tempo presente ou
no passado. dos conteúdos sistematizados (tempo
verbal e vocabulário), análise dos
 Solicitação e fornecimento de  Uso dos interrogativos, verbos  Utilização de imagens de resultados e planejamento de futuras
informações sobre a existência e no presente, artigos pessoas em locais públicos ou intervenções.
a quantidade de algo utilizando os indefinidos e quantificadores privados da cidade, como em
interrogativos, o verbo no para solicitar e fornecer bancos, cinemas, em transportes
presente, os artigos indefinidos e informações. coletivos, etc., para que os
os quantificadores. alunos solicitem e forneçam
(Recomenda-se que, para o informações sobre a quantidade
desenvolvimento dessa de pessoas nesses locais.
habilidade, o professor sugira
atividades auditivas de
reportagens voltadas para esse
tema).

 Compreender, de forma geral, os  Exploração de ambientes virtuais  Explorar ambientes virtuais  Acesso à internet (bibliotecas Pelo professor:
diferentes gêneros textuais e/ou aplicativos (código QR para e/ou aplicativos para acessar e virtuais dos países falantes do  Observação e registro dos
escritos, em mídias impressas e consulta digital, duolingo, usufruir do patrimônio idioma espanhol, com destaque procedimentos compartilhados pelos
digitais, (re) conhecendo babbel, busuu, hinative, etc.) para artístico literário em Língua para Bolívia - alunos em relação às estratégias de
acessar e usufruir do patrimônio Espanhola, com destaque para http://www.bbb.gob.bo e/ou leitura e comparação dos diversos
elementos de organização textual
artístico literário em LE Bolívia e Peru. Peru - https://www.bnp.gob.pe/, registros.
e entendendo a leitura como um (bibliotecas virtuais dos países além da Biblioteca Virtual  Realização de novas atividades de
processo não - linear. falantes do idioma espanhol, com Cervantes leitura que possibilitem a observação
destaque para Bolívia - http://www.cervantesvirtual.co do uso de estratégias pelos alunos –
http://www.bbb.gob.bo e Peru - m) e visitas a bibliotecas físicas autonomamente e com ajuda
https://www.bnp.gob.pe, além da (Biblioteca Pública Central,  Monitoramento permanente dos
Biblioteca Virtual Cervantes Biblioteca da Floresta, avanços alcançados pelos alunos e do
http://www.cervantesvirtual.com) Biblioteca da UFAC, etc.) para estabelecimento de parcerias
. pesquisa sobre os diferentes produtivas entre eles.
(Para o desenvolvimento dessa gêneros textuais e a respeito do  Observação e registro do processo
habilidade, sugere-se que patrimônio artístico literário em colaborativo dos alunos durante as
possibilite aos alunos a leitura Língua Espanhola (outra atividades em grupos.
de jornais em ambientes sugestão: utilizar o código QR  Proposição de critérios para a análise
virtuais relacionadas a para consulta digital, colocando do uso da língua na produção de
divulgação, análise e foto/imagem pela sala, para textos escritos (glossário/ lista) para
promoção de eventos e que, ao escaneá-la, os alunos que os alunos possam revisá-los.
manifestações culturais). possam ter acesso às obras Pelo grupo:
literárias).  Revisão dos textos (glossário/lista) e
identificação dos erros mais
frequentemente cometidos pelo
grupo, tendo sempre como orientação
os critérios estabelecidos para a
produção dos textos.

 Expressar-se na Língua  Uso da LE por meio da produção  Produção de textos escritos,  Elaboração de critérios para a Pelo professor:
Espanhola por meio da escrita, de textos autênticos, criativos e com mediação do professor; avaliação das produções  Proposição de critérios para a análise
em formatos diversos e presentes autônomos, tais como:  Temas de interesse comum. escritas relacionados ao do uso da língua na produção de
em diferentes ambientes de - Produção de textos escritos em conteúdo (exploração do tema, textos escritos (comentários em
formatos de gêneros mais objetivo do texto e propósito), fóruns, relatos pessoais, mensagens
circulação, explorando o uso de
informais, com o uso de organização textual instantâneas, tuitar, reportagens,
repertório linguístico. estratégias de escrita (características do gênero histórias de ficção, blogues, entre
(planejamento, produção de escolhido) e estrutura da outros) para que os alunos possam
rascunho, revisão e edição final) e língua/vocabulário, que revisá-los.
temáticas que abordem projetos permitam a identificação das  Provas escritas a fim de verificar o
futuros (pessoais, da família, da limitações dos alunos em uso adequado da língua em situações
comunidade em que vivem, ou do relação aos textos produzidos semelhantes às situações propostas
planeta). para que seja dado o suporte em aula.
necessário aos alunos e eles  Seleção de algumas das atividades
sejam bem-sucedidos. propostas ao longo do período para a
verificação do desempenho dos
alunos para que o professor possa
fazer ajustes no processo de ensino e
para que os alunos possam tomar
consciência de sua aprendizagem.
Pelo grupo:
 Revisão dos textos e identificação
dos erros mais frequentemente
cometidos pelo grupo, tendo como
orientação os critérios estabelecidos
para a produção dos textos.

RECURSOS: (Correspondem aos materiais diversos na aula)

Livros, cópias, revistas, data show, notebook, cartazes, pincel, quadro, dicionário, internet, aparelho de som, televisão, vídeos, músicas, etc.

Observação:
- Lembrando que as observações descritas em algumas habilidades do plano são de caráter sugestivo e que, de maneira alguma, engessa a autonomia do professor. O objetivo é trazer seu olhar
para algumas possibilidades;
- Para um melhor desenvolvimento, recomenda-se realizar um estudo do bimestre e buscar habilidades que sejam possíveis de trabalhar simultaneamente para melhor otimização do tempo,
inserida dentro de um contexto (utilizando de textos que tratem situações reais do dia a dia e, que, o aluno tenha a oportunidade diária/semanal de aplicá-la no seu convívio social).
3º BIMESTRE

CONTEÚDOS
(O que é preciso ensinar explicitamente ou criar condições para que os PROPOSTAS DE
OBJETIVOS/CAPACIDADES alunos aprendam e desenvolvam as capacidades que são objetivos) ATIVIDADES (Situações de FORMAS DE AVALIAÇÃO
(Competências amplas do componente) Objetos de ensino e aprendizagem para (Situações mais adequadas para avaliar)
Habilidades trabalhar com os conteúdos)
Conhecimento
 Conhecer diferentes patrimônios  Identificação de fatores que  Conhecer as variadas formas  Leitura/escuta de conversas  Observação e registro do alcance dos
culturais difundidos na Língua podem impedir o entendimento de se manifestar dos falantes curtas entre pessoas de culturas objetivos previamente estabelecidos
Espanhola. entre pessoas de culturas da Língua Espanhola, ou seja, diferentes que falam a Língua no projeto interdisciplinar.
diferentes que falam a Língua as diferenças e semelhanças Espanhola, considerando  Monitoramento da participação dos
Espanhola. entre as culturas. determinados fatores como, por alunos em todas as etapas do
exemplo, a variação linguística, trabalho.
além de documentários e  Registro coletivo da etapa final do
entrevistas em vídeo e por meio projeto.
de emissoras de rádio.
Gêneros textuais sugeridos:
letras de música/canções,
artigos de opinião, blogues,
charges, tirinhas, fotolegendas,
entre outros.

 Interagir em situações de  Descrição de similaridades e  Adjetivos: comparativo e  Utilização das formas Pelo professor:
comunicação (compreensão e diferenças entre dois ou mais superlativo; comparativa e superlativa de  Monitoramento dos processos
produção oral). objetos, pessoas, lugares etc., adjetivos para comparar interacionais e colaborativos nas
utilizando os graus comparativo e quantidades e qualidades, situações de aprendizagem.
superlativo. partindo da realidade da sala de  Observação e registro da produção
aula. oral individual dos alunos para
Situações em que os alunos possíveis intervenções.
possam fazer comparações de  Proposição de atividades avaliativas
preços entre produtos individuais para checar a assimilação
semelhantes comercializados dos conteúdos sistematizados (tempo
em locais diferentes, etc. verbal e vocabulário), análise dos
resultados e planejamento de futuras
intervenções.

 Compreender, de forma geral, os  Utilização e análise de estratégias  Estratégias de leitura que  Situações em que os alunos Pelo professor:
diferentes gêneros textuais de leitura que permitam a contribuem para a possam explicitar para os  Observação e registro dos
escritos, em mídias impressas e construção do sentido global do compreensão; colegas as estratégias que procedimentos compartilhados pelos
digitais, (re) conhecendo texto:  Prefixos e sufixos. utilizaram para se aproximar do alunos em relação às estratégias de
- Inferência de informações e conteúdo do texto; leitura e comparação dos diversos
elementos de organização textual
relações que não aparecem de  Confecção de um painel que registros.
e entendendo a leitura como um modo explícito no texto; mostre exemplos de palavras  Realização de novas atividades de
processo não - linear. - Dedução de palavras que contenham sufixos e leitura que possibilitem a observação
desconhecidas dentro de um prefixos comuns da Língua do uso de estratégias pelos alunos –
texto, a partir do reconhecimento Espanhola que ajudem o aluno autonomamente e com ajuda
de prefixos e sufixos e da análise na dedução de significado de  Monitoramento permanente dos
dessas palavras no contexto. palavras desconhecidas nos avanços alcançados pelos alunos e do
(Sugere-se a leitura a partir de textos lidos. estabelecimento de parcerias
palavras-chave). produtivas entre eles.
 Observação e registro do processo
colaborativo dos alunos durante as
atividades em grupos.
 Proposição de critérios para a análise
do uso da língua na produção de
textos escritos (glossário/ lista) para
que os alunos possam revisá-los.
Pelo grupo:
 Revisão dos textos (glossário/lista) e
identificação dos erros mais
frequentemente cometidos pelo
grupo, tendo sempre como orientação
os critérios estabelecidos para a
produção dos textos.

 Expressar-se na Língua  Uso da Língua Espanhola por  Produção de textos escritos,  Elaboração de glossário Pelo professor:
Espanhola por meio da escrita, meio da produção de textos com mediação do professor; (soleado, nublado, lluvioso,  Proposição de critérios para a análise
em formatos diversos e presentes autênticos, criativos e autônomos,  Temas de interesse comum. frío, caliente, cálido etc.) e do uso da língua na produção de
em diferentes ambientes de tais como: análise e reflexão sobre a textos escritos (comentários em
- Produção de textos escritos em língua, no que se refere ao uso fóruns, relatos pessoais, mensagens
circulação, explorando o uso de
formatos de gêneros mais do tempo futuro. instantâneas, tuitar, reportagens,
repertório linguístico. informais, com o uso de histórias de ficção, blogues, entre
 Produção de textos escritos, em
estratégias de escrita meio impresso ou digital, sobre outros) para que os alunos possam
(planejamento, produção de previsões do tempo e projetos revisá-los.
rascunho, revisão e edição final) e futuros (comentários em fóruns,  Provas escritas a fim de verificar o
temáticas que abordem projetos relatos pessoais, mensagens uso adequado da língua em situações
futuros (pessoais, da família, da instantâneas, tuites, semelhantes às situações propostas
comunidade em que vivem ou do reportagens, histórias de ficção, em aula.
planeta). blogues, entre outros).  Seleção de algumas das atividades
 Pesquisa na internet sobre propostas ao longo do período para a
previsão do tempo para a verificação do desempenho dos
semana (em português) – na alunos para que o professor possa
cidade, nas cidades vizinhas ou fazer ajustes no processo de ensino e
até em várias cidades do mundo para que os alunos possam tomar
(sugestão: Bolívia e Peru). consciência de sua aprendizagem.
 Divisão da turma em grupos Pelo grupo:
(um para cada dia sobre o qual  Revisão dos textos e identificação
se conheça a previsão ou para a dos erros mais frequentemente
cidade escolhida). cometidos pelo grupo, tendo como
 Elaboração de cartazes que orientação os critérios estabelecidos
informem e ilustrem a previsão para a produção dos textos.
encontrada.

RECURSOS: (Correspondem aos materiais diversos na aula)

Livros, cópias, revistas, data show, notebook, cartazes, pincel, quadro, dicionário, internet, aparelho de som, televisão, vídeos, músicas, etc.

Observação:
- Lembrando que as observações descritas em algumas habilidades do plano são de caráter sugestivo e que, de maneira alguma, engessa a autonomia do professor. O objetivo é trazer seu olhar
para algumas possibilidades;
- Para um melhor desenvolvimento, recomenda-se realizar um estudo do bimestre e buscar habilidades que sejam possíveis de trabalhar simultaneamente para melhor otimização do tempo,
inserida dentro de um contexto (utilizando de textos que tratem situações reais do dia a dia e, que, o aluno tenha a oportunidade diária/semanal de aplicá-la no seu convívio social).
4º BIMESTRE

CONTEÚDOS
(O que é preciso ensinar explicitamente ou criar condições para que os PROPOSTAS DE
OBJETIVOS/CAPACIDADES FORMAS DE AVALIAÇÃO
alunos aprendam e desenvolvam as capacidades que são objetivos) ATIVIDADES (Situações de (Situações mais adequadas para
(Competências amplas do componente) Objetos de ensino e aprendizagem para avaliar)
Habilidades trabalhar com os conteúdos)
Conhecimento
 Conhecer diferentes patrimônios  Análise de fatores que podem  Compreender as variadas  Leitura/escuta de conversas  Observação e registro do alcance
culturais difundidos na Língua impedir o entendimento entre formas de se manifestar dos curtas entre pessoas de culturas dos objetivos previamente
Espanhola. pessoas de culturas diferentes que falantes da Língua Espanhola, diferentes que falam a Língua estabelecidos no projeto
falam a Língua Espanhola, a ou seja, as diferenças e Espanhola, considerando interdisciplinar.
partir da análise de relações de semelhanças entre as culturas. determinados fatores como, por  Monitoramento da participação dos
semelhança e diferença em exemplo, a variação linguística, alunos em todas as etapas do
determinadas culturas, de modo a além de documentários e trabalho.
legitimá-las. entrevistas em vídeo e por meio  Registro coletivo da etapa final do
de emissoras de rádio. projeto.
 Gêneros textuais sugeridos:
letras de música/canções,
artigos de opinião, blogues,
charges, tirinhas, fotolegendas,
entre outros.

 Interagir em situações de  Solicitação e fornecimento de  Uso de quantificadores  Utilização de imagens de Pelo professor:
comunicação (compreensão e informações sobre a existência e afirmativos e negativos. pessoas em locais públicos ou  Monitoramento dos processos
produção oral). a quantidade de algo (na despensa privados da cidade, como em interacionais e colaborativos nas
ou na geladeira de uma bancos, cinemas, em transportes situações de aprendizagem.
residência, por exemplo) ou de coletivos, etc., para que os  Observação e registro da produção
pessoas (num local público ou alunos solicitem e forneçam oral individual dos alunos para
privado da cidade), utilizando a informações sobre a quantidade possíveis intervenções.
forma verbal e quantificadores de pessoas nesses locais.  Proposição de atividades
corretos. avaliativas individuais para checar
a assimilação dos conteúdos
 Construção de repertório lexical  Léxico: os alimentos, partes  Realização de atividades que sistematizados (tempo verbal e
relativo aos alimentos (numa da casa, a cidade (lugares apresentem o vocabulário de vocabulário), análise dos resultados
despensa ou geladeira, por públicos ou privados); modo contextualizado, e planejamento de futuras
exemplo), partes da casa (sala,  Substantivos (contáveis e articulado e a serviço das intervenções.
quarto, cozinha...) e/ou a lugares incontáveis). práticas de oralidade, leitura e
públicos ou privados na cidade; escrita, levando o aluno a
aos tipos de substantivos descobrir o significado de
(contáveis e incontáveis); planos, palavras da Língua Espanhola
previsões e expectativas futuras. de modo indutivo (contexto,
(Para o desenvolvimento dessa ilustração, linguagem corporal
habilidade, sugere-se uma → significado).
atividade de reforço com a
utilização de imagens).

 Compreender, de forma geral, os  Análise crítica/reflexiva de  Refletir pós-leitura.  Análise de diferentes Pelo professor:
diferentes gêneros textuais diferentes perspectivas e opiniões perspectivas e opiniões sobre o  Observação e registro dos
escritos, em mídias impressas e (implícitas e explícitas) sobre um mesmo assunto pertencente a procedimentos compartilhados
digitais, (re) conhecendo mesmo assunto pertencente a um um texto lido. pelos alunos em relação às
texto lido. estratégias de leitura e comparação
elementos de organização textual
dos diversos registros.
e entendendo a leitura como um
 Realização de novas atividades de
processo não- linear. leitura que possibilitem a
observação do uso de estratégias
pelos alunos – autonomamente e
com ajuda
 Monitoramento permanente dos
avanços alcançados pelos alunos e
do estabelecimento de parcerias
produtivas entre eles.
 Observação e registro do processo
colaborativo dos alunos durante as
atividades em grupos.
 Proposição de critérios para a
análise do uso da língua na
produção de textos escritos
(glossário/ lista) para que os alunos
possam revisá-los.
Pelo grupo:
 Revisão dos textos (glossário/lista)
e identificação dos erros mais
frequentemente cometidos pelo
grupo, tendo sempre como
orientação os critérios
estabelecidos para a produção dos
textos.
 Expressar-se na Língua  Revisão detalhada e reconstrução  Revisão de texto com  Revisão da produção escrita de Pelo professor:
Espanhola por meio da escrita, de um texto antes da sua mediação do professor. textos familiares ao aluno para  Proposição de critérios para a
em formatos diversos e presentes publicação final (cortes,  Reconstrução de texto. que eles consigam reescrevê-los análise do uso da língua na
em diferentes ambientes de acréscimos, reformulações, e aprimorá-los, a partir das produção de textos escritos
correções, edição e publicação seguintes intervenções: (comentários em fóruns, relatos
circulação, explorando o uso de
final).  Análise coletiva de um texto pessoais, mensagens instantâneas,
repertório linguístico. tuitar, reportagens, histórias de
único;
 Revisões em duplas; ficção, blogues, entre outros) para
. que os alunos possam revisá-los.
 Revisão individual com base
em discussões com o grupo.  Provas escritas a fim de verificar o
uso adequado da língua em
situações semelhantes às situações
propostas em aula.
 Seleção de algumas das atividades
 Temas: Cultura indígena, propostas ao longo do período para
respeito às diferenças e a verificação do desempenho dos
educação financeira. alunos para que o professor possa
 Gêneros textuais: Contos, fazer ajustes no processo de ensino
poemas, romances, comentários e para que os alunos possam tomar
em fóruns, relatos pessoais, consciência de sua aprendizagem.
mensagens instantâneas, tuitar, Pelo grupo:
reportagens, histórias de ficção,  Revisão dos textos e identificação
blogues, entre outros. dos erros mais frequentemente
(TRABALHAR AO LONGO cometidos pelo grupo, tendo como
DO BIMESTRE). orientação os critérios
estabelecidos para a produção dos
textos.

RECURSOS: (Correspondem aos materiais diversos na aula)

Livros, cópias, revistas, data show, notebook, cartazes, pincel, quadro, dicionário, internet, aparelho de som, televisão, vídeos, músicas, etc.
Observação:
- Lembrando que as observações descritas em algumas habilidades do plano são de caráter sugestivo e que, de maneira alguma, engessa a autonomia do professor. O objetivo é trazer seu olhar
para algumas possibilidades;
- Para um melhor desenvolvimento, recomenda-se realizar um estudo do bimestre e buscar habilidades que sejam possíveis de trabalhar simultaneamente para melhor otimização do tempo,
inserida dentro de um contexto (utilizando de textos que tratem situações reais do dia a dia e, que, o aluno tenha a oportunidade diária/semanal de aplicá-la no seu convívio social).
REFERÊNCIAS

ACRE. Secretaria de Estado de Educação Cultura e Esporte. Currículo de Referência Único do Acre: Ensino Fundamental Anos Finais. 2019.
Disponível em: https://www.educ.see.ac.gov.br/pagina/curriculo-referencia-unico. Acesso em: 02/03/2022.

Você também pode gostar