. . . . . . . . . . . . . . . . . . 06 6 Exemplos Exemplos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19 Quando as aplicações devem obrigatoriamente passar Quando as aplicações devem obrigatoriamente . . . . . . . . . . . . 07 7 Transferências de mesma titularidade titularidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 202 Produtos que continuaram com a incidência da CPMF . . 201 . . . . . . . . 18 Perguntas e Respostas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 205 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15 para a CCI . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9 Perguntas e Respostas . . . . . . . . . . 17 Alterações no dia-a-dia do cliente . . . . . . . . 205 Titularidade: O que é permitido e o que não é permitido? Exemplo Perguntas e Respostas Titularidade: O que é permitido e o que não é permitido? 8 08 206 09 207 Exemplo . . . . . . . . . . 14 . . . . . 16 Dia-a-dia do cliente Perguntas e Respostas 05 203 Perguntas e Respostas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 204 pela CCI? . . . . . . . . . . . . 16 Perguntas e Respostas Conta Corrente "Normal" X Conta Corrente 4 Conta Corrente "Normal X Conta Corrente Investimento Investimento04 202 O cliente pode ter O cliente pode ter. . . . . . . . . . . . . . . 12 Principais vantagens da CCIS para o investidor . . . . . . . . 03 3 Mecanismos para transferência da conta corrente “normal” Integram ou não integram a . . . . . . . . . . . . 5 Integram ou não integram a CCI . . . . . . . 03 3 Que tipo de Instituição pode / deve "abrir" as CCIS? as CCIS?. . . . . . . . . . . . . . . . . CCI Que tipo de Instituição pode/deve “abrir” . .O que é a CCI ? 03 201 Mecanismos para transferência da conta corrente "normal" para a CCI 15 213 16 214 17 215 18 216 19 217 Por que foi criada a CCI? O que é e por que foi criada a CCI? . . . 13 12 210 13 211 14 212 Principais vantagens da CCIS para o investidor Perguntas e Respostas Perguntas e Respostas . . . . . . . .passar pela CCI? . . . . . . . . . . . . . . 06 7 Transferências de mesma .

Instituições Financeiras que podem abrir as CCIs: Bancos Comerciais.Que tipo de Instituição pode/deve “abrir” as CCIS? O QUE É A CCI? QUE TIPO DE INSTITUIÇÃO PODE/DEVE “ABRIR” AS CCIS? É uma conta corrente criada exclusivamente para a movimentação de investimentos de pessoas físicas e jurídicas. 3 . POR QUE FOI CRIADA A CCI? Esta conta corrente que serve exclusivamente para a movimentação das aplicações financeiras foi criada para que não haja a incidência de CPMF (aliquota zero) nas movimentações feitas na mesma. Bancos Múltiplos. de 13/07/2004. O cliente investidor deve abrir uma CCI em instituições financeiras autorizadas para tal pelo Bacen. pelos investidores. Bancos de Investimento. A Conta Investimento entrou em vigor em 01 de outubro de 2004 e foi criada pelo governo pela Medida Provisória nº 179. e regulamentada pela Circular Bacen 3.892.O que é e Por que foi criada a CCI? . convertida na Lei 10. e alterada pela MP 206.248. Caixas Econômicas.

Então: Quando o dinheiro do investidor migra para a Conta Investimento pela primeira vez.. não sofre a incidência da CPMF. entre as alternativas existentes para investimentos na CCI. inclusive recursos que sejam debitados dela para serem aplicados na “Conta Investimento”. sobre qualquer saída de recursos. A partir daí (o dinheiro já está na Conta Investimento) qualquer mudança na alocação destes recursos. É uma conta criada exclusivamente para permitir a livre movimentação de recursos entre aplicações financeiras Sem a incidência da CPMF.Conta Corrente “Normal X Conta Corrente Investimento CONTA CORRENTE "NORMAL" X CCI A CONTA CORRENTE “NORMAL” É UMA COISA. A CONTA INVESTIMENTO É OUTRA COISA. apresentados na sequência. * Exceções previstas em Lei. ou seja. A Conta Corrente sofre a incidência da CPMF sobre qualquer débito existente nela *. 4 .. ele necessariamente tem que ser debitado de uma conta corrente "normal".

Bancos Múltiplos com Carteira Comercial .Caixas Econômicas Depois que o dinheiro migrar para a CCI. Ele não é obrigado a ter também a conta corrente "normal" nesta mesma instituição.Banco Comercial . Abertas pelas instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central: . IMPORTANTE: O cliente não é obrigado a ter sua conta corrente “normal” e a CCI na mesma instituição.O cliente pode ter O CLIENTE PODE TER: CONTA CORRENTE "NORMAL" CONTA INVESTIMENTO Abertas pelas instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central: . Observação: Note que no momento em que os recursos saem da conta corrente normal para migrar para a CCI sempre há a incidência da CPMF.Banco de Investimento . Há também CPMF quando da amortização do saldo devedor (quando o cliente "cobre" seu saldo devedor).Banco Múltiplo . inclusive quando o dinheiro migrar para a Conta Investimento.Caixas Econômicas Sempre que houver débito (saída de $ da conta). se assim ele desejar. Na seqüência estudaremos algumas possibilidades de operações e o que acontece em cada caso.Banco Comercial . qualquer movimentação entre as alternativas de Investimento existentes não sofrerá a incidência da CPMF. O cliente de uma instituição pode ter na mesma somente a Conta Investimento. 5 . haverá a incidência da CPMF.

solicitando a aplicação no CDB. o cliente A transfere seus recursos da conta corrente para a CCI. A partir daí. 6 . Em um churrasco com amigos o cliente A ficou sabendo que um CDB do Banco II. então. estava com uma taxa de remuneração mais atraente. abre uma Conta Investimento já que toda aplicação financeira deve ser feita por intermédio de uma CCI. do qual não era correntista.Quando as aplicações devem obrigatoriamente passar pela CCI? VEJAMOS EXEMPLOS DE SITUAÇÕES COM UM MESMO CLIENTE Um Cliente A decidiu aplicar parte do salário recebido. então. Nas duas movimentações: A) transferência de Conta Investimento de mesma Titularidade (do Banco I para o Banco II) e B) na aplicação do Banco II: • o cliente A é isento de CPMF. em um Fundo DI. O cliente A. Na movimentação desta Conta Investimento para o Fundo DI (escolhido pelo cliente) não há incidência de CPMF. resolveu solicitar um resgate de parte dos recursos aplicados no Fundo DI do Banco I e ordenou a transferência destes para a sua Conta Investimento no Banco II. A B Nesta movimentação (saída da conta corrente “normal” para a entrada na Conta Investimento) há a incidência de CPMF. no Banco I do qual já era correntista (até então ele não tem CCI aberta em nenhum Banco). O Banco I.

caso as contas tenham pelo menos um titular em comum. Transferências de mesma titularidade Não há cobrança da CPMF nas transferências de recursos entre contas de investimento de mesma titularidade.Exemplos / Transferências de mesma titularidade VEJAMOS EXEMPLOS DE SITUAÇÕES COM UM MESMO CLIENTE (CONTINUAÇÃO) No vencimento do CDB do Banco II. neste momento. haverá a incidência da CPMF. Quando o cliente A pagar sua dívida. o cliente A solicita que o crédito destes recursos seja feito na conta corrente “normal” no Banco I. As transferências de recursos entre CCIs só é possível entre contas de mesma titularidade e que tenham no máximo dois titulares. os recursos sairão da conta corrente “normal” do Banco I e. pois deseja efetuar um pagamento de uma dívida e vai utilizar estes recursos para tal. a exemplo do que já existe hoje em relação às contas correntes “normais”. Fluxo 7 . Na movimentação da Conta Investimento do Banco II para conta corrente “normal” do Banco I não há incidência da CPMF.

Não há limitação quanto ao número de titulares (veja exemplos) 8 . Não há limitação quanto ao número de titulares (veja exemplos) Movimentações de CCI para conta corrente “normal”: Podem ser feitas desde que haja pelo menos um titular comum .Titularidade: O que é permitido e o que não é permitido? TITULARIDADE: O QUE É PERMITIDO E O QUE NÃO É PERMITIDO? Movimentações de CCI para CCI: Só podem ser feitas entre CCIs de mesma titularidade e com no máximo 2 titulares (veja exemplos) TITULARIDADE Movimentações de Conta corrente “normal” para CCI: Podem ser feitas desde que haja pelo menos um titular comum.

Exemplo EXEMPLOS CCI PARA CCI Não há a incidência de CPMF PERMITIDO a) Exemplos do que é permitido em termos de movimentação de CCI para CCI: NÃO É PERMITIDO b) Exemplos do que não é permitido em termos de movimentação de CCI para CCI: CCI Movimentação da CCI no Banco I do cliente A para a CCI do Banco II do cliente A Banco I CCI Movimentação da CCI de qualquer Banco. do cliente B CCI CCI Banco II Banco I Banco II Movimentação da CCI no Banco I dos clientes AB para a CCI no Banco II dos clientes BA* CCI CCI Movimentação da CCI do cliente A para a CCI dos clientes AB CCI CCI Banco I Banco II Banco I Banco II Movimentação da CCI no Banco I dos clientes BA para a CCI no Banco II dos clientes AB* CCI CCI Movimentação da CCI dos clientes AB para a CCI dos clientes AC (os titulares devem ser os mesmos nas movimentações entre CCIs) Movimentação da CCI dos clientes ABC para a CCI dos clientes ABC (pois há mais de 2 titulares) CCI CCI Banco I Banco II Banco I Banco II CCI CCI *Observe que no caso de CCI conjunta não importa a ordem dos titulares. do cliente A para a CCI de qualquer Banco. Banco I Banco II Movimentações de CCI para CCI: Só podem ser feitas entre CCIs de mesma titularidade e com no máximo 2 titulares. 9 .

Exemplo EXEMPLOS CONTA CORRENTE "NORMAL" PARA CCI Sempre há a incidência de CPMF PERMITIDO c) Exemplos do que é permitido em termos de movimentação de conta corrente "normal" para CCI: Movimentação da conta corrente “normal” no Banco I do cliente A para a CCI no Banco II do cliente A Movimentação da conta corrente “normal” no Banco I dos clientes AB para a CCI em qualquer Banco do cliente A Movimentação da conta corrente “normal” no Banco I dos clientes AB (ou BA) para a CCI em qualquer banco dos clientes AC Movimentação da conta corrente “normal” no Banco I dos clientes AB (ou BA) para a CCI em qualquer banco dos clientes BC Movimentação da conta corrente “normal” no Banco I dos clientes ABC para a CCI em qualquer banco dos clientes AC Movimentação da conta corrente “normal” no Banco I dos clientes ABC para a CCI em qualquer Banco do cliente A (ou para a CCI do cliente B ou para a CCI do cliente C ) CCI CCI NÃO É PERMITIDO d) Exemplos do que não é permitido em termos de movimentação de conta corrente “normal” para CCI: Movimentação da Conta corrente “normal” de qualquer Banco do cliente A para a CCI de qualquer Banco do cliente B CCI CCI Banco I Banco II CCI CCI Banco I Banco I Banco II Banco II CCI CCI Banco I Banco II Movimentação da Conta corrente “normal” de qualquer Banco dos clientes AB para a CCI em qualquer Banco dos clientes CD CCI CCI Banco I Banco II CCI CCI Banco I Banco II CCI CCI Movimentações de Conta corrente “normal” para CCI: Podem ser feitas desde que haja pelo menos um titular comum. Não há limitação quanto ao número de titulares. Banco I Banco II CCI CCI Banco I Banco II 10 .

dos clientes AB para a conta corrente “normal” em qualquer Banco dos clientes CD CCI CCI Banco I Banco II Banco I Banco II Movimentação da CCI em qualquer banco dos clientes AB para a conta corrente “normal” em qualquer Banco do cliente AC (ou BC) CCI CCI Movimentações de CCI para conta corrente “normal”: Banco I Banco II Movimentação da CCI em qualquer banco dos clientes ABC para a conta corrente “normal” em qualquer Banco do cliente AC (ou AB ou BC) CCI CCI Podem ser feitas desde que haja pelo menos um titular comum .Exemplo EXEMPLOS CCI PARA CONTA CORRENTE "NORMAL” Não há a incidência de CPMF PERMITIDO e) Exemplos do que é permitido em termos de movimentação de CCI para conta corrente “normal”: Movimentação da CCI em qualquer banco do cliente A para a conta corrente “normal” em qualquer Banco do cliente A Movimentação da CCI em qualquer banco dos clientes AB para a conta corrente “normal” em qualquer Banco do cliente A Movimentação da CCI em qualquer banco dos clientes ABC para a conta corrente “normal” em qualquer Banco do cliente C CCI CCI NÃO É PERMITIDO f) Exemplos do que não é permitido em termos de movimentação de CCI para a conta corrente “normal”: Movimentação da CCI de qualquer Banco. Banco I Banco II 11 . Não há limitação quanto ao número de titulares. do cliente A para a conta corrente "normal" de qualquer Banco do cliente B CCI CCI Banco I Banco II CCI CCI Banco I Banco II Banco I Banco II CCI CCI Movimentação da CCI de qualquer Banco.

além da assinatura de termo de adesão específico para abertura da CCI.Perguntas e Respostas PERGUNTAS E RESPOSTAS a) Se o cliente já tem uma conta corrente “normal” do banco. no caso de conta conjunta. a legislação não obriga o cliente a ter as duas contas (“normal” e a CCI) na mesma Instituição Financeira. pode ter somente Conta Investimento? Se o cliente não é investidor ele pode ter somente a sua conta corrente “normal” na Instituição? Sim. a necessidade de preenchimento da ficha cadastral e da apresentação da documentação exigida (Resolução Bacen 2025). c) Se o cliente já tem uma conta corrente "normal" na Instituição Financeira (portanto já tem um cadastro preenchido. ainda. Os recursos aplicados em uma Conta Investimento podem sair de uma conta corrente "normal" de mesma titularidade ou. não haverá exigência de documentação ou preenchimento de nova ficha cadastral de abertura da sua Conta Investimento. O cliente pode ter somente Conta Investimento na Instituição que desejar fazer suas aplicações financeiras. assim como já apresentou a documentação solicitada) e deseja: fechar esta conta corrente “normal” e fazer investimentos (portanto abrir uma CCI) ele não precisará preencher uma nova ficha cadastral. 12 . de qualquer forma. Somente quando este cliente resolver fazer investimentos é que deverá possuir uma Conta Investimento. O cliente poderá. O cliente precisa levar alguma documentação adicional ou preencher algum documento quando a CCI for aberta? O cliente que não tiver conta corrente numa Instituição Financeira mas deseja fazer aplicações financeiras nesta. efetuar aplicações financeiras em Instituição onde não mantenha conta "normal" ou Conta Investimento. b) Se o cliente é novo na Instituição Financeira e desejar fazer aplicações financeiras e não deseja abrir uma conta corrente "normal" haverá. porém deverá assinar termo de adesão específico para abertura da CCI. podem sair diretamente de uma conta corrente "Normal" de outro titular? Depende. o cliente usará normalmente a sua conta corrente tradicional. Os recursos aplicados em uma Conta Investimento de um certo titular. de uma conta corrente "normal" para uma Conta Invetimento com pelo menos um titular em comum. Sim.

o investidor tem liberdade para resgatar um investimento e aplicar em outro. 13 . já que há a liberdade de diversificação da carteira sem o ônus da CPMF. há incidência da CPMF (com as exceções previstas em Lei. A CPMF foi cobrada apenas quando o recurso saiu da Conta Corrente “normal” e foi para a CCI. depois de seis meses. Observe que. apresentadas na sequência). As movimentações posteriores feitas entre os ativos da CCI não sofrem a incidência da CPMF. a) movimentação de aplicações financeiras sem a incidência da CPMF. primeiramente os recursos são depositados na CCI e depois disto é que estes recursos foram aplicados em um Fundo DI.Principais vantagens da CCIS para o investidor PRINCIPAL VANTAGEM DA CCI PARA O INVESTIDOR Com a Conta Investimento. e escolheu aplicar em um Fundo DI (que faz parte das alternativas de aplicação de uma CCI). A Conta Investimento traz. Depois disto. estes recursos são aplicados nos ativos financeiros definidos pelo cliente investidor. mudar a alocação destes recursos (que estavam aplicados no Fundo DI) para um CDB. mais eficiência para a gestão da carteira de investimentos do cliente além de favorecer uma maior competitividade entre as instituições do mercado financeiro com relação aos produtos de investimentos oferecidos. Este investidor decidiu. então. Nem na primeira movimentação da Conta Investimento para o Fundo DI e nem na segunda movimentação do Fundo DI para o CDB haverá a cobrança de CPMF. Os recursos do cliente investidor são depositados na CCI. sem a obrigatoriedade dos recursos transitarem pela conta corrente "normal" (onde qualquer movimentação financeira continuará sofrendo incidência da CPMF). Sempre que houver débito na conta corrente “normal”. Veja um exemplo do benefício da CCI: Quais as vantagens da Conta Investimento para o cliente? A B C Imaginemos um investidor que depositou recursos em uma Conta Investimento (CCI). b) possibilidade de maximização do retorno dos investimentos.

além de solicitar o resgate do ativo aplicado. toda entrada de novos recursos na Conta investimento sofrerá a incidência da CPMF na saída de sua conta corrente "normal”. Não. b) O dinheiro deste resgate vai para a Conta Investimento (fica na CCI). Veja o que acontece e o que deve ser feito: a) o cliente deverá solicitar o resgate dos seus recursos que estão aplicados em algum ativo financeiro que faça parte da CCI. também. 14 . solicitar a transferência do dinheiro da CCI para a sua conta corrente “normal”. Se ele esquecer de solicitar a transferência do dinheiro da CCI para sua conta corrente "normal" o que acontece: • sua conta corrente "normal" continuará negativa Se um cliente investidor tiver sua conta corrente "normal" negativa. o cliente deverá. c) Então. será feito resgate automático de seus investimentos e transferência da Conta Investimento para a conta corrente “normal”? e • o dinheiro ficará na CCI. sem nenhuma remuneração.Perguntas e Respostas PERGUNTAS E RESPOSTAS O cliente que enviar recursos da sua conta corrente “normal” para sua Conta Investimento pagará CPMF? Sim.

3) solicitação de transferência de conta corrente “normal”. cruzado e intransferível. Nesta passagem haverá cobrança da CPMF. Vejamos um exemplo: Um cliente vendeu seu apartamento e recebeu um cheque do comprador. Específica para as operações que envolvam a CCI. Uma vez que os recursos estiverem disponíveis na CCI o cliente poderá efetuar seu Investimento sem a cobrança da CPMF. 2) transferir os recursos para a sua CCI. proveniente de cheque de terceiros: 1) ele deverá depositá-lo primeiramente em sua conta corrente "normal" para em seguida. B) de CCI para conta corrente “normal” e C) de CCI para CCI. ou seja: A) de conta corrente “normal” para CCI. Caso o cliente deseje aplicar este recurso.Mecanismos para transferência da conta corrente “normal” para a CCI MECANISMOS PARA TRANSFERÊNCIA DA CONTA CORRENTE "NORMAL" PARA A CCI Quais são os “mecanismos” que o cliente pode utilizar para transferir recursos da conta corrente “normal” para a Conta Investimento: 1) TED (transferência eletrônica de dinheiro). 15 . 2) cheque de própria emissão. de qualquer valor.

Depósito Judicial Produtos que sofrem a incidência de CPMF: • Operações de Crédito • Aplicações nos Planos de Previdência Privada • Seguros de Vida • Liquidação de Futuros • Além de todas as operações que forem debitadas (saída de dinheiro) da conta corrente “normal”. 2689 (esta resolução dispõe sobre aplicações de não-residentes no mercado) Fundos de Investimento Ações e Índices de ações** Demais derivativos que não têm ajuste diário (exemplo: SWAP) Poupança (opcional)* Não integram a Conta Investimento Derivativos que têm ajuste diário Export Notes e Assunção de Dívida Recursos de investidores estrangeiros aplicados em Bolsa de valores. Debêntures. 2689 (esta resolução dispõe sobre aplicações de não-residentes no mercado) * A abertura de uma poupança vinculada à Conta Investimento. LFT. ** Opcional a sua inclusão na CCI. observando as exceções já existentes. que não estão na forma da Res. os depósitos e saques serão efetivados mediante débito da Conta Investimento. Se esta for a alternativa escolhida pelo cliente (vincular a poupança à Conta Investimento). na forma da Res. NTN.Integram ou não integram a CCI / Produtos que cotinuaram com a incidência de CPMF INTEGRAM OU NÃO INTEGRAM A CCI Vejamos a tabela abaixo: Integram a Conta Investimento Títulos Públicos: LTN. 16 .etc.etc Recursos de investidores estrangeiros aplicados em Bolsa de valores. Títulos Privados: CDB. Estes ativos já não pagavam CPMF antes da CCI.

pode desde que as contas investimento estejam com a mesma titularidade. continuam isentos da CPMF. não paga CPMF. O cliente pode resgatar de um Fundo DI de um Banco A e transferir estes recursos da Conta Investimento deste Banco para a Conta Investimento do Banco B. O cliente neste caso. A integração das aplicações em ações à vista e dos contratos referenciados em ações à CCI será opcional. as aplicações no PGBL e VGBL: não transitam pela conta corrente e pagam CPMF. Fica a critério do cliente a inclusão de seus investimentos em poupança na Conta Investimento. Não. também integram as Contas Investimento? Sim.Perguntas e Respostas PERGUNTAS E RESPOSTAS As aplicações diretas em ações e os contratos/índices referenciados em ações são isentos do pagamento da CPMF? A aplicações são obrigadas a “passar” pela Conta Investimento? As aplicações no PGBL ou VGBL. No entanto. As regras para aplicação em caderneta de poupança nos dois casos são as mesmas. com relação ao demais tributos. O cliente que tem caderneta de poupança pode incluí-la na Conta Investimento? Não é obrigatório por lei. sem a incidência de CPMF? Sim. produtos de previdência. no momento do resgate haverá a incidência de IR sobre os rendimentos obtidos na aplicação (observar a tabela do IOF que continuará penalizando resgates até 30 dias). 17 .

cruzado e intransferível. Esta Conta Investimento permite: A Conta Investimento permite a movimentação entre as alternativas de aplicações financeiras do mercado sem o ônus da CPMF. etc. pagam CPMF. Para o cliente investidor: • envio de TED para contas correntes "normais" (em caso de conta conjunta onde conste pelo menos um titular em comum) ou Contas Investimento desde que de mesma titularidade. ou débito em conta corrente "normal". emissão de cheques.O que significa que todos os débitos de conta corrente "normal" sofrem a sua incidência. • que as aplicações de recursos na Conta Investimento sejam feitas através de TED. A CCI favorece a diversificação de carteira de ativos! Antigamente esta vantagem somente existia para os clientes de Fundos Exclusivos. operações de crédito. 18 . Isto significa que o investidor tem liberdade de acordo com seus objetivos e necessidades de movimentar seus recursos e assim otimizar o retorno de sua carteira de investimentos. Nos Resgates dos Investimentos: O cliente pode possuir uma(ou mais) Conta Investimento.. portanto este instrumento (CCI) igualou as condições para todos os tipos de investidores. destinada obrigatoriamente às aplicações financeiras não sendo obrigatória a existência da conta corrente "normal" na mesma Instituição em que ele quiser ter Conta Investimento. Pagamentos.. Ex.Alterações no dia-a-dia do cliente DIA-A-DIA DO CLIENTE Na sua conta corrente: Todas as transações comerciais que transitam por conta corrente. cheque de própria emissão do titular.

Não. • As eventuais variações negativas de ativos do Fundo Exclusivo reduzem o IR a ser pago. 19 . mas o banco deve deixar claro previamente que haverá esta cobrança. o que não acontece nas CCIs de instituições diferentes. haverá também cobrança de tarifa para a Conta Investimento? Sim. Da mesma forma que o cliente paga tarifa pela sua conta corrente “normal”. Os Fundos Exclusivos continuam com as seguintes vantagens: A existência da CCI acabou com os Fundos Exclusivos? • O cliente recebe um extrato consolidando todos os ativos do Fundo Exclusivo mesmo que eles sejam de instituições diferentes.Perguntas e Respostas PERGUNTAS E RESPOSTAS O cliente pode deixar saldo positivo na Conta Investimento até decidir onde quer aplicar os recursos? Sim. enquanto que nas CCIs isto só é Possível em Fundos da mesma Instituição. mas é vedada por lei a remuneração de saldo positivo em Conta Investimento.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful