Inicialmente, o cliente deve ser colocado em precaução respiratória tanto em função da pneumonia, quanto em função da meningite.

O cliente deve permanecer no quarto de precaução por, pelo menos, 24 horas após o início da antibioticoterapia.
É necessário ainda informar ao cliente e familiares acerca do risco de contágio. Familiares e colegas de trabalho devem ser orientados a, caso apresentem febre e outros sinais sugestivos de meningite, procurar o serviço de saúde mais próximo rapidamente a fim de receberem profilaxia antimicrobiana e cuidados médicos imediatos. Os sinais vitais devem ser monitorados continuamente, bem como o estado neurológico do cliente. Além disso observar sinais de irritação meníngea (rigidez da nuca, fotofobia, hiperalgesia) pois são indicadores de cuidados especiais de enfermagem. Administrar os fármacos logo que forem prescritos com os devidos cuidados na administração: no caso da ceftriaxona, administrada por via intravenosa, não misturar com outros antibióticos e deve ser diluído em 50-100 mL de solução salina (0,9%) ou soro glicosado 5% e infundir lentamente.

monitorar oximetria de pulso e gasometria arterial. Manter o cliente em posição semi-fowler (30º) com a cabeça centralizada. proceder a aspiração de vias aéreas (se necessário). Proteger o cliente de injúrias: manter as grades do leito elevadas e. . Manter ingestão de líquidos atentando para não haver sobrecarga hídrica. proteger os acessos venosos. se possível. alinhamento corporal e membros inferiores elevados. se preciso. conforme prescrição. Manter o quarto escuro a fim de atenuar a fotofobia. Evitar constipação intestinal com a administração de laxantes ou emolientes prescritos. acolchoadas. Realizar a mudança de decúbito de 2 em 2 horas a fim de evitar as úlceras por pressão e também para evitar o agravamento da pneumonia.Monitorar a função respiratória: manter as vias aéreas pérvias. alterações no padrão respiratório. administrar oxigenoterapia. atentar para sinais de cianose.

com. Fontes: http://www.praticahospitalar.html http://www. diminuição da capacidade intelectual e epilepsia.html .mdsaude. ventriculites e hidrocefalia.br/pratica%2027/paginas/materia%203-27. empiemas subdurais. insuficiência renal. As sequelas dessas complicações incluem surdez ou hipoacusia.com/2009/05/meningite. labirintite ossificante com perda auditiva. miocardite.As complicações iniciais da meningite podem incluir o choque séptico. amaurose. Mais tardiamente o cliente pode apresentar coleções subdurais. Alguns autores incluem ainda paralisias motoras. encefalopatia.

Maria Sumie. Enfermagem em neurociência: fundamentos para a prática clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.AME – Dicionário de Administração de Medicamentos na Enfermagem 2009/2010. Rio de Janeiro: EPUB. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Koizumi. Editores Suzanne C. 2008. Smeltzer et al. . Enfermagem médico-cirúrgica. Brunner & Suddarth. Equipe Lippincott Williams & Wilkins.2009. São Paulo: Editora Atheneu. Tratado de enfermagem médico-cirúrgica. 2006. 2008.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful