P. 1
Nhungué

Nhungué

|Views: 273|Likes:
Publicado porCelso Adam

More info:

Published by: Celso Adam on Feb 06, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/27/2014

pdf

text

original

Nhungué - Tete Adeus - Tata Como está? - Ulibwino? Tu falas nhungué? - Imue, mombaléua chi'nhungué?

Pouco - Pawono Muito - Quene quene Água - Madzi Pedra - Mwala (pl: Minhala) Amigo - Mwandzan'go Eu estou a aprender a falar nhungué - Iné ndiku funza kiléwa chi'nhungué Calor - Kaluma Quem é o chefe? - M'boni n'tongui? Sai daqui - Tchoca pamuepa Anda cá - Bwera kuni Onde é a barragem? - N'kuponi kubarragem? Onde está a pedra? - Uli kuponi mwala? Estrada - Ndigira Esquerda - Kumbali yamazéré Direita - Kumbali yadidi Bom dia - Machibesse Boa tarde - Kumaúlo Bom meio-dia - Massicate Boa noite - Ussiko Estou doente - N'diko dwala Obrigado - Tatende Passe bem - Fambani bwino Dorme bem – Gonabwino mataco n. m. traseiro, nádegas manâmbua, muanâmbua n. e adj. 2 gén. mau, malvado, safado, filho da mãe; ordinário

madala n. m. homem de certa idade, referido com respeito

Língua Cinyungwe Cinyungwe, ou Nyungwe, é uma das línguas bantas faladas por mais que 400 mil pessoas em Moçambique, principalmente na margem sul do rio Zambeze, na província de Tete, desde a fronteira com a Zâmbia até Doa no distrito de Mutarara.[1]

[editar] Classificação Segundo o Ethnologue, Ciyungwe é classificada como: Niger-Congo, Atlantic-Congo, VoltaCongo, Benue-Congo, Bantoid, Southern, Narrow Bantu, Central, N, Senga-Sena (N.40), Sena.
[2]

[editar] Reconhecimento oficial Embora o português seja a única língua oficial em Moçambique, cinyungwe é uma das línguas reconhecidas como "línguas nacionais". [3][4] [editar] Sons/Fonologia
[5] [4][6]

O alfabeto de cinyungwe tem as seguintes letras: A B C D E F G H I J K L M N O P R S T U V W X Y Z. As letras K, W e Y são usadas em cinyungwe, que não utiliza a letra Q, nem tonalidade léxica ou morfológica. [editar] Vogais
• •

a- amuna (homens), ata (ata) e- meri (mel da melancia)

• • •

i- miti (árvores) o- moto (fogo) u- ufa (farinha)

[editar] Consoantes Estas letras têm o mesmo som que em português:
• • • • • • • • •

f- faiti (punho) l- lezi (lámina), livu (livro) m- malumi (vespas), maulo (à tarde) n- nolo (pedra para afiar), nanazi (ananás) p- pepa (papel, folha, jornal) r- iro (esse) t- tatu (três) v- anivula (ele corre a grande velocidade) z- zolo (rato de focinho comprido)

Estas letras são usadas pouco em português mas são comuns em cinyungwe:
• • •

k- katiyo (pintainho), koko (coco) w- wala (espécie de mapira branca), waya (arame) y- yaso (aço), papaya (papaia)

Estas combinações de letras representam sons em Cinyungwe:
• • • • • • • • • •

ng'- ng'oma (tambor) bh- bhuleke (travão) dh- dhuku (lenço da cabeça) zv- kuzvenga (dar voltas) sv- masvesve (formigas) bz- kubzina (dançar, jogar) ps- kupsaira (varrer) ph- phoso (rato) th- therere (quiabo), thika (hiena) kh- khaka (pepino)

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

pw- pweteka (ferir) bw- bwazi (rede de pesca), bwino (bom) tw- twako (teu) dw- dwidwi (cameleão) kw- kwene-kwene (muito), kweru (cedo da tarde) gw- gwala (caminho de animais), kugwata (dividir, partir) mw- mwala (pedra), mwana (criança) sw- kusweka (partir-se) dy- kudya (comer) ny- nyasa (gazela) mb- mbalame (pássaro) mph- mphaka (gato) nd- ndimu (limão) nth- nthaka (herança) ng- ngoma (antílope gigante, goma) nkh- nkhono (caracol) nj- njinga (bicicleta), njiri (javali) nch- nchenche (mosca) bv- bvembe (melancia) pf- pfuwa (três pedras da lareira), pfupa (osso) dz- dzai (ovo), dzino (dente) ts- tsimbe (brasa, carvão), tsoka (má sorte) mbv- mbvula (chuva), mbvuu (hipopótamo) mpf- mpfuti (espingarda), mpfuzo (comida do gado, pasto) ndz- ndzayo (pegada), ndzimbe (cana-de-açucar) nts- ntsomba (peixe), ntsato (jibóia)

Estas letras existem em português, mas representam sons diferentes em cinyungwe:
• • • • • •

c- cisu (faca) nunca como casa ou centro ch- kuchola (partir) nunca como chuva h- haci (cavalo) nunca como horta j- jeke (boneco), gereja (igreja) como janela só quando a palavra vem do Português b- baba (pai) não como bebé d- dimba (horta) não como dono

• • •

g- gombe (beira-rio), girazi (vidro, óculos) como em gato, nunca como gente s- sulo (coelho), diso (olho) como o som em sempre, nunca como em José x- xamwali (amigo), xitima (máquina a vapor) como o som em caixa, nunca como em táxi

[editar] Gramática Cinyungwe, sendo uma das línguas bantas, conta com um sistema complexo de concordância morfológica em que o substantivo determina a forma do verbo. Um breve exemplo [1] pode servir para ilustrar a complexidade deste sistema. Cinyungwe Português munthu adakhala a pessoa está sentada. mbwaya idakhala o cão está sentado. Além de prefixos nos verbos, a concordância pode afetar muitas outras palavras. No exemplo a seguir, todos os prefixos em negrito são determinados pela concordância com o substantivo mbuzi (cabra) Cinyungwe Português Mbuzi yomwe udagulisa ire, ikana moyo? A cabra que vendeste, ainda está viva? [editar] Morfologia [editar] Substantivos Em cinyungwe, há 17 classes nominais. Tabela: Os Substantivos em Cinyungwe [7] Clase 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Prefixo Exemplo mumunthu wawanthu mumulambe mimirambe lidiso mamaso cicinthu bzibzinthu nyumba Português pessoa pessoas embondeiro embondeiros olho olhos coisa coisas casa

10 12 13 14 15 16 17 18

tukaukupakumu-

nyumba casas tumikulo pequenos rios kamkulo pequeno rio ufa farinha kubonera sofrer pamwala na pedra kudambo ao deserto munyumba na casa

[editar] Verbos O verbo em cinyungwe tipicamente consta de seis partes: 1. prefixo do sujeito 2. marcação do tempo 3. prefixo do objecto 4. raiz verbal 5. extensões verbais 6. vogal final Assim, o verbo "wandicholera" na frase "Wandicholera mwendo wa nkhuku" (Partiu-me a perna de galinha) mostra a seguinte morfologia. Tabela: Morfologia dum verbo em Cinyungwe [1] Sujeito Tempo Objecto Raiz Extensão Vogal final wandichol -er -a 3S PAS1 1S partir CAUS INDIC [editar] Sintática Cinyungwe normalmente mostra uma sintática de SVO. [editar] Vocabulário [editar] História "Nyungwe" como nome próprio refere a cidade de Tete, na província de Tete, Moçambique. Assim, a língua Cinyungwe é a língua falada em Tete. E o grupo étnico chama-se "Manyungwe" [1]

David Livingstone chegou pela primeira vez em Tete em 1856. No capítulo 31 do seu livro "Missionary Travels and Researches in South Africa," ele menciona muitos nomes de pessoas, localidades, plantas medicinais na língua local.[8] A próxima fonte de vocabulário cinyungwe é o trabalho de Padre Victor José Courtois compilado em dois dicionários e uma gramática nos anos 1899 e 1900.[9][10][11] Em tempos modernos, o Elementos da Língua Nyungwe de Manuel dos Anjos Martins há sido de grande importância. [1] Publicado em 1991, o dicionário/gramática é a fonte mais extensiva de vocabulário que existe. Em 1997, a Sociedade Internacional de Linguística (SIL Moçambique) iniciou vários projectos de desenvolvimento da língua cinyungwe, inclusive livros de alfabetização, e compilações de contos tradicionais.[12] Uma tradução da Bíblia feita por uma associação local e patrocinada pelo The Seed Company continua até hoje.[13](inglês) [editar] References 1. ↑ a b c d e Martins, Manuel dos Anjos. 1991. Elementos da língua Nyungwe. Missionários Combonianos. Roma. 2. ↑ http://www.ethnologue.com/show_language.asp?code=nyu Lewis, M. Paul (ed.), 2009. Ethnologue: Languages of the World, Sixteenth edition. Dallas, Tex.: SIL International. 3. ↑ http://www.mozambique.mz/pdf/constituicao.pdf Constituição da República de Moçambique (pdf) 4. ↑ a b Sitoe, B. e Ngunga, A. (eds), 2000. Relatório do II Seminário sobre a Padronização da Ortografia de Línguas Moçambicanas. NELIMO, Universidade Eduardo Mondlane, Maputo. 5. ↑ http://lidemo.net/tinembereni-mcinyngwe/ SIL Moçambique. 2010. Tinembereni mciNyungwe!: Introdução à Ortografia de Nyungwe. Electronic Edition 6. ↑ http://lidemo.net/vodemo/ SIL Moçambique. 2011. Vocabulário da Língua Cinyungwe. ed. David Ker. Nampula, Moçambqiue. 7. ↑ Bister, Mikael. 1993. Chapter D: Word Classes (unpublished), p. 1. SIL Moçambique, Nampula. 8. ↑ http://ebooks.adelaide.edu.au/l/livingstone/david/mission/chapter31.html David Livingstone, “Missionary Travels and Researches in South Africa,” text, n.d.

9. ↑ Elementos de Grammatica Tetense. Victor José Courtois S.J. Coimbra, Imprensa da Universidade. 1899 10.↑ Diccionário Portuguez-Cafre Tetense. Victor José Courtois S.J. Coimbra, Imprensa da Universidade. 1899 11.↑ Diccionário Cafre Tetense-Portuguez. Victor José Courtois S.J. Coimbra, Imprensa da Universidade. 1900 12.↑ http://lidemo.net/categoria/documentos/cinyungwe/ Publicações em Cinyungwe lidemo.net 13.↑ http://1verse.com/project/nyungwe-nt The Nyungwe New Testament

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->