Você está na página 1de 153
Manual: SIGAEIC – EASY IMPORT CONTROL Versão: Protheus 11

Manual: SIGAEIC EASY IMPORT CONTROL Versão: Protheus 11

Pag. 2

Sumário

Introdução

4

Capítulo 01- Tabelas

5

TABELAS

6

FAMÍLIA de PRODUTOS

6

INTEGRAÇÃO NCM

6

CADASTRO de NCM / TEC

12

COMPRADORES

13

LOCAIS DE ENTREGA

14

UNIDADES REQUISITANTES

14

AGENTES DE TRANSPORTE

15

DESPACHANTES

16

INCOTERMS

17

CONDIÇÃO DE PAGAMENTO

18

MENSAGENS

23

FUNDAMENTO LEGAL

23

PORTOS e AEROPORTOS

24

PAÍSES

24

REGISTRO NO MINISTÉRIO

25

TABELAS SEGURO

26

CORRETORAS

26

C.F.O

27

ARMADORES

28

NOMEAÇÃO de NAVIOS

30

Capítulo 02 Cadastros

31

CADASTROS

32

IMPORTADORES

32

BANCOS

33

PRODUTOS

34

FABRICANTES e FORNECEDORES

36

PRODUTO X FORNECEDOR

38

CLIENTES

39

MOEDAS

40

COTAÇÃO das MOEDAS

40

VIAS DE

TRANSPORTE

41

Capítulo 03 Tabelas Siscomex

43

TABELAS SISCOMEX

44

SISCCAD/SISCOMEX

45

UNIDADES de MEDIDA

47

CONVERSÃO de UNIDADES

48

Capítulo 04 Solicitação de Importação (SI)

54

SOLICITAÇÃO de IMPORTAÇÃO

55

COTAÇÃO DE PREÇOS

57

Capítulo 05 Purchase Order (PO)

64

PURCHASE ORDER

65

MANUTENÇÃO do PURCHASE ORDER

66

IMPRESSÃO do PURCHASE ORDER

72

CARTA PARA ENVIO

72

PEDIDOS CANCELADOS

73

Pag. 3

Capítulo 06 Licença de Importação (LI)

75

LICENÇA DE IMPORTAÇÃO

76

MANUTENÇÃO PLI

76

MANUTENÇÃO LI

78

LI

EASY - SISCOMEX

79

Capítulo 07 Embarque

81

EMBARQUE

82

SHIPPING INSTRUCTIONS

82

SHIPMENT CONFIRMATION

85

MANUTENÇÃO do EMBARQUE

86

FOLLOW EMBARQUE

90

SOLICITAÇÃO de NUMERÁRIO

92

Capítulo 08-Desembaraço

95

DESEMBARAÇO

96

MANUTENÇÃO do DESEMBARAÇO

96

DESPESAS DO DESEMBARAÇO

98

DI

ELETRÔNICA

100

ENVIO DA

DI AO SISCOMEX

109

INVOICES

111

INSTRUÇÃO de DESPACHO

112

APROPRIAÇÃO de CFO

113

Redução de ICMS

114

Redução de ICMS com Carga Tributaria Equivalente

114

RECEBEBIMENTO de IMPORTAÇÃO

115

Primeira Nota

115

II Imposto de Importação

115

IPI Imposto sobre produtos industrializados

116

ICMS Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços

116

PIS Programa de Integração Social

116

COFINS Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social

116

Nota Complementar

122

Nota Única

123

CUSTO REALIZADO

123

Capítulo 09 Financeiro

131

FINANCEIRO

132

CADASTRO DESPESAS

132

TABELA de PRÉ-CALCULO

133

PRÉ-CALCULO

134

PREVISÃO de DESEMBOLSO

136

DESEMBOLSO REALIZADO

138

CONTROLE DE CÂMBIO

140

FOLLOW-UP de CÂMBIO

142

MANUTENÇÃO FFC

144

CONTROLE de PAGAMENTOS

147

Exercícios de Fixação

149

Soluções

151

Pag. 4

Introdução

Este documento tem o objetivo apresentar o módulo de Easy Import Control (SIGAEIC) e ensinar aos usuários os conceitos e procedimentos operacionais de um processo de Importação controlado no sistema. Serão apresentadas suas rotinas e como dar manutenção na base de informações, processos administrativos, financeiros de Importação e relatórios gerenciais.

manutenção na base de informações, processos administrativos, financeiros de Importação e relatórios gerenciais.

Pag. 5

Pag. 5 Capítulo 01- Tabelas  Família de produtos  Integração NCM  Cadastro de NCM
Pag. 5 Capítulo 01- Tabelas  Família de produtos  Integração NCM  Cadastro de NCM

Capítulo 01- Tabelas

Família de produtos

Integração NCM

Cadastro de NCM / TEC

Compradores

Locais de Entrega

Unidades Requisitantes

Agentes de Transporte

Despachantes

Incoterms

Condições de Pagamento

Mensagens

Fundamento Legal

Portos e Aeroportos

Países

Registro no Ministério

Tabelas de Seguro

Corretoras

CFO (Código Fiscal de Operação)

Armadores

Nomeação de Navio

TABELAS

Pag. 6

as

movimentações do módulo. O correto preenchimento das tabelas é fundamental para execução das rotinas do sistema.

As

tabelas

apresentam

as

informações

básicas

para

iniciar

Na manutenção das tabelas atente-se para os seguintes detalhes:

Durante o cadastramento observe os campos destacados na cor azul, estes campos possuem preenchimento “obrigatório”, não sendo possível finalizar uma inclusão sem a sua informação. campos possuem preenchimento “obrigatório”, não sendo possível finalizar uma inclusão sem a sua informação.

Caso haja alguma duvida sobre o campo pressione [ENTER+F1] sobre o mesmo, será apresentada uma tela com a descrição do campo.possível finalizar uma inclusão sem a sua informação. Alguns campos estão associados a tabelas ou cadastros,

Alguns campos estão associados a tabelas ou cadastros, para pesquisar este conteúdo utilize o botão de pesquisa (a esquerda do campo) ou tecle F3 sobre o campo.será apresentada uma tela com a descrição do campo. FAMÍLIA de PRODUTOS Esta tabela visa classificar

FAMÍLIA de PRODUTOS

Esta tabela visa classificar os produtos para realização de estatísticas e acompanhamento das importações. Não é obrigatório o vínculo de uma família a um único produto e tem a utilidade de separar produtos em diversos relatórios, exemplo: Itens Pendentes e Controle Geral.

Exemplo - Como cadastrar uma família de produtos:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Famílias”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Família de Produtos - Figura 1 3. Clique

Família de Produtos - Figura 1

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

INTEGRAÇÃO NCM

O Easy Import Control possibilita a atualização das alíquotas (II, IPI, PIS e COFINS) somente para as NCMs já cadastradas no sistema e os dados desta tabela são utilizados no envio para o Siscomex. Com a possibilidade de utilização de três aplicativos como fonte de dados:

Aduaneira (Software correspondente previamente instalado).de utilização de três aplicativos como fonte de dados: TEC da Infoconsult (Software correspondente previamente

TEC da Infoconsult (Software correspondente previamente instalado);Aduaneira (Software correspondente previamente instalado). A Tabela Genérica CE armazena todas as configurações de

A Tabela Genérica CE armazena todas as configurações de caminhos utilizados pelo sistema, ou seja, para cada máquina que utiliza a rotina Integração NCM, é

Pag. 7

necessário inserir na tabela CE detalhes de localização, conexão e utilização do aplicativo selecionado para a recuperação de NCMs.

Veja a seguir um exemplo de configuração da tabela genérica CE para a utilização de uma máquina denominada A1.

Chave exclusiva para utilização da Infoconsult:

Chave

Descrição / Descrição Spanish / Descrição English

A1INFO

Caminho em que se encontra o executável da InfoConsult CONVERSOR.EXE*

* = Informar somente o caminho (Exemplo: C:\P10\REC_NCM\) em que se encontra o executável, pois o nome do aplicativo é chamado pelo programa.

Chave exclusiva para utilização da Aduaneiras:

Chave

Descrição / Descrição Spanish / Descrição English

A1TECW

Caminho em que se encontra o executável da Aduaneiras Interfweb.exe*

* = Informar somente o caminho (Exemplo: C:\Arquivodeprogramas\Aduaneiras\Interfweb) em que se encontra o executável, pois o nome do aplicativo é chamado pelo programa.

Pré Requisitos

Ter instalado o programa Interfweb.exe (Aduaneiras);

Aplicar o patch com o fonte EASYTEC.PRW;

Ter aplicado o update U_UI710025.

Existe o grupo de informação que pode ser exportado pela Interface: TEC. Para o grupo TEC, as informações importadas serão salvas no arquivo-texto:

1- Ato Legal Arquivo de retorno Interfato.txt 2- Naladi Arquivo de retorno InterfNaladi.txt 3- Geral Arquivo de retorno Interf.txt

Importante: As informações importadas dependem das opções da Interface Web adquiridas pelo usuário.

Após a carga inicial do programa, deve-se selecionar as opções desejadas para formato dos campos (delimitado, fixo ou XML) e grupo de importação (TEC). Essas opções serão salvas e restauradas nas próximas vezes em que o programa for utilizado.

de importação (TEC). Essas opções serão salvas e restauradas nas próximas vezes em que o programa

Pag. 8

Pag. 8 Integração NCM - Figura 1 Após configurar as opções desejadas, clique no botão Iniciar

Integração NCM - Figura 1

Após configurar as opções desejadas, clique no botão Iniciar para o início da importação das informações. Durante todo o processo, a barra de progresso será atualizada mostrando o percentual e o número de registros importados.

mostrando o percentual e o número de registros importados. Integração NCM - Figura 2 Caso tenha

Integração NCM - Figura 2

Caso tenha sido selecionada a opção Largura Fixa em Processo, Formato dos Campos, as opções de delimitadores serão substituídas por informações sobre os campos que serão importados. As opções Largura Fixa e XML não permitem a integração com Aduaneiras.

Exemplo - Utilizando a integração NCM:

Pag. 9

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Integração NCM”.

Selecione o programa utilizado para recuperação das alíquotas de NCM
Selecione o programa
utilizado para
recuperação das
alíquotas de NCM

Selecione a máquina utilizada (a fim de utilizar os caminhos configurados para esta máquina na tabela genérica “CE”) e a faixa de NCMs que deseja recuperar.

Integração NCM - Figura 3

2. Se o programa utilizado for a Aduaneiras, é necessário digitar em “Dados Importação”, a máquina utilizada e a NCM desejada. Conforme abaixo:

Aduaneiras, é necessário digitar em “Dad os Importação”, a máquina utilizada e a NCM desejada. Conforme

Pag. 10

Pag. 10 Integração NCM - Figura 4 3. Em seguida, pressione o botão “OK” . 4.

Integração NCM - Figura 4

3. Em seguida, pressione o botão “OK”.

4. Em seguida, pressione o botão “Sim”. Aparecerá a tela para confirmação do processamento.

Aparecerá a tela para confirmação do processamento. Integração NCM - Figura 5 5. Ao clicar sobre

Integração NCM - Figura 5

5. Ao clicar sobre o a opção “Sim” na tela “Atualização de Alíquotas”, o sistema iniciará o processamento e apresentará a tela da Interface Web.

Pag. 11

Pag. 11 Integração NCM - Figura 6 Caso sua senha seja expirada, o sistema irá informar.

Integração NCM - Figura 6

Caso sua senha seja expirada, o sistema irá informar. Conforme abaixo: não consegui reproduzir

irá informar. Conforme abaixo: não consegui reproduzir 6. Ao clicar sobre a Integração NCM - Figura

6. Ao

clicar sobre a

Integração NCM - Figura 7

opção “Sim” na tela “Integração NCM”, o sistema

apresentará a seguinte tela (status da recuperação):

tela “Integração NCM”, o sistema apresentará a seguinte tela (status da recuperação): Integração NCM - Figura

Integração NCM - Figura 8

Pag. 12

7. Ao confirmar a tela, será exibida a mensagem:

Pag. 12 7. Ao confirmar a tela, será exibida a mensagem: Integração NCM - Figura 9

Integração NCM - Figura 9

8. Caso queira recuperar novamente as NCM´s clique na opção “Sim”, caso contrário clique na opção “Não”.

CADASTRO de NCM / TEC

Esta Tabela armazena as Nomenclaturas Comuns do Mercosul (NCM), também conhecidas como Tarifa Externa Comum (TEC). De acordo com a característica de cada produto existe uma NCM específica que contém as alíquotas de impostos para a sua comercialização. Este registro é vinculado à mercadoria no cadastro de produtos.

Exemplo - Como cadastrar NCMs:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\NCM”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados na pasta Cadastrais:

e informe os seguintes dados na pasta Cadastrais: Cadastro de NCM - Figura 1 3. Clique

Cadastro de NCM - Figura 1

3. Clique na pasta “Alíquotas” e informe os seguintes dados:

Pag. 13

Pag. 13 Cadastro de NCM - Figura 2 4. Confira os dados e clique sobre o

Cadastro de NCM - Figura 2

4. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. As alíquotas da NCM são a fonte

As alíquotas da NCM são a fonte para o cálculo dos impostos e conferência dos pagamentos, influenciando também, no controle financeiro no momento das previsões de impostos, por isso esta tabela exige manutenção precisa, caso contrário, afetará a apuração do Custo Realizado e da Nota Fiscal de Entrada.

Para a NCMs que foi cadastrada foi utilizada a unidade de medida com o código “11”, este código refere-se à unidade de medida estatística da NCM no Siscomex. Existem empresas que utilizam um código diferente para as unidades de medida, para estes casos é necessário informar no cadastro de unidades de medidas o código de referência no Siscomex (campo “Cód.SISCOMEX”).

COMPRADORES

Esta rotina permite o cadastramento dos compradores e analistas de importação que serão vinculados na SI e no PO. Estes dados cadastrais são importantes para estatísticas e impressão de formulários, por isso a importância de preenchimento dos números de telefone e fax em formato internacional exemplo:

+55(11) 9999-9999.

Exemplo - Como cadastrar compradores:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Compradores”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Compradores - Figura 1 3. Clique s obre

Compradores - Figura 1

LOCAIS DE ENTREGA

Pag. 14

Esta rotina permite o cadastramento dos locais em que as mercadorias serão recebidas. É importante preencher corretamente todos os campos deste cadastro, visando à correta apresentação dos dados nas solicitações de importação e em formulários como a Instrução de Despacho, que exibe o destino final da mercadoria.

Exemplo - Como cadastrar os Locais de Entrega:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Locais de Entrega”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e inf orme os seguintes dados: Locais de Entrega - Figura 1 3.

Locais de Entrega - Figura 1

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

UNIDADES REQUISITANTES

Esta tabela armazena a descrição e o local de entrega de cada uma das unidades requisitantes de materiais da empresa. Qualquer departamento que solicite a aquisição de mercadorias é considerado uma Unidade Requisitante, por exemplo: Diretoria, Vendas, Produção, Assistência Técnica, etc.

Exemplo - Como cadastrar Unidades Requisitantes:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Unidades Requisit.”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

dades Requisit.”. 2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Unidades Requisitantes - Figura

Pag. 15

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. Este cadastro é necessário para dar seqüência

Este cadastro é necessário para dar seqüência ao processo de importação. Ele será utilizada na Solicitação de Importação, Purchase Order, Embarque/Desembaraço e nos relatórios da tabela Abc e Custo Realizado.

Onde determina o centro de custo da empresa. Esta tabela é compartilhada entre outros módulos.

AGENTES DE TRANSPORTE

Nesta tabela são armazenados os dados cadastrais dos agentes de transporte utilizados pelo sistema. O agente transportador (ou embarcador) é informado no PO e seus dados cadastrais são impressos em diversos formulários como Ship Instructions e Purchase Order.

Exemplo - Como cadastrar Agentes de Transporte:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Agentes Transp.”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Agentes de Transporte – Figura 1 3. Confira

Agentes de Transporte Figura 1

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” par a gravar. É necessário preencher os campos “Fornecedor”

É necessário preencher os campos “Fornecedor” e “Loja” (destacados na figura anterior) para gerar o título a pagar do frete no Financeiro (SIGAFIN) quando

Pag. 16

houver integração. Para isso, verifique o parâmetro “MV_EASYFIN” e se a integração estiver habilitada, cadastre o agente de transporte como fornecedor.

DESPACHANTES

Nesta rotina devem ser cadastradas todas as empresas que prestam serviços de despacho aduaneiro nos processos de importação.

Exemplo - Como cadastrar Despachantes:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Despachantes”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Despachante - Figura 1 3. Confira os dados

Despachante - Figura 1

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. É necessário preencher os campos “Fornecedor” e

É necessário preencher os campos “Fornecedor” e “Loja” (destacados na figura anterior) para gerar o título a pagar do frete no Financeiro (SIGAFIN) quando houver integração. Para isso, verifique o parâmetro “MV_EASYFIN” e se a integração estiver habilitada, cadastre o despachante como fornecedor.

INCOTERMS

Pag. 17

Os Incoterms (International Commercial Terms) servem para definir, dentro da estrutura de um contrato de compra e venda internacional, os direitos e obrigações recíprocas do exportador e do importador, estabelecendo um conjunto- padrão de definições e determinando regras e práticas neutras, como por exemplo:

onde o exportador deve entregar a mercadoria, quem paga o frete, quem é o responsável pela contratação do seguro.

Esta tabela é previamente fornecida pela Trade Easy com os Incoterms mais utilizados, ainda assim, é possível realizar a manutenção destes dados quando necessário.

Código

Descrição em Inglês

Descrição em Português

C+F

COST PLUS FREIGHT

CUSTO + FRETE

C+I

COST PLUS INSURANCE

CUSTO + SEGURO

CFR

COST AND FREIGHT

CUSTO E FRETE

CIF

COST, INSURANCE AND FREIGHT

CUSTO, SEGURO E FRETE

CIP

CARRIAGE AND INSURANCE PAID TO

TRANSPORTE E SEGUROS PAGOS ATÉ

CPT

CARRIAGE PAID TO

TRANSPORTE PAGO ATÉ

DAF

DELIVERED AT FRONTIER

ENTREGUE NA FRONTEIRA

DDP

DELIVERED DUTTY PAID

ENTREGUE DIREITOS PAGOS

DDU

DELIVERED DUTY UNPAID

ENTREGUE DIREITOS NÃO PAGOS

DEQ

DELIVERED EX QUAY (DUTTY PAID)

ENTREGUE A PARTIR DO CAIS

DES

DELIVERED EX SHIP

ENTREGUE A PARTIR DO NAVIO

EXW

EX WORKS

A PARTIR DO LOCAL E PRODUÇÃO

FAS

FREE ALONGSIDE SHIP

LIVRE NO COSTADO DO NAVIO

FCA

FREE CARRIER

TRANSPORTADOR LIVRE

FOB

FREE ON BOARD

LIVRE A BORDO

Exemplo - Como atualizar um Incoterm:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Incoterms”.

2. Selecione o Incoterm “FOB”, clique na opção “Alterar” e informe os seguintes dados:

na opção “Alterar” e informe os seguintes dados: Incoterms - Figura 1 3. Clique sobre o

Incoterms - Figura 1

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

A rotina ainda disponibiliza opções de Pesquisa, Inclusão e Exclusão.

Pag. 18

Pag. 18 O Incoterm será utilizado no PO e este campo é muito importante na confecção

O Incoterm será utilizado no PO e este campo é muito importante na

confecção da DI, em cálculos de rateio no desembaraço e na nota fiscal.

CONDIÇÃO DE PAGAMENTO

As condições inseridas neste cadastro identificam a forma de pagamento das

importações. Elas serão baseadas na Data de Embarque dos processos. O sistema apresenta três tipos de condições de pagamento, são elas:

À Vista: Pagamento único do valor FOB com vencimento na data de embarque. : Pagamento único do valor FOB com vencimento na data de embarque.

Normal: Pagamento único do valor FOB, com data de vencimento de 1 a 899 dias : Pagamento único do valor FOB, com data de vencimento de 1 a 899 dias a contar da data do embarque.

Parcelado: Destinado ao parcelamento do valor FOB em até 10 parcelas, inclusive parcelas antecipadas. Os : Destinado ao parcelamento do valor FOB em até 10 parcelas, inclusive parcelas antecipadas. Os vencimentos desses pagamentos são calculados á partir da data de embarque.

Nos casos de condições de Pagamento Antecipado, deve-se preencher na pasta “Parcelas”, o percentual antecipado e o dia com um numero negativo. Para os pagamentos após o embarque deve-se preencher o percentual e o dia do pagamento com um numero positivo.

negativo. Para os pagamentos após o embarque deve-se preencher o percentual e o dia do pagamento

Pag. 19

Exemplo - Como cadastrar Condições de Pagamento:

Condição de pagamento Normal:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Condições de Pag”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados: Condições de Pagamento - Figura 1 3. Para

Condições de Pagamento - Figura 1

3. Para condições de pagamento do tipo normal, os campos da pasta “Parcelas” estarão desabilitados.

4. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Condição de pagamento a vista:

1. Clique novamente na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

de pagamento a vista: 1. Clique novamente na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os

Pag. 20

Pag. 20 Condições de Pagamento - Figura 2 2. Para condições de pagamento do tipo a

Condições de Pagamento - Figura 2

2. Para condições de pagamento do tipo a vista, o campo “No. de Dias” será preenchido automaticamente pelo sistema com o valor -1 e os campos da pasta “Parcelas” estarão desabilitados.

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Condição de pagamento parcelado:

1. Clique novamente na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

novamente na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, i nforme os seguintes dados: Condições de Pagamento

Pag. 21

2. Para condições de pagamento do tipo parcelado, o campo “No. de Dias” será preenchido automaticamente pelo sistema com o valor 901. Para que este conteúdo não seja considerado para pagamento ou vencimento. Será usado neste exemplo, os percentuais de cada parcela e os prazos de vencimento foram definidos nos campos da pasta “Parcelas”, conforme demonstrado a seguir:

da pasta “Parcelas”, conforme demonstrado a seguir: Condições de Pagamento - Figura 4 3. Confira os

Condições de Pagamento - Figura 4

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Condição de pagamento antecipado:

1. Clique novamente na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados: Condições de Pagamento - Figura 5 2. Condições

Condições de Pagamento - Figura 5

Pag. 22

Pag. 22 Condições de Pagamento - Figura 6 3. Confira os dados e clique sobre o

Condições de Pagamento - Figura 6

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. 4. É possível configurar condições de pagamento

4. É possível configurar condições de pagamento mesclando parcelas com vencimento antes e depois da data de embarque, conforme exemplo abaixo:

antes e depois da data de embarque, conforme exemplo abaixo: Condições de Pagamento - Figura 7

Condições de Pagamento - Figura 7

Os tipos de Cobertura "Cambial" determinam os campos a serem informados:

"Cambial" determinam os campos a serem informados: Cobertura Campo até 180 DD Modalidade de

Cobertura

Campo

até 180 DD

Modalidade de Pagamento

de 180 a 360

Modalidade de Pagamento

Acima de 360

Instituição Financiadora

Sem Cobertura

Motivo

MENSAGENS

Pag. 23

Esta rotina permite o cadastro das mensagens utilizadas na emissão de documentos, a finalidade de cada mensagem é definida na consulta padrão de Tipos de Mensagens conforme a tabela demonstrada a seguir:

Chave

Descrição

0

Drawback

1

P.O.

2

Texto p/ Request for Quotation.

3

Mensagens p/ Complemento de LI.

4

Mensagens p/ Complemento de DI.

6

Mensagens p/ I.P.I.

7

Mensagens p/ Instrução de Despacho.

8

Mensagens p/ Shipping Instructions.

9

Mensagens p/ Comercial Invoice.

A

Guia de Arrecadação Estadual (GARE).

B

Mensagem para Demurrage.

Exemplo - Como cadastrar Mensagens:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Mensagens”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Mensagens - Figura 1 3. Clique sobre o

Mensagens - Figura 1

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

FUNDAMENTO LEGAL

Neste cadastro serão registrados todos os fundamentos legais utilizados pela Licença de Importação. Esta tabela é previamente fornecida pela Trade-Easy com os códigos que estão disponíveis no Siscomex, caso seja necessário utilizar um fundamento que não consta na tabela será necessário incluir.

Exemplo - Como cadastrar o Fundamento Legal:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Fundamento Legal”.

Pag. 24

Pag. 24 Fundamento Legal - Figura 1 3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. PORTOS

Fundamento Legal - Figura 1

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

PORTOS e AEROPORTOS

Este cadastro armazena os dados referentes aos Portos e Aeroportos (origens e destinos) utilizados pela empresa. Esta tabela é previamente fornecida pela Trade-Easy com os principais portos utilizados no território nacional, porém é necessário fazer a manutenção dos “Lead-Time’s” e a inclusão dos portos e aeroportos estrangeiros.

Exemplo - Como atualizar o cadastro de Portos e Aeroportos:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Portos/Aeroportos”.

2. Clique na opção “Ações Relacionadas” e depois em “Pesquisar” e localize o código “41068”.

3. Clique na opção “Alterar” e atualize os campos de Lead-Time de Desembaraço e Transporte, conforme o exemplo demonstrado a seguir:

e Transporte, conforme o exemplo demonstrado a seguir: Portos / Aeroportos - Figura 1 4. Confira

Portos / Aeroportos - Figura 1

4. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para salvar a alteração.

PAÍSES

Neste cadastro os países são identificados pelo código oficial do Siscomex (esta informação é importante para o envio e recebimento de dados para o Despachante e para o próprio Siscomex).

O nome de cada país deve ser cadastrado em Português e Inglês. Esta tabela é previamente fornecida pela Trade-Easy e dependendo da necessidade, é possível incluir novos países ou realizar a manutenção dos que já estão cadastrados. Existe também a opção de integrar essas atualizações do Siscomex.

Exemplo - Como verificar o cadastro de Países:

Pag. 25

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Países”.

2. Clique na opção “Ações Relacionadas” e depois em “Pesquisar” e localize o país de código “105”.

3. Clique na opção “Visualizar”, os dados serão apresentados da seguinte forma:

os dados serão apresentados da seguinte forma: Países - Figura 1 4. Clique sobre o botão

Países - Figura 1

4. Clique sobre o botão “Fechar” para sair da visualização.

REGISTRO NO MINISTÉRIO

Nesta tabela deve ser cadastrado os produtos que necessitam de registro em algum Ministério (Saúde, Agricultura, etc). Essas informações serão utilizadas para o envio ao Siscomex na seqüência da descrição do produto, e em alguns formulários como Purchase Order, Envio ao Despachante, entre outros.

Exemplo - Como cadastrar o Registro de produtos no Ministério:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Registro Minist.”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Registro no Ministério - Figura 1 3. Clique

Registro no Ministério - Figura 1

Pag. 26

Pag. 26 Importador, Fabricante e Produto devem estar devidamente cadastrados. TABELAS SEGURO Esta tabela é utilizada

Importador, Fabricante e Produto devem estar devidamente cadastrados.

TABELAS SEGURO

Esta tabela é utilizada para emissão da planilha de seguros, ela composta de percentuais fornecidos pela sua corretora de seguros. Deve ser estruturada com o tipo de transporte e procedência.

Exemplo - Como cadastrar Tabelas de Seguro:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Tabelas Seguro”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Tabelas de Seguro - Figura 1 3. Confira

Tabelas de Seguro - Figura 1

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. A via de transporte deve estar devidamente

A via de transporte deve estar devidamente cadastrada.

CORRETORAS

Esta tabela armazena os dados cadastrais das corretoras utilizadas pela empresa. Estes dados são de extrema importância para o controle de câmbio (Financeiro) do Easy Import Control.

Exemplo - Como cadastrar Corretoras:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Corretor ”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

o menu “Atualizações \Tabelas\ Corretor ” . 2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes

Pag. 27

Pag. 27 Corretoras - Figura 1 3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar”

Corretoras - Figura 1

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. É necessário preencher os campos “Fornecedor” e

É necessário preencher os campos “Fornecedor” e “Loja” (destacados na figura anterior) para gerar o título a pagar do frete no Financeiro (SIGAFIN) quando houver integração. Para isso, verifique o parâmetro “MV_EASYFIN” e se a integração estiver habilitada, cadastre a corretora com o fornecedor.

C.F.O.

Os Códigos Fiscais de Operações (CFO) determinam a natureza de cada operação referente à circulação de bens ou mercadorias. Estas operações são utilizadas nas notas fiscais de entrada e devem ser configuradas com base na legislação vigente. Esta rotina oferece a possibilidade de configurar várias operações em um mesmo CFO, e para a correta apuração dos tributos na nota fiscal de entrada, é necessário definir com precisão, em cada operação, os seguintes campos:

Carga Tributária Equivalente;com precisão, em cada operação, os seguintes campos: Redução da Base de Cálculo do ICMS; Mensagem

Redução da Base de Cálculo do ICMS;os seguintes campos: Carga Tributária Equivalente; Mensagem sobre a tributação de IPI e ICMS; Código da

Mensagem sobre a tributação de IPI e ICMS;Equivalente; Redução da Base de Cálculo do ICMS; Código da Situação Tributária; Código da Mensagem para

Código da Situação Tributária;do ICMS; Mensagem sobre a tributação de IPI e ICMS; Código da Mensagem para IPI e

Código da Mensagem para IPI e ICMS;de IPI e ICMS; Código da Situação Tributária; Recuperação de IPI, ICMS, PIS e COFINS (S/N);

Recuperação de IPI, ICMS, PIS e COFINS (S/N);Situação Tributária; Código da Mensagem para IPI e ICMS; ICMS sobre PIS. Exemplo - Como cadastrar

ICMS sobre PIS.IPI e ICMS; Recuperação de IPI, ICMS, PIS e COFINS (S/N); Exemplo - Como cadastrar um

Exemplo - Como cadastrar um CFO:

Pag. 28

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: C.F.O. - Figura 1 3. Note que na

C.F.O. - Figura 1

3. Note que na linha do C.F.O. é possível incluir mais de uma operação utilizando a tecla “seta para baixo”. A operação é um código “elaborado”, que não pode ser repetida para CFOPs diferentes.

4. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.  Além da redução do ICMS o

Além da redução do ICMS o sistema permite colocar outra alíquota de ICMS para o calculo do PIS e COFINS.

Os campos: “Redução de ICMS” e “Carga Tributaria Equivalente” não são utilizados em conjunto

Esta tabela é utilizada obrigatoriamente quando:

a. Há redução da base do ICMS;

b. Uso de sistemas integrados: BPCS, SAP R3 e outras integrações do SIGAEIC.

Quando se apropria o CFO, este será respeitado na classificação da NF de Entrada.

ARMADORES

Devem ser cadastrados nesta tabela os Armadores responsáveis pela manutenção de containers. Além dos dados cadastrais (razão social, endereço, contatos, etc.), há também o botão “Tabelas do Armador” que possibilita a inclusão dos valores para cada tipo de container conforme a quantidade de dias.

Ela será armazenada junto aos dados dos despachantes e será utilizada para o cálculo de Demurrage. Exemplo - Como cadastrar um Armador:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Armadores”.

Pag. 29

Pag. 29 Armadores - Figura 1 É necessário preencher os campos “Fornecedor” e “Loja” (destacados na
Pag. 29 Armadores - Figura 1 É necessário preencher os campos “Fornecedor” e “Loja” (destacados na

Armadores - Figura 1

É necessário preencher os campos “Fornecedor” e “Loja” (destacados na figura anterior) para gerar o título a pagar do frete no Financeiro (SIGAFIN) quando houver integração. Para isso, verifique o parâmetro “MV_EASYFIN” e se a integração estiver habilitada, cadastre o armador como fornecedor.

3. Após informar os dados cadastrais clique sobre o botão “Ações Relacionadas” e depois em “Tabelas do Armador”. Logo após vá em “Ações Relacionadas” novamente e selecione a opção “Incluir” para cadastrar as tabelas com os valores de containers conforme o exemplo abaixo:

com os valores de containers conforme o exemplo abaixo: Armadores - Figura 2 4. Clique sobre

Armadores - Figura 2

4. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

5. Para a manutenção das tabelas do armador utilize vá em “Ações Relacionadas” e selecione a opção “Alterar”, para excluir selecione a opção “Excluir”.

6. Para incluir mais de um contato de referencia da empresa de Armadores, clique em “Ações Relacionadas” e escolha a opção “Contatos”. Logo após vá em “Ações Relacionadas” novamente e selecione a opção “Incluir”.

Logo após vá em “Ações Relacionadas” novamente e selecione a opção “Incluir”. Armadores - Figura 3

Pag. 30

7. Confira os dados e confirme a inclusão do contato clicando em “Confirmar”. Para manutenção dos dados cadastrados vá em “Ações Relacionadas” e selecione a opção de “Alterar” ou “Excluir”.

8. Confira os dados da empresa e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

NOMEAÇÃO de NAVIOS

A rotina de Nomeação de Navio possibilita o gerenciamento das

embarcações utilizadas nos processos de importação. Para cada navio cadastrado é possível informar a próxima viagem, as rotas utilizadas (Origem/Destino) e os

agentes (Despachantes) que trabalham com o navio.

Exemplo - Como cadastrar um Navio:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas\Nomeação de Navio”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais, informe os seguint es dados: 3. Na pasta Transito, informe os seguintes

3.

Na pasta Transito, informe os seguintes dados:

Nomeação de Navios - Figura 1

informe os seguintes dados: Nomeação de Navios - Figura 1 Nomeação de Navios - Figura 2

Nomeação de Navios - Figura 2

4. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Pag. 31

Pag. 31 Capítulo 02 – Cadastros  Importadores  Bancos  Produtos  Fabricantes e Fornecedores
Pag. 31 Capítulo 02 – Cadastros  Importadores  Bancos  Produtos  Fabricantes e Fornecedores

Capítulo 02 Cadastros

Importadores

Bancos

Produtos

Fabricantes e Fornecedores

Produtos x Fornecedores

Clientes

Moedas

Cotação de Moedas

Vias de Transporte

CADASTROS

Pag. 32

Neste capítulo será abordado os cadastros do módulo de Importação, estas rotinas serão apresentadas de forma hierárquica porque, em alguns casos, é necessário utilizar informações de tabelas previamente preenchidas no sistema. É interessante que a montagem seja feita na seqüência de utilização dos dados para que não seja necessário retornar ao cadastramento.

Ao realizar um cadastro atente-se para os seguintes detalhes:

Durante o cadastramento observe os campos “obrigatórios” (destacados em azul), não é possível concluir o cadastro sem preencher estes campos. azul), não é possível concluir o cadastro sem preencher estes campos.

Caso haja alguma duvida, pressione [F1] sobre o campo, será apresentada uma tela com a descrição do mesmo.é possível concluir o cadastro sem preencher estes campos. Alguns campos estão associados a tabelas ou

Alguns campos estão associados a tabelas ou cadastros, para pesquisar este conteúdo utilize o botão de pesquisa (a esquerda do campo) ou tecle F3 sobre o mesmo.será apresentada uma tela com a descrição do mesmo. IMPORTADORES Este cadastro armazena os dados de

IMPORTADORES

Este cadastro armazena os dados de importadores e consignatários. Caso o consignatário seja a mesma pessoa jurídica que o importador, não é necessário cadastrá-lo duas vezes.

Exemplo - Como cadastrar Importadores:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Importadores”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

o menu “Atualizações \Cadastros\ Importadores”. 2. Clique na opçã o “Incluir” e informe os seguintes dados:

Pag. 33

Pag. 33 Importadores - Figura 1 3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar”

Importadores - Figura 1

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

BANCOS

Este cadastro permite a inclusão de bancos, caixas e agentes cobradores com os quais uma empresa trabalha. As contas correntes devem ser cadastradas individualmente, mesmo que pertençam ao mesmo banco.

O Cadastro de Bancos está presente em todas as transações financeiras do Protheus e é de extrema importância para controle do fluxo de caixa, emissão de borderôs e baixas manual ou automática dos títulos quando houver integrações. Caso não haja integração esses dados serão apenas informativo.

O sistema permite que as contas bancárias sejam bloqueadas, impedindo que certas movimentações utilizem determinados bancos. Quando a conta corrente estiver bloqueada para movimentações, será apresentada uma janela alertando o usuário.

Exemplo - Como cadastrar um Banco:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Bancos”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

Pag. 34

Pag. 34 Bancos - Figura 1 3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar”

Bancos - Figura 1

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

PRODUTOS

Devem ser cadastrados nesta rotina todos os produtos importados pela empresa. Alguns campos possibilitam melhor controle gerencial das mercadorias através de relatórios ou consultas (Tipo, Grupo, família, etc.), outros campos atendem a necessidades de áreas como Compras, Armazenagem e Logística (Unidade de Medida, Armazém padrão, segunda unidade de medida / fator de conversão, peso liquido, fornecedor padrão, etc.).

Alguns produtos importados necessitam de uma prévia autorização através de uma LI (Licença de Importação), como por exemplo Armas de Fogo. Para estes casos é necessário configurar o campo “Anuente” = Sim.

Buscando garantir a qualidade dos documentos e formulários emitidos no decorrer dos processos, informe todas às descrições do produto (Inglês, LI e Português) na pasta “Outros”.

Os tributos de cada produto são determinados pela NCM informada. Os campos referentes a tributos não são utilizados no módulo de importação.

Exemplo - Como cadastrar Produtos:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Produtos”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta “Cadastrais”, informe os seguintes dados:

\Cadastros\ Produtos”. 2. Clique na opção “Incluir” e na pasta “Cadastrais”, informe os seguintes dados:

Pag. 35

Pag. 35 Produtos - Figura 1 Neste cadastro é importante o pr eenchimento do campo: “Peso

Produtos - Figura 1

Neste cadastro é importante o preenchimento do campo: “Peso Líquido” para poder ratear o valor do frete na nota.

3. Na pasta “Impostos” informe a NCM do produto:

nota. 3. Na pasta “Impostos” informe a NCM do produto: Produtos - Figura 2 4. Na

Produtos - Figura 2

Pag. 36

Pag. 36 Produtos - Figura 3 5. Confira os dados do produto e cliq ue sobre

Produtos - Figura 3

5. Confira os dados do produto e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

FABRICANTES e FORNECEDORES

Neste

cadastro

deverão

ser

registrados

os

Fabricantes,

Fornecedores,

Beneficiários e Exportadores, a diferença entre eles são:

Exportador: Será cadastrado somente quando for necessário identificar as empresas que intermedeiam o processo de exportação Será cadastrado somente quando for necessário identificar as empresas que intermedeiam o processo de exportação e/ou exportam através de Tradings.

Fornecedor: Empresa apresentada como fornecedora e, normalmente, exportadora das mercadorias para o sistema Siscomex . : Empresa apresentada como fornecedora e, normalmente, exportadora das mercadorias para o sistema Siscomex.

Fabricante: Empresa produtora das mercadorias para o sistema Siscomex . : Empresa produtora das mercadorias para o sistema Siscomex.

Beneficiário: Empresa/escritório de centralização de documentação e empresa beneficiária para cartas de crédito e recebimento : Empresa/escritório de centralização de documentação e empresa beneficiária para cartas de crédito e recebimento na contratação de câmbio.

Exemplo - Como cadastrar Fabricantes e Fornecedores:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Fabricante/Forn.”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

Pag. 37

Pag. 37 Fabricantes e Fornecedores - Figura 1 O Campo “Estado” deve ser preenchido com “EX”

Fabricantes e Fornecedores - Figura 1

O Campo “Estado” deve ser preenchido com “EX” para os estados fora do Brasil.

3. Na pasta Adm/Fin., informe o banco, agencia e conta corrente do fornecedor:

informe o banco, agencia e conta corrente do fornecedor: Fabricantes e Fornecedores - Figura 2 Se

Fabricantes e Fornecedores - Figura 2

Se necessário, inclua um novo banco utilizando o botão de pesquisa (a esquerda do campo) ou teclando F3 sobre o campo “Banco”.

4. Na pasta “Outros”, informe a identificação da empresa (1-Fabricante, 2- Fornecedor, 3-Todos, 4-Exportador e 5-Beneficiário):

da empresa (1-Fabricante, 2- Fornecedor, 3-Todos, 4-Exportador e 5-Beneficiário): Fabricantes e Fornecedores - Figura 3

Pag. 38

5. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

PRODUTO X FORNECEDOR

A finalidade desta rotina é estabelecer a relação de fabricação e fornecimento com o produto, bem como a moeda, o preço e outras características comerciais. Algumas informações deste cadastro são transferidas para o processo de importação, como o Código do Produto no Fornecedor (Part Number), Fabricante, moeda utilizada e o valor da cotação (preço unitário).

Exemplo - Como cadastrar a amarração Produto x Fornecedor:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Produtoxfornecedor”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais , informe os seguintes dados: Produto X Fornecedor - Figura 1 Os

Produto X Fornecedor - Figura 1

Os campos disponíveis nas pastas “C.q.” e “B2b” não serão utilizados.

3. Na pasta “Outros”, informe os seguintes dados:

3. Na pasta “Outros”, informe os seguintes dados: Produto X Fornecedor - Figura 2 4. Confira

Produto X Fornecedor - Figura 2

4. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

CLIENTES

Pag. 39

Cliente é a entidade que possui a necessidade do produto ou serviço que será suprida pela sua empresa.

A partir do momento que uma empresa vende um Produto ou Serviço, seja para um Consumidor Final, Revendedor ou Produtor, é necessário obter conhecimento sobre quem são as entidades com as quais se está negociando.

No cadastro de clientes é possível classificar as empresas em cinco tipos:

F=Consumidor Final, L=Produtor Rural, R=Revendedor, S=Solidário e X=Exportação. Esta divisão existe em função do cálculo dos impostos, que é tratado de forma diferenciada para cada tipo de empresa. Este cadastro é apenas informativo.

Conceitualmente, no momento em que é emitido um Documento de Saída, o destinatário é considerado um cliente, independente do tipo, ou denominação atribuída a esta empresa.

Exemplo - Como cadastrar Clientes:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Clientes”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados: Clientes - Figura 1 3. Na pasta “Adm/Fin.”

Clientes - Figura 1

3. Na pasta “Adm/Fin.” devem ser preenchidos campos como Percentual de comissão, Bancos, Conta Contábil, etc.

4. Na pasta “Fiscais” são definidos alguns campos que dependem da localização da empresa e necessidade de controle do setor Fiscal.

5. Na pasta “Vendas” possui campos necessários para controle da área comercial.

6. Na pasta “Outros” possui o Bairro de Cobrança, Ramo de Atividade da empresa e demais campos.

7. Confira os dados do Cliente e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

MOEDAS

Pag. 40

O Cadastro de Moedas armazena os dados (sigla, código e descrições) de

todas as moedas utilizadas nos Processos de Importação. Esta tabela é previamente fornecida pela Trade-Easy e dependendo da necessidade, permite a inclusão de novas moedas ou a manutenção das que já estão cadastradas.

Exemplo - Manutenção de Moedas cadastradas:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Moedas”.

2. Clique na opção “Ações Relacionadas” e selecione “Pesquisar”, depois localize a moeda “US$”.

3. Clique na opção “Alterar” e confira os dados:

3. Clique na opção “Alterar” e confira os dado s: Moedas - Figura 1 4. Se

Moedas - Figura 1

4. Se algum campo estiver diferente do exemplo apresentado na figura 1, faça a correção e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. Atente- se ao correto preenchimento do campo “Cód.

Atente-se ao correto preenchimento do campo “Cód. SISCOMEX”, esta informação é extremamente importante no envio de dados para o Siscomex Importação.

COTAÇÃO das MOEDAS

O lançamento diário das cotações de moedas é de fundamental importância

para a correta apuração da variação cambial entre a taxa da moeda na data do faturamento (nota fiscal de saída) e a data de embarque.

Exemplo - Como cadastrar Cotações de Moedas:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Cotação das Moedas”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

Cotação das Moedas”. 2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Cotação das Moedas

Pag. 41

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar a cotação da moeda.

o botão “Confirmar” para gravar a cotação da moeda. A cotação é sempre em relação à

A cotação é sempre em relação à moeda corrente do país (Ex: Brasil = R$), é importante a inclusão diária de taxas comerciais (Tx.Venda). A Taxa Fiscal corresponde ao Siscomex e será utilizada no desembaraço. A taxa de compra é apenas o registro do valor para aquisição da moeda nesta data (informativo).

VIAS DE TRANSPORTE

Este cadastro armazena os tipos de embarque, origens/destinos e tarifas de frete. Será utilizado no Pré-Cálculo e Previsão de Desembolso para apuração do valor da despesa Frete Internacional.

O valor do frete internacional é calculado através do peso líquido da mercadoria do cadastro de produtos ou pela quantidade de contêineres digitados em campos específicos do Purchase Order.

Exemplo - Como cadastrar Vias de Transporte:

1. Selecione o menu “Atualizações\Cadastros\Vias de Transporte”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Vias de Transporte - Figura 1 3. No

Vias de Transporte - Figura 1

3. No campo “Containers”, clique duas vezes na palavra “Click” ou tecle ENTER, será apresentada uma tela onde devem ser preenchidos os valores:

apresentada uma tela onde devem ser preenchidos os valores: Vias de Transporte - Figura 2 4.

Vias de Transporte - Figura 2

4. Clique sobre o botão “Confirmar” para salvar.

5. No campo “Frete por k/g”, clique duas vezes sobre a palavra “Click” ou tecle ENTER, será apresentada uma tela onde devem ser preenchidos os valores:

Pag. 42

Pag. 42 Vias de Transporte - Figura 3 6. Clique sobre o botão “Confirmar” para salvar.

Vias de Transporte - Figura 3

6. Clique sobre o botão “Confirmar” para salvar.

7. Confira os dados e clique novamente sobre o botão “Confirmar” para gravar.

o botão “Confirmar” para salvar. 7. Confira os dados e clique novamente sobre o botão “Confirmar”

Pag. 43

Pag. 43 Capítulo 03 – Tabelas Siscomex  SiscCad/Siscomex  Unidades de Medida  Conversão de
Pag. 43 Capítulo 03 – Tabelas Siscomex  SiscCad/Siscomex  Unidades de Medida  Conversão de

Capítulo 03 Tabelas Siscomex

SiscCad/Siscomex

Unidades de Medida

Conversão de Unidades.

TABELAS SISCOMEX

Pag. 44

Com o intuito de evitar a manutenção das LI’s no SISCOMEX, é importante manter0 as informações exigidas por ele sempre atualizadas no módulo de Importação. Para facilitar este processo, foi desenvolvido o programa SiscCad, que efetua a atualização das tabelas do Easy Import Control (de acordo com os critérios de seleção definidos pelo usuário), considerando a base de dados do SISCOMEX Importação.

Após concluir o roteiro de instalação/atualização do SiscCad (consulte a documentação específica) é necessário configurar as tabelas genéricas CE (Tabela dos Caminhos das Máquinas) e Y5 (Código das Máquinas do Siscomex) no módulo Configurador (SIGACFG), de acordo com o exemplo demonstrado a seguir:

have

Descrição

T

abela

CE

A1MDB

A1TF

A1DBF

A1DI

A1

Informar o caminho e diretório onde os arquivos MDB do SISCOMEX estão instalados. Exemplo: C:\SISCOPRD\IMPORT.PRD\

CE

Informar o caminho e nome da pasta onde será gerado o arquivo TFSISC.DBF Exemplo: C:\MP8\SYSTEM\A1

CE

Informar o caminho e nome da pasta onde serão gerados os arquivos *.DBF's Exemplo: C:\MP8\SYSTEM\A1

CE

Informar o caminho e nome da pasta onde será gerado o TXT da DI Eletrônica. Exemplo: C:\MP8\SYSTEM\A1

Y5

X5_CHAVE = A1 (Número da Máquina, Exemplo: A1, A2, A3, etc.) X5_DESCRI = Máquina A1 (Nome da Máquina ou Usuário)

TABELAS ENVOLVIDAS:

A seguir será apresentada a relação de todas as tabelas que podem ser atualizadas através da integração entre o Easy Import Control e o Siscomex Importação (SiscCad):

Descrição

Tabelas do MDB

Tabelas DBF

Agências Secex

TAB_AGENCIA_SECEX

TF_SJ9

Aladi

TAB_ALADI

TF_SJC

Atrib. p/ Valoração Aduaneira

TAB_ATRIB_VALORACAO_NVE

TF_SJK

Código da Receita Tributária

TAB_REC_IMPOSTOS

TF_SJH

Conversão de Câmbio

TAB_CONVERSAO_CÂMBIO

TF_SYE

Conv. de Câmbio Histórico

TAB_CONVERSAO_CÂMBIO_HIST

TF_YE2

Docs. p/ Inst. de Despacho

TAB_DOC_INSTRUÇAO_DESPACHO

TF_SJE

Especificações p/ Valoração

TAB_ESPECIF_VALORACAO_NVE

TF_SJL

Fundamentação Legal

TAB_FUND_LEG_REG_TRIBUT

TF_SJX e TF_SY8

F. Leg. PIS/PASEP e COFINS

TAB_FUND_LEGAL_PIS_COFINS

TF_SJY

Pag. 45

Descrição

Tabelas do MDB

Tabelas DBF

F. Leg. Red. B. Cálc. PIS/PAS

TAB_FUND_LEGAL_REDUCAO_PIS_COFINS

TF_SJZ

Incoterms

TAB_INCOTERMS_VENDA

TF_SYJ

Instituições Financiadoras

TAB_INST_FINANC_INTERNACIONAL

TF_SJ7

Métodos de Valoração

TAB_METODO_VALOR_ADUANEIRA

TF_SJM

Modalidade de Pagamento

TAB_MODALID_PAGAMENTO

TF_SJ6

Motivo de Adm. Temporária

TAB_MOT_ADMISSAO_TEMP

TF_SJR

Mot. Imp. Cobertura Cambial

TAB_MOT_SEM_COBERT_CAMBIAL

TF_SJ8

Naladi NCCA

TAB_NALADINCCA

TF_SJ2

Naladi SH

TAB_NALADISH

TF_SJ1

NCM

TAB_NCM

TF_SYD

Natureza da Operação

TAB_NATUREZA_OPERACAO

TF_SJV

Órgão Emissor de Ato Legal

TAB_ORGAO_EMISS_ATO_LEGAL

TF_SJJ

Países

TAB_PAIS

TF_SYA

Recinto Alfandegado

TAB_REC_ALFANDEGADO

TF_SJA

Regime Tributário

TAB_REG_TRIBUTARIO

TF_SJP

Regras da DSI

TAB_REGRAS_DSI

TF_SJW

Setor de Importação

TAB_RECINTO_SETORES_IMPORTACAO

TF_SJG

Tabela de Acréscimos

TAB_ACRESC_VR_ADUANEIRA

TF_SJN

Tabela de Deduções

TAB_DEDUCAO_VR_ADUANEIRA

TF_SJO

Tabela de Regras da DSI

TAB_REGRAS_DSI_PIS_COFINS

TF_EIV

Taxa de Juros BACEN

TAB_TAXAS_JUROS_BACEN

TF_SJU

Tipos de Atos Legais

TAB_TP_ATO_LEGAL

TF_SJI

Tipos de Declaração

TAB_TIPO_DECLARACAO

TF_SJB

Tipos de Embalagens

TAB_TP_EMBALAGEM

TF_SJF

Tipos de Recipiente

TAB_RECIPIENTE

TF_SJT

Unidade de Medida

TAB_UNID_MEDIDA

TF_SAH

Unidade Receita Federal

TAB_URF

TF_SJ0

SISCCAD/SISCOMEX

Exemplo - Como atualizar as Tabelas Siscomex:

1. Para executar o programa SiscCad selecione o menu “Atualizações\Tabelas Siscomex\Sisccad (Siscomex)”.

2. Selecione o número da maquina utilizada:

Pag. 46

Pag. 46 Tabelas Siscomex - Figura 1 3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. 4.

Tabelas Siscomex - Figura 1

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

4. O sistema apresentará a seguinte tela:

para gravar. 4. O sistema apresentará a seguinte tela: Tabelas Siscomex - Figura 2 Este programa

Tabelas Siscomex - Figura 2

Este programa realizará a leitura dos dados armazenados nas tabelas do arquivo "TABSISCO.MDB" do Siscomex Importação e retornará os dados para o Easy.

5. Os botões “Todas” e “Nenhuma” permitem a rápida manipulação da seleção das tabelas. O usuário deve avaliar e selecionar as tabelas que devem ser integradas.

Pag. 47

3 1 2
3
1
2

Tabelas Siscomex - Figura 3

Através das tabelas temporárias geradas (tabelas DBF), a base de dados do módulo de Importação será atualizada.

7. Para finalizar, clique sobre o botão “Sair”.

UNIDADES de MEDIDA

A tabela de unidades de medida contém informações utilizadas em rotinas como o Cadastro de Produtos e Envio ao Siscomex. Mesmo com a possibilidade de inclusão das unidades de medida via integração (sisccad), é necessário realizar a manutenção periódica das descrições em outros idiomas e nos demais campos. Sendo necessário informar o código da unidade no campo “Siscomex” independente se o cliente utiliza a mesma unidade.

Exemplo - Manutenção do cadastro de Unidades de Medida:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas Siscomex\Unidades de Medida”.

2. Clique na opção ”Ações Relacionadas”, clique me “Pesquisar” e localize a unidade de medida de código “UN”.

3. Clique na opção “Alterar” e informe os seguintes dados:

na opção “Alterar” e informe os seguintes dados: Unidades de Medida - Figura 1 4. Confira

Unidades de Medida - Figura 1

4. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Pag. 48

Pag. 48 Atente- se ao correto preenchimento do campo “Cód. SISCOMEX”, esta informação é extremamente importante

Atente-se ao correto preenchimento do campo “Cód. SISCOMEX”, esta informação é extremamente importante no envio de dados para o Siscomex Importação. Veja a seguir uma relação de códigos no Siscomex para algumas unidades de medida:

Código Siscomex

Descrição

10

QUILOGRAMA LIQUIDO

11

UNIDADE

12

MIL UNIDADES

13

PARES

14

METRO

15

METRO QUADRADO

16

METRO CUBICO

17

LITRO

18

MEGAWATT HORA

19

QUILATE

20

DUZIA

21

TONELADA METRICA LIQUIDA

22

GRAMA

23

BILHAO DE UNIDADE INTERNACIONAL

24

QUILOGRAMA BRUTO

CONVERSÃO de UNIDADES

Esta tabela permite a conversão da Unidade de Medida Comercializada para a unidade na medida estatística.

Exemplo Como cadastrar uma Conversão de Unidades:

1. Selecione o menu “Atualizações\Tabelas Siscomex\Conversão Unidades”.

2. Clique na opção "Incluir" e informe os seguintes dados:

na opção "Incluir" e informe os seguintes dados: Conversão de Unidades - Figura 1 Neste exemplo

Conversão de Unidades - Figura 1

Neste exemplo informamos ao sistema que 1 UNIDADE é equivalente a 0,01 CENTOS do produto “001” (100 unidades = 1 cento).

3. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

dados e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. Quando o Cadastro de Conversão de Unidade

Quando o Cadastro de Conversão de Unidade de Medida estiver em uso para duas empresas, será habilitada a tecla [F4] ao invés do [F3] (padrão), para que possa ser feita a consulta do cadastro de produtos.

Pag. 49

Pag. 49 Exercícios de Fixação Tópicos: - Tabelas, - Cadastros - Tabelas Siscomex
Pag. 49 Exercícios de Fixação Tópicos: - Tabelas, - Cadastros - Tabelas Siscomex

Exercícios de Fixação

Tópicos:

- Tabelas,

- Cadastros

- Tabelas Siscomex

Pag. 50

1.

O que determina a presença de todos os programas utilizados para recuperação de NCMs, na tela inicial da rotina Integração NCM?

2.

Em que fase do processo o agente de transporte deve ser indicado? Cite dois formulários que apresentam os dados cadastrais deste tipo de empresa.

3.

Como é cadastrada uma condição de pagamento parcelada, sendo 50% para 15 dias antes do embarque, 25% para 15 dias após o embarque e 25% para 30 dias após o embarque?

4.

Assinale a alternativa que não corresponde a um tipo de mensagem disponível na rotina de cadastro de mensagens.

a) Texto p/ Request for Quotation

b) Mensagens p/ I.P.I.

c) Mensagens p/ Instrução de Despacho

d) Texto p/ Follow-up de Câmbio

e) Guia de Arrecadação Estadual (GARE)

5.

Qual o procedimento necessário para bloquear uma conta bancária cadastrada no sistema?

6.

Qual a finalidade das três descrições do produto (Inglês, LI e Português), informadas na pasta Outros do respectivo cadastro?

7.

Que campo indica a classificação de um Fabricante/Fornecedor?

8.

Descreva as principais informações contidas no cadastro de vias de transporte. Cite um exemplo de utilização prática deste cadastro.

9.

Comente sobre a importância do campo “Cód. SISCOMEX” no cadastro de unidades de medida.

10.

Utilizando a tabela de conversão de unidades de medida, como você faria a conversão da unidade Quilograma para Grama?

Utilizando a tabela de conversão de unidades de medida, como você faria a conversão da unidade

Pag. 51

Pag. 51 Soluções Tópicos: Tabelas, Cadastros Tabelas Siscomex
Pag. 51 Soluções Tópicos: Tabelas, Cadastros Tabelas Siscomex

Soluções

Tópicos:

Tabelas, Cadastros Tabelas Siscomex

Pag. 51 Soluções Tópicos: Tabelas, Cadastros Tabelas Siscomex

Pag. 52

1. O que determina a presença de todos os programas utilizados para recuperação de NCMs, na tela inicial da rotina Integração NCM?

O parâmetro MV_TIPITEC = T, indica a utilização de todas as

integrações.

2. Em que fase do processo o agente de transporte deve ser indicado? Cite dois formulários que apresentam os dados cadastrais deste tipo de empresa. O agente de transporte é informado no Purchase Order, os dados cadastrais deste tipo de empresa são apresentados em formulários como Ship Instructions e o próprio Purchase Order.

3. Como é cadastrada uma condição de pagamento parcelada, sendo 50% para 15 dias antes do embarque, 25% para 15 dias após o embarque e 25% para 30 dias após o embarque? Para incluir uma condição de pagamento parcelada, na pasta cadastrais, é necessário selecionar a opção “Parcelado” no campo “Tipo”.

Na pasta parcela, o campo “% Parcela” armazena o percentual de cada

uma das parcelas, e o campo “Dias Parc” armazena o prazo da respectiva parcela sendo, Valor Negativo: para pagamento antes do embarque e Valor Positivo: para pagamento após o embarque.

% Parcela 01 = 50

% Parcela 02 = 25

% Parcela 03 = 25

Dias Parc 01 = -15

Dias Parc 02 = 15

Dias Parc 02 = 30

4. Assinale a alternativa que não corresponde a um tipo de mensagem disponível na rotina de cadastro de mensagens. Alternativa D, Texto p/ Follow-up de Câmbio

5. Qual o procedimento necessário para bloquear uma conta bancária cadastrada no sistema? Na tela de manutenção de bancos, é necessário selecionar a conta desejada, acionar a opção “Alterar” e preencher o campo “Bloqueada” com a opção “Sim”. Ao confirmar a alteração o sistema impedirá que certas movimentações utilizem esta conta.

6. Qual a finalidade das três descrições do produto (Inglês, LI e Português), informadas na pasta Outros do respectivo cadastro? Garantir a qualidade dos documentos e formulários emitidos no decorrer dos processos de importação.

7. Que campo indica a classificação de um Fabricante/Fornecedor? Campo “Identificac.”, disponível na pasta Outros do cadastro de Fabricantes/Fornecedores.

8. Descreva as principais informações contidas no cadastro de vias de transporte. Cite um exemplo de utilização prática deste cadastro. Tipos de embarque, origens/destinos, Transit Time, tarifas de frete etc. Exemplo: Previsão de Desembolso (apuração do valor da despesa Frete Internacional).

Pag. 53

É extremamente importante no envio de dados para o Siscomex, porque independente do código da unidade de medida utilizado pela empresa, este campo indicara qual é a unidade equivalente no Siscomex, evitando assim, a inconsistência de dados na integração.

10. Utilizando a tabela de conversão de unidades de medida, como você faria a conversão da unidade Quilograma para Grama? Definindo o campo “Unidade de” = Quilograma e “Unidade para” = Grama, preenchendo o campo “Conversão” com o valor “1000” (1 Quilograma = 1000 Gramas) e indicando o produto que utilizará esta conversão.

com o valor “1000” (1 Quilograma = 1000 Gramas) e indicando o produto que utilizará esta

Pag. 54

Pag. 54 Capítulo 04 – Solicitação de Importação (SI)  Solicitação de Importação;  Cotação de
Pag. 54 Capítulo 04 – Solicitação de Importação (SI)  Solicitação de Importação;  Cotação de

Capítulo 04 Solicitação de Importação (SI)

Solicitação de Importação;

Cotação de Preços.

Pag. 55

Pag. 55 Caso o módulo de importação seja integrado com o módulo de Compras, é necessário

Caso o módulo de importação seja integrado com o módulo de Compras, é necessário realizar a Solicitação de Compras (SIGACOM) para gerar uma Solicitação de Importação. Para isso verifique o parâmetro “MV_EASY” e se a integração estiver habilitada, cadastre uma solicitação de compras. Caso contrário, é necessário realizar uma solicitação de importação.

SOLICITAÇÃO de IMPORTAÇÃO

A Solicitação de Importação (S.I.) representa a formalização da necessidade dos diversos centros de custo (unidades requisitantes) em relação aos itens a serem importados. A SI é o ponto de partida para o controle do processo de importação, conseqüentemente, sua criação é obrigatória. É possível também a inclusão de uma SI baseada na cópia de outra já cadastrada.

PRÉ-REQUISITOS

Para a montagem da SI, é obrigatória a alimentação dos seguintes cadastros:

CompradoresSI, é obrigatória a alimentação dos seguintes cadastros: Locais de entrega Unidade Requisitante Produtos Exemplo –

Locais de entregaa alimentação dos seguintes cadastros: Compradores Unidade Requisitante Produtos Exemplo – Como incluir uma

Unidade Requisitantedos seguintes cadastros: Compradores Locais de entrega Produtos Exemplo – Como incluir uma Solicitação de

ProdutosCompradores Locais de entrega Unidade Requisitante Exemplo – Como incluir uma Solicitação de

Exemplo Como incluir uma Solicitação de Importação:

1. Selecione o menu “Atualizações\Solic. Importação\Manutenção”.

2. Clique na opção "Incluir" e informe os seguintes dados:

na opção "Incluir" e informe os seguintes dados: Solicitação de Importação - Figura 1 3. Confira

Solicitação de Importação - Figura 1

Pag. 56

Pag. 56 Ao incluir ou alterar uma SI, após a d efinição dos itens, utilize o

Ao incluir ou alterar uma SI, após a definição dos itens, utilize o botão “Histórico” para consultar os processos encerrados:

“Histórico” para consultar os processos encerrados: Solicitação de Importação - Figura 2 Na alteração da

Solicitação de Importação - Figura 2

Na alteração da SI, utilize o botão “Pedidos” para consultar os pedidos em aberto para determinado item:

para consultar os pedidos em aberto para determinado item: Solicitação de Importação - Figura 3 Neste

Solicitação de Importação - Figura 3

Neste exemplo, ao alterar a SI “VSI08” e clicar sobre o botão “Pedidos” o sistema informa que existe um PO em aberto que atende esta SI em sua totalidade (campo “Sdo. Quant.” = 0,000).

Exemplo Como copiar uma Solicitação de Importação:

1. Selecione o menu “Atualizações\Solic. Importação\Manutenção”.

2. Clique na opção "Incluir" e em seguida no botão “Copiar S.I.” disponível na barra de ferramentas:

“Copiar S.I.” disponível na barra de ferramentas: Solicitação de Importação - Figura 4 3. Posicione na

Solicitação de Importação - Figura 4

3. Posicione na SI que será copiada e defina, na parte superior da tela, quais informações serão copiadas, Capa e/ou Itens:

tela, quais informações serão copiadas, Capa e/ou Itens: Solicitação de Importação - Figura 5 4. Clique

Solicitação de Importação - Figura 5

4. Clique sobre o botão “Ok” para confirmar a seleção da SI.

5. O sistema apresentará a seguinte mensagem:

Pag. 57

Pag. 57 Solicitação de Importação - Figura 6 6. Clique sobre a opção “Sim” para confirmar

Solicitação de Importação - Figura 6

6. Clique sobre a opção “Sim” para confirmar a cópia dos dados.

7. Informe o código da unidade requisitante, o número e a data da SI, se necessário, faça a manutenção dos itens.

data da SI, se necessário, faça a manutenção dos itens. Solicitação de Importação - Figura 7

Solicitação de Importação - Figura 7

8. Confira os dados e clique sobre o botão “Ok” para gravar.

COTAÇÃO DE PREÇOS

Através desta rotina é possível cadastrar cotações de preços para os itens importados, mesmo que estes itens não tenham uma Solicitação de Importação cadastrada no sistema.

A cotação de preços é o registro oficial das condições comerciais (preço, prazo, etc.) de fornecimento para uma ou várias empresas, posteriormente estes dados serão analisados através da opção “Avalia”, que é um recurso de grande importância na tomada de decisões.

É necessário observar alguns pré-requisitos antes de incluir a cotação de preços demonstrada no próximo exemplo:

1. Cadastrar outro Fabricante/Fornecedor com base no seguinte exemplo:

Pag. 58

Pag. 58 Cotação de Preços - Figura 1 2. Atenção ao Informar a identificação da empresa

Cotação de Preços - Figura 1

2. Atenção ao Informar a identificação da empresa na pasta Outros:

ao Informar a identificação da empresa na pasta Outros: Cotação de Preços - Figura 2 3.

Cotação de Preços - Figura 2

3. Cadastrar a amarração (Produto x Fornecedor) do novo Fabricante / Fornecedor com o produto “PRF001”, conforme o seguinte exemplo:

com o produto “PRF001”, conforme o seguinte exemplo: Cotação de Preços - Figura 3 Exemplo –

Cotação de Preços - Figura 3

Exemplo Como incluir uma Cotação de Preços:

1. Selecione o menu “Atualizações\Solic. Importação\Cotação de Preços”.

2. Clique na opção “Incluir” e informe os seguintes dados:

na opção “Incluir” e informe os seguintes dados: Cotação de Preços - Figura 4 3. Para

Cotação de Preços - Figura 4

Pag. 59

Pag. 59 Cotação de Preços - Figura 5 Ao informar a unidade requisitante, os campos para

Cotação de Preços - Figura 5

Ao informar a unidade requisitante, os campos para definição do produto (código, necessidade e quantidade) serão desabilitados. Para itens sem SI, informe diretamente o código do produto.

Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

4. As informações do produto serão apresentadas na parte inferior do Quadro de Concorrência, de acordo com a SI selecionada:

do Quadro de Concorrência, de acordo com a SI selecionada: Cotação de Preços - Figura 6

Cotação de Preços - Figura 6

É possível adicionar outros produtos ao quadro de concorrência, mesmo que para eles não exista uma SI cadastrada no sistema.

5. Selecione o item e clique sobre o botão “Alteração” para modificar a Data de Necessidade e/ou Quantidade a ser Cotada.

Modifique a quantidade para 10.000,000:

Data de Necessidade e/ou Quantidade a ser Cotada. Modifique a quantidade para 10.000,000: Cotação de Preços

Pag. 60

6. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar a alteração.

7. Para retirar algum item do quadro de concorrência, utilize o botão “Exclusão”.

8. Clique sobre o botão “Fornecedores” para definir as empresas participantes deste quadro de concorrência.

Na SI “VSI015” foi informado a empresa “00001” como Fabricante e Fornecedor do produto, justamente por isso apenas esta empresa aparecerá automaticamente na lista de fornecedores participantes. Para que o sistema apresente todas as empresas cadastradas na amarração Produto x Fornecedor, é necessário deixar os campos Fabricante e Fornecedor vazios na SI.

9. Clique sobre o botão “Inclusão” para inserir as condições comerciais do fornecedor concorrente:

as condições comerciais do fornecedor concorrente: Cotação de Preços - Figura 8 10. Clique so bre

Cotação de Preços - Figura 8

10.Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

11.Selecione o fornecedor principal (empresa código “0001”) e clique sobre o botão “Alteração” para atualizar as condições comerciais:

“Alteração” para atualizar as condições comerciais: Cotação de Preços - Figura 9 12. Clique sobre o

Cotação de Preços - Figura 9

12.Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

13.Confira os dados de cada fornecedor e clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Pag. 61

14. Na tela “Quadro de Concorrência – Itens” clique sobre o botão “Ok” para gravar a cotação de preços.

Exemplo Impressão da Solicitação para Cotação de Preços:

Esta funcionalidade permite a impressão da solicitação de cotação de preços. Este documento será enviado para cada fornecedor participante do quadro de concorrência.

1. Na tela principal da rotina de cotação de preços, selecione a cotação incluída anteriormente e clique sobre a opção “Visualizar”.

2. Clique sobre o botão “Imprimir” e informe os seguintes dados:

sobre o botão “Imprimir” e informe os seguintes dados: Cotação de Preços - Figura 10 3.

Cotação de Preços - Figura 10

3. Clique sobre o botão “Confirmar” para imprimir.

4. Defina os detalhes de configuração de impressão e clique sobre o botão “Ok” para imprimir.

Exemplo Como atualizar uma Cotação de Preços:

Ao receber a resposta da solicitação de cotação, é possível atualizar o preço dos itens por fornecedor. Este recurso facilita o reajuste de preços em decorrência da negociação.

1. Na tela principal da rotina de cotação de preços, selecione a cotação incluída anteriormente e clique sobre a opção “Altera”.

2. Clique sobre o botão “Itens por Fornecedor”.

3. Selecione o fornecedor desejado:

por Fornecedor”. 3. Selecione o fornecedor desejado: Cotação de Preços - Figura 11 4. Clique sobre

Cotação de Preços - Figura 11

4. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

Pag. 62

Pag. 62 Cotação de Preços - Figura 12 6. Clique sobre a opção “Alterar FOB Unitário”

Cotação de Preços - Figura 12

6. Clique sobre a opção “Alterar FOB Unitário” e informe o novo preço:

“Alterar FOB Unitário” e informe o n ovo preço: Cotação de Preços - Figura 13 7.

Cotação de Preços - Figura 13

7. Clique sobre o botão “Confirmar”, confira os dados e em seguida sobre a opção “Grava” para confirmar o novo preço.

8. Ao retornar a tela principal, clique sobre alteração.

o

AVALIAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS

botão “Ok” para gravar a

A avaliação consiste em eleger o fornecedor que dispõe das melhores condições. Esta função não irá afetar o Purchase Order.

O sistema apresenta três fatores de avaliação:

Valor FOB total (valor da mercadoria ); valor da mercadoria);

Valor CIF (valor da mercadoria + frete + seguro ); valor da mercadoria + frete + seguro);

Data de Entrega.); Valor CIF ( valor da mercadoria + frete + seguro ); Exemplo – Como visualizar

Exemplo Como visualizar e imprimir a Avaliação de cotação de preços:

1. Na tela principal da rotina de cotação de preços, selecione a cotação a ser avaliada e clique sobre a opção “Ações Relacionadas” e clique em “Avalia”.

2. Informe os seguintes dados:

“Ações Relacionadas” e clique em “Avalia”. 2. Informe os seguintes dados: Cotação de Preços - Figura
“Ações Relacionadas” e clique em “Avalia”. 2. Informe os seguintes dados: Cotação de Preços - Figura

Cotação de Preços - Figura 14

Pag. 63

3. Confirme os dados para prosseguir.

4. A avaliação da cotação será apresentada da seguinte forma:

da cotação será apresentada da seguinte forma: Cotação de Preços - Figura 15 O sistema determina

Cotação de Preços - Figura 15

O sistema determina a classificação dos fornecedores com base no Tipo de Apuração definido pelo usuário (neste exemplo “melhor data de entrega”). Destaque para o campo “% Var” que apresenta a variação percentual entre o melhor preço e os concorrentes.

5. Para imprimir a avaliação clique sobre o botão “Impressão” disponível na barra de ferramentas.

6. Na tela de parâmetros escolha o tipo de relatório “Total”:

de parâmetros escolha o tipo de relatório “Total”: Cotação de Preços - Figura 16 7. Clique

Cotação de Preços - Figura 16

7. Clique sobre o botão “Ok” para confirmar.

8. Defina os detalhes de configuração de impressão e clique sobre o botão “Ok” para imprimir.

Pag. 64

Pag. 64 Capítulo 05 – Purchase Order (PO)  Purchase Order  Impressão do PO 
Pag. 64 Capítulo 05 – Purchase Order (PO)  Purchase Order  Impressão do PO 

Capítulo 05 Purchase Order (PO)

Purchase Order

Impressão do PO

Carta para Envio

Pedidos Cancelados

PURCHASE ORDER

Pag. 65

Purchase Order (PO) ou Ordem de Compra é o documento comercial emitido pelo importador, este documento formaliza a compra legalmente e indica ao exportador o tipo, quantidades e preços concordados, além de condições adicionais como Termos de Pagamento, Incoterms, responsabilidade do frete e a data de entrega requerida. O PO é o ponto de partida para os controles financeiros realizados pelo sistema.

do frete e a data de entrega requerida. O PO é o ponto de partida para
do frete e a data de entrega requerida. O PO é o ponto de partida para

Pag. 66

MANUTENÇÃO do PURCHASE ORDER

Exemplo Como incluir uma Ordem de Compra:

1. Selecione o menu “Atualizações\Purchase Order\Manutenção”.

2. Clique na opção “Inclui” e na pasta Cadastrais informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais informe os seguintes dados: Purchase Order - Figura 1 3. Selecione a

Purchase Order - Figura 1

3. Selecione a pasta Transporte e informe os seguintes dados:

Selecione a pasta Transporte e informe os seguintes dados: Purchase Order - Figura 2 4. Selecione

Purchase Order - Figura 2

4. Selecione a pasta Financeiro e informe os seguintes dados:

Selecione a pasta Financeiro e informe os seguintes dados: Purchase Order - Figura 3 5. Confira

Purchase Order - Figura 3

5. Confira os dados e clique sobre o botão “Ok” para confirmar.

Pag. 67

Pag. 67 Purchase Order - Figura 4 7. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar. É

Purchase Order - Figura 4

7. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

É possível selecionar a SI antes de informar os dados da capa do PO, para isso basta utilizar o botão “SI de Referência” disponível na barra de ferramentas. Com isso alguns campos da capa serão preenchidos automaticamente.

8. O sistema apresentará a tela para seleção de itens:

8. O sistema apresentará a tela para seleção de itens: Purchase Order - Figura 5 9.

Purchase Order - Figura 5

9. Dê um duplo clique sobre o item e informe os seguintes dados:

um duplo clique sobre o item e informe os seguintes dados: Purchase Order - Figura 6

Purchase Order - Figura 6

Lembre-se que na SI “VSI015” a quantidade solicitada foi de 10.000 unidades.

Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar”.

Na tela de seleção de itens, a caixa de seleção estará marcada e os dados do item atualizados:

Pag. 68

Pag. 68 Purchase Order - Figura 7 10. Para inserir itens de outra Solicitação de Importação,

Purchase Order - Figura 7

10. Para inserir itens de outra Solicitação de Importação, clique sobre o botão “Troca SI”.

11. Para concluir a inclusão do PO clique sobre o botão “Conferencia”:

a inclusão do PO clique sobre o botão “Conferencia”: Purchase Order - Figura 8 Quando necessário,

Purchase Order - Figura 8

Quando necessário, utilize o botão “Alt. Datas” para modificar as datas de Embarque e Previsão de Entrega.

12. Confira os dados, clique sobre o botão “Grava PO” e confirme a gravação:

sobre o botão “Grava PO” e confirme a gravação: Purchase Order - Figura 9 Ao confirmar
sobre o botão “Grava PO” e confirme a gravação: Purchase Order - Figura 9 Ao confirmar

Purchase Order - Figura 9

Ao confirmar a gravação do Purchase Order será gerado os títulos provisórios no contas a pagar (SIGAFIN) de acordo com a tabela de pré-cálculo aplicada ao purchase order, quando houver integração. Para isso, verifique o parâmetro “MV_EASYFIN”.

pré-cálculo aplicada ao purchase order, quando houver integração. Para isso, verifique o parâmetro “MV_EASYFIN”.

Pag. 69

13. Após o processamento dos dados o PO estará disponível na tela de manutenção. Para atualizar os dados, selecione o PO e clique sobre a opção “Altera”:

selecione o PO e clique sobre a opção “Altera”: Purchase Order - Figura 10 As funcionalidades

Purchase Order - Figura 10

As funcionalidades para alteração são as mesmas descritas anteriormente.

para alteração são as mesmas descritas anteriormente. Na tela de Manutenção é possível realizar a exclusão

Na tela de Manutenção é possível realizar a exclusão parcial ou total de um Purchase Order, retornando o saldo dos itens para a SI, através da opção “Estorna”, porém o PO não deve estar lançado na fase de Embarque. A opção “Cancela” tem características semelhantes, porém os itens cancelados podem ser visualizados posteriormente na rotina "Pedidos Cancelados".

Exemplo Como copiar uma Ordem de Compra:

1. Na tela de Manutenção do Purchase Order, clique na opção “Inclui”.

2. Clique sobre o botão “Copiar PO”, o sistema apresentará a tela para seleção do PO:

PO”, o sistema apresentará a tela para seleção do PO: Purchase Order - Figura 11 Defina

Purchase Order - Figura 11

Defina se a unidade requisitante será mantida e selecione o PO.

Pag. 70

É possível localizar os pedidos acessando a opção “Ações Relacionadas” e depois “Pesquisa PO”, e para visualizar os itens de cada pedido, acesse a opção “Ações Relacionadas” e depois “Itens PO”.

3. Selecione o PO que deseja copiar as informações e clique sobre o botão “Confirmar”:

as informações e clique sobre o botão “Confirmar”: Purchase Order - Figura 12 Informe apenas o

Purchase Order - Figura 12

Informe apenas o número do novo PO. Os demais campos serão preenchidos automaticamente.

4. Na tela para seleção da SI, informe os seguintes dados:

Na tela para seleção da SI, informe os seguintes dados: 5. Clique sobre o botão “Confirmar”.

5. Clique sobre o botão “Confirmar”.

Purchase Order - Figura 13

6. O sistema apresentará a tela para seleção de itens:

6. O sistema apresentará a tela para seleção de itens: Purchase Order - Figura 14 7.

Purchase Order - Figura 14

7. Dê um duplo clique sobre o item e informe os seguintes dados:

Pag. 71

Pag. 71 Purchase Order - Figura 15 8. Lembre- se que na SI “*VSI01” a quantidade

Purchase Order - Figura 15

8. Lembre-se que na SI “*VSI01” a quantidade solicitada foi de 10.000 unidades.

Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar”.

9. Na tela de seleção de itens, a caixa de seleção estará marcada e os dados do item atualizados:

de seleção estará marcada e os dados do item atualizados: Purchase Order - Figura 16 10.

Purchase Order - Figura 16

10. Para inserir itens de outra Solicitação de Importação, clique sobre o botão “Troca SI”.

11. Para concluir a inclusão do PO clique sobre o botão “Conferencia”:

a inclusão do PO clique sobre o botão “Conferencia”: Purchase Order - Figura 17 12. Qua

Purchase Order - Figura 17

12. Quando necessário, utilize o botão “Alt. Datas” para modificar as datas de Embarque e Previsão de Entrega.

13. Confira os dados, clique sobre o botão “Grava PO” e confirme a gravação:

Após o processamento dos dados o PO estará disponível na tela de manutenção.

IMPRESSÃO do PURCHASE ORDER

Pag. 72

Esta rotina permite a impressão em formulário padrão ou customizado da ordem de compra que será enviada ao Fornecedor.

Exemplo Como imprimir uma Ordem de Compra:

1. Selecione o menu “Atualizações\Purchase Order\Impressão”.

2. O sistema apresentará a tela para seleção do PO:

2. O sistema apresentará a tela para seleção do PO: Impressão do PO - Figura 1

Impressão do PO - Figura 1

3. Marque o PO a ser impresso com um duplo clique.

4. Clique no botão “Ações Relacionadas” e depois e “Emissão”.

botão “Ações Relacionadas” e depois e “Emissão”. Impressão do PO - Figura 2 5. Selecione o

Impressão do PO - Figura 2

5. Selecione o idioma e clique sobre o botão "OK".

6. Defina os detalhes de configuração de impressão e clique sobre o botão “Ok” para imprimir.

CARTA PARA ENVIO

Esta rotina permite a impressão de uma carta padrão para acompanhar o pedido. Seu texto pode ser modificado.

Exemplo - Como imprimir a Carta para Envio do PO:

1. Selecione o menu “Atualizações\Purchase Order\Carta P/ Envio”.

2. O sistema apresentará uma tela com os pedidos já cadastrados. Clique duas vezes sobre o PO para o qual a carta será impressa:

Pag. 73

Pag. 73 Carta para Envio - Figura 1 3. Para alterar o texto padrão da “carta

Carta para Envio - Figura 1

3. Para alterar o texto padrão da “carta para envio do PO”, clique sobre o botão “Ações Relacionadas” e escolha a opção “Alterar texto”. Após informar o texto desejado, clique sobre o no botão “OK”.

4. Clique sobre o botão “Ações Relacionadas” e depois em “Impressão”.

5. Defina os detalhes de configuração de impressão e clique sobre o botão “Ok” para imprimir.

PEDIDOS CANCELADOS

Esta rotina permite a visualização dos pedidos cancelados na tela de manutenção do Purchase Order.

Exemplo - Como o visualizar Pedidos cancelados:

1. Selecione o menu “Atualizações\Purchase Order\Pedidos Cancelados”.

2. O sistema apresentará uma tela com os Pedidos Cancelados:

O sistema apresentará uma tela com os Pedidos Cancelados: Pedidos Cancelados - Figura 1 3. Selecione

Pedidos Cancelados - Figura 1

3. Selecione o pedido desejado e clique sobre a opção “Visual”.

o pedido desejado e clique sobre a opção “Visual”. Pedidos Cancelados - Figura 2 4. Confira

Pedidos Cancelados - Figura 2

Pag. 74

5. Se desejar imprimir o pedido cancelado, clique sobre o botão “Impressão”, selecione o idioma desejado, defina os detalhes de configuração de impressão e clique sobre o botão “Ok”.

selecione o idioma desejado, defina os detalhes de configuração de impressão e clique sobre o botão

Pag. 75

Pag. 75 Capítulo 06 – Licença de Importação (LI)  Manutenção do PLI;  Manutenção LI;
Pag. 75 Capítulo 06 – Licença de Importação (LI)  Manutenção do PLI;  Manutenção LI;

Capítulo 06 Licença de Importação (LI)

Manutenção do PLI;

Manutenção LI;

LI Easy - Siscomex;

LICENÇA DE IMPORTAÇÃO

Pag. 76

LI ou Licença de Importação é um documento eletrônico processado através

do Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX), utilizado para licenciar as importações de produtos cuja natureza ou tipo de operação está sujeita a controles

de órgãos governamentais.

O licenciamento, regra geral, deve ser obtido previamente ao embarque da

mercadoria no exterior.

MANUTENÇÃO PLI

A finalidade desta rotina é automatizar a digitação dos dados de Licença de Importação no Siscomex. É possível selecionar vários pedidos, pois o sistema fará a quebra corretamente, conforme a legislação vigente.

Após a confecção de LI’s, as mesmas automaticamente passam a constar no Follow-up Aguardando Transferência de LI.

de

Importação e o SISCOMEX, deve-se acionar o envio LI Easy -> Siscomex.

Para

efetuar

a

transferência

de

dados

entre

o

Módulo

Controle

Exemplo - Como cadastrar um Pedido de Licença de Importação (PLI):

1. Selecione o menu “Atualizações\Licença de Import\Manutenção PLI”.

2. Clique na opção “Incluir” e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados:

e na pasta Cadastrais, informe os seguintes dados: Manutenção PLI - Figura 1 3. Clique sobre

Manutenção PLI - Figura 1

3. Clique sobre o botão “PO de Referencia” e selecione o pedido:

sobre o botão “PO de Referencia” e selecione o pedido: Manutenção PLI - Figura 2 4.

Manutenção PLI - Figura 2

4. Clique sobre o botão “Confirmar”.

5. Selecione a pasta “Dados da LI” e informe os seguintes dados:

Pag. 77

Pag. 77 Manutenção PLI - Figura 3 6. Selecione a pasta “Financeiro” e confira os seguintes

Manutenção PLI - Figura 3

6. Selecione a pasta “Financeiro” e confira os seguintes dados:

a pasta “Financeiro” e confira os seguintes dados: Manutenção PLI - Figura 4 7. Na pasta

Manutenção PLI - Figura 4

7. Na pasta “Outros” e confira os seguintes dados:

4 7. Na pasta “Outros” e confira os seguintes dados: Manutenção PLI - Figura 5 8.

Manutenção PLI - Figura 5

8. Clique sobre o botão “Ok” para confirmar. O sistema apresentará a tela para seleção de itens:

O sistema apresentará a tela para seleção de itens: Manutenção PLI - Figura 6 9. Ao

Manutenção PLI - Figura 6

9. Ao marcar o item

botão

“Marca/Desmarca Todos”, o sistema apresentará a tela para definição dos

dados do item:

com

um

duplo

clique

ou

através

do

Pag. 78

Pag. 78 Manutenção PLI - Figura 7 10. Confira os dados e clique sobre o botão

Manutenção PLI - Figura 7

10. Confira os dados e clique sobre o botão “Confirmar”.

11. Clique sobre o botão “Monta LI”:

“Confirmar”. 11. Clique sobre o botão “Monta LI”: Manutenção PLI - Figura 8 Na tela de

Manutenção PLI - Figura 8

Na tela de conferência final, clique sobre o botão “Órgão Anuente” e informe os seguintes dados:

botão “Órgão Anuente” e informe os seguintes dados: Manutenção PLI - Figura 9 12. Clique sobr

Manutenção PLI - Figura 9

12. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar.

13. Retornando a tela de Conferencia Final, clique sobre o botão “Grava PLI” e em seguida confirme a gravação.

MANUTENÇÃO LI

Nesta rotina é possível a digitação manual dos campos “Vencimento da LI” e “Número de Registro da LI”.

Exemplo - Como alterar a “Licença de Importação (LI)”:

1. Selecione o menu “Atualizações\Licença de Import\Manutenção LI”.

Pag. 79

3. Informe os campos indicados a seguir:

Pag. 79 3. Informe os campos indicados a seguir: Manutenção LI - Figura 1 4. Clique

Manutenção LI - Figura 1

4. Clique sobre o botão “Confirmar” para gravar a alteração.

5. Para visualizar, selecione a LI desejada na tela de manutenção e clique sobre a opção “Visual”.

LI EASY - SISCOMEX

Após montar as LI’s é necessário enviá-las ao Siscomex para que possam ser registradas, tornando a Anuência dos itens efetiva.

Exemplo - Como enviar LI’s para o Siscomex:

1. Selecione o menu “Atualizações\Licença de Import\L.i. Easy-Siscomex”.

2. O sistema apresentará a tela para seleção da LI:

2. O sistema apresentará a tela para seleção da LI: LI Easy > Siscomex - Figura