Você está na página 1de 4

e – Fólio A

61046 – Fiscalidade I
Tópicos de correção do e-Fólio A

1. Os impostos são a única fonte de receitas fiscais?


Tópicos a abordar:
• Definição de imposto: imposto é uma prestação pecuniária, coativa, unilateral, a título definitivo, sem caracter de sanção, devida ao
Estado ou outros Entes Públicos com vista a realização de fins públicos.
• Trata-se da única fonte de receita fiscal.
• Contudo existem outras receitas tipificadas: taxas, receitas patrimoniais, e crédito público.
• Tipificar alguns exemplos de impostos (ex: IRC, IRS, IVA) e de taxas (ex: taxas municipais de resíduos, contribuição audiovisual).

2. Integre a Fiscalidade no âmbito do Direito.


Tópicos a abordar:
• Enquadrar Direito Fiscal no âmbito do Direito Público;
• Definir problemática da autonomia do Direito Fiscal;
• Concluir que se trata de um ramo autónomo de Direito Público.
e – Fólio A

3. Relacione a Fiscalidade com o Direito Comunitário.


Aspetos a referir:
Explicitar que o Direito Comunitário interfere com a Fiscalidade, nas seguintes vertentes:
i) Impostos aduaneiros – adesão à Pauta Aduaneira Comum;
ii) Impostos indiretos – introdução do IVA na esfera do Direito Fiscal nacional em virtude da adesão à então CEE, embora se
mantenham diferenças significativas nos diversos Estados Membros, quer ao nível das taxas quer ao nível das incidências;
iii) Impostos diretos – a UE tem produzido diretivas comunitárias visando a harmonização fiscal, mormente no que concerne à
tributação de empresas (Diretiva Mães Filhas, por exemplo).

4. Discuta a Legalidade, enquanto fonte constitucional do Direito Fiscal.


Aspetos a referir:
• Enquadrar Legalidade no âmbito constitucional;
• Referenciar a criação de Lei como base prevalecente do Direito Fiscal (Assembleia da República ou autorização legislativa concedida ao
Governo);
• Referenciar que a Lei deve prever todos os pressupostos de facto para aplicação dos impostos e taxas: incidências, taxas, benefícios e
garantias dos contribuintes;
• Referenciar o princípio da tipicidade fechada;
• Concluir que a atividade da administração fiscal se vincula estritamente ao previsto na Lei,
e – Fólio A
5. O que entende pelo princípio da não retroactividade da lei fiscal?
Aspetos a referir:
• Caracterizar não retroatividade: não produção de efeitos anteriores à sua entrada em vigor
• Referir que o princípio da não retroatividade está expressamente previsto na Constituição.

6. Como devem ser integradas as lacunas na lei fiscal?


Aspetos a mencionar:
• Definir conceito de integração da lei: preenchimento de lacunas existentes na legislação.
• Sempre que a legislação tributária for omissa, a autoridade competente deve utilizar o recurso à analogia, aos princípios gerais de direito
tributário, aos princípios gerais de direito público atendendo ao princípio da equidade.
• Explicitar que em sede de direito tributário, as lacunas resultantes de normas tributárias abrangidas de lei da Assembleia da República não
são suscetíveis de integração por analogia.

7. Em que consiste o princípio da territorialidade no âmbito da Fiscalidade?


Aspetos a mencionar:
• Caracterizar territorialidade;
• Distinguir sentidos positivo e negativo da territorialidade;
• Distinguir territorialidade real e pessoal;
• Distinguir territorialidade material e formal.
e – Fólio A
8. Discuta em termos sucintos a problemática da dupla tributação internacional.
Aspetos a mencionar:
• Caracterizar conceito de Dupla Tributação Internacional à luz dos conflitos.
• Mencionar Convenção da OCDE, a qual prevê os métodos utilizados para evitar a dupla tributação:
• Caracterizar o método da isenção que consiste por parte de um Estado, normalmente do país da residência, a renunciar aos tributos que
lhe seriam devidos: distinguir dentro deste o método da isenção integral do método da isenção com progressividade.
• Caracterizar o método da imputação, que consiste no facto de o sujeito passivo ser tributado no país de residência pelo valor total dos
rendimentos, quer no estrangeiro quer no país, deduzindo o imposto já pago no país de origem ou da fonte de rendimento.