Você está na página 1de 59

Liberte O Seu Lado Criativo!

"Quem mais quer desenvolver habilidades super


criativas para gerar ideias altamente inovadoras,
resolver os problemas mais difíceis com
facilidade e alcançar um enorme sucesso na
vida?"
Então, Agora Você Pode Pensar Como Um
Gênio!
Índice

Índice
Aviso Legal
Sobre o Autor
Capítulo 1- Definição de Criatividade
Capítulo 2 - Você É Criativo?
Capítulo 3 - Integre A Criatividade Em Sua Vida
Capítulo 4 - Criatividade No Local De Trabalho
Capítulo 5 - Nutrindo A Criatividade Dentro
Capítulo 6 - Opa! Não Há Problema Em Cometer Erros
Capítulo 7 - Inimigos Da Criatividade
Capítulo 8 - Criatividade - O Primo Primo Ao Gênio
Capítulo 9 - Cérebro Esquerdo, Cérebro Direito
Capítulo 10 - Criatividade e Mudança
Capítulo 11 - Baby Boomers e Criatividade
Capítulo 12 - Zen E A Arte Da Manutenção Criativa
Davidson Renato - Todos Os Direitos Reservados
Aviso Legal
O autor usou os seus melhores esforços na preparação deste material,
portanto não faz nenhuma declaração ou garantia com relação à precisão,
aplicabilidade, adequação ou integridade do conteúdo deste material.

As informações contidas neste material são estritamente para fins


educacionais. Entretanto, se você deseja aplicar as ideias contidas aqui, estará
assumindo total responsabilidade por suas ações.

Todos os esforços têm sido feitos para representar expressamente este


conteúdo e seu potencial. No entanto, não há garantia de que você irá
melhorar em qualquer maneira usando as técnicas e ideias nestes materiais.
Exemplos nesses materiais não serão interpretados como promessa ou
garantia de qualquer coisa.

O auto-ajuda e o potencial de melhoria é inteiramente dependente da


pessoa que utiliza este conteúdo, ideias e técnicas.

O seu nível de melhoria na captação dos resultados reivindicados em


nossos materiais depende do tempo que você devota ao programa, ideias e
técnicas mencionadas, conhecimento e várias habilidades.

Como esses fatores diferem de pessoa para pessoa, não podemos


garantir seu sucesso ou nível de melhoria. Nem sou responsável por qualquer
uma das suas ações.

Muitos fatores serão importantes na determinação de seus resultados


reais e nenhuma garantia é feita a tal ponto que você possa alcançar
resultados semelhantes aos nossos ou aos outros, de fato que nenhuma
garantia será feita há você para conseguir qualquer resultado que venham de
minhas ideias e técnicas em relação a este material.

O autor renuncia a quaisquer garantias (expressas ou implícitas),


comercialização ou adequação a qualquer propósito específico. O autor não
deve, em hipótese alguma, ser responsabilizado por qualquer parte por
quaisquer danos diretos, indiretos, punitivos, especiais, incidentais ou outros
consequentes resultantes direta ou indiretamente de qualquer uso deste
material, que é fornecido "como está" e sem garantias.

Como sempre, o conselho de um profissional competente deve ser


procurado.

O autor não garante o desempenho, a eficácia ou a aplicabilidade de


quaisquer sites listados ou vinculados neste relatório.

Todos os links são apenas para fins informativos e não são garantidos
por conteúdo, precisão ou qualquer outro propósito implícito ou explícito.
Sobre o Autor
Davidson Renato é Administrador de Empresas com formação desde
de 2003. Tem especialidade em Auditoria, Finanças e Controladoria.

Já trabalhou em diversas empresas, Construtoras, Concessionárias e


Instituições Financeiras e tem experiência como desenvolvedor de negócios
online.

Presta consultoria a pequenos empresários na busca de melhorias em


seus processos operacionais e de abordagens de clientes.

Com sua experiência e vivência e das necessidades de seus clientes,


sempre em busca de aperfeiçoar seus conhecimentos através dos cursos e
seminários, aos quais agregam mais conhecimentos para dar um
embasamento maior em seus trabalhos desenvolvidos.

Boa Leitura
Davidson Renato
davidred2015@gmail.com
davidsonprincipe@yahoo.com.br
Capítulo 1- Definição de Criatividade
"Criatividade é inteligência, divertindo-se" (Albert Einstein)

Segundo o Dicionário Wikipédia a definição de criatividade é


inventividade artística ou intelectual.

A criatividade é marcada pela capacidade ou poder de criar ou trazer à


existência, de investir com uma nova forma, de produzir através de
habilidades imaginativas, de criar ou trazer à existência algo novo. Quando
você cria algo, você está realmente trazendo-o à existência, fazendo do nada.

Mas como você faz algo do nada?

Como você consegue criatividade?

Qual é a essência da criatividade?

Talvez apenas a magia possa explicar a criatividade, aquele momento


repentino de “aha!” Quando tudo se junta.

Alguns disseram que é algo misterioso e intrigante, talvez impossível


de descobrir. Alguns disseram que deve ser uma inspiração divina.

Criatividade é simplesmente pensar o impossível e depois fazer o que


ninguém mais fez antes, às vezes desenvolvendo mundos completamente
novos. Se você tomou uma nova abordagem para um problema e isso
funciona, então você está usando sua criatividade.

Criatividade vem em muitas formas.

Pode ser criatividade científica, resultando em invenções ou curas


médicas.

Pode ser artístico ou musical, resultando em belas pinturas, esculturas


ou óperas e canções.

Pode ser escrita criativa, resultando em romances, contos e poemas.


A criatividade pode até ser tão simples quanto artes e ofícios, como
artes de agulha, artesanato de fios e madeira - coisas que você cria com suas
próprias mãos.

O importante a lembrar é que a criatividade inclui gerar a ideia ou


conceito, bem como aplicar essa ideia e produzir ou manifestar o produto
final ou resultado. Criatividade ou imaginação é parte integrante do ser
humano e nos separa do mundo animal.

Carl R. Rogers disse: "A própria essência do criativo é sua novidade


e, portanto, não temos um padrão para julgá-lo".
Capítulo 2 - Você É Criativo?
“As únicas pessoas verdadeiramente felizes são as crianças e a
minoria criativa.” - Jean Caldwell

Você já assistiu a crianças de cinco anos brincando?

Elas são curiosas e altamente criativas em seus jogos. Elas não sabem
ainda, o que elas não sabem. Seus limites criativos não têm limites, ninguém
lhes disse que eles não podem fazer alguma coisa.

Elas são destemidas exploradoras, artistas ou músicos, algumas são


até comediantes em formação. Elas ainda não foram pressionadas a se
conformar e pensam que podem fazer qualquer coisa e que nada está além de
suas capacidades.

Pesquisas mostram que todo ser humano é capaz de pensar


criativamente.

Temos habilidades criativas que geralmente aparecem muito cedo na


vida. Estudos mostram que o adulto comum pensa em apenas três a quatro
ideias alternativas para qualquer situação, enquanto a criança média pode
chegar a sessenta.

Eles provaram que, no que diz respeito à criatividade, a quantidade é


igual à qualidade.

Tendo os assuntos elas fazem uma lista de ideias, elas mostraram que
quanto maior a lista, maior a qualidade da solução final. As melhores ideias
geralmente aparecem no final da lista.

Na verdade, a criatividade é criada em nós como seres humanos, está


nos nossos genes - uma parte do nosso próprio DNA.

Infelizmente, à medida que envelhecemos, as pressões de ter que


crescer, ir à escola, conseguir um emprego, tudo parece reprimir nossas
tendências criativas. O estresse da vida cotidiana, juntamente com dilemas
ocasionais, nos deixa drenados demais para ser verdadeiramente criativos.
Mas a criatividade e o poder são essenciais para o nosso bem-estar.

Sem criatividade, nossas vidas se tornam previsíveis, rotineiras,


chatas e pedantes. A boa notícia é que todos nós podemos ser altamente
criativos.

Agora eu sei que você está dizendo: “Mas eu não sou de todo
criativo. Eu não posso pintar ou mesmo desenhar uma linha reta, não sei
uma nota da outra, e nunca fui capaz de escrever algo que valha a pena,
como: Poesia?

Não me faça rir!

Ok, a maioria de nós não é um Mozart, DaVinci, Einstein ou


Shakespeare. No entanto, somos todos criativos à nossa maneira. Nós
simplesmente temos que reconhecer nossos próprios talentos e habilidades.

Faça a si mesmo estas perguntas:

1. Você está constantemente à procura de novos objetivos, algo


novo para realizar?

2. Você gosta de ver o que já existe e perguntar “E se?”

3. Quando você tenta algo novo e diferente, isso faz você se


sentir mais inteligente?

4. Você gosta de ensinar uma nova habilidade para alguém?

5. Você é bom em resolver problemas?

Então, dê um tapinha nas costas - você é uma pessoa "CRIATIVA"!

A criatividade nem sempre resulta em um produto tangível. Às vezes,


suas ideias, resolução de problemas ou ensino, mas é de fato criatividade em
ação.

Criatividade nos permite melhorar a nós mesmos, desenvolver a


consciência e expandir nossos horizontes, assim como os de outras pessoas.
Quando o potencial de criatividade atende à promessa de habilidade,
você fez contato com o espírito criativo. Não há como te segurar agora. Você
recebeu aquele lampejo de inspiração, aquele momento de iluminação
"AHA!"

E está pronto para assumir esses riscos criativos.

Agora, você provavelmente está se perguntando exatamente o que é


preciso fazer para garantir o sucesso criativo.

Você precisa de certas ferramentas e habilidades para realizar essa


tarefa. Primeiro, você precisa de um certo conhecimento em qualquer arena
que você escolheu para buscar sua criatividade.

Se você não tem nenhum conhecimento no campo da ciência, é


provável que você não faça o próximo grande avanço na medicina ou invente
o substituto para a roda. Você deve encontrar o campo que é seu interesse
especial e configuração de habilidades.

Alguma experiência é essencial para o sucesso.

A próxima ferramenta essencial para o seu sucesso é a capacidade de


pensar criativamente em seu campo escolhido - sendo capaz de imaginar todo
um campo de possibilidades. Isso inclui a capacidade de transformar as
coisas em sua mente até encontrar a resposta.

A Persistência É Necessária - essa determinação para continuar


lidando com um problema até resolvê-lo. Saiba quando virar as coisas de
cabeça para baixo e olhe para elas de maneira diferente.

Você deve saber quando nutrir o processo de criatividade e quando


deixá-lo descansar em sua mente até que esteja pronto para voar livremente.

Outra ferramenta vital nessa busca por criatividade é a Coragem -


estar disposto a correr riscos criativos e tentar algo que você nunca tentou
antes. Você tem que estar aberto a quaisquer novas possibilidades que se
apresentem para você. Você nunca sabe quando as ideias virão.
Por último, você deve ter Paixão - o desejo de ter sucesso, não
importa o quê. Não importa qual seja o prêmio final ou que tipo de
compensação você possa receber. A paixão é tudo o que é importante - o
desejo deve fazer tudo funcionar, não importa o que aconteça.

Albert Einstein disse: "Aderir a isso é o gênio".

Mais importante ainda, você deve enfrentar qualquer risco criativo


com a mente de uma criança. A infância é quando a criatividade vem
primeiro para você.

Será que vai crescer ou ficar atrofiado?

Você deveria brincar como uma criança.

As crianças podem não perceber, mas a brincadeira é, na verdade, um


processo de aprendizado. É o jeito preferido do cérebro de aprender. A
criança aprende sobre matemática, habilidades verbais, música e artes visuais
durante o recreio. Elas aprendem a explorar e aprendem a emoção da
descoberta. Elas aprendem sobre sua própria cultura e dos outros também.

Então, é verdade que as crianças são mais criativas do que os


adultos?

Durante a Revolução Industrial, este país criou o sistema educacional


e começou a treinar pessoas para serem bons trabalhadores e sempre
obedecerem às instruções. Isso não deixa muito espaço para a individualidade
ou inconformidade em nosso pensamento.

A boa notícia é que o sistema educacional de hoje, em sua maior


parte, permite que as crianças sejam mais livres-pensadoras e criativas.

Criatividade infantil deve ser estudada e emulada.

Deixe-se pensar que qualquer coisa, mesmo algo escandaloso, é


possível. Isso ajudará você a desenvolver conexões criativas.

A mente não-criativa diz: "Eu não posso", mas a mente criativa diz:
"Eu posso e aqui está como!" Se você pode ver, falar, ouvir, lembrar e
entender, você também pode ser criativo. Nunca, nunca diga que você não é
criativo. Tudo o que você acredita ou não acredita em si mesmo, você está
certo.

Como você se sente sendo criativo?

Você amarra a criatividade ao comportamento estranho, artístico ou


escamoso?

Você se sente desconfiado daqueles com essa descrição?

Ou talvez você amarre automaticamente a criatividade com extremos


de loucura ou psicose. “Eu sou muito realista para ser criativo!” Você
protesta.

Às vezes você está de posse de fatos já conhecidos do mundo em


geral. A diferença está na sua organização e interpretação desses fatos.
Talvez a sua criatividade esteja na sua capacidade de ocupar uma sala cheia
de pessoas e convencê-las a tomar uma decisão de compra. Talvez você tenha
economizado milhões de reais para sua empresa com uma única ideia.

Já resolveu um conflito em sua família ou empresa?

Adivinha? Você é criativo!

Talvez você tenha sido informado de como você é talentoso em uma


área específica, você pode até saber que é verdade.

Então, por que ser tímido sobre isso?

Mas o que você faz sobre isso?

Como você vai libertar todo esse talento?

Como você cuida disso?

Voltemos à ideia de ser mais infantil, livre da vida cotidiana e do


estresse.
Vamos jogar!

Pegue um bloco de desenho e lápis de cor e desenhe círculos e


padrões. Se você tem filhos, peça emprestado um de seus livros de colorir e
lápis de cera e junte-se a eles na diversão de colorir. Faça objetos de cores
escandalosas, assim como as crianças. Cor fora das linhas, fora das linhas!
Encontre algum barro ou Playdoh (ATIVIDADES MANUAIS) e comece a
esculpir, não precisa ser nada em particular, apenas se divirta com isso.

Esprema-o, corte-o e junte-o novamente. Tente fazer formas com o


barro.

Agora você está perguntando: "Que diabos é o propósito de todo esse


absurdo?"

Bem, não há propósito, você só precisa brincar, se divertir e ser livre.


É incrível o quanto o seu cérebro irá apreciar este recreio 'sem propósito'. De
repente você descobre que está mais relaxado. Você pode até se sentir feliz.
Até o seu ritmo de respiração é diferente enquanto você está jogando.

Em vez das respirações curtas e superficiais que você toma quando


está estressado, agora está respirando profundamente. Você não está
experimentando a sensação de 'lutar ou fugir'. Você está totalmente
relaxado. Você precisa empurrar as preocupações e o estresse de lado de vez
em quando. Não se preocupe com problemas ou prazos, e apenas jogue, sem
nenhum propósito.

Apenas alguns minutos por dia da peça "sem propósito" fará toda a
diferença em sua criatividade, resolução de problemas, mediação, ensino ou
qualquer outra coisa que você faça. Você logo perceberá que é hora de levar
esse talento para o próximo nível, então deixe essa criatividade sair com mais
frequência e deixe-se levar.

Stephen Nachmanovitch disse certa vez: "A musa mais


poderosa de todas é a nossa própria criança interior".

Tenha em mente, porém, que talento não é suficiente. Deixe-me


repetir isso. Você deve ter absoluta paixão e disciplina para desenvolver sua
criatividade. Você deve se dedicar a comprometer-se com seu talento.

O que a palavra criativa faz você pensar?

Arte de tirar o fôlego?

Pensamento totalmente original?

Composição musical emocionante?

Invenções surpreendentes?

Você já se permitiu acreditar que é impossível ser criativo?

Você pode ter se tornado uma criatura de hábitos ao longo dos anos.

Você já se condenou a ser incapaz de ter pensamento criativo?

Talvez você tenha sido preso em uma rotina ou rotinas chatas, e você
sente que você não poderia ser capaz de mudar.

Agora, imagine como seria a sua vida se você puder viver isso de
forma criativa, todos os dias. Você sabe que é criativo e talentoso. E se o
mundo ao seu redor o tratasse como tal e lhe fosse permitido nutrir esse
talento, aprimorar suas habilidades e dar à sua personalidade criativa a
atenção de que precisa e merece?

Você confiaria em suas próprias paixões criativas, seria capaz de


resolver qualquer problema e abraçar sua própria criatividade como parte de
sua própria vida - um dos componentes necessários para sua felicidade e
saúde mental.

Lembre-se que o puro prazer é um ingrediente-chave em sua vida


criativa.

Eileen Caddy disse: "Viva e trabalhe, mas não se esqueça de jogar,


divertir-se e realmente se divertir".
Capítulo 3 - Integre A Criatividade Em Sua Vida
“Salto e a rede aparecerão.” Julia Cameron

Ok, nós estabelecemos o fato de que todos são basicamente criativos.


Você reconheceu a energia criativa que possui, e essa energia criativa deve ir
para algum lugar ou ser aplicada a alguma coisa, ou você se sentirá infeliz e
insatisfeito, sem entender exatamente o porquê.

Os benefícios de adicionar essa criatividade à sua vida cotidiana são


numerosos:

1. Autoconfiança

2. Redução do estresse

3. Paz interior

4. Melhor controle de sua vida

Inacreditável Satisfação - finalmente, você está se expressando,


encontrando um propósito.

Ao aplicar essa criatividade a todos os aspectos da sua vida, você


descobrirá ainda mais benefícios.

Então, como você aplica sua energia criativa à sua vida diária?

Você aplica essa criatividade recém-descoberta à família e aos


relacionamentos, ao trabalho e à sua comunidade. É hora de explorar todas as
possibilidades e talvez melhorar o nosso mundo.

Basta começar com o seu próprio cantinho da criatividade. Você deve


implementar essas novas ideias maravilhosas na coleta de informações e na
solução de problemas. Crie listas de verificação e planos. Adapte uma nova
ideia, dê uma reviravolta.

Permitir que seu lado criativo seja exibido pode torná-lo mais
competitivo no mundo corporativo. Você pode olhar para algo que todos os
outros olham, mas vê-lo de uma forma totalmente diferente. Dê essa torção.
Vá com esse palpite, essa intuição, aquela percepção especial que a pessoa
criativa possui.

"Um palpite é a criatividade tentando lhe dizer alguma coisa", disse


Frank Capra.

Esses pequenos momentos criativos são vitais para todas as áreas da


sua vida.

Uma vez que você comece esta jornada criativa, você descobrirá que
sua vida está cheia dos momentos “AHA!”. Vá além da mera rotina e deixe-
se propor visões deslumbrantes ou ideias que abalam a terra.

O Wikipédia define inovação como a introdução de algo novo ou


diferente. A Iniciativa Nacional de Inovação (NII) define a inovação como
“A interseção entre invenção e insight, levando à criação de valor social e
econômico”.

Portanto, pegue essa criatividade e deixe-se inovar!

Jack London disse uma vez: "Você não pode esperar por inspiração,
você tem que ir atrás dela com um clube."

Se você precisar de novas ideias, diga para o trabalho, tente


brainstorming. Você pode fazer isso sozinho ou com os outros. Isso funciona
especialmente bem no ambiente de trabalho. Muitas mãos fazem o trabalho
leve e muitas mentes fazem novas e maravilhosas ideias.

Também contribui para um local de trabalho conveniente para todos.


Apenas deixe sua mente ir onde quer que precise ir.

Então você deve agir de acordo com o seu impulso criativo. Sem ação
por trás disso, são apenas alguns fatos, um pouco de conhecimento.

Albert Einstein disse: "A criatividade é mais poderosa que o


conhecimento".
Capítulo 4 - Criatividade No Local De Trabalho
“Mentes criativas sempre foram conhecidas por sobreviver a
qualquer tipo de treinamento ruim.” - Anna Freud

No mundo competitivo de hoje, é mais importante do que nunca para


as empresas atrair e manter pessoas altamente talentosas.

Para fazer isso, eles devem fornecer um ambiente de trabalho


desafiador, criativo e divertido. Como a criatividade está na raiz da inovação
e da invenção, cabe a todas as empresas - grandes, pequenas ou
intermediárias - ajudar a promover uma atmosfera criativa na qual esse
talento possa florescer.

Que melhor maneira de obter um retorno enorme sobre o


investimento?

Um curso de criatividade in-house de dois anos oferecido pela


General Electric resultou em um aumento de sessenta por cento nos conceitos
disponíveis para patentes, de acordo com o Wall Street Journal.

Em 1999, depois de investir mais de dois milhões de dólares em


pesquisa e desenvolvimento, a Hewlett Packard gerou mais de 1.300 pedidos
de patentes.

Quando a Sylvania Company ofereceu a milhares de funcionários um


curso criativo de resolução de problemas de quarenta horas, seu retorno sobre
o investimento chegou a US $ 20 para cada US $ 1 gasto.

Então, como a sua empresa pode manter seus funcionários felizes


criando ideias inovadoras?

Procure por essas pessoas criativas. Reconheça-os pelos inovadores


inteligentes que são.

Crie uma atmosfera que seja propícia à criatividade. Você precisa


deixar as ideias surgirem e prosperar. Seja tolerante com ideias que não
funcionam inicialmente.
Há sempre uma próxima vez em que novas ideias podem ser
implementadas.

Reconheça as pessoas na empresa que geram novas ideias. É


importante estimular essa criatividade e mostrar apoio visível. Estes
Colaboradores são Campeões inovadores!

Recompense os criadores com reconhecimento público, recompensas


monetárias ou ambos.

Os trabalhadores e os gerentes devem realizar mudanças criativas na


empresa juntos, moldando uma irmandade que permita um sentimento de
segurança para essas ideias criativas. Deve proporcionar um ambiente onde
as pessoas possam se sentir seguras para expressar essas ideias, sem ter medo
de críticas ou ridicularização.

Os sentimentos de respeito e confiança uns pelos outros estimularão a


inspiração e descartarão qualquer negatividade ou julgamento crítico. A
atmosfera perfeita seria de encorajamento, motivação, boa formação e muitas
oportunidades para ser criativo.

Isso forneceria a criatividade necessária ao nível organizacional.

Você não iria mais a um local de trabalho que o enchesse de medo a


cada dia.

O trabalho que fornece dinheiro para comida, roupas e abrigo, para


não mencionar alguns luxos, também pode ser um refúgio agradável durante
o dia de trabalho. Você teria segurança e status, mas sem muito estresse.

Se a sua criatividade é permitida a florescer, o seu coração e alma


para a sua carreira também retorna. Isso pode mudar a face do local de
trabalho. Implemente você mesmo e veja se você pode fazer uma mudança
para melhor em seu próprio local de trabalho.

Muitas empresas tentam evitar colocar a criatividade de volta no local


de trabalho. Eles sentem que isso poderia levar ao caos. Eles dizem que seria
ilógico, indisciplinado e incontrolável. Este não precisa ser o caso, se
abordado da maneira apropriada.

Se você incentivar a criatividade dentro de sua empresa e apoiar as


pessoas talentosas, isso o ajudará a competir, independentemente do seu
setor.

De acordo com a Revista Fortune (janeiro de 1998), os funcionários


altamente motivados são até 127% mais produtivos do que os funcionários
com motivação mediana em trabalhos complexos.

É simples - se um funcionário se sentir satisfeito e encorajado em seu


trabalho e feliz com a empresa, ele ficará mais motivado e, assim, mais
produtivo. Um trabalhador feliz é um trabalhador produtivo!

Infelizmente, nosso país se tornou uma nação de workaholics. Nós


sentimos que, se não estivermos ocupados 24 horas por dia, precisamos estar
relaxando, devemos produzir sem parar ou outras pessoas pensarão que
somos preguiçosos. Mas a ocupação por si só é um sinal de baixa auto-estima
e deve ser evitado.

Até Deus descansou depois de trabalhar por seis dias.

Não há problema em sentar e não fazer nada de vez em quando. Às


vezes, você precisa deixar um problema ficar parado por algum tempo e
incubar em sua mente.

A resposta virá mais facilmente se você parar de ficar obcecado com


isso. Até mesmo sonhar acordado é útil. Se você permitir que seu filho sonhe
acordado, ele desenvolverá um QI mais alto. Por que não fazer o mesmo por
você mesmo?

Lembre-se também que a brincadeira é tão importante para um adulto


quanto para uma criança.

Acredite ou não, a principal preocupação dos empregados em


qualquer nível de uma empresa não é o dinheiro, mas o desejo de um bom
equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal.
Para que os bons funcionários acompanhem o nível esperado, eles
devem atingir um certo equilíbrio de trabalho e lazer. Férias, tempo pessoal
ocasional e um local de trabalho agradável são essenciais para suas carreiras e
sua saúde.

Há um zen dizendo que o arco mantido para sempre esticado vai


quebrar.

Isso é verdade. Precisamos brincar e relaxar para sermos produtivos.


Brincar, mesmo no nosso local de trabalho, nos faz felizes e alegres. Ele
limpa as teias de aranha do cérebro e nos permite pensar mais claramente,
tornando-se mais produtivo.

Os problemas que pareciam além do seu alcance enquanto o


brainstorming pode ser muito mais fácil quando sua mente está livre de
estresse e preocupação.

Criatividade e diversão são essenciais nos dias de hoje. Estamos todos


procurando mais propósitos em nossas vidas e estamos começando a repensar
nossos empregos e carreiras também. A segurança no trabalho é uma coisa do
passado, e a menos que os empregadores comecem a reconhecer e incentivar
a criatividade no trabalho, pode haver mudanças radicais.

Em muitas empresas, os empregadores inteligentes estão começando a


ver a vantagem de equipes muito unidas trabalhando juntas para formar
forças criativas e de resolução de problemas. Eles começaram a usar um tipo
de escritório mais aberto, omitindo paredes entre os departamentos.

Eles estão fazendo uso de mais computadores e outras formas de


comunicação uns com os outros. Chefes de departamento estão trabalhando
mais de perto com os níveis mais baixos, então eles estão cientes do que está
acontecendo em todos os momentos. A cadeia de comando é simplificada, as
responsabilidades são ampliadas e ideias criativas e inovadoras são bem-
vindas e incentivadas.

Em qualquer trabalho ou profissão, há problemas a serem resolvidos,


e onde há solução de problemas, haverá pensamento criativo.
O primeiro passo para resolver um problema é saber tudo o que você
pode saber sobre o problema. Você deve saber como isso começou e o que
causou isso. Obtenha todas as informações pertinentes.

Comece a olhar para todos os fatos. Descobrir como eles se encaixam.


Às vezes, você descobrirá que elementos improváveis podem começar a fazer
algum sentido juntos.

Tente não cair naquilo que os cientistas chamam de “psicoesclerose”


ou endurecimento das atitudes. Isso significa apenas não cair de volta na
síndrome de “isso é como sempre fizemos”.

Se isso sempre foi feito, por que há um problema agora? Obviamente,


não está funcionando agora, então é hora de descobrir uma nova maneira de
fazer as coisas.

Fique atento para o notório "crítico interior". (Mais sobre isso em


outro capítulo).

Isto é simplesmente aquela pequena voz em sua cabeça que lhe diz
que é impossível para você resolver este problema. É o velho "se os outros
não foram capazes de resolver essa confusão, o que faz você pensar que
pode?"

Desconsidere está voz.

Infelizmente, você também pode ouvir essa mesma voz vindo dos
outros também. Lembre-se das palavras de Mark Twain, que disse: "O
homem com uma nova ideia é uma manivela até que a ideia tenha
sucesso."

Cuidado com a frustração que pode vir em você. Longas horas de


preparação e angústia, quando a resposta não se apresenta, podem muitas
vezes levar à total frustração com todo o projeto.

Você só quer levantar as mãos e gritar: “Eu paro!” Mas não faça
isso!
Isso é apenas a “escuridão antes do amanhecer”, como eles dizem.
Fique persistente. A resposta está aí e você a encontrará, apenas não desista.

Não é que um problema seja insolúvel, às vezes, as pessoas


simplesmente desistem rápido demais.

Às vezes, você só tem que deixar esse pensamento ferver em seu


cérebro por um tempo, deixar as coisas gelar um pouco. Talvez você só
precise "dormir". Deixe seu subconsciente trabalhar durante a noite. (Mais
sobre o subconsciente em outro capítulo.)

Muitas vezes, continuar com seus negócios habituais, se preparar para


o trabalho, tomar banho e fazer a barba vai quebrar a barragem e as ideias
brilhantes simplesmente aparecerão na superfície do seu cérebro.

Uma longa caminhada ou uma viagem pelo país fará toda a diferença.
Você só precisa relaxar e deixar essas ideias ferverem em seu cérebro até que
estejam prontas. Talvez seja hora de jogar!

Tente fazer uma pausa com frequência durante o dia e deixe a sua
mente descansar um pouco. Nosso mundo está invadindo nosso tempo de
raciocínio, durante todo o dia.

Seu chefe, associados, professores, alunos, até mesmo a televisão,


querem lhe dizer o que você deve fazer a cada minuto do dia. Às vezes, você
só precisa de uma pausa de todo o controle da mente e pensa em seus
próprios pensamentos.

Seja no trabalho ou em casa com sua família, a criatividade que você


possui é uma ferramenta vital em sua vida. Tenha fé em sua própria
criatividade. Não seja tão duro consigo mesmo se as coisas não funcionarem
na primeira vez.

Seja um humano observador, observe tudo, aprenda e não tenha medo


de fazer as perguntas idiotas. Você sabe o que eles dizem - a única pergunta
idiota é aquela que você não perguntou.
Capítulo 5 - Nutrindo A Criatividade Dentro
“Uma ideia pode transformar-se em pó ou magia, dependendo do
talento que a atrapalha.” - Bill Bernbach

Agora que você aceitou o fato de que você é realmente uma pessoa
criativa, e que você é capaz de se tornar criativo mais do que você jamais
sonhou, é hora de colocar esse talento para trabalhar e praticar, praticar,
praticar.

A primeira coisa que você precisa é de um lugar para ser criativo - um


espaço próprio. Se possível, deve ser um espaço confortável e propício ao
pensamento criativo - um lugar livre de distrações e ruídos.

Para começar, você precisará de uma mesa, uma cadeira confortável,


boa iluminação e as ferramentas ou equipamentos adequados. Nesta fase,
você está apenas se concentrando em sua criatividade e formulando ideias.

Você ainda está no brainstorming.

Para ajudá-lo a se concentrar, você pode tentar um pouco de música


de humor.

Pegue essa caneta / lápis e papel.

Se você gosta, você pode usar um gravador. Seja qual for o meio que
você escolher, certifique-se de registrar todas as ideias. Não deixe nenhum
deles escapar. Talvez você não consiga recuperá-las mais tarde. Neste
estágio, não tente se censurar, apenas escreva tudo o que ocorrer com você,
não importa o quão bobo ou bizarro possa parecer.

Não Seja Negativo - Não é hora de ser crítico consigo mesmo.


Apenas deixe-se ir. Tente escrever por cerca de quinze minutos de cada vez.

Natalie Goldberg diz apenas para manter sua mão se movendo pela
página.

Francis Bacon disse: “Anote os pensamentos do momento. Aqueles


que são procurados são normalmente os mais valiosos. ”

Então faça uma pausa. Levante-se, alongue-se, ande e relaxe

Dê a si mesmo tempo todos os dias para sonhar, para perguntar “E


se?”

Lembre-se de que você é um ser criativo e permita-se manter essa


maravilha infantil. Questionar tudo. Quando você se deparar com a atitude
"É assim que sempre fizemos as coisas", tente o seguinte:

• Pergunte por que.

• Pense em uma nova maneira de fazer as coisas. Pense fora da caixa,


como eles dizem. Não tenha medo de desafiar o pensamento tradicional.

• Mantenha a motivação.

• Quando algo lhe parecer interessante, vá em frente e encontre a


reviravolta.

Manter um diário é uma excelente maneira de evitar perder todas as


ideias maravilhosas que sua mente criativa é capaz de produzir.

Permita-se essa criatividade espontânea.

Aumentar a criatividade em sua vida é fácil se as atividades que você


escolheu são de particular interesse para você.

William Shakespeare disse: "Nenhum lucro cresce onde não há


prazer, em suma, estudar o que você afeta."

Simplificando, faça o que você ama e você terá sucesso. Você


trabalha mais duro onde seu coração está.

Dê a si mesmo o incentivo adequado para trabalhar duro no


desenvolvimento de sua criatividade. Não espere pela inspiração para atacar.
Sente-se e comece o processo de criação, e a musa, por curiosidade,
aparecerá.
Muitas vezes, a visualização é muito útil no processo de criação de
uma nova ideia.

Cada pessoa tem seu próprio caminho para trazer sua criatividade
para a frente. Você sem dúvida encontrará seu próprio caminho para atrair a
Musa para visitá-lo.

Benjamin Franklin costumava tomar banhos de ar para estimular seu


pensamento. O ritual em si não é importante, é apenas uma maneira de focar
sua mente no desenvolvimento de ideias criativas.

Outros fatores podem incluir uma música que inspira você, a hora do
dia em que sua criatividade está no auge ou a trabalhar em um lugar
específico a cada vez. O importante é treinar sua mente para pensar
criativamente. Isso leva um pouco de tempo e esforço, mas vale a pena a
longo prazo.

Quando as inclinações criativas (como questionar tudo, perguntar o


que e esticar sua mente) se tornarem automáticas, você pode se dar tapinhas
nas costas. Você está desenvolvendo o lado criativo do seu cérebro,
convidando a musa. Parabéns!

Lembre-se, desenvolver ideias criativas não é suficiente. Você deve


fazer backup com ação.

Robert Ringer disse: “Nada acontece até que algo se mova”.

Coloque essas ideias maravilhosas em movimento. Tome uma atitude!


Capítulo 6 - Opa! Não Há Problema Em Cometer
Erros
“Para viver uma vida criativa, devemos perder o medo de estar
errado.” - Joseph Chilton Pearce

Uma das maiores razões pelas quais você pode não nutrir seu lado
criativo é o medo - medo de cometer um erro, medo de não conseguir algo
exatamente certo, medo, medo e mais medo.

“E se eu estragar tudo?”

“E se as pessoas rirem de mim?”

“E se isso for apenas uma ideia tola?”

Infelizmente, isso vai acontecer. Todo mundo falha às vezes, mas


tudo bem. O fracasso não é fatal ou permanente. Até mesmo Thomas Edison
teve alguns fracassos e precisou de muitas tentativas antes de aperfeiçoar a
lâmpada. Ele não as considerou como fracassos, no entanto, ele encontrou
muitas maneiras excelentes que não funcionaram.

Mas ele perseverou e finalmente conseguiu.

Nunca tenha medo de cometer erros. Lembre-se que o perfeccionismo


é um impedimento para a sua criatividade. (Mais sobre isso em um capítulo
posterior.)

Albert Einstein observou: “Uma pessoa que nunca cometeu um erro


nunca tentou algo novo.”

Não deixe que o medo o impeça de ser criativo. Você não aprenderá
tanto com a vitória quanto com a perda. Seus erros ensinam muito mais do
que seus triunfos.

A vantagem de não ter sucesso de imediato é que frequentemente


encontramos a mágica “serendipidade”. Serendipidade é a capacidade de
fazer descobertas inesperadas e afortunadas. É simplesmente boa fortuna
acidental.

O que você teme ser um erro terrível pode se tornar a resposta perfeita
para o problema.

Será que os insights vêm repentinamente ou estão em seu


subconsciente, apenas esperando para pular no palco de sua consciência?

Isso é difícil de dizer. Você pode chamá-lo de mero acaso,


coincidência, pura aleatoriedade ou completa imprevisibilidade. Como o
pensamento criativo chega até você não é o problema. Aproveitar a nova
ideia é o que é importante.

Às vezes, você precisa sair da caixa em seu pensamento. Faça algo


completamente diferente. A definição de insanidade está fazendo a mesma
coisa repetidamente da mesma maneira, mas esperando um resultado
diferente. É aí que entra o pensamento criativo.

Pense no mesmo problema, mas de uma maneira diferente. Vire de


lado ou na cabeça. Olhe a coisa toda de diferentes ângulos. Tome uma
abordagem totalmente diferente para a questão.

Oliver Wendell Holmes nos ensinou: “A mente do homem esticada


para uma nova ideia, nunca volta às suas dimensões originais.”

Graças a Deus por isso!

Para muitos, o pensamento "Fora Da Caixa" é difícil e estranho.

Os seres humanos são criaturas de hábitos e tendem a fazer as coisas


como sempre fizeram, exatamente como sempre aprenderam a fazer alguma
coisa. Infelizmente, isso é um pensamento muito restritivo e não criativo.

Você às vezes se sente como a mímica dentro da caixa de vidro?

Preso dentro e sempre tentando descobrir uma saída?

Tente encontrar uma solução criativa para sua fuga. Talvez uma chave
especial, ou talvez apenas um grande martelo, funcionasse.
Scott Adams disse: “A criatividade é permitir-se cometer erros. Arte
é saber quais manter.”
Capítulo 7 - Inimigos Da Criatividade
“Podemos encontrar muitas derrotas, mas não devemos ser
derrotados.” - Maya Angelou

Como prometido em um capítulo anterior, é hora de discutir os


temidos “inimigos” de sua criatividade. Qualquer coisa que interrompa o
fluxo natural da criatividade é conhecida como um bloco.

Existem várias razões pelas quais elas ocorrem e requer algum


trabalho de sua parte para restabelecer esse fluxo criativo.

Existem vários ladrões do seu tempo criativo. Estes são os blocos para
seus pensamentos e ideias criativas. Mas não tenha medo, enquanto eles
podem parecer assustadores, você pode aprender o processo de desviá-los.

Às vezes, a vida diária em si é o ladrão do seu tempo criativo.

Talvez você se preocupe em cuidar de seus filhos, ou mesmo de pais


idosos. Se o seu dia de trabalho é demorado ou chato, você pode sonhar com
o tempo para deixar sua imaginação ir onde quiser. A saúde debilitada
também pode ser sua maior preocupação e ladrão de tempo.

Aqui está o primeiro lugar para deixar sua imaginação assumir o


controle e ajudá-lo a encontrar o tempo criativo que você precisa.

Criatividade ao longo da sua vida diária é o seu primeiro desafio.


Tudo que você precisa para começar é alguns minutos para você mesmo. Use
seu diário para registrar os problemas que você enfrenta e pratique algumas
maneiras criativas de trabalhar com eles.

A parte mais difícil é aprender a concentrar-se em um desafio de cada


vez, dando-lhe sua atenção consciente e subconsciente.

Se sua vida é muito estressante, isso significa que você precisa do


tempo criativo mais do que nunca. Você deve dar a si mesmo, ou você não
terá nada para dar a outros em sua vida.
Dr. Phil McGraw disse: "Você não pode dar de um copo vazio."

Eu posso ouvi-lo dizendo agora: “Quando eu posso encontrar tempo


para ficar sozinho e pensar em qualquer coisa além dos meus problemas?
Há muito o que fazer, tanto para realizar, e nem tempo suficiente para
fazer todas elas. Onde eu me encaixo no tempo para mim?”

Se você chega em casa depois de um longo dia de trabalho e depois


tem crianças pequenas exigindo seu tempo, é realmente um momento perfeito
para um pouco de criatividade. Brincar com eles na forma de colorir, brincar
com barro e ler são maneiras ideais de exercitar sua própria criatividade. Elas
também são ótimas maneiras de relaxar. Os benefícios para as crianças são
que você está ajudando a construir sua auto-estima e autoconfiança.

As crianças adoram fazer coisas com os pais. Elogie-os profusamente


para ajudar a impulsionar sua própria criatividade e autovalor. Se você é
responsável por pessoas mais velhas, experimente alguns jogos de tabuleiro,
jogos de cartas ou hobbies para conectar-se a eles e estimular suas próprias
forças criativas, assim como as deles.

Em seguida, dê a si mesmo alguns minutos antes de dormir para


sentar-se em silêncio e pensar em seus próprios pensamentos criativos. A
meditação é uma excelente maneira de ensinar sua mente a se concentrar e se
concentrar em sua própria criatividade. Quando você voltar para o seu diário,
poderá ficar agradavelmente surpreso com o sucesso e a criatividade com que
resolveu os problemas que enfrentou.

Fazer da meditação uma parte do seu dia pode fazer toda a diferença
no seu humor e na sua saúde.

Você descobriu que estar ocupado e ainda encontrar criatividade em


sua vida é muito possível.

Mas existem outros obstáculos que você pode ter que enfrentar.

Às vezes, você pode achar que tem metas conflitantes ou que não
definiram positivamente essas metas. Você pode ter muita concorrência no
trabalho e pode ficar confuso sobre como aproveitar as oportunidades que
considera necessárias para o avanço de sua carreira.

Aqui está mais uma oportunidade para colocar sua criatividade no


desafio. Como em qualquer problema, você deve primeiro defini-lo com
precisão. Você não pode progredir sem saber exatamente o que você quer.

Depois de definir o objetivo, é hora de definir as etapas para atingir


esse objetivo. O que você precisa para ir do ponto A ao ponto B?

Você precisa de um plano. Aqui é onde sua criatividade pode ajudá-lo


novamente.

Faça o seu plano, decidindo como obter o que deseja, passo a passo,
com uma linha do tempo, se necessário. Então siga seu plano.

Zig Ziglar disse: "Você não pode acertar um alvo que não pode ver e
não pode ver um alvo que não tem."

É essencial ter um plano em mente, um objetivo a alcançar, um


roteiro para o que você deseja. Na ausência de objetivos claramente
definidos, nos tornamos estranhamente leais a realizar atos diários de
trivialidades.

Sem um objetivo definido em mente para a sua vida e sua


criatividade, você pode se encontrar seguindo o plano de outra pessoa que
não é necessariamente o ideal para você.

Vá com sua própria criatividade e encontre o que é certo para você


pessoalmente.

Ainda outro inimigo da sua criatividade é a ansiedade.

É difícil se concentrar em ideias brilhantes se estiver se sentindo


ansioso. E enquanto a ansiedade não é o lugar ideal para trabalhar sua magia
criativa, ela pode ser usada para sua vantagem às vezes.

Oscar Wilde disse: “A ansiedade é insuportável. Eu só espero que


dure para sempre. ”
Você pode usar essa ansiedade para impulsioná-lo para frente e
mantê-lo em movimento.

Outros obstáculos que você pode encontrar são falta de autoconfiança


ou medo de críticas.

Você deve se lembrar de que é uma pessoa altamente criativa. Tome


medidas para aprender o que você precisa saber para desenvolver essa
criatividade e sua autoconfiança. Quanto às críticas, você deve aprender a
deixá-lo sair de suas costas. Sempre haverá críticos em sua vida e você deve
aprender a arte de ignorá-los.

Você pode até ser um pouco autocrítico em relação às suas próprias


habilidades. Aquele crítico interno é o pior de todos eles, porque é esse que
você ouve o tempo todo. Esta é a voz em seu ouvido dizendo: “O que faz
você pensar que pode encontrar a resposta criativa para esse problema?
Quem você acha que é mesmo assim? ”

É preciso alguma prática para aprender a desligar o crítico interior


quando você está no meio de criar algo, mas é importante que você o faça.

A procrastinação é um dos piores bloqueios para a sua criatividade.

"Assim que eu tiver algum tempo extra, eu vou chegar a esse


projeto criativo."

"Eu vou abordar esse novo projeto neste fim de semana, depois
do trabalho."

"Assim que a escola estiver de volta e as crianças estiverem fora


da maneira, eu vou chegar a esse projeto especial.”

Você sabe que fez exatamente isso, você procrastinou dia após dia,
semana após semana, mês após mês. No entanto, você nunca parece dar a
volta a esse projeto especial.

Às vezes, você pode usar um desses inimigos da criatividade para


inspirar você. A conhecida “Round Tuit” é apenas uma inovação. É um
pedaço circular amarelo de borracha, estampado com "Round Tuit" de um
lado. Ao mesmo tempo, era "a coisa" para dar aos seus amigos
procrastinadores. Eles estão sempre esperando até chegarem perto disso, bem
agora eles tinham um.

Aquele projeto criativo, essa sugestão de uma ideia brilhante, essa


pepita de criatividade continua a ficar no limite de sua mente, zombando de
você, chamando você. Está tão perto que você quase pode tocá-lo. Você
quase consegue colocar as mãos nele.

Mas teimosamente fica fora de alcance. Isso te insulta: "Deixe todas


as outras coisas e venha ser criativo comigo!"

A procrastinação é um dos blocos mais difíceis de dispensar, porque


parece uma desculpa legítima. Afinal, você está tão ocupada, tem muito o que
fazer e muitas pessoas dependem de você e exigem seu tempo. É tão fácil
continuar adiando até que você nunca chegue a isso.

Existem muitos tipos de procrastinadores.

Há aqueles que esperam até o último minuto e dizem a si mesmos que


trabalham melhor sob pressão. Pressão ou sem pressão, eles ainda não
conseguem nada.

Existem aqueles que temem o fracasso ou talvez tenham medo do


sucesso, então evitam o projeto. Esse grupo preferiria ser considerado mais
preguiçoso do que sem a capacidade necessária para atingir o objetivo.

Parece que você está sendo empurrado e ninguém gosta de ser


pressionado a fazer nada. O problema é que você não se sente entusiasmado
em fazer o que quer que seja o projeto.

Então, você evita isso o máximo que puder, dando desculpas depois
de uma desculpa.

Por último, há aqueles que simplesmente não podem tomar uma


decisão, pensando erroneamente que, se não tomarem nenhuma decisão, eles
não são responsáveis.
O último bloco que é tão difícil de lidar é o do perfeccionismo.

Você nunca está satisfeito com o que realiza - nunca está certo, não é
“perfeito”, outros podem não gostar, etc.

Muitos escritores experimentam essa síndrome. Eles escrevem


algumas páginas e iniciam o processo de edição, pensando que será mais fácil
do que se esperassem até que a história ou o livro terminasse.

O problema com essa teoria é que você nunca passará dessas


primeiras páginas. Você está sempre preso no processo de edição e nunca
terminará.

Muitas pessoas ficam tão presas na rotina da "perfeição" que acabam


desistindo do projeto. O raciocínio deles é que, se eles não conseguem
acertar, por que se dar ao trabalho de terminá-lo?

Isso é positivamente destrutivo para o processo criativo.

Como não existe a perfeição, esforçar-se por isso é uma busca inútil e
um desperdício do seu tempo criativo. Existem culturas e grupos ao redor do
mundo que se lembram de suas próprias imperfeições, incluindo
deliberadamente uma falha em sua arte.

Os japoneses chamam isso de “wabi”. Os fabricantes de quilt Amish


sempre incluem uma falha deliberada em seu trabalho, para lembrar que
homens e mulheres não são perfeitos.

Nesse caso, devemos retornar ao modelo infantil da criatividade.

As crianças não se importam se conseguem algo perfeito, elas


simplesmente adoram fazer isso. Elas apenas continuam tentando,
independentemente de quantas vezes não conseguem alcançar a perfeição.
Lembre-se da época em que você era criança e não conseguiu realizar algo
para a satisfação de todos.

"Apenas faça o seu melhor", sua mãe lhe disse.

"Tudo o que você pode fazer é o seu melhor."


"Não existe fracasso a não ser em não tentar mais, sem derrota,
exceto de dentro, nenhuma barreira intransponível, exceto nossa fraqueza
inerente de propósito. ” - Anônimo
Capítulo 8 - Criatividade – Do Primo Ao Gênio
"Gênio sabe onde as perguntas estão escondidas." Mason Cooley

Qual é exatamente a diferença entre a mente de um gênio e a mente de


uma pessoa comum?

Michael Michalko, em seu livro Cracking Creativity , acredita que a


diferença é que os gênios sabem "como" pensar, em vez de "o que" pensar.

Isso permite que eles criem conceitos completamente novos e digam


para si mesmos que tudo é possível.

Isso significa simplesmente que eles olham para os problemas de


maneira diferente. Eles combinam ideias, imagens e pensamentos de uma
maneira diferente e são capazes de reconhecer padrões no mundo ao seu
redor. Eles sabem como fazer conexões entre objetos, não importa quão
incomum ou diferente.

Um exemplo disso é quando Leonardo DaVinci fez a conexão entre o


tom de um sino e uma pedra chata batendo na água, causando ondas. Sua
conexão foi que o som também viajou em ondas.

Outro sinal de genialidade é a capacidade de pensar em opostos.

Um exemplo desse tipo de pensamento seria o físico dinamarquês


Niel Bohr. Em 1928, ele anunciou que era possível imaginar a luz como
ondas e partículas, não simultaneamente.

A capacidade de pensar em metáforas é considerada um sinal de


genialidade. Aristóteles achava que, se uma pessoa tem a capacidade de
comparar duas áreas separadas da existência e de alguma forma encontrar um
relacionamento ali, essa pessoa tem um dom especial.

Uma pessoa de habilidades excepcionais também se concentra em


como analisar o processo de criatividade acidental. Não é uma questão de por
que ele falhou, mas o que exatamente ele fez?
Uma pessoa possuidora de gênio é altamente produtiva.

Um exemplo disso foi Thomas Edison, que detinha mais de 1.000


patentes. Em seu livro Cracking Creativity, Michael Michalko afirma que os
gênios produzem grandes quantidades de ideias porque pensam com fluência.

Aparentemente, suas mentes são extremamente ocupadas. Eles


pensam o tempo todo. E é possível que o resto de nós desenvolva esses
atributos também. É simplesmente uma questão de treinar nossos cérebros
para pensar com mais fluência.

De acordo com Buckminster Fuller, “Todo mundo nasce genial. A


sociedade os degenera.”

Alguns acreditam que o gênio só aparece, inesperadamente, e que o


pensamento condicionado do ensino superior pode, na verdade, prejudicar o
gênio de uma pessoa.

Quantidades massivas de conhecimento não garantem


necessariamente a genialidade. Significa apenas que você tem uma excelente
memória. E a boa notícia é que você não precisa ser um gênio para ser
criativo. E uma notícia ainda melhor é que somos capazes de mais do que
apenas pensamento criativo, somos capazes de mais gênio do que jamais
sonhamos.

Charles Baudelaire descreveu o gênio como "Não mais do que uma


infância recapturada à vontade".

Então, como você consegue essa façanha?

Você deve treinar seu cérebro para pensar como um gênio. Você pode
fazer isso seguindo os critérios acima. Você deve começar a pensar sobre o
mundo ao seu redor de forma diferente.

Pense em opostos, pense em metáforas e torne-se mais produtivo com


seus pensamentos. E quando as ideias não saem exatamente do jeito que você
esperava, você deve se perguntar não por que ela falhou, mas o que isso
conseguiu, o que isso provou?
Quer desenvolver a mente de um inventor?

Comece a olhar para os projetos ao seu redor e pergunte a si mesmo


como você poderia torná-los diferentes.

Max Planck, conhecido como o pai da teoria quântica, acreditava que


era necessário que os cientistas tivessem “uma imaginação intuitiva vívida,
pois novas ideias não são geradas pela dedução, mas pela imaginação
artisticamente criativa”.

Mesmo Einstein disse que suas teorias eram “livres” invenção da


imaginação.

Ezra Pound disse,“ Gênio… é a capacidade de ver dez coisas onde o


homem comum vê uma e onde o homem de talento vê dois ou três, mais a
capacidade de registrar essa percepção múltipla no material de sua arte."
Capítulo 9 - Cérebro Esquerdo, Cérebro Direito
"A principal função do seu corpo é levar o seu cérebro ao redor." -
Thomas Edison

Há uma velha piada que diz que se a metade esquerda do cérebro é


dominante em pessoas destras e a metade direita é dominante em pessoas
canhotas, então as pessoas canhotas são as únicas em suas mentes certas.

No final dos anos 1960, Roger Sperry publicou a teoria de que a


metade esquerda do cérebro era o lado analítico, verbal e a metade direita do
cérebro era o lado criativo e visual. Entre as duas metades está o corpo
caloso, o conector. Simplificando, as duas metades comunicam entre si
através deste conector. É o corpo caloso que literalmente mantém a mão
direita informada sobre o que a mão esquerda está fazendo.

Cada metade do cérebro recebe informações de uma maneira


completamente diferente. A metade esquerda do cérebro é o centro da fala,
onde você tem a capacidade de formar pensamentos e colocá-los em palavras.
É também aí que as coisas são colocadas em uma ordem sequencial ou
lógica.

A metade direita do cérebro controla as habilidades motoras, a


intuição e a emoção. Também permite que você seja capaz de reconhecer e
identificar imagens. Enquanto o lado esquerdo pensa em palavras, o lado
direito vê fotos.

Indivíduos criativos, como artistas, escritores ou músicos, muitas


vezes referem-se a essa natureza dupla.

É possível, no entanto, mudar de um lado para outro, fazendo uso de


ambos os lados.

Um ser humano fará a mudança dependendo da situação em que se


encontra. Imagine um contador, que ganha a vida trabalhando com números:
filas e fileiras, coluna após coluna de números. Obviamente, seu sustento
depende de sua utilização do lado esquerdo de seu cérebro com bons
resultados.
No entanto, se ele quiser ir dançar à noite com sua esposa, ele deve
mudar para o lado direito do cérebro - para o lado criativo - o lado que torna
possível para ele saber dançar.

Do outro lado da moeda, está o artista, que ganha a vida pintando


belas paisagens ou retratos. Durante todo o dia, ele pinta, exibindo seu talento
em cores vibrantes, luzes e sombras. À noite, ele deve pagar suas contas e
equilibrar seu talão de cheques. Então você vê a mudança do lado direito de
seu cérebro, onde reside sua criatividade, para o lado esquerdo de seu
cérebro, onde reside seu pensamento lógico e analítico.

A maioria dos seres humanos nasce com uma tendência ou outra, com
influência proveniente de traços genéticos, tipo de vida familiar e treinamento
infantil.

Há exceções, no entanto. E a mudança é possível, ambos os lados


podem ser treinados e fortalecidos.

Um dos exemplos mais famosos desse tipo de mudança é a história de


Theodore Roosevelt, o vigésimo sexto presidente dos Estados Unidos.
Quando menino, ele sofria de asma e estava doente a maior parte do tempo.
Para construir seu corpo, seu pai construiu um ginásio, onde Theodore pôde
trabalhar e superar a fraqueza em seu corpo. Mais tarde, tornou-se advogado
e escritor prolífico de história e filosofia.

Aqui está a prova de que uma pessoa pode mudar de um lado do


cérebro para outro, dependendo das circunstâncias.

Seja qual for o lado do cérebro que você preferir, vai ditar seus gostos
e desgostos, e irá determinar suas habilidades, talentos e fraquezas. Isso
também afetará seu trabalho e sua vida pessoal, determinando o que você faz
para viver e quem você escolhe para ter em sua vida.

Você pode perceber que mudanças em sua vida podem ter um


impacto definitivo sobre qual metade do cérebro você mais usa. Mudanças de
estilos de vida e responsabilidades provocam uma mudança na forma como
você vê as coisas e reage às mudanças.
Portanto, não importa de que lado você preferir, você ainda usa os
dois lados do cérebro e encontrará a necessidade de mudar de um lado para o
outro, dependendo da demanda do momento.

Vamos quebrar o delineamento das duas metades do cérebro mais


completamente.

A metade esquerda do cérebro controla o lado lógico, analítico,


sequencial, racional, linear, verbal e orientado por objetivos da sua natureza.

A metade direita do cérebro controla o lado intuitivo, espontâneo,


emocional, visual, artístico, lúdico e não-verbal da sua natureza.

Pessoas de cérebro certeiro são fáceis de detectar. Elas sonham


acordadas, rabiscam e talvez desenhem. Eles podem decidir, no calor do
momento, dar uma caminhada para lugar nenhum em particular. Eles podem
estar mais atentos a cores, aromas e mais capazes de visualizar cenários,
principalmente os momentos “e se”.

Elas estão mais conscientes de suas emoções, bem como as emoções


daqueles ao seu redor. Elas se relacionam com os outros mais facilmente,
entendendo seu ponto de vista e experiências.

Simplificando, eles são mais intuitivos e espontâneos.

Pessoas de cérebro esquerdo estão sempre fazendo perguntas e


querendo respostas para tudo. Elas tendem a ser criadores de listas e
planejadores. Sua ideia de diversão pode incluir trabalhar em palavras
cruzadas e/ou resolver problemas de matemática.

Elas preferem escrever e delinear a explosões espontâneas de


atividade. Elas também estão mais conectadas ao tempo e aos horários, e
adoram planejar tudo até o último detalhe. Elas são mais analíticos e gostam
de dividir os problemas nas partes componentes.

Tudo o que você faz, tudo que você pensa, tudo o que você sente e
tudo o que você experimenta são direcionados através do seu cérebro e
filtrados pelo lado esquerdo e/ou pelo lado direito.
Todo ser humano tem o mesmo equipamento básico para usar e
desenhar para a vida como Albert Einstein, Louis Pasteur, Leonardo DaVinci
ou Helen Keller.

Não é o tamanho do cérebro que é importante. É o que você faz com o


seu que conta.

A maior diferença em nossos cérebros e naqueles dos chamados


gênios é que eles são capazes de fazer as mudanças de um lado para o outro
mais facilmente e estão mais inclinados a usar os dois lados do cérebro para
obter o melhor efeito.

Então, como você treina seu cérebro para ser mais eficaz?

Existem alguns exercícios para ajudar seu cérebro a realizar as


mudanças necessárias para compreender o mundo ao seu redor e lidar
eficazmente com quaisquer circunstâncias em que você se encontre ao longo
de sua vida.

Um desses exercícios é algo muito simples.

Como crianças, você provavelmente brincou com ilusões de ótica.


Você vê uma imagem claramente, mas se você olhar de perto, outra imagem
aparecerá. As outrora populares imagens do Velho Olho, são bons exemplos
de ilusões ópticas.

As imagens duplas fazem com que seu cérebro se mova para frente e
para trás.

Outro bom exercício para treinar seu cérebro é o bom e velho


brainstorming. Aqui você deve definir o problema, explicá-lo em detalhes e
perguntar a si mesmo o que realmente deseja realizar. Em seguida, divida o
problema em seus componentes básicos. Peças menores não são intimidantes
e são mais fáceis de lidar. Se necessário, procure assistência especializada
quando necessário. Então visualize o resultado perfeito. Como você vê isso se
desdobrando em sua mente?

Faça um resultado agradável - a solução perfeita.


Dentro do exercício de solução de problemas, você encontrará ainda
outro conjunto para ajudá-lo a não apenas resolver problemas, mas também
para ajudá-lo a visualizar e desenvolver sua criatividade.

1. Tente ver exatamente o oposto do seu problema. Não há


trabalhadores suficientes no escritório? Tente imaginar massas se
movendo ao redor.

2. Espere o inesperado.

3. Esqueça tudo o que você sabe sobre o problema e comece do


zero. Isso limpa a mente de noções preconcebidas e permite que você
veja o problema e, possivelmente, a solução, com mais clareza.

4. Dramatização com as pessoas envolvidas no problema. Veja o


ponto de vista deles. Finja que você é eles.

O último exercício que discutiremos é chamado cinematics ou ver


imagens em sua mente.

Às vezes, você experimentará flashbacks em sua memória e verá as


coisas de novo - coisas que aconteceram no passado. Pode ser uma
experiência emocional, boa ou ruim. Você notará algumas coisas que você
lembra e outras que você esqueceu. Buracos na memória são normais para a
maioria das pessoas.

Em outras ocasiões, você pode querer avançar rapidamente para o que


deseja - o cenário perfeito.

Isso também é conhecido como “sonhar acordado”. Você


provavelmente já teve uma experiência em que foi advertido por professores,
pais e outras figuras de autoridade para parar de sonhar acordado e começar a
trabalhar.

Neste caso, é absolutamente necessário fazer alguns sonhos sérios. É


realmente bom para você e seu cérebro, e é uma ótima ferramenta criativa.

Você descobrirá também que homens e mulheres reagem de maneira


diferente à informação filtrada através de seus cérebros direitos e cérebros
esquerdos. As mulheres tendem a reagir de maneira mais geral, enquanto os
homens reagem mais lateralmente. Os homens tendem a usar o cérebro
esquerdo e reagem de maneira mais decidida a uma determinada situação.
Eles procedem de maneira lógica, realizando uma tarefa por vez. As mulheres
são mais multitarefas por natureza.

Os cientistas pensam que isso vem dos tempos primitivos, quando as


mulheres eram responsáveis por cozinhar, limpar, lavar e manter as crianças
longe de serem devoradas por lobos. Os homens primitivos eram os
caçadores, exigindo mais determinação para a caça. As mulheres tendem a
ser mais emotivas e querem falar sobre seus sentimentos, enquanto os
homens reprimem esses sentimentos e se retiram para seus vícios, como o
futebol e a televisão. Ao mesmo tempo,

Seja o lado direito do cérebro ou o esquerdo, ele precisa ser fechado.

Comparado a uma peça perdida de quebra-cabeça, seu cérebro


esquerdo tentará encontrar a equação que falta, enquanto seu cérebro direito
encontrará a imagem que faltava para resolver o problema.

De um documentário da BBC: Outra descoberta foi feita


recentemente depois de estudar aqueles com autismo e demência. Os
cientistas acreditam ter encontrado uma parte do cérebro que, quando
desligada, pode estimular o gênio artístico. Um dos cientistas, um australiano,
vê um tempo no futuro quando até mesmo pessoas comuns serão capazes de
acionar um interruptor e encontrar seu próprio gênio.

Se você quiser ver se você é controlado mais pelo lado direito do


cérebro ou pelo lado esquerdo do cérebro, vá para http://www.web-
us.com/brain/LRBrain.html este site está em inglês, basta traduzi-lo caso
queira na parte superior direita da barra de seu navegador.

Existe um pequeno questionário para ajudá-lo a determinar qual lado


do seu cérebro é mais dominante do que o outro.

O humor também é algo que você pode desenvolver usando os dois


lados do cérebro. Seu cérebro direito pode procurar automaticamente o
humor em uma situação engraçada, enquanto seu cérebro esquerdo analisará
cada passo do processo, determinando exatamente por que é tão divertido.

Aqueles controlados fortemente pelo lado esquerdo do cérebro podem


se sentir obrigados a dizer exatamente por que não é divertido também. Nesse
caso, talvez seja melhor deixar seu lado criativo seguir seu caminho e
aproveitar o momento e o humor. Tenha em mente que a maioria dos grandes
gênios da história registrada tinha excelente senso de humor.

Além dos dois lados do cérebro, você também possui um dispositivo


de triagem, um filtro, se quiser, localizado na base do seu cérebro, chamado
de Sistema de Ativação Reticular ou RAS.

Isto é feito de um grupo de células que o ajudam a decidir do que


você está consciente, filtrando, ao mesmo tempo, outros tipos de informação
sem importância, permitindo apenas uma entrada vital em sua consciência.

Se você tem que reconhecer cada som, sensação, cor, sentimento, etc.,
você sem dúvida ficaria louco.

Isso é apenas muita informação sensorial inundando sua consciência,


a cada minuto de cada dia. No entanto, você pode acessar essas informações,
se assim desejar, mudando o foco para que tenha consciência de informações
menos vitais, se precisar.

Um exemplo dessa mudança seria uma nova mãe. Embora ela seja
capaz de dormir, ela ouve o menor ruído do berçário. Ela acessa essa
informação extra porque é necessário que ela a tenha.

Se você mantiver sua mente aberta a novas ideias, o seu Sistema de


Ativação Reticular permitirá que as informações necessárias passem pela sua
consciência, dando a você todo um mundo de inspiração.

Também foi descoberto que o cérebro é capaz de uma enorme


lembrança de informações. Tudo o que você já leu, tudo que você já ouviu, e
tudo que você já viu e experimentou, estão armazenados em seu cérebro.

O problema que a maioria de nós tem é encontrar uma maneira de


acessar toda essa informação maravilhosa.

Através da meditação e às vezes da hipnose, essa informação pode ser


recuperada. A meditação pode fortalecer a conexão entre o consciente e o
subconsciente e ajudar o RAS a acessar toda a informação armazenada.

A hipnose muitas vezes pode ser usada para levar o sujeito de volta ao
momento em que ele aprendeu algum fato ou tópico importante e despertar a
memória, trazendo-a à superfície e, portanto, tornando-a mais acessível. Você
pode estar pensando: “Hipnose?

Isso não é um pouco extremo? Isso é muito parecido com um truque


de salão para mim.

A hipnose é simplesmente um devaneio, então sua mente consciente


se acalma e sai do caminho. Então seu subconsciente pode assumir
temporariamente. Mas você ainda está completamente ciente de tudo que está
acontecendo ao seu redor. Seus sentidos são apenas intensificados. Sua mente
subconsciente agora tem acesso a todas as informações que sua mente possui
e tem liberdade para usar tudo isso.

A boa notícia é que você pode fazer isso sozinho, nenhum


hipnotizador é necessário.

Você só precisa aprender a sonhar com o seu melhor efeito. Ao


fornecer ao seu subconsciente acesso às suas memórias e informações, ele
também será capaz de acessar seu lado criativo - fazer conexões e encontrar
relações entre ideias que sua mente consciente pode filtrar.

Exercitar sua mente geralmente é útil para acessar informações.

Albert Einstein, quando confrontado com um problema, se afastava


por alguns minutos e tocava seu violino. Ao retornar à ideia original, ele é
frequentemente apresentado com uma solução para o problema. Deixar o
dilema por um tempo, dar um passeio ou ouvir música, muitas vezes ajuda
imensamente a relaxar sua mente, para que possa resolver o problema. Este é
o subconsciente avançando novamente e auxiliando na resolução de
problemas.
Seu cérebro também é capaz de multitarefa.

Assista a qualquer dona de casa, enquanto ela prepara o jantar,


alimenta o bebê, conversa com a amiga ao telefone, quebra uma briga entre
os dois filhos mais velhos e atende a porta da frente para lidar com um
vendedor.

Seus sentidos constantemente ocupados estão enviando feedback para


seu cérebro, assegurando que todas as tarefas sejam concluídas. Sem seu
esforço consciente, seus pulmões processam oxigênio, seu coração bombeia
sangue e sua temperatura é mantida. Ela pega o jantar, termina de alimentar o
bebê e o coloca para baixo, termina a conversa e desliga o telefone, envia os
dois pequenos lutadores para os cantos opostos e manda o vendedor ir
embora.

Graças ao nosso subconsciente, podemos dirigir um carro, tocar piano


ou assistir televisão e ainda conversar com amigos ao mesmo tempo.

O cérebro processa informações a cada segundo, de todos os minutos,


de todas as horas, todos os dias.

Pode processar meio milhão de opções e possibilidades em poucos


segundos. Não é de admirar que a criatividade seja tão fácil para os humanos.
Tudo o que temos a fazer é aprender a confiar em nossos cérebros
maravilhosos e em nosso subconsciente e praticar, praticar, praticar.

Isso manterá as ideias fluindo! A criatividade é tão natural e


necessária para os humanos quanto a respiração.

Brenda Ueland disse: "Então, você vê, a imaginação precisa de


noodling - longo, ineficiente, feliz, ocioso, demorado e puttering."
Capítulo 10 - Criatividade e Mudança
“Mudança em todas as coisas é doce.” - Aristóteles

À medida que a vida avança, você descobrirá certas mudanças


inevitáveis que estão ocorrendo. Estes incluem mudanças sociais em torno de
você e envolvendo você, bem como mudanças pessoais em sua própria vida.

Criatividade e mudança estão intimamente relacionadas e, de fato,


dependem uma da outra. Quando a mudança acontece em sua vida, às vezes é
preciso criatividade para passar por isso.

Criatividade, em seguida, provoca outra mudança em como você


responde a uma determinada situação. Tanto a nova mudança quanto a
criatividade para lidar com ela envolvem certos riscos e o levarão a uma nova
direção. Você pode sentir medo e ansiedade, e ao mesmo tempo, pode haver
alegria e excitação.

Às vezes, essas mudanças podem ocorrer muito rapidamente em um


curto espaço de tempo. A perda de muita tradição na vida e muita novidade
pode fazer com que uma pessoa sofra e pode até levar a um colapso nervoso.

Existem certos limites para a nossa capacidade de recuperar das


mudanças repentinas. Essas coisas levam tempo.

Embora possamos experimentar forte motivação para certas mudanças


e uma determinação de aceitação, também existem inibições igualmente
fortes contra essas mesmas mudanças. Os humanos são contrários pela
natureza.

Aqui estão alguns exemplos das mudanças sociais ocorridas entre os


anos 1950 e 1980:

• A porcentagem de mulheres casadas que eram assalariadas, com


crianças com menos de seis anos, passou de 12% para 45%.

• Em 1950, apenas uma criança em cada dez não morava com


ambos os pais. Em 1980, era uma criança em quatro.
• Entre 1950 e 1980, a taxa de divórcio dobrou.

• A proporção de homens na força de trabalho com mais de


sessenta e cinco anos caiu mais da metade.

Você pode ver facilmente onde mudanças dessa magnitude exigiriam


soluções muito criativas para todos os envolvidos, assim como para suas
famílias. Mas a mudança acontece, é apenas uma parte da vida. A vida é
apenas uma mudança após a outra, mas é isso que nos ajuda a crescer e nos
desenvolver como seres humanos. Isso só torna mais difícil para você se você
lutar contra a mudança.

Há também mudanças pessoais que exigem muita criatividade para


passar. O casamento é uma mudança que exige certa criatividade. Ajustes de
todos os tipos são necessários aqui, começando com onde morar, questões de
dinheiro, questões familiares (dela e dele) e horários.

Ter filhos é outra grande mudança que deve ser enfrentada todos os
dias por muitas pessoas. A necessidade de criatividade aqui é igualmente
enorme. Cuidar de outro ser humano requer inspiração real. Então, mais uma
vez, há ajustes necessários, como o fornecimento de uma família, além de
problemas financeiros, horários e problemas familiares.

As mulheres, em especial, têm que ser altamente criativas para lidar


com os problemas que essas mudanças de vida provocam, já que muitas
vezes elas são responsáveis pela maioria das questões mencionadas acima. É
claro que a maternidade solteira traz consigo todo um novo conjunto de
problemas a serem resolvidos da forma mais criativa possível para todos os
envolvidos.

A perda repentina de um cônjuge é outra mudança pessoal que é


muito difícil de lidar e requer muita criatividade para passar. Neste momento,
muitas vezes é necessário não apenas fazer uma mudança. É igualmente
importante reavaliar sua vida inteira, e com efeito, reinventar você mesmo e
suas prioridades. A criatividade é absolutamente a chave para superar esse
trauma específico. Reinvenção do eu em uma base diária é essencial.

A perda de um emprego ou de uma casa é suficiente para mandar


muitas pessoas para uma espiral de depressão e desesperança. A criatividade
real é necessária aqui para transformar a situação em sua vantagem. Você
pode optar por mudar para outro lugar. Se você perder seu emprego, poderá
encontrar outro ou iniciar seu próprio negócio.

Mudança traz consigo uma oportunidade. Você pode ir com ele, ou


jogar a vítima e sentir pena de si mesmo.

Costuma-se dizer que a necessidade é a mãe da invenção.

Muitos grandes insights, descobertas e novas invenções surgiram


porque seus criadores estavam em necessidade desesperada. Eles se voltaram
para sua própria criatividade individual para resolução.

Henri Bergson disse: "Existir é mudar, mudar é amadurecer,


amadurecer é continuar criando a si mesmo sem fim".

Goste ou não, a mudança vai acontecer com você. E uma vez que
você percebeu que a mudança é inevitável e não deve ser temida, você está à
frente do jogo. Talvez uma grande mudança na vida já tenha acontecido com
você, talvez não.

Mas você não pode evitar isso. Na verdade, é realmente mais fácil se
você tentar abraçar a mudança, em vez de protestar contra ela. Este é um
lugar onde você pode usar sua criatividade para sua melhor vantagem.

Seja para se casar, começar uma família, perder um emprego,


encontrar um novo emprego, começar seu próprio negócio ou qualquer outra
mudança que cause estragos em sua vida, a criatividade é a chave para o
sucesso.

Volte para a resolução de problemas criativos que discutimos


anteriormente, respire fundo e mergulhe de cabeça. Todos nós já estivemos
lá, ou seremos eventualmente levados para lá. Não é o que acontece com
você na vida que é importante. É como você lida com esses eventos que
importam, é como você permite que seu lado criativo lide com os problemas
que contam.
Adam R. Gwizdala disse: “Tudo na vida muda você de alguma
forma. Até as menores coisas. Se você não aceitar essas alterações, você
não se aceita. Pois através dessas mudanças traz coisas novas e maiores
para você, tornando-o mais sábio, à medida que o tempo avança. Para
evitar essas mudanças, é uma perda. Você só vive sua vida uma vez. Não
perca um minuto evitando as coisas. Deixe que eles venham até você e
aprenda com eles. Sempre há amanhã. ”

Além disso, George Bernard Shaw disse: “A vida não é sobre


encontrar a si mesmo. A vida é sobre criar você mesmo.”
Capítulo 11 - Baby Boomers e Criatividade
“Não busque seguir os passos dos homens de antigamente, procure
o que eles procuraram.” - Basho

Mais de setenta e seis milhões de pessoas nos Estados Unidos estão


atualmente se sentindo uma grande mudança. Esses seriam os Baby Boomers,
e eles são os mais poderosos demográficos da história.

Isso representa o maior crescimento sustentado da população na


história do país.

Ele também representa o maior grupo de pessoas criativas, todas


animadas - fazendo música, escrevendo livros, comprando e vendendo, e
ajudando os outros.

Em um capítulo anterior, discutimos o fato de que seu cérebro está


reunindo e processando informações o tempo todo. Bem, esse grupo de
pessoas, coletivamente, acumulou uma incrível quantidade de conhecimento:
fatos, números, imagens, ideias, palavras e música, tudo no curso de mais de
cinquenta anos.

Como exemplo, temos Aprah Winfrey, que não apenas criou


criativamente sua própria produtora, mas também fundou a Rede Angel,
possibilitando que muitos jovens frequentassem a faculdade e que grupos
filantrópicos continuassem seus bons trabalhos.

Outro exemplo de criatividade da geração Boomer seria Paul


McCartney. Ele está escrevendo músicas e cantando desde o início dos anos
sessenta.

Stephen King tem escrito contos e romances desde o final dos anos
60, mostrando-nos criativamente como estar morrendo de medo.

A lista de estrelas com mais de cinquenta anos, mas ainda nos


mostrando criatividade na tela grande, inclui Michael Douglas, Diane Keaton,
Sally Field, Tommy Lee Jones e Candace Bergen. Diretores inspiradores
como Steven Spielberg continuam a nos surpreender com uma incrível
demonstração de talento e criatividade.

Mas ainda há muito espaço para todo o resto dos não tão famosos
Baby Boomers nos mostrar sua criatividade e seu talento. Com experiências
de vida para apoiá-los, eles certamente nos surpreenderão. Esta geração não
estará sentada na varanda ou em suas cadeiras de balanço, lamentando a
perda dos “bons velhos tempos”.

Eles têm muito a usar e muita criatividade para compartilhar conosco.


Eles cantam, dançam, pintam e escrevem histórias e músicas. Eles consultam
e ensinam. Eles passam uma longa vida de experiências, imagens, sons,
ideias e inspiração.

Os japoneses têm um provérbio que diz: "Vou dominar alguma


coisa, e então a criatividade virá."

Os Boomers dominaram muitas grandes habilidades e desenvolveram


muitos grandes talentos. Eles aprenderam a reconhecer a inspiração quando a
veem ou ouvem e estão respondendo a ela. Eles também estão enviando para
a próxima geração, continuando a inspirar a todos.

Ray Bradbury disse uma vez: “Somos todos copos, constantemente e


silenciosamente sendo preenchidos. O truque é saber como nos virar e
deixar as coisas bonitas sairem”.

Esse é o truque. Todos nós fomos preenchidos e continuamos a ser


cheios de ideias e conhecimentos criativos. Devemos deixar que essa
criatividade se espalhe, tanto por nós como pelos outros.

Permitir inspiração em sua vida e ver que diferença faz. Convide sua
Musa para ficar perto e dar a você a inspiração necessária. Se você colocar
sua mente nisso (o lado esquerdo do cérebro e o lado direito do cérebro),
você surgirá com todas as maneiras de ideias criativas para lidar com
qualquer aspecto da sua vida.

Não importa quais dificuldades surjam, não importa quais desafios


você enfrente, não importa que obstáculos você encontre, sua criatividade o
ajudará a superar todos eles. Volte para a sua infância, quando seu professor
disse a todos vocês para colocarem seus bonés de pensamento. Experimente
por tamanho agora, você pode descobrir que ainda se encaixa.

Não há nada como inspiração para ajudá-lo a conquistar seus medos.


Isso vai mudar sua vida, garantida. Deixe de lado o passado e suas decepções.
Eles só te enganam e te seguram.

Faça uso de todas as fontes para ajudá-lo nessa busca pela


criatividade. A inspiração está ao seu redor. O desejo básico está dentro de
você, a necessidade de criatividade é uma parte do seu próprio DNA. Você
simplesmente tem que treinar seu cérebro para pensar mais criativamente,
permitir que esse desejo o preencha e forçar essa criatividade à superfície.

Você pode ter que se lembrar de todos os dias para pensar


criativamente, dar a si mesmo a chance de vir com um pouco de inspiração e
encontrar maneiras de resolver seus problemas. Você pode até descobrir
dentro de si mesmo um artista, um escritor, um músico ou um inventor
lutando para sair. Deixe o espírito criativo dentro de você sair para brincar e
criar.

Se você achar que precisa de um pouco mais de inspiração, fale com


os Baby Boomers sobre o que os emociona. Veja se é algo que você gostaria
de tentar. Então faça com que eles ensinem tudo sobre isso. Leia um livro,
faça uma aula e aprenda a tocar um instrumento ou dançar. Entre em contato
com o Centro de Educação Continuada local e descubra em quais tipos de
atividades criativas você pode participar.

John W. Gardner conta uma história de Alexandre, “O Grande”,


visitando Diógenes. Alexander perguntou se ele poderia fazer alguma coisa
pelo famoso professor. Diógenes respondeu: “Apenas fique fora da minha
luz”. Gardner concluiu que talvez algum dia, deveríamos saber como
aumentar a criatividade. Até lá, uma das melhores coisas que podemos fazer
para homens e mulheres criativos é ficar fora de sua luz.

Talvez devêssemos ficar perto o suficiente dessa luz, lançar um pouco


de luz sobre nós, para aprendermos com aqueles homens e mulheres
criativos. Então podemos sair e compartilhar um pouco dessa luz para os
outros. Nós podemos ajudar a passar a tocha para a próxima geração.
Capítulo 12 - Zen E A Arte Da Manutenção
Criativa
“O Zen não é uma espécie de excitação, mas concentração na nossa
rotina diária habitual” - Shunryu Suzuki

Para alcançar um estado Zen, tudo precisa estar alinhado.

Harmonia é a palavra-chave. O problema está na sua frente, junto com


as habilidades e talentos necessários. Você sabe que pode fazer isso. Você
está cheio de autoconfiança. Energia criativa enche a sala. Tudo apenas clica.
É o ambiente perfeito para resolver problemas. E quanto mais pessoas
envolvidas no processo, mais energia existe.

Quando a energia criativa está em pleno vigor e você sabe que suas
habilidades são perfeitamente compatíveis com a tarefa, ela é conhecida
como o "momento branco".

É um momento em que tudo se encaixa harmoniosamente. Os atletas


referem-se a ele como "na zona". Eles não podem fazer nada de errado. Suas
habilidades são tão bem adaptadas ao desafio que quase se misturam.

No mundo científico, isso é conhecido como “o fluxo”. Não importa


qual atividade você aplique. Se as habilidades atenderem ao desafio, você
estará cheio dessa energia criativa. O ar quase crepita com essa eletricidade
criativa. As ideias estão fluindo e tudo está funcionando em perfeita
harmonia. O que você está fazendo parece unificado e quase parece sem
esforço. Você se sente como se pudesse fazer isso enquanto dorme.

Você pode dizer que não está certo se seus talentos e habilidades não
estão à altura da tarefa. Você se sentirá ansioso e com mais medo do fracasso.
Se, por acaso, suas habilidades superarem em muito o desafio, você ficará
entediado e inquieto.

Neste ponto, você simplesmente não está usando suas habilidades


para sua melhor vantagem. Você precisa de mais um desafio.
Os neurologistas determinaram que, enquanto você está no “fluxo”,
você realmente gasta menos energia do que quando luta contra o problema
original.

Isso porque as habilidades necessárias para a tarefa em questão estão


na superfície e prontamente disponíveis para você, enquanto aquelas
habilidades não necessárias no momento são relativamente silenciosas.

Quando você está se sentindo ansioso ou confuso, basicamente não há


diferença na energia exercida.

Quando você está nesse estado de "fluxo", perde toda a noção de


tempo, ou autoconsciência. Na filosofia zen, isso é chamado de não-mente.
Você se torna tão absorvido no que está fazendo, que na verdade se perde no
projeto. É quando você entra na maior energia criativa à qual você tem
acesso.

As crianças são mais propensas a entrar nesse estado de "fluxo" do


que os adultos.

Elas simplesmente podem se perder e esquecer o tempo. Os adultos


estão mais conscientes da passagem do tempo do que as crianças, que estão
mais confortáveis neste “estado intemporal”.

O que é frustrante para as crianças é ser arrancado e empurrado de


volta para a rígida sociedade movida pelo relógio, quando elas estão
completamente absorvidas nesse estado intemporal de criatividade. Muito
agendamento pode sufocar a criatividade de uma criança.

De fato, isso pode sufocar a criatividade de qualquer um de nós.

John Bradshaw disse: “As crianças são mestres Zen naturais, o


mundo delas é novo todos os dias. ”

O que todos nós precisamos é de mais tempo zen de dedicar-se a


quaisquer atividades criativas que desejamos. Precisamos criar uma
atmosfera mais zen no trabalho e em casa.
Nada é mais energizante do que estar na “zona”, no “momento
branco” ou no “fluxo”. Tente encontrar momentos em que você pode
escapar do tempo e entrar em um estado de não-mente mais zen. Aproveite o
seu projeto.

Desfrute de resolver esse problema e colocá-lo atrás de você. Agora


você vai para o próximo empreendimento criativo. Tantas ideias, tão pouco
tempo!

“Venha para a borda

A vida disse.

Nós estamos com medo.

Venha para a borda

A vida disse.

Eles vieram,

Isso os empurrou ...

Eles

Voou!”

Guillaume Apollinaire