Você está na página 1de 35

ESTA OBRA PODE SER REPRODUZIDA E DISTRIBUÍDA

PARCIAL OU INTEGRALMENTE DESDE QUE CITADA A FONTE.

VENDA PROIBIDA

CID – COORDENADORIA DE INCLUSÃO DIGITAL

IDORT – INSTITUTO DE ORGANIZAÇÃO RACIONAL DO TRABALHO

EQUIPE DE CAPACITAÇÃO – ÁREA OFICINAS

FERNANDA BENGEZEN
MONICA CONRADO
MARCELO FARIA

EQUIPE DE CAPACITAÇÃO – ÁREA TÉCNICA

DANIEL MARTINS
DOUGLAS DINIZ
PAULO BOCCATTO

Site: www.telecentros.sp.gov.br
E-mail:capacitaoficinas@gmail.com
Índice

Objetivo .............................................................................. 1
Justificativa .......................................................................... 2
Introdução .......................................................................... 3
Arte Digital .......................................................................... 4
Direitos Autorais ................................................................... 5
Introdução ao KolourPaint ...................................................... 7
Caixa de Cores ..................................................................... 13
Estudo das cores .................................................................. 14
Cores no computador ............................................................ 15
Efeitos de imagem ................................................................ 16
Introdução ao GIMP .............................................................. 22
Seleção Retangular ............................................................... 24
Seleção Elíptica .................................................................... 24
Pincel .................................................................................. 24
Borracha .............................................................................. 25
Exercício proposto ................................................................. 25
Plano de aula........................................................................ 29
Bibliografia ........................................................................... 31
Sites para atividades.............................................................. 32
Introdução à Arte Digital 1

Objetivo

Estimular a criação artística para possibilitar a expressão do


potencial criativo dos participantes permitindo o contato com o mundo
da arte e o uso de ferramentas de manipulação, edição e produção de
imagens digitais. Esta nova perspectiva conta com ferramentas
digitais que fazem o trabalho de um “pincel virtual”.
Introdução à Arte Digital 2

Justificativa

Essa oficina foi desenvolvida com intuito de estimular e


desenvolver a criatividade dos profissionais, o senso artístico e a
habilidade em manipular as ferramentas do KolourPaint e as
ferramentas básicas do GIMP, com a criação de desenhos e atividades
relacionadas.
Introdução à Arte Digital 3

Introdução

A Arte Digital é a ligação de dois conceitos: Arte e Digital.


Refere-se à arte que é produzida por um meio digital, o computador,
e estende-se a diversas áreas das artes.

Segundo BONETTI (COS-PUC/SP, 1997) “o desenvolvimento


técnico atual do computador encontra-se numa fronteira importante
que é o desenvolvimento da condição de migração de um tipo de
imagem para outro”, ou seja, da imagem produzida por meio da
pintura, gravura, fotografia, entre outros, para a imagem criada ou
manipulada por meio do computador e a fotografia digital.

Assim, nesta oficina, o conceito de arte digital estará baseado


na manipulação, edição e tratamento de imagens, por meio do uso do
computador e suas ferramentas.
Introdução à Arte Digital 4

Arte Digital

A palavra ARTE originou-se do vocábulo latino ars, artis, que


vem de ágere, e significa agir. A arte tem como uma das funções
documentar os fatos.

Quando falamos sobre valores em Arte logo pensamos em


Estética, no que é Belo. Mas o Belo é relativo pois, cada pessoa tem
seu gosto particular e diferenciado. É preciso usufruir da riquíssima
fonte de expressão que é a Arte e deixar de lado o “padrão” a ser
seguido pois, como vimos, o que pode ser bonito para um, pode ser
feio para outro e vice-versa.

Assim como é preciso usufruir a Arte Digital, é preciso


desfragmentar a idéia de que Arte é somente palpável, com texturas
ou sensível aos olhos. Se a Arte evoluiu de desenhos nas cavernas
para a que temos hoje, por que não podemos fazer a Arte
Digitalmente?

A partir do momento que as pessoas assimilarem as novas


ferramentas criadoras, com certeza a Arte passará a ser imaginativa,
criadora e mais poderosa, como foi a de Picasso, Michelangelo e
outros.

As experiências com a realidade virtual permitirão recriar o


imaginário, portanto é preciso soltar a imaginação! Arte está presente
em todos os momentos de nossas vidas.
Introdução à Arte Digital 5

Direitos Autorais

É muito importante que, antes de utilizar uma imagem, seja


ela de jornal, revista ou Internet, saibamos a quem pertence, e se a
mesma está protegida pela lei de direitos autorais.

Neste caso, o uso indevido pode gerar à pessoa infratora


desagradáveis processos, que poderão variar conforme o custo da
imagem violada.

Por isso, muito cuidado para não cometer infrações!!! Na rede,


pesquisando, podemos encontrar bancos de imagens gratuitos, mas
em seu trabalho coloque a citação da fonte ou bibliografia dos
documentos utilizados. Pesquise!!! E bom trabalho!!!

A seguir está disponibilizada a lei de direitos autorais 9.610, de


19 de fevereiro de 1998, que diz:

CAPÍTULO III

Dos Direitos Patrimoniais do Autor e de sua Duração

Artigo 44. O prazo de proteção aos direitos patrimoniais sobre obras


audiovisuais e fotográficas será de setenta anos, a contar de 1º de
janeiro do ano subseqüente ao de sua divulgação.
Introdução à Arte Digital 6

Artigo 45. Além das obras em relação às quais decorreu o prazo de


proteção aos direitos patrimoniais, pertencem ao domínio público:

I - as de autores falecidos que não tenham deixado sucessores;


II - as de autores desconhecidos, ressalvada a proteção legal aos
conhecimentos étnicos e tradicionais.

CAPÍTULO IV

Da Utilização da Obra Fotográfica

Artigo 79. O autor de obra fotográfica tem direito a reproduzi-la e


colocá-la à venda, observadas as restrições à exposição, reprodução e
venda de retratos, e sem prejuízo dos direitos de autor sobre a obra
fotografada, se de artes plásticas protegidas.

§ 1º A fotografia, quando utilizada por terceiros, indicará de forma


legível o nome do seu autor.

§ 2º É vedada a reprodução de obra fotográfica que não esteja em


absoluta consonância com o original, salvo prévia autorização do
autor.
Introdução à Arte Digital 7

A Oficina de Arte Digital estimula a manipulação, edição e


tratamento de imagens, por meio do computador e suas ferramentas.
A seguir, trabalharemos com alguns recursos dos Editores de
Imagens, estudos de cores e exercícios propostos.

Introdução ao KolourPaint

O KolourPaint é um programa de desenho livre e fácil de usar.


É perfeito para as tarefas do dia-a-dia como:

• Desenho - desenhar diagramas e “pinturas manuais”,

• Manipulação de Imagens - editar imagens e fotos; aplicar


efeitos,

• Edição de Ícones - desenhar imagens e logotipos com


transparência.

Uma forma rápida de selecionar uma ferramenta no


KolourPaint é pressionar o atalho de teclado associado a ele. Por
exemplo: para selecionar o pincel, clique em Alt+Shift+B ou apenas
em B (quando não estiver escrevendo texto).

Abaixo estão exibidos os detalhes de cada ferramenta e seus


respectivos atalhos.
Introdução à Arte Digital 8

Pincel (B)

Clique numa das formas para selecionar a forma


geométrica do pincel. Você poderá usar uma forma
de pincel circular, quadrada, em barra ou em barra
invertida.

O botão esquerdo do mouse desenha com a cor


principal. O botão direto do mouse desenha com a cor
de fundo.

Borracha de Cores (O)

Para atribuir a nova cor de desenho, clique com o botão


esquerdo num pixel. Para atribuir a nova cor de fundo, clique
com o botão direto do mouse num pixel. O KolourPaint irá
então voltar à ferramenta selecionada anteriormente.

Seletor de Cores (C)

Para atribuir a nova cor de desenho, clique com o botão


esquerdo num pixel. Para atribuir a nova cor de fundo, clique
com o botão direto do mouse num pixel. O KolourPaint irá
então voltar à ferramenta selecionada anteriormente.
Introdução à Arte Digital 9

Linhas Conectadas (N) e Polígonos (G)

Clique e arraste para desenhar linhas conectadas ou


poligonais. A ferramenta do polígono é usada da mesma
forma, só que os pontos inicial e final são automaticamente
conectados para formar um polígono.

O botão esquerdo do mouse desenha com a cor principal. O


botão direto do mouse desenha com a cor de fundo e irá
inverter também a cor de preenchimento dos polígonos.

Curva (V)

Clique e arraste para desenhar uma linha - isto configura os


pontos inicial e final. Você poderá definir até dois pontos de
controle por arrastamento. Para terminar a curva sem usar
qualquer um dos pontos de controle, clique com o outro
botão do mouse. A ferramenta de curvas desenha uma
Bezier Cúbica.

O botão esquerdo do mouse desenha com a cor principal. O


botão direto do mouse desenha com a cor de fundo.
Introdução à Arte Digital 10

Elipse (E)

O botão esquerdo do mouse desenha com a cor principal. O


botão direto do mouse desenha com a cor de fundo e irá
inverter também a cor de preenchimento.
Borracha (A)

Clique e arraste a borracha para apagar os erros. Ao


contrário das outras ferramentas, as borrachas desenham
com a cor de fundo. Para desenhar com a cor principal, use o
botão direto do mouse.
Preenchimento (F)

Clique para preencher uma determinada região.

Linha (L)

Clique e arraste para desenhar uma linha.

O botão esquerdo do mouse desenha com a cor principal.


O botão direto do mouse desenha com a cor de fundo.
Introdução à Arte Digital 11

Traço (P)

Clique para desenhar um ponto ou clique e arraste para


desenhar uma linha livre.

O botão esquerdo do mouse desenha com a cor principal. O


botão direto do mouse desenha com a cor de fundo.

Retângulo (R)

Clique e arraste para desenhar um retângulo.

Retângulo Arredondado (U)

O Retângulo Arredondado é um retângulo com os cantos


arredondados.

Seleção (Elíptica) (I), Seleção (Forma Livre) (M) e


Seleção (Retangular) (S)

Use as ferramentas de seleção para definir o contorno de


uma seleção. Para mover a seleção, clique e arraste-a. A
janela principal se deslocará para lhe permitir mover a
seleção para uma parte da imagem que não esteja visível
atualmente.
Introdução à Arte Digital 12

Spray (Y)

Clique e arraste para fazer grafites com 'spray'.


Mantenha o botão do mouse pressionado para um
'spray' mais concentrado.

Clique numa das formas para selecionar o


tamanho do 'spray'. Você poderá selecionar os

tamanhos de 'spray' 9x9, 17x17 e 29x29.

Texto (T)

Clique e arraste uma área na qual irá escrever algum texto.


Clique e arraste o contorno para o mudar de posição. Você
poderá redimensionar a área de texto, arrastando pontos de
redimensionamento.
Introdução à Arte Digital 13

A Caixa de Cores

A Caixa de Cores possui três seções principais: a Tabela de


Cores, a Paleta de Cores e o Seletor de Semelhança de Cores.

A Tabela de Cores mostra a cor principal atual como um


quadrado por cima de outro quadrado que representa a cor de fundo
atual. Ao desenhar com o botão esquerdo do mouse, é usada a cor
principal e, ao desenhar com o botão direto do mouse, é usada a cor
de fundo (exceto nas Borrachas). Você poderá clicar na seta de duas
pontas para trocar as cores.

A Paleta de Cores mostra uma seleção de cores onde você


poderá escolher a cor a usar. A pirâmide translúcida representa a cor
transparente. Clique com o botão esquerdo do mouse para definir a
cor principal e com o botão direto do mouse para definir a cor de
fundo. Você poderá também arrastar e soltar qualquer cor opaca nos
quadrados da Tabela de Cores. Para editar uma cor na Tabela ou na
Paleta de Cores, faça duplo-clique nela. A ferramenta Seletor de
Cores permite-lhe selecionar uma cor da imagem.
Introdução à Arte Digital 14

Estudo de cores

A cor é um fenômeno físico da luz que é captada pelo olho


humano. Portanto, onde não há luz não há cor. As cores se dividem
em classes.
A primeira classe é a das cores primárias, composta pelo
vermelho, amarelo e azul. São chamadas cores primárias pois não há
como fazê-las através de outras misturas. A segunda classe é a das
cores secundárias, originadas pela mistura de duas cores primárias.
Assim, a mistura do vermelho e do amarelo resulta no laranja; o azul
e amarelo, no verde; o vermelho e o azul, no roxo. As cores terciárias
são o resultado da mistura de uma cor secundária com uma cor
primária, por exemplo, um verde com uma amarelo.
Introdução à Arte Digital 15

Cores no Computador

Em computação gráfica as cores usadas são chamadas de


modelo de cor e cada modelo tem uma apresentação e medição da
cor. São eles: HSV (hue, saturation, value), RGB (red, blue, green),
CMYK (cyan, magenta, yellow, black).

O modelo HSV é o usado pelo programa Gpaint. As cores


podem ser definidas pelo usuário conforme o valor por ele controlado.
O modelo RGB é o usado nos monitores que mostram as imagens
através da mistura das três cores primárias da luz: vermelho, verde e
azul. O modelo CMYK é o usado na impressão. Freqüentemente, essas
cores são chamadas de cor pigmento, e através da mistura de
pigmentos ciano, magenta, amarelo e preto é que conseguimos outras
cores.
Introdução à Arte Digital 16

Efeitos de Imagens

Para elaborar imagens com efeitos. Menu Imagem -> Mais


efeitos ou Crtl+M. Este diálogo contém os recursos para
Balanceamento, Gravar, Aplanar, Inverter, Reduzir Cores e
Suavizar & Afiar.

Balanceamento
Introdução à Arte Digital 17

Este recurso permite definir o brilho, o contraste e o fator


gama da imagem ou da área selecionada. A medida mais comum do
gama (um valor decimal de 0,10 a 10,00) está localizada entre o
campo incremental Gama e o botão Limpar.

Relevo

Clique em Habilitar para aplicar o efeito de Relevo. Isto realça


os extremos e dá à imagem ou seleção um "efeito de relevo".
Introdução à Arte Digital 18

Achatado

Isto recolore a imagem com tons variados das duas cores


selecionadas.
Introdução à Arte Digital 19

Inverter

Este recurso permite inverter um ou mais canais RGB na


imagem ou na seleção. Selecione Tudo para mudar uma foto para o
seu negativo e vice-versa. Isto normalmente cria um efeito bastante
engraçado.

Para inverter rapidamente todos os canais, você não precisa de


usar este diálogo. Você poderá acessar em alternativa ao item
Inverter Cores do menu Imagem ou Seleção.
Introdução à Arte Digital 20

Reduzir Cores

Isto reduz o número de cores usado pela imagem ou pela


seleção, com ou sem rasterização.

A rasterização oferece normalmente melhores resultados de


qualidade, contudo, poderá querer desativá-la para efeitos artísticos;
por exemplo ao usar o Monocromático em vez do Monocromático
(Rasterizado) irá dar um efeito de silhueta.
Introdução à Arte Digital 21

Outra distinção importante é que, enquanto o Monocromático


(Rasterizado) irá reduzir sempre a imagem inteira ou a seleção para
preto-e-branco, o Monocromático só fará isso se a imagem ou a
seleção tiver mais de 2 cores.

Suavizar & Endurecimento

Use este efeito para suavizar ou afiar os detalhes da imagem.


Introdução à Arte Digital 22

Introdução ao GIMP

O GIMP é um software gratuito e de código livre que possibilita


fazer o tratamento de imagens digitais.

O nome GIMP significa GNU Image Manipulation Program


(Programa de Manipulação de Imagens GNU). Ele possibilita trabalhar
com diversos formatos de imagens. Semelhante ao Adobe Photoshop,
o GIMP é uma da maiores referências para o tratamento de imagens
no mundo do software livre.

O GIMP possui duas áreas de trabalho. Na primeira área é


exibida a barra de ferramentas e também as configurações do GIMP.
Na segunda área é exibida a área de trabalho da imagem. Estas duas
áreas podem ser trabalhadas em conjunto.
Introdução à Arte Digital 23

Novo Arquivo

Criando uma Nova Imagem


Introdução à Arte Digital 24

Seleção Retangular

A primeira ferramenta na caixa, e, até a versão 2.0, a


ferramenta padrão do GIMP é a Seleção Retangular. Para se
criar uma nova seleção retangular, basta, na janela da imagem, clicar
no que será um dos cantos do retângulo, e arrastar o mouse -com o
botão pressionado até a extremidade oposta do retângulo. A nova
seleção é indicada por um contorno tracejado intermitente, por vezes
chamado de "Formigas Marchantes".

Seleção Elíptica

A ferramenta de Seleção Elíptica usa as mesmas opções


que a ferramenta de Seleção Retangular, só que desenha
uma elipse inscrita em retângulo imaginário que vai do ponto em que
se começa a desenhar a seleção até a posição atual do cursor.

Pincel

A ferramenta padrão "de fato" para desenhar a mão livre


no GIMP. Funciona em tudo como a ferramenta lápis, mas quase
todos os pincéis se beneficiam de se mesclarem com a transparência
em menor ou maior grau em suas bordas - eliminando o efeito de
"aliasing" - as escadinhas de pixels.
Introdução à Arte Digital 25

Borracha

Esta ferramenta "apaga" partes do desenho. Em camadas


que tenham transparência, ela apaga para transparência -
na verdade ela diminui a opacidade nos pontos em que o pincel
utilizado é preto (os mesmos pontos em que as outras ferramentas
deixam a tinta passar).

Exercício Proposto

Em uma imagem com a medida de 640x480px desenhar um


triângulo sobre um quadrado e o quadrado sobre um retângulo. Cada
forma geométrica terá uma cor diferente das outras. Salvar a imagem
como JPG.

Manipulação com imagem

Faremos um princípio de manipulação com imagem, faremos a


alteração de cor de íris.

Primeiro, escolha a imagem que você vai querer modificar, No


caso nós utilizamos essa:
Introdução à Arte Digital 26

Em seguida, faça a seleção da parte colorida do olho com sua


ferramenta de seleção preferida. E faça o possível para retirar os
reflexos de luz da seleção. Assim:
Introdução à Arte Digital 27

Tire a cor da imagem, indo em filtros->cores->mapear-


>mapear com degradê. Isso vai deixar a seleção branca e preta, se
você não tiver mexido nas cores de frente e de fundo. Sua imgem
deverá ficar deste modo:

Escolha uma cor clara, e deixe como cor de fundo. Como cor
de frente deixe preto, Agora mapeie novamente com o degradê em:
filtros->cores->mapear->mapear com degradê.
Introdução à Arte Digital 28

Pegue a ferramenta desfoca ou deixa nítido, e deixe as opções


conforme a imagem abaixo:

Em seguida, passe em volta da parte colorida do olho, para


tirar essas bordas duras.
Introdução à Arte Digital 29

Plano de aula
1ª aula
● Apresentação pessoal – Dinâmica da Integração Cartão Postal
ou Revista.
● Apresentação do conteúdo da Oficina.
● KolourPaint – Levantamento do conhecimento
● Exercício 1 – criação de uma imagem utilizando as formas e
ferramentas básicas e cores primárias
● Exercício 2 - Tema “Autoimagem”

2ª aula
● Exercício 3 – Desafio do Ovo.
● Apresentação - Atividade: Quem é o artista?
● Direitos Autorais

3ª aula
● Dinâmica “Desenho coletivo”.
● Exercício de criação inspirado em Mondrian
● Atividade: Montagem
● Interpretação da arte

4ª aula
● Jogo dos 7 erros
● Apresentação do Gimp - ferramentas
Introdução à Arte Digital 30

5ª aula
● Exercício: Alteração cor dos olhos no GIMP.
● Exercício: Praia

6ª aula
● Atividade: Desenho criativo
● Apresentação dos desenhos criados

7ª aula
● Conhecendo história em quadrinhos
● Sites para criação da HQ
● Relembrando editor de texto
● Elaborando Gibi

8ª aula
● Valorizando o trabalho – adicionar plano de fundo ou outros
recursos para enriquecer as histórias dos alunos

9ª aula
● Finalização do gibi
● Apresentação do gibi

10ª aula
● Atividade: Exercício de finalização
● Apresentação das histórias dos grupos – da mesma maneira
que foi apresentado o gibi anterior.
Introdução à Arte Digital 31

Bibliografia

Livro consultado:
BONETTI, Marco A. Digitalógico e Ananal – In, Revista 1ª Jornada
CEPE. São Paulo: COS-PUC/SP, 1997.

www.ufpel.edu.br/lpd/ferramentas/gimp.pdf – acessado em
09/07/08 - 8h

http://cppcb.vilabol.uol.com.br/manifestocult2000.html – acessado
em 10/07/08 – 9h

http://docs.kde.org/stable/pt_BR/kdegraphics/kolourpaint/introductio
n.html – acessado em 10/07/08 - 9h30min

http://www.historiadaarte.com.br/ - acessado em 21/07/08 -


11h30min

http://www.quattro.com.br/passage/artedigi.htm – acessado em
12/08/08 - 11h40min

http://jus2.uol.com.br/pecas/texto.asp?id=692 – acessado em
12/08/08 – 11h40min

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/19610.htm – acessado em
08/09/08 - 14h33min
Introdução à Arte Digital 32

Sites indicados para atividades:

www.meugibi.com

http://pixton.com/br

http://flashface.ctapt.de

www.momo-1.com/monoface/main.html

www.makebeliefscomix.com/Comix

www.aniboom.com

www4.liftmagic.com/liftmagic/lift.php?id=

www.hairmixer.com

http://picascii.com

www.photovisi.com

www.pixisnap.com

www.photofunia.com

www.faceinhole.com

www.imaginationcubed.com

www.cyberartes.com.br

http://www.brincandoseaprende.com.br/artes.php?area=Artes