Você está na página 1de 10

MEDICINA LEGAL

09 Toxicologia

09.1 - Introdução

Noções Gerais
Psicotrópicos:
Toxicologia é o ramo da medicina legal que estuda os psicotrópicos e seus efeitos. Os
psicotrópicos são todas as drogas capazes de provocar alterações no psiquismo humano. São
classificados em psicolépticos, psicoanalépticos ou psicodislépcticos.

PSICOTRÓPICOS Psicolépticos Psicoanalépticos Psicodislépticos

EFEITO Provocam a diminuição São estimulantes da São alucinógenos ou


das atividades cerebrais, atividade mental. despersonalizantes.
produzindo a sensação Suprimem a sensação de
de tranquilidade no sono, fome, sede e
usuário. cansaço.

EXEMPLOS Barbitúricos Anfetaminas LSD

Dependência Psíquica:
É caracterizada pela compulsão em consumir a droga de maneira periódica ou contínua,
quer para a obtenção de prazer, quer para alívio de um mal estar.

Dependência Física:
É caracterizada pelo surgimento de transtornos de natureza física ou pela síndrome de
abstinência (estado patológico que se manifesta em pessoa dependente de alguma droga
quando para de consumi-la).

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 1
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
09.2 – As Espécies de Psicotrópicos

Álcool
Noções Iniciais:
O álcool etílico é uma substância psicoativa que é socialmente tolerada. Age sobre o sistema
nervoso do indivíduo (ação depressora). A ingestão frequente e imoderada do álcool etílico
pode levar à dependência e à tolerância.

Embriaguez Simples:
A embriaguez possui as seguintes fases:
ƒ fase eufórica: a capacidade de julgamento se compromete, há certo grau de erotismo e
nessa fase é possível que se faça confissões ou revele segredos;
ƒ fase agitada: caracterizada pelas perturbações psico-sensoriais profundas, há abolição
da crítica, perda do equilíbrio, alteram-se as funções intelectuais, o juízo crítico, a
atenção e a memória;
ƒ fase comatosa: inicialmente há sono e o coma se instala progressivamente (o estado de
coma pode tornar-se irreversível).

Delirium Tremens:
É uma forma de perturbação mental passível de ocorrer em alcoólatras e caracterizada por
diversos sintomas. O paciente mostra-se exaltado, irriquieto, treme e transpira
abundantemente, por vezes alucina: vê animais minúsculos (zoopsias), fios viscosos no ar e,
recebendo uma folha de papel em branco e pedindo que leia, ele de fato começa a ler.

Dipsomania:
É um impulso mórbido periódico e irresistível que leva o indivíduo a ingerir grande
quantidade de bebidas alcoólicas.

Síndrome de Korsakow:
É caracterizada pela perturbação na memória, desorientação, amnésia e fabulação. O
paciente com essa doença já não sara mais.

Embriaguez Patológica:
É um estado observado em certos indivíduos em que pequenas doses produzem grandes
efeitos.

Cannabis
Origem e Composição:
É um entorpecente extraído do cânhamo (Cannabis Sativa), erva trepadeira da família das
moráceas, de origem central-asiática. Apresenta-se na forma de maconha ou haxixe.
Apresenta na sua composição a substância ativa delta-9-tetrahidrocanabiol.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 2
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
Modo de Consumo:
Geralmente é fumada.

Efeitos Somáticos:
Taquicardia, palpitação, ligeiro aumento da pressão arterial, congestão da conjuntiva ocular
(olhos avermelhados) e boca seca.

O uso continuado leva a problemas respiratórios (bronquites) e pode causar infertilidade


no homem.

Efeitos Psíquicos:
Embriaguez, com sinais de excitação ou depressão das atividades psíquicas: euforia, acessos
de riso, angústia acompanhada de medo da morte, ilusões, etc.

Cocaína
Origem e Composição:
Substância natural extraída do Epadú ou Folha de Coca (Erythroxylon Coca). É um
psicotrópico caracterizado como um alcalóide cristalino e incolor, que se apresenta como
um pó branco inodoro e de sabor amargo. Dissolve-se facilmente em álcool, éter ou
clorofórmio, sendo menos solúvel em água.

Modo de Consumo:
Pode ser cheirada (mais comum), injetada ou fumada.

Efeitos Somáticos:
Por seu intermédio a taxa de glicose do sangue se eleva, o ritmo cardíaco acelera e uma
vasoconstrição periférica se produz, elevando a pressão arterial e produzindo melhor
irrigação do cérebro e da musculatura. A primeira ação do tóxico realiza-se em nível córtex
cerebral, manifestando-se por uma sensação de euforia, extrema agitação e loquacidade. O
aumento das doses pode provocar irritabilidade, agressividade, delírios e alucinações
(psicose cocaínica). Altas doses podem causar convulsão ou infarto.

Efeitos Psíquicos:
Sensação intensa de euforia e poder. O uso intenso da droga leva a uma sensação de cansaço
e ansiedade.

Crack
Origem e Composição:
Crack é cocaína muito pura e potente. É o pó de cocaína, misturado ao bicarbonato de sódio,
água e calor, produzindo-se a pedra de crack.

Modo de Consumo:
A pedra de crack é queimada e aspira-se a fumaça da droga (fumada).

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 3
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
Efeitos Somáticos:
Quando introduzida no organismo, este prepara para se “defender” da substância (as drogas
só funcionam porque nosso organismo possui um sistema que é ativado por elas). O crack é
uma droga simpatomimética, quer dizer, é uma substância que imita (mimetiza) os
estímulos que fazem funcionar o sistema nervoso simpático. Normalmente o sistema
simpático é ativado em situações que requerem grande esforço físico e mental, como
situações de perigo ou estímulos sexuais. A droga faz o corpo “imitar” artificialmente estas
situações: as pupilas dilatam para aumentar a percepção, o suor aumenta para esfriar o
corpo, a percepção fica mais aguda para os estímulos que provocam a prontidão, os vasos
sanguíneos que irrigam os músculos e cérebro levam mais sangue, os que vão para o sistema
digestivo levam menos sangue, aumenta o ritmo da respiração e o coração bate mais
rapidamente. O uso contínuo provoca ainda outros efeitos:
ƒ problemas respiratórios: o usuário fica mais suscetível a infecções do sistema
respiratório, o nariz sangra com frequência;
ƒ perda de peso;
ƒ problemas com a visão;
ƒ dificuldade para dormir.

Efeitos Psíquicos:
Euforia, excitação, otimismo. Após advém a depressão, o indivíduo fica passivo, não vê
graça em nada e começa a procurar mais droga para aliviar a depressão. O uso contínuo
pode levar a delírios e paranóias.

Estimulantes
Origem e Composição:
São os principais estimulantes:
ƒ anfetaminas: conhecidas também como “bolinhas”, o produto mais usado é o Pervitin,
que é moderador de apetite;
ƒ efedrina: asmosterona (remédio para asma);
ƒ similares de anfetaminas: Inibex, Hipofagin, Dualidi (moderadores de apetite).

Modo de Consumo:
Pode ser oral ou injetados.

Efeitos Somáticos:
Insônia, perda de apetite, pupilas dilatadas, aceleração do pulso e aumento da pressão
aterial. Podem causar degeneração de células do cérebro. A superdosagem causa agitação,
aumento da temperatura, alucinações, convulsões e morte possível.

Efeitos Psíquicos:
Produzem euforia, excitação e hiperatividade. Tem alto potencial de criar dependência.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 4
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
Alucinógenos
Origem e Composição:
São os principais alucinógenos fabricados em laboratório:
ƒ LSD: (dielatiamida do ácido lisérgico);
ƒ Extasy: (metilenodioximetanfetamina - MDMA)
ƒ Artane: remédio para Mal de Parkinson.

LSD:
LSD é a abreviatura da expressão alemã Liserg Säure Diethylamid, que denomina a
substância resultante da união entre o ácido lisérgico e uma dietilamida, obtida em 1938
pelo cientista alemão Albert Hoffman, que procedia a experimentos químicos nos
laboratórios Sandoz Chemical Works e ingeriu acidentalmente esta substância. Embora
ínfima a quantidade ingerida, foi suficiente para Hoffman passar a ter assombrosas
alucinações, algumas belíssimas, outras pavorosas, sempre num indescritível e
inesgotável jogo de cores. Atualmente o LSD é sintetizado quimicamente em laboratório
a partir de uma substância produzida pelo fungo conhecido como “esporão de centeio”.

Modo de Consumo:
Pontos (microgramas da droga) são dissolvidos na boca (LSD). O extasy é ingerido em
comprimidos.

Efeitos Somáticos:
O LSD tem poucos efeitos no corpo: o pulso pode ficar mais rápido, as pupilas dilatarem e a
pessoa sentir excitação. Pode causar flashbacks (o efeito da droga é sentido semanas ou
meses depois de ela ter sido consumida). O extasy provoca sede, fome e insônia.

Efeitos Psíquicos:
Ilusões e alucinações, diminuição da percepção do tempo e espaço, despersonalização.

Cogumelos
Origem e Composição:
Alucinógeno natural.

Modo de Consumo:
Em forma de chá.

Efeitos Somáticos:
Pode haver dilatação das pupilas, suor excessivo, taquicardia e náusea / vômito.

Efeitos Psíquicos:
Induzem à alucinações e delírios. Sons incomuns são percebidos e as cores ficam mais
brilhantes.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 5
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
Depressores
Origem e Composição:
Podem ser:
ƒ barbitúricos (Gardenal, Comital, Optalidon): anticonvulsivos, sedativos e hipnóticos;
ƒ benzodiazepinas (Dienpax, Diazepan, Antidistônico, Lorax, Librium, Valium,
Somalium, Tensil): antiansiedade, sedativos e hipnóticos;
ƒ clorofórmio e éter: anestésico em desuso, atualmente é usado como lança perfume.

Modo de Consumo:
Em geral por via oral ou injetados, o lança perfume é inalado.

Efeitos Somáticos:
Respiração superficial, pele fria, pupilas dilatadas, pulso rápido e fraco, coma, morte
possível. O clorofórmio pode provocar parada cardíaca.

Efeitos Psíquicos:
Voz pastosa, desorientação e estado de embriaguez sem hálito alcoólico.

Solventes Orgânicos
Origem e Composição:
São hidrocarbonetos como aguarrás, desodorantes, cola de sapateiro e outras colas.

Modo de Consumo:
Inalados.

Efeitos Somáticos:
Os solventes praticamente não atuam em outros órgãos, fora o cérebro, porém, podem
causar lesões na medula, nos rins, no fígado e nos nervos periféricos (pessoas andam com
dificuldade).

Efeitos Psíquicos:
Os efeitos são rápidos, duram em geral minutos. Eles vão desde uma estimulação inicial,
seguida de depressão até alucinação.

Narcóticos
Origem e Composição:
Podem ser:
ƒ ópio: elixir paregórico (analgésico e antidiarréico);

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 6
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
ƒ morfina: é um alcalóide derivado do ópio que produz no sistema nervoso central uma
combinação de efeitos depressores e estimulantes, se apresenta na forma de cloridrato
de morfina (analgésico usado só em hospitais);
ƒ codeína: Tussiflex, Gotas Binelli, Belacolid (antitussígenos);
ƒ heroína: substância semi-natural obtida a partir da modificação química da morfina
(ópio);
ƒ medipirina: Demerol (analgésico);
ƒ Algafan (analgésico).

Ópio:
O ópio é uma substância extraída da papoula que permite a obtenção de diversos
narcóticos, tais como a morfina, a heroína, a codeína, o Láudano de Sydenhan e o elixir
paregórico.

Modo de Consumo:
Em geral é oral ou injetado, a heroína além de ser injetada, pode ser também fumada. Um
dependente de heroína toma até três “baques” (injeções) da droga por dia.

Efeitos Somáticos:
Tonturas, depressão respiratória, contração de pupilas, náuseas. Uma “overdose” pode
causar respiração lenta e superficial, convulsões e morte possível.
Alto poder de dependência física.

Efeitos Psíquicos:
Aumenta o sono, diminui a dor, provoca o estado de torpor e calmaria, em que a realidade e
fantasia se misturam. Seus efeitos duram de três a seis horas.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 7
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
Questões de Concursos

Nas questões a seguir, assinale a alternativa que julgue correta.

01 - (Delegado/SP – 2000) Substância extraída de determinada espécie vegetal, ao ser ingerida,


proporciona visões de divindades, espíritos benéficos e maléficos, em rituais místicos. Tal
substância pode ser considerada
( ) a) psicomimética.
( ) b) psicoléptica.
( ) c) psicoanaléptica.
( ) d) psicodisléptica.

02 - (Delegado/SP – 1999) Drogas psicoativas que suprimem a sensação de fome, sede, cansaço e
sono são
( ) a) psicolépticas.
( ) b) psicoanalépticas.
( ) c) psicodislépticas.
( ) d) neurolépticas.

03 - (Delegado/SP – 1999) Alucinações visuais e tácteis constituídas basicamente da percepção de


animais minúsculos em movimento são características
( ) a) do “delirium tremens” do alcoolismo crônico.
( ) b) da alucinose alcoólica.
( ) c) da intoxicação pela amida do ácido lisérgico.
( ) d) da intoxicação pelo haxixe.

04 - (Delegado/SP – 1998) As drogas psicodislépticas


( ) a) estimulam o sistema nervoso central.
( ) b) inibem o sistema nervoso central.
( ) c) estimulam ou inibem o sistema nervoso central.
( ) d) nem estimulam, nem inibem o sistema nervoso central.

05 - Moderadores farmacológicos de apetite, que abolem a sensação de fome, são, na maior


parte dos casos
( ) a) drogas psicolépticas.
( ) b) drogas psicoanalépticas.
( ) c) drogas psicodislépticas.
( ) d) hormonios de emagrecimento.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 8
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
06 - Um usuário habitual de álcool etílico
( ) a) jamais desenvolve tolerância ou dependência a esta droga.
( ) b) pode desenvolver tolerância, mas não dependência a esta droga.
( ) c) pode desenvolver dependência, mas não tolerância a esta droga.
( ) d) pode desenvolver tanto tolerância quanto dependência a esta droga.

07 - Diz-se que um indivíduo sofre de vício em relação a uma droga psicoativa, quando ele
( ) a) necessita de doses cada vez maiores, para sentir os mesmos efeitos.
( ) b) é psicologicamente dependente da droga.
( ) c) é fisicamente dependente da droga.
( ) d) é usuário de mais de um tipo de droga.

08 - A embriaguez patológica
( ) a) ocorre em doentes mentais.
( ) b) se observa quando pequenas produzem grandes efeitos.
( ) c) equivale a dipsomania.
( ) d) é sinônimo de alcoolismo crônico.

09 - Delta-9-Tetrahidrocanabinol é o princípio ativo mais potente


( ) a) do ópio.
( ) b) da cocaína.
( ) c) do LSD.
( ) d) da maconha.

10 - Classifica(m)-se entre as drogas psicoanalépticas


( ) a) o LSD.
( ) b) a mescalina.
( ) c) as anfetaminas.
( ) d) os barbitúricos.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 9
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.
Gabarito
01. D 02. C 03. C 04. B 05. D 06. B 07. D 08. B 09. A 10. D

Bibliografia
„ Curso Básico de Medicina Legal „ Medicina Legal
Odon Ramos Maranhão Hélio Gomes
Revista dos Tribunais Freitas Bastos

Apostilas Concursos Jurídicos

Medicina Legal
09 – Toxicologia

Atualizada em 10.12.2011

Todos os direitos reservados à


CMP EDITORA E LIVRARIA LTDA.

Apostilas Concursos Jurídicos


© Copyright 2000/2012 – Todos os direitos reservados à CMP Editora e Livraria Ltda. – www.concursosjuridicos.com.br 10
(JW6228) Uso exclusivo do assinante. É proibida a reprodução desta apostila por qualquer processo eletrônico ou mecânico.