Você está na página 1de 14

CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 01 Visto:

Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

1ª QUESTÃO (10 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

01. (PUCPR/2016) Fibrilação ventricular é um processo de contração desordenada do coração que leva à
falta de circulação sanguínea no corpo, chamada parada cardiorrespiratória. O desfibrilador cardíaco é
um equipamento que aplica um pulso de corrente elétrica através do coração para restabelecer o
ritmo cardíaco. O equipamento é basicamente um circuito de carga e descarga de um capacitor (ou
banco de capacitores). Dependendo das características da emergência, o médico controla a energia
elétrica armazenada no capacitor dentro de uma faixa de 5 a 360 J. Suponha que o gráfico dado
mostra a curva de carga de um capacitor de um desfibrilador. O equipamento é ajustado para carregar
o capacitor por meio de uma diferença de potencial de 4KV. Qual o nível de energia acumulada no
capacitor que o médico ajustou?

( A ) 100J.
( B ) 150J.
( C ) 200J.
( D ) 300J.
( E ) 400J.

02. (EsPCEx/2013) A pilha de uma lanterna possui uma força eletromotriz de 1,5 V e resistência interna
de 0,05 Ω. O valor da tensão elétrica nos polos dessa pilha quando ela fornece uma corrente elétrica de
1,0 A a um resistor ôhmico, é de:

( A ) 1,45 V.
( B ) 1,30 V.
( C ) 1,25 V.
( D ) 1,15 V.
( E ) 1,00 V.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 02 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

03. (FGV/2008) A unidade de medida de potencial elétrico do Sistema Internacional é o volt (V), que
também é a unidade da grandeza física chamada

( A ) força elétrica.
( B ) carga elétrica.
( C ) corrente elétrica.
( D ) força eletromotriz.
( E ) campo magnético.

04. (G1 – CFTMG/2007) A figura representa o modo como um estudante colocou quatro pilhas novas
em sua lanterna.

Nessa situação, é correto afirmar que:

( A ) a lâmpada irá queimar.


( B ) a lanterna não irá acender.
( C ) as pilhas durarão pouco tempo.
( D ) a luz emitida terá um brilho forte.
( E ) sendo a soma das forças contra eletromotrizes maior que a soma das forças eletromotrizes o
brilho será normal.

05. (UPE/2010) No circuito A, representado a seguir, considere os três resistores com resistências iguais
e, no circuito B, considere os três capacitores com capacitâncias iguais.

É correto afirmar que a resistência equivalente é igual a:

( A ) 3R, e a capacitância equivalente é igual a 3C.


( B ) R/3, e a capacitância equivalente é igual a 3C.
( C ) 3R, e a capacitância equivalente é igual a C/3.
( D ) R/3, e a capacitância equivalente é igual a C/3.
( E ) R, e a capacitância equivalente é igual a C.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 03 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

06. (UPE-SSA 3/2016) Uma partícula de carga positiva se move com velocidade de módulo v, em uma
região do espaço que possui um campo magnético de módulo B. Nessa situação, uma força magnética
de módulo F surge. Um conjunto de diagramas foi construído, representando todas essas grandezas
vetoriais. Observe os diagramas a seguir:

Está (ão) correto(s), apenas,

( A ) I.
( B ) V.
( C ) I e III.
( D ) II e V.
( E ) III e IV.

07. (UFMS/2015) O crescimento populacional e as inovações tecnológicas do século XX criaram uma


grande demanda de energia elétrica. Para produzi-la, escavamos o chão em busca de carvão ou óleo
para alimentar as usinas termelétricas, extraímos, enriquecemos e fissionamos urânio para aquecer a
água nas usinas nucleares, inundamos grandes extensões de terra para armazenar a água que move
as turbinas das hidrelétricas, ou erguemos torres com imensos cata-ventos para utilizarmos a energia
eólica. Em comum, todas essas formas de produção de energia elétrica baseiam-se na lei da indução
de Faraday, descoberta ainda no século XIX, a qual expressa o fato de que o/a

( A ) aquecimento de uma bobina condutora induz o movimento de agitação térmica dos elétrons do
condutor.
( B ) movimento de rotação de uma bobina condutora induz uma força mecânica que movimenta os
elétrons do condutor.
( C ) movimento de rotação de uma bobina condutora induz uma força eletromotriz que movimenta os
elétrons do condutor.
( D ) variação do fluxo elétrico através de uma bobina condutora induz uma força eletromotriz que
movimenta os elétrons do condutor.

( E ) a variação do fluxo magnético através de uma bobina condutora induz uma força
eletromotriz que movimenta os elétrons do condutor.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 04 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

08. (ENEM/2014) O funcionamento dos geradores de usinas elétricas baseia-se no fenômeno da indução
eletromagnética, descoberto por Michael Faraday no século XIX. Pode-se observar esse fenômeno ao
se movimentar um imã e uma espira em sentidos opostos com módulo da velocidade igual a v,
induzindo uma corrente elétrica de intensidade i, como ilustrado na figura.

A fim de se obter uma corrente com o mesmo sentido da apresentada na figura, utilizando os
mesmos materiais, outra possibilidade é mover a espira para a
( A ) esquerda e o ímã para a direita com polaridade invertida.
( B ) direita e o ímã para a esquerda com polaridade invertida.
( C ) esquerda e o ímã para a esquerda com mesma polaridade.
( D ) direita e manter o ímã em repouso com polaridade invertida.
( E ) esquerda e manter o ímã em repouso com mesma polaridade.

09. (UESC/2011) Uma haste condutora, de comprimento igual a 1,0m e de peso igual a 10,0N, cai a
partir do repouso, deslizando nos fios metálicos dispostos no plano vertical e interligados por um
resistor de resistência elétrica igual a 1,0Ω , conforme a figura.

Desprezando-se as forças dissipativas e sabendo-se que o conjunto está imerso na região de um


campo magnético uniforme de intensidade igual a 1,0T, o módulo da velocidade máxima atingida pela
haste é igual, em m/s, a:
( A ) 10,0.
( B ) 15,0.
( C ) 21,0.
( D ) 25,0.
( E ) 30,0.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 05 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

10. (UFPR) O primeiro forno de micro-ondas foi patenteado no início da década de 1950 nos Estados
Unidos pelo engenheiro eletrônico Percy Spence. Fornos de micro-ondas mais práticos e eficientes
foram desenvolvidos nos anos 1970 e, a partir daí, ganharam grande popularidade, sendo
amplamente utilizados em residências e no comércio. Em geral, a frequência das ondas
eletromagnéticas geradas em um forno de micro-ondas é de 2450 MHz. Em relação à Física de um
forno de micro-ondas, considere as seguintes afirmativas:

I. Um forno de micro-ondas transmite calor para assar e esquentar alimentos sólidos e líquidos.
II. O comprimento de onda dessas ondas é de aproximadamente 12,2 cm.
III. As ondas eletromagnéticas geradas ficam confinadas no interior do aparelho, pois sofrem
reflexões nas paredes metálicas do forno e na grade metálica que recobre o vidro da porta.

A alternativa correta é:

( A ) Somente a afirmativa I é verdadeira.


( B ) Somente a afirmativa II é verdadeira.
( C ) Somente a afirmativa III é verdadeira.
( D ) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
( E ) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 06 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

2ª QUESTÃO (11 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “X” NO RETÂNGULO À ESQUERDA, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO


VERDADEIRO, OU NA DIREITA QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

11. (UFSC/2015) Bárbara recebeu a seguinte tarefa de seu professor de Física: procurar em casa algum
equipamento que pudesse representar um circuito gerador-resistor-receptor. Após observar o seu
celular carregando, conectado ao computador por um cabo USB (Universal Serial Bus), tentou
representar o circuito de maneira esquemática, conforme a figura a seguir:

Dados:
εc = 5,5V
rc = 1,0Ω
εb = 4,6V
rb = 1,0Ω
Observação: a tensão de saída da porta USB deste computador é Vc = εc − i ⋅ rc = 5,0V , e a corrente
máxima é de 500 mA.

Levando em consideração essas informações, analise as assertivas que seguem.

V F Para carregar o celular, a tensão do gerador tem que ser, no mínimo, igual à tensão do
receptor.

V F Quando desconectamos o celular do computador, esse processo equivale a abrir a chave 1.

V F A corrente elétrica que percorre a bateria do celular quando a chave 1 está fechada é de
0,4A.

V F Para a resistência R igual a 50,0Ω, a corrente que percorre o celular, quando desconectado
do computador, é de aproximadamente 0,09A.

V F De acordo com o circuito, o resistor R sempre estará associado em paralelo com rb .

V F Se o celular estiver ligado e conectado ao computador, tanto o computador quanto a bateria


do celular serão os geradores do circuito.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 07 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

12. (UFPR/2015 - Adaptada) Michael Faraday foi um cientista inglês que viveu no século XIX. Por meio
de suas descobertas, foram estabelecidas as bases do eletromagnetismo, relacionando fenômenos da
eletricidade, eletroquímica e magnetismo. Suas invenções permitiram o desenvolvimento do gerador
elétrico, e foi graças a seus esforços que a eletricidade tornou-se uma tecnologia de uso prático. Em
sua homenagem uma das quatro leis do eletromagnetismo leva seu nome e pode ser expressa como:
Δ∅
ε= , em que ε é a força eletromotriz induzida em um circuito, ∅ é o fluxo magnético através
Δt
desse circuito e t é o tempo.

Considere a figura abaixo, que representa um ímã próximo a um anel condutor e um observador
na posição O. O ímã pode se deslocar ao longo do eixo do anel e a distância entre o polo norte e o
centro do anel é d. Tendo em vista essas informações, analise as proposições que seguem:

V F Mantendo-se a distância d constante, se observar-se-á o surgimento de uma corrente


induzida no anel no sentido horário.

V F Durante a aproximação do ímã à espira, observa-se o surgimento de uma corrente induzida


no anel no sentido horário.

V F Durante o afastamento do ímã em relação à espira, observa-se o surgimento de uma


corrente induzida no anel no sentido horário.

V F Girando-se o anel em torno do eixo z, observa-se o surgimento de uma corrente induzida.

V F Girando-se o anel em torno do eixo x, observa-se o surgimento de uma corrente induzida.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 08 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

3ª QUESTÃO (03 escores)

CORRESPONDÊNCIA

EXISTEM A SEGUIR VÁRIOS CONCEITOS EM COLUNAS. COLOQUE NOS PARÊNTESES DA COLUNA


DA DIREITA O NÚMERO QUE JULGAR CORRESPONDER AO CONCEITO DA COLUNA DA ESQUERDA.
CASO NÃO HAJA CORRESPONDÊNCIA, DÊ UM TRAÇO. LEVE EM CONTA QUE PODERÁ HAVER
REPETIÇÃO DE NÚMEROS.

13. Na Figura 1, a seguir, estão representados três objetos que utilizam eletricidade. Os gráficos da Figura
2 mostram o comportamento desses objetos por meio de suas características tensão (U) versus
intensidade de corrente (I).

Levando-se em conta o comportamento elétrico desses objetos, associe cada um deles com o
gráfico correspondente que o caracteriza.

O gráfico ( 1 ) refere-se a um gerador e, portanto, representa a bateria.


O gráfico ( 2 ) representa um receptor e, portanto, é o ventilador.
O gráfico ( 3 ) representa um resistor e, portanto, é o chuveiro.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 09 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

4ª QUESTÃO (28 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

14. (Fuvest-Adaptado) As características de uma pilha, do tipo PX, estão apresentadas a seguir, tal
como fornecidas pelo fabricante. Três dessas pilhas foram colocadas para operar, em série, em uma
lanterna que possui uma lâmpada L, com resistência constante R=3,0Ω.
Uma pilha, do tipo PX, pode ser representada, em qualquer situação, por um circuito equivalente,
2
formado por um gerador ideal de força eletromotriz ε=1,5V e uma resistência interna r= Ω, como
3
representado no esquema a seguir:

Esquema respresentativo:

Por engano, uma das pilhas foi colocada invertida, como representado na lanterna. Determine:

a) a corrente I, em amperes, que passa pela lâmpada, com a pilha 2 "invertida", como na figura.
(02 escores)
Gabarito

i=(1,5+1,5-1,5)/(2/3+2/3+2/3+3)

i=1,5/(15/3)

i=0,3A√

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 10 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

b) A potência P, em watts, dissipada pela lâmpada, com a pilha 2 "invertida", como na figura.
(02 escores)

Pd=Ri2√

Pd=3.(0,3)2

Pd=0,27W√

15. (UFPE) Três capacitores C1 = C2 = 1,0 µF e C3 = 3,0 µF estão associados como mostra a figura a
seguir. A associação de capacitores está submetida a uma diferença de potencial de 120 V fornecida
por uma bateria. Calcule o módulo da diferença de potencial entre os pontos B e C, em volts.

a) Calcule o capacitor equivalente do circuito (desenhe cada etapa). (02 escores)

Gabarito

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 11 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

b) Calcule a diferença de potencial entre B e C. (02 escores)

Sendo Q=CU, teremos que determinar a carga do mesmo, estando o capacitor de 2µF em
SÉRIE com o de 32µF, eles possuem a mesma carga, que é a mesma do capacitor
equivalente entre eles, portanto:
Q=CU
Q=1,2µ.120
Q=144µC√

Entre B e C:

Q=CU
144µ=3µ.UBC
UBC=48V√

c) Determine o valor da carga no capacitor C1. (02 escores)

Q1=C1U1
Q1=1 µ.(120-48) √
Q1=72 µC√

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 12 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

16. (ITA-Adaptado) Como funciona um teclado de computador?


Cada tecla tem embaixo um capacitor onde uma das placas é fixa e a outra pode se mover. A
diferença de potencial V entre as placas é mantida fixa por uma fonte externa. Quando apertamos a
placa, diminuímos a distância d entre elas. Sendo a capacitância dada por C = ε.A/d, ao acionar a
tecla, diminui a distância entre as placas e a capacitância aumenta. Em conjunto, elas funcionam
como um capacitor de placas planas paralelas imersas no ar.

Considere o vão existente entre cada tecla de um computador e a base do seu teclado. Em cada
vão, existem duas placas metálicas, uma delas presa à base do teclado, e outra, à tecla. Um circuito
elétrico detecta a variação da capacitância, indicativa do movimento da tecla. Considere então um
dado teclado, cujas placas metálicas têm 40 mm2 de área e 0,7 mm de distância inicial entre si.
Considere ainda que a permissividade do ar seja ε0 = 9 . 10-12 F/m. Se o circuito eletrônico é capaz de
detectar uma variação da capacitância a partir de 0,2 pF, então,

a) calcule a capacitância em pF das placas quando a distância entre elas é de 0,7mm. Considere nos
cálculos apenas as casas decimais. (03 escores)

Gabarito.

A= 40 10-6 m2√ e d= 0,7 10-3 m


C=ε.A/d
C=9.10-12.40. 10-6/0,7 10-3√
C=0,5 pF√

b) determine, em mm, a distância que qualquer tecla deve ser deslocada para ser detectado o
movimento. (03 escores)

Cfinal - Cinicial = 0,2pF


Cfinal – 0,5pF = 0,2pF
Cfinal = 0,7pF √

C=ε.A/d
0,7.10-12 = 9. 10-12. 40 10-6/dfinal
dfinal = 9. 10-12. 40 10-6/0,7.10-12
dfinal = 0,5 10-3 = 0,5mm√

Distância deslocamento entre as placas = 0,7mm-0,5mm=0,2mm√

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 13 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

17. (UPE-SSA 3/2016 - Adaptada) A eletricidade facilita a vida de muitas pessoas. A única
desvantagem é a quantidade de fios com que se tem de lidar, se houver problemas: se você precisa
desligar determinada tomada, pode ter que percorrer uma grande quantidade de fios até encontrar o
fio certo.
Por isso, os cientistas tentaram desenvolver métodos de transmissão de energia sem fio, o que
facilitaria o processo e lidaria com fontes limpas de energia. A ideia pode soar futurista, mas não é
nova. Nicola Tesla propôs teorias de transmissão sem fio de energia, no fim dos anos 1800 e começo
de 1900. Uma de suas demonstrações energizava remotamente lâmpadas no chão de sua estação de
experimentos em Colorado Springs.
O trabalho de Tesla era impressionante, mas não gerou imediatamente métodos práticos de
transmissão de energia sem fio. Desde então, os pesquisadores desenvolveram diversas técnicas para
transferir eletricidade através de longas distâncias, sem utilizar fios. Algumas técnicas só existem em
teoria ou protótipos, mas outras já estão em uso.
(Disponível em:< http://ciencia.hsw.uol.com.br/eletricidade-sem-fio.htm>. Acesso em: - out 2016. (Adaptado)

Atualmente, muitos dispositivos eletrônicos têm suas baterias carregadas pelo processo de
indução eletromagnética, baseado nos estudos realizados por Tesla há vários anos. Diversos celulares
utilizam uma base que produz um campo magnético, capaz de atravessar uma espira resistiva
instalada no celular. Um modelo simples é mostrado na figura a seguir. Sabendo que o campo da
figura aponta para dentro do plano da página, que a área da espira é igual a 4,0 cm2 e que sua
resistência é igual a 0,5 mΩ, determine a variação de campo magnético produzida pela base, para que
uma corrente induzida de 140 mA atravesse a espira a cada um segundo. (06 escores)

GABARITO

ΔΦ A ⋅ (B f − Bi ) ε ⋅ Δt
ε = ⇒ ε = ⇒ (Bf − Bi ) =
Δt Δt A
ε = r ⋅i
r ⋅ i ⋅ Δt 0,5 ⋅ 10−3 ⋅ 140 ⋅ 10 −3 ⋅ Δt
(Bf − Bi ) = ⇒ (B f − Bi ) = √√√√√√
A 4.10 −4
Considerando Δt = 1
(Bf − Bi ) = 17,5 ⋅ 10 −2 ⇒ (B f − Bi ) = 175 ⋅ 10−3 ⇒ (B f − Bi ) = 175 ⋅ mT / s

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE3/2016 – FÍSICA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 14 Visto:
Assinada por:
GABARITO Prof Cleidson/
Ten Andrade

18. (Unicamp/2005) O princípio de funcionamento dos detectores de metais utilizados em verificações


de segurança é baseado na lei de indução de Faraday. A força eletromotriz induzida por um fluxo de
campo magnético variável através de uma espira gera uma corrente. Se um pedaço de metal for
colocado nas proximidades da espira, o valor do campo magnético será alterado, modificando a
corrente na espira. Essa variação pode ser detectada e usada para reconhecer a presença de um corpo
metálico nas suas vizinhanças.

Dado: ∏ ≈ 3,0

Levando em conta esses dados, responda aos subitens a) e b).

a) Considere que o campo magnético B atravessa perpendicularmente a espira e varia no tempo,


segundo a figura. Se a espira tem raio de 2 cm, qual é a força eletromotriz induzida? (03 escores)

GABARITO

= (3 x 0,022 x 5.10-4 ) / 5.10-2


| E | = 1,2 × 10-5 V √√√

b) A espira é feita de um fio de cobre de 1mm de raio, e a resistividade do cobre é ρ = 2.10-8


ohm.metro. A resistência de um fio é dada por R= ρ L/A, em que L é o seu comprimento e A é a
área da sua seção reta. Qual é a corrente na espira? (03 escores)

GABARITO
R= ρ L/A = (2.10-8 x 2. .2.10-2) ⁄ = 8.10-4 Ώ √√

= 1,2.10-5 = 8.10-4 x i =

i = 1,5 × 10-2 A √

FIM DA PROVA

SSAA / STE / CMCG 2016