Você está na página 1de 7

Referências bibliográficas

eni ordem cronológica

O estádio do espelho
Produzido pela primeira vez no XIV Congresso Internacional de Psica-
nálise, realizado em Marienbad entre 2 e 8 de agosto de 1936, sob a
presidência de Ernest Jones. A comunicação foi feita na 2ª sessão
científica, em 3 de agosto, às 15:40 h. Cf. The lnternational Journal
of Psyclw-analysis, vol.18, parte I, janeiro de 1937, p.78, onde essa
comunicação está inscrita sob o título "The looking-glass phase".

Para-além do "Princípio de realidade"


Marienbad-Noirmoutier, agosto-outubro de 1936. Publicado em Évolu-
tion Psychiatrique, 1936, fascículo III, número especial de estudos
freudianos, p.67 a 86.

O tempo lógico e a asserção de certeza antecipada


Redigido em março de 1945. Publicado em les Cahiers d'Art: "1940-
1945".

A agressividade em psicanálise
Relatório teórico apresentado no XI Congresso de Psicanalistas de
Língua Francesa, reunido em Bruxelas em meados de maio de 1948.
Publicado na Revue Française de Psychanalyse, n2 3, julho-setembro
de 1948, p.367 a 388.

O estádio do espelho como formador da função do eu


Comunicação feita no XVI Congresso Internacional de Psicanálise, em
Zurique, em 17 de julho de 1949. Publicado na Revue Française de
Psychanalyse, n2 4, outubro-dezembro de 1949, p.449 a 455.

Introdução teórica às funções da psicanálise em criminologia


Comunicação para a XIII Conferência dos Psicanalistas de Língua
Francesa (29 de maio de 1950), em colaboração com Michel Cénac.
Publicado na Revue Française de Psychanalyse, vol.IV, n2 1, janeiro-
março de 1951, p.7 a 29.

931
932 Escriws

Formulações sobre a causalidade psíquica


Pronunciado em 28 de setembro de 1946 nas Jornadas Psiquiátricas
de Bonneval. Publicado em Le Probleme de la psychogene des
névroses et des psyclwses, de Lucien Bonnafé, Henri Ey, Sven Follin,
Jacques Lacan e Julien Rouart, Paris, Desclée de Brouwer, 1950,
p.123 a 165.

Intervenção sobre a transferência


Pronunciado no chamado Congresso dos Psicanalistas de Língua Ro-
mânica de 1951. Publicado na Revue Française de Psychanalyse,
vol.XVI, n11. 1-2, janeiro-junho de 1952, p.154 a 163.

Função e campo da fala e da linguagem em psicanálise


Relatório do Congresso de Roma, realizado no lstituto di Psicologia
della Universitá di Roma, em 26 e 27 de setembro de 1953. Publicado
em La Psychanalyse, Paris, PUF, vol.I, 1956, p.81 a 166.

Introdução ao comentário de Jean Hyppolite sobre a "Vernei-


nung" de Freud. Resposta ao comentário de Jean Hyppolite sobre
a "Verneinung" de Freud.
Seminário de técnica freudiana de I O de fevereiro de 1954, realizado
na clínica da Faculdade do Hospital Sainte-Anne e dedicado, durante
o ano de 1953-54, aos Escritos técnicos de Freud. Publicado em La
Psychanalyse, Paris, PUF, vol.l, 1956, p.17 a 28 e 41 a 49.

Variantes do tratamento-padrão
Redigido na Páscoa de 1955. Publicado na Encyclopédie médico-chi-
rurgicale, Psychiatrie, vol.III, 2-1955, fascículo 37812-C 10. Suprimido
em 1960.

Seminário sobre "A carta roubada"


Pronunciado em 26 de abril de 1955. Escrito (e datado de Guitrancourt-
San Casciano) em meados de maio e meados de agosto de 1956.
Publicado em La Psychanalyse, Paris, PUF, vol.2, 1957, p.l a 44.

A coisa freudiana ou Sentido do retorno a Freud em psicanálise


Ampliação de uma conferência proferida na Clínica Neuropsiquiátrica
de Viena em 7 de novembro de 1955. Publicado em Évolution Psychia-
trique, n12 1, 1956, p.225 a 252.
Referências bibliográficas em ordem cro110/âgica 933

Situação da psicanálise e formação do psicanalista em 1956


A segunda versão foi publicada em Les Études Philosophiques, número
especial de outubro-dezembro de 1956, para a comemoração do cente-
nário do nascimento de Freud. A primeira versão existe apenas como
separata.

A psicanálise e seu ensino


Comunicação apresentada à Sociedade Francesa de Filosofia em sua
sessão de 23 de fevereiro de 1957. Publicado no Bulletin de la Société
Française de Philosophie, vol.XLIX, 1957, p.65 a 85.

A instância da letra no inconsciente ou a razão desde Freud


Pronunciado em 9 de maio de 1957 no anfiteatro Descartes, na Sorbonne,
a pedido do Grupo de Filosofia da Federação dos Estudantes de Letras.
Redação datada de 14-16 de maio de 1957. Publicado no volume 3 de
La Psychanalyse (sobre o tema "Psicanálise e ciências humanas"), Paris,
PUF, 1957, p.47 a 81.

De uma questão preliminar a todo tratamento possível da psicose


Remissão ao seminário dos dois primeiros semestres do ano de 1955-56.
Redação: dezembro de 1957-janeiro de 1958. Publicado em La Psycha-
nalyse, Paris, PUF, vol.4, 1959, p. l a 50.

Juventude de Gide ou a letra e o desejo


Publicado no nll 131 da revista Critique, abril de 1958, p.291 a 315.

A significação do falo (Die Bedeutung des Phallus)


Conferência proferida em alemão em 9 de maio de 1958, no Instituto
Max Planck de Munique, a convite do professor Paul Matussek.

A direção do tratamento e os princípios de seu poder


Primeiro relatório do Colóquio Internacional de Royaumont, reunido de
1Oa 13 de julho de 1958, a convite da Sociedade Francesa de Psicanálise.
Publicado em La Psychanalyse, vol.6, Paris, PUF, 1961, p.149 a 206.

Observação sobre o relatório de Daniel !Agache: "Psicanálise e


estrutura da personalidade"
Relatório do Colóquio de Royaumont, 10-13 de julho de 1958. Redação
definitiva: Páscoa de 1960. Publicado em La Psychanalyse, vol.6, Paris,
PUF, 1961, p.111 a 147.
934 Escritos

À memória de Emest Jo11es: Sobre sua teoria do simbolismo


Guitrancourt, janeiro-março de 1959. Publicado em La Psychanalyse,
vol.5, Paris, PUF, 1960, p. l a 20.

Diretrizes para um Congresso sobre a sexualidade femi11i11a


Colóquio Internacional de Psicanálise, de 5 a 9 de setembro de 1960,
na Universidade Municipal de Amsterdam. Escrito dois anos antes do
Congresso. Publicado no n. 7 de La Psycha11alyse, Paris, PUF, 1962, p.3
a 14.

Subversão do sujeito e dialética do desejo 110 inconsciente freudiano


Comunicação feita num congresso reunido cm Royaumont, por obséquio
dos "Colóquios filosóficos internacionais", sob o título "A dialética",
a convite de Jean Wahl, 19 a 23 de setembro de 1960.

Posição do i11consciente
Congresso reunido no hospital de Bonneval sobre o tema do inconsciente
freudiano, entre 30 de outubro e 2 de novembro de 1960. Intervenções
condensadas cm março de 1964, a pedido de Henri Ey, para o livro
sobre o congresso, L 'Inconscient, publicado cm Paris pela Desclée de
Brouwer em 1966.

Kant com Sade


Deveria servir de prefácio a La Philosophie dw1s /e boudoir (Paris,
Cercle du livre précieux, 1963, 15 vols.). R.G. setembro de 1962.
Publicado na revista Critique, n12 191, abril de 1963.

Do "Trieb" de Freud e do desejo do psica11alista


Resumo das intervenções num colóquio convocado pelo professor Enrico
Castelli, sob o título de "Técnica e casuística", de 7 a 12 de janeiro
de 1964, na Universidade de Roma. Publicado em Atti dei colloquio
internazio11ale su "Tec11ica e casistica ", Roma, 1964.

A ciência e a verdade
Estenografia da aula inaugural do seminário realizado no ano de 1965-66
na École Normale Supérieure (rua d'Ulm), sobre "O objeto da psica-
nálise", na posição de chargé de conférences da École Pratique des
Hautes Études (VIª seção), em 112 de dezembro de 1965. Publicado no
primeiro número dos Cahiers pour l'A11alyse pelo Círculo de Episte-
mologia da École Normale Supérieure, em janeiro de 1966.
Sumário

Abertura desta coletânea ............................................ 9


O seminário sobre "A carta roubada" ........................ 13

II

De nossos antecedentes ............................................ 69


Para-além do "Princípio de realidade" ....................... 77
O estádio do espelho como formador da função
do eu .......................................................................... 96
A agressividade em psicanálise ................................. 104
Introdução teórica às funções da psicanálise
em criminologia ...................................................... 127
Formulações sobre a causalidade psíquica ............... 152

III

O tempo lógico e a asserção de certeza antecipada .... 197


Intervenção sobre a transferência .............................. 214

IV

Do sujeito enfim em questão .................................. 229


Função e campo da fala e da linguagem
em psicanálise ......................................................... 238
Variantes do tratamento-padrão ................................. 325
De um desígnio ........................................................ 365
1

Introdução ao comentário de Jean Hyppolite


sobre a "Verneinung" de Freud ........................... 370
Resposta ao comentário de Jean Hyppolite
sobre a "Verneinung" de Freud ........................... 383
A coisa freudiana ....................................................... .402
A psicanálise e seu ensino ........................................ .438
Situação da psicanálise e formação do psicanalista
em 1956 ................................................................... 461
A instância da letra no inconsciente
ou a razão desde Freud ......................................... .496

De uma questão preliminar a todo tratamento


possível da psicose ................................................. 537
A direção do tratamento e os princípios de
seu poder ................................................................. 59 I
Observação sobre o relatório de Daniel Lagache:
"Psicanálise e estrutura da personalidade" .......... 653
A significação do falo ................................................. 692
À memória de Ernest fones:
Sobre sua teoria do simbolismo ............................ 704
De um silabário a posteriori .................................. 725
Diretrizes para um Congresso sobre a sexualidade
feminina ................................................................... 734

VI

Juventude de Gide ou a letra e o desejo .................. 749


Kant com Sade ............................................................ 776

VII

Subversão do sujeito e dialética do desejo


no inconsciente freudiano ...................................... 807
Posição do inconsciente .............................................. 843
Do "Trieb" de Freud e do desejo do psicanalista ... 865
A ciência e a verdade ................................................. 869

APÊNDICE r: Comentário falado sobre a


"Verneinung" de Freud, por Jean Hyppolite ...... 893

APÊNDICE II: A Metáfora do Sujeito ......................... 903

Índice ponderado dos principais conceitos,


por J acques-Alain Miller. ....................................... 908
Quadro comentado das representações gráficas ....... 917
Termos de Freud em alemão ...................................... 923
Índice dos nomes citados ............................................ 926
Referências bibliográficas na ordem cronológica .... 930

Nota à edição brasileira .............................................. 935