Você está na página 1de 16

UNIVERSIDADE LICUNGO

EXTENSÃO DA BEIRA

CURSO DE DIREITO – EXAME NORMAL DE DIREITO FISCAL E ADUANEIRO PL – DURAÇÃO: 120 MIN DATA
08/07/2019

GUIÃO DE CORRECÇÃO

Nº Objectivos Pergunta / Aspectos fundamentais Cotação


Questionário / Conteúdo da resposta

Alex é engenheiro, com


1
vinculo jurídico-laboral com a Sasil
Lda auferindo uma remuneração
mensal de 40.000,00MT. Alex
reside com a sua companheira da
união de facto, uma filha menor de
2 anos de idade, a sobrinha Julie de
18 anos e estudante de Medicina
UCM, cujos pais residem na cidade
de Quelimane, e o irmão Igor de 18
anos de idade, estudante do curso de
mecatrónica de quem tem a tutela
deferida pelo Tribunal Judicial da
Província da Zambézia.
No dia 05.07.2019, Alex
recebeu uma notificação da
Direcção da Área Fiscal da Beira
nos termos da qual a retenção na
fonte ate agora efectuada é inferior a
legalmente devida e que o sujeito
passivo deve suportar 3.125,00 MT
à titulo de retenção na fonte.
a) Avaliar a compreensão Concorda com a posição Rejeitar a posição da 4v
sobre a retenção da fonte da Administração Tributaria? Administração Tributária e afirmar

dos rendimentos de Fundamente que Alex deve reter na fonte o valor de


trabalho dependente 3.150,00 MT, nos termos conjugados
do artigo 65-A e alíneas a) e d) do n.º
4 do artigo 18 do Código de Imposto
sobre o Rendimento de Pessoas
Singulares, doravante CIRPS
(Aprovado pela Lei n.º 33/2007, de 31
de Dezembro, alterada e republicada
pela Lei n.º 19/2017, de 28 de
Dezembro).

Fundamentar a resposta
referindo que Alex tem dois
dependentes, nomeadamente, a filha
menor de 2 anos de idade e o irmão
Igor de 18 anos de idade, estudante do
curso de mecatrónica, de quem exerce
a tutela por sentença judicial, ao abrigo
do disposto nas alíneas a) e d) do no nº
4 do artigo 18 conjugado ao artigo 65-
A do CIRPS.

Efectuar os cálculos nos


seguintes termos:

40.000,00MT
- 32.750,00MT
_____________
7.250,00MT
x 0,20
_____________
1.450,00MT
+ 1.700,00MT
____________
3.150,00MT

Concluir que a retenção na


fonte do rendimento de trabalho
dependente é de 3.150,00MT.

b) Avaliar a percepção sobre Que garantia Alex Explicar que Alex pode 3v
as garantias graciosas pode usar para defender-se da reclamar graciosamente do acto da
notificação? E quais os Administração Tributária nos termos
fundamentos? do artigo 126 da Lei Geral Tributária,
abreviadamente LGT (Aprovada pela
Lei n.º 2/2006, de 22 de Março).

Referir que Alex pode


invocar como fundamento para a
reclamação graciosa a errónea
quantificação dos rendimentos,
conforme o disposto na alínea a) do
artigo 127 da LGT.

2 Avaliar a compreensão Entendendo que Não concordar com a 3v


sobre as infracções Chuvinha e Max Will praticaram o condenação, pelo facto, de ter-se
tributárias crime de contrabando e descaminho, aplicado a situação hipotética normas
o Tribunal Judicial da Província de ineficazes.
Sofala, ao abrigo do disposto nos Explicar que os artigos
artigos 205 e 207 da Lei n.º 2/2006, 205 e 207 da Lei Geral Tributária
de 22 de Março, aplicou aos autores (Aprovada pela Lei n.º 2/2006, de 22
a pena de multa de 150.000,000 MT. de Março) foram revogados pelo
Concorda? artigo 2, alínea j) do Código Penal,
abreviadamente CP (Aprovado pela
Lei n.º 35/2014, de 31 de Dezembro)
conjugado aos n.ºs 1 e 2 do artigo 7 do
Código Civil (Aprovado pelo
Decreto-Lei n.º 47 344, de 25 de
Novembro de 1966 tornado extensivo
a Moçambique pela Portaria n.º 22
869, de 4 de Setembro de 1967).

Concluir que a condenação


pelos crimes de contrabando e
descaminho deveriam ocorrer ao
abrigo dos artigos 472 e 474 do CP.

Julie e Helena
3
celebraram em 05/07/19 um
contrato promessa de compra e
venda de um imóvel destinado à
habitação sito no bairro do
Macurungo. Para efeito, o Conselho
Autárquico da Beira
(abreviadamente CAB) exigiu o
pagamento da quantia de
25.000,00MT à titulo do Imposto
Predial Autárquico. O CAB
fundamentou que o IPRA foi
calculado com base no preço
estipulado no Contrato em que a
Julie figura como compradora e
Helena como vendedora.

a) Avaliar o domínio sobre o Qual é o preço da compra Apresentar a resposta 3v


Imposto Predial e venda do imóvel? explicando em primeiro lugar que o
Autárquico Imposto Predial Autárquico é igual à
0.4% do valor patrimonial do imóvel
nos termos da alínea a) do n.º 1
conjugado ao n.º 3 do artigo 58 e n.ºs 1
e 2 do artigo 55 da Lei que define o
regime financeiro, orçamental e
patrimonial das autárquicas e o sistema
tributário autárquico (aprovada pela
Lei n.º 1/2008, de 16 de Janeiro).

Sabendo que:

25.000,00MT = 0.4%
x = 100%
onde 𝑥 é igual ao valor do contrato.

Calcular o preço do
contrato nos seguintes termos:

Passo 1
25.000,00MT 0.4 %

𝑥 100 %
Passo 2
25.000,00𝑀𝑇 𝑥 100 %
X= 0.4 %
Simplificar as percentagens

Passo 3
2.500.000,00MT
X= 0.4
Passo 4
X = 6.250.000,00MT

Concluir que o valor do


contrato é 6.250.000,00MT (Seis
milhões, duzentos e cinquenta mil
meticais).

Alternativamente:

Sabendo que:

0.004 = 25.000,00MT
x=?
Onde 𝑥 é igual ao valor do contrato.

Calcular o valor do
contrato de compra e venda do imóvel
nos seguintes termos:
Passo 1
𝑥 ∙ 0.004% = 25.000,00𝑀𝑇

Passo 2
25.000,00MT
𝑥=
0.004 %

Passo 3
𝒙 = 𝟔. 𝟐𝟓𝟎. 𝟎𝟎𝟎, 𝟎𝟎 𝐌𝐓

Concluir que o valor do


contrato é de 6.250.000,00MT (seis
milhões e duzentos e cinquenta mil
meticais)

b) Avaliar o domínio sobre o Quanto deverá ser Explicar que deverá ser pago o 3v
suportado à titulo do Imposto
Imposto Autárquico da valor de 125.000,00MT à titulo do
Autárquico da Sisa?
SISA Imposto Autárquico da SISA,
conforme o disposto no artigo 64,
conjugado ao artigo 63 e alínea a) do
n.º 4 do artigo 59 da Lei que define o
regime financeiro, orçamental e
patrimonial das autarquias locais e o
sistema tributário autárquico
(Aprovada pela Lei n.º 1/2008, de 16
de Janeiro).

Demonstrar que:

6.250.000,00MT = 100 %
X = 2%
Onde 2% é igual a taxa do
imposto autárquico da SISA, e x é
igual ao imposto autárquico da SISA
determinado em concreto.

Efectuar os cálculos nos


seguintes termos:

Passo 1
6.250.000,00MT 100 %
=
𝑥 2%
Passo 2
6.250.000 MT ∙2 %
𝑥= 100 %
Posteriormente, simplificar as
percentagens.

Passo 3
12.500.000 MT
𝑥=
100

Passo 4
𝒙 = 𝟏𝟐𝟓. 𝟎𝟎𝟎, 𝟎𝟎 𝐌𝐓

Concluir que o Imposto


Autárquico da SISA é de 125.000,00
MT (cento e vinte e cinco mil
meticais).

Alternativamente, calcular
o Imposto Autárquico da Sisa nos
seguintes termos:
6.250.000,00MT
x 0,02
________________
125.000,00MT

Concluir que o Imposto


Autárquico da SISA é de
125.000,00MT (cento e vinte e cinco
mil meticais).

c) Avaliar a compressão Suponha que da matriz Explicar que quem deverá 4v


sobre o Imposto predial emitida em 12/03/19 suportar o Imposto é a Helena ao
Autárquico do IPRA conste que o valor matricial do abrigo do disposto no n.º 1 do artigo 56
imóvel é de 4.000.000,00 MT. da Lei que define o regime financeiro,
Quem deverá suportar o IPRA? E orçamental e patrimonial das
quanto deverá pagar? autarquias locais e o sistema tributário
autárquico.

Quanto a valor a pagar a


titulo do Imposto Predial Autárquico
referir que, a Helena deverá pagar o
valor de 16.000,00 MT (dezasseis mil
meticais) nos termos do n.º 3 do artigo
58 conjugado aos n.º 1 e 2 do artigo 55
da Lei acima citada.

Sabendo que:

a) 4.000.000,00MT = 100%

X = 0.4%

Onde x é igual ao valor do


Imposto Predial Autárquico,
devidamente determinado.

Efectuar os cálculos nos


seguintes termos:

Passo 1
4.000.000,00MT 100 %
=
𝑥 0.4 %
Passo 2
4.000.000,00MT ∙ 0.4 %
𝑥=
100 %

Passo 3
1.600.000,00 MT
𝑥=
100 %

Passo 4
𝐱 = 𝟏𝟔. 𝟎𝟎𝟎, 𝟎𝟎 𝐌𝐓

Concluir que o Imposto


Predial Autárquico será de
16.000,00MT (dezasseis mil
meticais) caso o imóvel tenha o valor
matricial de 4.000.000,00MT (quatro
milhões meticais).
Alternativamente,
determinar o Imposto Predial
Autárquico nos seguintes termos:

4.000.000,00MT
X 0,004 %
________________
16.000,00MT

Concluir que o Imposto


Predial Autárquico é 16.000,00 MT
(dezasseis mil meticais).

Total 20Valores

O Assistente Universitário

Pedro Luís Chandemba

(Assistente Estagiário)