Você está na página 1de 24
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Edição - 2019/2020

Elaborado pela: Comissão técnica

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

1
1
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Índice

 

CAPÍTULO I

3

1. REGULAMENTO PARA OS CAMPEONATOS

3

2. EQUIPAS APURADAS

4

3. Confirmação de Participação

5

 

CAPÍTULO II

6

4. (ORGANIZAÇÃO TÉCNICA)

6

5. (Sorteios)

7

6. (Prémios)

8

 

7. (TAXAS)

11

8. (PONTUAÇÃO)

12

9. (Tempo de jogo por escalão etário)

13

10. (Dimensão da bola por escalão etário)

14

11. (Idades por Escalão)

14

12. (Estrutura da competição)

15

 

CAPÍTULO III

18

13.

PARTICIPAÇÃO DE CLUBES COM MAIS DE UMA EQUIPA

18

CAPÍTULO IV

20

14.

REGULAMENTO DAS PROVAS OU FASES EM REGIME DE CONCENTRAÇÃO 20

15.

Processo Organizativo

23

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

2
2
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

CAPÍTULO I

1. REGULAMENTO PARA OS CAMPEONATOS

Artigo 1

(Objecto)

1. O presente Regulamento rege a organização dos Campeonatos Nacionais e Campeonatos

Regionais, competições oficiais organizadas pela FMAND.

Artigo 2º

(Integração de lacunas)

1. Os Campeonatos Nacionais e Regionais, regem-se exclusivamente pelas disposições deste

Regulamento, sem prejuízo das normas imperativas e manadas pela Federação Internacional de

Andebol (IHF), pela Confederação Africana de Andebol (CAHB) e pela legislação aplicável.

2. As lacunas existentes no presente Regulamento são integradas pela Direcção da FMAND.

Artigo 3.º

(Organizador e Promotor)

1. Os Campeonatos Nacionais e Regionais são organizados pela FMAND, sendo esta titular de todos os direitos inerentes à Competição.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

3
3
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 4.º

(Denominação da competição)

1. As Competições têm a denominação oficial de Campeonato Nacional ou Regional, podendo

ser alteradas, no todo ou em parte, no cumprimento de acordos de patrocínio celebrados pela FMAND

2. Qualquer alteração à denominação da Competição referida no número anterior é divulgada

pela FMAND, através de Comunicado Oficial.

Artigo 5.º

(Qualificação/Apuramento)

São qualificados / apurados nos termos do disposto no presente Regulamento de acordo com os regulamentos aplicáveis.

2. EQUIPAS APURADAS

ESCALÃO

EQUIPAS APURADAS

Seniores Masculinos e Femininos

São apurados os 1, 2º e 3classificados de cada província

-

Juniores Masculinos e Femininos

- São apurados os 1, 2e 3º classificado de cada província

 

- São apurados os 1, 2, 3e 4classificados das Províncias Anfitriãs.

Juvenis Masculinos e Femininos

São apurados os 1, 2e 3classificados das restantes Províncias.

-

Esta aberta a participação de escolas, nas categorias de Juvenis em ambos sexos.

-

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

4
4
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS Artigo 6.º
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
Artigo 6.º

3. Confirmação de Participação

1. Os Clubes que tenham obtido desportivamente o direito de participar nos Campeonatos Nacionais e Regionais, devem confirmar a sua participação, nos termos definidos no Comunicado Oficial n.º1.

2. Apenas os Clubes que confirmem a sua participação e cumpram os pressupostos regulamentares podem competir nos Campeonatos.

3. A confirmação para a participação das equipas no Campeonato Nacional e regional, deve ser feita um (1) mês antes do seu início, acompanhado do pagamento da respectiva taxa de inscrição.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

5
5
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS CAPÍTULO II
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
CAPÍTULO II

4. (ORGANIZAÇÃO TÉCNICA)

Datas e locais dos Campeonatos Nacionais e Regionais

 

TIPO DE PROVAS

ESCALÃO

LOCAL

DATA DE PROVAS

1

Campeonato Nacional

Seniores

Província de

14 a 21 Dezembro 2019

Masculinos/Femininos

Inhambane

2

Campeonato Regional

Juniores

Província de

06

a 13 de Janeiro de

(Z.

Sul)

Masculinos/Femininos

Inhambane

2020

3

Campeonato Regional

Juniores

Província de

06

a 13 de Janeiro de

(Z.

Centro)

Masculinos/Femininos

Tete

2020

4

Campeonato Regional

Juniores

Província de

06

a 13 de Janeiro de

(Z.

Norte)

Masculinos/Femininos

Cabo Delgado

2020

5

Campeonato Regional

Juvenis

Província de

06

a 14 de Janeiro de

(Z.

Sul)

Masculinos/Femininos

Inhambane

2020

6

Campeonato Regional

Juvenis

Província de

06

a 13 de Janeiro de

(Z.

Centro)

Masculinos/Femininos

Tete

2020

7

Campeonato Regional

Juvenis

Província de

06

a 13 de Janeiro de

(Z.

Norte)

Masculinos/Femininos

Cabo Delgado

2020

Obs: As data dos Campeonatos Regionais de Juniores e Juvenis, poderão ser alteradas de acordo com a coordenação das Associações Regionais, mas que não ultrapassem o mês de Janeiro de

2020.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

6
6
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS Artigo 7.º
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
Artigo 7.º

5.

(Sorteios)

1. Aos sorteios podem assistir os representantes dos Clubes participantes e das respectivas associações.

2. Os órgãos de comunicação social

Artigo 8.º

(Atraso de início do jogo e interrupções)

São aplicáveis aos atrasos de início de jogo e suas interrupções o disposto no presente artigo, sem prejuízo do que se encontra 1. Os sorteios dos Campeonatos Nacionais e Regionais da FMAND. São realizados em local designado por esta, sendo divulgados em Comunicado Oficial. Previsto no Regulamento de Normas e Instruções para Árbitro

2. Nos casos em que se verificar o atraso de um Clube para iniciar um jogo por causa que não lhe

seja imputável, se a FMAND estiver devidamente informada do sucedido e estiverem reunidas todas as condições para a realização do jogo, o árbitro deve aguardar o tempo que entender e razoável de acordo com as circunstâncias em causa e atendendo ao interesse de realização do jogo.

3. Em qualquer outro caso ou ainda quando houver uma interrupção do jogo devido a um caso de

força maior, o árbitro aguarda 30minutos.

4. Quando o jogo não tenha ficado concluído, observa-se o que consta do artigo seguinte.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

7
7
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 9.º

(Jogos não iniciados ou não concluídos)

1. Quando, devido a más condições meteorológicas ou por motivo de força maior, não puder

iniciar-se ou concluir-se um jogo, este inicia-se ou reinicia-se, nos casos seguintes:

a) Se os delegados do jogo por parte dos Clubes assinarem declaração na ficha técnica do jogo expressando o seu acordo para que o jogo se realize em data posterior, sendo designada nova data pela FMAND, para a sua realização ou conclusão.

2. Nos jogos iniciados e interrompidos nos termos deste artigo, o tempo de jogo em falta

completa-se com os mesmos jogadores que constavam da ficha técnica independentemente de terem sido sancionados disciplinarmente em jogo ocorrido posteriormente, bem como mesmo resultado que se verificava no momento da interrupção.

3. Nos casos de reinício do jogo quando este tenha sido interrompido, os jogadores apenas

podem ser substituídos por motivo de lesão, mediante a apresentação de documento

comprovativo da sua incapacidade junto da FMAND, pelo médico do respectivo Clube.

Artigo 10.º

6.

(Prémios)

A

FMAND institui para os Campeonatos Nacionais e Regionais os seguintes prémios:

Classificado: 1 Taça e 20 medalhas;

2º Classificado: 20 Medalhas

3º Classificado: 20 Medalhas

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

8
8
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 11.º

(Delegados de jogo da FMAND)

1. A FMAND pode nomear delegados para os jogos do Campeonatos Nacionais e Regionais,

competindo a estes, genericamente, zelar pela observância das normas previstas no presente Regulamento.

2. São, designadamente, competências do Delegado de jogo da FMAND:

a) Fomentar e desenvolver os princípios gerais do presente Regulamento, designadamente no

âmbito da defesa da ética e do espírito desportivo;

b) Verificar juntamente com o árbitro as boas condições técnicas do campo e respectivo equipamento, com vista à realização dos jogos;

c) Verificar como Coordenador de Segurança que tenham sido destacados para o jogo em questão, as condições de segurança do campo.

c) Elaborar, no final do período em que exerceu as suas funções, um relatório pormenorizado

sobre todas as ocorrências do jogo, que deve ser enviado à FMAND no prazo de 3 dias úteis,

contados desde a data de realização do jogo.

Artigo 12.º

(Requisitos dos equipamentos)

1. Cada Clube participante num jogo do Campeonato encontra-se obrigado a equipar os seus

jogadores com camisola, calções e meias de cores diferentes do Clube adversário

2. O equipamento dos guarda-redes deve ser de uma cor diferente dos equipamentos de todos os jogadores que participem em cada jogo, bem como da equipa de arbitragem.

3. As cores do equipamento, principal e alternativo, são comunicadas pelos Clubes à FMAND,

no dia do sorteio.

4. Antes do início de cada jogo, o árbitro indica se ambas as equipas podem utilizar o seu

equipamento principal.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

9
9
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

5. Quando os equipamentos dos Clubes forem semelhantes ou de difícil distinção entre si, o Clube que jogar na qualidade de visitado utiliza o seu equipamento alternativo.

Artigo 13.º

(Identificação do capitão)

Os capitães dos Clubes intervenientes em cada jogo devem utilizar uma braçadeira de cor diferente do seu equipamento e que permita a sua identificação pelos elementos da equipa de arbitragem.

Artigo 14.º

(Numeração)

A camisola dos jogadores participantes nos jogos do Campeonato deve ter obrigatoriamente

numeração, de acordo com as seguintes regras:

a) Na frente e costas das camisolas, sendo facultativa, no entanto, a sua aplicação nos calções;

b) Os números devem ser em cor que contraste com as cores das camisolas e dos calções;

c) Nas camisolas, os números devem ter pelo menos, 10 cm de altura a frente, 20cm de altura nas

costas, e nos calções pelo menos10cm;

d) A numeração é livremente determinada, de 1à 99, mas deve estar de acordo coma ordem dos

cartões licença dos jogadores, entregues pelo Delegado de cada Clube ao árbitro, antes do início

de

cada jogo, começando sempre pelos guarda-redes;

e)

A sequência completa dos números é facultativa, não podendo, no entanto, repetir-se números

dentro do mesmo Clube participante num jogo, nem exceder dois algarismos;

f) As camisolas podem exibir o nome do jogador acima do número;

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

10
10
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 15.º

7.

(TAXAS)

TAXAS DE INSCRIÇÕES NAS PROVAS NACIONAIS E REGIONAIS

Seniores

5,000.00 Meticais

Juniores

3.000.00

Meticais

Juvenis

1.500.00

Meticais

Escolas

1.000,00 Meticais

Artigo 16.º

(Taxa Arbitragem)

CUSTOS COM A ARBITRAGEM

TIPO DE COMPETIÇÃO

VALOR

VALOR OFICIAIS DE MESA

ÁRBITROS

Campeonato Nacional de Seniores MASC/FEM

350

250

Campeonato Regional de Juniores MASC/FEM

300

200

Campeonato Regional de Juvenis MASC/FEM

250

150

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

11
11
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

8.

Artigo 17.º

(PONTUAÇÃO)

Averbamento de pontos será efectuado nos seguintes termos:

Vitória - 3 pts Empate - 2 pts Derrota - 1 pts Falta de comparência - 0 pts

Os resultados realizados por um clube que por qualquer motivo tenha sido eliminado ou desistido da prova, não serão anulados.

No caso de aplicação da falta de comparência ao clube vencedor e para efeitos de somatório de golos , observar-se-ão as seguintes regras:

Se o clube penalizado estiver na posição de vencido será homologado o resultado;

Se o clube penalizado estiver na posição de vencedor, ser-lhe-á atribuída a derrota de 0-15

Artigo 18.º

(Desempate na Classificação)

No caso de empate por pontos em qualquer prova, o desempate será efectuado da seguinte forma:

a. Pelo número de pontos obtidos nos jogos entre si;

b. Pela diferença de golos marcados e sofridos entre as duas equipas;

c. Pela diferença de golos marcados e sofridos entre todas equipas;

d. Pelo menor número de golos sofridos na respectiva fase de cada campeonato;

e. Pelo maior número de golos marcados na respectiva fase de cada campeonato;

f. Pelo quociente dos golos marcados e sofridos entre as equipas (maior quociente);

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

12
12
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

1. No caso estabelecido na alínea f) será considerada a soma total dos golos marcados e sofridos.

2. No caso de não ser possível desfazer a igualdade pontual, será considerada vencedor a equipa com menor número de golos sofridos no conjunto de todos jogos efectuados e, se, ainda assim não for possível será o maior número de golos marcados no conjunto de todos os jogos efectuados.

Artigo 19.º

(Homologação das Provas em Regime de Concentração)

Sem prejuízo do disposto no número seguinte, a homologação de provas efectuar-se-á no prazo de 10 dias, contados do seu respectivo termo, salvo no caso existam pendentes, reclamações ou protestos sobre o resultado de qualquer jogo.

Nas provas disputadas por fases a homologação será efectuada no prazo de 48 horas contadas a partir da hora fixada para o início do último jogo.

Artigo 20.º

9. (Tempo de jogo por escalão etário)

Escalão etário

Tempo de jogo

 

Intervalo

Juvenis

2x25

10

minutos

Juniores

2x30

15

minutos

Seniores

2x30

15

minutos

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

13
13
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 21.º

10. (Dimensão da bola por escalão etário)

A bola é feita de couro ou material sintético. Ela deve ser esférica. Sua superfície não pode ser brilhante nem escorregadia.

Escalão etário

Número da bola

 

Femininos

Masculinos

Juvenis

2

54 -60 cm

58

-

60 cm

Juniores

Femininos

Masculinos

2

54

-60 cm

3

58

-

60 cm

Seniors

2

54

-60 cm

3

58

-

60 cm

 

Artigo 22.º

 

11.

(Idades por Escalão)

 

Escalão

 

Idades

 

Anos

Juvenis

Idade limite 16 anos

 

Nascidos até 2003

 

Juniores

17- 18 e 19 anos

 

Nascidos em 2002, 2001 e 2000

 

Seniores

20, 21, 22…………….Anos

Nascidos em 1999

 

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

14
14
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 23.º

12. (Estrutura da competição)

Quando a fase final for realizada com 4 equipas

1. Toda contra todos em 2 voltas, a classificação final será determinada pela maior pontuação das equipas.

Quando a fase final for realizada com 6 equipas:

2. Jogarão apenas numa única volta, todos contra todos, a classificação final será determinada pela maior pontuação das equipas.

Quando a fase final for realizada com mais de 6 equipas:

3. Jogarão em 2 ou mais séries.

Todos contra todos, a uma volta por série,

Apuram-se os 2 primeiros classificados de cada série para as meias- finais.

Meias - Finais

Jogos das meias-finais com 4 equipas

No jogo 1

Jogarão o 1º classificado da série “A” contra 2º classificado da série “B”

No Jogo 2

Jogarão o 1º classificado da série “B” contra 2º classificado da série “A”

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

15
15
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Final

Vencidos das meias-finais, jogam entre si para apurar 3º e 4º classificado

Na final jogam os vencedores dos jogos “1” contra o vencedor do jogo “2”

Qualquer empate na pontuação entre duas ou mais equipas, a classificação final será determinada pelos critérios de desempate previstos no RGFMAND.

Artigo 24.º

(Prorrogação)

A Prorrogação é jogada, após 5 minutos de intervalo se um jogo acaba empatado no final da duração do mesmo e um vencedor deve ser determinado. A Prorrogação consiste em 2 períodos de 5 minutos com um intervalo de 1 minuto.

Se o jogo continuar empatado depois do tempo extra, um segundo tempo extra é jogado num intervalo de 5 minutos. Este segundo tempo extra também tem 2 períodos de 5 minutos com um intervalo de 1 minuto. E caso o empate prevaleça recorre-se aos livres de 7 metros como desempate, para conhecer o vencedor.

Artigo 25.º

(Bola de Jogo)

1. Os clubes intervenientes no jogo a disputar, deverão apresentar na cabine dos árbitros, trinta

minutos antes do seu início nas provas nacionais abola oficial, nas condições regulamentares,

bem como, os cartões de identificação de participante de andebol dos agentes que nele vão participar.

2. Compete aos árbitros oficialmente nomeados, determinar qual a bola a utilizar no jogo.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

16
16
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 26.º

(Período de descanso entre jogos)

1. Salvo em casos especialmente previstos, o jogador não poderá participar em dois jogos consecutivos sem que tenha decorrido um intervalo de 15horas, contadas da hora fixada para o início do primeiro jogo.

2. O jogador que infrinja o disposto no número anterior será punido com pena de suspensão de 2

a 4 jogos e será aplicável falta de comparência no segundo jogo ao respectivo clube.

Artigo 27º

(Participação em jogos sucessivos)

1. Um jogador que tenha participado num jogo do seu próprio escalão etário, só poderá jogar no

escalão etário superior após o decurso dum intervalo de 15 horas, contadas da hora fixada para o início do primeiro jogo.

2. O regime estabelecido no número anterior é igualmente aplicável no caso de o jogador

pretender voltar a jogar no seu próprio escalão etário.

3. O jogador que infrinja o disposto nos números anteriores, será sancionado com

2 a 4 jogos de suspensão, os quais serão cumpridos no escalão etário em que aquele se encontra qualificado para jogar e sem prejuízo do disposto no Regulamento de Disciplina.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

17
17
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

CAPÍTULO III

13. PARTICIPAÇÃO DE CLUBES COM MAIS DE UMA EQUIPA

Artigo 1.º

Objecto

O presente Regulamento define os termos e condições de criação, inscrição e participação de Clubes com mais do que uma equipa nas provas oficiais, organizadas pela Federação Moçambicana de Andebol.

Artigo 2. º

Definições

Quando no texto se refere à letra mais baixa, está-se a referir, por exemplo, à letra A, sendo a letra Bcomo a mais alta e assim sucessivamente.

Artigo 3.º

Inscrição de equipas

Cada clube pode inscrever em cada época desportiva o número de equipas que entender.

2. Nos Campeonatos Nacionais, e nos Campeonatos Regionais poderão ser inscritas o número de equipas que o Clube pretender no caso de estarem apuradas, desde que apresentem no ato de inscrição o número mínimo de atletas definido

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

18
18
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 4.º

Designação de equipas

1. Cada equipa funcionará de forma independente, designando-se porA,B,C,

etc.

2. No caso previsto no número um do presente artigo, será o clube que as designará no ato da

inscrição.

Artigo 5.º

Número de atletas por equipa

1.No ato da inscrição das equipas, a equipa de letra mais baixa terá de ter, obrigatoriamente, um mínimo de 12 atletas.

2. A equipa de letra mais alta terá de ter, obrigatoriamente, um mínimo de 10 atletas, podendo

incluir inscrições de atletas de escalão inferior.

3. A limitação ao número máximo de atletas a inscrever por equipa é conforme rege o regulamento.

4. Nenhum jogador componente da equipa de letra mais baixa poderá jogar nas equipas de letra

mais alta(Ex: os jogadores da equipa A ”não podem jogar naB, nem estes na “C”e assim sucessivamente).

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

19
19
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 6.º

Utilização de jogadores no caso de participação na mesma prova

Sempre que houver duas ou mais equipas do mesmo clube a disputar a mesma prova, não pode haver permuta de jogadores entre as diversas equipas.

CAPÍTULO IV

14. REGULAMENTO DAS PROVAS OU FASES EM REGIME DE CONCENTRAÇÃO

Artigo 1º

Comissão Técnica

1. A Direcção da FMAND nomeará (direct amente ou por delegação ) uma

Comissão Técnica, ou um responsável da prova, que será responsável pela estrutura organizativa da Prova, decidindo em primeira instância sobre todas as incidências Técnicas, Desportivas e Disciplinares.

2. A nomeação será feita através de Comunicado, ofício, Circular e Documento da

Prova (Programa) ou em Reunião Técnica (registada em acta).

3. Nas provas em que exista apenas um responsável nomeado pela Federação Moçambicana de Andebol, o mesmo terá de estabelecer os necessários contactos para dar cumprimento ao estabelecido neste subtítulo

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

20
20
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

4) A Associação local devera providenciar Instalações para secretariado e equipamento consoante as necessidades administrativas da prova. Exemplo: computador, impressora, internet, fotocopiadora e sala para a realização de reuniões técnicas.

Artigo 2º

Protestos

1. Se no final de um jogo um Clube fizer uma Declaração de Protesto no Boletim de Jogo, deverá

observar o disposto no RGFMAND/Associações até 2 horas após o termo do jogo, ou, em casos excepcionais, 1 hora se os Clubes intervenientes ainda tiverem jogo nesse dia(situação a ser comunicada na 1ª Reunião Técnica), sendo o local de entrega das alegações do Protesto, o Secretariado da Prova na pessoa da Comissão Técnica.

2. Da deliberação, a Comissão Técnica informará os Clubes através de Comunicado Oficial, em

tempo útil e antes dos Clubes voltarem a jogar, podendo inclusive serem provocadas alterações

no horário do Quadro Competitivo.

3. No caso de ser necessário repetir qualquer jogo, serão da competência Comissão Técnica todas

as decisões inerentes.

Artigo 3º

Disciplina

1. Os Quadros de Arbitragem deverão entregar os Boletins de Jogo à Comissão

Técnica até ao máximo de 45 minutos após o termo do Jogo.

2. Das Sanções Disciplinares aplicadas será efectuada comunicação aos Clubes de acordo com o

disposto no Regulamento e publicado no comunicado oficial.

3.Às situações de abandono de recinto de jogo durante provas em regime de concentração são aplicáveis as sanções de eliminação e derrota por 15-0 até ao final da prova, sem prejuízo do disposto no Regulamento de Disciplina da Federação Moçambicana de Andebol.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

21
21
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 4º

Forma de Disputa da Prova

1. Será disputada de acordo com o previsto no respectivo Regulamento Desportivo e Comunicado Oficial de Estruturada Prova.

2.Serão aplicadas todas as normas previstas no Regulamento Geral da FMAND/ Associações.

3. As principais indicações e esclarecimentos acerca da forma de disputa da Prova, desempates e

apuramentos, serão comunicadas na primeira Reunião Técnica.

4. O número limite de jogadores a utilizar numa Fase ou Prova em concentração será de 16 jogadores, salvo indicação em contrário publicada em Comunicado Oficial, podendo ser inscritos um máximo de 16 jogadores por jogo.

5. Só em caso de lesão ou doença comprovada poderá haver substituição de algum jogador da

lista inicial, após o início da Prova.

6. É obrigatório a utilização dos mesmos números de camisola em todos os jogos por parte de

todos os jogadores que disputem provas em regime de concentração.

7. Salvo indicação em contrário (dada na Reunião Técnica) os Clubes deverão entregarna1ª Reunião Técnica ou até 1 hora antes do1º jogo uma lista comos jogadores que irão participar na Prova e respectivos Cartões de jogo para atletas Seniores documento de identificação (BI, Passaporte, Cédulas), para Juniores e Juvenis, assim como a identificação dos Oficiais de Equipa, que serão confirmados pela Comissão Técnica/Quadros de Arbitragem.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

22
22
REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS Artigo 5º Reunião Técnica Salvo indicação contrária, é

REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

Artigo 5º

Reunião

Técnica

Salvo indicação contrária, é obrigatória a realização de reuniões técnicas (uma no mínimo) onde todos os aspectos regulamentares e administrativos serão tratados, verificados e registados em acta (se necessário).

Artigo 6º

Comunicado

Oficial

A divulgação da competição será feita através de Comunicado Oficial.

Artigo 7º

15. Processo Organizativo

1. Condição para organização das provas em regime de concentração a assegurar pela entidade a quem foi atribuída a organização da prova:

a) Será indicado em Comunicado Oficial;

b) Em regra só poderão ser utilizados durante aprova16 Jogadores;

c) O alojamento no lar será em coordenação com a Associação Local.

d) O número máximo da comitiva é de 20 pessoas, com direito alojamento no lar.

e) As refeições das delegações serão da exclusiva responsabilidade dos Clubes;

f) Os transportes durante a prova serão da responsabilidade dos Clubes participantes.

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

23

REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS g) As delegações estão autorizadas ao alojamento no lar

REGULAMENTO PARA CAMPEONATOS NACIONAIS E REGIONAIS

g) As delegações estão autorizadas ao alojamento no lar 48h antes do início das

competições, e saída do lar até 24 horas do término das competições.

h) Responsabilidade da divulgação da prova e apoio à imprensa durante a realização

da mesma conforme o Caderno de Encargos.

i) Criação atempada de uma Comissão Organizadora Local.

j) Criação de uma estrutura de apoio clínico para casos de urgência.

k) Criação de um espaço temporal durante a prova para o convívio social dos

intervenientes.

l) Sempre que possível criação de uma sessão de abertura e de uma sessão de

encerramento, condizentes com o nível da prova.

2. Condições Gerais:

a)

Igualdade de condições (alojamento) para todos os intervenientes;

c)

Os Clubes serão recebidos de acordo com indicação em Comunicado Oficial;

3. Todas as condições referidas no Ponto 1 são parte integrante do Caderno de Encargos do Processo de Candidatura às Provas Nacionais para cada Época Desportiva.

Os Casos omissos serão resolvidos pela Direcção da Federação Moçambicana de Andebol.

pela Direcção da Federação Moçambicana de Andebol. Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no

Federação Moçambicana de Andebol | Com o Andebol no Coração

AV. Samora Machel, 30 2º Andar, Flat 11. Maputo. Moçambique Postal 1651

24