Você está na página 1de 41
Mercedes Benz – EAO-6X06 Accelo Automatizado Eaton Ltda. Valinhos – SP Preparado por: Sérgio Müller

Mercedes Benz – EAO-6X06 Accelo Automatizado

Eaton Ltda.

Valinhos – SP Preparado por: Sérgio Müller

EAO-6X06 Accelo Automatizado Eaton Ltda. Valinhos – SP Preparado por: Sérgio Müller © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

EAO-6X06 Accelo Automatizado Eaton Ltda. Valinhos – SP Preparado por: Sérgio Müller © 2017 Eaton. All

Caracteristicas e Identificação

Características da Caixa Automatizada

A caixa de mudanças automatizada Eaton EAO-6X06 é, basicamente, uma caixa mecânica convencional

da família ES com 06 marchas à frente e 1 marcha à ré.

proporcionando

funcionalidade de deslocamento e controle total da embreagem.

É comandada por uma TCU (Unidade de Controle da Transmissão), que controla toda a energização, a

estratégia de mudanças de marchas, abertura e fechamento da embreagem, gestão de falhas, diagnósticos e executa os comandos, através de sensores instalados na unidade de controle eletro-hidráulica e na caixa de mudanças que enviam sinais para a TCU realizar o gerenciamento do funcionamento geral do sistema eletro-hidráulico e da caixa mecânica.

Na EAO-6X06, as mudanças de marchas são feitas automaticamente, de forma inteligente, levando em consideração o melhor aproveitamento do motor em cada situação, pois motor e caixa estão o tempo todo “conversando” através da TCU integrada a rede CAN do veículo.

Embora o sistema utilize uma embreagem o trabalho de abertura e fechamento é feito através de um atuador pela TCU. Dessa forma o veículo não possui pedal da embreagem.

A caixa de mudanças EA possui sincronizadores, para facilitar o acoplamento das marchas equalizando a velocidade, facilitando a mudança de marcha de maneira precisa e suave.

A

EAO-6X06

foi

projetada

para

ser

uma

transmissão

totalmente

automatizada,

e suave. A EAO-6X06 foi projetada para ser uma transmissão totalmente automatizada, © 2017 Eaton. All
e suave. A EAO-6X06 foi projetada para ser uma transmissão totalmente automatizada, © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

2

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Identificação

Caracteristicas e Identificação  Especificação Técnica  Identificação © 2017 Eaton. All Rights Reserved 3
Caracteristicas e Identificação  Especificação Técnica  Identificação © 2017 Eaton. All Rights Reserved 3

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

3

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Aplicação

 Especificação Técnica  Aplicação  A família EAO-6x06 foi conceituada e desenvolvida para

A família EAO-6x06 foi conceituada e desenvolvida para atender:

Países da região do Mercosul.

Caminhões pequenos de 8 a 13 toneladas (Light Duty Trucks).

Ônibus até 12 ton.

pequenos de 8 a 13 toneladas (Light Duty Trucks).  Ônibus até 12 ton. © 2017

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

4

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Aplicação

 Especificação Técnica  Aplicação  A família EAO-6x06 opera em:  Veículos com motor

A família EAO-6x06 opera em:

Veículos com motor a Diesel

Sistemas de tração 4x2 e 6x2

com motor a Diesel  Sistemas de tração 4x2 e 6x2 Accelo 1316 Capacidade: 13 Toneladas

Accelo 1316 Capacidade: 13 Toneladas Potência: 160 HP

e 6x2 Accelo 1316 Capacidade: 13 Toneladas Potência: 160 HP Accelo 815 Capacidade: 8 Toneladas Potência:

Accelo 815 Capacidade: 8 Toneladas Potência: 150 HP

160 HP Accelo 815 Capacidade: 8 Toneladas Potência: 150 HP Accelo 1016 Capacidade: 10 Toneladas Potência:

Accelo 1016 Capacidade: 10 Toneladas Potência: 160 HP

8 Toneladas Potência: 150 HP Accelo 1016 Capacidade: 10 Toneladas Potência: 160 HP © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

5

Caracteristicas e Identificação

Caracteristicas e Identificação  Especificação Técnica Caixa Básica Proteção lateral © 2017 Eaton. All Rights

Especificação Técnica

Caixa Básica
Caixa Básica

Proteção lateral

Especificação Técnica Caixa Básica Proteção lateral © 2017 Eaton. All Rights Reserved  Identificação dos

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

Identificação dos Componentes

Proteção superior

 Identificação dos Componentes Proteção superior TCU Unidade de Controle Elétrico-Hidráulico Suporte da TCU

TCU

Unidade de Controle Elétrico-Hidráulico

Suporte da TCU

Embreagem 362 mm

dos Componentes Proteção superior TCU Unidade de Controle Elétrico-Hidráulico Suporte da TCU Embreagem 362 mm 6

6

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Introdução no Mercado: 2019

Todas as marchas a frente são sincronizadas (opcional marcha a ré, não sincronizada)

Tri-cone na 1ª/2ª marcha

Sincronizador tipo Baulk ring (engate similar a veículo de passeio)

Revestimento em fibra de carbono para todos os sincronizadores (com anel em material sinterizado)

Sistema de controle de engate com 04 varões

Baixo nível de ruído e alta resistência com engrenagens helicoidais de passo fino (HGF na engrenagem de 1ª velocidade)

Controle: Unidade de controle eletro-hidráulica

- Engate e Seleção

- Acionamento da embreagem

Carcaças em aluminio, reforçadas

Garfos de mudança de marchas em aluminio, com patins em plástico.

Provisão para PTO: LD e LE, SAE 6 bolts

B10 Vida: 350k km para caminhões

300k km para ônibus

 B10 Vida: 350k km para caminhões 300k km para ônibus © 2017 Eaton. All Rights

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

300k km para ônibus © 2017 Eaton. All Rights Reserved Capacidade torque : 600 Nm (

Capacidade torque: 600 Nm ( 442 Lb.ft)

Distância entre centros: 115 mm

Capacidade de Carga:

GVW: 8-13 Ton GVW : 12 Ton Aplicação em ônibus

7

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Relações de Marchas

e Identificação  Especificação Técnica  Relações de Marchas © 2017 Eaton. All Rights Reserved 8
e Identificação  Especificação Técnica  Relações de Marchas © 2017 Eaton. All Rights Reserved 8

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

8

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Identificação das Engrenagens e Sincronizadores

 Identificação das Engrenagens e Sincronizadores 1. Eixo piloto 2. Cone do rolamento “pocket” do eixo

1. Eixo piloto

2. Cone do rolamento “pocket” do eixo principal

3. Engrenagem motora do eixo piloto

4. Conjunto sincronizador da 5ª/6ª marchas

5. Engrenagem de 6ª marcha do eixo principal

6. Engrenagem de 4ª marcha do eixo principal

7. Conjunto sincronizador da 3ª/4ª marchas

8. Engrenagem de 3ª marcha do eixo principal

9. Engrenagem de 2ª marcha do eixo principal

10. Conjunto sincronizador da 1ª/2ª marchas

11. Engrenagem de 1ª marcha do eixo principal

12. Engrenagem da ré do eixo principal

13. Conjunto luva de engate da marcha à ré

14. Eixo principal

15. Engrenagem intermediária da ré

16. Engrenagem de 1ª marcha e da ré do contraeixo

17. Engrenagem de 2ª marcha do contraeixo

18. Engrenagem de 3ª marcha do contraeixo

19. Engrenagem de 4ª marcha do contraeixo

20. Engrenagem de 6ª marcha do contraeixo

21. Engrenagem movida do contraeixo

22. Contraeixo

de 6ª marcha do contraeixo 21. Engrenagem movida do contraeixo 22. Contraeixo © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

9

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Fluxo de força

e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 10
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 10
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 10
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 10
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 10

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

10

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Fluxo de força

e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 11
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 11
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 11
e Identificação  Especificação Técnica  Fluxo de força © 2017 Eaton. All Rights Reserved 11

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

11

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Lubrificação da Caixa de Mudanças

Lubrificante recomendado: SAE 80W90 - API GL3/GL4, Eaton #3000880

recomendado: SAE 80W90 - API GL3/GL4, Eaton #3000880  Capacidade de óleo: 5 Litros  Enchimento

Capacidade de óleo: 5 Litros

Enchimento de óleo

GL3/GL4, Eaton #3000880  Capacidade de óleo: 5 Litros  Enchimento de óleo © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

12

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

A caixa de A unidade de controle eletro-hidráulica pode se dividida em dois subconjuntos distintos apesar de estarem montados em uma única base: grupo de potência e atuador.

O grupo de potência é responsável pela transformação da energia elétrica em energia hidráulica, através

de um motor elétrico DC e da bomba de óleo.

Também mantém estável a pressão hidráulica necessária para o funcionamento do sistema, onde a pressão

de trabalho varia de 40 a 60 bar à 20°C.

O grupo de atuador é responsável por transformar a energia hidráulica em movimento através dos pistões

de engate e seleção de marchas, onde atuam diretamente no eixo (varão) de comando da caixa mecânica.

A unidade de controle eletro-hidráulica controla também o atuador de embreagem por um tubo hidráulico

conectado ao servo de embreagem.

o atuador de embreagem por um tubo hidráulico conectado ao servo de embreagem. © 2017 Eaton.
o atuador de embreagem por um tubo hidráulico conectado ao servo de embreagem. © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

13

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Identificação

Conector Transmissão-TCU Respiro Reservatório de Óleo
Conector Transmissão-TCU
Respiro
Reservatório de Óleo

Acumulador de Pressão

Case do Motor Brushless (Pressurizador)

de Óleo Acumulador de Pressão Case do Motor Brushless (Pressurizador) © 2017 Eaton. All Rights Reserved

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

14

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

A unidade de controle eletro-hidráulica proporciona a automação da troca de marchas para a caixa

mecânica, o qual é gerenciado por uma unidade eletrônica TCU (Unidade de Controle da Transmissão).

A unidade de controle eletro-hidráulica aplicada à transmissão EAO-6X06 é do tipo LSC (Controle

Linear de Seleção).

O sistema LSC consiste em dois eixos e uma mola.

LSC (Controle Linear de Seleção). O sistema LSC consiste em dois eixos e uma mola. ©
LSC (Controle Linear de Seleção). O sistema LSC consiste em dois eixos e uma mola. ©

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

15

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

O pistão de seleção possui quatro possíveis posições e é controlado por uma eletroválvula e uma mola:

• Posição 1 - 5ª, 6ª marcha e posição de repouso/neutro;

• Posição 2 - 3ª e 4ª marchas;

• Posição 3 - 1ª e 2ª marchas;

• Posição 4 - Marcha à ré.

e 4ª marchas; • Posição 3 - 1ª e 2ª marchas; • Posição 4 - Marcha
e 4ª marchas; • Posição 3 - 1ª e 2ª marchas; • Posição 4 - Marcha

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

16

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

O pistão de engate possui três possíveis posições e é controlado por duas eletroválvulas:

• Posição 1 - Posição de repouso/neutro;

• Posição 2 - Engate de marchas pares;

• Posição 3 - Engate de marchas ímpares.is eixos e uma mola.

de marchas pares; • Posição 3 - Engate de marchas ímpares.is eixos e uma mola. ©
de marchas pares; • Posição 3 - Engate de marchas ímpares.is eixos e uma mola. ©

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

17

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Os componentes da unidade de controle eletro-hidráulica, apesar de estarem montados todos em uma única

base, podem ser agrupados em dois subconjuntos distintos:

• Grupo de Potência;

• Grupo Atuador.

agrupados em dois subconjuntos distintos: • Grupo de Potência; • Grupo Atuador. © 2017 Eaton. All
agrupados em dois subconjuntos distintos: • Grupo de Potência; • Grupo Atuador. © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

18

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Grupo de Potência

Esta parte da unidade de controle é responsável pela transformação da energia elétrica em energia hidráulica, através de um motor elétrico DC e da bomba de óleo.

Também mantém estável a pressão hidráulica necessária para o funcionamento do sistema, onde a pressão de trabalho varia de 40 a 60 bar à 20°C.

funcionamento do sistema, onde a pressão de trabalho varia de 40 a 60 bar à 20°C.
funcionamento do sistema, onde a pressão de trabalho varia de 40 a 60 bar à 20°C.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

19

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Grupo Atuador

É responsável por transformar a energia hidráulica em movimento através dos pistões de engate e seleção de marchas.

hidráulica em movimento através dos pistões de engate e seleção de marchas. © 2017 Eaton. All
hidráulica em movimento através dos pistões de engate e seleção de marchas. © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

20

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

A seleção de marchas é realizada através do controle da vazão de óleo de um lado do pistão com o auxilio de uma mola no lado oposto.

da vazão de óleo de um lado do pistão com o auxilio de uma mola no
da vazão de óleo de um lado do pistão com o auxilio de uma mola no
da vazão de óleo de um lado do pistão com o auxilio de uma mola no

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

21

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

O engate de marchas é realizada através do controle da pressão de óleo nas câmaras do pistão e diferentemente do pistão de seleção, ele utiliza uma segunda eletroválvula ao invés de mola.

ele utiliza uma segunda eletroválvula ao invés de mola. Para ambos os casos, o posicionamento do

Para ambos os casos, o posicionamento do pistão é monitorado através de um imã e um sensor de posição, onde o imã esta solidário ao pistão e emite um campo magnético que é captado pelo sensor de posição.

Quando o pistão se movimenta ocorre uma mudança de campo magnético captada pelo sensor devido a variação de distância do ponto de referencia do sensor de posição.

A TCU recebe a informação do sensor de posição e executa a ação que for mais adequada.

a informação do sensor de posição e executa a ação que for mais adequada. © 2017

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

22

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Circuito de Atuação

Os circuitos de alta pressão em vermelho e de atuação em amarelo são interligados pelas eletroválvulas de acordo com a necessidade de troca de marchas e de controle da embreagem.

de acordo com a necessidade de troca de marchas e de controle da embreagem . ©
de acordo com a necessidade de troca de marchas e de controle da embreagem . ©

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

23

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Circuito de Retorno de Óleo

Os circuitos de atuação em amarelo e de retorno de óleo em azul são interligados pelas eletroválvulas de acordo com a necessidade de troca de marchas e de controle da embreagem.

Não existe comunicação entre o circuito de alta pressão e o circuito de retorno de óleo que trabalha sempre em baixa pressão.

pressão e o circuito de retorno de óleo que trabalha sempre em baixa pressão. © 2017
pressão e o circuito de retorno de óleo que trabalha sempre em baixa pressão. © 2017

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

24

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Circuito de Retorno de Óleo

Este circuito permite o retorno do óleo para o reservatório quando se faz necessária a despressurização de alguma parte da unidade de controle ou do atuador de embreagem devido a uma troca de marcha.

Trabalha sempre em baixa pressão.

de embreagem devido a uma troca de marcha. Trabalha sempre em baixa pressão. © 2017 Eaton.
de embreagem devido a uma troca de marcha. Trabalha sempre em baixa pressão. © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

25

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Circuito de respiro de ar e recirculo de óleo

O circuito de respiro de ar e recirculo de óleo possui como função primária permitir a passagem de ar atmosférico para dentro do reservatório de óleo quando o motor elétrico esta ligado.

Permite a saída de ar quando o motor elétrico esta desligado e esta ocorrendo o retorno de óleo do sistema para dentro do reservatório.

Como função secundária, recupera o óleo de pequenos vazamentos que possam ocorrer nas câmaras de engate e seleção de marchas.

vazamentos que possam ocorrer nas câmaras de engate e seleção de marchas. © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

vazamentos que possam ocorrer nas câmaras de engate e seleção de marchas. © 2017 Eaton. All

26

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Diagrama Hidráulico

 Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica Diagrama Hidráulico © 2017 Eaton. All Rights Reserved 27
 Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica Diagrama Hidráulico © 2017 Eaton. All Rights Reserved 27

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

27

Caracteristicas e Identificação

Características da Unidade de Controle Eletro-Hidráulica

Identificação dos conectores

Controle Eletro-Hidráulica Identificação dos conectores © 2017 Eaton. All Rights Reserved Ref. para Conectores J01
Controle Eletro-Hidráulica Identificação dos conectores © 2017 Eaton. All Rights Reserved Ref. para Conectores J01

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

Ref. para Conectores J01 Sistema TCU J02 Motor CC Sem Escova J03 Sensor de Pressão da Bomba Hidráulica J04 Eletroválvula EV3 - Seleção J05 Eletroválvula EV2 - Engate J06 Eletroválvula EV1 - Engate J07 Eletroválvula EV0 - Embreagem J08 Sensor de Posição de Seleção J09 Sensor de Posição de Engate J13 Sensor de Posição da Embreagem P10 Sensor de Velocidade da Embreagem P11 Sensor de Velocidade do Veículo P12 Comunicação CAN 2 - Engenharia P14 Comunicação CAN 1 - Serviço

28

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Lubrificação da Unidade de controle eletro-hidráulico

Lubrificante recomendado: Tutela CS Speed, Código nº 1508. *SAE 75W

recomendado: Tutela CS Speed, Código nº 1508. *SAE 75W  Capacidade de óleo: 1,2 Litros 

Capacidade de óleo: 1,2 Litros

Enchimento de óleo

nº 1508. *SAE 75W  Capacidade de óleo: 1,2 Litros  Enchimento de óleo © 2017

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

nº 1508. *SAE 75W  Capacidade de óleo: 1,2 Litros  Enchimento de óleo © 2017

29

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Lubrificação da Unidade de controle eletro-hidráulico

Vedação de alta performance:

Todas as entradas e saídas de óleo possuem O-Rings (Anéis de Borracha).

Reservatório testado em pressão de até 3 bar – pressão de armazenamento padrão de 1.02 bar.

Reservatório montado à base de soldagem – sem uso de cola ou fixadores.

Contaminação:

Respiro localizado fora do reservatório.

Possui um filtro de 50 micrômetros (Ar).

Possui resistência IP6KX contra poeira.

Possui filtros de óleo entre cada canal e estágio.

IP6KX contra poeira.  Possui filtros de óleo entre cada canal e estágio. © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

IP6KX contra poeira.  Possui filtros de óleo entre cada canal e estágio. © 2017 Eaton.

30

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Modos de Operação

Manual Mode: O motorista possui o controle sobre as trocas de marcha, sob a supervisão do sistema, com controle automático de embreagem e prevenção de situação indesejadas.

Automatic Mode: O sistema gerencia automaticamente embreagem e trocas de marchas, de acordo com a demanda do pedal, carga do veículo e inclinação do terreno.

Neutral: Mantém o sistema desengatado.

Reverse: Engate de marcha ré, com as mesmas características dos outros modos (Auto, Low, Manual).

de marcha ré, com as mesmas características dos outros modos (Auto, Low, Manual). © 2017 Eaton.
de marcha ré, com as mesmas características dos outros modos (Auto, Low, Manual). © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

31

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Seleção de Marcha Inicial

O sistema previne a seleção de marchas maiores que a 1ª.

de Marcha Inicial  O sistema previne a seleção de marchas maiores que a 1ª. ©
de Marcha Inicial  O sistema previne a seleção de marchas maiores que a 1ª. ©

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

32

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidade

Hill Start Aid – Assistente de Rampa

Previne a rolagem do veículo em arrancadas em rampa, permitindo um arranque controlado.

Integrado com o sistema ABS do veículo.

Aplica freios de serviço durante o arranque e realiza a liberação dos mesmo quando detectado torque suficiente na roda para desempenhar a arrancada sem que o veículo role na direção contrária.

roda para desempenhar a arrancada sem que o veículo role na direção contrária. © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

roda para desempenhar a arrancada sem que o veículo role na direção contrária. © 2017 Eaton.

33

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Kick Down – Alta demanda de torque

Ativada após pressionar totalmente o acelerador.

Pode realizar uma redução de 1 ou mais marchas, respondendo à alta demanda de torque requisitada pelo pedal / motorista.

O abuso na utilização desta funcionalidade leva a um aumento do consumo de combustível do veículo.

desta funcionalidade leva a um aumento do consumo de combustível do veículo. © 2017 Eaton. All
desta funcionalidade leva a um aumento do consumo de combustível do veículo. © 2017 Eaton. All

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

34

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Load Base Shifting – Adaptabilidade de Trocas

Os pontos de troca padrão do veículo são reajustados a depender de:

Inclinação do terreno.

Rotação do motor.

Posição do pedal.

Peso (Carga) do veículo.

O recálculo é feito automaticamente após algumas trocas e processamento dos dados coletados nas mesmas.

automaticamente após algumas trocas e processamento dos dados coletados nas mesmas. © 2017 Eaton. All Rights
automaticamente após algumas trocas e processamento dos dados coletados nas mesmas. © 2017 Eaton. All Rights

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

35

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Clutch Abuse Protection – Proteção contra abuso

O sistema provê proteção na forma e alarmes no veículo quando há abuso na embreagem com excessivo aumento da temperatura.

Isso ocorre quando muitos arranques são executados em curto espaço de tempo, ou o veículo é controlado (parado) em aclives com o uso do acelerador ao invés dos freios de serviço.

(parado) em aclives com o uso do acelerador ao invés dos freios de serviço. © 2017

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

(parado) em aclives com o uso do acelerador ao invés dos freios de serviço. © 2017

36

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Engine Overspeed Protection – Proteção contra excesso de velocidade.

A transmissão realizará uma subida de marchas (mesmo que em modo Manual) caso a rotação do motor ultrapasse o limiar de proteção.

que em modo Manual) caso a rotação do motor ultrapasse o limiar de proteção. © 2017

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

que em modo Manual) caso a rotação do motor ultrapasse o limiar de proteção. © 2017

37

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Runaway Control – Controle de rolagem de fuga.

O sistema atuará para prevenir que o veículo role descontroladamente na direção oposta ao modo selecionado.

Por exemplo, rolar para trás numa subida quando em modo Drive, ou rolar para frente numa descida quando em marcha Ré.

Quando exposto a estas condições o sistema desengata a transmissão automaticamente, evitando danos ao powertrain.

o sistema desengata a transmissão automaticamente, evitando danos ao powertrain. © 2017 Eaton. All Rights Reserved

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

o sistema desengata a transmissão automaticamente, evitando danos ao powertrain. © 2017 Eaton. All Rights Reserved

38

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

TCU - Software – Funcionalidades

Operação da PTO – Power Take Off.

O sistema permite a utilização e consequentemente a operação da PTO, porém não exerce controle sobre a mesma.

Trocas de marchas são desabilitadas enquanto a PTO estiver funcionando

Creeping - Rastejamento.

O sistema atuará, caso o motorista libere o acelerador e deixe o veículo perder velocidade, de modo a manter o mesmo em movimento em primeira marcha; isto é, ao liberar o acelerador o veículo não tende a parar, mas a ‘rastejar’ em marcha lenta com embreagem fechada.

não tende a parar, mas a ‘rastejar’ em marcha lenta com embreagem fechada. © 2017 Eaton.

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

não tende a parar, mas a ‘rastejar’ em marcha lenta com embreagem fechada. © 2017 Eaton.

39

Caracteristicas e Identificação

Especificação Técnica

Catalogo eletrônico – Eaton

(www.Eaton.com)

 Especificação Técnica  Catalogo eletrônico – Eaton (www.Eaton.com) © 2017 Eaton. All Rights Reserved 40
 Especificação Técnica  Catalogo eletrônico – Eaton (www.Eaton.com) © 2017 Eaton. All Rights Reserved 40

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

40

© 2017 Eaton. All Rights Reserved 41
© 2017 Eaton. All Rights Reserved 41

© 2017 Eaton. All Rights Reserved

41