Você está na página 1de 3

Carolina Queiroz Feijó -após potencial em ponta (spike) a memb permanece

MEDUESPI41 despolarizada em torno de 0,2 s, oq forma o platô


Capítulo 9 Guyton & Hall -seguida de repolarização abrupta
-cada átrio é fraca bomba de escova (primer pump) -o platô faz com que a contração muscular ventricular
para o ventrículo (ajuda a propelir sangue para ele) dure até 15 vezes mais q as contrações observadas no
-ventrículos fornecem força de bombeamento m esq
principal para propelir o sangue

FISIOLOGIA DO MÚSCULO CARDÍACO O Que Cuasa o Potencial de Ação Prolongado e o


-M. atrial, M. ventricular (contrações semelhantes à Platô?
esquelética mas com maior duração) e fibras -canais rápidos de sódio+canais lentos de cálcio
especializadas excitatórias e condutoras (se contraem (grande qntds de íons cálcio e sódio penetram nas
fracamente; descargas rítmicas; sistema excitatório de fibras miocárdicas por ele prolongando o período de
batimentos cardíacos e de condução) despolarização) platô
Anatomia Fisiológica do M. Cardíaco -tbm a permeabilidade da memb aos K+ diminui após
-fibras musculares cardíacas em malha, com as fibras início do PAimpede o retorno rápido do PA p o nível
se dividindo, se recombinando, se separando... basal
-características de fibras e filamentos semelhantes ao -qnd os canais lentos se fecham a permeabilidade
esquelético aumenta dnv rapidamento repolarização
O Miocárdio como um Sincício Velocidade de Condução do Sinal no Miocárdio
-discos intercalados: memb celulares q separam as -nas fibras musculares atriais e ventriculares:0,3 a 0,4
céls miocárdicas m/s (1/250 da nas fibras nervosas mais calibrosas,
1/10 das das fibras musculares esqueléticas)
-fibras de Purkinje 4 m/s (condução rpd excitatória)
Período Refratário do Miocárdio
-período refratário normal do ventrículo de 0,25 a 0,3
s, oq equivale à duração do platô
-período refratário relativo de 0,05
-o período refratário atrial é + curto: 0,15 s

-rápida difusão de íons pelas gap junctions


o miocárdio funciona como um sincício para as
células muscularescéls estão tão interconectadas q
qnd uma é excitada a PA se difunde
-2 sincícios: atrial e ventricular (q formam as paredes
de cada)
-os átrios são separados dos ventrículos por tecidos
fibrosos q circunda as aberturas das valvas AV
-potencial não passa por esses tecidos mas são Acoplamento Excitação-Contração – Função dos Íons
conduzidos pelos feixes AV Cálcio e dos Túbulos Transversos
-essa divisão do músculo cardíaca permite que o átrio -acoplamento excitação-contraçãocontração de
se contraia antes do ventrículoeficiência do miofibrilas
bombeamento cardíaco -PA peos túbulos Tage nas memb dos túbulos
Potenciais de Ação no M. Cardíaco sarcoplasmáticos longitudinais p liberar Ca2+íons p
-potencial intracelular passa de -85 mV p +20 mV as miofibrilas e catalisam reações químicas q
durante cada batimento promovem deslizamento de miosina e actina
-difs em relação ao M. esq: tbm difunde Ca2+ dos Efeito da Frequência Cardíaca na Duração do Ciclo
prórpios túbulos T p canais dependentes de voltagem Cardíaco
nas suas membranas força de contração -FC duração do ciclo; porém contração (sístole)
miocardíca menos que diástole
-entrada de Ca2+ ativa canais de liberação de cálcio, coração com FC não permanece tempo suficiente
tbm chamados canais de rianodina na memb relaxado p permitir enchimento adequado
sarcoplasmática q desencadeia liberação do Ca2+ p Relação do ECG com o Ciclo Cardíaco
sarcoplasmaCa2+ interaga com a troponina Onda P: p disseminação da despolarização pelos
formando pontes cruzadas e iniciar a contração átrios, seguido de contração atrial (discreto da
-força da contração cardíaca depende da[Ca2+] no LEC pressão curva de P imediatamente após a onda P)
-cálcio de volta p retículo p bomba de cálcio-ATPase e *um pouco antes do início da diástole
da célula por trocador sódio-cálcio, aí o sódio de Onda QRS: despolarização elétrica dos ventrículos;
dentro é removido p bomba sódio-potássio-ATPase leva a contração ventricular (causa na pressão
ventricular)
*um pouco antes do início da sístole
Onda T ventricular: estágio de repolarização do
ventrículo
*um pouco antes do fim da sístole
Função dos Átrios como Bombas de Escova
-contração atrial só os 20% q restam p encher os
ventrículosátrios como bomba de escova
-mas da p ficar sem os 20% pq o coração bombeia em
torno de 300 a 400%
-então se átrios pararem de funcionar raramente se
vê efeitos a menos q ele se exercite. Aí sinais agudos
de insuficiência cardíaca podem aparecer
Δ de pressão atrial: Ondas a, c e v
-Onda a: contração atrial
O CICLO CARDÍACO
-Onda c: qnd os ventrículos começam a se contrair
-conj de eventos entre o início de um batimento e o
(ligeiro refluxo de sangue p os átrios, pressão
do próximo
crescente dos ventrículos)
-reardo de 0,1 s na passagem do impulso dos átrios
-Onda v: perto do final da sístole; lento fluxo de
para os ventrículosbombeamento de sangue p os
sangue das veias p os átrios enquanto as valvas AV tão
ventrículos antes da forte contração ventricular
fechadas(qnd se abrem desaparece a onda)
-átrios cm bomba de escova p os ventrículos
Função dos Ventrículos como Bombas
-e os ventrículos princ. Força p propelir o sangue
Enchimento dos Ventrículos durante a Diástole
Diástole e Sístole
-final da sístole, início da diástole(1o terço): período de
-diástole: coração se enche de sangue
enchimento rápido ventricular
-sístole: contração
-no 2/3 final cm se o sangue fluísse direto das veias
-a duração total do ciclo cardíaco= FC
para os ventrículos
(batimentos/min)
-3/3 contração atrial p mandar os 20% final
-eventos q ocorre no lado esquerdo:
Esvaziamento Ventricular durante a Sístole
Período de Contração Isovolumétrica (Isométrica)
-dps do início da contração ventricular sua pressão
sobe fecha valvas AV
-tensão no MM mas n ocorre encurtamento das
fibras
Período de Ejeção
-P ventricular força abertura das valvas semilunares
-1/3 período de ejeção rápida; 2/3 finais período de
ejeção lenta
Período de Relaxamento Isovolumétrico
-m ventricular continua a relaxar msm sem alterar
volume
-P intraventriculares aos valores diastólicos valvas
AV se abrem