Você está na página 1de 5

Nota final:

Avaliação de Sociologia
Ensino Médio – 3ª série – 1º bimestre

Aluno: N°: Turma:

Professor: Data Valor prova:


100
Orientações: Conteúdos:

 Letra legível, uso de caneta azul ou preta.  Contexto histórico das


 Rasuras nas respostas de questões objetivas: a Ciências Humanas e o
questão será anulada. desenvolvimento da
Sociologia
 Autores fundamentais:
Durkheim, Spencer,
Marx e Weber
 Conceitos-chave:
socialização, grupos
sociais e movimentos
sociais
 Conceitos-chave: raça,
etnia, sexo e gênero.

1. (Valor 10) (UEL-2014-Adaptado) Charles Wright Mills, sociólogo americano, em seu


livro A Imaginação Sociológica (1959), propõe uma ciência crítica frente às questões
públicas, uma qualidade intelectual herdada dos fundadores da Sociologia, que
consiste em “sentir o jogo que se processa entre os homens e a sociedade, a biografia
e a história, o eu e o mundo” (MILLS, 1959, p.10), uma análise que se desloca da esfera
individual (de existência) para a esfera pública e vice-versa. Nesse sentido, a fala do
sociólogo brasileiro Luiz Werneck Vianna, ao comentar passagens de sua infância,
contém elementos da “imaginação sociológica”.

Eu sou de outubro de 1938. Nasci no Rio de Janeiro, na véspera da Segunda Guerra


Mundial, e quando ela acabou eu tinha sete anos. De algum modo, a guerra foi
significativa para mim e, creio, para a minha geração. Fatos: conheci black out. E havia
sempre em casa alguém contra a imprudência de se acender um fósforo, porque era
proibido. Outro fato: eu tinha um vizinho, não sei se alemão ou descendente de
alemães, que ouvia noticiário da Alemanha. Eram tempos conturbados, vivia-se um
clima de pânico, de radicalização política, inclusive pela vigência do Estado Novo.
Nasci, portanto, sob o signo da política. Lembro-me que, logo depois da guerra,
andando com a minha mãe pelas ruas de Ipanema, onde morávamos, presenciamos
um quebra-quebra assustador. Classe média contra a carestia. (Adaptado de: BASTOS,
E. R. et al. Conversas com sociólogos brasileiros. São Paulo: Editora 34 Ltda., 2006.
p.161.)
Com base no enunciado e no texto diferencie “esfera particular” (ou “de existência”)
de “esfera pública”.
A “esfera particular” (ou “de existência”) é o meio em que ocorrem as relações
individuais imediatas e próximas (exemplos: as relações familiares, o mundo da casa, o
cotidiano privado) e as crises se manifestam como “perturbações pessoais”. E a “esfera
pública” diz respeito às ruas, aos bairros, aos espaços públicos, ao ambiente social, ao
terreno da política e da economia, às relações entre Estado, sociedade e mercado e às
relações internacionais. Nessa esfera, as crises se manifestam como questões públicas
que afetam grande número de pessoas, como guerras, desemprego, carestia ou
miséria etc.

2. (Valor 5) O desenvolvimento do pensamento científico, historicamente não seguiu


uma linearidade cronológica. Alguns períodos foram mais propícios que outros.
Assinale qual foi o mais fértil para a formulação de ideias do campo da economia, da
política e da sociologia.
a) O feudalismo, pois é reconhecido pela propulsão dada ao pensamento racional.
b) A Grécia Antiga (século V a.C.) foi um marco na história do pensamento
estritamente mitológico.
c) O século XX, período que permitiu o desenvolvimento da Sociologia.
d) O período do Renascimento (fim do século XIV e início do século XVII) foi o tempo
fértil para o aparecimento de importantes obras nas áreas das ciências sociais.
e) O século XXI, uma vez que as grandes obras do pensamento social foram publicadas
nesse período.

3. (Valor 5) (IFRN-2011) Sobre a relação indivíduo e sociedade definida pelos autores


clássicos da Sociologia, é correto afirmar que
a) Karl Marx afirma que existem condicionamentos estruturais que levam o indivíduo,
os grupos e as classes para determinados caminhos, sendo impossível a reação e
transformação de tais condicionamentos.
b) Émile Durkheim afirma que a sociedade nem sempre prevalece sobre o indivíduo. As
leis e regras dependem dele e dão sentido de integração entre os membros da
sociedade.
c) Max Weber tem como preocupação central compreender o indivíduo e suas ações.
A sociedade existe concretamente, mas não é algo externo e acima das pessoas. Trata-
se do conjunto das ações dos indivíduos relacionando- se reciprocamente.
d) Weber concorda com Durkheim quando afirma que as normas, os costumes e as
regras sociais não são algo externo ao indivíduo, mas estão internalizados e, com base
no que traz dentro de si, ele escolhe condutas e comportamentos, dependendo das
situações que se lhe apresentam.

4. (Valor 5) (Unioeste-2012) Segundo Zygmunt Bauman, a Sociologia é constituída por


um conjunto considerável de conhecimentos acumulados ao longo da história. Pode-se
dizer que a sua identidade forma-se na distinção com o chamado senso comum.
Considerando que a Sociologia estabelece diferenças com o senso comum e estabelece
uma fronteira entre o pensamento formal e o senso comum, é correto afirmar que
a) a Sociologia se distingue do senso comum por fazer afirmações corroboradas por
evidências não verificáveis, baseadas em ideias não previstas e não testadas.
b) o pensar sociologicamente caracteriza-se pela descrença na ciência e pouca
fidedignidade de seus argumentos. O senso comum, ao contrario, evita explicações
imediatas ao conservar o rigor científico dos fenômenos sociais.
c) pensar sociologicamente é não ultrapassar o nível de nossas preocupações diárias e
expressões cotidianas, enquanto o senso comum preocupa-se com a historicidade dos
fenômenos sociais.
d) o pensamento sociológico se distingue do senso comum na explicação de alguns
eventos e circunstâncias, ou seja, enquanto o senso comum se preocupa em analisar e
cruzar diversos conhecimentos, a Sociologia se preocupa apenas com as visões
particulares do mundo.
e) um dos papéis centrais desempenhados pela Sociologia é a desnaturalização das
concepções ou explicações dos fenômenos sociais, conservando o rigor original exigido
no campo científico.

5. (Valor 10) De acordo com Herbert Spencer (1820-1903), quais são os dois elementos
que garante a sociedade manter-se unida mesmo crescendo e tornando-se complexa e
heterogênea?
Segundo o autor, a interdependência entre os componentes da sociedade e a
concentração do poder para controle das atividades da sociedade são elementos que
garantem a sociedade manter-se unida.

6. (Valor 10) (Enem-2016) A sociologia ainda não ultrapassou a era das construções e
das sínteses filosóficas. Em vez de assumir a tarefa de lançar luz sobre uma parcela
restrita do campo social, ela prefere buscar as brilhantes generalidades em que todas
as questões são levantadas sem que nenhuma seja expressamente tratada. Não é com
exames sumários e por meio de instituições rápidas que se pode chegar a descobrir as
leis de uma realidade tão complexa. Sobretudo, generalização as vezes tão amplas e
tão apressadas não são suscetíveis a nenhum tipo de prova.

(DURKHEIM, E. O suicídio: estudo da sociologia. São Paulo: Martins Fontes, 2000. )

O texto expressa o esforço de Émile Durkheim em construir uma sociologia com base
na
a) vinculação com a filosofia como saber unificado.
b) reunião das percepções intuitivas para demonstração.
c) formulação de hipóteses subjetivas sobre a vida social.
d) adesão aos padrões de investigação típicos das ciências naturais.
e) incorporação de um conhecimento alimentado pelo engajamento político.

7. (Valor 10) Max Weber elaborou o conceito de ação social no intento de


compreender alguns comportamentos em sociedade. Como se define a ação social
referente a fins pela perspectiva weberiana?
É a ação estritamente racional, em que um fim (objetivo) é racionalmente
buscado. Nesse sentido, há a escolha dos melhores meios para se realizar um fim.
8. (Valor 5) Sobre o processo de socialização assinale a alternativa incorreta.
a) Refere-se ao complexo de interações humanas que ocorrem em diferentes campos.
b) A socialização é um processo que ocorre apenas na infância.
c) A socialização é resultado de costumes e hábitos apreendidos em determinados
grupos sociais.
d) As diferentes instituições sociais influenciam no processo de socialização dos
indivíduos.
e) A socialização varia de sociedade para sociedade, pois algumas regras e valores são
próprias de determinados grupos.

9. (Valor 5) (Enem-2013) Ao longo das três últimas décadas, houve uma explosão de
movimentos sociais pelo mundo. Essa diversidade de movimentos — que vão desde os
movimentos por direitos civis e os movimentos feministas dos anos de 1960 e 1970,
até os movimentos antinucleares e ecológicos dos anos de 1980 e a campanha pelos
direitos homossexuais da década de 1990 — é normalmente denominado pelos
comentadores do tema como novos movimentos sociais.

GIDDENS, A. Sociologia. Porto Alegre: Artmed, 2005 (adaptado).

Uma explicação para a expansão dos chamados novos movimentos sociais nas últimas
três décadas é a

a) fragilidade das redes globais comunicacionais, como internet e telefonia.


b) garantia dos direitos sociais constitucionais, como educação e previdência.
c) crise das organizações representativas tradicionais, como partidos e sindicatos.
d) instabilidade das instituições políticas democráticas, como eleições e parlamentos.
e) consolidação das corporações transnacionais monopolistas, como petrolíferas e
mineradoras.

10. (Valor 5) Dentre as alternativas a seguir, assinale aquela que melhor define o
conceito de etnocentrismo.
a) É a perspectiva de que a Europa é o centro e referência da razão e da Cultura.
b) É a perspectiva de que uma determinada raça/etnia é superior as demais culturas.
c) É a perspectiva de que as culturas são relativas; não há cultura, que tenha caráter
absoluto.
d) É a perspectiva de que a cultura é um fenômeno universal e homogêneo.
e) É a compreensão de alteridade aplicada a todas as esferas da vida social.

11. (Valor 10) Pela perspectiva sociológica o que seria um grupo primário e quais suas
principais características?
A família é um exemplo de grupo primário que tem por características o
contato frequente, laços emocionais, a inserção do indivíduo na vida social etc.

12. (Valor 5) Alain Touraine é um sociólogo francês reconhecido por seus estudos
sobre os movimentos sociais. Segundo ele, existem três princípios que
sistematicamente são observados nos movimentos sociais, sendo eles: identidade,
oposição e totalidade. Explique sucintamente o que é o princípio de identidade?
O princípio de identidade se resume às ideias daquele que luta; nesse sentido o
movimento social deve escolher objetivos e interesses que deve seguir ou a quem
proteger e defender.

13. (Valor 5) (Enem-2015) A população negra teve que enfrentar sozinha o desafio da
ascensão social e frequentemente procurou fazê-lo por rotas originais, como o
esporte, a música e a dança. Esporte, sobretudo o futebol, música, sobretudo o samba,
e dança, sobretudo o carnaval, foram os principais canais de ascensão social dos
negros até recentemente. A libertação dos escravos não trouxe consigo a igualdade
efetiva. Essa igualdade era afirmada nas leis, mas negada na prática. Ainda hoje,
apesar das leis, aos privilégios e arrogâncias de poucos correspondem o
desfavorecimento e a humilhação de muitos.

CARVALHO, J. M. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,


2006 (adaptado).

Em relação ao argumento de que no Brasil existe uma democracia racial, o autor


demonstra que esse(a)
a) ideologia equipara a nação a outros países modernos.
b) modelo de democracia foi possibilitado pela miscigenação.
c) peculiaridade nacional garantiu mobilidade social aos negros.
d) mito camuflou formas de exclusão em relação aos afrodescendentes.
e) dinâmica política depende da participação ativa de todas as etnias.

14. (Valor 10) A palavra genocídio traduz o conceito de “extinção total ou parcial de
uma etnia de maneira predeterminada, por esta ser considerada como uma ameaça ao
grupo dominante”. Considerando o conceito acima, exemplifique com dois casos de
genocídio ocorridos no século XX.
Podem ser mencionados; genocídio Armênio (1915-1918), Holocausto (Judeus,
poloneses, ciganos etc), Holodomor (população ucraniana em 1932/1933), genocídio
de Ruanda (1994), massacre de Srebrenica (Bósnia) etc.