Você está na página 1de 2

Dieselpunk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Dieselpunk é um subgênero da ficção científica retrofuturista,


tal qual o steampunk. A distinção vem a partir do fato que,
enquanto no steampunk os veículos são movidos a vapor, no
dieselpunk os veículos são movidos a diesel ou qualquer outro
tipo de combustível.[2] O estilo foi muito utilizado nas histórias
de ficção científica das décadas de 30 a 40 referenciando ao que
seria o futuro baseado na tecnologia existente naquela
época[3][4].

O estilo de arte dieselpunk é reconhecido atualmente como


baseado na estética popular do Período entreguerras até meados
dos anos 1950[5] (fato pelo qual o estilo musical ao qual o
dieselpunk é relacionado é o jazz, que estava no auge de sua
popularidade durante o período). A palavra "dieselpunk" foi
usada pela primeira vez por Lewis Pollak para descrever seu jogo
de RPG de mesa Children of the Sun em 2001, e sua definição Um exemplo de arte dieselpunk.
cresceu em anos recentes para incorporar as formas Arte de Stefan Prohaczka.[1]
características da arte visual, música, ficção e tecnologia dos
tempos de guerra, servindo de termo para descrever seriados da
época, film noir e outros.[5]

Existe uma variação de dieselpunk conhecida como decopunk, que se popularizou em 2008, e cujo
nome vem de "deco", forma inglesa de se referir ao movimento art déco. Decopunk é inspirado nos
anos 1920-50, e é, de acordo com Sara M. Harvey (artista steampunk) em uma entrevista no site
CoyoteCon (https://web.archive.org/web/20131224084542/http://coyotecon.com/about/), "... mais
brilhante que o dieselpunk, é mais como decopunk. E dieselpunk é uma versão suja (gritty) do
steampunk... Decopunk é a versão mais leve e art decó; mesmo período, mas tudo é cromado!"[6]

A HQ Rocketeer e o filme Capitão Sky e o Mundo de Amanhã são classificados como dieselpunk.[3][4]

"Downhearted Blues" (1922)


0:00 MENU

"Downhearted Blues" de
Alberta Hunter e Lovie Austin,
música frequentemente
identificada com o dieselpunk.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a


ajuda.

Referências
1. «stefanparis's Gallery» (http://stefanparis.deviantart.com/gallery/). Stefanparis.deviantart.com.
Consultado em 25 de maio de 2010
2. Luiz Felipe Vasques (26 de janeiro de 2012). «Dieselpunk: Relatos confidenciais de uma bela
época (resenha)» (http://www.rederpg.com.br/2012/01/26/dieselpunk-relatos-confidenciais-de-um
a-bela-epoca-resenha/). RedeRPG
3. Janicz, Krzysztof (2008). «Chronologia dieselpunku» (http://steampunk.republika.pl/chrono04pl.ht
ml) (em Língua polaca)
4. Williams, Sarah Hope (13 de setembro de 2009). «Just what is "Stitchpunk," Anyway?» (http://io9.
com/5358336/just-what-is-stitchpunk-anyway?skyline=true&s=x)
5. «Dieselpunk Encyclopedia» (http://dieselpunksencyclopedia.wordpress.com/origins-of-dieselpun
k/). 1. Defining Dieselpunk. Consultado em 21 de dezembro de 2013
6. «Wikipedia (inglês)» (https://en.wikipedia.org/wiki/Cyberpunk_derivatives#Decopunk). Cyberpunk
derivatives#Decopunk. Consultado em 21 de dezembro de 2013

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Dieselpunk&oldid=57225711"

Esta página foi editada pela última vez às 19h05min de 19 de janeiro de 2020.

Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da
Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de utilização.