Você está na página 1de 14

DISCIPLINA: Matemática

PROFESSORA: Eliane Gomes Mendonça Martins


TELEFONE: 66996335852
PROFESSOR: Tarcisio Uzinsk
TELEFONE: 66992414200
Ano/Série 2021 7º/8º ano

Ano/ Data Números de Hablidades a Objeto de Atividades a serem realizadas Recursos Intrumentos para
Série aulas serem trabalhadas Conhecimento Utilizados verificação de
Aprendizagem

7º/8º 2 Aulas EF07MA34:  Planejar e realizar Leitura Probabilidade Apostila Debates e atividades
experimentos aleatórios
ou simulações que ( questionário)
7º/8º 2 Aulas envolvem cálculo de https://youtu.be/bjxjAmZySrQ Meios
probabilidades ou tecnologicos
estimativas por meio de
7º/8º 2 Aulas frequência de Atividades de fixação Apostila/
ocorrências.
caderno/ lápis e
7º/8º 2 Aulas borracha

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Dante, Luiz Roberto, Teláris matemática, 8o ano : ensino fundamental, anos finais / Luiz Roberto Dante. -- 3. ed. -- São Paulo :
Ática, 2018.
Fevereiro de 2021
1. Probabilidade

Probabilidade é um ramo da Matemática em que as chances de ocorrência de experimentos são


calculadas. É por meio de uma probabilidade, por exemplo, que podemos saber desde a chance de
obter cara ou coroa no lançamento de uma moeda até a chance de erro em pesquisas.

Fonte: Wikipédia

Você sabe quais são as chances de obter cara ao lançar uma moeda?

Metade das chances! Pois a moeda tem apenas dois lados e a probalidade de sair um ou o
outro, cara ou coroa, é igual.

Exatamente: temos ½ das chances de que saia cara e a


outra metade de que se obtenha coroa.

Mas e se fosse um dado, quais seriam as chances de se


obter o número seis?

Há certos experimentos (ou fenômenos) que, embora sejam repetidos muitas


vezes e sob condições idênticas, não apresentam os mesmos resultados. Por
exemplo, no lançamento de uma moeda perfeita, o resultado é imprevisível, não
podemos determiná-lo antes de ser realizado, porque não sabemos se o
resultado sorteado será cara ou coroa. Aos experimentos (ou fenômenos) desse
tipo, damos o nome de experimentos aleatórios.

1
Quando um evento é formado por apenas 1 elemento do espaço amostral, ele é
chamado evento elementar.

Quando um evento coincide


com o espaço amostral, ele é
chamado de evento certo.
Quando um evento é vazio,
ele é chamado de evento
impossível.
Por exemplo, são aleatórios os experimentos:

lançamento de um dado não viciado;

resultado de um jogo de roleta;

número de pessoas que ganharão em um jogo de loteria.

Em um experimento (ou fenômeno) aleatório, o


conjunto formado por todos os resultados possíveis
é chamado de espaço amostral (Ω). Qualquer
subconjunto do espaço amostral é chamado de
evento.
Agora eu entendi, já sei o que é probabilidade, já sei o que é um espaço
amostral, e já sei o que é um evento!

Por exemplo, se eu jogar na mega sena, o espaço amostral é o conjunto de todas as combinações com
seis números que são possíveis de serem sorteados, e apenas uma dessas combinações é o evento que se
deseja ao apostar!

Então você já está satisfeito?

Nem um pouco! Eu quero calcular essas probabilidades. Se eu quiser


apostar em um número em um jogo de dados, eu quero saber quais
as minhas chances!

Vou precisar de exemplos para


entender isso aí!

Considere o experimento aleatório do lançamento de uma moeda perfeita


e o registro da face voltada para cima. Qual é a probabilidade de obter a
face cara? Essa você já sabe!
Vamos deixar um exercício para você, caro aluno!

No lançamento de um dado não viciado, qual é a probabilidade de sair um número menor do que 3
na face voltada para cima?

Resposta da atividade:

Exercícios de probabilidade:
amarelo.
1. No lançamento de um dado perfeito,
determine no caderno o espaço amostral e
os eventos indicados em cada item.
a) A: sortear um número ímpar.
b) B: sortear um número maior do
que 3.
c) C : sortear um número menor do
que 2.

2. Ao girar o ponteiro desta roleta para um


sorteio, determine no caderno o espaço
amostral e os eventos indicados.

a) A: parar no setor azul.


b) V: parar no vermelho ou no
3. Considerando esta roleta, defina b) Evento B: sortear um número
no caderno o espaço amostral e os ímpar.
eventos indicados em cada item. 4. Considere a mesma roleta da atividade
anterior.

a) Evento A: sortear o número 2.

5. Fabiana recortou 6 cartões de tamanhos retirado de um saquinho.


iguais e escreveu neles as letras A, B, C e
D. Depois, ela virou os cartões com a face
escrita para baixo e embaralhou-os para
fazer um sorteio.
Qual é a probabilidade de que o número retirado seja:
a) Par?

a) Qual é o espaço amostral?


b) Qual é o evento E1: sortear o
cartão com a letra A?
c) E o evento E2 : sortear o cartão
com a letra B?
d) E o evento E3 : sortear o cartão
com a letra X?

6. Classifique no caderno os eventos E2 e E3


da atividade anterior.

7. Invente um experimento e escreva no


caderno qual é o espaço amostral e um
evento.

8. No experimento de girar o ponteiro desta


roleta, qual é a probabilidade de o
ponteiro parar no setor de cor verde?

9. Considere pedaços iguais de papel, com


os números de 1 a 13, dobrados
igualmente de modo que qualquer um
deles tenha a mesma chance de ser
b) Divisível por 3? a) uma bola vermelha?
c) Primo? b) uma bola branca?
d) Maior do que 8?
e) Menor do que 10?
f) Maior do que 5 e menor do que
10?
g) Múltiplo de 4?

10. Um jogo tem para sorteio 10


fichas vermelhas numeradas
de 1 a 10 e 10 fichas azuis
também numeradas de 1 a 10.
Qual é a probabilidade de um
participante retirar:
a) uma ficha vermelha?
b) uma ficha com o número 8?
c) uma ficha azul com número
par?
d) uma ficha com um
número maior do que
3?

11. Responda no caderno.


a) Quais são os números
possíveis de 3
algarismos distintos
com os algarismos 1,
2 e 3?
b) Qual é a probabilidade
de, escolhendo um
desses números ao
acaso, ele ser par?
c) Qual é a
probabilidade de, na
escolha de um desses
números, ele ser
maior do que 100?
d) Qual é a
probabilidade de, na
escolha de um desses
números, ele ser
menor do que 100?
12. A mãe de Juliana tem 3 filhas
e está novamente grávida.
Qual é a chance de o quarto
filho ser menino?

13. Em uma caixa há 6 bolas


brancas e 4 vermelhas.

Qual é a probabilidade de, ao acaso, ser


retirada:
Vamos falar
2. Volume sobre volumes!

Você
sabia que
o volume
de um
corpo é
a
quantida
de de
espaço
ocupada
por esse
corpo?

Vou precisar de mais informações!

Vou ler o texto a seguir!

Está faltando alguma informação, vou ler mais um pouquinho!

8
9
Agora entendi. Lá em casa tenho uma caixa grande com um metro de largura, dois de altura e três de
comprimento, ou seja, ela tem1mx2mx3m=6m³ de volume!

2m

1m
3m

Vamos deixar um exercício para você, caro aluno!

Qual é o número de cubinhos nessa figura?

Resposta da atividade:

Exercícios de volumes:

1. Considere a figura a seguir. Determine:


a) O perímetro dessa figura, em
centímetros.
b) A área dessa figura em
centímetros quadrados.

7
2. Observe o sólido geométrico
construído com cubinhos de medida
de volume de 1 cm3 .

Determine, no caderno, o que é pedido


em cada item.
a) O número de faces, de vértices e
de arestas do sólido geométrico.
b) A medida de perímetro da face que
aparece pintada de verde.
c) A medida de área da face que
aparece pintada de amarelo.
d) A medida de volume do sólido
geométrico.
e) A representação do
sólido geométrico visto de
cima.

3. Observe a representação de alguns


paralelepípedos construídos com
cubinhos de medida de volume de 1
cm³. Qual é o número de cubinhos em
cada caso?

4. Examine esta caixa cuja forma lembra


um paralelepípedo. Ela tem uma
tampa na parte de cima.
a) É possível preencher esta caixa com
cubinhos inteiros de medida de
volume de 1 cm³?
b) Você pode colocar uma camada de
cubinhos inteiros no fundo da caixa?
c) Você pode colocar uma segunda
camada de cubinhos inteiros sobre a
6. Determine a medida de volume da
primeira?
caixa, da pilha de tijolos e da
d) E uma terceira camada?
jardineira com plantas, representadas a
seguir
.
5. Fórmula da medida de volume de
um paralelepípedo ou bloco
retangular.
O procedimento que você viu e usou
nas atividades anteriores vale para
qualquer paralelepípedo. Então,
podemos escrever a fórmula da
medida de volume de um
paralelepípedo com medidas de
dimensões a, b e c na mesma unidade
de medida:

Agora, calcule no caderno a medida de


volume deste paralelepípedo.
8