Você está na página 1de 23

Grupo da Enfermagem – Profª.

06 História
Sandra Mara
Andréa Dantas Alexandra D. Oliveira Arituza Guimarães Débora Virgínio Edna Cássia
do Elaine Bergamasco Elenaldo Amaro Patrícia Ferreira de Lima Sheyla Urdiale Tati
ne Moura
Uninove 2007 Sheyla
Wanda de Aguiar Horta
Uninove 2007 Sheyla
Wanda de Aguiar Horta
Biografia Processo de Enfermagem Histórico de Enfermagem Diagnóstico de Enfermagem
lano Assistencial Plano de Cuidados Evolução de Enfermagem Prognóstico de Enfermagem
onsulta de Enfermagem Conclusão
Uninove 2007 Sheyla
Biografia
Nasceu em 11 de agosto de 1926 e faleceu em 1981. Formação Acadêmica : Graduada em Enf
ermagem. Licenciada em História Natural, Ciências e Letras. Pós-Graduada em Pedagogia
e Didática. Doutora em Enfermagem. Professora Universitária e Chefe de Enfermagem. N
o ano do seu falecimento, foi proclamada Professor Emérito pela Escola de Enfermag
em da USP. 1959 → Teoria das Necessidades Humanas Básicas.
Uninove 2007 Elaine
Processo de Enfermagem
Caracteriza-se pelo inter-relacionamento e dinamismo de suas fases ou passos: 1º H
istórico de Enfermagem 2º Diagnóstico de Enfermagem 3º Plano Assistencial 4º Plano de Cuid
ado 5º Evolução de Enfermagem 6º`Prognóstico de Enfermagem Segundo João Mohana, as necess
des básicas são motivadas pelos fatores: Psicobiológico / Psicossocial / Psicoespiritu
al
Uninove 2007 Andréa
Necessidades Humanas Básicas
Quando a necessidade se manifesta, o faz por sinais e sintomas que em enfermagem
, por enquanto, denominam-se: PROBLEMAS DE ENFERMAGEM
Uninove 2007
Andréa
Histórico de Enfermagem
Conceito Características • Concisão • Informações • Individualização • Não duplicar inf
lidade Técnica Fatores que interferem Vantagens e utilização dos dados Problemas de
fermagem Exame físico
Uninove 2007 Arituza
Parte de um Histórico
Identificação Exame Físico Problema de Saúde Observação do paciente no hospital C
Uninove 2007
Arituza
Diagnóstico de Enfermagem
Identificar as necessidade e determinar o grau de dependência.
Uninove 2007
Patrícia
Diagnóstico de Enfermagem
Níveis de Dependência em Enfermagem
Uninove 2007
Patrícia
Diagnóstico de Enfermagem
Metodologia
Uninove 2007
Plano Assistencial
Ajudar Orientar Supervisionar Encaminhar
Uninove 2007
Alexandra
Plano de Cuidados
(Prescrição de Enfermagem)
A prescrição precisa ser concisa, clara e especifica.
As prescrições deverão ser checadas quando realizadas. Sempre que necessário será feita e
anotada a observação referente à avaliação do cuidado prestado.
Uninove 2007
Édna
Evolução da Enfermagem
A evolução exerce um verdadeiro controle sobre a qualidade e a quantidade do atendim
ento, fornecendo dados para a supervisão do pessoal auxiliar.
Uninove 2007
Débora
Prognóstico de Enfermagem
Um bom prognóstico é aquele que leva
ao autocuidado, portanto, à independência de enfermagem; um prognóstico sombrio é aquele
que se dirige para a dependência total.
Uninove 2007
Elenaldo
Consulta de Enfermagem
É a assistência profissional prestada ao indivíduo aparentemente sadio ou em tratament
o ambulatorial. Síndromes de Enfermagem • Ambulatorial • Cirúrgica • EHN
Uninove 2007 Tatiane
Conclusão
SAE Autonomia Respaldo Legal Aproximação Enfermeiro → Paciente
Uninove 2007
Sheyla
SAE - Internação
Uninove 2007
Sheyla
SAE Identificação
Uninove 2007
Sheyla
Exame Físico
Uninove 2007
Sheyla
Biblioteca “Wanda de Aguiar Horta” USP
Uninove 2007
Sheyla
“Esperar” Que venham, que vão. Até quando? Sonhos, realidades, Virtudes, pecados, mentir
as, ódios, paixões, amores e ilusões. Até quando? Que vão, que venham.
“Nascer” Para a vida, o amor, a luz, Para a lida. Para ver, lutar, cantar, Para cres
cer. Para a alegria, a felicidade, a ternura, Para a fantasia. Para sentir, perc
eber, conceber, Para partir.
Uninove 2007