Você está na página 1de 13

Projeto Trabalhando Valores

JUSTIFICATIVA

Educar! Tarefa das mais difíceis! Como se preparar na vida e para a vida? Todo ser humano tem
suas crenças e com base nelas seus pensamentos e sentimentos, que culminam nas atitudes.

Acredita-se numa sociedade mais humana e justa, sem preconceitos, em que os cidadãos atuem
compromissados com o bem comum.

A escola se tornaria vazia e ineficiente se se omitisse de resgatar certos valores "adormecidos" na


consciência humana. Por esse motivo, torna-se essencial refletir o mundo atual, fortalecer e
renovar as "crenças", inserindo no processo educacional valores que possibilitem a formação
integral de nossos alunos.

OBJETIVOS

O professor, entendendo que o agente principal da escola é o aluno, deverá:

• compromissar-se com a filosofia de nossa escola;


• propiciar o desenvolvimento de virtudes indispensáveis à formação humana;

intensificar o trabalho de valores, consciente do papel social da escola, de modo a oportunizar as


reflexões e atitudes que visam ao bem-estar dos cidadãos e o fortalecimento da autonomia dos
homens.

PROCEDIMENTOS

• Os valores a serem trabalhados deverão atravessar as áreas de conhecimento. O professor


deverá estar atento aos melhores momentos para tratar deste assunto. Poderão ser
ocasiões imprevistas – como uma notícia no jornal ou uma briga no recreio, que mobilizem
os alunos – ou ocasiões criadas pela sensibilidade do professor.

• Selecionar canções coerentes com as temáticas em voga.


• Organizar murais sobre os valores a serem abordados em cada mês.
• Realizar dinâmicas de grupos que favoreçam essas reflexões (ver sugestões).
Seguir o cronograma:

Valores trabalhados no Valores a trabalhar no 2º


1º semestre semestre
MARÇO AGOSTO
1ª quinzena – cooperação 1ª quinzena – verdade
2ª quinzena – respeito e 2ª quinzena – União
amizade
ABRIL SETEMBRO
1ª quinzena – 1ª quinzena – Liberdade
responsabilidade
2ª quinzena – carinho 2ª quinzena – Dedicação
MAIO OUTUBRO
1ª quinzena – amor 1ª quinzena – Alegria
2ª quinzena – bondade 2ª quinzena – Partilha
JUNHO NOVEMBRO
1ª quinzena – honestidade 1ª quinzena – Solidariedade
2ª quinzena – justiça 2ª quinzena – Paz

PARA LER E REFLETIR...

"O aprendizado de valores: base para a formação do cidadão."

Texto Reflexivo:

Compromissar-se com a Educação é refletirmos a cada dia a filosofia de nosso colégio: "Ensino
Completo. Formação Integral". Estamos vivendo a "Era do Conhecimento", momento em que
nenhuma pessoa pode parar de estudar, de reciclar-se. Contudo, o homem tem de saber filtrar as
informações e o conhecimento significativo para aplicá-los no dia-a-dia; tem de saber gerenciar todo
esse "saber" para não "stressar" e sentir-se útil e feliz na sociedade em que vive. Quando dirigimo-
nos ao "conhecimento" não nos referimos apenas ao conhecimento formal mas, sim, ao
conhecimento das experiências vividas, ao conhecimento do ser humano, dos acontecimentos do
mundo. Atualmente surgem muitos cursos sobre o desenvolvimento pessoal e grupal, sobre como
conviver e relacionar-se melhor, como ser mais feliz!

Sabedoria consiste em equilíbrio pessoal, em inteligência de nossas posturas e expressividades.


Queremos preparar os nossos filhos para a vida. Para tanto, perguntamos: "Bastaria o conteúdo
formal da escola?" "Resolveria para a transformação da sociedade, em que almejamos um mundo
cada vez melhor, indivíduos que possuíssem muito conhecimento, mas não soubessem expressá-
los?" "O que o mercado de trabalho exige hoje?" Exige iniciativa, argumentação, ética, divisão com
o outro...SIM, É PRECISO IR ALÉM! Nossos alunos estarão atuando profissionalmente num
amanhã muito breve. Ser um profissional, qualquer um pode ser, porém, tornar-se um grande
profissional e uma grande pessoa é o desafio!

A escola é um espaço social privilegiado nas construções do conhecimento e ela precisa trabalhar
com o conhecimento científico, histórico e humano. Não há como crescer no cognitivo se não
houver a relação entre as pessoas, se não houver a necessidade ou um desafio, ou ainda, uma
problematização a ser resolvida. E é na relação que os valores tornam-se relevantes.

Todo ser humano tem suas crenças e, com base nelas, seus pensamentos, sentimentos e atitudes.
Se refletirmos o comportamento dos adolescentes, por exemplo, veremos que muitas de suas
preocupações pautam-se no como o grupo vai perceber ou receber essa ou aquela determinada
atitude. Se o fato do adolescente vestir uma blusa na cor verde limão implicar em não aprovação do
grupo, ele não a vestirá. Para que esse adolescente possa ter autonomia, ou seja, discernir o certo
do errado, o que vai "pesar" serão os valores que ele construiu até então.

Desde a Educação Infantil, os verdadeiros valores precisam ser abordados. Não no sentido da
imposição, mas no da construção! É do zero aos sete anos que a personalidade das pessoas se
estrutura. Nessa fase, a criança recebe toda uma bagagem e depois ela já começa a interiorizar o
que quer ou não quer para si. O que o ser humano recebe de significativo nessa faixa etária ele
levará para a vida toda! Toda pessoa está em processo de constante aprendizagem, porém, ela
será um ser privilegiado e mais seguro se a bagagem de conhecimento for de soma, ano a ano, em
sua existência.

Trabalhar valores é algo que não é visível e imediato. Ninguém viu um átomo, assim como ninguém
viu a alma e, no entanto, as grandes energias estão presentes; às vezes nas menores partículas.
Os valores se constroem no convívio com o outro, nas ações do dia-a-dia, e, nós, Educadores,
precisamos, além de dedicar a atenção a determinados valores no momento e na hora certa,
assumir esse compromisso com o coração e com a ação. É fundamental planejarmos atividades
específicas para refletir junto aos alunos sobre o comportamento humano, sem apontar o defeito do
outro, e oportunizarmos que cada um se "olhe" e se expresse, trazendo exemplos de situações
vividas para uma discussão. Isso é agir em prol do bem-comum, é papel que cabe a cada um de
nós. Esse diferencial na formação do cidadão é comprometimento com o social. Temos de fazer
valer cada gesto e palavra nossa, lembrando que todos somos Educadores (o professor, o zelador,
o pai, o amigo...).

Nesse sentido, uma vez que a escola existe para e pelo ALUNO, o diálogo constante com a família
é fundamental. A melhor herança que um pai pode deixar para o filho é o "ser" não o "ter". Basta
observarmos a realidade atual: quantas empresas famosas, de alto porte, deixam de existir após a
morte do proprietário. Os filhos desentendem-se por não terem aprendido a administrar o negócio e
nem tão pouco a lidar com o outro. Todos precisamos de amor . O sentimento é algo pessoal,
interno; ninguém consegue nos dizer: "Goste dele(a)!", porém, temos que respeitar todas as
pessoas. Temos que nos transportar ao lugar do outro para entendê-lo e compreendê-lo melhor.
Quando estamos abertos para receber o outro, a vida é uma novidade vibrante! Nunca podemos ter
tanto orgulho de nossa força ao ponto de pensarmos não precisar daquele que está ao nosso lado.
Partilhar pensamentos, sentimentos, conhecimentos e atitudes, esse é o nosso lema! Tanto nas
reuniões com todos os Pais da turma, como nos encontros individuais com as famílias, os valores
precisam ser refletidos. A mãe que traz uma situação, como por exemplo: " Estão chamando meu
filho de gordinho", vem em busca de ajuda, necessita de um retorno. Que tal aplicar para essa
turma a "Dinâmica das Flores"? (veja link abaixo).
Dinâmica das flores

Dinâmica das flores

A professora chega na classe com um ramalhete de flores diversificadas e


alegremente fala: "Hoje trouxe flores para cada um de vocês! Mas por que será?
Vamos, antes, conversar sobre a beleza que cada uma destas flores possui. João,
que beleza você vê na margarida? E você, Gisele, fale-nos o que há de bonito na
camélia..." Após toda exploração, a docente distribui as flores no meio do círculo de
crianças e fala: "As flores são como as pessoas. Uma é diferente da outra. Existe a
flor vermelha, a branca, a flor comprida, a baixa...mas todas são flores e possuem a
sua beleza. Existe a pessoa gorda, magra, alta, baixa...mas todas são pessoas e
possuem a sua beleza." Nesse momento a professora pode refletir alguns valores
como: respeito, a amizade e compreensão e solicitar, então, que cada aluno escolha
uma das flores para levar para casa como marco dessa reflexão. Essa é uma das
muitas vivências que se pode fazer com os pais numa reunião ou explicar para a mãe,
citada no exemplo acima, que essa será a estratégia utilizada pela professora.

Além de dinâmicas, filmes ou contos, atividades cotidianas no caderno ou livro didático poderão
fortalecer o trabalho de valores.

A escola se tornaria vazia e ineficiente se se omitisse de resgatar certos valores "adormecidos" na


consciência humana. Mais ineficiente seria se não partilhasse com a família dessa reflexão.

Acreditamos numa sociedade mais humana e justa, sem preconceitos, na qual os cidadãos atuem
compromissados com o bem-estar de todos. Assim, inserimos o trabalho de valores no "Programa
Vida" , programa esse, que é cuidadosamente planejado com atividades de palestras e encontros
para oportunizar, além do que é trabalhado e abordado no dia-a-dia, o alcance de nossos objetivos
no aspecto formativo. No que se refere aos "valores”, o educador, entendendo que o agente
principal da escola é o aluno, deverá:

*compromissar-se com a filosofia de nossa creche;

*propiciar o desenvolvimento de virtudes indispensáveis à formação humana e atividades


relacionais;

*intensificar o trabalho de "valores", consciente do papel social da escola, de modo a oportunizar as


reflexões e atitudes que visam cidadãos mais felizes e o fortalecimento da autonomia dos homens.

Para que tenhamos a possibilidade de refletir sentimentos e comportamentos humanos, de um


modo mais profundo, mapeamos o cronograma que segue abaixo. Os valores mencionados não
foram escolhidos por mero acaso, mas por meio das pesquisas realizadas pela escola, as quais
possibilitaram um levantamento dos anseios dos pais em relação ao que gostariam que fosse
trabalhado com seus filhos. Contudo, o cronograma é bastante flexível, pois construir cada "valor"
em nosso interior é um "ir e vir" constante de reflexões, é discutir notícias e reportagens atuais, é
falar sobre a vida, sobre a nossa vida!

1ª quinzena de março- COOPERAÇÃO


2ª quinzena de março- RESPEITO

1ª quinzena de abril- RESPONSABILIDADE

2ª quinzena de abril- CARINHO

1ª quinzena de maio- AMOR

2ª quinzena de maio- BONDADE

1ª quinzena de junho- HONESTIDADE

2ª quinzena de junho- JUSTIÇA

1ª semana e última de julho- SOLIDARIEDADE

1ª quinzena de agosto- VERDADE

2ª quinzena de agosto- UNIÃO

1ª quinzena de setembro- LIBERDADE

2ª quinzena de setembro- DEDICAÇÃO

1ª quinzena de outubro- ALEGRIA

2ª quinzena de outubro- PARTILHA

1ª quinzena de novembro- COMPANHEIRISMO

2ª quinzena de novembro- PAZ

A discussão desses valores não se sustenta apenas nas ações dos homens com os homens, mas
nas ações dos homens também com o meio. No ano 2000, a PAZ está sendo abordada em todos
os meses, assim como a preservação do meio ambiente. Em sintonia com o mundo, caminhamos
em busca de dias melhores!

Dinâmica 01: A vida é uma novidade vibrante!!

Desenvolvimento: Sentados(as) em pequenos círculos (5 a 6 pessoas), cada participante pega um


giz de cera de cor diferente da que o(a) companheiro(a) escolher. Ao som da música, cada um
inicia um desenho, procurando expressar um problema ou uma idéia. Ao comando do animador,
cada participante passa o desenho para a pessoa da direita, recebe o desenho da pessoa da sua
esquerda (sem mudar a cor do seu lápis) e prossegue a atividade, observando o que recebeu e
completando o desenho com o que considerar oportuno para a solução do problema ou
enriquecimento da idéia. Quando a folha com a qual cada participante iniciou a atividade, retornar
às suas mãos, fazem-se os comentários e reflexões.

**Considerações que podem auxiliar:


*Permitir que o outro partilhe com você e que o(a) ajude.

*Se você for forte, nunca tenha tanto orgulho de sua força, a ponto de pensar que não precisa de
apoio.

*Refletir: A minha cor foi importante para o outro? A cor do outro foi importante para mim?

*Mesmo com uma cor escura no momento, você pode expressar bons sentimentos. A força interior
existe! O mesmo lápis que escreve o ódio, escreve AMOR.

*Cada um de nós tinha uma cor, mas o desenho que está conosco não tem apenas mais uma cor,
tem outras cores.

Quando estamos abertos para receber o outro, a vida é uma novidade vibrante!!!

Dinâmica 02: Como transformar defeitos em virtudes?

Desenvolvimento: Animador: "Falando em cores do arco-íris...vamos pensar na harmonia que


existe entre elas, nas partículas de água que refletem de formas diferentes, na água que bebemos,
no ciclo da vida... e vamos escolher uma bexiga que retrate uma das cores desse arco-íris que
estamos vendo."

Os participantes, em posse de suas bexigas, fecham os olhos e ouvem novamente o animador:

-Vocês terão que encher uma bexiga, ao máximo, sem estourá-la e não poderão abrir os olhos.
Deverão segurar o balão apenas pelo "caninho".

O animador solicita aos participantes que encham cada vez mais os seus balões e, quando
observar que várias bexigas já estouraram, promove a reflexão.

Pontos relevantes para serem refletidos:

*Quando paro sem encher muito a bexiga, contento-me com o pequeno porque tenho medo!
(Colocamos menos do que poderia ser colocado).

*Mais e melhor, até estourar! Exagero também é erro. (A regra era clara: não podia estourar).

Ter controle da situação é uma virtude, mas não posso querer controlar tudo!

Qual é o nosso ponto de equilíbrio?

É preciso ir em frente, porém, respeitando as regras do grupo, o limite do outro.

Nosso grande desafio é NOS CONHECERMOS MELHOR!

"Não são as virtudes que dão grandeza ao homem, mas o homem que faz as suas virtudes!"

Dinâmica 03: Eu construo!

Desenvolvimento: O animador distribui uma página de jornal para cada participante.


Diz que irá propor algumas trocas e que a regra será a de aceitá-las.
Escolhe aleatoriamente cinco participantes do grupo e faz as trocas por

• uma folha bem amassada;


• um pedacinho de jornal rasgado;
• uma gravura bem bonita do jornal;
• uma folha cheia de buracos;
• uma tira de jornal.
• Solicita, em seguida, que construam algo com a folha que possuem em mãos.

Pede que alguns participantes expliquem o que construíram e que todos os


cinco também apresentem as suas "obras".

Reflexões:
A criatividade é um dos grandes lemas.
A vontade é o caminho.
Todos podemos construir algo de valor nessa vida!

Dinâmica 04: Consciência com ação.

Desenvolvimento: Cada participante se apresenta: "Eu sou uma rua, uma avenida, um bosque,
uma praça assim...(com muitas árvores, local alegre e cheio de crianças...) e me chamo...(nome do
participante)".

Após a apresentação oral de todos, cada um escreve o que esse lugar (rua, praça ou bosque) quer
dizer para o mundo. (Fundo Musical). Exemplo:

A rua ...quer dizer ao mundo:

"Chegam até mim pessoas verdadeiras, alegres, sábias e humanas. Que eu possa sempre acolher
você e fazê-lo crescer, como tantos me fazem."

Enquanto cada participante lê o quer dizer ao mundo, o animador redige pontos marcantes dos
textos lidos formando uma mensagem do grupo. Elege-se um título. Exemplo: "Nós somos
assim...quem quer nos acompanhar?"

Enriquecimentos para as reflexões no grupo:

*Maneira descomplicada de entender o outro.

*É preciso ter simplicidade ( O que eu transformei em necessidade? O que eu transformei em


desejo?)

*É importante que eu reflita sobre a minha liberdade (O ano do carro é fundamental? Estamos na
era do consumo. Muitas pessoas programam ir ao shopping para dar um passeio e, se essa saída
resulta em compras, reclamam porque gastaram; se não compram, reclamam porque
queriam-"fulano tem").

*A responsabilidade é essencial. (Caminha junto com a liberdade)

*O respeito pela pessoa humana é fundamental.


*Um novo século, um novo mundo e... muita criatividade!(Toda negatividade a ser retirada precisa
ter algo positivo no lugar! É preciso ser criativo!)

*Desafio diário: Modificar e repensar o "meu comportamento", somente assim farei com que o outro
reflita.

**Ninguém viu um átomo, assim como ninguém viu a alma e, no entanto, as grandes energias
estão presentes; às vezes nas menores partículas.

**Ser um profissional, qualquer um pode ser, porém, tornar-se um grande profissional e uma
grande pessoa é o grande DESAFIO!!!

Dinâmica 05: Comunicação Efetiva!

Desenvolvimento: Todos os participantes balançam uma folha de papel e ouvem o


barulho. (O animador faz as devidas relações. Exemplos: Esse é o "barulhinho que
acontece dentro de nós quando ficamos ansiosos, quando não conseguimos dialogar
com o outro...) O animador então sugere: "- Vamos amassar essa confusão interior,
vamos jogar fora tudo que não é bom. Os participantes amassam a folha de papel. O
animador fala da importância da comunicação e do amor; sugere então que
desamassem a folha com cuidado, que tentem deixá-la bem lisinha. (Faz novas
relações. Exemplo: Vejam como a folha está marcada, nunca esquecemos dos gestos
amáveis e das palavras amigas). O animador sugere que novamente balancem as
folhas. O barulho sumiu! Precisamos nos amassar e nos amar nos relacionamentos!

Reflexão:

* Comunicação Efetiva Sem ela as decisões tornam-se complicadas. Portanto,


precisamos ser VERDADEIROS !

Dinâmica 06: Intuição e sensibilidade na gestão de pessoas.

Desenvolvimento: O animador lança uma pergunta e solicita que apenas pensem na resposta.

"- Cada um de vocês ganhou uma herança que está no outro lado do oceano. Vocês realmente não
podem ir buscá-la, mas podem denominar alguém para essa tarefa. Quem vocês enviarão? Por
quê?"

Os participantes registram em seguida duas qualidades dessa pessoa.

O animador solicita que expressem oralmente essas qualidades e as registra no quadro de giz.
Conclui dizendo que as anotações pessoais são os valores que cada participante considera como
mais importantes nessa vida e que os valores registrados no quadro são os valores daquele grupo.

Exemplo da anotação de um determinado grupo:

Cumplicidade Amor ++++

Sensibilidade Honestidade +++

Confiança +++ Responsabilidade +

Respeito + Integridade
Segurança Criatividade

Reflexões:

*Quando fazemos com o grupo, o grupo se compromete com as ações.

*As próprias pessoas têm as respostas que buscam.

Dinâmica 08: Esclarecimento de Valores

Objetivos:

a) Demonstrar que o conceito de valores varia de acordo com as pessoas.

b) Conscientizar os membros participantes sobre o problema de valores diferentes.

Tamanho

Do Grupo: Oito a dez pessoas, podendo fazer-se o exercício, com vários subgrupos,
simultaneamente.

Tempo

Requerido: Vinte e cinco minutos, aproximadamente.

Material

Exigido: Papel em branco, lápis ou caneta.

Redação de três frases.

Ambiente

 Físico: Uma sala suficientemente ampla, com cadeiras, para acomodar todos os
membros participantes.

Processo:

I. O animador explica inicialmente o exercício, e a seguir distribui uma folha com frases para
cada membro, para que possa escolher uma dentre as três que achar a mais importante. As
três frases podem ser, por exemplo:

. Ser generoso com as demais pessoas.

. Ser seu próprio chefe.

. Ter amigos compreensivos.

II. Feita a escolha, formam-se subgrupos, juntando-se os membros de acordo com a escolha
feita. Aqueles que escolheram, por exemplo, a primeira frase, como sendo a mais
importante, irão discutir as razões desta importância. Assim, formam-se subgrupos
semelhantes, para cada combinação de frase.
III. Após uns dez minutos de discussão, forma-se o plenário, para expor a todos os
participantes as razões da escolha de tal ou qual frase.

I. No final, haverá um momento para depoimentos sobe a experiência vivida no exercício.

 Outros Tipos de Frases


. Sair de mim mesmo para ajudar os demais.
. Poder indicar aos outros o que fazer.
. Livrar-se das normas e das leis.
. Fazer o que for moralmente correto.
. Preparar os demais para ajudar-me.
Que a cada dia ,possamos crescer mais como pessoas e fazer felizes os que nos cercam!!

Recreio com cores – a docente prepara cartões coloridos de acordo com o número de alunos.
Exemplo: 04 cartões de cada cor – azul, amarelo, verde, vermelho, branco e laranja para distribuí-
los aleatoriamente entre 24 crianças. Propõe então, um recreio diferente: " Hoje vocês passarão o
recreio com os(as) coleguinhas que receberem a mesma cor do cartão que cada um de vocês
receberá. É uma oportunidade de nos conhecermos melhor ainda. Será um recreio colorido,
diferente e, no retorno, conversaremos sobre as experiências de cada grupo." A professora distribui
os cartões e solicita que antes de saírem para brincar e lanchar, que se organizem nos grupos e
conversem sobre a cor recebida (o que ela simboliza para cada um, o que existe nessa cor...)

A reflexão após o recreio é de extrema importância para a construção de

alguns valores

Atividades em cadernos – trabalhando sentimentos e emoções:

HOJE ESTOU ASSIM...

(A professora cola um círculo nos cadernos para que as crianças desenhem nele, a expressão
facial conforme o que sugere o título.)

PORQUE... (os alunos justificam por meio da escrita o porquê de estarem alegres, tristes, com
medo...) Conforme a percepção da professora regente, ela vai resgatando alguns valores como:
companheirismo, amizade, segurança, união, compreensão...

VOCÊ MORA NO MEU...


Cada criança escreve dentro do coração o nome de um(a) colega e, em seguida, registra por meio
da escrita o que pensa e sente por ele(a). Exemplo: "Você é especial, muito amigo!"

ABC dos valores:

A-AMOR

B-BONDADE

C- CARINHO

D- DEDICAÇÃO

E- ESPERANÇA...

(Os alunos opinam, registram e ilustram!)

ALFABETO DA AMIZADE:

A – AMOR É INDISPENSÁVEL ENTRE AMIGOS.

B – BONDADE É SERVIR A PESSOA QUE ESTÁ PRÓXIMA A NÓS.

C – COMPANHEIRISMO É O QUE SINTO QUANDO ESTOU JUNTO DE VOCÊ...

(Cada aluno cria o seu "Alfabeto da Amizade" , escrevendo para cada letra do alfabeto uma frase
iniciada por ela. Podem ilustrá-las.)

ACRÓSTICOS:

Amor

Mais compreensão

Igualdade

Gostar do outro

Ouvir os colegas
Riqueza interior é o que vale

Experimente esse sentimento de paz

Sinta a emoção de ser feliz

Pense no bem-estar da humanidade

Espere um outro sorriso quando você sorrir

Inverta uma atitude não amiga demonstrando a sua amizade

Tenha respeito pelo outro

Ouça seu coração e siga a caminhada com sabedoria e tranqüilidade.

(Com alguns valores, os alunos criam acrósticos!)

A MINHA LUZ ESTÁ ACESA QUANDO...

(Após o conto do livro: "Se ligue em você", os alunos realizam essa atividade, registrando dentro da
estrela um BOM SENTIMENTO!)

NA ESCOLA:

FICO ALEGRE QUANDO...

SINTO QUE TENHO UM AMIGO QUANDO...

RESPEITO O OUTRO QUANDO...

(Os alunos completam frases como essas em seus cadernos.)

Emocionômetro – É um quadro de pregas com quatro "caretinhas": ALEGRE, TRISTE, MEDO,


NORMAL(sem grandes emoções). Os alunos encaixam seus nomes na fileira da caretinha que
expressa como estão se sentindo naquele dia e, em seguida, verbalizam o porquê.

A turma conversa e, se for o caso, propõe alternativas para resoluções de determinados


problemas.
Relatos de experiências – atitudes de ajuda ao próximo.

Dicionário dos Valores – Montar um livrinho registrando o valor e o significado dele encontrado
no dicionário.

Avião da PAZ – os alunos fazem a dobradura do avião, escrevem mensagens de PAZ e


passeando pelo colégio, com a professora, jogam-nos pelas janelas das demais salas de aula. É
só aguardar o resultado!!

Professores,

Tudo isso só se torna possível e real pela ação de vocês! Que no interior de cada um exista
essa "vontade enorme" de transformar, de colaborar significativamente para uma
humanidade mais feliz!