Você está na página 1de 29
Profª Hiandra Mota de Lima

Profª Hiandra Mota de Lima

• Cavidade peritoneal • Órgãos do TGI • Fígado • Vias biliares • Baço • Pâncreas

Cavidade peritoneal Órgãos do TGI Fígado Vias biliares Baço Pâncreas Glândulas supra-renais Rins e parte superior dos ureteres Nervos, vasos sangüíneos e linfáticos

Quais são?????

Quais são?????

 Dreno de Penrose;  Dreno tubular;  Dreno de Kehr;  Dreno de sucção.
  • Dreno de Penrose;

  • Dreno tubular;

  • Dreno de Kehr;

  • Dreno de sucção.

 Conceito  Lâmina de látex;  Oca;  Flexível;  Macia;  Vários tamanhos e
  • Conceito

    • Lâmina de látex;

    • Oca;

    • Flexível;

    • Macia;

    • Vários tamanhos e largura;

    • Permite o escoamento de líquidos;

    • Funciona por capilaridade.

Utilizado em cirurgias que implicam em possível acúmulo de líquidos infectados ou não.
Utilizado em cirurgias que implicam em possível acúmulo de líquidos infectados ou não.

Utilizado em

cirurgias que implicam em

possível

acúmulo de líquidos

infectados ou

não.

Indicações 
Indicações
  • Monitorar sangramentos pós-cirúrgicos;

  • Drenagem de abscessos.

 Critérios para retirada:  Diminuição do débito;  Obstrução;  Mudança na coloração da secreção.
  • Critérios para retirada:

    • Diminuição do débito;

    • Obstrução;

    • Mudança na coloração da secreção.

 Cuidados de Enfermagem:  Verificar se o dreno está fixo à pele;  Observar o
  • Cuidados de Enfermagem:

    • Verificar se o dreno está fixo à pele;

    • Observar o aspecto, quantidade, coloração e odor da secreção;

    • Deixar o dreno pendente para baixo;

    • Anotar os aspectos observados;

    • Mobilizar o dreno diariamente;

    • Realizar curativo diário ou sempre que necessário;

 Conceito:  Macio e siliconizado;  Comprimento e diâmetro variáveis;  Funcionam por gravidade; 
  • Conceito:

    • Macio e siliconizado;

    • Comprimento e diâmetro variáveis;

    • Funcionam por gravidade;

    • Permite o escoamento de líquidos.

 Indicações:  Drenagem de abscessos;  Drenagem e orientação de fístulas.
  • Indicações:

    • Drenagem de abscessos;

    • Drenagem e orientação de fístulas.

 Critérios para retirada:  Diminuição do débito;  Obstrução;  Mudança na coloração da secreção.
  • Critérios para retirada:

    • Diminuição do débito;

    • Obstrução;

    • Mudança na coloração da secreção.

 Cuidados de Enfermagem:  Observar diariamente a fixação do dreno;  Observar o aspecto, quantidade,
  • Cuidados de Enfermagem:

    • Observar diariamente a fixação do dreno;

    • Observar o aspecto, quantidade, coloração e odor da secreção;

    • Anotar os aspectos observados;

 Cuidados de Enfermagem:  Esvaziar a bolsa de ostomia e lavar com S.F. à 0,9%;
  • Cuidados de Enfermagem:

    • Esvaziar a bolsa de ostomia e lavar com S.F. à 0,9%;

    • Limpeza da pele ao redor do tubo;

    • Proteção da pele com pomadas.

 Conceito:  Também conhecido como tubo em T;  Podem ser de plástico ou de
  • Conceito:

    • Também conhecido como tubo em T;

    • Podem ser de plástico ou de borracha;

• Travessão permanece no ducto biliar comum; • Geralmente é utilizado no transplante de fígado e

Travessão permanece no ducto biliar comum;

Geralmente é utilizado no transplante de fígado e cirurgias de vesícula; Inseridos nas vias biliares para

drenagem ou

descompressão.

 Critério para retirada:  Diminuição do débito;  Obstrução.  Principais complicações:  Saída de
  • Critério para retirada:

    • Diminuição do débito;

    • Obstrução.

      • Principais complicações:

        • Saída de bile em torno do dreno;

        • Saída do dreno;

        • Fechamento do dreno por nó.

 Cuidados de Enfermagem:  Verificar fixação do dreno à pele;  Aferir e drenado; anotar
  • Cuidados de Enfermagem:

    • Verificar fixação do dreno à pele;

    • Aferir e drenado;

anotar o volume do efluente

  • Realizar curativo diariamente e sempre que necessário;

  • Colocar dispositivo coletor (bolsa) para mensurar o conteúdo drenado;

  • Realizar limpeza da área com SF 0,9%.

 Conceito:  Também chamado de Portovac ou Hemovac;  Dreno que atua por sucção; 
  • Conceito:

    • Também chamado de Portovac ou Hemovac;

    • Dreno que atua por sucção;

    • Material: polietileno com múltiplas fenestrações na extremidade;

    • Retirando o ar cria-se um vácuo com aspiração ativa do conteúdo.

 Indicação:  São utilizados quando se prevê o acúmulo de líquidos em grande quantidade. 
  • Indicação:

    • São utilizados quando se prevê o acúmulo de líquidos em grande quantidade.

      • Critérios para retirada:

        • Diminuição do débito em 48 a 72 horas;

 Indicação:  São utilizados quando se prevê o acúmulo de líquidos em grande quantidade. 
  • Obstrução por coágulos.

 Cuidados de Enfermagem:  Curativo oclusivo;  Observar diariamente a fixação do dreno;  Observar
  • Cuidados de Enfermagem:

    • Curativo oclusivo;

    • Observar diariamente a fixação do dreno;

    • Observar e anotar o aspecto, quantidade da secreção.

 Cuidados de Enfermagem:  Pinçar extensor sempre que abrir o recipiente.  Esvaziar recipiente e
  • Cuidados de Enfermagem:

    • Pinçar extensor sempre que abrir o

 Cuidados de Enfermagem:  Pinçar extensor sempre que abrir o recipiente.  Esvaziar recipiente e

recipiente.

  • Esvaziar recipiente e lavar com S.F. à 0,9%;

  • Retirar o ar do recipiente, fechá-lo e despinçar o extensor.