Você está na página 1de 27

UEA – 2018-1

Curso: Engenharia Química


Estática dos Fluidos
Prof: Jefferson Luiz
Disciplina: Fenômenos de Transporte 1

TENSÃO DE CISALHAMENTO
PROPRIEDADES FÍSICAS DOS FLUIDOS
CINEMÁTICA DOS FLUIDOS (Tipos de Escoamentos)
TENSÃO DE CISALHAMENTO
Entre as partículas de cima e as de baixo existirá atrito, que por
ser uma força tangencial formará TENSÕES DE CISALHAMENTO
com sentido contrário ao movimento do fluido, como a força de
atrito.
𝐹𝑡 𝐹
Placa superior v
τ

V=0
Placa inferior
TENSÃO DE CISALHAMENTO
A TENSÃO DE CISALHAMENTO agirá em todas as camadas fluidas
e evidentemente naquela junto à placa superior dando origem a
uma força oposta ao movimento da placa superior.

Desta forma: a Tensão de Cisalhamento é definida como:

Ft
 
𝐹𝑡 = Força Tangencial
Onde:

A A = área da seção.
TENSÃO DE CISALHAMENTO
Quando 𝐹𝑡 = F a placa superior adquirirá movimento uniforme
com velocidade constante 𝑣𝑜 , logo:

𝐹
Vo
τ
V + dv
ε
𝑦 + 𝑑𝑦 V
𝑦
PRIMEIRA LEI DE NEWTON (Lei da Viscosidade)

Newton observou que após um intervalo de tempo elementar (dt)


a velocidade da placa superior era constante, isto implica que a
resultante na mesma é zero, portanto isto significa que o fluido
em contato com a placa superior origina uma força de mesma
direção, mesma intensidade, porém sentido contrário a força
responsável pelo movimento. Esta força é denominada de força
de resistência viscosa - F

F    A contato
PRIMEIRA LEI DE NEWTON (Lei da Viscosidade)

A tensão de cisalhamento τ é proporcional ao gradiente de


velocidade dv/dy. O coeficiente de proporcionalidade µ é
conhecida como viscosidade absoluta ou dinâmica:

dv
   
dv
dy dy
PRIMEIRA LEI DE NEWTON (Lei da Viscosidade)

representa o estudo da variação da velocidade no


dv

meio fluido em relação a direção mais rápida desta
variação. Conhecida também como: TAXA DE
DEFORMAÇÃO.
dy y v = constante
v
ε
V=0

vo
 

Exercícios

1 – Desenvolva as Dimensões da Tensão de cisalhamento na Base


Massa e na Base Força.

2 - Uma tensão de cisalhamento de 0,002 lbf/in2 faz com que o fluido


se deforme a uma taxa de 100 ft/s.ft. Qual é a viscosidade absoluta do
fluido em unidades do S.A (lbf.s/ft2) e no S.I (Kg/m.s)?
PROPRIEDDES FÍSICAS DOS FLUIDOS:
Para se entender o comportamento
da matéria (fluido) é necessário
considerar suas moléculas em
constante movimento e para isto
requer o conhecimento da
velocidade e das propriedades
físicas dos fluidos.
PROPRIEDDES FÍSICAS DOS FLUIDOS

Densidade ou Massa Específica: ρ


PROPRIEDDES FÍSICAS DOS FLUIDOS

Viscosidade Absoluta ou Dinâmica: µ


PROPRIEDDES FÍSICAS DOS FLUIDOS

Viscosidade Cinemática: ν
PROPRIEDDES FÍSICAS DOS FLUIDOS

Peso Específico: γ

G
 
V
(6) (7)
(8) (9)

(10)
Exercícios

• 1- A densidade relativa do querosene é 0,8, calcule sua densidade em Kg/m3, sabendo que a densidade da água é igual a 62,4 lbm/ft3.

• 2 – Um fluido tem massa específica igual a 800 Kg/m3. Qual é o peso específico em unidades de N/m3 e o peso específico relativo,
sabendo que o peso específico da água é de 10000 N/m3. Onde g = 10 m/s2.

• 3 - Determine a viscosidade dinâmica em cP, a viscosidade cinemática em cS do óleo e o Volume em litros necessário para uma
viscosidade cinemática de é 0,05 m2/s e o seu peso específico relativo é 0,85. Dados: УH2O = 10000 N/m3, m = 200 g, g = 9,8m/s2 e 1cP
= 0,001 Kg/m.s.

• 4 - Converta a viscosidade do querosene dada em 5 x 10-5 lbf.h/ft2 para SI (Kg/m.s) e depois transforme em unidades de cP.

• 5 - São dadas duas placas paralelas a distância de 40 milímetros (40mm). A placa superior move-se com velocidade 200 cm/s,
enquanto que a inferior está fixa. Se o espaço entre as duas placas for preenchido com óleo de ν = 0,15 Stokes e o seu peso específico
relativo é 0,9. Dados: УH2O = 10000 N/m3, g = 9,8m/s2
• Qual será a densidade do óleo em Kg/m3?
• Qual será a tensão de cisalhamento do óleo em lbf/ft2?
• Qual a força em N, necessária para rebocar a placa superior de área A = 0,8 m2?

• 6 - Determine a potência (taxa de variação de energia) em W necessária para que um patinador de gelo se mova sobre uma lâmina com
uma velocidade de 5 m/s e uniformemente distribuído sobre as áreas das lâminas cujas dimensões são 13 por 0,3 cm. Suponha que a
película possua espessura de 0,05 cm. As lâminas escorregam sobre uma película de água com viscosidade de 1,2 x 10-3 Kg/m.s.
Cinemática dos Fluidos
1- O Trabalho de Reynolds

• Em 1883, Osborne Reynolds demonstrou a existência de


dois tipos de escoamentos, o escoamento laminar e
o escoamento turbulento, o trabalho de Reynolds teve
como objetivo a visualização do padrão de escoamento de
água através de um tubo de vidro, com o auxilio de um
fluido colorido (corante).

• O tanque possuía as seguintes dimensões 6 ft. x 18 ft. x 18


ft. (1,83 m x 5,5 m x 5,5 m), essas dimensões garantiam
um regime permanente.
1- O Trabalho de Reynolds

Fig. 1 – Experimento de Reynolds


1- O Trabalho de Reynolds

Fig. 2 – Método para identificar o tipo de escoamento


2- Tipos de Escoamentos: LAMINAR

• O escoamento laminar é caracterizado por linhas de corrente suaves e


movimento altamente ordenado, logo as partículas do fluido nesse tipo
de escoamento viajavam sem agitações transversais, mantendo-se em
laminas concêntricas entre as quais não ocorrem trocas macroscópicas
de partículas.

Fig. 3 - Escoamento laminar


2- Tipos de Escoamentos: TURBULENTO

• O escoamento turbulento é caracterizado pelas flutuações na velocidade


e pelo movimento altamente desordenado, nesse tipo de escoamento as
partículas apresentam movimento caótico macroscópico, isto quer dizer
que a velocidade apresenta componentes transversais ao movimento
geral do conjunto ao fluido. Outras características importantes podem
ser observadas também nos escoamentos de caráter turbulento:
flutuações tridimensionais (vorticidade), dissipação de energia.

Fig. 4 - Escoamento turbulento


3- Escoamento em Tubulações

Em tubulações o Número de Reynolds é calculado em função:


•Propriedades Físicas do Fluidos: ρ e µ.
•Geometria da tubulação (Diâmetro): D.
•Velocidade de Escoamento: v.

Dv ρ, μ
N Re  D
 v

•NRe < 2000 = Regime Laminar (Forças Viscosas Predominam).


•2000 ≤ NRe < 4100 = Regime de Transição.
•NRe > 4100 = Regime Turbulento (Forças Inerciais Predominam).
3- Escoamento em Tubulações

ρ, µ (alta)
D
v(alta)

Fig. 5 - Classificação dos Tipos de Escoamento


4-Relação entre NRe e Vazão:

Vazão volumétrica: Q (m3/s)


V
Q   v. A
t
o
m o
ρ, µ
v
m  .Q
D

.
Vazão mássica: m (Kg/s) N Re 
4.m
o m  .D.
m    .v. A
t
5- BANCADA PILOTO – UNIFACS
(Máquina de Fluxo)
Exercícios

1- O Número de Reynolds (NRe) é um indicativo do regime de escoamento de fluidos. Quanto maior for o seu valor, maior será
a facilidade de transferência de calor, massa e impulso, por outro lado, maior será a perda de energia devido ao atrito do fluido.
Em uma tubulação circular o Número de Reynolds é definido como:
 .v.D
N Re 

Sabendo que vazão mássica é função da densidade do fluido, da velocidade de escoamento e da área da seção, que no caso
para tubulação a área é A = ΠR2. Determine e expressão em função da vazão mássica.
Calcule o seu valor (NRe) quando: ρ = 1,05 Kg/m3, v = 200 cm/s e μ = 1,5x10-3 N.s/m2 e área de 4 m2, onde: A = ΠR2.

2 - O gás medicinal é um gás ou mistura de gases destinados a entrar em contato direto com o organismo humano para fins de
diagnóstico, tratamento ou profilaxia, sendo o oxigênio um dos mais utilizados nos serviços de saúde atualmente. Ele é indicado
no tratamento da enxaqueca, úlceras de pele, feridas, insuficiência respiratória, além de ser usado, também, como coadjuvante
em anestesias. Dessa forma, deseja-se dimensionar uma tubulação de uma instalação de oxigênio cuja vazão mássica é (π/4)
kg/s, o número de Reynolds é 1.000, e a viscosidade dinâmica é 2 cP (centipoise). Determine o diâmetro da tubulação, em mm.
Dado: 1 Pa.s = 103 cP.

3 - Demonstre por meio de DIMENSÕES que a expressão abaixo tem dimensões de vazão mássica [M/t], onde: L =
comprimento, ho = carga dada em metros, g = aceleração da gravidade, A e B são constantes
.
m  A( L  Bh ) h 2 g .
1, 5
0 0
Em seguida calcule a vazão volumétrica para um L = 20 cm, ho = 100 mm, g = 10 m.s-2 .