Você está na página 1de 39

VOZ

APRESENTAÇÃO
NOME

IDADE

TEMPO DE FORMAÇÃO

ÁREAS DE ATUAÇÃO
VOZ
PERCURSO
- A escolha por Fonoaudiologia
- Faculdade
- Área da Voz
- Projeto de Extensão na Ulbra Tv
- Estágio TV Ulbra
- Cursos na área de Voz
ULBRA TV

Histórias
Crônicas
Manchetes
Textos para teatros
Entonação
Modulação Vocal
Expressão corporal e facial
ULBRA TV

Articulação
Velocidade
Respiração
Relaxamento
Higiene Vocal
ÁREA DA VOZ

QUAL A IMPORTÂNCIA DA VOZ?

COMO ELA É PRODUZIDA?


VOZ
-“Nosso cartão de visita.”
- “Nossa identidade.”
- “Um dos aspectos da comunicação que
mais chama atenção do outro.”
- “Sinalizador da nossa emção e do nosso
sistema nervoso.”
- Instrumento de trabalho.
LARINGE
FUNÇÕES
- RESPIRATÓRIA : abertura da laringe
garante a entrada e a saída do ar, sendo
garantida pela ação potente do CAP.
- DEGLUTITÓRIA: O selamento
conseguido é essencial para que não
ocorra a entrada de alimentos na árvore
respiratória.
LARINGE
FUNÇÕES
FONATÓRIA: a fonação é uma função
neurofisiológica inata.
- A voz é o som produzido pela vibração
das pregas vocais.
TIPOS DE VOZ
VOZ FALADA: emissão natural e
inconsciente, não necessitando de ajustes
ou treinamento prévio.

VOZ CANTADA – PROFISSIONAL: exige


treinamento e adaptações prévias e
específicas e conscientes.
TIPOS DE VOZ
Exemplos
Anunciante de aeroporto: qualidade
vocal grave; podendo haver grau de se
soprosidade; veloc. de fala reduzida;uso
constante de pausas; preferência por
vozes femininas.
Apresentador de Programa Infantil: voz
de freq. Aguda; grande variação de
intensidade, freq, e velocidade de fala;
repetição de palavras; usa diminuitivos.
TIPOS DE VOZ
Exemplos
CANTOR MIRIM: voz de freq. Aguda;
qualidade vocal por vezes artificial e
tensa.

CANTOR SERTANEJO: voz de freq.


Aguda; intensidade extremamente forte;
presença de vibrato característico; ataque
vocal brusco.
TIPOS DE VOZ
Exemplos
FONOAUDIÓLOGO
- voz adaptada;
- emissão estável;
- elevação de freq. e intensidade com
profissionais que atuam com crianças;
- elevação de intensidade e
sobrearticulação em profissionais que
atuam com indivíduos portadores de
deficiência auditiva e neurológica.
VOZ PROFISSIONAL

Profissional da Voz: é o indivíduo que


“usa” a sua voz como instrumento de
trabalho. Voz artística e não-artística.

Exemplos: advogados, professores,


artistas, cantores, radialistas, jornalistas,
dubladores....
VOZ PROFISSIONAL
CANTO
No canto, encontra-se, diferentes
técnicas, treinamentos, e ajustes
musculares necessários para os mais
variados tipos de emissão vocal. As
técnicas e abordagens de atendimentos e
de orientação ao cantos devem também
diferir de acordo com cada estilo em
particular.
PAPEL DA FONOAUDIÓLOGA
 AVALIAÇÃO
- Anamnese
- Fotos; vídeos; planejamento terapêutico.
 TERAPIA (CONDUTAS)
 ORIENTAÇÃO
 CUIDADOS
 ENCAMINHAMENTOS
 PARCERIA COM MÉDICOS
 PARCERIA TERAPÊUTA X PACIENTE
FONOAUDIÓLOGA X ALTERAÇÕES

LINGUAGEM: Trocas na Fala

MOTRICIDADE OROFACIAL

AUDIOLOGIA: Prótese Auditiva; Exames

CASOS NEUROLÓGICOS: AVC


FONOAUDIÓLOGA X ALTERAÇÕES

VOZ: Professoras; Avc; Rouquidão;


Paralisia de Prega Vocal; Cisto de Prega
Vocal.
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
ROBERTO:
- Paciente de Avc;
- Vida ativa;
- Fator emocional
- Fala = exercícios de mobilidade de língua
- Voz = exercícios de relaxamento e
técnicas vocais; textos
- Exercícios para paralisia facial
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
NAIR
- Paralisia de Prega vocal – encaminhada
pelo otorrino.
- Câncer no pulmão; fumante
- Depressiva
- Exercícios vocais
- Postura da pcte referente a terapia.
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
LIBANOR
- Velocidade de fala; articulação
- Postura no trabalho;
- Leitura na igreja;
- Trabalho na TV
- Planejamento terapêutico
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
MARLI
- Disfonia
- Depressão
- Postura nas terapias
- Exercícios vocais.
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
ANDRESSA
- Velocidade de Fala;
- Postura corporal;
- Aeromoça;
- Stress;
- Trabalho Tv.
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
 SELMA
- 3 AVC´S
- Paralisia facial
- Articulação
- Mobilidade de língua
- Respiração
- Refluxo
- Voz ( tubo filândes e canudo)
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
REGINA
- Arquiteta
- Abuso vocal
- Rouquidão
- Higiene Vocal
- Relaxamento
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
CLAUDETE
- Professora
- Cisto
- Pré e Pós cirúrgico
- Voz rouca soprosa
- Relaxamento; respiração; velocidade de
fala; textos, fricativos, tubo
- Higiene Vocal
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
VALDIRENE
- Professora
- Nódulos
- Demanda vocal
- Relaxamento
- Velocidade de fala
- Higiene Vocal
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
MARIA CRISTINA
- Paralisia unilateral de PV;
- Retirada da tireóide (tireoidectomia);
-Bitonalidade vocal;
- “Minha voz parecia que eu estava sempre
gripada ou que eu fumei por anos.”
- Relax,; empuxo, B prolongado; fricativos;
relaxamento...
CASOS NA ÁREA DE VOZ
PACIENTES
LAIZA
- Queixa vocal: voz fina, guriazinha, muito
aguda.
- Super proteção dos pais;
- Psicóloga;
- Terapia: relax., B prolongado,
sobrearticulação com textos; velocidade;
pontuação...
HIGIENE VOCAL

Consiste em normas básicas que auxiliam


a preservar a saúde vocal e a prevenir o
aparecimento de alterações e doenças.
Saúde vocal é um conceito que engloba
uma série de aspectos, tais como: voz
limpa e clara, emitida sem esforço e
agradável ao ouvinte.
HIGIENE VOCAL
FATORES DE RISCO
Fumo
Álcool
Drogas
Alergias
Falta de repouso adequado
Alterações hormonais
PORTAL SBFa – Dicas para os
Professores (PROFESSOR FALTA 5 DIAS POR
ANO POR PROBLEMAS DE VOZ)
Não é bom falar de costas ou de lado para
os alunos;
Também não é bom falar enquanto
escreve na lousa;
Beber água regularmente
Articular bem as palavras;
Evitar contato direto com o pó de giz;
Com orientação fonoaudiológica, fazer
exercícios de aquecimento vocal.
VOZ
DOENÇA OCUPACIONAL?
DOENÇA OCUPACIONAL: é designação
de várias doenças que causam alterações
na saúde do trabalhador, provocadas por
fatores relacionados com o ambiente de
trabalho.
EXEMPLO: PAIR (Perda Auditiva Induzida
pelo Rúido). Trabalhador exposto ao ruído
diariamente.
VOZ
DOENÇA OCUPACIONAL?
 Entidades sindicais de profissionais que
costumam sofrer distúrbios de voz, como
professores, dubladores, radialistas e operadores
de telemarketing, além de órgãos ligados à área
médica, como a Sociedade Brasileira de
Fonoaudiologia, estão elaborando um
documento, ainda sem previsão de conclusão,
para pedir ao Ministério da Saúde o
reconhecimento da enfermidade como doença
ocupacional.
Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. SBFa:
http://www.sbfa.org.br/portal/
VOZ
DOENÇA OCUPACIONAL
14 de Maio de 2014:

Comissão aprova Programa Nacional de


Saúde Vocal do Professor .

http://www.fonoaudiologia.org.br/cffa/index.php/2014/05/comissao-
aprova-programa-nacional-de-saude-vocal-do-professor/
REFERÊNCIAS

- Behlau M. O livro do Especialista. Rio de


Janeiro; 2005.
- Behlau M, Pontes P. Higiene Vocal –
Cuidando da Voz. Rio de Janeiro; 2009.
“Você pode mentir com as
palavras, mas você não mente
com a voz.”

Mara Behlau
OBRIGADA !!
Fga. Gabriela Petersen - CRFa 9428
Contato: 9984-5517
Mail: gabriela.petersen@hotmail.com