Você está na página 1de 9

Psicoterapia Breve no

Hospital

Prof.ª: Luciana Melo
Introdução

 Histórico: Freud – exemplos de casos (fixa pela
primeira vez um prazo para o término da análise em
O homem dos lobos);
 Freud propôs uma psicoterapia de base analitica
voltada a pessoas com baixo poder aquisitivo;
 “Análise terminável e interminável” – encurtamento
da análise como algo desejável;
 Ferenczi desenvolve a ideia da brevidade do
atendimento;
Introdução

 Propões modificações severas na técnica psicanalítica –
ruptura com Freud;
 Nomeou primeiramente de “Técnica Ativa”;
 Influência das guerras: aumento da demanda,
encurtamento do processo analítico;
 Empobrecimento da população, dificuldade de
verbalização, expectativa de resultados rápidos;
 Todos esses fatores influenciam Ferenczi e outros
psicanalistas surgindo o movimento de psicoterapia
breve de inspiração analítica;
Correntes da Psicoterapia Breve

 Duas influências: vertente inglesa e argentina;
 Vertente inglesa: Insight Transferencial como fator
de cura x enfoque cognitivo do insight, “Experiência
Emocional Corretiva”;
 Vertente inglesa: Balint e Malan;
 Vertente Argentina: Fiorini e Knobel;
Conceitos em PB

 Não é um simples encurtamento do processo
psicanalítico;
 É um processo analítico que ocorre em condições
especiais;
 Técnica focal: privilegia um campo a ser tratado;
 Psicoterapia do Ego – substituição de mecanismos de
defesa inadequados;
 Não propões mudanças na estrutura da
personalidade;
Objetivos da PB

 Modificar, aliviar ou suprimir sintomas
apresentados;
 Elege-se conflitos trabalhados – interpretações
seletivas/negligência seletiva: deixa-se de lado
material que não tenha relação com o foco
determinado;
 Estabelece-se o objetivo do trabalho na 1ª entrevista –
essencial no sucesso terapêutico;
 O paciente tende à focalização;
Indicação da PB

 Quadros agudos (situações de emergência, crises);
 Distúrbios reativos (incluindo depressão);
 Reações ansiosas ou fóbicas;
 Perturbações psicossomáticas de início recente;
 População de baixa renda;
 Ambiente tanto público quanto privado;
 Permite tratamento posterior;
 Não apresenta benefício para distúrbios psiquiátricos
e psicológicos crônicos;
PB no Hospital Geral

 Muito adequada ao ambulatório – demanda, situação
socioeconômica, necessidade de recuperação rápida;
 Aplicação em grupos homogêneos;
 Dificuldades;
Considerações finais

 Atenção aos critérios de aplicação;
 Dinamismo do profissional;
 Nem todo paciente e nem todo profissional se
adequa a esta técnica;