Você está na página 1de 16

Mestrado em Arquitetura e Urbanismo,

Universidade Federal Fluminense,


2o. Semestre 2007

CARLO
AYMONINO

Racionalis
mo

Pesquisa: Marcio Martins


Disciplina: Morfologia Urbana
Prof.: Thereza Carvalho
CARLO
AYMONINO
O arquiteto italiano Carlo Aymonino nasceu em Roma a
18 de julho de 1926 e formou-se arquiteto na
Universidade de Roma em 1950.
Em 1960 se torna um dos fundadores do Studio Ayde,
com Aldo Rossi, Alessandro Rossi e Maurício Aymonino.
Aymonino teve grande atuação no desenvolvimento do
Neo-realismo Italiano do pós-guerra, tendo participado
de importantes projetos e atuado na construção teórica
da época, sobretudo na questão de tipologia urbana.
CARLO
Biografia.
AYMONINO.
Aymonino escreveu em 1976 seu
livro O Significado das Cidades, onde
usa como base palestras no Instituto
de Arquitetura de Veneza durante os
10 anos anteriores a sua publicação.

Do ponto de vista metodológico o


discurso do autor se inscreve no
estruturalismo, tratando dessa forma
de elaborar uma ciência urbana
autônoma a partir da arquitetura da
cidade.

A explicação dos fenômenos urbanos,


deverá dessa forma vir da análise da
própria arquitetura da cidade,
ignorando-se conscientemente seus
condicionantes externos.
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
I. O significado das
Cidades.
No primeiro capítulo o livro trata da
conceituação, de forma Marxista, de
cidade. Fundamenta a existencia da
cidade a determinadas necessidades, a
acumulação de energias e capitais e o
desejo de representação (a qual está
vinculada a criação de monumentos).
“Este encadeamento
dialético que permuta A cidade surgirá quando esses diversos
a passagem da objetivos, ainda que contraditórios,
referência de um forem representados por arquiteturas
monumento em si no espaço.
para a cidade como
monumento, é a raiz Nas cidade antigas os monumentos
do significado das possuiam um caráter ordenador, na nas
cidades.” novas esta ordem surge das relações
entre aquitetura e forma urbana.
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
II. A relação entre os serviços e
os bens públicos.

Avalia-se aqui o papel dos serviços


públicos (por seu uso) e coletivos (por
sua propriedade) enquanto
fundamentais para a constituição do
espaço urbano.

O capítulo apresenta consideração


http://www.simonsen.br/rds/geo/art3_fot
o11.jpg
especial na formação de tipologias de
conjuntos de serviços, como por
exemplo os de habitação, bem como a
importância dos espaços de ligação e
coletivos da cidade.
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
III. Os bens públicos e as
suas relações com a
cidade.
Trata do desejável papel dos
equipamentos urbanos na
configuração da cidade, avaliando
a considerações relativas a
diferenciação funcional, que
pressupõe estruturas mistas
http://www.clef-des-champs.ca/2006-
urbanas, um aceite de
EduarquiPage/2007-Jan-Ed-
Pics/LargoDaCariocaSmall.JPG
zoneamento para determinadas
atividades e a caracterização de
lugares centrais como foco das
funções de troca bem como as
culturais.
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
IV. A formação do conceito
de tipologia de
construção.
Considerando-se que a cidade
pressupõe atividades afins, o conceito
de tipologia vem abarcar além das
necessidade espaciais as necessidades
de representação de determinada
atividade. Aparecem assim protótipos,
“...o arranha-céus é que dão lugar a tipos, que são usados
um invólucro dentro frequentemente como modelos.
do qual são realizáveis V. A contribuição do
infinitas funcionalismo.
Avalia a contribuição modernista, para
combinações...no
o conceito de tipo, sobretudo na
exterior afirma-se o
questão da habitação, estabelecendo
monumento urbano,
entretanto que o conceito passa mais a
no interior a
determinar localização, através do
interpretação
zoning, do que da morfologia urbana
individual”
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
VIII. Relações urbanas e modos
de utilização da arquitetura.
A arquitetura é um fenômeno urbano,
que não se corresponde de modo
imediato com as necessidades,
representa a vontade induvidual,
coletiva ou pública, apresentando
certas modalidades de uso como mais
http://www.helisight.com.br/Img/Fotos/%5CFoto125h.jpg duradouras que outras.
IX. Três exemplos, Roma, Edimburgo e
Londres.
A Chave das análises urbanas
realizadas por Aymonino para estas
cidades está em definir o que
historicamente determinou a formação
de determinadas soluções dentro das
cidade e intervenções de plano, após
http://img.groundspeak.com/waymarking/display/
2226254c-302c-4fba-bda4-bce68f559b8e.jpg catástrofes e guerras, bem como
remodelações planejadas.
www.stadtentwicklung.berli
n.de

Berlim
1737.
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
X. Partes da cidade e
dimensão arquitetônica.
O capítulo relaciona as teses
estabelecidas com os monumentos
romanos e sua implantação, A
estrutura residencial unitária e
exemplos contemporâneos, a
reconstrução de Skopje e a
universidade de East Anglia.

http://www.english-
heritage.org.uk/upload/img_400/University_of_Ea
st_Anglia.jpg
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
XI. Projeto arquitetônico e
formação da cidade.
O autor propõe trabalhar as
indiferenças relativas ao meio
ambiente urbano, propostas pelo
modernismo, insistindo na
sobreposição dos problemas da
“arquitetura como composição” com a
“arquitetura como construção da
cidade”.
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.
XII. A cidade socialista,
limites e validade do
termo.
Observa as cidades
socialistas como em
produção, baseada numa
condição transitória onde
ainda se referencia a cidade
burguesa.

A cidade socialista, apara o


autor, representará o novo
“...quando corresponder a
modos diferentes de habitar,
trabalhar, de estudar, etc...”
CARLO
O significado das
AYMONINO.cidades.

O vôo sobre o Rio de


Janeiro de 1967,
parte do filme
“Roberto Carlos em
Ritmo de Aventura”
nos permite
perceber em
determinados
momentos como a
configuração urbana
da cidade é alterada
através da produção
de edificações.
CARLO
Conclusão.
AYMONINO.
É clara a influência da linha Marxista de
pensamento e método de pesquisa no
trabalho de Aymonino, sobretudo na
caracterização dos temas e nos
conceitos em que fundamenta.

Em suma, sua argumentação baseia-se


apropriação dos processos
compositivos da cidade, nas tipologias
já elencadas e nos espaços produzidos,
para em análise propor uma arquitetura
que componha o tecido urbano e tenha
em si uma resolução do problema de
composição da paisagem, evitando a
http://www.mml.cam.ac.uk/german/researchgroup/2.jpg repetição simples de modelos urbanos
e o que caracteriza como monotonia da
paisagem urbana.
Bibliografia
AYMONINO, Carlo. O significado das Cidades. Editorial
Presença. Lisboa: 1984.
PANERAI, Philippe. Análise Urbana; tradução de Francisco
Leitão – Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2006.
Mestrado em Arquitetura e Urbanismo,
Universidade Federal Fluminense,
2o. Semestre 2007

CARLO
AYMONIN
Racionalis
O
mo

Pesquisa: Marcio Martins


Disciplina: Morfologia Urbana
Prof.: Thereza Carvalho

Interesses relacionados