P. 1
Índios Da Amazónia

Índios Da Amazónia

4.67

|Views: 52.463|Likes:
Publicado porana_rocha
trabalho de Filosofia
trabalho de Filosofia

More info:

Published by: ana_rocha on Feb 05, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT or read online from Scribd
See more
See less

04/08/2013

original

Índios da Amazónia

Historiadores afirmam que antes da chegada dos europeus à América havia aproximadamente 100 milhões de índios no continente. Só em território brasileiro, esse número chegava 5 milhões de nativos, aproximadamente. Estes índios brasileiros estavam divididos em tribos, de acordo com o tronco linguístico ao qual pertenciam: tupiguaranis ( região do litoral ), macro-jê ou tapuias ( região do Planalto Central ), aruaques ( Amazônia ) e Caraíbas ( Amazônia ).

Actualmente, calcula-se que apenas 400 mil índios ocupam o território brasileiro, principalmente em reservas indígenas demarcadas e protegidas pelo governo. São cerca de 200 etnias indígenas e 170 línguas. Porém, muitas delas não vivem mais como antes da chegada dos portugueses (descobrimento do Brasil). O contacto com o homem branco fez com que muitas tribos perdessem sua identidade cultural.

Vida dos Índios
• Os índios possuem uma maneira própria de organizar a vida. Entre eles tudo é dividido com o objectivo de fazer a aldeia funcionar em harmonia. A divisão de trabalho, por exemplo, segue basicamente critérios de idade, sexo e acumulo de conhecimento e cultura. Na grande maioria das aldeias indígenas brasileiras esta divisão funciona como podemos observar abaixo.

Cacique
• Cacique é um termo que os portugueses e espanhóis usaram na época das Grandes Navegações e Descobrimentos Marítimos (séculos XV e XVI) para fazer referência aos chefes indígenas das tribos da América. Este termo é originário do arranque do Haiti (cacique) e foi adaptado pelos espanhóis, virando cacique.

Cacique (cont.)
• No Brasil, cada nação indígena utiliza um termo específico para fazer referência ao chefe político. Entre os indígenas tupis, por exemplo, são usados os termos murumuxaua, tabixaba e tuxaua. Já os guaranis usam mais o termo mburovixá. • O cacique desempenha funções importantes dentro de uma tribo indígena. Ele é o responsável em aplicar as regras da tribo, definir punições, resolver conflitos, definir guerra e organizar a caça.

Pajé
• O pajé é uma figura de extrema importância dentro das tribos indígenas do Brasil. Detentor de muitos conhecimentos e da história da tribo, ele é o indígena mais experiente. Ele é o responsável por passar adiante a cultura, história e tradições da tribo. • O pajé também possui a função de curandeiro dentro da tribo, pois conhece diversos rituais e também o poder de cura de ervas e plantas.

Pajé(cont)
• O pajé também possui a função de líder espiritual da tribo. Ele conhece os meios de entrar em contacto com os espíritos e deuses protectores da tribo. Os indígenas acreditam que o pajé possui a capacidade de entrar em contacto directo com os deuses. Em algumas tribos, os indígenas acreditam que o pajé tem poderes capazes de fazer chover e melhorar a capacidade dos índios durante a caça e pesca.  Durante a pajelança, o pajé entra em contacto com espíritos de pessoas mortas ou animais com o objectivo de promover curas, resolver problemas pessoais dos índios ou da tribo. Neste ritual, o pajé pode utilizar ervas ou outras plantas.

Funções e divisão do trabalho entre os índios (Homem adulto)
• São responsáveis pela caça de animais selvagens. Devem garantir a protecção da aldeia e, se necessário, actuarem nas guerras. São os homens que também devem fabricar as ferramentas, instrumentos de caça e pesca e a casa (oca).

Funções e divisão do trabalho entre os índios (Mulheres adultas)
• Cabe às mulheres cuidarem dos filhos, fornecendo-lhes alimentação e os cuidados necessários. As mulheres também actuam na agricultura da aldeia, plantando e colhendo (mandioca, milho, feijão, arroz, etc.). As mulheres também devem fabricar objectos de cerâmica (vasos, potes, pratos) e preparar os alimentos para o consumo. Devem ainda colectar os frutos, fabricar a farinha e tecer redes (artesanato).

Funções e divisão do trabalho entre os (índios Crianças)
• Os curumins da aldeia (meninos e meninas) também possuem determinadas funções. Suas brincadeiras são destinadas ao aprendizado prático das tarefas que deverão assumir quando adultos. Um menino, por exemplo, brinca de fabricar arco e flecha e caçar pequenos animais. Já as meninas brincam de fazer comida e cuidar de crianças, usando bonecas.

Funções e divisão do trabalho entre os índios (Cacique)
• é o chefe político e administrativo da aldeia. Experiente, ele deve manter o bom funcionamento e a estrutura da aldeia.

Funções e divisão do trabalho entre os índios (Pajé)
• Possui grande conhecimento sobre a cultura e religião da tribo. Conhece muito bem o poder das ervas medicinas e actua como uma espécie de “médico” e “curandeiro” da aldeia. Mantém as tradições e passa aos mais novos através da oralidade. Os rituais religiosos também são organizados pelo pajé.

Diversão
• Além de trabalharem, os índios também se divertem. Nas aldeias, eles fazem festas, danças e jogos. Porém, estas formas de divertimento possuem significados religiosos e sociais. Dentre os jogos, por exemplo, destacam-se as lutas. Estas são realizadas como uma forma de treinamento para guerras e também para desenvolver a parte física dos índios.

Tribo Indígena
• Tribo indígena é uma forma de organização social e cultural. Os índios brasileiros se organizam em tribos, sendo que cada índio possui uma função dentro desta organização. Homens são responsáveis pela caça e guerra, mulheres pela comida e agricultura e as Oca crianças brincam e aprendem • Cada tribo possui um cacique (espécie de chefe) e um pajé (espécie de sacerdote conhecedor de ervas, rituais e aspectos culturais da tribo).  • Cada tribo possui aspectos culturais (danças, jogos, crenças, rituais) que a diferencia de outras.

Oca (Habitação)
• Oca é uma habitação típica dos povos indígenas. A palavra tem sua origem na família linguística tupi-guarani. As ocas são construídas colectivamente, ou seja, com a participação de vários integrantes da tribo. São grandes, podendo chegar até 40 metros de comprimento. Seu tamanho é justificado, pois várias famílias de índios habitam uma mesma oca. Internamente este tipo de habitação não possui divisões. São instaladas na parte interna da oca diversas redes, que os índios usam para dormir.

Oca (Habitação) cont.
• A estrutura das ocas são bastante resistente, pois elas são construídas com a utilização de taquaras e troncos de árvores. A cobertura é feita de folhas de palmeiras ou palha. Uma oca pode durar mais de 20 anos. • As ocas não possuem janelas, porém, a ventilação ocorre através portas e dos frizos entre as taquaras da parede. Costumam apresentar de uma a três portas apenas.

Religião
• Cada nação indígena possuía crenças e rituais religiosos diferenciados. Porém, todas as tribos acreditavam nas forças da natureza e nos espíritos dos antepassados. Para estes deuses e espíritos, faziam rituais, cerimónias e festas. O pajé era o responsável por transmitir estes conhecimentos aos habitantes da tribo. Algumas tribos chegavam a enterrar o corpo dos índios em grandes vasos de cerâmica, onde além do cadáver ficavam os objectos pessoais. Isto mostra que estas tribos acreditavam numa vida após a morte.

Alimentação dos Índios
• Podemos dizer que a alimentação indígena é natural, pois eles consomem alimentos retirados directamente da natureza. Desta forma, conseguem obter alimentos isentos de agro tóxicos ou de outros produtos químicos. A alimentação indígena é saudável e rica em vitaminas, sais minerais e outros nutrientes Como os índios não consumem produtos industrializados, ficam livres dos efeitos nocivos dos conservantes, corantes artificiais, realça dores de sabor e outros aditivos artificiais usados na indústria alimentícia.

Alimentação dos Índios (cont)
• Somada a uma intensa actividade física, a alimentação indígena proporciona aos integrantes da tribo uma vida saudável. Logo, podemos observar nas aldeias isoladas (sem contactos com o homem branco), indivíduos fortes, saudáveis e felizes. Obesidade, stresse, depressão e outros males encontrados facilmente nas grandes cidades passam longe das tribos. Numa aldeia indígena, o preparo dos alimentos é de responsabilidade das mulheres. Aos homens, cabe a função de caçar e pescar . 

Alimentação dos Índios (cont.)
• Principais alimentos consumidos pelos índios brasileiros: • - Frutas - Verduras - Legumes - Raízes - Carne de animais caçados na floresta (capivara, porco-do-mato, macaco, etc...). - Peixes - Cereais - Castanhas

Alimentação dos Índios (cont)
• Pratos típicos da culinária indígena: • - Tapioca (espécie de pão fino feito com fécula de mandioca) - Pirão (caldo grosso feito de farinha de mandioca e caldo de peixe). - Pipoca - Beiju (espécie de bolo de formato enrolado feito com massa de farinha de mandioca fina) • * Este texto refere-se aos índios que não possuem muito contacto com os homens brancos e que ainda seguem sua cultura. Infelizmente, muitas tribos deixaram de lado a alimentação saudável quando entraram em contacto com o homem branco.

Canibalismo
• Canibalismo
Algumas tribos eram canibais como, por exemplo, os tupinambás que habitavam o litoral da região sudeste do Brasil. A antropofagia era praticada, pois acreditavam que ao comerem carne humana do inimigo estariam incorporando a sabedoria, valentia e conhecimentos. Desta forma, não se alimentavam da carne de pessoas fracas ou covardes. A prática do canibalismo era feira em rituais simbólicos.

Principais etnias indígenas brasileiras na actualidade e população estimada
• Ticuna (35.000), Guarani (30.000), Caiagangue (25.000), Macuxi (20.000), Terena (16.000), Guajajara (14.000), Xavante (12.000), Ianomâmi (12.000), Pataxó (9.700), Potiguara (7.700).

URL
• http://www.youtube.com/watch?v=JHOm3 SsOsy8

Ficha técnica
• • • • • Ana Rocha Ângela Mota Fábio Sara Leão Tiago

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->