Você está na página 1de 11

INEXIGIBILIDADE

Neste capítulo iremos rever os conceitos sobre as contratações de caráter


inexigível

Inexigibilidade, no sentido literal do termo,


é aquilo que deixa de ser exigível; na prática, é equivalente a impossibilidade
de se realizar licitação; é inexigível porque impossível; é impossível porque não
há como promover-se a competição entre fornecedores.

Exemplo:

A administração tem necessita suprir seu


almoxarifado com papel sulfite A4, produto comercializado por um universo
amplo de empresas, fato este que por si só justifica a abertura de um
procedimento licitatório, do tipo Pregão Eletrônico, Presencial.

Nesta situação é obrigatória à realização


de licitação com o propósito de obter a melhor proposta, dentro das regras
estabelecidas em instrumento editalicio que guardam o principio da isonomia
entre os competidores.

A regra impõe sempre licitar, pois a


escolha de um determinado fornecedor sem o devido procedimento licitatório,
favorecendo apenas um dentre muitos, irá quebrar o equilíbrio da competição,
ferindo frontalmente o princípio da isonomia.

Agora se a Administração necessita


adquirir um bem ou contratar um determinado serviço, que possui
características especiais e especificações ímpares, que apenas um fabricante
ou fornecedor possua, torna-se impossível a realização de licitação, pois o
universo de competidores se restringe apenas a um único participante, torna
impossível realizar uma competição, em razão de que apenas um fornecedor
possui o objeto necessário para suprir a necessidade da Administração.

A COMPROVAÇÃO DA INEXIGIBILIDADE

A análise superficial da exclusividade de


fornecimento de determinado bem ou prestação de serviço, não basta para
comprovar a contratação por inexigibilidade de licitação.

Para justificar a contratação direta sem a


realização de licitação, deverão ser atendidos os seguintes requisitos:

1) Justificativa da solicitação:

A área técnica, ao solicitar a aquisição do bem, deverá comprovar que sua


utilização é indispensável à execução de seus serviços, vedada qualquer
preferência de marca ou fabricante.

Mesmo que existam bens e serviços diversos, mas apenas um deles com
características que o diferencia dos demais, estarão configurados a
inviabilidade de competição.

2) O produto deverá ser único e o fornecedor exclusivo:

Um insumo ou serviço deve ser considerado singular quando nele interferir um


componente, estilo, capacidade ou qualidade de quem o produz, não basta que
o produto seja singular, mas também que o fornecedor seja único.

FUNDAMENTO LEGAL
ARTIGO 25 DA LEI FEDERAL Nº 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993.

"Artigo 25 - É inexigível a licitação quando houver inviabilidade de competição,


em especial:

I - para aquisição de materiais, equipamentos, ou gêneros que só possam ser


fornecidos por produtor, empresa ou representante comercial exclusivo, vedada
à preferência de marca, devendo a comprovação de exclusividade ser feita
através de atestado fornecido pelo órgão de registro do comércio do local em
que ser realizaria a licitação ou a obra ou o serviço, pelo Sindicato, Federação
ou Confederação Patronal, ou, ainda, pelas entidades equivalentes;

II - para a contratação de serviços técnicos enumerados no art. 13 desta Lei, de


natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização,
vedada à inexigibilidade para serviços de publicidade e divulgação;

Todos os processos embasados no artigo


25 da lei federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993, devem ser ratificados nos
termos do artigo 26 do mesmo diploma legal pela autoridade superior
hierárquica da unidade administrativa.

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO DE PROCESSO DE


AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO POR DISPENSA DE INEXIGIBILIDADE NO
ÂMBITO DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

- Solicitação da área técnica do insumo desejado, contendo:

a) nº de SIAFISICO,

b) descrição detalhada do produto,

c) quantidade

d) consumo médio mensal

e) nome da área que se beneficiará do uso do insumo

f) justificativa de uso do insumo

g) assinatura do responsável pelo uso, chefe imediato e diretor da divisão

-Autuar e Protocolar o documento para formalizar um processo administrativo


- Pesquisa de Siafisico* com sua referida impressão.

*O Governo do Estado de São Paulo institui por meio do Decreto Nº 42.604,


de 9 de dezembro de 1997, o SIAFÍSICO - Sistema Integrado de Informações
Físico-Financeiras, que decreta:

Artigo 1.º - A partir de 2 de janeiro de 1998


fica implantado na Administração Direta do
Estado de São Paulo o Sistema Integrado de
Informações Físico-Financeiras SIAFÍSICO.

Artigo 2.º - No decorrer do exercício de 1998


o Sistema Integrado de Informações Físico-
Financeiras SIAFÍSICO deverá ser implantado
na Administração Indireta, inclusive autarquias
de regime especial.

Artigo 3.º - O Sistema Integrado de


Informações Físico-Financeiras SIAFÍSICO
constituirá um módulo de informações físico-
financeiras acoplado ao Sistema Integrado de
Administração Financeira para Estados e
Municípios SIAFEM, visando permitir a
unificação e orientação de procedimentos de
controle e gerenciamento de contratação de
fornecimento de materiais, serviços e obras.

Quando não for encontrado o SIAFISICO,


deverá ser solicitado junto ao povoador inserção de cadastro junto ao sitio
eletrônico da Secretária da Fazenda.

- Após de encontrar o SIAFISCO, realizar pesquisa junto ao fornecedor que seja


detentor da exclusividade do fornecimento do insumo, o mesmo deverá
apresentar:

a) carta de exclusividade emitida por órgão de registro do comércio do local,


onde está sendo realizada a aquisição, pelo Sindicato, Federação ou
Confederação Patronal, ou, ainda, pelas entidades equivalentes,
atestando/declarando que é fornecedor exclusivo do produto;

b) Proposta comercial, indicando descritivo do produto, validade, prazo de


entrega, informar procedência, condições armazenamento e condições de
pagamento;
c) declaração em papel timbrado da empresa que os preços praticados para
comercialização do produto são semelhantes ao praticado em outras
instituições;

- Devera ser efetuado quadro de preço, indicando:

a)Nº de processo

b)Tipo de aquisição

c) Preço unitário e Preço total para aquisição

- A Diretoria Administrativa, expedirá o despacho para solicitação de indicação


de recurso junto a instancia superior, segue modelo:

Do processo n.ºXXXXXXX/2010,

INTERESSADO: INSTITUTO ADOLFO LUTZ


ASSUNTO: CONTRATAÇÃO DIRETA
OBJETO : AQUISIÇÃO DE _______________
DESPACHO Nª xxx/2010

Diretoria Geral

Senhora Diretora;

Trata-se o presente de AQUISIÇÃO DE


______________, para uso da Seção _______________ da Divisão de
Técnica de ___________________, deste Instituto conforme solicitação
constante em fls. 02/03 dos autos.

Considerando os valores apresentado ás


fls. ____, para a aquisição será necessário importa em R$ ____________, se
for autorizada, a contratação será pela modalidade de Dispensa de Licitação
por Inexigibilidade, nos termos do inciso I do art. 25 da Lei Federal 8 666/93 e
demais alterações.
Diante do exposto, solicitamos de Vossa
Senhoria a indicação de recursos orçamentários e financeiros no valor de
R$ ________ ( __________________________) onerar a presente despesa.

São Paulo, ______ de ____________ de 2010

Assinatura

- Os autos serão encaminhados para o Serviço de Finanças com o propósito de


ser emitido reserva orçamentária para aquisição.

- Os autos retornam para Seção de Compras para juntar os seguintes


documentos:

-CNPJ

-FGTS

-CND

-Certidão Conjunta emitida pela Secretaria de Receita Federal

-Consulta do CADIM

- Para a emissão do Despacho da Dispensa de Licitação, todos os documentos


devem estar validados e sem restrição;

- Segue modelo dos 03 Despachos:

a) Despacho da Diretoria Administrativa;


Do processo n. ºXXXXXXXXX/2010 em ___/___/___
INTERESSADO: INSTITUTO ADOLFO LUTZ
ASSUNTO: CONTRATAÇÃO DIRETA
OBJETO : AQUISIÇÃO DE _________________ PARA USO DA
SEÇÃO_________________, DA DIVISÃO TÉCNICA __________________
DESTE INSTITUTO
DESPACHO : nº XXX/2010

Diretoria Geral

Senhora Diretora;

Trata o presente de AQUISIÇÃO DE


_________________ PARA USO DA SEÇÃO_________________, DA
DIVISÃO TÉCNICA __________________ DESTE INSTITUTO, conforme
requisição acostado ás fls.XX dos autos .

Não foi possível a realização


de pesquisa de mercado, conforme preconizado no Decreto Estadual N.º34.350
de 11/12/91, vista tratar de insumo ofertado por fornecedor exclusivo.

Às fls. xx, estão acostados proposta da


empresa ______________________ fornecedora exclusiva do produto
___________ em todo o território nacional, informando que a aquisição importa
em R$ __________ (_______________).

Às fls. XX estão acostados nos autos


Atestado, emitido pelo SINDUSFARQ, comprovando a exclusividade para o
fornecimento dos insumos laboratoriais, bem como constam documentos com
tradução juramentada da empresa ____________, que confirma as
informações.

Às fls. XX está acostada nos autos


justificativa técnica para aquisição e uso dos insumos objeto de aquisição do
presente.
Ás fls. XX está acostado à reserva
orçamentária que ora onerar as despesas.

Os documentos exigidos de regularidade


fiscal da empresa estão validos e acostados às: fls.__ ( CND)., fls. ___ (CNCP)
fls. ___(FGTS), fls. ___ (CADIM) e fls.____(CNPJ)

Desta forma, nada obsta o


prosseguimento da presente contratação, que está fundamentada no inciso I do
Art. 25, da Lei Federal n.º 8666/93 e demais alterações, razão pela qual
submeto à apreciação de Vossa Senhoria, se de acordo Dispensar a Licitação
e posteriormente encaminhar os autos para Ratificação junto a Coordenação
de Controle de Doenças.

São Paulo, ___ de ______ de ____

assinatura

b) Despacho da Diretoria Técnica de Departamento

Do processo n. ºXXXXXXXXX/2010

INTERESSADO: INSTITUTO ADOLFO LUTZ


ASSUNTO: CONTRATAÇÃO DIRETA
OBJETO : AQUISIÇÃO DE _________________ PARA USO DA
SEÇÃO_________________, DA DIVISÃO TÉCNICA __________________
DESTE INSTITUTO
DESPACHO DG : nº xxx/2010

Em, _____ de ____ de 2010

Face ao contido nos autos, declaro


a Inexigibilidade, de licitação fundamentada no inciso I do art.
25. da Lei Federal nº 8666/93 e alterações posteriores c.c. com
a Resolução SS-26/90, para AQUISIÇÃO DE ______________PARA USO
DA SEÇÃO ______________ DA DIVISÃO TÉCNICA DE
________________DESTE INSTITUTO, a favor da Empresa
_______________________, inscrita no CNPJ sob nº
___________________, no valor de R$ ____________
(____________________),conforme proposta apresentada ás fls. XX.

Isto posto, encaminhe-se os autos


a Senhora coordenadora do CCD, para se de acordo, Ratificar a
Dispensa, nos termos disposto do art. 26, do diploma legal
mencionado acima.

assinatura
DIRETOR GERAL

c) Despacho da Autoridade Superior

DO PROCESSO N. º xxxxxxxxxx/2010,
INTERESSADO: INSTITUTO ADOLFO LUTZ
ASSUNTO: CONTRATAÇÃO DIRETA
OBJETO : AQUISIÇÃO DE _________________ PARA USO DA
SEÇÃO_________________, DA DIVISÃO TÉCNICA __________________ DESTE
INSTITUTO
DESPACHO : GC nº ______ /2010
Em,_____/____/2010

Face ao contido nos autos RATIFICO, a Dispensa de Licitação nos


termos artigo 26 , da Lei Federal nº 8.666/93 combinado com o
mesmo artigo da Lei Estadual nº 6.544/89 e suas alterações
posteriores, c.c. com a Resolução SS- 26/90, o ato de fls.xx que
Declarou a Dispensa de Licitação, considerando a necessidade de
atender a necessidade ____________________________, para aquisição
AQUISIÇÃO DE _________________ PARA USO DA
SEÇÃO_________________, DA DIVISÃO TÉCNICA __________________
DESTE INSTITUTO, para uso do ___________, a favor da empresa
________________, com inscrição no CNPJ nº ___________________, no
valor de R$ ______________ ( _________________________ )visando
atender as necessidades do Instituto.
Retorne ao Núcleo de Suprimentos e
Gestão de Contratos, para publicar. Após, encaminhe-se com transito
direto ao Instituto Adolfo Lutz, para providencias necessárias ao
empenhamento.

assinatura
Coordenadora da
Coordenadoria de Controle de Doenças
-Após a publicação em DOE, que deverá constar nos autos para comprovar a
eficácia do ato administrativo;

- Emissão de Nota de Empenho;

- Publicação de retirada de Nota de Empenho;

-Fornecedor Retira a Nota de Empenho;

- Efetua a entrega dos insumos no almoxarifado;

- Providenciar a liberação da Nota Fiscal colhendo assinatura do usuário final,


do chefe do laboratório e por um representante do almoxarifado;

-Emissão de nota de liquidação;

- Emissão de programação de desembolso da despesa.

DOS PRAZOS

- Poderemos contar um prazo 20 dias entre abertura do processo até a efetiva


entrega dos insumos.

Interesses relacionados