P. 1
Indicadores Socioeconomicos Da Gestao Publica 1

Indicadores Socioeconomicos Da Gestao Publica 1

|Views: 3.448|Likes:
Publicado porFábio Oliveira

More info:

Published by: Fábio Oliveira on Jul 12, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPSX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/02/2013

pdf

text

original

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA INDICADORES SOCIOECONÔMICOS NA GESTÃO PÚBLICA

PROFESSORA Ms. DENISE RAUBER

Organização
1. 2.

Conceitos de economia Políticas econômicas: Fiscal, Cambial, Monetária e de Rendas Conceitos básicos sobre indicadores Pesquisas e fontes de dados Conclusão Informações sobre a disciplina
Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 22 Rauber

3. 4. 5. 6.

Conceitos de economia
Economia é uma ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem utilizar recursos produtivos escassos, na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, com a finalidade de satisfazer às necessidades humanas. produção, a circulação e o consumo

Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 33 Rauber

Conceitos de economia
E quais são essas necessidades? Como percebemos as necessidades da sociedade, de nossa casa?, de nossa comunidade? De nosso município? Precisamos então perceber que todas as ações dos indivíduos como consumidores ou produtores influenciam o sistema econômico e desta forma movimentam o ciclo de consumo e produção.
Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 44 Rauber

Conceitos de economia
Quando pensamos em uma política pública, esta certamente terá aspectos voltados para um setor onde há um consumo e uma produção, esta política sofre a influência de ações anteriores e da tomada de decisão de agentes e por sua vez estabelece conseqüências

Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 55 Rauber

Conceitos de economia
Assim é preciso pensar as ações de políticas públicas de forma a entender a origem de sua necessidade. E para que isso seja possível é relevante observar os aspectos voltados ao funcionamento e ordenamento do próprio sistema econômico.
Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 66 Rauber

Conceitos de economia
Pois ele é formado circulação e consumo. pela produção,

Lembrando que os agentes que movimentam este sistema é formado pelas famílias, empresas, governo e setor externo e que agem na esfera econômica, social e ambiental.
Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 77 Rauber

Conceitos de economia
Portanto somos nós em nosso cotidiano, fazendo nossas escolhas que desenhamos e configuramos a sociedade em que vivemos. Ela é reflexo de nossas atitudes, lembrando os tomadores de decisão, famílias, empresas, governo e setor externo

Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 88 Rauber

Conceitos de economia
Toda relação econômica está baseada na lei da demanda e da oferta, sendo a demanda a procura por algo necessário, um bem ou serviço e a oferta a possibilidade de disponibilidade deste bem ou serviço

Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise 99 Rauber

Conceitos de economia
Da leitura destes aspectos é interessante que o gestor público também perceba que o sistema está envolvido pela movimentação das variáveis agregadas, macroeconômicas, sendo necessário o entendimento destas, principalmente pela sua influência no crescimento e desenvolvimento de uma economia
1010 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos de economia
É também importante observar as decisões do governo através das políticas econômicas adotadas para o país, pois elas indicam a condição e viabilidade de projetos voltados para o desenvolvimento. Assim as políticas cambial, monetária, fiscal e de rendas, proporcionam a indicação do caminhar de uma nação
1111 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Objetivos do governo estabilidade de preços, crescimento econômico (renda e emprego) melhor distribuição de riqueza, e equilíbrio nas contas externas
Mendes (2004, p.189)
1212 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Funções do setor público Função alocativa – alocar recursos Função distributiva – distribuir Função estabilizadora/reguladora estabilizar e regular –

1313 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Políticas estruturais: modificam a estrutura econômica, Médio prazo, - Se preocupa com o desenvolvimento econômico, a taxa de acumulação, os desequilíbrios regionais e distribuição de renda. indicadores econômicos e sociais são importantíssimos, no auxilio do planejamento e tomada de decisão.
1414 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Políticas conjunturais: superam desequilíbrios ocasionais. Curto prazo. Esta política se preocupa com os fenômenos mais imediatos de equilíbrio macroeconômico (equilíbrio entre a oferta e a demanda agregadas) e o equilíbrio financeiro (inflação, taxa de juros, equilíbrio externo). Também são utilizados indicadores
1515 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Políticas de expansão: mantém ou aceleram o desenvolvimento econômico. Pode reformular medidas de combate a inflação, proteção alfandegária, maior rigor contra a concorrência estrangeira. instrumentos utilizados para essas ações são então as Políticas Fiscal, Cambial, Monetária e de Rendas.
1616 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
política FISCAL diz respeito à atuação do governo na arrecadação de impostos (chamadas receitas públicas) e nos gastos públicos. expansionista – eleva os gastos públicos restritiva - aumenta os impostos e diminui os gastos

1717 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
O objetivo básico da política fiscal é conduzir, com eficiência, a área administrativa do governo, promovendo o bem-estar da população mediante a realização de obras de interesse da sociedade e a eficácia na arrecadação tributária, a fim de fazer frente às despesas orçamentárias
1818 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
política MONETÁRIA intervenção do governo no mercado financeiro através do controle da oferta de moeda, emissão de títulos públicos e da taxa de juros. (BACEN).

1919 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
expansionista - eleva a liquidez da economia, injetando maior volume de recursos nos mercados, aumenta o consumo, o investimento, expandindo a atividade econômica. restritiva, reduções dos meios de pagamento da economia, retraindo o consumo e o investimento e a atividade econômica.
2020 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Instrumentos da pol. Monetária Emissões; Reservas compulsórias (% dep.B.C); Open market (títulos públicos); Redescontos(empréstimo Bacen aos BC); Regulamentação sobre crédito e tx. de juros. (COPOM – Selic – 10,75%)
2121 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
política CAMBIAL administra taxas de câmbio, cotações cambiais, transações internacionais. taxa de câmbio é a quantidade de moeda nacional necessária para adquirir moeda estrangeira

2222 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
VALORIZAÇÃO Tx. Câmbio cai, preço em R$ cai Oferta de U$ é maior q. Demanda por U$ Cai a competitividade das EXPORTAÇÕES – desestímulo Aumenta as IMPORTAÇÕES – estímulo Preços internos caem / âncora cambial Aquece o consumo
2323 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
DESVALORIZAÇÃO Tx. Câmbio sobe, preço em R$ sobe Oferta de U$ é menor q. Demanda por U$ Aumenta a competitividade das EXPORTAÇÕES – Estímulo Cai as IMPORTAÇÕES – desestímulo Preços internos podem vir a subir Geração de renda das exportações
2424 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
política de RENDAS é uma política estrutural, através da qual se procuraria influenciar em uma ou outra direção a distribuição de renda dentro de um país. São 4 os instrumentos: política tributária; política de despesas do governo; política salarial; e controle de preços.
2525 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
O PIB (produto interno bruto) representa um valor global monetário de todos os bens e serviços finais produzidos no país. O Brasil deve encerrar 2010 com um PIB projetado de R$ 3,22 trilhões (o 8º maior do mundo) e uma população por volta de 193,3 milhões de habitantes (a 5ª maior do mundo).
2626 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
O valor do IDH varia de 1 a 0 e considera a renda das pessoas, a longevidade e a educação. Quanto mais próximo de 1 maior o desenvolvimento social do país. O IDH do Brasil é de 0,699 com lugar 73, a média mundial é 0,624

2727 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
A inflação, pode ser conceituada como o aumento dos preços que leva a perda contínua do poder aquisitivo da moeda. Estruturais: inflação de custos

a)

b) Monetários: inflação de demanda

2828 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
A expectativa para a inflação em 2010 subiu de 5,48% para 5,58%, em um patamar ainda mais distante do centro da meta de inflação para o ano, que é de 4,50%. Já a estimativa para o IPCA em 2011 avançou de 5,05% para 5,15%.

2929 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
ÍNDICES DE PREÇOS São calculados com base numa amostra de bens consumidos por pessoas em dada região e período. IGP-DI: índice geral de preços – disponibilidade interna (bens e serviços produzidos no país) = IPA (60%), IPC (30%) e INCC (10%)
3030 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
IGP-M (IGP do mercado) Mesma metodologia do IGP-DI. Diferença no período base. 21 ao 20 do mês seguinte. IPA – índice de preços ao atacado – considera os preços de matérias-primas e bens intermediários para indústria, comercio e agricultura, sendo a pesquisa realizada em todas as capitais brasileiras.
3131 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
IPC – índice de preços ao consumidor – produtos consumidos por famílias da faixa de 1 a 33 sm em São Paulo e Rio de Janeiro. INCC – índice de preços da construção civil: materiais de construção, mão-de-obra e serviços em 20 capitais brasileiras.

3232 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
IPC-Fipe (Índice de preços ao consumidor – FIPE/USP, desde 1939. Mede inflação dos consumidores em SP. 2000 produtos. Famílias com renda de 1 a 20 sm.

3333 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
IPCA-E (ipc ampliado – especial), calculado pelo IBGE e ganhou destaque devido a sua utilização pelo governo brasileiro como referência para o estabelecimento de metas de inflação anual no país. Compreende famílias com renda entre 1 a 40 sm em 11 regiões. Sua periodicidade é mensal.
3434 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Banco Central do Brasil 10,75% - SELIC Banco Central do Canadá 1,00% Banco da Inglaterra (BoE) 0,50% Banco do Japão (BoJ) 0,10% Banco Central Europeu (BCE)1,00% Federal Reserve (Estados Unidos) 0,25% Banco Central da Austrália 4,75% Banco Central da Suíça 0,25%
3535 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas
Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível ● Terceiro nível ● Quarto nível ● Quinto nível

3636 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas

3737 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Políticas Econômicas

3838 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

3939 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

4040 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
O indicador é um instrumento ou recurso metodológico para mostrar a realidade social de forma simples, organizada e padronizada
JANNUZZI,2009.

4141 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
Interesse crescente Retomada do planejamento como instrumento para a ação pública – PPA, LDO, Plano Diretor, Estatuto da Cidade Novos formatos de execução das políticas sociais Pressão por maior efetividade do gasto social JANNUZZI,2009.
4242 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
Mudança da auditoria TCU – formalidade e resultado Reforma Pública Gerencial da Administração de

Forte aumento do nível médio qualificação dos gestores públicos Divulgação do IDH

4343 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
Serve para Avaliação e diagnósticos de impactos ambientais, sociais e econômicos Implementação de projetos e programas Monitoramento das condições de vida e bemestar da população Investigação acadêmica Formulação de políticas públicas
4444 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
Devem apresentar características como: Relevância – importância para o entendimento do tema tratado. Taxa de mortalidade infantil, saneamento, relevantes para programas de saúde pública. Validade – origem dos dados. Confiabilidade – forma de obtenção dos dados

4545 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
Como podem ser usados Ciclo de Políticas Públicas* – cada etapa envolve o uso de um conjunto de indicadores de diferentes naturezas e propriedades.
*Adaptado de Maria Cecília Comegno – Fundação Seade, 2009. 1 Definição de agenda – percepção e definição de problema (Síntese de dados e indicadores para o diagnóstico)

4646 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
2 Formulação – identificação de alternativas e avaliação das opções, decisão e elaboração de programas. (indicadores para tomada de decisão quanto aos programas). 3 Implementação – plano de ações e monitoramento. (Painel de indicadores para monitoramento)

4747 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conceitos básicos sobre indicadores
4 Avaliação – resultados, impactos, eventual correção, término ou reinicio da ação. (Dados e indicadores de pesquisas de avaliação) 5 Demandas – novas ou recorrentes (volta a definição de agenda)

4848 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Pesquisas e fontes de dados

Figura - Sistema Nacional de Estatística *Adaptado de Maria Cecília Comegno – Fundação Seade, 2009 4949 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Pesquisas e fontes de dados

Figura - Subsistema Nacional de Estatística *Adaptado de Maria Cecília Comegno – Fundação Seade, 2009. 5050 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Pesquisas e fontes de dados
Censos Demográficos Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilio – PNAD Síntese de Indicadores Sociais Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa de Orçamento Familiar

5151 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Pesquisas e fontes de dados
Pesquisa de Informações Básicas Municipais – MUNIC Pesquisa Nacional de saneamento Básico – PNSB Relação Anual de Informações Sociais – RAIS – MTE Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED Edudatabrasil – INEP
5252 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Conclusão
Os indicadores socioeconômicos podem ser vistos como instrumentos para auxiliar na visualização de demandas econômicas, sociais e ambientais. Permitindo ao gestor uma correta definição de prioridades e alocação de recursos do orçamento público, podendo assim contribuir para o crescimento e desenvolvimento de nossos municípios, fortalecendo o país.

5353 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Informações sobre a disciplina

Sugestão de leitura Ata COPOM - Bacen Carta de Conjuntura – IPEA Artigo - A influência dos indicadores sócioeconômicos na gestão municipal para o desenvolvimento local.Jefferson Marcel Gross Mendes; Denis Alcides Rezende.
5454 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Informações sobre a disciplina
Tarefa 3 – abre em 06/12 e fecha em 19/12/2010. Construção do perfil do Município. Grupos de 05 a 10 integrantes Recesso 20/12/2010 a 30/01/2011 5 Semana – 31/01/2011 a 06/02/2011 Avaliação presencial – 05/02/2011.
5555 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Bibliografia
CARVALHO, Microeconomia Introdutória: para Cursos de Administração e Contabilidade. 2.ed.São Paulo: Atlas,2000 GUIMARÃES, J. R. S. e JANNUZZI, P. M. IDH, Indicadores sintéticos e suas aplicações em políticas públicas: uma análise crítica. Revista Brasileira. Est. Urbanos e Regionais, Salvador 7, 2005, (1):73-89. JANNUZZI, Paulo. M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. Campinas: Alínea, 2001. MENDES, Judas Tadeu Grassi. Economia – fundamentos e aplicações. São Paulo: Prentice Hall, 2004. PINHO, Diva Benevides; VASCONCELOS, Marco Antonio Sandoval (org.). Manual de economia. [ Equipe de Professores da USP ] 5.ed. São Paulo: Saraiva, 2004. ROSSETTI, José Paschoal. Introdução à economia. 20ª.ed. São Paulo: Atlas, 2003. RUEDELL, Carla Maria. Apostilas de aula. Fadep, 2006. SANDRONI, P. Dicionário de Economia. 12 ed. São Paulo: Best Seller, 2003. VASCONCELLOS, M. A.S; Economia micro e macro. 4 ed. São Paulo:Atlas, 2006. VASCONCELOS. Marcos .A. Fundamentos de Economia. São Paulo: Saraiva, 1998

5656 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

IDH
http://www.pnud.org.br/pobreza_desigualdade/reportagens/index.php?id01=3596&lay=pde

A lista é encabeçada pela Noruega (0,938), seguida de Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e Irlanda. A última posição é ocupada por Zimbábue (0,140), superado por República Democrática do Congo, Níger, Burundi e Moçambique. O Brasil está logo acima de Geórgia (74º), Venezuela (75º), Armênia (76º) e Equador (77º), e abaixo de Ilhas Maurício (72º), Macedônia (71º), Irã (70º), Ucrânia (69º) e Bósnia-Herzegóvina (68º).

5757 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Extras

http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=182&Itemid CODE

A redemocratização do Brasil e a promulgação da Constituição de 1988 promoveram avanços em políticas públicas de bem-estar social compatíveis com nações mais desenvolvidas, mas o País precisa solucionar em curto, médio e longo prazos questões de qualidade, distribuição e gestão das políticas públicas. Essas questões permeiam o mais novo trabalho do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sobre políticas públicas - o livro Brasil em Desenvolvimento: Estado, Planejamento e Políticas Públicas -, lançado nesta terça-feira, dia 15, na sede do Instituto em Brasília. A divulgação ocorreu na semana de comemoração dos 45 anos do Ipea.

5858 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

5959 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

6060 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Distribuição das pessoas ocupadas de 10 ou mais de idade, por classes de rendimento no trabalho principal - 2006-2008 http://www.ibge.gov.br/brasil_em_sintese/default.htm

6161 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

Pobreza - número de domicílios extremamente pobres Periodicidade: Anual Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) Unidade: Unidade Comentário: Número de domicílios com renda domiciliar per capita inferior à linha de extrema pobreza (ou indigência, ou miséria). A linha de extrema pobreza aqui considerada é uma estimativa do valor de uma cesta de alimentos com o mínimo de calorias necessárias para suprir adequadamente uma pessoa, com base em recomendações da FAO e da OMS. São estimados diferentes valores para 24 regiões do país. Série calculada a partir das respostas à Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/IBGE).

Brasil 2005 4.342.441,00 2006 3.705.461,00 2007 3.635.981,00 2008 3.303.354,00 2009 3.306.326,00
6262 Indicadores Socioeconômicos na Gestão Pública - Denise Rauber

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->