Você está na página 1de 2

ATIVIDADE FÍSICA E ALIMENTAÇÃO

BALANCEADA: CAMINHO PARA A SAÚDE


Prof. Dr. Turíbio Leite de Barros Neto,
Coordenador do CEMAFE – Centro de Estudos em Medicina da
Atividade Física e do Esporte da Unifesp/EPM
Professor Adjunto do Departamento de Fisiologia da Unifesp/EPM
Fisiologista do São Paulo Futebol Clube

Este início de milênio marca inegavelmente um momento de grandes


mudanças no comportamento humano em relação à saúde, com a
valorização do trabalho conjunto da nutrição e da prática de atividades
físicas. Três décadas atrás, realizar atividade física significava única e
exclusivamente dedicar-se ao esporte, ou seja, praticar uma
modalidade esportiva. Nos últimos trinta anos, tornou-se dominante o
conceito de fitness: ficar em forma pela prática de atividades físicas, e
não necessariamente de modalidades esportivas. A mudança que
podemos visualizar nasce com o novo conceito de exercício, que
contempla a saúde e a estética, prioriza as coronárias, mas também
se preocupa com os músculos. Do mesmo modo, o conceito de
nutrição também está sendo revisto, afastando-se dos modismos
dietéticos que supervalorizam determinados alimentos – atribuindo-
lhes o poder quase mágico de proporcionar melhoras fantásticas no
desempenho físico – para propor uma alimentação balanceada,
constituída de uma variedade de alimentos na quantidade adequada.

O novo conceito de exercício físico procura valorizar a necessidade de


realizar, na mesma ordem de importância, exercícios aeróbios e
exercícios com pesos, para promover a saúde e melhorar a resistência
muscular. Os exercícios aeróbios contribuem para a queima de
gorduras enquanto os exercícios com pesos aumentam a massa
muscular, ajudando a mobilizar maior quantidade de gordura.

A nutrição pasa a ter um papel cada vez mais integrado à prática de


exercícios, constituindo um binômio que é um verdadeiro “passaporte
para a saúde”: atividade física e alimentação balanceada.
O importante é acreditarmos na necessidade de deixar de lado os
confortos da vida moderna, que nos tornam cada vez mais
acomodados, e adotarmos hábitos mais ativos, a prática regular de
exercícios físicos e a mudança de hábitos alimentares, pois sabemos
que o fantasma da vida sedentária será um dos principais males dos
próximos anos, agravado pelo aumento da obesidade em nosso país,
hoje já considerado um caso de saúde pública.

Estimular a prática de atividades físicas e a reeducação alimentar


deve ser uma das principais políticas de saúde, colocada em prática
por professores, educadores e profissionais da área de saúde.

Fonte:
Livro: “O Programa das 10 Semanas” – Uma proposta para Trocar Gordura por
Músculos e Saúde; Turíbio Leite de Barros Neto; Editora Manole, 1.ª edição
brasileira – 2002.

Editora Manole Ltda.


Avenida Ceci, 672 – Tamboré
06460-120 – Barueri – SP – Brasil
Fone: (0xx11) 4196-6000 – Fax: (0xx11) 4196-6007
www.manole.com.br
info@manole.com.br