Você está na página 1de 6

QUESTÕES DE INFECTO PROVA teórica 1 (HIV e HEPATITES)

1. Paciente de 25 anos, UDI, soropositivo para HIV, diagnóstico do último mês. É assintomática e refere apenas gripe como episódio prévio. Exame físico
normal. Primeira contagem de CD4 de 650 células e carga viral de 25000 cópias/ml, sorologia basal para toxoplasmose IgG reagente. O paciente tem
indicação para:
a) Acompanhamento ambulatorial com reavaliação clínica e laboratorial a cada 4 meses e considerar tratamento posteriormente
b) Iniciar tratamento em esquema tríplice com inibidor da transcriptase reversa não análogo de nucleosídeo (ITRNN)
c) Iniciar tratamento em esquema tríplice com inibidor de protease
d) Profilaxia para a toxoplasmose e pneumocistose com sulfametoxazol+trimetoprim
e) Tratamento para a toxoplasmose com sulfadiazina, primetamina e ácido folínico

2. Todas abaixo estão corretas, exceto:


a) Alguns indivíduos não expressam o correceptor CCR5 o que talvez os tornem resistentes à infecção pelo HIV
b) O risco de transmissão do HIV numa exposição ocupacional é 0,32%, sendo que através do sexo anal esse risco pode ser 10x maior
c) Pelo critério CDC modificado, para evidência de imunodeficiência, faz-se necessária a contagem de linfócitos T CD4+ < 200 células/mm 3 ou a
presença de 2 ou + doenças definidoras de AIDS
d) A leucoplasia pilosa, a candidíase oral, a dermatite seborreica e o herpes zoster são todos considerados sinais sentinelas da AIDS e aparecem quando
o indivíduo apresenta T CD4 entre 200 e 350
e) A terapia antirretroviral-TARV é baseada na utilização de pelo menos duas diferentes classes que possuem diferentes mecanismos de ação

3. Sobre a infecção pelo HIV e a epidemia da AIDS, é possível afirmar que:


I. Há uma crescente juvenilização e feminilização da epidemia
II. O vírus se integra ao genoma humano de forma perene o que nos permite afirmar que não há cura para a doença não obstante o uso da terapia
antirretroviral-TARV
III. A história natural da doença é igual para todas as pessoas que vivem com o vírus HIV
IV. A presença de “janela imunológica” é o que poderia justificar os resultados falso-positivos dos testes HIV em alguns indivíduos
a) I e II
b) I, II e III
c) II e III
d) Somente a III
e) Todas são corretas

4. Assinale a alternativa incorreta


a) A ocorrência de neurotoxoplasmose, sarcoma de Kaposi ou pneumocistose são definidores de casos de AIDS
b) A candidíase e o herpes zoster são as infecções oportunistas mais frequentes nos pacientes com HIV, não sendo definidores de casos de AIDS
c) A lesão neurológica com efeito de massa que ocorre mais frequentemente nos pacientes com HIV é a toxoplasmose
d) O risco de transmissão do HIV em acidentes com material pérfuro-cortante é de aproximadamente 0,3%
e) A síndrome de soroconversão ocorre em menos de 50% dos pacientes com HIV, ocorrendo em média de 2 a 4 semanas após a infecção
QUESTÕES sobre HEPATITES
5. Qual dos seguintes marcadores virais indica o risco de infectividade pela replicação viral na hepatite B:
a) HbsAg
b) HbcAg
c) HbeAg
d) Anti-Hbs
e) Anti-Hbc

6. Quanto à hepatite causada por vírus C assinale a alternativa incorreta:


a) É uma doença necro-inflamatória cuja alteração no nível dos hepatócitos têm extensão variável
b) É a causa mais comum de doença hepática crônica e transplante hepático em adultos
c) A forma mais comum de transmissão é o uso compartilhado de drogas injetáveis, mas também pode ocorrer com acidente ocupacional, transfusão
sanguínea e a via sexual eventualmente
d) Quando infectado, todo o paciente após a fase assintomática evolui para a forma crônica, destes a maioria evolui para a falência hepática
e) Os objetivos do tratamento são eliminar o vírus, interromper ou retardar a progressão da doença e prevenir a descompensação
7. Sobre o gráfico a seguir é possível afirmar:

a) Trata-se do curso sorológico da hepatite B aguda


b) Trata-se de marcadores sorológicos da hepatite C
c) Trata-se da infecção por HBV na ausência de replicação viral
d) Trata-se do curso sorológico típico de infecção crônica por HBV
e) Não é possível definir que infecção se trata apenas com esse gráfico

8. Sobre as afirmativas a respeito das hepatites virais coloque verdadeiro (V) ou falso (F):
(v ) A hepatite A é muito contagiosa e transmitida por via fecal-oral, usualmente por alimento ou água contaminada, é auto-limitante e geralmente
se resolve em semanas
( ) Até 90% dos recém-nascidos infectados desenvolvem hepatite B crônica, o que coloca a criança em risco significativo de carcinoma hepatocelular
quando adulto. Nos infectados mais tarde na vida, aproximadamente 95% se recuperam completamente sem sequelas
(f ) O quadro clínico basta para estabelecer a etiologia viral, de modo que não são necessários estudos sorológicos para estabelecer o diagnóstico
( ) Um dos objetivos do tratamento da hepatite B é cessar a replicação viral com perda do antígeno e (HbeAg) e soroconversão para Anti-Hbe
(f ) Terapia é recomendada uniformemente para fibrose leve à moderada com METAVIR >= F1
a) FVFVV
b) VVVVV
c) FVVFV
d) VVFVF
e) VFVFV

9. Um estudante de medicina é picado com uma agulha oca durante um procedimento em um paciente sabidamente portador de infeção por vírus B e C. Os
estudos sorológicos do estudante mostram HbsAg negativo, Anti-Hbs positivo (50 UI/mL), e anti-Hbc total negativo. Qual dos seguintes é verdadeiro em
relação à situação vacinal de hepatite do estudante:
a) O estudante tem vacinação prévia para hepatite B e está imune
b) Infecção aguda por hepatite B
c) Infecção prévia com vírus da hepatite B
d) Infecção crônica por vírus da hepatite B
e) O estudante foi vacinado contra hepatite B, mas não está imune