Você está na página 1de 6

ENSAIO ACADÊMICO NA PERSPECTIVA DIALÓGIA

1º MOVIMENTO – APRESENTAÇÃO DA SITUAÇÃO ENUNCIATIVA

Um ensaio acadêmico é um gênero textual que tem como objetivo discutir


determinado tema, consistindo de uma exposição das ideias e pontos de vista do autor sobre
determinado tema. Desse modo, o ensaio é discursivo, no sentido de mostrar
posicionamento e reflexões do autor a respeito do ponto sob consideração.
Segundo Severino (2007), no texto ensaístico o autor possui certa liberdade em
posicionar-se diante da questão tratada, porém sem dispensar o rigor lógico e a coerência de
argumentação e, mesmo não sendo obrigado a definições e detalhamentos quanto a métodos
na área em que se insere a questão tratada, a fundamentação teórica deve estar presente.1
Por isso, antes de escrever um ensaio acadêmico, é necessário que você observe os
procedimentos sintetizados abaixo para entender bem a situação enunciativa que se apresenta
para a escrita do texto:
1. Leitura do texto a ser ensaiado: verificar quantas vezes você necessita ler o
texto até compreender a temática central e os detalhes e se é necessário grifar
(marcar, sublinhar) partes do texto lido e como selecionar essas partes;
2. A quem o ensaio se destina: o destinatário será seu professor, colegas de curso,
você mesmo, ou leitores de uma revista acadêmica? Isso determina o estilo de
escrita que você deve utilizar n relatório;
3. Qual é o suporte/espaço de circulação do seu ensaio: Trabalho exclusivo a ser
entregue a um professor? O jornal da sua instituição? Um mural? Seus arquivos
pessoais?
4. Seus objetivos ao produzir o ensaio: Simplesmente cumprir uma tarefa
solicitada pelo professor? Posicionar-se de maneira crítica ante um texto lido?
Criar um arquivo para facilitar seus estudos e sistematizar conteúdos apreendidos
durante a leitura de determinado texto?
5. Aspectos do ensaio que vão ser observados ou avaliados pelo destinatário:
verificar se você compreendeu o texto lido e soube posicionar-se criticamente em
relação ele.

1
SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. 23ª ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007.
Antes de passarmos ao 2º Movimento para a produção do ensaio acadêmico,
convidamos você a ler o texto “Método Belo Horizonte: contribuições para o projeto do
Serviço Social na década de setenta”, de Jorge Furtado, que já está em sua posse,
procurando compreendê-lo globalmente para se familiarizar com seu conteúdo e sua
linguagem, procurando manter a atenção para todos os detalhes apresentados.

Agora que você já leu o texto, vamos reconhecer esse gênero por meio
das suas particularidades.

2º MOVIMENTO – RECONHECIMENTO DO GÊNERO

De acordo com Moura (2015)2, veja abaixo a que deve constar em um ensaio
acadêmico:
I - Introdução – Nela deve conter o tema abordado, a estrutura do trabalho e
porque você escolheu esse tema específico (se não fornecido pelo professor), abordando de
forma clara e precisa sobre o que vai conter no seu ensaio.
II – Exposição – local onde você apresenta sua tese (isto é, seu ponto de vista sobre
o assunto abordado no texto, podendo ser uma frase afirmativa ou negativa sobre a ideia
central). Lembre-se que você enquanto autor deve apresentar suas reflexões, críticas e
posicionamento pessoais tomando por base uma tese sua sobre o texto.
III – Argumentação/Fundamentação – Agora é hora de argumentar o porquê de
sua opinião (tese) ser a correta, através de fundamentação de base teórica no próprio texto.
Vai dizer os porquês da sua opinião, no sentindo defender a sua tese como sendo verdadeira.
IV – Conclusão – Concluir o assunto com a síntese daquilo que se quer provar com
a reflexão do ensaio. Isto é, dizer o portanto ou o por isso sobre a tese defendida.
V – Referências – Colocar os autores e obras utilizadas na pesquisa/investigação do
tema escolhido, seguindo as normas da ABNT ((ÚLTIMO NOME DO AUTOR, Pré-nomes.
Título da obra. Local de Produção: Editora responsável pela publicação, ano de produção.).
Por fim, acreditamos que agora já sabe reconhecer as características do ensaio. Por
isso, convidamos você a observar, atentamente, o planejamento do projeto enunciativo desse
gênero textual abaixo.

2
MOURA, Rolim. Guia de elaboração de trabalhos acadêmicos. São Paulo: Faculdade de São Paulo – FSP,
2015.
3º MOVIMENTO – PLANEJAMENTO DO PROJETO ENUNCIATIVO DO RESUMO

Apresentamos, abaixo, o planejamento do projeto enunciativo do gênero textual


acadêmico aqui abordado, o qual você deve utilizar como orientação para produzir o seu
ensaio sobre o texto “Método Belo Horizonte: contribuições para o projeto do Serviço
Social na década de setenta”. Nesse caso, você precisa seguir cada um dos seis passos
propostos no planejamento enquanto produz um rascunho para, a partir dele, produzir
seu relatório.

ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS PARA DESVELAR O


IMPLÍCITO DO ENSAIO

1. 1. LEITURA DIALOGADA
DO TEXTOI

2. CONTEXTUALIZAR
6. CONCLUSÃO E O GÊNERO NO
REVISÃOVI ESPAÇO E NO
TEMPOII

ESTRELA
DE
DAVI

4. ATRIBUIÇÃO DE 3. DESVELAR
ATOS AO AUTOR DO CONTEÚDOSIII
DOCUMENTÁRIOV

4. FAZER DIGESTOIV
ESTRATÉGIAS DIDÁTICAS PARA DESVELAR O IMPLÍCITO

DO ENSAIO:
I
LEITURA DIALOGADA DO TEXTO: Nessa primeira ação, você deve ler o
texto “Método Belo Horizonte: contribuições para o projeto do Serviço Social na década
de setenta” até compreender a temática central e os detalhes para a feitura do relatório. Faça
anotações e/ou grife as partes essenciais do texto.

II
CONTEXTUALIZAR O GÊNERO NO ESPAÇO E NO TEMPO: Nesta
segunda ação, você deve produzir os dados referenciais, isto é, produzir a referência do texto
lido, de acordo com as regras da ABNT (ÚLTIMO NOME DO AUTOR, Pré-nomes. Ttítulo
do documentário. Local de Produção: Editora responsável pela publicação, ano de produção.
Veja que fazendo isso, você estará situando o texto lido no tempo e no espaço.
OBSERVAÇÃO: apesar de a Referência ser a terceira ação, ela vai ser colocada
depois da Conclusão do ensaio.

III
DESVELAR CONTEÚDOS: Nesta terceira ação, você deve atentar para os
elementos da Introdução. Por isso, anote a temática abordada, explicite como o texto lido está
estruturado (se está dividido em partes, cite-as). Não há necessidade de dizer o porquê você
escolheu esse tema, já que foi fornecido pelo professor. Depois, em breves palavras diga o
que vai conter no seu ensaio.
OBSERVAÇÃO: A parte final da Introdução deve ser feita depois das outras
partes do ensaio, pois, apesar estar no primeiro parágrafo, fica mais fácil você fazê-la
depois, já que você só saberá o que vai conter no ensaio depois que terminá-lo.

IVFAZER DIGESTO: Nesta quarta ação, você vai fazer o corpo do ensaio. Ou seja:

Primeiramente, vai criar sua tese, isto é, veja qual a ideia central desenvolvida no
texto e, a partir dela, mostre seu posicionamento com uma frase afirmativa ou negativa
simples (composta de sujeito, verbo e complemento). Exemplo: O método indicado pela
autora é significativo e importante para a compreensão da ruptura do Serviço Social com a
concepção Tradicional, ou: O método indicado pela autora não é significativo e nem
importante para a compreensão da ruptura do Serviço Social com a concepção Tradicional.
Em seguida, vai argumentar o porquê de sua tese (seu posicionamento). Nesse
sentido, você vai criar uma argumentação com base no próprio texto, ou outros argumentos
que você considerar pertinentes. Lembre-se que argumentar é dizer os porquês do seu ponto
de vista. Uma boa forma de fazer isso é você transformar sua tese em pergunta (Por que
método indicado pela autora é significativo e importante para a compreensão da ruptura do
Serviço Social com a concepção Tradicional?). Mas essa pergunta não deve aparecer no texto
do ensaio. É só uma ideia implícita para você criar os argumentos. Também os porquês devem
ser evitados no texto. Eles servem apenas como base para você buscar as respostas no próprio
texto. Exemplo: O método BH, sugerido pela autora, deve ser aplicado no Serviço Social,
tendo em vista que ele está fundamentado na teoria social crítica de Marx, fazendo com que o
profissional aplique seus pressupostos críticos em relação à sociedade capitalista e utilize esse
conhecimento nas suas pesquisas para conhecer a realidade em que está inserido.
Por fim, escreva a conclusão do seu ensaio, fazendo uma síntese dos seus argumentos
e reflexões do texto ensaiado. Exemplo: O Método BH deve (ou não deve) ser usado pelos
profissionais do Serviço Social, pois ajuda... Portanto (Por isso,), ....
OBSERVAÇÃO: Não se esqueça de acrescentar as Referências do texto já

produzidas na CONTEXTUALIZAR O GÊNERO NO ESPAÇO E NO TEMPO.

Elas devem ficar após a conclusão.

V
ATRIBUIÇÃO DE ATOS AO AUTOR DO DOCUMENTÁRIO: Esta quinta ação
serve para você lembrar que deve usar verbos de ação ao longo de todo o texto do ensaio.
Exemplo: A autora expõe (explicita, mostra, argumenta etc.), que...; na sequência ela aponta...

4º MOVIMENTO – ESCRITA INICIAL DO GÊNERO

Agora sim, seguindo o planeamento proposto na Estrela de Davi e o rascunho feito


por você, comece, de fato, o processo de escrita de seu ensaio.

5º MOVIMENTO – FEEDBACK

Após fazer a produção inicial de seu relatório de visionamento, você deve expressar
sua experiência, apontando o que facilitou a escrita, assim com as limitações e dificuldades
que teve durante a produção texto, tanto para o professor quanto para os colegas de classe.
6º MOVIMENTO – SOCIALIZAÇÃO DO GÊNERO

Agora que você já produziu seu texto e expressou suas dificuldades, é hora de fazer
as revisões e os acabamentos que julgar necessários. Faça uma leitura atenta do seu texto, não
mais como autor, mas como leitor. Durante leitura, faça os ajustes necessários, verificando
deslizes gramaticais e textuais, para o acabamento final do seu ensaio. Faça também a
formatação do texto, observando os seguintes pontos previstos na ABNT: Letra: Arial ou
Times New Roman tamanho 12; margens: superior e esquerda = 3cm, direita e inferior =
2cm; Espaçamento entre linhas = 1,5; alinhamento: justificado; e recuo da primeira linha
de cada parágrafo a 1,5cm da margem esquerda. Agora sim, seu texto está finalizado e
pronto para publicação.