Você está na página 1de 13

Assinado de forma digital por ANTONIO JOSE

ANTONIO JOSE ANDRADE BARRETO:5012392


DN: c=BR, o=ICP-Brasil, ou=Autoridade

ANDRADE Certificadora da Justica - AC-JUS, ou=Cert-JUS


Institucional - A3, ou=Tribunal de Justica Bahia -
TJBA, ou=SERVIDOR, cn=ANTONIOCad. 2JOSE
BARRETO:5012392
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 / Página 1
ANDRADE BARRETO:5012392
Dados: 2018.09.13 05:35:33 -03'00'

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO


Data da disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018. Edição nº 2.222

CADERNO 2 – ENTRÂNCIA FINAL

CAPITAL
1ª VARA DE FAMÍLIA, SUCESSÕES, ÓRFÃOS E INTERDITOS

JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA


JUIZ(A) DE DIREITO PATRICIA DIDIER DE MORAIS PEREIRA
ESCRIVÃ(O) JUDICIAL JOSE ANTONIO SANTOS SENA
EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0655/2018

ADV: JOÃO GONÇALVES FRANCO FILHO (OAB 11475/BA) - Processo 0528170-77.2018.8.05.0001 - Interdição - Tutela e
Curatela - INTERTE: G. M. B. M. de C. - INTERDO: Almir Mendes de Carvalho Junior - Vistos, etc. Determino que seja realizado
exame médico pericial do Interditando, para tanto nomeio profissional cadastrado junto ao Programa aos Órgão Jurisdicionais
na realização de Perícias Judiciais com condições de exercer o múnus, conforme site do Tribunal de Justiça. Intime-se a
parte requerente e o MPE para apresentar quesitos complementares, se assim o quiser, no prazo de 10 dias. Quanto à
realização de exame médico pericial, informa o art. 753 do NCPC. "Decorrido o prazo previsto no art. 752, o juiz determinará
a produção de prova pericial para avaliação da capacidade do interditando para praticar atos da vida civil" Com efeito, a Lei
nº 4.119/62, que regulamente a profissão de psicólogo, prevê, em seu art. 13. "Art. 13. - Ao portador do diploma de Psicólogo
é conferido o direito de ensinar Psicologia nos vários cursos de que trata esta lei, observadas as exigências legais especí-
ficas, e a exercer a profissão de Psicólogo. § 1º Constitui função privativa do Psicólogo e utilização de métodos e técnicas
psicológicas com os seguintes objetivos: a) diagnóstico psicológico;" Assim também a Resolução 15/96 do Conselho
Federal de Psicologia, que em seu art. 1º, caput e parágrafo único, prescreve: "Art. 1°- É atribuição do PSICÓLOGO a emissão
de atestado psicológico circunscrito às suas atribuições profissionais e com fundamento no diagnóstico psicológico produ-
zido. Parágrafo único - Fica facultado ao psicólogo o uso do Código Internacional de Doenças - CID, ou outros Códigos de
diagnóstico, cientifica e socialmente reconhecidos, como fonte para enquadramento de diagnóstico." Por fim, acerca da
avaliação psicológica, a Resolução 007/2003 do Conselho Federal de Psicologia tece as seguintes considerações: "A
avaliação psicológica é entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação de
informações a respeito dos fenômenos psicológicos, que são resultantes da relação do indivíduo com a sociedade, utilizan-
do-se, para tanto, de estratégias psicológicas - métodos, técnicas e instrumentos. Os resultados das avaliações devem
considerar e analisar os condicionantes históricos e sociais e seus efeitos no psiquismo, com a finalidade de servirem
como instrumentos para atuar não somente sobre o indivíduo, mas na modificação desses condicionantes que operam
desde a formulação da demanda até a conclusão do processo de avaliação psicológica. Ante o exposto, sendo o psicólogo
profissional legalmente e tecnicamente habilitado a proceder à avaliação biopsicossocial, da deficiência do curatelando,
NOMEIO a Psicóloga FERNANDA KRUSCHEWSKY CATHARINO GORDILHO, CRP 03/3388, endereço eletrônico:
fkrusch@gmail.com / telefone para contato: (71) 9 9986-6925 para apresentar avaliação da deficiência em 30 (trinta) dias,
fixando desde logo honorários periciais no valor de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), nos termos da Resolução nº CM-
01, de 24 de janeiro de 2011, com as alterações promovidas pela Resolução nº CM-03, de 19 de setembro de 2011, ambas
do Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. A avaliação considerará, em relação ao(à)
curatelando(a), os impedimentos nas funções e nas estruturas do corpo, os fatores socioambientais, psicológicos e pesso-
ais, a limitação no desempenho de atividades e a restrição de participação (art. 2º, § 1º, do Estatuto da Pessoa com
Deficiência), perquirindo minuciosamente acerca de sua vida, negócios, bens, vontades, preferências e laços familiares e
afetivos e sobre o que mais lhe parecer necessário para convencimento quanto à sua capacidade para praticar atos da vida
civil e a extensão dos proveitos e prejuízos de determinada ação na vida do(a) curatelando(a). Para tanto, responderá aos
quesitos apresentados pela Curadoria Especial, além dos seguintes: 1) O(A) curatelando(a) é portador(a) de anomalia com
impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial que, em interação com uma ou mais
barreiras (qualquer entrave, obstáculo, atitude ou comportamento) o(a) limite ou impeça de participar da sociedade, bem
como gozar, fruir e exercer seus direitos e atos da vida civil, de forma efetiva e plena em igualdade de condições com as
demais pessoas nos termos do art. 2º da Lei nº 13.146/2015? 2) Em caso positivo, qual o(s) tipo(s) de doença(s) física(s),
mental(is), intelectual(is) ou sensorial(is) que representa? 3) Em face do quadro clínico apontado, as barreiras apresenta-
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 2

das (art. 3º, IV da Lei nº 13.146/2015) implicarão a(o) curatelando(a) limitação ou impedimento à participação social, bem
como ao gozo, à fruição e ao exercício de seus direitos e atos da vida civil de forma plena e efetiva? Em caso positivo,
especificar o limite ou impedimento nos termos Lei nº 13.146/2015 (art. 2º, § 1º). 4) Diante da(s) patologia(s) apresentada(s),
o(a) curatelando(a) tem entendimento de tais limites que inviabilizem o pleno e efetivo exercício dos atos da vida civil em
igualdade de condições com as demais pessoas, podendo determinar-se e exprimir sua vontade? 5) O(A) curatelando(a),
diante da deficiência que o acomete, tem condições de reger sua pessoa e administrar seus bens e praticar os demais atos
da vida civil? 6) Em caso de confirmação da existência de doença que acomete o(a) curatelando(a), quais as características
dessa doença e a mesma interfere no estado de lucidez da pessoa? 7) A doença em questão tem prognóstico de cura? 8)
Como a curatela irá repercutir na subjetividade e na vida prática do(a) curatelando(a)? No que o ato beneficiará realmente
aquela pessoa e o quanto ela será atingida pela curatela? 9) Quem o(a) curatelando(a) gostaria que fosse seu/sua curador(a)?
(histórico biográfico dessa relação, bem como sua dinâmica e funcionamento) 10) A curatela será realmente benéfica ao(à)
curatelando(a)? Qual o real objetivo dele(a) e/ou de sua família, os planos do(a) futuro(a) curador(a) para o(a) curatelado(a)
- visa realmente beneficiar o(a) interditando(a) ou beneficiar a si mesmo ou a outras pessoa? O(A) curatelando(a) tem
discernimento para eleger pessoas idôneas, com as quais mantenham vínculo e que gozem de sua confiança, para prestar-
lhe apoio sobre atos da vida civil, com exceção de atos patrimoniais e negociais? Apresentado o relatório, intime-se o
requerente, a Curadoria Especial e o Ministério Público para se manifestarem em 15 (quinze) dias. Intime-se a perita
designada. Juntado o laudo, devolvam-se os autos ao Ministério Público P. I. C. Salvador(BA), 12 de setembro de 2018.

JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA


JUIZ(A) DE DIREITO PATRICIA DIDIER DE MORAIS PEREIRA
ESCRIVÃ(O) JUDICIAL JOSE ANTONIO SANTOS SENA
EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0656/2018

ADV: '''DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999/BA) - Processo 0555898-35.2014.8.05.0001 - Interdição
- Tutela e Curatela - INTERTE: A. de J. dos M. S. - INTERDA: J. dos M. S. - Dou ciência à Defensoria Pública do Estado da Bahia
sobre o conteúdo do despacho de fl. 38: Vistos, etc. Intime-se o requerente para, no prazo de 10 dias, cumprir as seguintes
diligências:a)informar acerca da existência de bens/direitos em nome do curatelando; b) juntar aos autos a termo de
concordância dos demais parentes, caso existente, com o deferimento da medida; Decorrido o prazo, certifique-se, bem
como se houve oferecimento de impugnação. Em caso negativo, encaminhe-se o(a) curatelando(a) para perícia, nomeado
ás fls. 30, e na impossibilidade do mesmo em proceder a diligência de logo nomeio a Dra. Fernanda Amalia Ramos de
Carvalho, CRM nº 028643/BA, e na oportunidade arbitro honorários em R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) conforme
RESOLUÇÃO Nº CM 03, DE 19 DE SETEMBRO DE 2011. Após a entrega do laudo, vista as partes e ao MP. Salvador, 11 de
setembro de 2018. Paulo Vinícius Santana Rodrigues Técnico Judiciário/Escrevente

JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA


JUIZ(A) DE DIREITO PATRICIA DIDIER DE MORAIS PEREIRA
ESCRIVÃ(O) JUDICIAL JOSE ANTONIO SANTOS SENA
EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0657/2018

ADV: DILSON RAIMUNDO DE SOUZA PEREIRA JUNIOR (OAB 18372/BA) - Processo 0320580-43.2012.8.05.0001 - Arrola-
mento Sumário - Inventário e Partilha - ARROLANTE: Nadia Lago Ribeiro - AUTOR: Ney Lago Ribeiro e outro - ARROLADO:
Espolio de Walter dos Santos Pereira Ribeiro - SENTENÇA Processo nº:0320580-43.2012.8.05.0001 Classe
Assunto:Arrolamento Sumário - Inventário e Partilha ArrolanteAutor:Nadia Lago Ribeiro e outros, Ney Lago Ribeiro
Arrolado:Espolio de Walter dos Santos Pereira Ribeiro Vistos. Nadia Lago Ribeiro, Ney Lago Ribeiro, Nancy Ribeiro Correia
Santos, ajuizaram a presente ação de Arrolamento Sumário dos bens deixados por Walter dos Santos Pereira Ribeiro. Após
alguns atos processuais, os autores manifestaram o seu desinteresse no prosseguimento do feito. É o breve relatório.
Decido. À vista do desinteresse manifestado pela parte autora, razões não há para que a demanda prossiga, razão pela qual
JULGO extinto o processo sem resolução de mérito, com base no art. 485, VI, do NCPC. P. R. I. Custas pagas.. Certificado o
trânsito em julgado e pagas as custas devidas, se for o caso, arquivem-se, observadas as formalidades legais. Salvador(BA),
11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: ''DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) - Processo 0324886-55.2012.8.05.0001 - Inventário -
Inventário e Partilha - INVTE: Denilson Ferreira - INVDA: Espolio de Donata Ferreira - DESPACHO Processo nº:0324886-
55.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:Denilson Ferreira Inventariado:Espolio de
Donata Ferreira Vistos. Intime-se a inventariante a fim de que junte aos autos as certidões negativas de débitos ficais do
falecido perante as Fazendas Municipal, Estadual e Federal, bem como para que providencie o recolhimento do tributo ou
declaração de isenção junto à SEFAZ, consoante Portaria Conjunta PGE/SEFAZ nº 004, de 21/10/2014. I. Salvador (BA), 11 de
setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: DALILA BATISTA BRANDAO (OAB 35304/BA) - Processo 0326282-96.2014.8.05.0001 - Remoção de Inventariante -
REQUERENTE: Espolio Claudivio Lima Brandao - REQUERIDO: Manoel de Souza Brandao - SENTENÇA Processo nº:0326282-
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 3

96.2014.8.05.0001 Classe Assunto:Remoção de Inventariante - Assunto Principal do Processo << Nenhuma informação
disponível >> Requerente:Espolio Claudivio Lima Brandao Requerido:Manoel de Souza Brandao Vistos. Trata-se de ação de
Remoção de Inventariante proposta por Espolio Claudivio Lima Brandao contra Manoel de Souza Brandao, todos qualifica-
dos na exordial. Este é o relatório. Decido. Compulsando-se os autos, verifica-se que a parte autora abandonou o processo
por mais de 30 (trinta) dias, impondo-se, pois, diante de sua inércia, a extinção do feito, sem resolução do mérito. Isto posto,
JULGO EXTINTO o processo, nos termos do inciso III, do art. 485, do NCPC. Eventuais custas remanescentes, pela parte
autora. Após o trânsito em julgado, arquivem-se. P.R.I. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais
Pereira Juiza de Direito

ADV: MARIA DIAS DE CASTRO (OAB 13406/BA) - Processo 0327332-94.2013.8.05.0001 - Sobrepartilha - Inventário e Partilha
- INVTE: Edilair Lobao de Goes - INVDA: Edith Sao Pedro Lobao e outro - SENTENÇA Processo nº:0327332-94.2013.8.05.0001
Classe Assunto:Sobrepartilha - Inventário e Partilha Inventariante:Edilair Lobao de Goes Inventariado:Edith Sao Pedro Lobao
e outro Vistos. Edilair Lobao de Goes propôs o presente INVENTÁRIO dos bens deixados pelo (a) falecido (a) NOLAIR DA
COSTA LOBÃO. Desde 2013, o/a inventariante não praticou mais nenhum ato processual. Intimada para dar andamento ao
feito, a parte Requerente permaneceu inerte. Sucintamente relatados, fundamento e decido. A presente ação vem se arras-
tando desde 2012, e, desde então, não há manifestação do (a) inventariante. Dispõe o recém inserido inciso LXXVIII, do art.
5º, da Constituição Federal: "a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo
e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação". Já há lei facultando a realização de inventários e arrolamentos por
ofícios extrajudiciais, justamente para atender à garantia constitucional em questão. A vedação à extinção dos processos de
inventário e arrolamento sem julgamento de mérito não tem lugar no panorama atual. Não pode o Poder Judiciário ficar à
mercê da vontade das partes por tempo indeterminado, sem que possa o juiz da causa dar o impulso processual adequado
para chegar o julgamento do processo. A inércia da parte requerente deve levar à extinção do feito, vez que a Lei não vedou
a extinção dos processos de inventário ou arrolamento, sem julgamento de mérito, conforme se depreende da leitura do art.
668, inciso II, do Código de Processo Civil. Merece registro que, extinta a ação ajuizada, outra pode ser intentada perante o
mesmo Juízo, acaso haja interesse. Por derradeiro, convém esclarecer que, decorridos muitos anos desde a morte do de
cujus, o bem deixado pode, até, ter sido objeto de uma das espécies de prescrição aquisitiva. Destarte, forte nos arts. 668,
inciso II, combinados com o artigo 485, inciso III, ambos do novo Código de Processo Civil, DECLARO EXTINTA a presente
ação, sem exame do mérito. Outrossim, CONDENO a parte requerente ao pagamento das custas e despesas processuais,
cujo cálculo fica desde já determinado, fixando-lhes o prazo de quinze dias para juntada aos autos do comprovante de
recolhimento, salvo se beneficiária de assistência judiciária gratuita, caso em que deverá ser aplicado o disposto no artigo
98, §3º, do NCPC.. P.R.I. e arquive-se, após o trânsito em julgado e demais cautelas legais. Salvador(BA), 11 de setembro de
2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: RUY DE CARVALHO PINTO (OAB 37533/RJ) - Processo 0329820-56.2012.8.05.0001 - Arrolamento Sumário - Inventário
e Partilha - ARROLANTE: Ariade Rigaud dos Santos - ARROLADO: Espolio de Ailton dos Santos - SENTENÇA Processo
nº:0329820-56.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Arrolamento Sumário - Inventário e Partilha Arrolante:Ariade Rigaud dos
Santos Arrolado:Espolio de Ailton dos Santos Vistos. Ariade Rigaud dos Santos propôs o presente INVENTÁRIO dos bens
deixados pelo (a) falecido (a) AILTON DOS SANTOS. Desde 2012, o/a inventariante não praticou mais nenhum ato processu-
al. Intimada para dar andamento ao processo, a parte Requerente permaneceu inerte. Sucintamente relatados, fundamento
e decido. A presente ação vem se arrastando desde 2012, e, desde então, não há manifestação do (a) inventariante. Dispõe
o recém inserido inciso LXXVIII, do art. 5º, da Constituição Federal: "a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegu-
rados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação". Já há lei facultando a
realização de inventários e arrolamentos por ofícios extrajudiciais, justamente para atender à garantia constitucional em
questão. A vedação à extinção dos processos de inventário e arrolamento sem julgamento de mérito não tem lugar no
panorama atual. Não pode o Poder Judiciário ficar à mercê da vontade das partes por tempo indeterminado, sem que possa
o juiz da causa dar o impulso processual adequado para chegar o julgamento do processo. A inércia da parte requerente
deve levar à extinção do feito, vez que a Lei não vedou a extinção dos processos de inventário ou arrolamento, sem julgamen-
to de mérito, conforme se depreende da leitura do art. 668, inciso II, do Código de Processo Civil. Merece registro que, extinta
a ação ajuizada, outra pode ser intentada perante o mesmo Juízo, acaso haja interesse. Por derradeiro, convém esclarecer
que, decorridos muitos anos desde a morte do de cujus, o bem deixado pode, até, ter sido objeto de uma das espécies de
prescrição aquisitiva. Ademais não há prova nos autos de bens imóveis registrados a repartir ou de valores em dinheiro
depositados e a Fazenda Pública pode cobrar eventual débito pelas vias administrativas. Destarte, forte nos arts. 668, inciso
II, combinados com o artigo 485, inciso III, ambos do novo Código de Processo Civil, DECLARO EXTINTA a presente ação,
sem exame do mérito. Outrossim, CONDENO a parte requerente ao pagamento das custas e despesas processuais, cujo
cálculo fica desde já determinado, fixando-lhes o prazo de quinze dias para juntada aos autos do comprovante de recolhi-
mento, salvo se beneficiária de assistência judiciária gratuita, caso em que deverá ser aplicado o disposto no artigo 98, §3º,
do NCPC.. P.R.I. e arquive-se, após o trânsito em julgado e demais cautelas legais. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018.
Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: RAIMUNDO JOSÉ DA SILVA (OAB 15157/BA) - Processo 0338616-36.2012.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha
- AUTORA: Aldiraci Felix Camara - INVDO: Espolio de Antonio Jose Brandao Araujo - SENTENÇA Processo nº:0338616-
36.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Autor:Aldiraci Felix Camara Inventariado:Espolio de
Antonio Jose Brandao Araujo Vistos. Aldiraci Felix Camara propôs o presente INVENTÁRIO dos bens deixados pelo (a)
falecido (a) ANTONIO JOSE BRANDÃO ARAUJO. Desde 2012, o/a inventariante não praticou mais nenhum ato processual.
Intimado para promover andamento ao feito, o advogado constituído informou a dificuldade de localização do inventariante.
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 4

Sucintamente relatados, fundamento e decido. A presente ação vem se arrastando desde 2012, e, desde então, não há
manifestação do (a) inventariante. Dispõe o recém inserido inciso LXXVIII, do art. 5º, da Constituição Federal: "a todos, no
âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de
sua tramitação". Já há lei facultando a realização de inventários e arrolamentos por ofícios extrajudiciais, justamente para
atender à garantia constitucional em questão. A vedação à extinção dos processos de inventário e arrolamento sem julga-
mento de mérito não tem lugar no panorama atual. Não pode o Poder Judiciário ficar à mercê da vontade das partes por
tempo indeterminado, sem que possa o juiz da causa dar o impulso processual adequado para chegar o julgamento do
processo. A inércia da parte requerente deve levar à extinção do feito, vez que a Lei não vedou a extinção dos processos de
inventário ou arrolamento, sem julgamento de mérito, conforme se depreende da leitura do art. 668, inciso II, do Código de
Processo Civil. Merece registro que, extinta a ação ajuizada, outra pode ser intentada perante o mesmo Juízo, acaso haja
interesse. Por derradeiro, convém esclarecer que, decorridos muitos anos desde a morte do de cujus, o bem deixado pode,
até, ter sido objeto de uma das espécies de prescrição aquisitiva. Destarte, forte nos arts. 668, inciso II, combinados com o
artigo 485, inciso III, ambos do novo Código de Processo Civil, DECLARO EXTINTA a presente ação, sem exame do mérito.
Outrossim, CONDENO a parte requerente ao pagamento das custas e despesas processuais, cujo cálculo fica desde já
determinado, fixando-lhes o prazo de quinze dias para juntada aos autos do comprovante de recolhimento, salvo se
beneficiária de assistência judiciária gratuita, caso em que deverá ser aplicado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC.. P.R.I.
e arquive-se, após o trânsito em julgado e demais cautelas legais. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de
Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: ANA CLÁUDIA MARQUES DINIZ GONÇALVES QUEIRÓZ (OAB 25784/BA) - Processo 0346752-85.2013.8.05.0001 -
Inventário - Inventário e Partilha - AUTOR: A. R. M. - INVDO: E. de A. D. de M. - SENTENÇA Processo nº:0346752-
85.2013.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Autor:Antonio Rodrigues Meneses Inventariado:Espolio
de Aurea Dantas de Moraes Vistos. Antonio Rodrigues Meneses, parte qualificada nos autos, ajuizou a presente ação de
Inventário contra Espolio de Aurea Dantas de Moraes parte também qualificada. Após alguns atos processuais e estando o
feito paralisado indevidamente, o inventariante foi intimado para diligenciar o andamento do processo, sobrevindo a infor-
mação de que falecera, sem que qualquer outra pessoa se habilitasse para dar continuidade ao feito. É o breve relatório.
Decido. À vista do desinteresse manifestado pelos interessados, razões não há para que a demanda prossiga, razão pela
qual JULGO extinto o processo sem resolução de mérito, com base no art. 485, VI, do NCPC. P. R. I. Custas, se houver, pela
parte autora, observado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC, face à assistência judiciária que ora defiro. Certificado o
trânsito em julgado e pagas as custas devidas, se for o caso, arquivem-se, observadas as formalidades legais. Salvador(BA),
11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: ANNA EMÍLIA LEITE PRIMO CAVALCANTI (OAB 29901/BA) - Processo 0352780-06.2012.8.05.0001 - Arrolamento Sumá-
rio - Inventário e Partilha - ARROLANTE: Heitor Pimentel Mendes - ARROLADO: Espolio de Rafael Franca Araujo Mendes -
DESPACHO Processo nº:0352780-06.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Arrolamento Sumário - Inventário e Partilha
Arrolante:Heitor Pimentel Mendes Arrolado:Espolio de Rafael Franca Araujo Mendes Vistos, etc. Ante o lapso temporal
decorrido, INTIME-SE a inventariante, através de seu(a)(s) Patrono(a)(s), para no prazo de 5(cinco) dias, manifestar interes-
se no prosseguimento do feito, sob pena de extinção. Caso mantenha-se silente, INTIME-SE aquela, pessoalmente, para,
no mesmo prazo, manifestar-se, sob pena de extinção. Caso a demanda tenha sido proposta pela Defensoria Pública ou
Ministério Publico, INTIME-SE, de logo, a parte autora, pessoalmente, consignando o prazo e fins supra. Resta o(a)
interessado(a) advertido(a), neste ato, que, no prazo acima assinalado, deverá ser indicada providência apta à regular
continuidade da ação, sendo insuficiente, para este fim, mero pedido de prosseguimento do feito. CUMPRA-SE, servindo
cópia do presente como mandado, se for o caso. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Assinado digitalmente Patricia
Didier de Morais Pereira Juíza de Direito

ADV: ''DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) - Processo 0353730-15.2012.8.05.0001 - Inventário -
Inventário e Partilha - INVTE: José Luis Santos de Oliveira - INVDO: Espolio de Otaviano Bispo de Oliveira - SENTENÇA
Processo nº:0353730-15.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:José Luis Santos de
Oliveira Inventariado:Espolio de Otaviano Bispo de Oliveira Vistos. José Luis Santos de Oliveira ingressou em juízo, com
Inventário - Inventário e Partilha, sob as razões fáticas e jurídicas elencadas na peça inaugural. Após diversos atos proces-
suais, foi determinada a intimação do requerente para cumprimento do quanto solicitado pela Fazenda Estadual, porém,
mesmo tentada sua intimação pessoal pela Defensoria Pública, a correspondência retornou sem sucesso. Nesse contexto,
é cediço que cabe a parte deve manter atualizado os seus dados pessoais no processo, presumindo-se válidas as intimações
remetidas ao endereço indicado nos autos, conforme parágrafo único do art. 274 do Código de Processo Civil. Esse também
é o entendimento da nossa jurisprudência pátria, in verbis: PROCESSO CIVIL - EXECUÇÃO - EXTINÇÃO DO PROCESSO
SEM JULGAMENTO DE MÉRITO - ART. 267 , INCISO III DO CPC - ABANDONO DA CAUSA - INTIMAÇÃO PESSOAL POR AR -
DESCONHECIDO NO ENDEREÇO - OBRIGAÇÃO DA PARTE MANTER ENDEREÇO ATUALIZADO - PEDIDOS INDEFERIDOS
POR DECISÃO INTERLOCUTÓRIA IRRECORRIDA - RECURSO IMPROVIDO - SENTENÇA MANTIDA. 1.É OBRIGAÇÃO DAS
PARTES MANTER NOS AUTOS SEU ENDEREÇO ATUALIZADO. 2.A INTIMAÇÃO PESSOAL PARA PROMOVER O ANDAMENTO
DO FEITO, CONFORME DETERMINAÇÃO DO ART. 267 , § 1º , DO CPC , PRESSUPÕE A EXISTÊNCIA DE ENDEREÇO
ATUALIZADO DA AUTORA NOS AUTOS. ASSIM, O RETORNO DO AVISO DE RECEBIMENTO COM ANOTAÇÃO DE SER A
AUTORA DESCONHECIDA NO ENDEREÇO POR ELA INDICADO AFASTA O RIGOR LEGAL, DEVENDO A PARTE INTERESSA-
DA SUPORTAR O ÔNUS PROCESSUAL DE SUA OMISSÃO. 3.A DECISÃO QUE INDEFERE PEDIDO DE EXPEDIÇÃO DE
OFÍCIO É INTERLOCUTÓRIA, INSUSCETÍVEL DE SER ANALISADA EM APELAÇÃO SE NÃO QUESTIONADA A TEMPO E
MODO. 4.RECURSO CONHECIDO E IMPROVIDO. SENTENÇA MANTIDA. (TJ-DF - AC: 19990110130482, 2a Turma Cível, Rel.
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 5

BENITO TIEZZI, j. 30 de Agosto de 2006, DJU 19/12/2006 Pág. : 103) Com efeito, extingue-se o processo, sem resolução de
mérito, quando, por não promover os atos e as diligências que lhe incumbir, o autor abandonar a causa por mais de 30
(trinta) dias, hipótese devidamente configurada nos autos, sendo dispensável nova intimação pessoal. Assim sendo, decla-
ro extinto o processo, sem julgamento de mérito, com espeque no art. 485, III, do Novo Código de Processo Civil, julgo extinto
o processo, sem apreciação do mérito. Condeno o autor ao pagamento das custas, observado o disposto no artigo 98, §3º,
do NCPC, face à assistência judiciária que ora defiro. P.R.I. Após o trânsito em julgado, proceda-se baixa na distribuição e
arquive-se. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: ROSIANE ALVES DOS SANTOS (OAB 36222/BA), NILTON ANDRÉ SANTOS COSTA (OAB 38149/BA), GERALDO SANTOS
DE OLIVEIRA (OAB 23705/BA) - Processo 0359608-18.2012.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor
- AUTOR: Jeanderson Castro dos Santos - SENTENÇA Processo nº:0359608-18.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Alvará
Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor Autor:Jeanderson Castro dos Santos Tipo Completo da Parte Passiva Princi-
pal << Nenhuma informação disponível >>:Nome da Parte Passiva Principal << Nenhuma informação disponível >> Vistos.
Jeanderson Castro dos Santos Repres.p/Mãe josefa silva de castro, parte qualificada nos autos, ajuizou a presente ação de
Alvará Judicial - Lei 6858/80. Após alguns atos processuais, o autor foi intimado para dar cumprimento às determinações do
processo, sem sucesso. É o breve relatório. Decido. À vista do desinteresse manifestado pela parte autora, razões não há
para que a demanda prossiga, razão pela qual JULGO extinto o processo sem resolução de mérito, com base no art. 485, VI,
do NCPC. P. R. I. Custas, se houver, pela parte autora, observado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC, face à assistência
judiciária que ora defiro. Certificado o trânsito em julgado e pagas as custas devidas, se for o caso, arquivem-se, observadas
as formalidades legais. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Cerqueira Kertzman Szporer Juíza de Direito

ADV: DANTE MAGNO MASCARENHAS CARNEIRO (OAB 44833/BA) - Processo 0370218-11.2013.8.05.0001 - Alvará Judicial
- Lei 6858/80 - Levantamento de Valor - REQUERENTE: Magnovanda Oliveira Carneiro - SENTENÇA Processo nº:0370218-
11.2013.8.05.0001 Classe Assunto:Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor Requerente:Magnovanda Oliveira
Carneiro Tipo Completo da Parte Passiva Principal << Nenhuma informação disponível >>:Nome da Parte Passiva Principal
<< Nenhuma informação disponível >> Vistos, etc. MAGNOVANDA OLIVEIRA CARNEIRO, devidamente qualificada, através de
advogado regularmente constituído, requereu a expedição de ALVARÁ JUDICIAL objetivando o recebimento de valores
deixados por MARIA DAS GRAÇAS OLIVEIRA CARNEIRO, falecida em 14.06.2013. A autora relata que é filha da falecida e que,
em pese ela não tenha deixado bens, deixou saldo no Banco Bradesco, na conta onde recebia seu benefício. Após a
realização de BACENJUD por este Juízo, verificou-se a inexistência de contas, menos ainda saldos positivos em nome da
falecida, vide extrato de fl.21. É o relatório. Decido. Cuida-se de pedido de alvará autônomo. Conforme se depreende da
documentação apresentada, diferentemente do que informado na inicial, inexiste valor deixado pelo 'de cujus', vide docu-
mento de fl. 17, de modo, inexistindo saldo, nada a que se deferir. Diante do exposto, INDEFIRO O PEDIDO DEDUZIDO,
extinguindo o processo, com resolução do mérito, nos moldes do artigo 487, I, do NCPC. Custas pela requerente, observado
o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC, face à assistência judiciária que ora defiro. P.R.I. Transitada em julgado, arquivem-se
os autos, com baixa devida. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: OBERTA MINÉA DA SILVA (OAB 24238/BA) - Processo 0370668-51.2013.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 -
Levantamento de Valor - REQUERENTE: Alcinita Maria Santos Figueredo Barbosa e outros - DESPACHO Processo nº:0370668-
51.2013.8.05.0001 Classe Assunto:Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levantamento de Valor Requerente:Alcinita Maria Santos
Figueredo Barbosa e outros Tipo Completo da Parte Passiva Principal << Nenhuma informação disponível >>:Nome da
Parte Passiva Principal << Nenhuma informação disponível >> Vistos, etc. Ante o lapso temporal decorrido, INTIME-SE a
parte autora, através de seu(a)(s) Patrono(a)(s), para no prazo de 5(cinco) dias, manifestar interesse no prosseguimento do
feito, sob pena de extinção. Caso mantenha-se silente, INTIME-SE aquela, pessoalmente, para, no mesmo prazo, manifes-
tar-se, sob pena de extinção. Caso a demanda tenha sido proposta pela Defensoria Pública ou Ministério Publico, INTIME-
SE, de logo, a parte autora, pessoalmente, consignando o prazo e fins supra. Resta o(a) interessado(a) advertido(a), neste
ato, que, no prazo acima assinalado, deverá ser indicada providência apta à regular continuidade da ação, sendo insuficien-
te, para este fim, mero pedido de prosseguimento do feito, devendo observar a certidão de fl. 27. CUMPRA-SE, servindo
cópia do presente como mandado, se for o caso. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Assinado digitalmente Patricia
Didier de Morais Pereira Juíza de Direito

ADV: ADRIANA DE VIVEIROS BRAGA (OAB 16593/BA), CÉSAR AUGUSTO MACHADO (OAB 14763/BA), MANOEL HERMES DE
LIMA (OAB 3573/BA), SERGIO LUIS MACHADO (OAB 16077/BA) - Processo 0376788-13.2013.8.05.0001 - Inventário - Inven-
tário e Partilha - INVTE: ROSANA SANTANA FREIRE DE MEDINA BATISTA - INVDO: ESPOLIO DE JORGE DE MEDINA BATISTA
- DESPACHO Processo nº:0376788-13.2013.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:ROSANA
SANTANA FREIRE DE MEDINA BATISTA Inventariado:ESPOLIO DE JORGE DE MEDINA BATISTA Vistos, etc. Ante o lapso
temporal decorrido, INTIME-SE a parte autora, através de seu(a)(s) Patrono(a)(s), para no prazo de 5(cinco) dias, manifestar
interesse no prosseguimento do feito, sob pena de extinção. Caso mantenha-se silente, INTIME-SE aquela, pessoalmente,
para, no mesmo prazo, manifestar-se, sob pena de extinção. Caso a demanda tenha sido proposta pela Defensoria Pública
ou Ministério Publico, INTIME-SE, de logo, a parte autora, pessoalmente, consignando o prazo e fins supra. Resta o(a)
interessado(a) advertido(a), neste ato, que, no prazo acima assinalado, deverá ser indicada providência apta à regular
continuidade da ação, sendo insuficiente, para este fim, mero pedido de prosseguimento do feito. CUMPRA-SE, servindo
cópia do presente como mandado, se for o caso. Em tempo, segue resposta da consulta ao BACENJUD. Salvador (BA), 11
de setembro de 2018. Assinado digitalmente Patricia Didier de Morais Pereira Juíza de Direito BCO BRADESCO/Todas as
Agências/Todas as Contas Data/Hora ProtocoloTipo de OrdemJuiz SolicitanteResultadoSaldo(R$)Endereços (mais recente
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 6

primeiro)Relação de agências/contasExtratosData/Hora Cumprimento 05/08/2016 09:39Requisição de InformaçõesPATRÍCIA


CERQUERA KERTZMAN SZPORER(32) Cumprida considerando as informações existentes na instituição.0,00R GODOFREDO
FO 01 BAIRRO: STELLA MARIS CEP: 41600256 SALVADOR BAR GODOFREDO FO 01 BAIRRO: STELLA MARIS CEP: 41600256
SALVADOR BAAV P ISABEL ED JD P.DA BARRA 179 AP104 BAIRRO: BARRA CEP: 40130030 SALVADOR BA3563/
0000000001073953016/0000000001254823545/0000000001290033016/0000000001316873563/000000010003083Não
requisitado08/08/2016 13:26 BCO BRASIL/Todas as Agências/Todas as Contas Data/Hora ProtocoloTipo de OrdemJuiz
SolicitanteResultadoSaldo(R$)Endereços (mais recente primeiro)Relação de agências/contasExtratosData/Hora Cumpri-
mento 05/08/2016 09:39Requisição de InformaçõesPATRÍCIA CERQUERA KERTZMAN SZPORER(32) Cumprida conside-
rando as informações existentes na instituição.30.904,26R CORDONAS 83 ILHA BELA ED ITAPAR, BAIRRO: IMBUI , SALVA-
DOR - BA , CEP: 41720-000AV PRINCESA ISABEL 179 ED JARDIM PORTO DA BARRA, BAIRRO: BARRA AVENIDA , SALVADOR
- BA , CEP: 40000-000COND NOVO HORIZONTE BL 140A APTO 1304 ACUPI DE BROTAS, CEP: 41290-1605699/
0000310041374855699/0000450041374855699/0000001041374871726/0000310041374851726/0000000041374855699/
000000004137485Não requisitado08/08/2016 07:05 BCO SANTANDER/Todas as Agências/Todas as Contas Data/Hora
ProtocoloTipo de OrdemJuiz SolicitanteResultadoSaldo(R$)Endereços (mais recente primeiro)Relação de agências/
contasExtratosData/Hora Cumprimento 05/08/2016 09:39Requisição de InformaçõesPATRÍCIA CERQUERA KERTZMAN
SZPORER(32) Cumprida considerando as informações existentes na instituição.419,22R GODOFREDO FILHO RES TRES
MARIAS 152 CS 1 P FLAMENGO 41600098SALVADORR CAP MELO 758 CON VIVENDAS DA PRAIA CASA41 STELLA MARIS
41600610SALVADORR DIRETA JAUA 9 F CENTRO 42843000CAMACARI - JAUA3300/2600000635803300/0006100165253300/
2953000000383300/2600000544413300/0006000015803300/0000100043223300/0006100020273300/
2893000000373300/0008800018543300/0006000182493300/2600000600753300/0006000080683300/
2600000609033300/2897000000313300/2600000558753300/260000065276Não requisitado05/08/2016 23:30 CAIXA
ECONOMICA FEDERAL/Todas as Agências/Todas as Contas

ADV: ''DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 1D/BA) - Processo 0378512-52.2013.8.05.0001 - Interdição -
Tutela e Curatela - INTERTE: C. P. L. - INTERDA: E. P. de L. - DESPACHO Processo nº:0378512-52.2013.8.05.0001 Classe
Assunto:Interdição - Tutela e Curatela Interditante:Carmem Pereira Lima Interditado:ENOELHA PEREIRA DE LIMA Vistos, etc.
Ante o lapso temporal decorrido, INTIME-SE a parte autora, através de seu(a)(s) Patrono(a)(s), para no prazo de 5(cinco)
dias, manifestar interesse no prosseguimento do feito, sob pena de extinção. Caso mantenha-se silente, INTIME-SE aquela,
pessoalmente, para, no mesmo prazo, manifestar-se, sob pena de extinção. Caso a demanda tenha sido proposta pela
Defensoria Pública ou Ministério Publico, INTIME-SE, de logo, a parte autora, pessoalmente, consignando o prazo e fins
supra. Resta o(a) interessado(a) advertido(a), neste ato, que, no prazo acima assinalado, deverá ser indicada providência
apta à regular continuidade da ação, sendo insuficiente, para este fim, mero pedido de prosseguimento do feito. CUMPRA-
SE, servindo cópia do presente como mandado, se for o caso. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Assinado digitalmente
Patricia Didier de Morais Pereira Juíza de Direito

ADV: CARLOS MAGNO CUNHA DE CERQUEIRA (OAB 13117/BA) - Processo 0379210-92.2012.8.05.0001 - Inventário - Inven-
tário e Partilha - INVTE: Janice da Silva de Oliveira Souza - INVDO: espolio de Agenor Silva de Souza e outro - DESPACHO
Processo nº:0379210-92.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:Janice da Silva de
Oliveira Souza Inventariado:espolio de Agenor Silva de Souza e outro Vistos. Intime-se a inventariante a fim de que junte aos
autos as certidões negativas de débitos ficais do falecido perante as Fazendas Municipal, Estadual e Federal, bem como
para que providencie o recolhimento do tributo ou declaração de isenção junto à SEFAZ, consoante Portaria Conjunta PGE/
SEFAZ nº 004, de 21/10/2014. I. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: EVERALDO BISPO (OAB 6819/BA) - Processo 0380280-47.2012.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha - INVTE:
Irene Raimunda Monteiro Lomba - INVDO: espolio de Maria Helena de Jesus Oliveira - SENTENÇA Processo nº:0380280-
47.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:Irene Raimunda Monteiro Lomba
Inventariado:espolio de Maria Helena de Jesus Oliveira Vistos. Irene Raimunda Monteiro Lomba propôs o presente INVEN-
TÁRIO dos bens deixados pelo (a) falecido (a) MARIA HELENA DE JESUS OLIVEIRA. Desde 2012 , o/a inventariante não
praticou mais nenhum ato processual. Intimada para promover ato, sob pena de extinção, a parte Requerente permaneceu
inerte. Sucintamente relatados, fundamento e decido. A presente ação vem se arrastando desde 2012, e, desde então não
há manifestação do (a) inventariante. Dispõe o recém inserido inciso LXXVIII, do art. 5º, da Constituição Federal: "a todos, no
âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de
sua tramitação". Já há lei facultando a realização de inventários e arrolamentos por ofícios extrajudiciais, justamente para
atender à garantia constitucional em questão. A vedação à extinção dos processos de inventário e arrolamento sem julga-
mento de mérito não tem lugar no panorama atual. Não pode o Poder Judiciário ficar à mercê da vontade das partes por
tempo indeterminado, sem que possa o juiz da causa dar o impulso processual adequado para chegar o julgamento do
processo. A inércia da parte requerente deve levar à extinção do feito, vez que a Lei não vedou a extinção dos processos de
inventário ou arrolamento, sem julgamento de mérito, conforme se depreende da leitura do art. 668, inciso II, do Código de
Processo Civil. Merece registro que, extinta a ação ajuizada, outra pode ser intentada perante o mesmo Juízo, acaso haja
interesse. Por derradeiro, convém esclarecer que, decorridos muitos anos desde a morte do de cujus, o bem deixado pode,
até, ter sido objeto de uma das espécies de prescrição aquisitiva. Ademais não há prova nos autos de bens imóveis
registrados a repartir ou de valores em dinheiro depositados e a Fazenda Pública pode cobrar eventual débito pelas vias
administrativas. Destarte, forte nos arts. 668, inciso II, combinados com o artigo 485, inciso III, ambos do novo Código de
Processo Civil, DECLARO EXTINTA a presente ação, sem exame do mérito. Outrossim, CONDENO a parte requerente ao
pagamento das custas e despesas processuais, cujo cálculo fica desde já determinado, fixando-lhes o prazo de quinze dias
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 7

para juntada aos autos do comprovante de recolhimento, salvo se beneficiária de assistência judiciária gratuita, caso em
que deverá ser aplicado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC.. P.R.I. e arquive-se, após o trânsito em julgado e demais
cautelas legais. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: LIVANETE DANTAS NERI (OAB 27076/BA) - Processo 0385970-57.2012.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha -
INVTE: Elizete Teodoro da Silva - INVDO: Espolio de Edinailton Teodoro da Silva - DESPACHO Processo nº:0385970-
57.2012.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:Elizete Teodoro da Silva Inventariado:Espolio
de Edinailton Teodoro da Silva Vistos, etc. Ante o lapso temporal decorrido, INTIME-SE a inventariante, através de seu(a)(s)
Patrono(a)(s), para no prazo de 5(cinco) dias, manifestar interesse no prosseguimento do feito, sob pena de extinção. Caso
mantenha-se silente, INTIME-A, pessoalmente, para, no mesmo prazo, manifestar-se, sob pena de extinção. Caso a deman-
da tenha sido proposta pela Defensoria Pública ou Ministério Publico, INTIME-SE, de logo, a parte autora, pessoalmente,
consignando o prazo e fins supra. Resta o(a) interessado(a) advertido(a), neste ato, que, no prazo acima assinalado, deverá
ser indicada providência apta à regular continuidade da ação, sendo insuficiente, para este fim, mero pedido de prossegui-
mento do feito. CUMPRA-SE, servindo cópia do presente como mandado, se for o caso. Salvador (BA), 11 de setembro de
2018. Assinado digitalmente Patricia Didier de Morais Pereira Juíza de Direito

ADV: THALITA BRITO CALDAS (OAB 41766/BA), JORGE AVELAR DE OLIVEIRA (OAB 46873/BA) - Processo 0516738-
66.2015.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha - INVTE: MARGARETE DIAS DOS SANTOS - INVDO: Espólio de Antônio
de Jesus Dias - DESPACHO Processo nº:0516738-66.2015.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha
Inventariante:MARGARETE DIAS DOS SANTOS Inventariado:Espólio de Antônio de Jesus Dias Vistos. Intime-se a inventariante
para que habilite, mediante juntada de documentos pessoais e procuração, de todos os herdeiros. Persistindo interesse de
menor, ouça-se o MP. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: JOSÉ MANUEL TRIGO DURAN (OAB 14071/BA), NIVALDO ALVES DOS SANTOS JUNIOR (OAB 44672/BA), ÁGATA AGUIAR
DE SOUZA (OAB 51461/BA) - Processo 0534312-68.2016.8.05.0001 - Procedimento Comum - Bem de Família - REQUE-
RENTE: MARCUS ALBAN SUAREZ e outros - REQUERIDA: MARIA DEL ROSARIO SUAREZ ALBAN - DESPACHO Processo
nº:0534312-68.2016.8.05.0001 Classe Assunto:Procedimento Comum - Bem de Família Requerente:MARCUS ALBAN
SUAREZ e outros Requerido:MARIA DEL ROSARIO SUAREZ ALBAN Vistos. Dê-se vista à Curadoria Especial. Outrossim,
intimem-se os interessados a fim de que tomem conhecimento do parecer ministerial, prestando os esclarecimentos
devidos, em dez dias. I. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: TAINÁ NEGRÃO LUNA (OAB 23175/BA) - Processo 0555758-98.2014.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha -
INVTE: EDMILSON LOBO MAIA FILHO e outro - INVDO: EDMILSON LOBO MAIA - DECISÃO INTERLOCUTÓRIA Processo
nº:0555758-98.2014.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Inventário e Partilha Inventariante:EDMILSON LOBO MAIA FILHO
e outro Inventariado:EDMILSON LOBO MAIA Vistos. À vista da petição de fl. 26, nomeio inventariante BARBARA LUIZA COSTA
MAIA, que deverá prestar o compromisso de lei em 05 (cinco) dias e as primeiras declarações nos 20 (vinte) dias subse-
qüentes (informando inclusive acerca da existência de ascendentes do de cujus), observando-se o disposto no art. 620, do
CPC, e promovendo a juntada dos documentos de propriedade dos bens, certidões de débitos fiscais perante as Fazendas
Pública Nacional, Estadual e Municipal, bem como certidão de testamento, se houver, obtida através do Registro Central de
Testamentos On Line RCTO, da Central Notarial de Serviços Compartilhados CENSEC. Após, citem-se os interessados não
representados, para se manifestarem acerca das primeiras declarações, no prazo de 15 (quinze) dias. A seguir, conforme
dispõe o Provimento Conjunto nº CGJ/CCI 11/2015 e a Portaria Conjunta PGE/SEFAZ nº 04/2014, deve o(a) Inventariante
providenciar a documentação necessária para a apuração do ITD, perante a SEFAZ, colacionando aos autos o comprovante
do ato homologatório, bem como do efetivo recolhimento. Expeça-se termo de inventariante. Salvador(BA), 11 de setembro
de 2018. Assinatura digital- vide lateral Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: PAULO SOARES DE FREITAS (OAB 35286/BA) - Processo 0567963-57.2017.8.05.0001 - Arrolamento Comum - Inven-
tário e Partilha - ARROLANTE: M. I. M. B. - ARROLADA: E. de M. da C. M. B. - DECISÃO INTERLOCUTÓRIA Processo nº:0567963-
57.2017.8.05.0001 Classe Assunto:Arrolamento Comum - Inventário e Partilha Arrolante:MARIA IDALINA MORANT BRAID
Arrolado:ESPÓLIO DE MARIA DA CONCEIÇÃO MORANT BRAID Vistos, etc. Reapreciando os autos, nota-se que há pedido de
alienação do bem, cuja parte é objeto do espólio. Com efeito, tendo em vista a dificuldade enfrentada pelos interessados em
conseguir propostas viáveis para o imóvel e considerando ainda a necessidade de levantamento de valores para pagamen-
to do imposto devido, defiro a expedição de alvará autorizando a venda do bem, DESDE QUE TODOS OS HERDEIROS (NÃO
SOMENTE A INVENTARIANTE DESTE PROCESSO) se habilitem nos autos e manifestem expressa concordância, devendo
a cota parte afeta a este inventário ser depositada em juízo. Após, deverá a inventariante cumprir integralmente a decisão de
fl. 213, providenciando ao final o recolhimento do tributo ou declaração de isenção junto à SEFAZ, consoante Portaria
Conjunta PGE/SEFAZ nº 004, de 21/10/2014. I. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza
de Direito

JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FAMÍLIA


JUIZ(A) DE DIREITO PATRICIA CERQUEIRA KERTZMAN SZPORER
ESCRIVÃ(O) JUDICIAL JOSE ANTONIO SANTOS SENA
EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS

RELAÇÃO Nº 0658/2018
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 8

ADV: EDUARDO DANGREMON SALÓES DO NASCIMENTO (OAB 13854/BA) - Processo 0091135-95.2011.8.05.0001 - Aber-
tura, Registro e Cumprimento de Testamento - Família - AUTOR: Adriano Muricy da Silva Nossa e outro - Com efeito, dos
autos, vejo inexistir vício externo que torne o testamento suspeito de nulidade ou falsidade, razão porque JULGO PROCE-
DENTE o pedido e DETERMINO que seja o mesmo registrado em Cartório e, após, intime-se o testamenteiro nomeado
Magno Angelo Pinheiro de Freitas para que, em 05 (cinco) dias, assine o termo de testamentária, extraindo-se cópia
autêntica do testamento para ser juntado nos autos do inventário. Por fim, remeta-se cópia às repartições fiscais. Custas
recolhidas à fl. 17. P. R. I. Salvador(BA), 10 de setembro de 2018. Patricia Cerqueira Kertzman Szporer Juíza de Direito

ADV: ELIAS ABRÃO CHEHADE FILHO (OAB 15205/BA), WALTER MOACYR COSTA MOURA (OAB 2484/BA) - Processo 0127237-
63.2004.8.05.0001 - Inventário - AUTOR: Paula Veronica Oliveira da Silva - HERDEIRO: Paula Veronica Oliveira dos Santos da
Silva e outros - INVDO: Espolio de Mamedia Conceiçao Oliveira - Preliminarmente, não obstante o art. 99, § 3º, do CPC prever
que presume-se verdadeira a alegação de insuficiência de recursos, tal assertiva deve ser interpretada com razoabilidade,
à luz da Constituição Federal de 1988, que dispõe sobre a comprovação da insuficiência de recursos. No caso em exame,
o acervo patrimonial que integra o espólio demonstra possuir recursos suficientes para eventual cotação de custas. Nesta
senda, o entendimento jurisprudencial se consolidou no sentido do indeferimento da assistência judiciária gratuita em
casos afins, senão observe-se : PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. PEDIDO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA
GRATUITA INDEFERIDO EM AÇÃO DE INVENTÁRIO. RESPONSABILIDADE DO ESPÓLIO PELO RECOLHIMENTO DE CUS-
TAS PROCESSUAIS. POSSIBILIDADE DE POSTERGAÇÃO DO MOMENTO PARA O PAGAMENTO DESTAS EM SITUAÇÕES
ESPECÍFICAS. CONCRETIZAÇÃO DO PRINCÍPIO DO AMPLO ACESSO AO JUDICIÁRIO. COMPROVAÇÃO A SER REALIZADA
EM MOMENTO IMEDIATAMENTE POSTERIOR A APRESENTAÇÃO DAS PRIMEIRAS DECLARAÇÕES. REFORMA PARCIAL DA
DECISÃO AGRAVADA. RECURSO CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO. PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO DE INSTRU-
MENTO. PEDIDO DE ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA INDEFERIDO EM AÇÃO DE INVENTÁRIO. RESPONSABILIDADE
DO ESPÓLIO PELO RECOLHIMENTO DE CUSTAS PROCESSUAIS. MANUTENÇÃO DA DECISÃO AGRAVADA QUE SE IMPÕE.
PRECEDENTES DESTA CORTE DE JUSTIÇA. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO. (TJ-RN - AI: 20170007367 RN,
Relator: Desembargador Amaury Moura Sobrinho, Data de Julgamento: 21/03/2017, 3ª Câmara Cível) Ante o exposto, INDE-
FIRO o pedido de assistência judiciária gratuita, no entanto, de modo a não interferir no acesso ao Judiciário e consequente
partilha dos respectivos quinhões, caso os herdeiros não possuam condições, neste momento, de antecipar o pagamento
das custas, autorizo a cotação destas ao final, antes da sentença. Determino ao Cartório que cumpra, em sua integralidade,
a Decisão Interlocutória de fls. 155/156. Após o cumprimento dos comandos judiciais, retornem-me os autos conclusos.

ADV: LEONARDO RODRIGUES PIMENTEL (OAB 27067/BA), MARIA DA GLORIA CRUZ AFONSO (OAB 307375/SP) - Processo
0348615-13.2012.8.05.0001 - Inventário - Inventário e Partilha - INVTE: Valmir Oliveira Cardoso - INVDO: Espolio de Valtemir
Cardoso da Silva - Assim, observado o preenchimento dos requisitos dos arts. 659 e seguintes do Código de Processo Civil,
HOMOLOGO por sentença, a fim de que possa produzir os seus legais efeitos, a Partilha Amigável de fls. 100/101 destes
autos de Inventário dos bens deixados por falecimento de VALTEMIR CARDOSO DA SILVA, atribuindo aos herdeiros todos os
direitos sobre os bens ali mencionados, na forma como partilhado, porque comprovada a quitação dos tributos devidos,
ressalvados os direitos de terceiros, porventura existentes. Custas na forma da Lei. Decorrido o prazo de recurso, cotadas
as custas, expeça-se o competente Formal de Partilha e Alvarás, na forma da Lei e arquivem-se. P. I. C.

ADV: JOSE MANOEL BLOISE FALCON (OAB 999999/BA) - Processo 0516277-89.2018.8.05.0001 - Abertura, Registro e
Cumprimento de Testamento - Administração de Herança - TESTMTA: P. S. A. - TESTTRO: E. de M. A. P. B. - Ante o exposto,
JULGO EXTINTO o processo sem resolução do mérito, com fundamento no art. 485, V, do Código de Processo Civil. Com o
benefício da assistência judiciária gratuita. Ciência ao MP. Transitado em julgado, arquivem-se os autos com baixa. P. I. C.

ADV: JORGE OLIVEIRA DE VASCONCELOS (OAB 5040/BA) - Processo 0530341-07.2018.8.05.0001 - Abertura, Registro e
Cumprimento de Testamento - Administração de Herança - TESTMTO: A. R. da S. - TESTTRA: E. de D. T. dos S. - Com efeito,
dos autos, vejo inexistir vício externo que torne o testamento suspeito de nulidade ou falsidade, razão porque JULGO
PROCEDENTE o pedido e DETERMINO que seja o mesmo registrado em Cartório e, após, intime-se o testamenteiro
nomeado para que, em 05 (cinco) dias, assine o termo da testamentária, extraindo-se cópia autêntica do testamento para
ser juntado nos autos do inventário. Custas na forma da lei. P. I. C. Salvador(BA), 10 de setembro de 2018. Patricia Cerqueira
Kertzman Szporer Juíza de Direito

ADV: MATHEUS DOS SANTOS MALANDRA (OAB 33730/BA), MAURICIO DE OLIVEIRA PINHEIRO (OAB 16549/BA), MARCELO
LUIZ SOARES MOREIRA (OAB 21780/BA) - Processo 0531975-38.2018.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Levanta-
mento de Valor - REQUERENTE: LUCIANA MESQUITA ALMEIDA e outro - Desta forma, ante o exposto, e contando com o
parecer favorável do Ministério Público, JULGO PROCEDENTE o pedido para autorizar a requerente, LUCIANA MESQUITA
ALMEIDA, representada por sua genitora e curadora, LUCIARA MESQUITA ALMEIDA, a adquirir veículo automotor, perante a
DISAL ADMINISTRADORA DE CONSÓRCIOS LTDA., através de Consórcio, com contemplação de Lance na Assembleia 012
de 30/04/2018, crédito no valor de R$ 36.490,00. Com o benefício da assistência judicial gratuita. Transitada em julgado,
expeça-se o competente Alvará, ressalvados os direitos de terceiros. P. I. C. Salvador(BA), 10 de setembro de 2018. Patricia
Cerqueira Kertzman Szporer Juíza de Direito

ADV: DAIANE DE CARVALHO OLIVEIRA (OAB 42824/BA) - Processo 0532249-36.2017.8.05.0001 - Interdição - Tutela e
Curatela - INTERTE: J. M. B. R. - INTERDA: D. B. R. - Vistos, etc. Determino que seja realizado exame médico pericial da
Interditanda, para tanto nomeio profissional cadastrado junto ao Programa aos Órgão Jurisdicionais na realização de
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 9

Perícias Judiciais com condições de exercer o múnus, conforme site do Tribunal de Justiça. Intime-se a parte requerente
para apresentar quesitos complementares, se assim o quiser, no prazo de 10 dias. Quanto à realização de exame médico
pericial, informa o art. 753 do NCPC. "Decorrido o prazo previsto no art. 752, o juiz determinará a produção de prova pericial
para avaliação da capacidade do interditando para praticar atos da vida civil" Com efeito, a Lei nº 4.119/62, que regulamente
a profissão de psicólogo, prevê, em seu art. 13. "Art. 13. - Ao portador do diploma de Psicólogo é conferido o direito de ensinar
Psicologia nos vários cursos de que trata esta lei, observadas as exigências legais específicas, e a exercer a profissão de
Psicólogo. § 1º Constitui função privativa do Psicólogo e utilização de métodos e técnicas psicológicas com os seguintes
objetivos: a) diagnóstico psicológico;" Assim também a Resolução 15/96 do Conselho Federal de Psicologia, que em seu
art. 1º, caput e parágrafo único, prescreve: "Art. 1°- É atribuição do PSICÓLOGO a emissão de atestado psicológico circuns-
crito às suas atribuições profissionais e com fundamento no diagnóstico psicológico produzido. Parágrafo único - Fica
facultado ao psicólogo o uso do Código Internacional de Doenças - CID, ou outros Códigos de diagnóstico, cientifica e
socialmente reconhecidos, como fonte para enquadramento de diagnóstico." Por fim, acerca da avaliação psicológica, a
Resolução 007/2003 do Conselho Federal de Psicologia tece as seguintes considerações: "A avaliação psicológica é
entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação de informações a respeito dos
fenômenos psicológicos, que são resultantes da relação do indivíduo com a sociedade, utilizando-se, para tanto, de estra-
tégias psicológicas - métodos, técnicas e instrumentos." Os resultados das avaliações devem considerar e analisar os
condicionantes históricos e sociais e seus efeitos no psiquismo, com a finalidade de servirem como instrumentos para
atuar não somente sobre o indivíduo, mas na modificação desses condicionantes que operam desde a formulação da
demanda até a conclusão do processo de avaliação psicológica. Ante o exposto, sendo o psicólogo profissional legalmente
e tecnicamente habilitado a proceder à avaliação biopsicossocial, da deficiência do curatelando, NOMEIO a Psicóloga
FERNANDA KRUSCHEWSKY CATHARINO GORDILHO, CRP 03/3388, endereço eletrônico: fkrusch@gmail.com / telefone
para contato: (71) 9 9986-6925 para apresentar avaliação da deficiência em 30 (trinta) dias, fixando desde logo honorários
periciais no valor de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), nos termos da Resolução nº CM-01, de 24 de janeiro de 2011,
com as alterações promovidas pela Resolução nº CM-03, de 19 de setembro de 2011, ambas do Conselho da Magistratura
do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. A avaliação considerará, em relação ao(à) curatelando(a), os impedimentos nas
funções e nas estruturas do corpo, os fatores socioambientais, psicológicos e pessoais, a limitação no desempenho de
atividades e a restrição de participação (art. 2º, § 1º, do Estatuto da Pessoa com Deficiência), perquirindo minuciosamente
acerca de sua vida, negócios, bens, vontades, preferências e laços familiares e afetivos e sobre o que mais lhe parecer
necessário para convencimento quanto à sua capacidade para praticar atos da vida civil e a extensão dos proveitos e
prejuízos de determinada ação na vida do(a) curatelando(a). Para tanto, responderá aos quesitos apresentados pela Curadoria
Especial, além dos seguintes: 1) O(A) curatelando(a) é portador(a) de anomalia com impedimento de longo prazo de
natureza física, mental, intelectual ou sensorial que, em interação com uma ou mais barreiras (qualquer entrave, obstáculo,
atitude ou comportamento) o(a) limite ou impeça de participar da sociedade, bem como gozar, fruir e exercer seus direitos e
atos da vida civil, de forma efetiva e plena em igualdade de condições com as demais pessoas nos termos do art. 2º da Lei
nº 13.146/2015? 2) Em caso positivo, qual o(s) tipo(s) de doença(s) física(s), mental(is), intelectual(is) ou sensorial(is) que
representa? 3) Em face do quadro clínico apontado, as barreiras apresentadas (art. 3º, IV da Lei nº 13.146/2015) implicarão
a(o) curatelando(a) limitação ou impedimento à participação social, bem como ao gozo, à fruição e ao exercício de seus
direitos e atos da vida civil de forma plena e efetiva? Em caso positivo, especificar o limite ou impedimento nos termos Lei
nº 13.146/2015 (art. 2º, § 1º). 4) Diante da(s) patologia(s) apresentada(s), o(a) curatelando(a) tem entendimento de tais
limites que inviabilizem o pleno e efetivo exercício dos atos da vida civil em igualdade de condições com as demais pessoas,
podendo determinar-se e exprimir sua vontade? 5) O(A) curatelando(a), diante da deficiência que o acomete, tem condições
de reger sua pessoa e administrar seus bens e praticar os demais atos da vida civil? 6) Em caso de confirmação da
existência de doença que acomete o(a) curatelando(a), quais as características dessa doença e a mesma interfere no
estado de lucidez da pessoa? 7) A doença em questão tem prognóstico de cura? 8) Como a curatela irá repercutir na
subjetividade e na vida prática do(a) curatelando(a)? No que o ato beneficiará realmente aquela pessoa e o quanto ela será
atingida pela curatela? 9) Quem o(a) curatelando(a) gostaria que fosse seu/sua curador(a)? (histórico biográfico dessa
relação, bem como sua dinâmica e funcionamento) 10) A curatela será realmente benéfica ao(à) curatelando(a)? Qual o real
objetivo dele(a) e/ou de sua família, os planos do(a) futuro(a) curador(a) para o(a) curatelado(a) - visa realmente beneficiar
o(a) interditando(a) ou beneficiar a si mesmo ou a outras pessoa? O(A) curatelando(a) tem discernimento para eleger
pessoas idôneas, com as quais mantenham vínculo e que gozem de sua confiança, para prestar-lhe apoio sobre atos da
vida civil, com exceção de atos patrimoniais e negociais? Apresentado o relatório, intime-se o requerente, a Curadoria
Especial e o Ministério Público para se manifestarem em 15 (quinze) dias. Intime-se a perita designada. Juntado o laudo, P.
I. C. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Cerqueira Kertzman Szporer Juíza de Direito

ADV: GUSTAVO ALVARENGA DE MIRANDA (OAB 20644/BA) - Processo 0554201-37.2018.8.05.0001 - Inventário - Inventário e
Partilha - INVTE: R. A. C. - INVDO: E. de E. J. O. da C. - Nomeio RAFAEL ARAGÃO COSTA inventariante. Intime-se o inventariante
para prestar, dentro de 5 (cinco) dias, o compromisso de bem e fielmente desempenhar a função e para apresentar as
primeiras declarações no prazo de 20 (vinte) dias, contados da data em que prestou compromisso, bem como juntar aos
autos as certidões: 1) de Débitos Tributários do(a) falecido(a) das esferas Federal, Estadual e Municipal e 2) Certidão do
Testamento, se houver, a qual deverá ser obtida no banco de dados do Registro Central de Testamento on-line - RCTO, da
Central Notarial de Serviços Compartilhados - CENSEC "www.censec.org.br" (art. 618, V c/c 620, I, do CPC). Feitas as
primeiras declarações, cite-se o cônjuge e os herdeiros pelo correio (conforme art. 626, §1º, c/c art. 247, ambos do CPC) dos
termos do inventário e da partilha. Publique-se edital, nos termos do art. 626, §1º c/c art. 259, III, ambos do CPC. Decorrido
o prazo de manifestações, caso haja impugnação, intime-se o inventariante a se manifestar no prazo de 10 (dez) dias. Após,
ouça-se o Ministério Público, se for o caso. DOU AO PRESENTE FORÇA DE TERMO DE COMPROMISSO, bastando que o
inventariante compareça até o Cartório para sua assinatura.
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 10

ADV: '''DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999/BA) - Processo 0569071-58.2016.8.05.0001 - Interdição
- Tutela e Curatela - INTERTE: B. A. A. E. O. A. - INTERDA: EDNA CRISTINA DOS SANTOS MARQUES - Vistos, etc. Determino
que seja realizado exame médico pericial da Interditanda, para tanto nomeio profissional cadastrado junto ao Programa aos
Órgão Jurisdicionais na realização de Perícias Judiciais com condições de exercer o múnus, conforme site do Tribunal de
Justiça. Intime-se a parte requerente para apresentar quesitos complementares, se assim o quiser, no prazo de 10 dias.
Quanto à realização de exame médico pericial, informa o art. 753 do NCPC. "Decorrido o prazo previsto no art. 752, o juiz
determinará a produção de prova pericial para avaliação da capacidade do interditando para praticar atos da vida civil" Com
efeito, a Lei nº 4.119/62, que regulamente a profissão de psicólogo, prevê, em seu art. 13. "Art. 13. - Ao portador do diploma
de Psicólogo é conferido o direito de ensinar Psicologia nos vários cursos de que trata esta lei, observadas as exigências
legais específicas, e a exercer a profissão de Psicólogo. § 1º Constitui função privativa do Psicólogo e utilização de métodos
e técnicas psicológicas com os seguintes objetivos: a) diagnóstico psicológico;" Assim também a Resolução 15/96 do
Conselho Federal de Psicologia, que em seu art. 1º, caput e parágrafo único, prescreve: "Art. 1°- É atribuição do PSICÓLOGO
a emissão de atestado psicológico circunscrito às suas atribuições profissionais e com fundamento no diagnóstico psico-
lógico produzido. Parágrafo único - Fica facultado ao psicólogo o uso do Código Internacional de Doenças - CID, ou outros
Códigos de diagnóstico, cientifica e socialmente reconhecidos, como fonte para enquadramento de diagnóstico." Por fim,
acerca da avaliação psicológica, a Resolução 007/2003 do Conselho Federal de Psicologia tece as seguintes considera-
ções: "A avaliação psicológica é entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação
de informações a respeito dos fenômenos psicológicos, que são resultantes da relação do indivíduo com a sociedade,
utilizando-se, para tanto, de estratégias psicológicas - métodos, técnicas e instrumentos." Os resultados das avaliações
devem considerar e analisar os condicionantes históricos e sociais e seus efeitos no psiquismo, com a finalidade de
servirem como instrumentos para atuar não somente sobre o indivíduo, mas na modificação desses condicionantes que
operam desde a formulação da demanda até a conclusão do processo de avaliação psicológica. Ante o exposto, sendo o
psicólogo profissional legalmente e tecnicamente habilitado a proceder à avaliação biopsicossocial, da deficiência do
curatelando, NOMEIO a Psicóloga FERNANDA KRUSCHEWSKY CATHARINO GORDILHO, CRP 03/3388, endereço eletrôni-
co: fkrusch@gmail.com / telefone para contato: (71) 9 9986-6925 para apresentar avaliação da deficiência em 30 (trinta) dias,
fixando desde logo honorários periciais no valor de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), nos termos da Resolução nº CM-
01, de 24 de janeiro de 2011, com as alterações promovidas pela Resolução nº CM-03, de 19 de setembro de 2011, ambas
do Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. A avaliação considerará, em relação ao(à)
curatelando(a), os impedimentos nas funções e nas estruturas do corpo, os fatores socioambientais, psicológicos e pesso-
ais, a limitação no desempenho de atividades e a restrição de participação (art. 2º, § 1º, do Estatuto da Pessoa com
Deficiência), perquirindo minuciosamente acerca de sua vida, negócios, bens, vontades, preferências e laços familiares e
afetivos e sobre o que mais lhe parecer necessário para convencimento quanto à sua capacidade para praticar atos da vida
civil e a extensão dos proveitos e prejuízos de determinada ação na vida do(a) curatelando(a). Para tanto, responderá aos
quesitos apresentados pela Curadoria Especial, além dos seguintes: 1) O(A) curatelando(a) é portador(a) de anomalia com
impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial que, em interação com uma ou mais
barreiras (qualquer entrave, obstáculo, atitude ou comportamento) o(a) limite ou impeça de participar da sociedade, bem
como gozar, fruir e exercer seus direitos e atos da vida civil, de forma efetiva e plena em igualdade de condições com as
demais pessoas nos termos do art. 2º da Lei nº 13.146/2015? 2) Em caso positivo, qual o(s) tipo(s) de doença(s) física(s),
mental(is), intelectual(is) ou sensorial(is) que representa? 3) Em face do quadro clínico apontado, as barreiras apresenta-
das (art. 3º, IV da Lei nº 13.146/2015) implicarão a(o) curatelando(a) limitação ou impedimento à participação social, bem
como ao gozo, à fruição e ao exercício de seus direitos e atos da vida civil de forma plena e efetiva? Em caso positivo,
especificar o limite ou impedimento nos termos Lei nº 13.146/2015 (art. 2º, § 1º). 4) Diante da(s) patologia(s) apresentada(s),
o(a) curatelando(a) tem entendimento de tais limites que inviabilizem o pleno e efetivo exercício dos atos da vida civil em
igualdade de condições com as demais pessoas, podendo determinar-se e exprimir sua vontade? 5) O(A) curatelando(a),
diante da deficiência que o acomete, tem condições de reger sua pessoa e administrar seus bens e praticar os demais atos
da vida civil? 6) Em caso de confirmação da existência de doença que acomete o(a) curatelando(a), quais as características
dessa doença e a mesma interfere no estado de lucidez da pessoa? 7) A doença em questão tem prognóstico de cura? 8)
Como a curatela irá repercutir na subjetividade e na vida prática do(a) curatelando(a)? No que o ato beneficiará realmente
aquela pessoa e o quanto ela será atingida pela curatela? 9) Quem o(a) curatelando(a) gostaria que fosse seu/sua curador(a)?
(histórico biográfico dessa relação, bem como sua dinâmica e funcionamento) 10) A curatela será realmente benéfica ao(à)
curatelando(a)? Qual o real objetivo dele(a) e/ou de sua família, os planos do(a) futuro(a) curador(a) para o(a) curatelado(a)
- visa realmente beneficiar o(a) interditando(a) ou beneficiar a si mesmo ou a outras pessoa? O(A) curatelando(a) tem
discernimento para eleger pessoas idôneas, com as quais mantenham vínculo e que gozem de sua confiança, para prestar-
lhe apoio sobre atos da vida civil, com exceção de atos patrimoniais e negociais? Apresentado o relatório, intime-se o
requerente, a Curadoria Especial e o Ministério Público para se manifestarem em 15 (quinze) dias. Intime-se a perita
designada. P. I. C. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Cerqueira Kertzman Szporer Juíza de Direito

RELAÇÃO Nº 0659/2018

ADV: MARILDETE SILVA BRITO (OAB 5612/BA), SABRINA MOREIRA BATISTA (OAB 19573/BA), SAMANTHA MOREIRA BATISTA
(OAB 29227/BA) - Processo 0013580-75.2006.8.05.0001 - Arrolamento Comum - ARROLANTE: Milza Pereira Santana -
ARROLADO: Jose Santana de Jesus - DECISÃO INTERLOCUTÓRIA Processo nº:0013580-75.2006.8.05.0001 Classe
Assunto:Arrolamento Comum - Assunto Principal do Processo << Nenhuma informação disponível >> Arrolante:Milza Pereira
Santana Arrolado:Jose Santana de Jesus Vistos. Tratam os autos acerca de Arrolamento Comum, formulado por nome
parteMilza Pereira Santana, devidamente qualificados nos autos, aduzindo a parte autora, para o acolhimento do pedido, os
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 11

fatos e fundamentos jurídicos articulados na petição inicial de fl. 5/10 e os documentos de fl. 12/36. É O RELATÓRIO. PASSO
A DECIDIR. Compulsando-se os autos, verifica-se que o pedido contido na presente ação é de direito de família- reconheci-
mento de união estável cumulado com pedido cautelar. Isto posto, declino da competência para processar e julgar o feito,
determinando a remessa dos autos para uma das Varas de Família, Sucessões, Órfãos e Interditos desta Comarca, com
fundamento da Lei de Organização Judiciária. P.I. Salvador(BA), 12 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira
JUÍZA DE DIREITO

ADV: JOÃO HENRIQUE MATOS AMÂNCIO (OAB 24131/BA), ARLINDO GOMES DO PRADO (OAB 4089/BA) - Processo 0039644-
49.2011.8.05.0001 - Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Inventário e Partilha - AUTOR: Maria de Lourdes Pimentel Manhaes Mosso
- DESPACHO Processo nº:0039644-49.2011.8.05.0001 Classe Assunto:Alvará Judicial - Lei 6858/80 - Inventário e Partilha
Autor:Maria de Lourdes Pimentel Manhaes Mosso Tipo Completo da Parte Passiva Principal << Nenhuma informação
disponível >>:Nome da Parte Passiva Principal << Nenhuma informação disponível >> Vistos. A pesquisa realizada através
do BACENJUD abarca todos os bancos nacionais e contas e titularidade da pessoa pesquisada, não havendo que se falar
em mudança de critérios da pesquisa, já que não foram encontrados valores em quaisquer contas em nome da falecida.
Oficie-se ao INSS solicitando informações acerca da eventual existência de resíduo de benefício em nome de EREMITA
PIMENTEL OU EREMITA NUNES, CPF 825.063.147-00, falecida em 10.07.2010. O presente despacho serve de ofício,
devendo a autora diligenciar o seu cumprimento, em 60 (sessenta) dias, sob pena de extinção do feito. Salvador (BA), 11 de
setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: LUCIVAL OLIVEIRA MATOS (OAB 13420/BA), GILTON FELIX LISA (OAB 11778/BA) - Processo 0112490-84.1999.8.05.0001
- Inventário - AUTOR: Francisca Maria Araujo Ramos - HERDEIRO: Glauber Ramos de Oliveira e outro - INVDO: Espolio de
Jose Ferreira de Oliveira - SENTENÇA Processo nº:0112490-84.1999.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Assunto Princi-
pal do Processo << Nenhuma informação disponível >> AutorHerdeiro:Francisca Maria Araujo Ramos e outros, Glauber
Ramos de Oliveira Inventariado:Espolio de Jose Ferreira de Oliveira Vistos. Francisca Maria Araujo Ramos e outros, Glauber
Ramos de Oliveira propôs o presente INVENTÁRIO dos bens deixados pelo (a) falecido (a) JOSE FERREIRA DE OLIVEIRA..
Desde 2009, o/a inventariante não praticou mais nenhum ato processual. Sucintamente relatados, fundamento e decido. A
presente ação vem se arrastando desde 1999, e, desde 2009 não há manifestação do (a) inventariante. Dispõe o recém
inserido inciso LXXVIII, do art. 5º, da Constituição Federal: "a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a
razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação". Já há lei facultando a realização de
inventários e arrolamentos por ofícios extrajudiciais, justamente para atender à garantia constitucional em questão. A vedação
à extinção dos processos de inventário e arrolamento sem julgamento de mérito não tem lugar no panorama atual. Não pode
o Poder Judiciário ficar à mercê da vontade das partes por tempo indeterminado, sem que possa o juiz da causa dar o
impulso processual adequado para chegar o julgamento do processo. A inércia da parte requerente deve levar à extinção do
feito, vez que a Lei não vedou a extinção dos processos de inventário ou arrolamento, sem julgamento de mérito, conforme
se depreende da leitura do art. 668, inciso II, do Código de Processo Civil. Merece registro que, extinta a ação ajuizada, outra
pode ser intentada perante o mesmo Juízo, acaso haja interesse. Por derradeiro, convém esclarecer que, decorridos muitos
anos desde a morte do de cujus, o bem deixado pode, até, ter sido objeto de uma das espécies de prescrição aquisitiva.
Ademais não há prova nos autos de bens imóveis registrados a repartir ou de valores em dinheiro depositados e a Fazenda
Pública pode cobrar eventual débito pelas vias administrativas. Destarte, forte nos arts. 668, inciso II, combinados com o
artigo 485, inciso III, ambos do novo Código de Processo Civil, DECLARO EXTINTA a presente ação, sem exame do mérito.
Outrossim, CONDENO a parte requerente ao pagamento das custas e despesas processuais, cujo cálculo fica desde já
determinado, fixando-lhes o prazo de quinze dias para juntada aos autos do comprovante de recolhimento, salvo se
beneficiária de assistência judiciária gratuita, caso em que deverá ser aplicado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC.. P.R.I.
e arquive-se, após o trânsito em julgado e demais cautelas legais. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de
Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: MARLEN FERNANDES URBANO (OAB 36416/BA) - Processo 0134628-35.2005.8.05.0001 - Arrolamento Comum -
ARROLANTE: Bernadete Costa Gomes - HERDEIRO: Nilton da Paixao dos Santos Filho e outros - ARROLADO: Espolio de
Nilton da Paixao dos Santos - DESPACHO Processo nº:0134628-35.2005.8.05.0001 Classe Assunto:Arrolamento Comum -
Assunto Principal do Processo << Nenhuma informação disponível >> ArrolanteHerdeiro:Bernadete Costa Gomes e outros,
Nilton da Paixao dos Santos Filho Arrolado:Espolio de Nilton da Paixao dos Santos Vistos. Ouçam-se os demais herdeiros
quanto ao pedido de alienação do bem, formulado pela inventariante. Prazo de 10 (dez) dias. I. Salvador (BA), 11 de setembro
de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: HAMILTON LUIZ CAMARDELLI AGLE (OAB 12045/BA), ANTONIO MARON AGLE (OAB 1210/BA) - Processo 0146518-
73.2002.8.05.0001 - Inventário - AUTORA: Alair Leal Machado de Lemos - INVDO: Espolio de Mario Machado de Lemos -
DESPACHO Processo nº:0146518-73.2002.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Assunto Principal do Processo << Nenhu-
ma informação disponível >> Autor:Alair Leal Machado de Lemos Inventariado:Espolio de Mario Machado de Lemos Vistos,
etc. Ante o lapso temporal decorrido, INTIME-SE a inventariante, através de seu(a)(s) Patrono(a)(s), para no prazo de 5(cinco)
dias, manifestar interesse no prosseguimento do feito, sob pena de extinção. Caso mantenha-se silente, INTIME-SE aquela,
pessoalmente, para, no mesmo prazo, manifestar-se, sob pena de extinção. Caso a demanda tenha sido proposta pela
Defensoria Pública ou Ministério Publico, INTIME-SE, de logo, a parte autora, pessoalmente, consignando o prazo e fins
supra. Resta o(a) interessado(a) advertido(a), neste ato, que, no prazo acima assinalado, deverá ser indicada providência
apta à regular continuidade da ação, sendo insuficiente, para este fim, mero pedido de prosseguimento do feito. CUMPRA-
SE, servindo cópia do presente como mandado, se for o caso. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Assinado digitalmente
Patricia Didier de Morais Pereira Juíza de Direito
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 12

ADV: DOMINGO ARJONES ABRIL NETO (OAB 15507/BA), JANAINA CANARIO CARVALHO (OAB 9999087D/BA) - Processo
0152404-82.2004.8.05.0001 - Interdição - AUTOR: A. M. M. de C. - INTERDO: M. J. M. de C. - SENTENÇA Processo nº:0152404-
82.2004.8.05.0001 Classe Assunto:Interdição - Assunto Principal do Processo << Nenhuma informação disponível >>
Autor:Andre Mauricio Menezes de Carvalho Interditado:Maria Jacyra Menezes de Carvalho Vistos. O processo encontra-se
sem qualquer impulso dos interessados há mais de cinco anos. Se é certo que o Novo Código de Processo Civil trouxe o
princípio da primazia da resolução do mérito, também o fez no tocante àqueles da eficiência e cooperação. Preocupou-se o
legislador em trazer equilíbrio à relação processual, não havendo preponderância entre aqueles. Prova disto é que elencou
no mesmo dispositivo - art 6º - a cooperação e a primazia da resolução do mérito, para que não restasse dúvidas de que só
se atingirá o segundo realizando-se o primeiro. A eficiência, no art. 8º, substitui, por opção legislativa, a economia processu-
al, deixando claro que o Juiz, ao presidir o processo, deve buscar o máximo de finalidade com o mínimo de recursos, sob
uma perspectiva macro, qual seja, o acervo da Unidade Judiciária. O Magistrado não figura apenas como gestor do proces-
so, mas também da Vara, e deve encontrar soluções que se mostrem eficientes tanto para os processos individualmente
quanto para o funcionamento daquela, e, consequentemente, para os jurisdicionados, vistos enquanto coletividade. Noutro
giro, durante o desempenho da função na Unidade Judiciária, localizei processos paralisados há mais de cinco anos,
alguns deles contando, apenas, com a propositura como único ato praticado pela parte, seguido de um total abandono de
fato; noutras vezes, seguidos de petições requerendo o prosseguimento do feito, sem qualquer pedido específico, como se
o Juiz pudesse, a título de impulso oficial, substituir a necessária atuação das partes. Não há de se olvidar do impulso oficial
que deve ser dado aos processos, mas resta evidente neste caderno processual que a falta daquele foi tolerada pelas
partes por período de tempo superior ao razoável, por tempo cinco vezes superior ao indicado pelo legislador para caracte-
rizar a negligência da parte no processo. Neste panorama, se tem como solução adequada a alcançar a eficiência a
extinção, retirando do acervo da Unidade Judiciária processo que não se mostra necessário e útil à finalidade para a qual foi
manejado, como é o caso deste feito. Ressalve-se que não se vislumbra prejuízo à parte, pois a sua intimação antecipada
para se manifestar em 5 dias - art. 485, §1º, do Estatuto Civil Adjetivo, pode ser substituída pela intimação da sentença, com
prazo de 15 dias para recurso, do qual cabe juízo de retratação - art. 485, §7º - restabelecendo o curso do processo se
convencido o julgador que o interesse persiste e que a parte pretende cooperar com o andamento. E, considerado o lapso
temporal superior em mais de cinco vezes aquele exigido pelo legislador para caracterizar a negligência das partes, dispen-
sa-se a exigência da intimação pessoal art. 485, §1º , por não se coadunar com a eficiência, podendo eventual efetivo
interesse da parte na manutenção do processo em curso ser apreciado em juízo de retratação - art. 485, §7º, providência já
pontuada no parágrafo anterior. Posto isto, com base nos arts. 6º, 8º, 485, II, §§ 1º e 7º do Código de Processo Civil, JULGO,
POR SENTENÇA, EXTINTO O PROCESSO, SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO. P.I., inclusive o Ministério Público, apenas se
houver interesse de incapazes. À vista do quanto acima exposto, resta revogado qualquer ato constritivo, liminar ou tutela
provisória deferida. Condeno a parte autora em custas processuais, observado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC, caso
seja beneficiária de assistência judiciária gratuita. Caso tenha havido pedido sem apreciação, desde já fica deferido. Após
o trânsito em julgado, dê-se baixa e arquive-se. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira
Juiza de Direito

ADV: AMARILDO ALVES DE SOUSA (OAB 23697/BA), MARIA DAS GRAÇAS QUEIROZ DE SÁ (OAB 13089/BA) - Processo
0155550-58.2009.8.05.0001 - Inventario - DIREITO CIVIL - AUTOR: Tereza Cristina Valois Bonfim - HERDEIRO: Robson Luiz
Bomfim - RÉU: Espolio de Rivaldo Baptista Ramos - DESPACHO Processo nº:0155550-58.2009.8.05.0001 Classe
Assunto:Inventario - DIREITO CIVIL AutorHerdeiro:Tereza Cristina Valois Bonfim e outro, Robson Luiz Bomfim Réu:Espolio de
Rivaldo Baptista Ramos Vistos. Intime-se a advogada que subscreve a petição de fl. 49 a fim de que junte procuração dos
autores, em quinze dias e dê andamento ao feito, sob pena de extinção. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Patricia
Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: MIGUEL CORDEIRO AGUIAR NETO (OAB 11784/BA), CLEBER OLIVEIRA AGUIAR (OAB 21722/BA), MARCELO MENEZES
MATTOS (OAB 32768/BA) - Processo 0159194-14.2006.8.05.0001 - Alvará Judicial - AUTORA: Albane Rodrigues de Andrade
- DESPACHO Processo nº:0159194-14.2006.8.05.0001 Classe Assunto:Alvará Judicial - Assunto Principal do Processo <<
Nenhuma informação disponível >> Autor:Albane Rodrigues de Andrade Tipo Completo da Parte Passiva Principal << Ne-
nhuma informação disponível >>:Nome da Parte Passiva Principal << Nenhuma informação disponível >> Vistos. Intime-se
a parte autora para diligenciar o cumprimento do ofício de fl. 103, em 60 (sessenta) dias, sob pena de extinção do feito, uma
vez que não se deve admitir a eternização dos processos. I. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais
Pereira Juiza de Direito

ADV: '''DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999/BA) - Processo 0165010-40.2007.8.05.0001 - Inventário
- INVTE: Jose Conceicao de Brito - INVDO: Espolio de Geralda Gomes de Brito - DESPACHO Processo nº:0165010-
40.2007.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Assunto Principal do Processo << Nenhuma informação disponível >>
Inventariante:Jose Conceicao de Brito Inventariado:Espolio de Geralda Gomes de Brito Vistos. Dê-se vista à Defensoria
Pública, via portal. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: ANA CRISTINA CARDOSO DOS SANTOS (OAB 13521/BA) - Processo 0165592-69.2009.8.05.0001 - Interdição - Tutela
e Curatela - INTERDITANDO: Noemi Lima de Souza - INTERDA: Rute Lima - SENTENÇA Processo nº:0165592-
69.2009.8.05.0001 Classe Assunto:Interdição - Tutela e Curatela Interditando:Noemi Lima de Souza Interditado:Rute Lima
Vistos. O processo encontra-se sem qualquer impulso dos interessados há mais de cinco anos. Se é certo que o Novo
Código de Processo Civil trouxe o princípio da primazia da resolução do mérito, também o fez no tocante àqueles da
eficiência e cooperação. Preocupou-se o legislador em trazer equilíbrio à relação processual, não havendo preponderância
TJBA – DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO – Nº 2.222 - Disponibilização: quinta-feira, 13 de setembro de 2018 Cad. 2 / Página 13

entre aqueles. Prova disto é que elencou no mesmo dispositivo - art 6º - a cooperação e a primazia da resolução do mérito,
para que não restasse dúvidas de que só se atingirá o segundo realizando-se o primeiro. A eficiência, no art. 8º, substitui, por
opção legislativa, a economia processual, deixando claro que o Juiz, ao presidir o processo, deve buscar o máximo de
finalidade com o mínimo de recursos, sob uma perspectiva macro, qual seja, o acervo da Unidade Judiciária. O Magistrado
não figura apenas como gestor do processo, mas também da Vara, e deve encontrar soluções que se mostrem eficientes
tanto para os processos individualmente quanto para o funcionamento daquela, e, consequentemente, para os
jurisdicionados, vistos enquanto coletividade. Noutro giro, durante o desempenho da função na Unidade Judiciária, localizei
processos paralisados há mais de cinco anos, alguns deles contando, apenas, com a propositura como único ato praticado
pela parte, seguido de um total abandono de fato; noutras vezes, seguidos de petições requerendo o prosseguimento do
feito, sem qualquer pedido específico, como se o Juiz pudesse, a título de impulso oficial, substituir a necessária atuação
das partes. Não há de se olvidar do impulso oficial que deve ser dado aos processos, mas resta evidente neste caderno
processual que a falta daquele foi tolerada pelas partes por período de tempo superior ao razoável, por tempo cinco vezes
superior ao indicado pelo legislador para caracterizar a negligência da parte no processo. Neste panorama, se tem como
solução adequada a alcançar a eficiência a extinção, retirando do acervo da Unidade Judiciária processo que não se mostra
necessário e útil à finalidade para a qual foi manejado, como é o caso deste feito. Ressalve-se que não se vislumbra prejuízo
à parte, pois a sua intimação antecipada para se manifestar em 5 dias - art. 485, §1º, do Estatuto Civil Adjetivo, pode ser
substituída pela intimação da sentença, com prazo de 15 dias para recurso, do qual cabe juízo de retratação - art. 485, §7º -
restabelecendo o curso do processo se convencido o julgador que o interesse persiste e que a parte pretende cooperar com
o andamento. E, considerado o lapso temporal superior em mais de cinco vezes aquele exigido pelo legislador para
caracterizar a negligência das partes, dispensa-se a exigência da intimação pessoal art. 485, §1º , por não se coadunar com
a eficiência, podendo eventual efetivo interesse da parte na manutenção do processo em curso ser apreciado em juízo de
retratação - art. 485, §7º, providência já pontuada no parágrafo anterior. Posto isto, com base nos arts. 6º, 8º, 485, II, §§ 1º e
7º do Código de Processo Civil, JULGO, POR SENTENÇA, EXTINTO O PROCESSO, SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO. P.I.,
inclusive o Ministério Público, apenas se houver interesse de incapazes. À vista do quanto acima exposto, resta revogado
qualquer ato constritivo, liminar ou tutela provisória deferida. Condeno a parte autora em custas processuais, observado o
disposto no artigo 98, §3º, do NCPC, caso seja beneficiária de assistência judiciária gratuita. Caso tenha havido pedido sem
apreciação, desde já fica deferido. Após o trânsito em julgado, dê-se baixa e arquive-se. Salvador(BA), 11 de setembro de
2018. Patricia Didier de Morais Pereira Juiza de Direito

ADV: '''DEFENSORIA PUBLICA DO ESTADO DA BAHIA (OAB 999999/BA) - Processo 0171264-29.2007.8.05.0001 - Inventário
- INVTE: Nerita Regina de Oliveira Silva - HERDEIRO: Gilberto de Oliveira Silva e outro - INVDO: Espolio de Antonio Jose da
Silva - SENTENÇA Processo nº:0171264-29.2007.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Assunto Principal do Processo <<
Nenhuma informação disponível >> InventarianteHerdeiro:Nerita Regina de Oliveira Silva e outros, Gilberto de Oliveira Silva
Inventariado:Espolio de Antonio Jose da Silva Vistos. Nerita Regina de Oliveira Silva e outros, Gilberto de Oliveira Silva propôs
o presente INVENTÁRIO dos bens deixados pelo (a) falecido (a) ANTONIO JOSE DA SILVA.. Desde 2011, o/a inventariante não
praticou mais nenhum ato processual. Sucintamente relatados, fundamento e decido. A presente ação vem se arrastando
desde 2007, e, desde 2011 não há manifestação do (a) inventariante. Dispõe o recém inserido inciso LXXVIII, do art. 5º, da
Constituição Federal: "a todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os
meios que garantam a celeridade de sua tramitação". Já há lei facultando a realização de inventários e arrolamentos por
ofícios extrajudiciais, justamente para atender à garantia constitucional em questão. A vedação à extinção dos processos de
inventário e arrolamento sem julgamento de mérito não tem lugar no panorama atual. Não pode o Poder Judiciário ficar à
mercê da vontade das partes por tempo indeterminado, sem que possa o juiz da causa dar o impulso processual adequado
para chegar o julgamento do processo. A inércia da parte requerente deve levar à extinção do feito, vez que a Lei não vedou
a extinção dos processos de inventário ou arrolamento, sem julgamento de mérito, conforme se depreende da leitura do art.
668, inciso II, do Código de Processo Civil. Merece registro que, extinta a ação ajuizada, outra pode ser intentada perante o
mesmo Juízo, acaso haja interesse. Por derradeiro, convém esclarecer que, decorridos muitos anos desde a morte do de
cujus, o bem deixado pode, até, ter sido objeto de uma das espécies de prescrição aquisitiva. Destarte, forte nos arts. 668,
inciso II, combinados com o artigo 485, inciso III, ambos do novo Código de Processo Civil, DECLARO EXTINTA a presente
ação, sem exame do mérito. Outrossim, CONDENO a parte requerente ao pagamento das custas e despesas processuais,
observado o disposto no artigo 98, §3º, do NCPC, face à assistência judiciária gratuita que ora defiro. P.R.I. e arquive-se,
após o trânsito em julgado e demais cautelas legais. Salvador(BA), 11 de setembro de 2018. Patricia Didier de Morais
Pereira Juiza de Direito

ADV: ANTONIO CARLOS DE SOUZA MOREIRA (OAB 5656/BA), NILMARA CAVALCANTI MARIANO (OAB 12418/BA) - Processo
0174136-51.2006.8.05.0001 - Inventário - INVTE: Maria de Lourdes Azevedo Santos - INVDO: Espolio de Elson Uzeda Santos
- DESPACHO Processo nº:0174136-51.2006.8.05.0001 Classe Assunto:Inventário - Assunto Principal do Processo << Ne-
nhuma informação disponível >> Inventariante:Maria de Lourdes Azevedo Santos Inventariado:Espolio de Elson Uzeda
Santos Vistos, etc. Ante o lapso temporal decorrido, INTIME-SE a inventariante, através de seu(a)(s) Patrono(a)(s), para no
prazo de 5(cinco) dias, manifestar interesse no prosseguimento do feito, sob pena de extinção. Caso mantenha-se silente,
INTIME-SE aquela, pessoalmente, para, no mesmo prazo, manifestar-se, sob pena de extinção. Caso a demanda tenha sido
proposta pela Defensoria Pública ou Ministério Publico, INTIME-SE, de logo, a parte autora, pessoalmente, consignando o
prazo e fins supra. Resta o(a) interessado(a) advertido(a), neste ato, que, no prazo acima assinalado, deverá ser indicada
providência apta à regular continuidade da ação, sendo insuficiente, para este fim, mero pedido de prosseguimento do feito.
CUMPRA-SE, servindo cópia do presente como mandado, se for o caso. Salvador (BA), 11 de setembro de 2018. Assinado
digitalmente Patricia Didier de Morais Pereira Juíza de Direito