Você está na página 1de 48

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO

CAMPUS CARAÚBAS
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

FUNDAÇÕES E ESTRUTURAS DE CONTENÇÃO


PROFESSORA: DESIREÉ ALVES DE OLIVEIRA

DIMENSIONAMENTO E PROJETO DE UM MURO DE ARRIMO DE


FLEXÃO COM CONTRAFORTES

CAROLINA MENDES LEMOS


IAGO DIOGO MOREIRA TEIXEIRA DE MORAIS
JOSÉ ARTHUR BATISTA DE SOUSA
JOSÉ JESU CAVALCANTE FILHO
JULIANA ARAÚJO PEDROSA
MADSON TAVARES PINTO
RAMON MARQUES DE AZEVEDO
THAYSE SILVA LOPES
WESLEY PRAXEDES DA COSTA

CARAÚBAS - RN
2018
O presente relatório, apresentado na disciplina de Fundações e Estruturas de
Contenção para obtenção parcial da nota da 3ª unidade, tem por objetivo abordar o
desenvolvimento do Dimensionamento e Projeto de um Muro de Arrimo de Flexão com
Contrafortes.
Para alcançar o objetivo deste trabalho baseou-se na metodologia apresentada no
Livro Muros de Arrimo, do autor Osvaldemar Marchetti mediante o desenvolvimento dos
seguintes passos:
1. Determinação do empuxo ativo de Rankine, por unidade de comprimento
do muro, e a localização de sua resultante. Além disso será representado a
distribuição da pressão ativa de terra de Rankine contra o muro de arrimo;
2. Execução do Pré-Dimensionamento;
3. Verificação da estabilidade ao deslizamento – escorregamento;
4. Verificação da estabilidade ao tombamento;
5. Cálculo das cortinas;
6. Cálculo do contraforte;
7. Cálculo das tensões no solo;
8. Cálculo da fundação;
9. Detalhes da armação.

As seguintes considerações foram adotadas para o desenvolvimento do presente


projeto:
✓ Serão colocados contrafortes nas duas extremidades do muro;
✓ Os contrafortes ficarão a cada 50% de H, para que a parede vertical seja
considerada no cálculo como armada em uma única direção;
✓ O cálculo da cortina será feito em uma única direção, horizontal, como viga
contínua apoiada nos contrafortes;

A partir disso, o muro de arrimo de flexão com contrafortes deve ser projetado
para servir de Estrutura de Contenção para os solos apresentados na Figura 1 abaixo:
Figura 1: Corte transversal do terreno.

Fonte: Elaborado pelos autores.

1. DETERMINAÇÃO DO EMPUXO ATIVO DE RANKINE

Calculo do 𝐾𝑎 para empuxo ativo para o solo 1 e 2:


𝐾𝑎 = 𝑇𝑔2 (45 − )
2

32
𝐾𝑎1 = 𝑇𝑔2 (45 − ) = 0,3073
2

36
𝐾𝑎2 = 𝑇𝑔2 (45 − ) = 0,2596
2

Após encontrar o coeficiente 𝐾𝑎 , calcula-se a tensão horizontal da sobrecarga, do


solo 1, do solo 2 e da poropressão:

• Sobrecarga:
𝜎′ℎ = 𝜎′𝑣 . 𝐾𝑎
𝜎′ℎ1 = 𝜎′𝑣 . 𝐾𝑎1 = 16 . 0,3073 = 4,9168 𝑘𝑁/𝑚²
𝜎′ℎ2 = 𝜎′𝑣 . 𝐾𝑎2 = 16 . 0,2596 = 4,1536 𝑘𝑁/𝑚²
• Solo 1:
𝜎′𝑣 = 𝛾 . 𝑍 = 14,5 . 4,5 = 65,25 𝑘𝑁/𝑚²
𝜎′ℎ1 = 𝜎′𝑣 . 𝐾𝑎1 = 65,25 . 0,3073 = 20,0513 𝑘𝑁/𝑚²
𝜎′ℎ2 = 𝜎′𝑣 . 𝐾𝑎2 = 65,25 . 0,2596 = 16,9389 𝑘𝑁/𝑚²
• Solo 2:
𝜎′𝑣 = 𝛾 . 𝑍 = (17 − 10) . 3,5 = 24,5 𝑘𝑁/𝑚²
𝜎′ℎ = 𝜎′𝑣 . 𝐾𝑎2 = 24,5 . 0,2596 = 6,3602 𝑘𝑁/𝑚²
• Poropressão:
𝑢 = 𝛾𝑤 . 𝐻 = 10 . 3,5 = 35 𝑘𝑁/𝑚²

Depois que se encontra todas as tensões atuantes desenha-se o diagrama


apresentado na Figura 2:

Figura 2: Diagrama de tensões atuantes.

Fonte: Elaborado pelos autores.

Feito o diagrama (Figura 2) o próximo passo é encontrar o empuxo ativo, onde


soma as áreas das figuras formadas no diagrama de tensões atuantes:
• Empuxo Ativo:

𝐸𝑎 = ∑ 𝐴

20,0513 . 4,5
𝐸𝑎 = (4,9168 . 4,5) + ( ) + (4,1536 . 3,5) + (16,9389 . 3,5)
2
6,3602 . 3,5 35 . 3,5
+( )+( )=
2 2
𝐸𝑎 = 22,1256 + 45,11475 + 14,5376 + 59,28615 + 11,13035 + 61,25 =
𝐸𝑎 = 213,44445 𝑘𝑁/𝑚
Após encontrar o empuxo ativo, o próximo passo é encontrar o ponto de aplicação
desse empuxo (𝑍𝐶𝐺 ).
• Ponto de aplicação (𝑍𝐶𝐺 ):
𝐴. 𝑧
𝑍𝐶𝐺 = ∑
𝐸𝑎

𝑍𝐶𝐺 = {(22,1256 . 5,75) + (45,11475 . 5) + (14,5376 . 1,75)


+ (59,28615 . 1,75) + (11,13035 . 1,167) + (61,25 . 1,167)}
/213,44445 =
𝑍𝐶𝐺 = 2,6538 𝑚

Com isso tem-se o empuxo resultante e seu ponto de aplicação (localização)


conforme a Figura 3:

Figura 3: Resultante do empuxo e sua localização.

Fonte: Elaborado pelos autores.

2. PRÉ-DIMENSIONAMENTO

O pré-dimensionamento será desenvolvido conforme os parâmetros apresentados


por Marchetti (2017) de acordo com a Figura 4:
Figura 4: Parâmetros para o pré-dimensionamento

Fonte: Marchetti (2017).

Com uma altura (H) de projeto de 8 metros:


✓ Base do muro de concreto (De 8% a 10% de H):
Tomando 8% de H = 64 cm
65 cm adotado
✓ Crista do muro de concreto (De 15 a 20 cm):
15 cm adotado

Para a fundação tem-se:


✓ Comprimento (De 40% a 60% de H):
Tomado 60% de H
480 cm adotado
✓ Altura (De 8% a 10% de H):
Tomando 8% de H
64 cm adotado
Para o contraforte, tem-se:
✓ Espessura (De 15 cm a 20 cm):
15 cm adotado
✓ Espaçamento entre contrafortes (De 40% a 60% de H):
Tomando 50%
400 cm adotado

Com isso tem-se que o pré-dimensionamento do muro será conforme apresentam


as Figuras 5 e 6:

Figura 5: Pré-Dimensionamento.

Fonte: Elaborado pelos autores.


Figura 6: Pré-Dimensionamento vista.

Fonte: Elaborado pelos autores.

3. VERIFICAÇÃO DA ESTABILIDADE AO DESLIZAMENTO –


ESCORREGAMENTO

a) Cargas verticais:
Concreto

✓ Peso do Muro:

Base muro + crista


Pm = [( ) . Altura do muro] . Peso específico do concreto
2
0,65 + 0,15
Pm = [( ) . 7,36] . 25
2
𝐏𝐦 = 𝟕𝟑, 𝟔 𝐤𝐍/𝒎
✓ Fundação:
Pf = [Base da fund. . altura da fund. ] . Peso específico do concreto
Pf = [4,80 . 0,64] . 25
𝐏𝐟 = 𝟕𝟔, 𝟖 𝐤𝐍/𝐦

✓ Contraforte:
Base do CF . Altura do CF
Pc = [( ) . esp do CF] . Peso esp. do concreto
2
3,65 . 7,36
Pc = [( ) . 0,15] . 25
2
𝐏𝐜 = 𝟓𝟎, 𝟑𝟕 𝐤𝐍/ 𝐂𝐨𝐧𝐭𝐫𝐚𝐟𝐨𝐫𝐭𝐞

Peso total do concreto:


Peso Total = {(Peso do muro + Peso da fundação) x Distância entre
Contrafortes} + Peso do contraforte
𝐏𝐞𝐬𝐨 𝐭𝐨𝐭𝐚𝐥 = {(𝟕𝟑, 𝟔 + 𝟕𝟔, 𝟖). 𝟒, 𝟏𝟓} + 𝟓𝟎, 𝟑𝟕 = 𝟔𝟕𝟒, 𝟓𝟑 𝐤𝐍

Solo:
✓ Solo 1 (Camada 1):
Psolo1 = (H solo . Base solo . D entre CF . Peso solo) + (Sobrecarga . H solo)
Psolo1 = (4,5 . 3,65 . 4,15 . 14,5) + (16 . 3,65 . 4,15)
𝐏𝐬𝐨𝐥𝐨𝟏 = 𝟏𝟐𝟑𝟎, 𝟕𝟑 𝐤𝐍

✓ Solo 2 (Camada 2):


Psolo2 = (H solo . Base solo . D entre CF . Peso solo)
Psolo2 = (3,5 . 3,65 . 4,15 . 17)
𝐏𝐬𝐨𝐥𝐨𝟐 = 𝟗𝟎𝟏, 𝟐𝟕 𝐤𝐍

Peso total dos solos:


Ptotal = Psolo1 + Psolo2
𝐏𝐭𝐨𝐭𝐚𝐥 = 𝟏𝟐𝟑𝟎, 𝟕𝟑 + 𝟗𝟎𝟏, 𝟗𝟕 = 𝟐𝟏𝟑𝟐 𝐤𝐍
b) Verificação ao deslizamento:
Força resistente = (Peso solo + Peso do concreto + Ev) . f + C′B
f = 0,67 . tgɸ
Ev = 0
C′ B = 0
𝐟 = 0,67 . tg36° = 𝟎, 𝟒𝟖𝟕
𝐅𝐫 = (𝟐𝟏𝟑𝟐, 𝟎𝟏 + 𝟔𝟕𝟒, 𝟓𝟑 + 𝟎) . 𝟎, 𝟒𝟖𝟕 + 𝟎 = 𝟏𝟑𝟔𝟔, 𝟕𝟔 𝐤𝐍
Fr
≥ {1,5 para solos não coesivos}
Empuxo Ativo . D entre Contrafortes

Então:

1366,76
𝐹𝑟 = = 1,54 ≥ {1,5 para solos não coesivos}
213,44445 . 4,15

Logo o muro de arrimo resistirá ao deslizamento.

4. VERIFICAÇÃO AO TOMBAMENTO

a) Momento resistente (Cargas verticais):


Concreto
✓ Momento na Fundação:
Mf = Peso da fund . D entre Contrafortes . D força atuante no centro da Fundação
Mf = 76,8 . 4,15 . 2,4
𝐌𝐟 = 𝟕𝟔𝟒, 𝟗𝟐𝟖 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento no muro:
Mm = Peso do muro . D entre Contrafortes . D força atuante no centro do muro
Mm = 73,6 . 4,15 . 0,825
𝐌𝐦 = 𝟐𝟓𝟏, 𝟗𝟖𝟖 𝐤𝐍. 𝐦
✓ Momento no contraforte:
Mcf = Peso do CF . Força atuante no Contraforte
Mcf = 50,37 . 2,367
𝐌𝐜𝐟 = 𝟏𝟏𝟗, 𝟐𝟐 𝐤𝐍. 𝐦

Momento total do concreto:


𝐌𝐭𝐜 = 𝟕𝟔𝟒, 𝟗𝟐𝟖 + 𝟐𝟓𝟏, 𝟗𝟖𝟖 + 𝟏𝟏𝟗, 𝟐𝟐 = 𝟏𝟏𝟑𝟔, 𝟏𝟑𝟔 𝐤𝐍. 𝐦
Solo:
✓ Momento do solo:

Msolo = Peso do solo . D força atuante no centro do solo

Msolo = 2132,01 . 2,975 =

𝐌𝐬𝐨𝐥𝐨 = 𝟔𝟑𝟒𝟐, 𝟕𝟑 𝐤𝐍. 𝐦


Logo, o momento resistente total será:
Mrt = Mtc + Msolo

𝐌𝐫𝐭 = 𝟏𝟏𝟑𝟔, 𝟏𝟑𝟔 + 𝟔𝟑𝟒𝟐, 𝟕𝟑 = 𝟕𝟒𝟕𝟖, 𝟖𝟔 𝐤𝐍. 𝐦

b) Momento atuante (Cargas horizontais):


Mempuxo = (Ea . D entre contrafortes) . H de atuação do empuxo

𝐌𝐞𝐦𝐩𝐮𝐱𝐨 = (𝟐𝟏𝟑, 𝟒𝟒 . 𝟒, 𝟏𝟓) . 𝟐, 𝟔𝟓𝟑𝟖 = 𝟐𝟑𝟓𝟎, 𝟕𝟐 𝐤𝐍. 𝐦

Com isso podemos fazer a verificação ao tombamento da seguinte forma:

Mresistente
≥ {1,5 para solos não coesivos}
Matuante
Então:
7478,86
= 3,18 ≥ {1,5 para solos não coesivos}
2350,72
Logo o muro de arrimo resistirá ao tombamento.

5. CÁLCULO DAS CORTINAS

Adotando concreto C25, que possui 𝑓𝑐𝑘 = 25𝑀𝑃𝑎, e de acordo com a seguinte situação
apresentada na Figura 7:

Figura 7: Cortinas

Fonte: Elaborado pelos autores.


a) Empuxos por camadas:

Os empuxos por camadas serão calculados de acordo com a seguinte formula:

𝛒 = 𝐪 + (𝐇𝟐 . 𝛄𝟐 . 𝐊𝐚𝟐) + (𝐇𝟏 . 𝛄𝟏 . 𝐊𝐚𝟏)

𝑯 𝒂𝒏𝒂𝒍𝒊𝒔𝒂𝒅𝒐
𝐞 = 𝐜𝐫𝐢𝐬𝐭𝐚 + 𝟓𝟎 .
𝑯 𝒕𝒐𝒕𝒂𝒍

✓ H = 7,36 m
ρ = 16 + (2,86 . 17 . 0,2596) + (4,5 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟒𝟖, 𝟔𝟕𝟑 𝐤𝐍/𝐦²
7,36
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟔𝟓 𝐜𝐦
✓ H=7m
ρ = 16 + (2,5 . 17 . 0,2596) + (4,5 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟒𝟕, 𝟎𝟖𝟒 𝐤𝐍/𝐦²
7
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟔𝟐, 𝟓𝟓 𝐜𝐦
✓ H= 6m
ρ = 16 + (1,5 . 17 . 0,2596) + (4,5 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟒𝟐, 𝟔𝟕𝟏 𝐤𝐍/𝐦²
6
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟓𝟓, 𝟕𝟔 𝐜𝐦
✓ H= 5m
ρ = 16 + (0,5 . 17 . 0,2596) + (4,5 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟑𝟖, 𝟐𝟓𝟖 𝐤𝐍/𝐦²
5
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟒𝟖, 𝟗𝟕 𝐜𝐦
✓ H = 4,5 m
ρ = 16 + (4,5 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟑𝟔, 𝟎𝟓𝟏 𝐤𝐍/𝐦²
4,5
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟒𝟓, 𝟓𝟕 𝐜𝐦
✓ H= 4m
ρ = 16 + (4,0 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟑𝟑, 𝟖𝟐𝟑 𝐤𝐍/𝐦²
4
𝐞 = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟒𝟐, 𝟏𝟕 𝐜𝐦
✓ H=3m
ρ = 16 + (3,0 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟐𝟗, 𝟑𝟔𝟖 𝐤𝐍/𝐦²
3
𝐞 = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟑𝟓, 𝟑𝟖 𝐜𝐦
✓ H=2m
ρ = 16 + (2,0 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟐𝟒, 𝟗𝟏𝟐 𝐤𝐍/𝐦²
2
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟐𝟖, 𝟓𝟕𝐜𝐦
✓ H= 1m
ρ = 16 + (1,0 . 14,5 . 0,3073)
𝛒 = 𝟐𝟎, 𝟒𝟓𝟔 𝐤𝐍/𝐦²
1
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟐𝟏, 𝟕𝟗 𝐜𝐦
✓ H= 0m
ρ = 𝟏𝟔 𝐊𝐍/𝐦²
0
e = 15 + 50 .
7,36
𝐞 = 𝟏𝟓, 𝟎 𝐜𝐦

b) Seção entre H = 7,36 m e H = 7 m:


48,673 + 47,084
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟒𝟕, 𝟖𝟕𝟖 𝐤𝐍/𝐦²
em = 62,55
𝐞𝐦 = 𝟔𝟑, 𝟕𝟕𝟓𝐜𝐦
d = 63,775 – 4
𝐝 = 𝟓𝟗, 𝟕𝟕𝟓 𝐜𝐦
Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3;
- ρm é o empuxo médio entre as duas camadas;
- em é o espaçamento médio entre as camadas.

✓ Momento:
ρm . L2 47,878 . 4,15²
M= =
12 12
𝐌 = 𝟔𝟖, 𝟕𝟏𝟓 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
ρm . L2 47,878 . 4,15²
Mneg = =
10 10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟖𝟐, 𝟒𝟓𝟖 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V= . 47,878 . 4,15
8
𝐕 = 𝟏𝟐𝟒, 𝟏𝟖𝟒 𝐤

✓ Armação a Flexão:
b . d²
5 5
1 x 0,597752
𝐊𝟔 = 10 = 10 . = 𝟓𝟏𝟗, 𝟗𝟖
M 68,715
𝐊𝟑 = 0,326 (Tabela A)
K3 M 0,326 68,715
𝐀𝐒 = . = . = 𝟑, 𝟕𝟒𝟔 𝐜𝐦²/𝐦
10 d 10 0,59775
0,326 82,458
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟒, 𝟒𝟗𝟕 𝐜𝐦²/𝐦
10 0,59775
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 63,775 . 100 = 𝟗, 𝟓𝟔𝟔 𝐜𝐦²/𝐦
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐦𝐢𝐧 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟎 𝐜𝐦
Obs.:
- K6 = Coeficiente do concreto
- K3 = Coeficiente do aço

✓ Armação para cortante:


𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 124,184 kN
𝐕𝐝 = 124,184 . 1,4 = 𝟏𝟕𝟑, 𝟖𝟓𝟖 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d | ≥ 1
Onde,
𝐊 = 1,6 − 0,59775 = 𝟏, 𝟎𝟎𝟐
K > 1 (OK!)

As1 9,566
𝛒= = = 𝟏, 𝟔𝟎𝟎𝟑 𝐱 𝟏𝟎−𝟑
bw . d 100 . 59,775

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = 320 . 1,002. (1,2 + 40 . 1,6003 . 10−3 ). 1 . 0,59775 = 𝟐𝟒𝟐, 𝟐𝟔𝟒 𝐤𝐍

𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 242,264 > 173,858 (OK!)


Não precisa armar ao cisalhamento

Obs.:
- fck: Resistência do concreto a compressão;
- τrd: Tensão de cisalhamento resistente do concreto;
- Vd: Esforço cortante solicitante;
- VRd: Esforço cortante resistente;
- K: 1 – Quando 50% da armadura inferior não chega até o apoio K= |1|
2 – Para os demais casos K= |1,6-d|
- ρ: Taxa geométrica mínima – Usado para cálculo da armadura mínima para que não haja
ruptura brusca
- VRd > Vd = Significa dizer que não vai ocorrer o esmagamento das bielas de
compressão.

• As anotações presentes nos cálculos da primeira camada, servem para as


demais camadas a seguir.
c) Seção entre H = 7 m e H = 6 m:

47,084 + 42,671
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟒𝟒, 𝟖𝟕𝟖 𝐤𝐍/𝐦²
62,55 + 55,76
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟓𝟗, 𝟏𝟓𝟓 𝐜𝐦
d = 59,155 – 4
𝐝 = 𝟓𝟓, 𝟏𝟓𝟓 𝐜𝐦
Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:
ρm . L2 44,878 . 4,152
M= =
12 12
𝐌 = 𝟔𝟒, 𝟒𝟎𝟗 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
44,878 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟕𝟕, 𝟐𝟗𝟏 𝐤𝐍. 𝐦
✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V= . 44,878 . 4,15
8
𝐕 = 𝟏𝟏𝟔, 𝟒𝟎𝟐 𝐤𝐍

✓ Armação a Flexão:
b. d² 1 . 0,551552
𝐊𝟔 = 105 = 105 . = 𝟒𝟕𝟐, 𝟑𝟎𝟓
M 64,409
𝐊𝟑 = 0,326 (Tabela A)
K3 M 0,326 64,409
𝐀𝐒 = . = . = 𝟑, 𝟖𝟎𝟕 𝐜𝐦²/𝐦
10 d 10 0,55155
0,326 77,291
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟒, 𝟓𝟔𝟖 𝐜𝐦²/𝐦
10 0,55155
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 59,155 . 100 = 𝟖, 𝟖𝟕𝟑 𝐜𝐦²/𝐦
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐦𝐢𝐧 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟏 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:

𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 116,402 kN
𝐕𝐝 = 116,402 . 1,4 = 𝟏𝟔𝟐, 𝟗𝟔𝟑 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,
𝐊 = 1,6 − 0,55155 = 𝟏, 𝟎𝟒𝟖
K > 1 (OK!)

As1 8,873
𝛒= = = 𝟏, 𝟔𝟎𝟖 𝐱 𝟏𝟎−𝟑
bw . d 100 . 55,155

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40. ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = 320 . 1,048 . (1,2 + 40 . 1,608. 10−3 ). 1 . 0,55155 = 𝟐𝟑𝟑, 𝟖𝟔𝟒 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 233,864 > 162,963 (OK!)
Não precisa armar ao cisalhamento
d) Seção entre H = 6 m e H = 5 m:
42,671 + 38,258
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟒𝟎, 𝟒𝟔𝟓 𝐤𝐍/𝐦²
55,76 + 48,97
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟓𝟐, 𝟑𝟔𝟓 𝐜𝐦
d = 52,365 – 4
𝐝 = 𝟒𝟖, 𝟑𝟔𝟓 𝐜𝐦
Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:
ρm x L2 40,465 . 4,152
M= =
12 12
𝐌 = 𝟓𝟖, 𝟎𝟕𝟔 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
40,465 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟔𝟗, 𝟔𝟗𝟏 𝐤𝐍. 𝐦
✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V= . 40,465 . 4,15
8
𝐕 = 𝟏𝟎𝟒, 𝟗𝟓𝟔 𝐤𝐍

✓ Armação a Flexão:
b. d²
5 5
1 . 0,483652
𝐊𝟔 = 10 = 10 . = 𝟒𝟎𝟐, 𝟕𝟕𝟖
M 58,076
𝐊𝟑 = 0,326 (Tabela A)
K3 M 0,326 58,076
𝐀𝐒 = . = . = 𝟑, 𝟗𝟏𝟓 𝐜𝐦²/𝐦
10 d 10 0,48365
0,326 69,691
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟒, 𝟔𝟗𝟕 𝐜𝐦²/𝐦
10 0,48365
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 52,365 . 100 = 𝟕, 𝟖𝟓𝟓 𝐜𝐦²/𝐦
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐦𝐢𝐧 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟐 𝐜𝐦
✓ Armação para cortante:
𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 104,956 kN
𝐕𝐝 = 104,956 . 1,4 = 𝟏𝟒𝟔, 𝟗𝟑𝟖 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,
𝐊 = 1,6 − 0,48365 = 𝟏, 𝟏𝟏𝟔
K > 1 (OK!)
As1 7,855
𝛒= = = 𝟏, 𝟔𝟐𝟒 𝐱 𝟏𝟎−𝟑
bw . d 100 . 48,365

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)) . bw . d


𝐕𝐑𝐝 = 320 . 1,116. (1,2 + 40 . 1,624 . 10−3 ). 1 . 0,48365
𝐕𝐑𝐝 = 𝟐𝟏𝟖, 𝟒𝟖𝟔 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 218,486 > 146,938 (OK!)
Não precisa armar ao cisalhamento

e) Seção entre H = 5,0 m e H = 4,5 m:

38,258 + 36,05
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟑𝟕, 𝟏𝟓𝟓 𝐤𝐍/𝐦²
48,97 + 45,57
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟒𝟕, 𝟐𝟕 𝐜𝐦
d = 47,27 − 4
𝐝 = 𝟒𝟑, 𝟐𝟕 cm
- Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:
37,155 . 4,152
M=
12
𝐌 = 𝟓𝟑, 𝟑𝟐𝟓 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
37,155 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟔𝟑, 𝟗𝟗𝟎 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V = . ρm . L
8
5
V = . 37,155 . 4,15
8
𝐕 = 𝟗𝟔, 𝟑𝟕𝟏 𝐤𝐍

✓ Armação a Flexão:
1. 0,43272
𝐊𝟔 = 105 . = 𝟑𝟓𝟏, 𝟏𝟎𝟗
53,325
𝐊𝟑 = 0,327 (Tabela A)
0,327 53,325
𝐀𝐒 = . = 𝟒, 𝟎𝟑 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,4327
0,327 63,990
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟒, 𝟖𝟑𝟔 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,4327
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 47,27 . 100 = 𝟕, 𝟎𝟗 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
100

𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐦𝐢𝐧 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟒 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:

𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 96,371 kN
𝐕𝐝 = 96,371 . 1,4 = 𝟏𝟑𝟒, 𝟗𝟏𝟗 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d | ≥ 1
Onde,

𝐊 = (1,6 − 0,4327) = 𝟏, 𝟏𝟔𝟕


K > 1 (OK!)

7,09
𝛒= = 𝟏, 𝟔𝟑𝟗 × 𝟏𝟎−𝟑
100 . 43,27

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = (320 . 1,167. (1,2 + .40 1,639. 10−3 ). 1 . 0,4327)
𝐕𝐑𝐝 = 𝟐𝟎𝟒, 𝟒𝟗𝟓 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 204,495 > 134,919 (OK!)
Não é preciso armar ao cisalhamento

f) Seção entre H = 4,5 m e H = 4,0 m:


36,051 + 33,823
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟑𝟒, 𝟗𝟑𝟕 𝐤𝐍/𝐦𝟐
45,57 + 42,17
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟒𝟑, 𝟖𝟕 𝐜𝐦

d = 43,87 − 4

𝐝 = 𝟑𝟗, 𝟖𝟕 cm
Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:
34,937 . 4,152
M=
12
𝐌 = 𝟓𝟎, 𝟏𝟒𝟐 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
34,937 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟔𝟎, 𝟏𝟕𝟎 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V= . 34,937. 4,15
8

𝐕 = 𝟗𝟎, 𝟔𝟏𝟖 𝐤𝐍

✓ Armação a flexão:

5
1. 0,39872
𝐊𝟔 = 10 . = 𝟑𝟏𝟕, 𝟎𝟐𝟑
50,142
𝐊𝟑 = 0,327 (Tabela A)
0,327 50,142
𝐀𝐒 = . = 𝟒, 𝟏𝟏𝟐 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,3987
0,327 60,17
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟒, 𝟗𝟑𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,3987
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 43,87 . 100 = 𝟔, 𝟓𝟖 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐦𝐢𝐧 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟓 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:

𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 90,618 kN
𝐕𝐝 = 90,618 . 1,4 = 𝟏𝟐𝟔, 𝟖𝟔𝟓 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,
𝐊 = (1,6 − 0,3987) = 𝟏, 𝟐𝟎𝟏
K > 1 (OK!)

6,58
𝛒= = 𝟏, 𝟔𝟓𝟎 × 𝟏𝟎−𝟑
100 . 37,563

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = (320 . 1,201. (1,2 + 40 . 1,650. 10−3 ) . 1 . 0,3987)
𝐕𝐑𝐝 = 𝟏𝟗𝟑, 𝟗𝟖𝟗 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 193,989 > 126,865 (OK!)
Não é preciso armar ao cisalhamento

g) Seção entre H = 4,0 m e H = 3,0 m:

33,823 + 29,368
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟑𝟏, 𝟓𝟗𝟔 𝐤𝐍/𝐦𝟐
42,17 + 35,38
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟑𝟖, 𝟕𝟕𝟓 𝐜𝐦
d = 38,775 − 4
𝐝 = 𝟑𝟒, 𝟕𝟕𝟓 cm
Obs.:
4cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:

31,596 . 4,152
M=
12

𝐌 = 𝟒𝟓, 𝟑𝟒𝟕 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:

31,596 . 4,152
Mneg =
10

𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟓𝟒, 𝟒𝟏𝟔 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V = . 31,596 . 4,15
8

𝐕 = 𝟖𝟏, 𝟗𝟓𝟐 𝐤𝐍

✓ Armação a flexão:
1 . 0,347752
𝐊𝟔 = 105 . = 𝟐𝟔𝟔, 𝟔𝟕𝟕
45,347
𝐊𝟑 = 0,329 (Tabela A)
0,329 45,347
𝐀𝐒 = . = 𝟒, 𝟐𝟗 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,34775
0,329 54,416
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟓, 𝟏𝟒𝟖𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,34775
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 38,775 . 100 = 𝟓, 𝟖𝟏𝟔𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐦𝐢𝐧 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟕 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:


𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 81,952 kN
𝐕𝐝 = 81,952 . 1,4 = 𝟏𝟏𝟒, 𝟕𝟑𝟑 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,
𝐊 = (1,6 − 0,34775) = 𝟏, 𝟐𝟓
K > 1 (OK!)

5,816
𝛒= = 𝟏, 𝟔𝟕𝟐 × 𝟏𝟎−𝟑
100 . 34,775

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . p)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = (320 . 1,25. (1,2 + 40 . 1,672 × 10−3 ). 1 . 0,34775)
𝐕𝐑𝐝 = 𝟏𝟕𝟔, 𝟐𝟐𝟔 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 176,226 > 114,733 (OK!)
Não é preciso armar ao cisalhamento

h) Seção entre H = 3,0 m e H = 2,0 m


29,368 + 24,912
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟐𝟕, 𝟏𝟒 𝐤𝐍/𝐦𝟐
35,38 + 28,57
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟑𝟏, 𝟗𝟒𝟓 𝐜𝐦
d = 31,945 − 4
𝐝 = 𝟐𝟕, 𝟗𝟒𝟓 cm

Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3
✓ Momento:
27,14 . 4,152
M=
12
𝐌 = 𝟑𝟖, 𝟗𝟓𝟐 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
27,14 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟒𝟔, 𝟕𝟒𝟐 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V= . 27,14 . 4,15
8

𝐕 = 𝟕𝟎, 𝟑𝟗𝟒 𝐤𝐍

✓ Armação a flexão:

1 × 0,279452
𝐊𝟔 = 105 . = 𝟐𝟎𝟎, 𝟒𝟖𝟑
38,952
𝐊𝟑 = 0,330 (Tabela A)
0,330 38,952
𝐀𝐒 = . = 𝟒, 𝟓𝟗𝟗 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,27945
0,330 46,742
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟓, 𝟓𝟐 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,27945
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 31,945 . 100 = 𝟒, 𝟕𝟗 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐧𝐞𝐠 = 𝛟𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟖 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:


𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 70,394 kN
𝐕𝐝 = 70,394 . 1,4 = 𝟗𝟖, 𝟓𝟓𝟐 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,

𝐊 = (1,6 − 0,27945) = 𝟏, 𝟑𝟐
K > 1 (OK!)

5,52
𝛒= = 𝟏, 𝟗𝟕𝟓 × 𝟏𝟎−𝟑
100 . 27,945
𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d
𝐕𝐑𝐝 = (320 . 1,32. (1,2 + 40 . 1,975 . 10−3 ). 1 . 0,27945)
𝐕𝐑𝐝 = 𝟏𝟓𝟎, 𝟗𝟕 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 150,97 > 98,552 (OK!)
Não é preciso armar ao cisalhamento

i) Seção entre H = 2,0 m e H = 1,0 m:

24,912 + 20,456
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟐𝟐, 𝟔𝟖𝟒 𝐤𝐍/𝐦𝟐
28,57 + 21,79
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟐𝟓, 𝟏𝟖 𝐜𝐦
d = 25,18 − 4
𝐝 = 𝟐𝟏, 𝟏𝟖 cm
Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:
22,684 . 4,152
M=
12
𝐌 = 𝟑𝟐, 𝟓𝟓𝟔 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
22,684 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟑𝟗, 𝟎𝟔𝟖 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V = . 22,684 . 4,15
8
𝐕 = 𝟓𝟖, 𝟖𝟑𝟕 𝐤𝐍
✓ Armação a flexão:
1. 0,21182
𝐊𝟔 = 105 . = 𝟏𝟑𝟕, 𝟕𝟗
32,556
𝐊𝟑 = 0,334 (Tabela A)
0,334 32,556
𝐀𝐒 = . = 𝟓, 𝟏𝟑𝟒 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,2118
0,334 39,068
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = . = 𝟔, 𝟏𝟔𝟏 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
10 0,2118
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = . 25,18 . 100 = 𝟑, 𝟕𝟕𝟕 𝐜𝐦𝟐 /𝐦𝟐
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐧𝐞𝐠 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟔 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:

𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 58,837 kN
𝐕𝐝 = 58,837 . 1,4 = 𝟖𝟐, 𝟑𝟕𝟐 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,

𝐊 = (1,6 − 0,2118) = 𝟏, 𝟑𝟖𝟖


K > 1 (OK!)

6,161
𝛒= = 𝟐, 𝟗𝟎𝟖 × 𝟏𝟎−𝟑
100 . 21,18

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = (320 . 1,388. (1,2 + 40 . 2,908 . 10−3 ). 1 . 0,2118)
𝐕𝐑𝐝 = 𝟏𝟐𝟑, 𝟖𝟑𝟑 𝐤𝐍
𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 123,833 > 82,372 (OK!)
Não é preciso armar ao cisalhamento

j) Seção entre H = 1 m e H = 0 m:
20,456 + 16
ρm =
2
𝛒𝐦 = 𝟏𝟖, 𝟐𝟐𝟖 𝐊𝐍/𝐦𝟐
21,79 + 15
em =
2
𝐞𝐦 = 𝟏𝟖, 𝟑𝟗𝟓 𝐜𝐦
d = 18,395 − 4
𝐝 = 𝟏𝟒, 𝟑𝟗𝟓 𝐜𝐦
Obs.:
- 4 cm de cobrimento devido a contato com o solo, classe de agressividade 3

✓ Momento:
18,228 . 4,152
𝑀=
12
𝐌 = 𝟐𝟔, 𝟏𝟔𝟏 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Momento Negativo:
18,228 . 4,152
Mneg =
10
𝐌𝐧𝐞𝐠 = 𝟑𝟏, 𝟑𝟗𝟑 𝐤𝐍. 𝐦

✓ Cortante:
5
V= . ρm . L
8
5
V= . 18,228 . 4,15
8
𝐕 = 𝟒𝟕, 𝟐𝟕𝟗 𝐤𝐍

✓ Armação à flexão:

1. 0,143952
5
𝐊𝟔 = 10 . = 𝟕𝟗, 𝟐𝟎𝟕
26,161
𝐊𝟑 = 0,344 (Tabela A)
0,344 26,161
𝐀𝐒 = ∙ = 𝟔, 𝟐𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
10 0,14395
0,344 31,393
𝐀𝐒𝐧𝐞𝐠 = ∙ = 𝟕, 𝟓𝟎𝟐 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
10 0,14395
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = ∙ 18,395 ∙ 100 = 𝟐, 𝟕𝟓𝟗 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬𝐧𝐞𝐠 = 𝛟 𝟖𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟑 𝐜𝐦

✓ Armação para cortante:

𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
𝐕 = 47,279 KN
𝐕𝐝 = 47,279 ∙ 1,4 = 𝟔𝟔, 𝟏𝟗𝟏 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1
Onde,

𝐊 = (1,6 − 0,14395) = 𝟏, 𝟒𝟓𝟔


K > 1 (OK!)

7,502
𝛒= = 𝟓, 𝟐𝟏𝟐 𝐱𝟏𝟎−𝟑
100 ∙ 14,395

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = 320 ∙ 1,456 . (1,2 + 40 ∙ 5,212. 10−3 ) ∙ 1 ∙ 0,14395
𝐕𝐑𝐝 = 𝟗𝟒, 𝟒𝟔𝟒 𝐤𝐍

𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 94,464 > 66,191 (OK!)


Não é preciso armar ao cisalhamento

6. CÁLCULO DO CONTRAFORTE (15 X VARIÁVEL)

𝐪 = 1,13 ∙ ρ ∙ L = 1,13 ∙ 48,673 ∙ 4,15 = 𝟐𝟐𝟖, 𝟐𝟓 𝐤𝐍/𝐦


7,36 ∙ 228,25
𝐌= ∙ 2,6538 = 𝟐𝟐𝟐𝟗, 𝟎𝟖𝟔 𝐤𝐍 ∙ 𝐦
2
𝐝 = (365 + 65) − 5 = 𝟒𝟐𝟓 𝐜𝐦

0,15 . 4,252
𝐊𝟔 = 105 . = 𝟏𝟐𝟏, 𝟓𝟒𝟔
2229,086
𝐊𝟑 = 0,335 (Tabela)
Obs.:
- q: Carga de maior solicitação no contraforte;
- M: Momento que “q” provoca no contraforte;
- K6: Coeficiente do concreto;
- K3: Coeficiente do aço.

✓ Cálculo da área de aço


K 3 M 0,335 2229,086
𝐀𝐒 = ∙ = ∙ = 𝟏𝟕, 𝟓𝟕 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
10 d 10 4,25
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = ∙ 15 ∙ 430 = 𝟗, 𝟔𝟕𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
100
𝐀𝐝𝐨𝐭𝐚𝐫 𝐀𝐬 = 𝟗𝛟𝟏𝟔 𝐦𝐦

Para o cisalhamento:
7,36
𝐕 = 228,25 ∙ = 𝟖𝟑𝟗, 𝟗𝟔 𝐤𝐍
2
𝐕𝐝 = 839,96 ∙ 1,4 = 𝟏𝟏𝟕𝟓, 𝟗𝟒𝟒 𝐤𝐍

VRd2 = 0,27 ∙ αV2 ∙ fcd ∙ b ∙ d

Fonte: MARCHETTI, 2007.

25
𝛼𝑣= {𝑓𝑐𝑘 = 25 𝑀𝑃𝑎 → 𝛼𝑣= 1 − = 0,90
250
Considerar para o concreto C25 – fck = 25 MPa
𝑓𝑐𝑘 25
𝑓𝑐𝑑 = = = 17,857 𝑀𝑃𝑎
𝛾𝑐 1,4
Sendo que 1 Mpa = 1000 KN/m²
𝐕𝐑𝐝𝟐 = 4339 ∙ 0,15 ∙ 4,25 = 𝟐𝟕𝟔𝟔, 𝟏𝟏𝟑 𝐤𝐍
Vc0 = 0,6 ∙ fctd ∙ b ∙ d = 767 ∙ 0,15 ∙ 4,25
Fazendo a seguinte consideração:

Fonte: MARCHETTI, 2007.

𝐕𝐜𝟎 = 𝟒𝟖𝟖, 𝟗𝟔𝟑 𝐤𝐍

Vsw = Vd − Vc0
Vsw = 1175,944 − 488,963
𝐕𝐬𝐰 = 𝟔𝟖𝟔, 𝟗𝟖 𝐤𝐍

Vsw
Asw =
0,9 ∙ d ∙ fyd
Para o aço CA-50 – fyk = 50 MPa
𝑓𝑦𝑘 50
𝑓𝑦𝑑 = = = 43,48 𝑀𝑃𝑎
𝛾𝑠 1,15
686,98
Asw =
50
0,9 ∙ 4,25 ∙
1,15
𝐀 𝐬𝐰 = 𝟒, 𝟏𝟑𝟏 𝐜𝐦𝟐 /𝐦

∅𝟔. 𝟑 𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟓𝐜𝐦

Aswmin = 0,10 ∙ 15
𝐀 𝐬𝐰𝐦𝐢𝐧 = 𝟏, 𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
Para a armadura de pele:
Aspele = 0,10 ∙ b ∙ d
Aspele = 0,10 ∙ 15 ∙ 425
𝐀𝐬𝐩𝐞𝐥𝐞 = 𝟔, 𝟑𝟕𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐟𝐚𝐜𝐞

Aspele
face
Aspele =
d
6,375
Aspele =
4,25
𝐀𝐬𝐩𝐞𝐥𝐞 = 𝟏, 𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐦

∅𝟓. 𝟎𝐦𝐦 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟐𝟔𝐜𝐦


Obs.:
- fyd: fyk/𝛾𝑠
ys=1,15 coeficiente de minoração do aço
- fcd: fck/𝛾𝑐
yc=1,4 coeficiente de minoração do concreto
- Vd: Esforço cortante solicitante;
- VRd: Esforço cortante resistente;
- Vc0: Resistencia a força cortante;
- Vsw: Parcela da força cortante solicitante resistida pela armadura transversal;
- Asw: Área de aço de um estribo.

7. CÁLCULO DAS TENSÕES NO SOLO

P Ms
σ= +
S W
Onde,
P = Carga vertical total;
S = Área;
M = Momento atuante
W = Módulo de resistência
Figura 8

Fonte: Elaborado pelos autores.

Com isso temos que:


P = 2132,01 + 674,53 = 2806,54 kN (carga vertical total)
S = 4,15 ∙ 4,8 = 19,92 m² (Área)
b∙d² 4,15∙4,8²
W= = = 15,936 m³ (Módulo de resistência)
6 6

Cada tópico será representado para cálculos dos momentos separadamente:

① Empuxo ativo x Braço x D eixo a eixo do contraforte:

M① = 213,44445 x 2,6538 x 4,15 = 2350,72 kN. m


Figura 9

Fonte: Elaborado pelos autores.


② Solo camada 1 x Excentricidade (braço)
x
tan 27,4° = 2,86 → x = 1,42m

Logo:
(2,86x1,42)
Volume = x 0,15 = 0,305 m³
2

0,305x17 = 5,185 kN → Força


5,185 + 20,0513 = 25,29 kN
M② = 25,24x(2,4 − 0,47) = 48,71 kN ∙ m

③ → Solo camada 2 sobre contraforte + sobrecarga x Excentricidade


Sobrecarga:
(0,15x3,65)x16 = 8,76 kN
Áreaq = 1,42x4,5 = 6,39 m2 x0,15 = 0,9585m3 x14,5 = 13,9 kN
2,23x4,5
Áreat = = 5,0175 m2 x0,15 = 0,7536 m3 x14,5 = 10,91 kN
2
(8,76x1,825) + (13,9x0,71) + (10,91x2,16)
zcg = = 1,47 m
33,57
M③ = 33,57 ∙ |2,4 − 1,47| = 31,22 kN. m

④ → Contraforte ∙ Braço

M④ = 50,37 ∙ |2,4 − 2,433| = 1,679 kN ∙ m

⑤ Peso do Solo
Solo 1 = (4,5x3,65x4x14,5) + (16x3,65x4) = 1186,25 kN
Solo 2 = (3,5x3,65x4x17) = 868,7 kN
M⑤ = P5total ∙ Braço = (1186,25 + 868,7)x|2,4 − 1,825| = 1181,596 kN ∙ m

Mgeral = M① ∙ M② ∙ M③ ∙ M④ ∙ M⑤

Mgeral = 2350,72 + 48,71 + 31,22 + 1,679 + 1181,596


Mgeral = 3613,925 kN. m

P MG 2806,54 3613,925
σ= ± = ± = 140,89 ± 226,78
S W 19,92 15,936
kN
σ1min = 140,89 + 226,78 = 367,67 = 3,67 kgf/cm²
m2
kN
σ2min = 140,89 − 226,78 = −85,89 2 = −0,85 kgf/cm²
m
σ1 > 2 kgf/cm²

Figura 10

Fonte: Elaborado pelos autores.

8. CÁLCULO DA FUNDAÇÃO

𝐥 = 𝟔𝟒 𝐜𝐦

d′ = 64 − 5
𝐝′ = 𝟓𝟗 𝐜𝐦
(σ1 − σ2 ). D
σ3 = σ2 +
Base
(367,67 + 85,89). 3,975
σ3 = −85,89 +
4,8
𝛔𝟑 = 𝟐𝟖𝟗, 𝟕𝟏 𝐤𝐍/𝐦²

Cálculo do momento no balanço (0 e 1)

d2 d2
M1 = σ3 ∙ + σ1 − σ3 ∙
2 3
0,8252 0,8252
M1 = 289,71 ∙ + 367,67 − 289,71 ∙
2 3
𝐌𝟏 = 𝟏𝟏𝟔, 𝟐𝟖 𝐤𝐍 ∙ 𝐦/𝐦

Cálculo do momento no balanço (1 e 2) → Direção do contraforte:

Pl2
M+ =
12
σ3 − σsolo ∙ l2entre contrafortes
M+ =
12
289,71 − 129,87 . 4,152
M+ =
12
𝐌+ = 𝟐𝟐𝟗, 𝟒 𝐤𝐍 ∙ 𝐦/𝐦

pl2
M− =
10
−289,71 − 129,87 . 4,152
M− =
10
𝐌− = −𝟐𝟕𝟓, 𝟐𝟖 𝐤𝐍 ∙ 𝐦/𝐦

Cálculo das armações:


✓ 𝐌𝟏 = 𝟏𝟏𝟔, 𝟐𝟖 𝐤𝐍 ∙ 𝐦/𝐦
105 ∙ b ∙ d2 105 ∙ 6 ∙ 0,592
𝐊𝟔 = = = 𝟐𝟗𝟗, 𝟑𝟔
M1 116,28
𝐊𝟑 = 0,327 (Tabela A)
k M1 0,327 116,28
𝐀𝐒 = 103 = ∙ = 6,44 cm²/m
d 10 0,59
0,15
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = 0,15% ∙ l ∙ 100 = ∙ 64 ∙ 100 = 𝟗, 𝟔 𝐜𝐦²/𝐦
100

✓ 𝐌+ = 𝟐𝟐𝟗, 𝟒 𝐤𝐍 ∙ 𝐦/𝐦
105 ∙ 1 ∙ 0,592
𝐊𝟔 = = 𝟏𝟓𝟏, 𝟕
229,4
𝐊𝟑 = 0,333 (Tabela A)
0,333 229,4
𝐀𝐒 = ∙ = 𝟏𝟐, 𝟗𝟓 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
10 0,59
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = 𝟗, 𝟔 𝐜𝐦²/𝐦

✓ 𝐌− = −𝟐𝟕𝟓, 𝟐𝟖 𝐤𝐍 ∙ 𝐦/𝐦
105 ∙ 1 ∙ 0,592
𝐊𝟔 = = 𝟏𝟐𝟔, 𝟒𝟓
275,28
𝐊𝟑 = 0,335 (Tabela A)
0,335 275,28
𝐀𝐒 = ∙ = 𝟏𝟓, 𝟔𝟑 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
10 0,59
𝐀𝐒𝐦𝐢𝐧 = 𝟗, 𝟔 𝐜𝐦²/𝐦

Por questões de segurança-adotar:

𝑐𝑚2
𝐀𝐒 = 15,63
𝑚
∅𝟏𝟐, 𝟓 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟔 𝐜𝐦

Cortante:
𝐟𝐜𝐤 = 25 MPa
𝛕𝐫𝐝 = 320 KPa
σ1 + σ3
V= .d
2
367,67 + 289,71
V= . 0,825
2
𝐕 = 𝟐𝟕𝟏, 𝟏𝟕 𝐤𝐍/𝐦
𝐕𝐝 = 271,17 . 1,4 = 𝟑𝟕𝟗, 𝟔𝟒 𝐤𝐍
𝐊 = |1,6 − d| ≥ 1

Onde,
𝐊 = (1,6 − 0,59) = 1,01 m
K > 1 (OK!)
AS1 15,63
𝛒𝟏 = = = 𝟎, 𝟎𝟎𝟐𝟔𝟓
b . d 100 . 59

𝐕𝐑𝐝 = (τrd . K. ( 1,2 + 40 . ρ)). bw . d


𝐕𝐑𝐝 = 320 . 1,01. (1,2 + 40 . 0,00265) . 1 . 0,59
𝐕𝐑𝐝 = 𝟐𝟒𝟗, 𝟎𝟑 𝐤𝐍

𝐕𝐑𝐝 > 𝐕𝐝 = 249,03 > 379,64 (não OK!)


É preciso armar ao cisalhamento

𝐕𝐂𝐝 = 0,6. fcd . b . d = 767 . 1 . 0,59 = 𝟐𝟔𝟖, 𝟒𝟓 𝐤𝐍


𝐕𝐒𝐰 = Vcd − Vd = 268,45 − 379,64 = |−𝟏𝟏𝟏, 𝟏𝟗| 𝐤𝐍
VSW 111,19
𝐀 𝐒𝐖 = = = 𝟒, 𝟓𝟐 𝐜𝐦𝟐 /𝐦
𝐒 b′ . d . fyd (1 − 2 . 0,05) . 0,59 . 50

1,15

∅ 𝟔, 𝟑 𝐚 𝐜𝐚𝐝𝐚 𝟏𝟑 𝐜𝐦

9. DETALHES DA ARMAÇÃO

✓ Armadura laje de fundo


Figura 11

Fonte: Elaborado pelos autores.

N1 = ∅12.5 mm c/16 cm
N2 = ∅12.5 mm c/16 cm
N3 = ∅6.3 mm c/13 cm

✓ Armadura do contraforte
Figura 12

Fonte: Elaborado pelos autores.

N1 = 9∅ 16 mm
N2 = ∅6.3 mm c/15 cm
N3 = ∅5.0 mm c/26 cm

✓ Armadura da cortina
Figura 13

Fonte: Elaborado pelos autores.


REFERÊNCIAS

MARCHETTI, Osvaldemar. Muros de arrimo. 1. ed. São Paulo: Blucher, 2007.


ANEXO